Publicidade

Posts com a Tag vídeo

quarta-feira, 3 de junho de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 21:13

Onze melhores e um golaço

Compartilhe: Twitter

Pouco conhecidos fora da França, Gignac e Hilton estão no top onze gaulês (AFP)

Antes mesmo de terminado o Campeonato Francês, a Union Nationale des Footballeurs Professionnels (UNFP) elegeu a seleção da temporada por lá. O evento também exaltou Yoann Gourcuff como o melhor da temporada, e é bom lembrar que o Bordeaux prestou um belo serviço aos seguidores da Ligue 1 segurando seu craque por mais quatro anos, para exaltação deste Le Blog.

Vamos aos onze escolhidos pela UNFP (uma seleção bem ofensiva, como é típico das eleições pós-torneios), com os respectivos pitacos deste que vos escreve:

Goleiro: Hugo Lloris (Lyon) – justo, embora Domenech prefira Mandanda na seleção
Lateral-direito: Rod Fanni (Rennes) – não conheço, mas foi titular da França ontem (qual será seu signo?)
Zagueiro: Hilton (Olympique de Marselha) – não vi muitos predicados, mas fico feliz pelo compatriota
Zagueiro: Souleymane Diawara (Bordeaux) – justo, xerifão que sai para o jogo com estilo e é forte no cabeceio
Lateral-esquerdo: Taye Taiwo (Olympique) – justo, apoia o ataque e cruza muito bem
Volante: Benoît Cheyrou (Olympique) – injusto, prefiro o girondino e campeão Fernando
Meia: Michel Bastos (Lille) – justíssimo, o brazuca foi o rei das assistências no torneio
Meia: Yoann Gourcuff (Bordeaux) – habilidoso, eficiente e decisivo (além de elogiado por mulheres…) Precisa mais?
Meia: Stéphane Sessègnon (Paris Saint-Germain) – habilidoso, mas poderia ser mais eficiente e decisivo
Atacante: Guillaume Hoarau (PSG) – justo: 17 gols em 33 jogos (média de 0,51), vice-artilheiro
Atacante: André-Pierre Gignac (Toulouse) – ser artilheiro fazendo sete gols a mais que o vice (24 em 38 – jogou todas as rodadas, o que mostra disciplina para evitar suspensões) não pode deixá-lo de fora

Aproveitando que o assunto é a nata do futebol francês, eis o gol que deu a Gourcuff mais um prêmio da UNFP. O tento contra o PSG, na goleada por 4 a 0 em Bordeaux (abertura do 2 º turno), foi eleito o mais bonito do campeonato. Assista e aplauda:

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 21 de maio de 2009 Brasileiros na França | 21:54

Antes de sentir saudade

Compartilhe: Twitter

Cada dia que passa, Juninho Pernambucano mostra que pode deixar o Lyon em breve. Não está certo que esta seja sua última temporada no OL, mas o tom de despedida está no ar. Pode ser que ele vá para o Oriente Médio, pode ser que até se aposente. Ou também que decida continuar na França por mais um ano.

Independentemente do que for decidido nos próximos dias, o fato é que o brasileiro vai deixar saudade quando partir, e seus gols, sobretudo as primorosas cobranças de falta, não vão sair da memória de quem aprecia bom futebol, como eu, você, ele, nós, vós e eles. Antes de sentir falta do meia, deleite-se com esta amostra de bolas na rede:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 14 de maio de 2009 Ex-jogadores, Extracampo, Franceses no mundo | 18:06

Ele não é um homem: é Cantona

Compartilhe: Twitter

Se eu realmente estivesse na França, não apenas na minha fértil imaginação, gostaria de estar agora em Cannes, onde todo mês de maio rola aquele baita festival de cinema. Não pelo clima de badalação, porque não é a minha essa de lamber o tapete vermelho das celebridades. Mas para curtir muitos filmes diferenciados, especialmente um que trata diretamente de futebol e concorre à Palma de Ouro: “Looking for Eric” (algo como “Procurando por Eric”).

Do diretor britânico Ken Loach, outrora premiado em Cannes (“Ventos da Liberdade”, em 2006), o longa-metragem aborda o mito representado por Eric Cantona, atacante francês que despontou no início dos anos 1980 e fez fama na Inglaterra, ao jogar (muito) pelo Manchester United, entre 92 e 97, e provocar (muitas) confusões também. Veja abaixo o trailer do filme com aúdios in english e legendas en français:

 

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 7 de maio de 2009 Extracampo, Francês da 1ª divisão, Seleção francesa, Torneios europeus | 19:02

Esse sabe o que é vencer

Compartilhe: Twitter

De primeira, sem fazer qualquer busca na internet: qual é o maior vencedor francês como jogador da história do futebol? Michel Platini? Zinedine Zidane?? Thierry Henry??? Marcel Desailly???? Non! A resposta correta é Didier Deschamps, acredite se quiser** (levando-se em conta apenas títulos, sem premiações individuais, quesito em que Platini e Zidane foram imbatíveis).

Por clubes, o volante de estilo dunguístico jogou por Nantes, Olympique de Marselha, Bordeaux, Juventus (Itália), Chelsea (Inglaterra) e Valencia (Espanha), entre 1985 e 2001. Acumulou duas Ligas dos Campeões da Europa, três Campeonatos Italianos, dois Campeonatos Franceses, uma Copa da Itália e uma Copa da Inglaterra, além de outros títulos menores.

Mas foi pela seleção francesa seu momento de auge, que o fez ídolo no país e “engolido” por todos nós brasileiros naquele dia 12 de julho de 1998 – a não ser que você já estivesse longe da TV depois do jogo. Veja neste vídeo onde exatamente Deschamps estava no Stade de France (se tiver pouco tempo, avance para os 4’50”, o vídeo é longo por tratar das duas maiores conquistas dos Bleus, Copa e Euro):

Todo esse preâmbulo foi para dizer que Didier Deschamps será o novo treinador do Olympique de Marselha nas próximas duas temporadas, após dirigir Monaco e Juventus (não o da Mooca!). Uma baita aquisição (ele era um dos cotados para assumir a França), que servirá de consolo caso o clube deixe o Bordeaux papar o atual Campeonato Francês (toc, toc, toc). Pra você ver a fama do garotinho, já teve jogador consagrado tecendo elogios e flertando com o OM, ui ui ui, Trezeguet!

**quando pintar uma brecha, prometo trazer uma listinha comparando os maiores vencedores franceses como jogadores, vale o registro!

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 23 de abril de 2009 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 18:07

O golaço e o frangaço

Compartilhe: Twitter

1. O que a gente aplaude:

*Se Juan Polanco me permite o adendo, o time inteiro do Barcelona é um espetáculo. Mas o estilo de Thierry Henry é uma atração à parte, e isso desde os tempos de Arsenal. Ontem, contra o Sevilla, pelo Espanhol, o craque (sim, este o é!) francês pareceu um mestre de pebolim ao trazer do pé direito para o toque cirúrgico com o esquerdo, que morreria no cantinho do gol no Camp Nou. Quando achar o vídeo, posta-lo-ei bien ici!

Como é que se diz “caçapa!” em francês? (foto AFP)


2. O que a gente lamenta (ou será que ri?):

*Rememorando o primeiro post do Le Blog du Foot, eis o vídeo com o frango à parisiense de Mickaël Landreau, goleiro do PSG (que não é mau jogador, pois é considerado o melhor do time neste Francês pela France Football), motivo de piada para comentaristas mexicanos. Voilá!:


3. Amanhã, sexta
, tem um bom e decisivo pega abrindo a 33ª rodada do Francês: (faltam só seis, contando com esta): Lyon x PSG, a partir das 15h30 (horário de Brasília). Palpite: boa vitória do mordido OL! Para ler mais sobre este jogão, clique aqui. Se quiser ver como está a situação nas duas pontas da tabela e como serão as últimas rodadas, leia o belo trabalho do Trivela.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 7
  3. 8
  4. 9
  5. 10
  6. 11
  7. Última