Publicidade

Posts com a Tag Spahic

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014 Torneios europeus | 23:28

Ibra comanda “classificação antecipada” do PSG em Leverkusen

Compartilhe: Twitter

Enriquecido em 19/02

E quem mais deveria estar em primeiro plano, que não o sueco? (Photo: AP)

E quem mais deveria estar em primeiro plano, que não o sueco? (Photo: AP)

No final das contas na Bay Arena, não é exagero dizer que o Paris Saint-Germain foi passear na Alemanha. Volta pra França com um categórico 4 a 0, selando em 99% seu passaporte para as quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa.

Para o jogo de ida contra o Bayer Leverkusen, Laurent Blanc mandou a campo Sirigu, van der Wiel, Thiago Silva, Alex e Maxwell; Thiago Motta, Matuidi, Verratti e Lucas; Lavezzi e Ibrahimovic. E com poucos minutos (mais precisamente 3) seu time praticamente inverteu a condição de visitante, dando as cartas desde que o versátil volante Matuidi foi ao ataque pela direita, trocou passes com Ibra e Verratti e apareceu na cara do goleiro Leno, colocando no canto como se fosse um habitué da grande área: 1 a 0.

Logo depois Ibrahimovic desperdiçou uma boa chance, dentro da área, mas o gol não fugiu do sueco quando Spahic se enroscou com Lavezzi dentro da área, após cruzamento de Maxwell, e foi marcado o penal. Sem tomar distância, Zlatan fez o básico, chutando firme e bem no canto: 2 a 0, aos 39 minutos.

Antes do intervalo ainda, a marca do craque matador: bola rolada pra trás próxima à grande área, rasteira, e Ibrahimovic mandou o petardo cruzado, alto, lá na junção da rede, no fundo do gol literalmente: 3 a 0 aos 42 (Zlatan passou Cristiano Ronaldo na artilharia da UCL, 10 gols em 7 jogos). A segunda etapa viu o Paris mais moroso, só que o Bayer colaborou com a expulsão do imprudente Spahic (que já apareceu por aqui quando defendeu o Montpellier, em 2009 e 2010), depois de atingir Lucas, aos 15 minutos.

E o placar se fechou aos 43, quando Lucas tocou com açúcar para Cabaye, vindo do banco, bater de chapa fora do alcance de Leno, marcando seu primeiro gol pelo PSG e colaborando para que o Leverkusen contine sendo “Neverkusen”, como o amigo Mario Monteiro, do Blog do Alemão, volta e meia profere diante dos sucessivos fracassos do clube.

Paciência agora porque a partida de volta só acontece dia 12 de março, e dará tranquilamente para Blanc poupar alguns atletas e fazer testes, visando a sequência da Champions e a disputa pelo bicampeonato da Ligue 1.

Assista aos melhores momentos da goleada segundo o site da ESPN

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 5 de dezembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 22:00

Resultados da 16ª rodada

Compartilhe: Twitter

2,9 gols por jogo, ótima média

Lille 6 x 3 Lorient (Moussa Sow 3, Gervinho, Frau e Baca contra; Gameiro 2 e Kitambala) – Audard-LOR foi expulso           
Paris Saint-Germain 3 x 1 Brest (Nenê, Bodmer e Giuly; Roux) – Mais de 28 mil pessoas no Parc des Princes
Rennes 1 x 0 Monaco (Montaño) 
Nice 1 x 0 Olympique de Marselha (Faé)
Montpellier 1 x 2 Lyon (Spahic; Lisandro López 2
Sochaux 2 x 1 Valenciennes (Carlão e Maïga; Sanchez) 
Saint-Etienne 2 x 2 Bordeaux (Ebondo e Bocanegra; Ben Khalfallah e Fernando) 
Toulouse 1 x 0 Caen (Santander) – Mais de 30 mil pessoas no Estádio Municipal
Lens 1 x 1 Auxerre (Yahia; Mignot) 
Arles-Avignon 1 x 1 Nancy (Dja Djedje; Hadji) 

>> Classificação:
 Lille lidera com 28 pontos, seguido por PSG e Rennes, com 27, e depois por Marselha e Lyon, com 26. Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 11:53

Bela resposta

Compartilhe: Twitter
Blanc, Valbuena e Benzema após a vitória da França sobre a Bósnia em Sarajevo

Blanc, Valbuena e Benzema após a vitória: o técnico ficou tão aliviado que não comemorou tanto... (AFP)

Caros, perdoem o atraso para falar de Bósnia x França, que foi ontem (terça) de tarde. Acontece que folguei nesse feriado de Independência (o que acontece em apenas 50% dos feriados) e tirei os dias para uma viagem, programada há meses e necessárias para o ser humano Bruno Pessa.

Finalmente a seleção francesa obteve um resultado que se espera dela! Depois de acumular derrotas contra rivais de menor prestígio e qualidade técnica, venceu a Bósnia-Herzegovina em Sarajevo por 2 a 0. Recupera-se, assim, da estreia negativa pelas Eliminatórias da Eurocopa 2012, quando foi surpreendida pela Bielorrússia no seu Stade de France (1 a 0), no sábado.

No dia em que venceria a primeira como comandante bleu, Laurent Blanc levou a campo Lloris; Sagna, Rami, Méxès e Clichy; Alou Diarra, Diaby e Mvila; Valbuena, Malouda (substituído por Matuidi aos 35 do 2o) e Benzema. Do outro lado, bósnios conhecidos do futebol francês (Pjanic, Spahic) e de sucesso nos campos alemães (Dzeko, Ibisevic).

Depois de um primeiro tempo truncado, jogando mais na defesa, a França buscou ser mais ofensiva na segunda etapa e foi premiada em dois momentos: aos 27, Karim Benzema recebeu de Clichy, servido por Malouda, e virou para cima da zaga adversária com categoria, marcando o primeiro. Sete minutos depois, em contra-ataque, Diaby recebeu de Sagna e cruzou para Valbuena, que rolou a bola para os pés de Florent Malouda, sem goleiro, só complementar para o gol.

Com os demais resultados da rodada (Bielorrússia 0 x 0 Romênia, Albânia 1 x 0 Luxemburgo), o grupo D é liderado pela Albânia, acreditem. Considerando que o confronto direto vale mais do que o saldo de gols em caso de igualdade de pontos, a classificação mostra:

1. Albânia: 4 pontos, 1 gol de saldo, 2 gols marcados
2. Bielorrússia: 4 pontos, 1 gol de saldo, 1 gol marcado
3. França: 3 pontos, 1 gol de saldo, 2 gols marcados
4. Bósnia: 3 pontos, 1 gol de saldo, 3 gols marcados 
5. Romênia: 2 pontos, 0 gol de saldo, 1 gol marcado
6. Luxemburgo: 0 pontos, -4 gols de saldo, 0 gols marcados

Claro que ainda não é a posição que a França pode alcançar de fato. Mas a convincente vitória fora de casa dá mais tranquilidade na preparação para o próximo pega: contra a Romênia, dia 9 de outubro, em casa.

Tubarão, o que você tem a dizer?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 27 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 16:23

E acabou o ano assim

Compartilhe: Twitter

Metade do Campeonato Francês 2008/2009 concluída. Não exatamente, pois gripe suína e neve impediram que todos os 20 times disputassem as 19 partidas programadas até aqui. São eles: Montpellier, Olympique de Marselha, Monaco e Boulogne, que jogaram 18 vezes, e o Sochaux, coitado, 17. Mas não vamos perder a época do ano pródiga em retrospectivas (até porque pouca coisa nova e relevante acontece…) para fazer a nossa, a partir do que os números e algumas observações nos mostram:

Campanhas
Os melhores – Bordeaux (43 pontos), Lille (34), Montpellier (33), Marselha e Auxerre (32)
Os piores – Grenoble (7), Boulogne-sur-Mer (13), Saint-Etienne e Le Mans (16)

O que mais desponta é a enorme vantagem do atual campeão na liderança, reflexo claro de que o Bordeaux é nitidamente superior aos demais e que a emoção da Ligue 1 corre risco se essa relação de forças permanecer. Surpresas positivas são Lille, Montpellier e Auxerre entre os ponteiros. Marselha, Lyon e Monaco têm times para estar mais em cima, mas bobearam sobremaneira nas últimas rodadas (seus técnicos têm culpa nisso, pelo menos Didier Deschamps e Claude Puel, creio).

Lorient, Rennes e Valenciennes têm um momento ou outro de inspiração, como o PSG, mas quem oscila não sai do meio da tabela. Lá em baixo, é grande a diferença dos quatro últimos (citados acima) para o quinto último (o Nice soma 22 pontos). Como caem três para a Ligue 2, os lanternas parecem condenados a muitas rodadas de sofrimento. Incluindo o tradicional Saint-Etienne, maior detentor de títulos nacionais (10), que pelo segundo ano consecutivo se arrasta na tabela. E especialmente o caçula Boulogne e o letárgico Grenoble, que só foi pontuar na 12ª journée.

Blanc, Gourcuff e Chamakh, tripé de sucesso nos Girondinos de Bordeaux

Blanc, Gourcuff e Chamakh, tripé de sucesso nos Girondinos de Bordeaux

Ataques
Os melhores – Lille (37 gols marcados), Bordeaux (32), Lyon e Paris Saint-Germain (31), Olympique de Marselha e Valenciennes (30)
Os piores – Grenoble (10), Saint-Etienne (11), Boulogne-sur-Mer (15), Le Mans e Sochaux (17)

Defesas
As melhores – Bordeaux (12 gols sofridos), Auxerre (15), Toulouse (16), Rennes e Paris Saint-Germain (18)
As piores – Boulogne-sur-Mer (35 gols sofridos), Grenoble (33), Nice (32), Nancy (29) e Le Mans (28)

Artilheiros
1. Gervinho (Lille), 11 gols em 18 jogos – média de 0,61
2. Nenê (Monaco)10 gols em 16 jogos – média de 0,63
3. Pierre-Alain Frau (Lille), 9 gols em 15 jogos – média de 0,60
4. Kevin Gameiro (Lorient), 8 gols em 18 jogos – média de 0,44
     Lisandro López (Lyon), 8 gols em 14 jogos – média de 0,57
    Asamoah Gyan (Rennes), 8 gols em 17 jogos – média de 0,47
7. Marama Vahirua (Lorient), 7 gols em  18 jogos – média de 0,39
     Mamadou Niang (Marselha), 7 gols em 14 jogos – média de 0,50
     Youssouf Hadji (Nancy), 7 gols em 14 jogos – média de 0,50
     Loïc Rémy (Nice), 7 gols em 18 jogos – média de 0,39
     Mevlut Erding (PSG), 7 gols em 14 jogos – média de 0,50

Com 23 gols nos últimos seis jogos, o LOSC se consolidou como melhor ataque do turno, superando o Bordeaux. Reflexo dessa artilharia eficiente é a presença dos “lilleanos” Gervinho e Frau entre os três maiores goleadores – o marfinense superou Nenê na reta final, com a estagnada do brasileiro do Monaco. Engraçado que o artilheiro do Bordeaux é apenas o 12º da lista (Chamakh, com seis gols), o que mostra que são vários os goleadores do time, uma versatilidade importantíssima num torneio longo e de pontos corridos, independendo de um ou dois jogadores apenas. Curioso que o Auxerre defende bem mas ataca mal – fez apenas 19 gols em 19 partidas.

Assistentes
1. Yoann Gourcuff (Bordeaux) – 6 assistências para gol  
    Marama Vahirua (Lorient) – 6  
    Christophe Jallet (PSG) – 6  
    Fahid Ben Khalfallah (Valenciennes) – 6  
5. Benoît Trémoulinas (Bordeaux) – 5  
    Kevin Gameiro (Lorient) – 5  
    Fabrice Abriel (Marseille) – 5  
    Francis Chris Malonga (Nancy) – 5 

Gervinho, artilheiro de visual inconfundível (France Football)

Gervinho, artilheiro de visual inconfundível (France Football)

Uma das qualidades de Gourcuff, o diferenciado do Bordeaux, está neste quesito; o ala esquerdo Trémoulinas também se destaca. Gameiro e Vahirua se mostram muito importantes para o Lorient: marcando ou assistindo, participaram diretamente de 13 dos 29 gols do time.

Fair-play
1. Lorient – 28 cartões amarelos e 0 vermelhos
2. Bordeaux – 29 cartões amarelos e 0 vermelhos
3. Marseille – 30 cartões amarelos e 0 vermelhos
4. Lyon – 40 cartões amarelos e 0 vermelhos

Esse ranking prova, não por acaso, que os que fazem menos faltas violentas estão entre os primeiros na tabela de pontos, e vice-versa. Não é preciso apelar ao anti-jogo para se dar bem ao longo do turno. Ainda bem!

A seleção
O jornal Le Figaro elegeu seus 11 melhores do turno: Janot (Saint-Etienne); Debuchy (Lille), Koscielny (Lorient), Spahic (Montpellier) e Trémoulinas (Bordeaux); Diarra (Bordeaux), Alberto Costa (Montpellier) e Gourcuff (Bordeaux); Gervinho (Lille), Lisandro López (Lyon) e Nenê (Monaco).

Minha seleção é um pouco diferente – até porque não consegui ver tantos jogos quanto a imprensa francesa, e além disso a gente acaba acompanhando bem mais os times do topo da tabela. Eu escalaria: Mandanda (Marselha), Hengbart (Auxerre), Planus (Bordeaux), Spahic e Trémoulinas; Diarra, Wendell (Bordeaux) e Gourcuff; Gervinho, López e Nenê. Se você quiser escalar a sua, coloque aí no campo de comentários.

Na quarta-feira, dia 30, volto com o último post do ano!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 26 de novembro de 2009 Extracampo, Francês da 1ª divisão | 22:30

Gripe volta a alterar tabela

Compartilhe: Twitter
Vacinação contra a gripe suína em Lyon deixando mães mais irritadas (AFP)

Vacinação contra a gripe suína em Lyon deixando mães mais irritadas (AFP)

É chato quando o assunto do dia, no futebol, é algo fora de campo que afete o futebol jogado dentro dele. Ainda mais uma doença. Principalmente essa gripe suína pendular, que desde o comço do ano vai, vem, intervém e bagunça o mundo do futebol, sobretudo em terras gaulesas.

Na França, a gripe A (ou H1N1, como prefira), já havia provocado o adiamento do clássico entre Olympique de Marselha e Paris Saint-Germain, no dia 25 de outubro, por ter “contagiado” jogadores do PSG. Agora, ela voltou a fazer estragos, desta vez em atletas do Montpellier, que por causa disso teve seu compromisso contra o Monaco, marcado para sábado agora, postergado para ainda não se sabe quando. Um dos meus leitores deve estar chateado, afinal o zagueiro bósnio Emir Spahic já havia sido “atacado” no MHSC, certo Tubarão?

Houve um outro adiamento determinado esta semana pela liga que organiza o Campeonato Francês, mas este, embora envolva de novo o OM, foi por um motivo menos desagradável. O duelo do Olympique contra o Sochaux não vai mais acontecer em 2 de dezembro, porque o Marselha teria que voltar a campo três dias depois para encarar o Nice e, o que é pior, seis dias depois para fazer o jogo da vida na Liga dos Campeões contra o Real Madrid, precisando vencer. Então, para diminuir o desgaste dos comandados de Didier Deschamps, a equipe deve atuar no dia 28, contra o Lens, ter uma semana de descanso para pegar o time da tia Nice, e depois finalmente enfrentar os galácticos. Isso se a enfermidade dos porquinhos não aprontar de novo, é bom que se ressalte…

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 8 de novembro de 2009 Francês da 1ª divisão | 23:51

Resultados da 13ª rodada

Compartilhe: Twitter
Bonita foto da rodada: Chedjou (LIL) e Gourcuff (BOR) - AFP

Bonita foto da rodada: Chedjou (LIL) e Gourcuff (BOR) - AFP

Monaco 0 x 0 Grenoble – 1º ponto do GRE em 12 jogos
Valenciennes 1 x 1 Montpellier (Cohade; Montano)  – Spahic-MON foi expulso 
Le Mans 0 x 1 Auxerre (Andrade contra) – Le Tallec-LEM perdeu pênalti 
Lorient 5 x 0 Boulogne (Vahirua 2, Gameiro 2 e Amalfitano) 
Nancy 0 x 1 Saint-Etienne (Payet) 
Paris-SG 0 x 1 Nice (Rémy)  
Sochaux 1 x 2 Lens (Privat; Sartre e Boukari) 
Lille 2 x 0 Bordeaux (Cabaye e Belmont) 
Toulouse 2 x 1 Rennes (Sissokho, Braaten e Gignac; Gyan e Mangane) 
Lyon 5 x 5 Marseille (Pjanic, Govou, Lisandro 2 e Bastos; Diawara, Cheyrou, Koné, Brandão e Mbia)

>> Tabela de classificação: clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,