Publicidade

Posts com a Tag Stade de France

terça-feira, 1 de maio de 2012 Futebol feminino, Torneios europeus | 19:22

Lyon rompe jejum na Copa da França e pode ver mulheres bicampeãs europeias

Compartilhe: Twitter

Nada como uma Copa da França, quatro anos depois, para devolver o Lyon ao caminho das taças e acabar com um incômodo jejum para um clube que começou os anos 2000 dominando o cenário nacional francês. Se na Copa da Liga o Olympique de Marselha prevaleceu, tão forte quanto é o adversário de Ligue 1, na Coupe de France o rival bem mais fraco não teve forças para aprontar uma zebraça.

O Quevilly já havia ido longe demais na CdF para uma equipe que disputa o National, a terceira divisão gaulesa. Mas não deu vexame, levando apenas 1 a 0 dos Gones, gol de Lisandro López (veja detalhes da final no BrasiLyonnais). E teve seu feito reconhecido no belo gesto do capitão lionês Cris, quando o zagueiro brasileiro chamou o capitão adversário para participar do levantamento do troféu. Foi a quinta Coupe do OL, campeão também em 1964, 67, 73 e 2008. Minutos antes, o Stade de France foi palco da decisão da Copa Gambardella, torneio sub 19 que viu o Nice ser campeão pela primeira vez, em cima do Saint-Etienne.

Torcida lionesa festeja Copa da França na Place de la Comédie (S.Guiochon/Le Progrès)

Se o time masculino do Lyon não briga mais por canecos na temporada, após um Campeonato Francês bem decepcionante, a equipe feminina pode voltar ao topo da Europa de forma consecutiva. Atuais vencedoras da Liga dos Campeões, as lionesas não tomaram conhecimento do alemão Turbine Potsdam, uma das forças do continente, nas semifinais, aplicando 5 a 1 no placar agregado. Credenciaram-se, portanto, a decidir a WUCL contra o também alemão 1. FFC Frankfurt, 3 vezes campeão do torneio, em 17 de maio, na mesma Munique que dois dias depois atrairá os olhos do planeta bola para Bayern x Chelsea.

E pode pintar outra taça para les femmes lyonnaises: elas estão na briga pelo Campeonato Francês feminino. A 3 rodadas do final, o OL está dois pontos atrás do líder Juvisy, mas possui um jogo atrasado por fazer, dependendo apenas de si para chegar ao hexa consecutivo, ampliando sua hegemonia de títulos na competição. A journée derradeira está marcada para o próximo dia 27.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 16 de maio de 2011 Copas francesas | 18:12

E o Lille matou a enorme fome de conquistas

Compartilhe: Twitter

Um golzinho no finalzinho da decisão da Copa da França premiou o Lille depois de 56 anos sem títulos de expressão. Azar do Paris Saint-Germain, que viu o bi escapar no sábado no Stade de France. Um parabéns especial aos brasileiros campeões, o atacante Túlio de Melo (que entrou no início do segundo tempo) e o lateral Emerson (que permaneceu no banco de reservas).

Houve falha de Coupet, mas o mérito de Obraniak não pode ser ignorado: aos 44 minutos do segundo tempo, o meia polonês teve frieza e eficiência incomuns para cobrar uma falta cruzada no ângulo oposto do goleiro parisiense, que acreditou que a bola sairia e nem esticou os braços para tentar interceptá-la… (veja no vídeo após o texto abaixo)

lille_mavuba_taça_afp

O capitão Rio Mavuba ergueu a taça e teve o gesto de levantar os braços repetido pelos colegas em Saint-Denis (AFP)

lille_diaseguinte_afp

Festa também no dia seguinte, na volta à Lille, com Hazard banhando os torcedores. Acho que essa champagne é melhor do que a que os santistas tacaram no Muricy, heim? (AFP)

Rudi Garcia estava certo: o jogo seria decidido em um detalhe. Não em dois detalhes, pois Coupet, logo depois do gol sofrido, faria pênalti em Gervinho e, surpresa, defenderia a cobrança de Debuchy, o que no resultado da partida nada interferiu. E para sorte do técnico do LOSC, o título lhe sorriu e o alçou positivamente à história do clube nordista, que ganha muita confiança na briga pelo caneco da Ligue 1 contra o Olympique de Marselha.

Olha, já tô achando que veremos um doublé por aí… E você?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 13 de maio de 2011 Copas francesas, Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 21:04

Final da Copa da França é aperitivo pra antepenúltima rodada

Compartilhe: Twitter

Decisão é o que não vai faltar nesse fim-e-início de semana no futebol francês. No sábado, Lille e PSG fazem a final da Copa da França no magnânimo Stade de France. Domingo, segunda e quarta-feira rola a 36ª rodada do Campeonato Francês, que pode revelar nada mais nada menos do que o campeão (se tudo der certo pro Lille), os credenciados a disputar os torneios europeus (idem para Rennes e Sochaux) e mais um rebaixado (Lens).

O pega em Saint-Dennis terá transmissão ao vivo do Esporte Interativo (E+I) a partir das 15h30 (e reprises às 4h15 da matina de domingo e 7h45 de segunda). A TV5 também mostra: às 14h30 exibe um programa com o balanço da campanha dos finalistas e abre a transmissão do jogo às 15h40. A bola deve rolar por volta de 15h45.

Dono de oito títulos, o Paris Saint-Germain vai atrás do bi (em 2010, bateu o Monaco) para ficar a apenas uma conquista do Olympique de Marselha, maior campeão com dez. Com cinco troféus, o LOSC se juntará ao Saint-Etienne como terceiro maior vencedor em caso de novo sucesso. A diferença é que, enquanto os parisienses estão com os flashes do que é ganhar um título ainda na memória, os Dogues não levantam uma Coupe desde… 1955!

Por conta desse compromisso, Lille e PSG só jogam pela 36ª rodada da Ligue 1 na quarta-feira (Errata: eu tinha escrito terça-feira dias atrás, mas é quarta mesmo, mercredi). Mas o líder do nacional vai ficar bem atento à rodada de domingo, pois, dependendo do que o Olympique conseguir (ou melhor, não conseguir), seu jogo contra o Sochaux pode ganhar um ar mais decisivo ainda. Veja as partidas da antepenúltima:

Domingo, 15/5
12h – Saint-Etienne (8º) x Rennes (5º)TV5 anuncia transmissão ao vivo
12h – Caen (16º) x Montpellier (9º)
12h – Valenciennes (13º) x Auxerre (10º)
12h – Arles-Avignon (20º) x Toulouse (12º)
12h – Nancy (18º) x Nice (14º)
12h – Monaco (17º) x Lens (19º)
16h – Lorient (7º) x O. Marseille (2º)

Segunda, 16/5
16h – Brest (15º) x Lyon (3º)

Quarta, 18/5
14h – Lille (1º) x Sochaux (6º)
14h – Bordeaux (11º) x Paris-SG (4º)

>>> Classificação a 3 rodadas do final (9 pontos por disputar)Lille lidera com 69 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 65, Lyon, com 59, PSG, com 58, Rennes, com 53, e Sochaux, com 52. Veja tabela completa

*Ligue 2 bombando também
Nos oito jogos que abriram a antepenúltima rodada da Segunda Divisão, 35 gols! (média de + de 4 por jogo). O líder Evian fez 3 a 0 no Troyes e ficou muito perto de garantir o acesso: tem 5 pontos à frente dos quarto colocados Sedan e Le Mans. Como este último só joga na segunda, o ETG espera mais um pouco para saber exatamente do que precisa para festejar o acesso já na próxima journée.

Em compensação, o Grenoble já pode chorar: está oficialmente tombado para o National, a Terceirona (ou melhor Terceirinha?), mesmo sem jogar ainda, porque o Metz bateu o Istres por 3 a 2. É bem provável que o GF38 tenha no descenso a companhia de Nîmes e Vannes, respectivamente a 5 e 6 pontos do Metz.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 23 de abril de 2011 Copas francesas | 23:39

OM bicampeão inédito da Coupe de la Ligue!

Compartilhe: Twitter

Não foi um jogão, não houve brilho, mas o 1 a 0 contra o Montpellier bastou para que Didier Deschamps levasse o Olympique de Marselha ao terceiro título em dois anos, depois de 17 anos de jejum para o clube.

O único a balançar as redes no Stade de France, já aos 34 minutos do segundo tempo, foi o nigeriano Taye Taiwo. Por ironia do destino, o lateral-esquerdo aproveitou rebote dentro da área e chutou forte e no canto com o pé… direito.

Enorme injeção de moral para o Olympique na corrida pelo título nacional. Embora esteja um ponto atrás do Lille na Ligue 1, esse elenco está acostumado a disputar e vencer decisões, ao contrário dos Dogues, que tentam colocar um ponto final em um jejum acumulado há décadas. Pegue fogo, campeonato mais emocionante da Europa!

Clique abaixo nas fotos do dia decisivo em Saint-Denis para ampliá-las (crédito para AFP):

 

*Imagens da festa marselhesa no campo e no vestiário (tem até foto na hidromassagem sem camisa, argh!) podem ser vistas neste link, ótima sugestão do amigo Eduardo Júnior

Autor: Tags: , , , , , ,

quinta-feira, 21 de abril de 2011 Copas francesas, Francês da 1ª divisão | 23:51

Sábado verá campeão. Rodada da L1 será domingo e quarta

Compartilhe: Twitter

Olympique de Marselha e Montpellier decidirão a Copa da Liga Francesa neste sábado, às 16h de Brasília, no Stade de France – e a SporTV anuncia transmissão ao vivo no canal principal, o que se configura como totalmente excelente! (Haverá reprise na madrugada de sábado para domingo, no SporTV2, às 2h30)

O Olympique tenta o primeiro bicampeonato consecutivo da temporada, dos dois que pode conquistar, antes de se voltar à reta final da Ligue 1, na qual está a apenas um ponto do líder Lille – na última edição dessa Coupe, o Marselha bateu o Bordeaux na decisão. Já o MHSC, oitavo colocado no Francês, almeja a vaga na Liga Europa que virá certamente em caso de bicampeonato no torneio continental, que conquistou em 1992 (foi vice uma vez, em 1994). Mesmo se for vice, o time de René Girard segue com boa chance de disputar o torneio, pois o OM deve se garantir na próxima Liga dos Campeões ou Europa por estar entre os quatro primeiros do nacional (informação incorreta, pardon! Vide comentários abaixo)

Por causa da final em Saint-Denis – que terá o técnico da seleção Laurent Blanc entregando o prêmio de melhor jogador da partida -, Olympique e Montpellier jogarão pela 32ª rodada da Ligue 1 somente na quarta-feira e os oito jogos restantes da journée acontecerão no domingo. Confira:

Domingo, 24/4
12h – Brest (11º) x Paris-SG (4º)
12h – Monaco (17º) x Rennes (5º)
12h – Bordeaux (10º) x Saint-Etienne (6º) 
12h – Valenciennes (13º) x Sochaux (9º)
12h – Caen (18º) x Toulouse (14º)
12h – Auxerre (15º) x Lens (19º)
12h – Nancy (16º) x Arles-Avignon (20º) 
16h – Lorient (7º) x Lille (1º) – SporTV anuncia transmissão ao vivo (Très bien!)

Quarta-feira, 27/4
14h – O. Marseille (2º) x Nice (12º)
14h – Lyon (3º) x Montpellier (8º)

*Classificação: Lille lidera com 59 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 58, Lyon, com 53, PSG, com 52, e Rennes, com 51. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 19 de abril de 2011 Copas francesas | 17:32

Premiado pela ofensividade, Lille vai à final

Compartilhe: Twitter
torcida_nice_afp

Os sobrinhos da tia Nice tentaram incendiar a partida fora dela, mas dentro de campo os Cães rosnaram mais alto (AFP)

Gols próximos, com dois minutos de diferença, só que em tempos diferentes. Assim o LOSC acabou com o sonho do Nice, fez 2 a 0 e se tornou o primeiro finalista da Copa da França. Recompensa para a ousadia de Rudi Garcia que, quando perdeu o volante Balmont machucado, na etapa inicial, colocou o meia-atacante Hazard. Aos 44, ele abriria o placar, após tabela com Obraniak e chute forte que venceu Letizi.

Mal os times voltaram do intervalo, Obraniak enfiou bela bola para Gervinho, livre. O marfinense deu a volta diante do goleiro e tocou para o gol vazio. O Nice não se fez de rogado e foi para cima, com Mouloungui acertando a trave de Landreau aos 9 do 2º. A torcida voltou a se empolgar. Com 18 minutos, o mesmo atacante recebeu em boas condições de finalizar, em contra-ataque, mas não quis arriscar de canhota e a trivela de direita saiu torta…

Mesmo pressionando, o OGCN não achava o caminho gol e oferecia contragolpes aos visitantes, que também poderiam ter ampliado a fatura. Sem sucesso em suas tentativas, Túlio de Melo foi substituído por Moussa Sow já perto do final. Pena que, pouco antes de acabar a contenda, os sobrinhos da tia Nice deram mau exemplo e tacaram coisas na direção do gramado, que meninos maus!

E assim o Lille voltou a uma decisão de Coupe, o que não ocorria desde o pentacampeonato de… 1955! Amanhã, os Dogues saberão quem os aguardará no Stade de France no próximo dia 14 de maio: PSG ou Angers. Dará favorito ou zebra?

hazard_afp

O Superfly de Eden Hazard, garoto belga que anda voando alto nesta temporada

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 29 de março de 2011 Seleção francesa | 19:08

Tanto bateu que… não furou

Compartilhe: Twitter
rami_afp

Rami lamenta má sorte, em imagem que representa bem o que foi o amistoso (AFP)

Jogando de “marinheira”, a França cansou de perder gols e decepcionou o ótimo público que presenciou o amistoso contra a Croácia no Stade de France. Zero a zero no placar, pois não houve santo que transpusesse a meta de Stipe Pletikosa (que entrou na volta do intervalo), de um lado, e Hugo Lloris se manteve seguro nas vezes em que foi ameaçado, do outro. 

Como se temia, Evra e Ribéry receberam vaias dos torcedores, mesmo iniciando no banco de reservas. Quem também não escapou dos apupos foi o técnico croata Slaven Bilic, lembrado por ter “cavado” a expulsão do então zagueiro Blanc na semifinal da Copa de 1998, no mesmo estádio. A novidade na escalação francesa foi Matuidi no lugar de Gourcuff, para tristeza das fãs do moço. Do lado visitante, Dejan Lovren, zagueiro do Lyon, compunha a defesa.

Com dificuldades para criar chances no primeiro tempo, a França teve uma boa oportunidade, quando Benzema recebeu dentro da área, mandou lá em cima e culpou o gramado, e outra não tão boa assim, quando Menez e Benzema tabelaram e o atacante do Real Madrid mandou na lateral do gol. Em compensação, a Croácia assustou quando Mexès bobeou, Perisic roubou a bola pela direita do ataque e chutou cruzado, exigindo eficiente intervenção de Lloris.

ribery_afp

Ribérra enfrentou a multidão e não foi mal não, visse? (AFP)

Aos 14 da etapa complementar, Blanc sentiu que Ribéry tinha culhões e o colocou no lugar de Malouda. Um minuto depois, sacou Menez e pôs Remy. Benzema procurava o jogo, pelo menos se esforçava. Aos 22, Rami fez surpreendente jogada individual no ataque, saiu costurando pelo meio e chutou colocado de chapa, mas a bola acertou a trave, que pecado!

Sentindo o bom momento do time, a torcida começou a participar mais do jogo, incentivando e esquecendo-se de vaiar o Franck. Aos 29, Blanc deu uma chance a Gameiro, que veio para o lugar de Benzema, com dores na coxa – assim que chegou ao banco, Karim recebeu atendimento e curativo no local.

Dez minutos depois, Ribéry mostrou seu valor e talento ao executar preciso lançamento pra Remy, cara a cara com Pletikosa. Só que o atacante dominou errado, esticou demais e permitiu que o goleiro o desarmasse, perdendo “a” chance do jogo!

Com 42, Gourcuff foi incumbido de tentar algo, natural, mágico ou sobrenatural que fosse, no lugar de Nasri. Deu tempo para Yo-Yo bater falta, escanteio, chutar perigosamente e até Rami tentar uma bicicleta meio suicida dentro da área (tanto que deixou o jogo na maca…), mas Stipe estava imbatível e todos tiveram de deixar o Saint-Denis sem ver sequer um gol.

croacia_afp

Sempre efusivos demais (para não dizer violentos), os croatas fizeram a sua fumaça (AFP)

Eliminatórias para a Eurocopa 2012
Algumas seleções entraram em campo hoje pelo qualificatório, inclusive pelo grupo francês. Na chave D, a Romênia venceu Luxemburgo em casa por 3 a 1, com dois gols de Adrian Mutu, e mesmo indo a cinco pontos continua na quinta e penúltima colocação, justamente à frente dos luxemburgueses, com apenas um ponto. Relembrando, les Bleus lideram com 12, seguidos por Belarus e Albânia, com 8.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 28 de março de 2011 Brasileiros na França, Seleção francesa | 23:16

Mudanças prováveis na seleção. Brasileiro à vista?

Compartilhe: Twitter
mandanda

O aniversariante Mandanda não deve ganhar o presente que espera nesta terça: segue na reserva de Lloris (FFF.fr)

Em busca da sétima vitória consecutiva pelos Bleus, Laurent Blanc deve alterar a formação titular em relação aos onze que começaram e terminaram o jogo contra Luxemburgo, na última sexta-feira. Faz sentido, pois o técnico não gostou de algumas coisas que viu contra o frágil adversário e a partida desta terça-feira, contra a Croácia (reedição da semifinal da Copa do Mundo de 1998, se lembra?), é amistosa, ao contrário da mais recente, que valeu pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2012 (Parêntese: as vitórias da Albânia sobre Bielorrússia/Belarus e da Bósnia sobre Romênia permitiram que a França abrisse quatro pontos de vantagem para os segundos colocados, Belarus e Albânia, no qualificatório). 

O treinador deve trocar os laterais e mexer no meio de campo, colocando Sagna, Evra, M’vila e Ribéry no banco. A provável França para encarar a Croácia, então, tem Lloris; Reveillère, Rami, Mexes, Clichy; Alou Diarra, Gourcuff, Nasri, Menez e Malouda; Benzema. Especula-se que especificamente Evra e Ribéry serão poupados de possíveis vaias e ofensas dos torcedores franceses em Saint-Denis, pois ambos são considerados os “cabeças” do motim do grupo francês contra Raymond Domenech na Copa 2010.

A Croácia hoje parece estar longe daquela que foi terceira colocada no Mundial francês: vem de derrota para Geórgia e ocupa a vice-liderança do grupo F das Eliminatórias da Euro, um ponto atrás da Grécia e outro à frente da própria Geórgia – Israel, Letônia e Malta completam a chave. Aliás, naquela semifinal em 1998, o então zagueiro Laurent Blanc foi expulso e acabou assistindo à decisão contra o Brasil sem poder entrar em campo, ao menos enquanto a bola rolou…

A partida contra os croatas no Stade de France começa às 17 horas de Brasília (21h locais), mas o SporTV anuncia a transmissão de VT apenas à 1h30 de terça para quarta…  

cafe_fff

A turminha uniformizada para o café da manhã na concentração, que bonitinhos... (FFF.fr)

Wendel, le nouveau Bleu?
Muito me animou ler hoje que o meia do Bordeaux deseja ser o primeiro brasileiro a defender a seleção francesa. No país desde 2006, o mineiro ex-Cruzeiro e Santos já deu entrada no processo para adquirir a cidadania de lá. Com cinco anos completos de França, deve reunir condições para voltar a trabalhar com Blanc, ex-técnico dos Girondinos. E já planeja renovar com o clube bordô.

Do ponto de vista patriótico, soa estranho um jogador escolher uma seleção de outro país para defender. Mas do ponto de vista profissional, pode ser a chance mais palpável de realização para ele, que provavelmente deve sonhar jogar um torneio continental, uma Copa do Mundo e tem consciência de que, com quase 29 anos, a possibilidade de chegar lá via seleção brasileira é bem mais difícil.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 Brasileiros contra a França, Seleção francesa | 19:53

France 1 x 0 Brésil! Mais uma vitória, lance a lance

Compartilhe: Twitter
Toma fôlego, Karim, que a comemoração é pra lá de justificada (AP)

Toma fôlego, Karim, que a comemoração é pra lá de justificada, amigo! (AP)

Tabu mantido há 19 anos! Não foi o mais justo, mas foi bem compreensível.

Na primeira etapa, o Brasil foi claramente melhor até a expulsão (besta do ponto de vista do jogador, acertada da parte do juiz) de Hernanes. Antecipou a marcação pro campo francês, criou dificuldades pros Bleus atacarem e rapidamente chegava à grande área adversária. A destacar nos anfitriões, mais a força nos desarmes do que as poucas oportunidades de gol.

(Parêntese: Dizer que Benzema “cavou” a expulsão de Hernanes, como fez Milton Neves, e que o juiz não daria vermelho se quem desse a voadora fosse um francês, como fez Júlio César, é demais heim…)

Com um a mais, os franceses se animaram e foram recompensados com um gol logo no alvorecer da etapa complementar, em ótima jogada de Ménez e oportunismo de “Benzebut” (by Filipe Papini). A confiança mudou de lado, com o time europeu conseguindo criar novas chances e controlando o jogo, dando poucas chances pro Brasil atacar. A partida então permaneceu morna na maior parte do tempo, mesmo com as alterações efetuadas, com uma ou outra oportunidade mais aguda pra ambos os lados.

No fim das contas, a França fez mais faltas, jogou menos bonito e deu sorte por ter tido mais cabeça e eficiência. Que os torcedores, a imprensa e principalmente Laurent Blanc não se iludam…


>> Veja a cronologia dos principais lances no Stade de France:

 
1º tempo

1 min – Daniel Alves arrisca da intermediária. A bola pinga na frente de Lloris, que tem dificuldade para defender em dois tempos
2 min – Robinho leva carrinho de Rami perto do bico da grande área. Hernanes levantou na área e o Brasil ganhou escanteio. O Brasil começa apertando a marcação e roubando a bola no campo adversário
5 min – A França consegue tocar bola no campo de ataque, mas Malouda chuta fraco e torto da intermediária
8 min – Lindo passe de Gourcuff para Benzema, colocando o atacante em ótimas condições para finalizar na entrada da área. O chute cruzado passa perto da trave de Júlio César

Ao menos nisso o Brasil nunca perde... (Mowa Press)

Ao menos nisso o Brasil nunca perde... (Mowa Press)

12 min – Elias rouba bola de Malouda, serve Pato e o atacante chuta colocado com perigo, um pouco acima do travessão
15 min – Malouda arranca bem, mas tromba com André Santos e perde a bola. O francês se machuca após o lance, aparentemente sentindo o rosto, porém volta pro jogo
17 min – Pato dribla Rami em contra-ataque brasileiro e sofre falta na altura da intermediária. Na cobrança de falta, a barreira desvia para escanteio a batida de Dani Alves
19 min – O Brasil tem mais posse de bola e cria mais jogadas ofensivas a partir de rápidos toques
22 min – Dani Alves dribla Alou Diarra, por baixo das pernas, e é obstruído pelo capitão gaulês
24 min – 63% de tempo de bola pros visitantes, que parecem em casa nesse quesito. Mesmo assim, a torcida faz festa com a “ola” e constantes manifestações
27 min – A defesa francesa tem muita dificuldade para levar a bola adiante, em função da adiantada marcação sul-americana. Se o ataque brasileiro tivesse mais capricho, já poderia ter aberto o placar
29 min – Bola na área brasileira, desvio de cabeça passa por cima do gol de Julio Cesar, com perigo
32 min – Sagna chega duro sobre André Santos, que fica caído, e leva advertência verbal
34 min – Belo lançamento de Alves para Pato, que não contava com a falha de Rami no cabeceio e deixou sair
35 min – Nova roubada brasileira, Robinho tem condições de ajeitar e disparar na meia-lua da área. O tiro sai rente ao travessão de Lloris
36 min – Gourcuff cobra falta na área muito fechada no primeiro pau, direto para as mãos do arqueiro brasileiro
38 min – Chutão na defesa brasileira encontra Pato na lateral, mas o contra-ataque é desarmado por ótima intervenção “carrinhística” de Mexès
*39 min – Benzema recebe de costas pro gol, na intermediária, chapela Lucas, tenta chapelar Hernanes de joelho e leva um chute de sola na lateral do peito. Vermelho pro brasileiro da Lazio, inconsequente num lance totalmente sem perigo!
42 min – Menez arranca em direção à linha de fundo e bate cruzado com perigo na direção da área. Julio Cesar faz ponte para espalmar
43 min – A França sente o bom momento e se empolga, mas para sorte brasileira a primeira etapa está acabando
46 min – Wolfgang Stark aponta o centro de campo, diz o galvânico

2º tempo

0 min – Times voltam sem substituições
2 min – Benzema recebe cruzamento de Malouda, sozinho, mata no peito e bate forte. A bola explode no peito/mão de David Luiz e o Brasil se safa
6 min – David rouba bola, avança no campo de ataque e serve Pato. O atacante tenta passar “por cima” do zagueiro francês e a bola sobra para Lloris
**9 min – Ménez arranca belo lado direito do ataque, passa por Robinho e André Santos, vai à linha de fundo e cruza rasteira. A bola passar por Julio e acha Benzema perto do segundo pau. O camisa 10 só empurra pras redes e corre pro abraço, 1 a 0!
10 min – Outra jogada pela direita do ataque gaulês, Sagna cruza, Gourcuff disputa com brasileiro no alto, ela cai na cabeça de Benzema. A testada iria pro gol não fosse a excelente espalmada de Julio Cesar
12 min – Ménez sente o momento favorável, dribla bonito e sofre falta perto do bico da área
13 min – O Brasil troca: Jadson substitui Renato Augusto, desaparecido no 2º tempo
15 min – Benzema chuta cruzado, dentro da área, pelo chão, e Julio Cesar rebate com a perna
15 min – A França troca: sai M’vila, vem Diaby
17 min – Escanteio pro Brasil, David Luiz ganha por cima mas cabeceia muito longe do gol
19 min – Mexès breca contra-ataque com falta em Pato. Robinho reclama demais pedindo amarelo pro francês que ele mesmo é advertido com o cartão
21 min – Ménez erra lance e, na saída brasileira, chega forte em carrinho pra cima de David. Amarelo pro romanista
23 min – Blanc mexe de novo: Menez, recém-amarelado, deixa o jogo para a entrada de Rémy
24 min – Mano idem: Sandro vem, Robinho vai
25 min – Inversão na posse de bola: França 51%, Brasil 49%
28 min – Benzema parte em velocidade pela esquerda, chega à entrada da área e tenta cruzar no segundo pau. A bola faz curva na direção do gol e quase trai Julio Cesar
31 min – A França segura a bola no campo de defesa até irritar a torcida
32 min – Em ultrapassagem pela esquerda, André Santos chega chutando cruzado rasteiro. Pra sorte de Lloris, Pato não consegue acompanhar o lance
36 min – Brasil toca a bola na defesa sem conseguir chegar a ataque
38 min – Após desarmar perigoso ataque brasileiro pelo meio, a França chega com Benzema, que faz boa jogada pela esquerda mas escorrega na hora de cruzar e manda longe
39 min – Hulk substitui Pato no Brasil
40 min – Cabaye e Gameiro substituem Gourcuff e o ovacionado Benzema no Stade de France
43 min – André, o novo Girondino de Bordeaux, está em campo. Elias, não mais
44 min – Hulk recebe pelo passe na área de Jadson, mas dominou errado e a bola ficou mais para Lloris, que abafou na dividida
47 min – Rémy puxa contra-ataque, entra na área e chuta cruzado. Com Gameiro longe, Julio Cesar só acompanha a bola sair
48 min – Acabooou!

Karembeu, o pé-quente Zidane e uma senhora distinta

Karembeu, o pé-quente Zidane e uma senhora distinta

FICHA TÉCNICA – FRANÇA 1 x 0 BRASIL

Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha)
Assistentes: Jan Hendrik Salver e Detlef Scheppe (ambos da Alemanha)
Cartões amarelos: Ménez (França) e Robinho (Brasil)
Cartão vermelho: Hernanes (Brasil)

Gol: Benzema, aos 9 minutos do 2º tempo, para a França

FRANÇA: Hugo Lloris; Bacay Sagna, Philippe Mexès, Adil Rami e Eric Abidal; Alou Diarra, Yann M’vila (Abou Diaby), Yoann Gourcuff (Yohan Cabaye), Florent Malouda e Jérémy Ménez (Loïc Rémy); Karim Benzema (Kevin Gameiro). Técnico: Laurent Blanc

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Elias (André), Hernanes e Renato Augusto (Jadson); Robinho (Sandro) e Alexandre Pato (Hulk). Técnico: Mano Menezes

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Seleção francesa | 00:06

France vs Brésil: Prováveis escalações e pitaco

Compartilhe: Twitter

*Atualizado na manhã de quarta-feira

Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e André Santos; Lucas, Elias, Hernanes e Renato Augusto; Robinho e Alexandre Pato. Esse deve ser o Brasil de Mano Menezes que começará o jogão em Saint-Denis, logo mais às 18h de Brasília.

Laurent Blanc não confirmou os Bleus, mas suponho que inicie com Lloris; Sagna, Mexés, Rami e Abidal; Diarra, M’vila, Gourcuff e Malouda; Ménez e Benzema.

O que se sabe é que o árbitro será o alemão Wolfgang Stark.

Não sei se é torcida de quem tem afinidade com ambos os lados, mas acho que dá empate. E você?

stade_france_frança_afp

Blanc e Barthez entram no Stade de France. Saudades de 1998? (AFP)

stade_france_brasil_afp

Brasileiros entram no Stade de France. Vingança por 1998 e 2006? (AFP)

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última