Publicidade

Posts com a Tag violência

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 Brasileiros contra a França, Brasileiros na França, Torneios europeus | 21:10

PSG sobrevive e Lille "se dificulta" na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Resultados distintos para os franceses nos jogos de ida da fase 1/16 avos, disputada em mata mata.

Sob um frio absurdo de 15 graus negativos em Minsk, capital da Bielorrússia, o Paris Saint-Germain encarou o BATE Borisov. Só de conseguir jogar o tempo inteiro nessa temperatura, qualquer jogador já está de parabéns. Os torcedores também (havia cerca de 4 mil no estádio), porque não podem sair correndo pelas arquibancadas*. Se bem que os europeus estão bem mais acostumados que os brasileiros nesse aspecto…

Com minhocão nas pernas, cacharrel no pescoço, luvas e algumas faixas na testa, o PSG foi escalado por Antoine Kombouaré com Edel; Jallet, Sakho, Camara e Ceará; Chantôme, Clément, Luiyndula e Nenê; Giuly e Erding. O primeiro gol foi dos donos da casa, e brasileiro: do meia Renan Bressan (ex-Atlético de Tubarão-SC e Gomel, da Bielorrússia), aos 15 minutos iniciais.

O empate gaulês viria aos 30, com o turco Mevlut Erding. No segundo tempo, mesmo indo bem, Nenê foi substituído por Maurice, assim como Giuly, que cedeu espaço a Bodmer. Os anfitriões voltaram a crescer no jogo e voltariam a comandar o placar aos 36 minutos, com Gordeychuk, que havia entrado justamente no lugar de Bressan e deu sorte de receber no seu pé o rebote da trave, depois do chute de Volodko, sem goleiro, sem nada na frente.

A última troca no PSG foi Makonda no lugar de Mevlut. Quando nem eu acreditava mas no empate, grata surpresa: aos 43, Makonda fez bela jogada pela esquerda, no limite da grande área, girou e achou espaço para cruzar mesmo com marcação dupla. A bola veio ao encontro da cabeça de Luyindula, livre na frente do goleiro: 2 a 2 e belo resultado pro Parri.

bate_psg_ceara_renan_ap

Enfaixado Nenê observa disputa entre Ceará e Renan (AP)

Em casa, o Lille iniciou o confronto contra o PSV, primeiro time holandês com o qual se deparou na história do torneio. Rudy Garcia escalou Landreau; Emerson, Vandam, Rozehnal e Chedjou; Dumont, Debuchy, Gueye e Obraniak; Frau e Túlio de Melo. Desde os primeiros minutos o LOSC se impôs, dando indício de vitória tranquila em Villeneuve D’Ascq.

Logo aos 5 minutos, em escanteio cobrado, a defesa visitante rebateu para o meio e o senegalês Gueye bateu com felicidade, rasteiro, de peito de pé. Como o goleiro estava com a visão encoberta, ninguém impediu o curso da bola rumo à rede: 1 a 0.

O segundo viria ainda no primeiro tempo. Aos 30 minutos, cruzamento na medida do capitão Debuchy, pela direita, encontrou a testada com a marca do centroavante de Tulio de Melo, corroborando a ótima fase do brasileiro. A etapa final começou com poucas chances agudas e cantoria da torcida do líder do Campeonato Francês, sorrindo à toa com seu Lille Olympique Sporting Club.

Maas… nos minutos finais, veio o castigo do PSV. Bouma e Toivonen, em jogadas aparentemente fortuitas, decretaram a igualdade no marcador com gols aos 38 e 39 minutos do segundo tempo. Agora, o Lille vai ter que buscar a vitória em Eindhoven, em interessante teste para o atual melhor time da França em âmbito doméstico.

lille_psv_tulio_ap

Túlio em um dos seus pontos fortes: o cabeceio (AP)

A nota triste do dia em Lille foi o vandalismo de torcedores do PSV, reprimido por policiais, que entraram em confronto com os baderneiros e prenderam 30 deles. Lamentável o que fazem com o nosso futebol!

*Sim, havia malucos sem camisa na torcida. O que eles teriam bebido?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 18:30

Ligue 1, 12ª rodada. Com polêmica grande

Compartilhe: Twitter

Embora não estejam no topo da tabela, PSG e Olympique atrairão a maior parte das atenções neste fim de semana pelo clássico que travarão no Parc des Princes. Além da rivalidade dentro de campo, o duelo já é polêmico antes mesmo de acontecer, devido à decisão da Liga de Futebol Profissional de determinar torcida única nesse jogo e no do segundo turno, no Vélodrome. O poder público local também se manifestou, pelo fechamento do setor visitante no estádio parisiense, mas torcedores do Marselha apelaram ao Direito e tentam participar da partida pela força da lei, que pode mudar os rumos da situação até horas antes da bola rolar.

Por mais que a segurança seja maior com uma torcida só, é claro que o espetáculo perde. E os jogadores lamentam. Gabriel Heinze, zagueiro/lateral do OM, também criticou o Canal Plus, emissora de TV que detém os direitos de transmissão, por agendar o clássico para a noite (21h locais) em vez de colocá-lo de tarde, quando é mais seguro para o público chegar e principalmente ir embora. Se o argentino não sabe, a falta de respeito das televisões (e dos governos que não nos protegem nem nos oferecem o que precisamos) com o torcedor que precisa de transporte e segurança públicos é um problema do futebol em âmbito mundial, lamentavelmente.

psg_om_ff

France Football destaca o duelo entre o brasileiro Nenê e o argentino Lucho González

Vale a pena também conferir como o Brest se comporta com o novo peso de liderar o campeonato, numa situação difícil, que é encarar o Lille (motivado pelo bom papel na Liga Europa) fora de casa. O vice-líder Rennes não terá parada fácil também, pois recebe nada menos que o Lyon.

Sábado, 6 de novembro
16h – Saint-Etienne (4º) x Lorient (13º) – SporTV anuncia transmissão em VT na segunda (8), às 16h
           Bordeaux (9º) x Valenciennes (12º) 
           Sochaux (16º) x Auxerre (11º) – TV5 anuncia transmissão ao vivo
          Arles-Avignon (20º) x Caen (14º) 
18h – Rennes (2º) x Lyon (10º) 

Domingo, 7 de novembro
14h – Lille (8º) x Brest (1º) – Stade Brestois não leva gols há oito rodadas
           Nice (17º) x Toulouse (5º) 
            Lens (19º) x Montpellier (6º) 
           Nancy (15º) x Monaco (18º) – Monaco não vence faz seis jogos e sete rodadas da Ligue 1
18h – Paris-SG (7º) x O. Marseille (3º) – Olympique invicto há seis jogos (4 pelo Francês e 2 pela Champions). O SporTV anuncia transmissão em VT, à meia-noite de segunda-feira

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 8 de outubro de 2010 Extracampo, Francês da 1ª divisão | 10:03

Não sabem se comportar? Créééu!

Compartilhe: Twitter

Non, Le Blog du Foot (© – todos os direitos escancarados…) não se rendeu ao funk de conotações lascivas, pois se trata de uma página de famille! A onomatopeia presente no título desta postagem indica a punição que os torcedores de Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha receberão nos dois clássicos que as equipes farão no atual Campeonato Francês: no jogo do primeiro turno, em 7 de novembro, só fãs do PSG poderão entrar no Parc des Princes. Por sua vez, a partida do returno, dia 20 de março de 2011, terá apenas torcida do OM no Vélodrome. Sim, torcida única!

A decisão foi anunciada nesta quinta-feira pela Liga de Futebol Profissional (LFP), que alega estar preservando a segurança dos espectadores com a medida. Na temporada passada, as torcidas das duas equipes protagonizaram cenas de violência nos arredores do estádio do Marselha. O fato fez com que os torcedores do Olympique fossem proibidos de entrar no campo do Saint-Germain, no segundo turno, e mesmo assim um torcedor foi morto durante confrontos.

A repercussão não foi boa entre os dirigentes dos clubes envolvidos. Jean-Claude Dassier, presidente do OM, fala em injustiça, porque considera que as brigas mais graves acontecem dentro das facções parisienses, e que a tradição de se ter as torcidas rivais nas arquibancadas está sendo abalada. Mais moderado e conformado, seu equivalente do PSG, Robin Leproux, mostrou lamento porém alguma compreensão da medida restritiva, dizendo torcer para a segurança prevalecer e tão logo as duas torcidas voltarem a conviver nos clássicos.

É lamentável mesmo a LFP ter que apelar assim. Mas antes termos clássicos monocórdicos do que pessoas chorando a morte estúpida de familiares e amigos torcedores… Não?

O engravatado ministro do Interior, Brice Hortefeux, verifica condições de segurança com policiais em torno do Parc des Princes no último dia 3 (AFP)

O engravatado ministro do Interior, Brice Hortefeux, verifica condições de segurança com policiais em torno do Parc des Princes no último dia 3 (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 5 de março de 2010 Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 22:04

Vamos com calma

Compartilhe: Twitter

Independentemente se Raymond Domenech continuará como treinador da França na Copa do Mundo ou se a Federação Francesa será aplaudida pelos quatro cantos do mundo caso contrário, os clubes franceses seguem seu rumo e neste fim de semana tem nova rodada da Ligue 1, agora a 27ª. O grande destaque é o tira-teima entre os líderes Bordeaux, com dois jogos a menos, e Montpellier, que pode nos responder até que ponto o recém-promovido para a elite é mesmo uma real ameaça à soberania nacional dos girondinos. Como o FCGB ainda tem que se virar, nas próximas semanas, com Liga dos Campeões e final da Copa da Liga Francesa, lhe é mais do que propício manter o MHSC atrás na tabela de classificação.

Atrás dos ponteiros, o Lyon viaja para encarar o vice-lanterna Boulogne-sur-Mer. Vencer seria ótimo, mas os lioneses esperam mesmo é que ninguém se machuque ou se desgaste muito, porque na quarta-feira há “apenas” o “jogo do ano, parte 2” contra o Real Madrid, pela Champions, na Espanha.

E o destaque negativo envolve Lens x Paris Saint-Germain, mais especificamente a torcida do segundo. Na última rodada, a baderna violenta de torcedores do PSG contra o Olympique de Marselha, em Paris, provocou reações que chegaram até a Presidência da República. Após o confronto que envolveu membros das facções Tribune d’Auteuil e Kop of Boulogne, 16 vândalos foram banidos dos estádios, tendo que se apresentar a distritos policiais nos dias de jogos, e o presidente Robin Leproux decidiu que o clube não liberará mais ingressos aos torcedores para partidas fora de casa. Nicolas Sarkozy pediu para a polícia intensificar a segurança nos estádios, e para o jogo deste sábado no Felix-Bollaert cerca de 500 agentes atuarão dentro e fora do estádio do Lens.

O saldo do tumulto no Parc des Princes, no último domingo, é triste: um homem de 38 anos sofreu traumatismo craniano e segue em estado grave. Vamos com calma, galera! Vou dizer em francês, e duas vezes, para ver se entendem de uma vez: Doucement! Gardez votre calme!

Eis a programação da 27ª journée, no horário de Brasília:

Sábado, 06/03
15h – Boulogne (19º) x Lyon (3º) 
 Auxerre (6º) x Valenciennes (8º) 
 Rennes (10º) x Monaco (7º) 
 Sochaux (15º) x Toulouse (11º) 
 Lens (13º) x Paris-SG (12º) 
 Nice (17º) x Nancy (14º) 
17h – Saint-Etienne (16º) x Lille (5º) 

Domingo, 07/03

13h – O. Marseille (4º) x Lorient (9º) 
           Grenoble (20º) x Le Mans (18º) 
17h – Bordeaux (1º) x Montpellier (2º)

Nesta sexta-feira, nove dos dez jogos pela Ligue 2 foram realizados. Na mesma toada de rodadas em que a primeira divisão, a segundona tem os líderes Caen e Brest nadando de braçadas rumo ao acesso, e o Metz perto de beliscar a terceira e última vaga rumo à Ligue 1 2010-2011.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 19 de janeiro de 2010 Brasileiros na França, Extracampo, Francês da 1ª divisão | 20:58

Uma partida e duas boas novas

Compartilhe: Twitter

Saint-Etienne x Rennes abriu a 21ª rodada do Campeonato Francês nesta terça. Assim como a posição das equipes na tabela, a partida não empolgou. Sob neblina constante no Geoffroy-Guichard, nada de gols. Melhor para o Stade Rennais, que jogou fora de casa e poderia ter perdido, se a pontaria do ASSE fosse melhor, se um pênalti claro para os donos da casa fosse marcado (agarrão dentro da área) e se o goleirão Nicolas Douchez não salvasse a pátria nos instantes finais, em chute de Boubacar Sanogo dentro da área.

Amanhã rolam os demais jogos da journée. Veja a programação da rodada, com horários de Brasília:

Terça, 19/01
Saint-Etienne (17º) 0 x 0 Rennes (9º) 

Quarta, 20/01
16h – Grenoble (20º) x Bordeaux (1º) 
           Sochaux (15º) x Lille (2º)  
           Lens (13º) x Montpellier (3º) 
           Marseille (4º) x Le Mans (18º) 
           Lorient (8º) x Lyon (5º) 
           Paris-SG (10º) x Monaco (6º) 
           Nice (16º) x Auxerre (7º) 
           Toulouse (11º) x Nancy (14º) 
18h – Boulogne (19º) x Valenciennes (12º)

 

Sanogo chama Mangane pra dança, mas a névoa não permitiu que todos vissem (AFP)

Sanogo chama Mangane pra dança, mas a névoa não permitiu que todos vissem (AFP)


Boas notícias
Houve desdobramentos em duas notícias aqui publicadas com destaque no ano passado. Marcos Antonio, o zagueiro brasileiro abandonado pelo Auxerre por causa de um câncer na garganta, me disse por MSN que estava curado e apto a voltar a jogar. Muito feliz, conseguiu a rescisão com o AJA e viajaria para a Grécia. Só não me confirmou se continuará a defender o PAOK. Mas de qualquer forma seu retorno ao futebol já é motivo para comemoração!

E na Sérvia, a Justiça local acusou 15 torcedores do Partizan Belgrado pela agressão que resultou na morte de Brice Taton, fã do Toulouse, no dia que o time francês encarou o sérvio pela Liga Europa. Os assassinos estão foragidos, mas serão julgados à revelia e podem pegar uma pena de até 40 anos de prisão. Que isso sirva de lição pra Justiça brasileira!

(para ver os textos que publiquei sobre Marcos Antonio e Brice Taton, clique nos nomes deles nas “Tags” abaixo)

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 26 de outubro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 21:54

Bobearam, pimba!

Compartilhe: Twitter

A Ligue 1 2009/2010 surpreende positivamente por dois fatores: equilibradíssima no topo da tabela de classificação e com ótima média de gols para um torneio que, na edição passada, colecionava empates e “uns a zeros” a rodo. Lyon e Montpellier começaram a 10ª rodada como líderes, mas derraparam e deixaram o topo para Bordeaux e Monaco, com vantagem de um ponto para o atual campeão francês.

Não é exagero afirmar que o OL “pediu” para perder a ponta: na nona rodada, caiu em casa diante do então 14º colocado, o Sochaux; no sábado passado, tomou de 4 a 1 para o time da tia Nice, que agradeceu e deixou tanto a vice-lanterna quanto a zona de rebaixamento. Tudo bem que o jogo era na casa da tia, os lioneses colecionavam desfalques e vão muitíssimo bem, obrigado no torneio que mais interessa, a Liga dos Campeões. Mas a matemática foi infalível.

Quem poderia se aproveitar era o Montpellier, que começou a última journée colado no Lyon e enfrentaria o Rennes fora de casa. Mas também não conseguiu o resultado que desejava longe de seus domínios: 2 a 0 para o Stade Rennais, oitavo colocado. Então, a liderança caiu nas mãos de quem se acostumou muito bem com ela na reta final da temporada passada – o Bordeaux, que aplicou três no Le Mans e agora soma 22 pontos, dois à frente dos ex-líderes.

Com 21, super na briga, aparece o Monaco, outra agradável surpresa consistente entre os ponteiros, que não se importou com o acanhado estádio do Boulogne e meteu 3 a 1. A boa fase da dupla NenêPark se converteu em gols novamente, e como o brasileiro voltou a fazer dois numa mesma partida, disparou na artilharia com nove tentos (em apenas dez jogos!), três à frente de Niang, cujo Marselha ainda pode somar 20 pontos, quando a partida adiada contra o PSG for realizada.

Falando nisso, a data para o encontro que seria realizado ontem, adiado em função da gripe suína que assolou os parisienses, deve sair na quinta-feira, em reunião da Liga de Futebol Profissional com ambos os presidentes. Felizmente, o clima para o acordo parece cordial entre as direções e os técnicos dos clubes, diferentemente do que se viu nas ruas de Marselha, onde 20 pessoas ficaram feridas após tumulto entre torcedores e policiais. A LFP errou ao desmarcar o clássico somente seis horas antes de ele começar, é verdade, mas isso não justifica qualquer reação violenta. O problema agora é arrumar uma data que não atrapalhe o calendário dos times, sobretudo do OM, que disputa a Liga dos Campeões, em andamento, e deve ceder jogadores para a Copa Africana de Nações, que ocorre entre 10 e 31 de janeiro. Talvez a peleja fique só para fevereiro de 2010.

Os baderneiros bobearam, a polícia pimbou! (AP)

Os baderneiros bobearam, a polícia pimbou! (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 3 de outubro de 2009 Francês da 1ª divisão | 11:59

Ligue 1, 8ª rodada

Compartilhe: Twitter

Antes de listar os jogos e horários, uma foto que merece ser lembrada da semana que se passou: sérvios pedindo o fim da violência em Belgrado, justamente onde o torcedor do Toulouse foi alvo fatal da crueldade que ronda o futebol.

A Ju pode ficar tranquila, não é nada pessoal... (AFP)

A Ju pode ficar tranquila, não é nada pessoal... (AFP)

Sábado, 03/10
14h – Saint-Etienne (16º) x Bordeaux (1º) 
          Grenoble (20º) x Montpellier (4º) 
          Rennes (5º) x Auxerre (12º) 
          Paris-SG (6º) x Nancy (9º) 
          Nice (19º) x Valenciennes (10º) 
          Sochaux (18º) x Le Mans (15º) 
16h – Lens (13º) x Lyon (2º) 

Domingo, 04/10
12h –  Toulouse (11º) x Lorient (8º) 
            Boulogne-sur-Mer (14º) x Lille (17º) 
16h –  Marseille (3º) x Monaco (7º)

*horários de Brasília

>> Placar iG: Siga jogos, veja artilheiros da rodada e confira resultados AQUI

>> Tabela de classificação: clique AQUI

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 29 de setembro de 2009 Copas francesas, Extracampo | 10:53

Brice Taton, a vítima da vez

Compartilhe: Twitter

Morreu nesta terça-feira o torcedor do Toulouse brutalmente agredido por vândalos sérvios em Belgrado, onde o time francês enfrentou o Partizan pela Liga Europa, no último dia 17. Brice Taton, de 28 anos, recebeu golpes na cabeça, pulmão e outras partes do corpo após a partida na Sérvia e lá ficou internado por 12 dias.

A torcida do TFC e o próprio clube se mobilizaram durante esse período de internação, fizeram diversas manifestações de apoio, e agora prometem homenageá-lo e ajudar sua família com a renda obtida da venda de produtos da loja do time, na partida do fim de semana contra o Lorient, pelo Campeonato Francês. Isso é bom, mas não consola, porque nós que seguimos o futebol de perto sabemos que Brice não foi a primeira nem a última vítima da selvageria que contamina o mundo da bola nas arquibancadas.

Clique nas fotos abaixo se quiser ampliá-las.

Autor: Tags: , , , , , , , ,