Publicidade

Posts com a Tag Sessegnon

segunda-feira, 31 de outubro de 2011 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 11:46

PSG e Montpellier firmes, Lille e Lyon iguais no Francês

Compartilhe: Twitter

É bom ver um talento do quilate de Gourcuff - aqui com Gonalons - voltando a marcar, e com o refinamento que lhe cabe. O Príncipe voltou? (olweb.fr)

Mais uma vez PSG e Montpellier cumpriram suas tarefas, mantendo lideranca e vice. Ja o Lille trupicou em Valenciennes e deixou o Lyon encostar na terceira posicao, pois os Gones novamente superaram os Stephanois do Saint Etienne no derbi.

Tres dias depois do classico vencido pelos visitantes no Geoffroy Guichard (1-2), o rencontro foi no Gerland. E comecou extremamente violento, com jogadores e tecnicos nervosos. Pior pra Dabo, que fez falta duríssima em Nicolita depois de 7min em campo e ja foi pra rua…

No 2o tempo, Ederson entrou no lugar de Lacazette, e Sinama Pongolle no de Battles. Mesmo com um a menos, o OL seguia mais ofensivo, criando mais perigo. E fez valer a pressao depois que Cris e Gomis disputaram uma bola alta vindo de escanteio e Briand mostrou oportunismo, ganhando por cima de dois marcadores para testar para as redes aos 37. Explosao no Gerland, apareceu ate torcedor com a bandeira francesa em campo..

Pra melhorar, só o 2 a 0, que veio minutos depois, quando Gourcuff foi mais esperto que o zagueiro (foi Paulao?), roubou a bola, ficou de cara pra Ruffier e teve muita classe para dar uma cavadinha e correr pro abraço de companheiros e torcedores (?) extravasados.

Suou o PSG para bater o Caen, do ex-Lille Pierre Alain Frau, que começou ganhando com Hertaux cabeceando em falha da zaga e do italiano Sirigu, otimo cacador de borboletas… Mas o talento ofensivo do Parri, com Menez-Nene-Pastore-Gameiro, começou a aparecer. Primeiro com Gameiro acertando a trave depos de linda jogada coletiva, depois com Nene invadindo a area, driblando e sendo derrubado, convertendo depois o penalti. O meia Nivet recebeu o vermelho pela falta, num excesso de rigor do juiz na avaliação minha e da dupla do Sportv2 (Claudio Uchoa e Raphael Rezende – boa dupla, melhor que os velhinhos redundantes da casa…).

Foi corajosa a atitude do Caen, que não rifava a bola e buscava o gol mesmo empatando com o lider, fora e em desvantagem numérica – teve boas chances com o perigoso Frau. Consequentemente, deu muito espaço pro PSG atacar, fazendo Thebaux trabalhar muito. O segundo parisiense foi um pouco polemico porque Gameiro quaaase deixou a bola sair antes de cruzar pra Menez marcar, gerando muita reclamação dos caenenses. Nene quase marcou olimpico, acertando a trave, mas depois faria seu segundo de penalti quando Gameiro foi deslocado em disputa aérea.

O Caen voltou a ficar vivo ao diminuir, com Vandam se antecipando a Sirigu, péssimo nas saídas aéreas, a 10 minutos do fim. Mas Bahebeck deu novo fôlego ao ataque parisiense, e em jogada iniciada pelo jovem, tocou pra Jallet que cruzou no segundo pau. Pastore dominou com classe e finalizou de trivela, se redimindo de uma apagada atuação.

No Lille, que so empatou com o Valenciennes, o presidente diz que o cobicado Hazard fica até o fim da temporada, mas so deve renovar se o time coseguir nova vaga na UCL:
http://esportes.terra.com.br/futebol/europeu/2012/noticias/0,,OI5443102-EI18004,00-Presidente+do+Lille+garante+que+nao+vendera+meia+Hazard.html

OM e Bordeaux tambem venceram, o primeiro confirmando ascensao e o segundo tentando engrenar a sua.

FfF
– Ribery anotou mais um, o terceiro dos 4 a 0 do Bayern sobre o Nuremberg, depois de jogada com Lahm (como eles se entendem bem no lado esquerdo bavaro!), corte pro meio e tiro rasteiro, uma de suas especialidades. Muito bom seu início de temporada, jogando 10 das 11 partidas do time e fazendo 4 gols, só atrás do artilheiro geral Mario Gomez entre os colegas. Alias, o Scarface disse querer encerrar a carreira em Munique
– Sessegnon, ex-PSG, (lembra?) fez pelo Sunderland no 2 a 2 com o Aston Villa no Ingles

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 Brasileiros na França, Extracampo | 18:03

Resumo de mercado de inverno 2

Compartilhe: Twitter

A quem questionar o novo layout do blog, menos azul e vermelho e mais verde, digo que não foi vontade minha alterá-lo. Ele segue a padronização que atingiu outros blogs do iG Esporte. Como não somos autônomos, seguimos as regras…

Mais tarde, falo das oitavas de finais da Copa da França

Fechou-se a janela europeia de transferências ontem, segunda-feira. Então vamos só de negócios fechados recentemente:

– O mais estrondoso do fim da janela parece ter sido André no Bordeaux, não? Fiquei contente, é sempre bom ver brasileiros adentrando terras gaulesas. O atacante de 20 anos revelado pelo Santos não se deu bem no Dínamo de Kiev e a esperança é que a França seja mais calorosa do que a Ucrânia – e nesse sentido, ter compatriotas (Wendel, ex-Santos, Jussiê, Fernando e Henrique) como colegas é uma boa. Chega por empréstimo até o fim da temporada, com opção de compra. O curioso é que antes mesmo de estrear como girondino ele deverá estar no banco de reservas da seleção brasileira que enfrenta os Bleus no amistoso da semana que vem…

tigana_triaud_andre_afp

O técnico Tigana, o presidente Triaud e o ex-"Menino da Vila" André (AFP)

– Depois de emprestar Fernando Cavenaghi para o Mallorca, o mesmo Bordeaux o repassou para o Internacional de Porto Alegre. O argentino de 27 anos não deve encontrar dificuldades para se adaptar ao futebol do Rio Grande do Sul, onde os sul-americanos colecionam histórias de sucesso. Quem também deixa a terra dos ótimos vinhos é o atacante nigerense Moussa Maazou, 22 anos, emprestado pelo CSKA Moscou novamente ao Monaco, onde fora feliz na última metade da temporada 2009/2010.

– O PSG perdeu o habilidoso meia Stéphane Sessegnon para o Sunderland, um pequeno clube, sim, mas do futebol inglês, o que explica bastante coisa…  A transferência está estimada em 7 milhões de euros e o contrato é de três anos e meio. O beninense de 26 anos estava desde 2005 na França.

– O Monaco não conta mais com os préstimos do atacante Dieumerci (traduzindo: Obrigado Deus – ?!) Mbokani, emprestado até o final da temporada para o Wolfsburg, que buscava um substituto para o bósnio Edin Dzeko, recém-saído para o Manchester City. Vindo do belga Standard de Liège, onde não lhe faltaram gols, o congolês de 25 anos acabou decepcionando no clube francês. Vamos ver como se sai na Alemanha, pois ele não foi revelado por qualquer time, mas pelo Tout Puissant Mazembe!

–  Mas o Monaco também acaba de se reforçar: está de chegada o volante Mahamadou Diarra, vindo do Real Madrid. A assinatura do contrato virá após a realização de exames médicos. Reserva no clube espanhol há um bom tempo, o malinês de 29 anos volta ao país por onde atuou, de forma vitoriosa, entre 2002 e 2007, defendendo o rolo compressor da época, o Lyon.

Lyon que perdeu mesmo Jean Il Makoun para o Aston Villa. Depois de quase dez anos na França (sete no Lille e dois e meio no OL), o volante camaronês de 27 anos será parceiro de meio de campo de Robert Pirès no clube inglês.

– O Saint-Etienne se reforçou com o meio-campista Alejandro Alonso, que deixa o Monaco, onde estava desde meados de 2008. Com 28 anos, o argentino assinou contrato de dois anos e meio. Em compensação, perdeu um argentino, o atacante Gonzalo Bergessio, emprestado ao Catania, da Itália. Também chegou o meia-atacante Pierre-Emerick Aubameyang, de 21 anos, eternamente emprestado pelo Milan desde que virou profissional. O franco-gabonês passou antes por Dijon, Lille e Monaco. Vamos ver se agora vai…

Caçapa-fotoVipcomm

Claudio Caçapa: Bienvenue de retour!

– Outro brasileiro que de fato foi para a França, ou melhor, retornou, foi Cláudio Caçapa. Depois de ter tido poucas oportunidades no Cruzeiro, o zagueiro de 34 anos defenderá o Evian, um dos destaques da Ligue 2, até o final da temporada, com possibilidade de extensão do contrato. Ele já foi muito feliz em terras gaulesas, quando defendeu o Lyon entre 2001 e 2007. Tomara que dê certo!

– Fora da França, Jonathan Biabiany deixa o elenco da Internazionale e segue para a Sampdoria, envolvido em transação que trouxe o também atacante Giampaolo Pazzini para o time de Milão. O jovem de 22 anos não estava nos planos de Leonardo e saiu como contrapeso para a vinda de Pazzini. Que levante a cabeça e mostre o que sabe em outro clube italiano, então.

>>> Dá pra ver os negócios concretizados nos 20 times da Ligue 1, a elite francesa, no site do L’Equipe.

Faltou alguém importante?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 Brasileiros na França, Extracampo, Torneios europeus | 18:02

Paris Saint-Germain vence Sevilla e se classifica na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Com os 4 a 2 sobre o Sevilla, no Parc des Princes, o PSG foi a 11 pontos, reassumiu a liderança do grupo J e se garantiu na próxima fase da Europa League, pois Sevilla e Borussia Dortmund (vitorioso hoje sobre o Karpaty, 3 a 0), que ainda podem atingir ou superar a mesma pontuação, se enfrentarão na sexta e última rodada da fase.

psg_sevilla_hoarau_nene_afp

Hoarau, dois gols, e Nenê, um gol, mais uma vez protagonizaram os gols parisienses (AFP)

Friaca da p… de dois graus negativos em Paris, a ponto de termos bola e linhas do gramado laranjas (efeito neve), juizão com o corpo todo coberto e o goleiro do Sevilla de cacharrel até o nariz! Enquanto isso, mais de 30 graus no começo da tarde em SP…

O PSG não teve Erding, lesionado, embora o Sevilla também não tenha podido contar com Luís Fabiano e Jesús Navas, importantes armas ofensivas. Dois escanteios cobrados por Nenê propiciaram aos donos da casa abrir 2 a 0: primeiro com Bodmer, que aproveitou desvio de Camara, e depois com Hoarau, que usou bem seus 1m92 para superar a marcação de Cáceres.

Entretanto, a vantagem no placar foi efêmera, pois Kanouté resolveu aparecer decisivamente, em duas cabeçadas, expondo as falhas de marcação da defesa (Ceará sobretudo no 2º gol), incluindo o instável goleiro Edel. Mas felizmente o Paris tinha Nenê, que depois de receber de Sessegnon na entrada da área girou o corpo e chutou de canhota com curva, sem chance para Palop.

Mal recomeçou o jogo no segundo tempo e os franceses decidiram a parada, quando Hoarau recebeu na frente e suas longas passadas ganharam do também francês Escudé na corrida. A conclusão “de frente para o crime” foi de biquinho à la Romário, rasteiro e eficiente: 4 a 2. O time espanhol batia muito, a ponto de o técnico Antoine Kombouaré reclamar acintosamente com o bandeira após uma entrada em Chantôme e ser expulso do banco pelo árbitro. O time parisiense, mesmo vencendo, mostrava nervosismo com o juiz deixando o jogo rolar solto.

Edel chegou a se assustar com um cabeceio de Negredo, que tocou no travessão antes de sair. No entanto mesmo com as substituições o PSG não perdeu o poder de segurar o rival, fazendo aquela tradicional cera nos últimos dez minutos para o tempo passar. O apito final ainda trouxe um pequeno tumulto, aparentemente iniciado entre Jallet e Perotti, mas nada que a turma do deixa disso não conseguisse dissipar, levando todo mundo pro vestiário em paz, afinal ficar no gramado parado seria de congelar até a alma…

Classificação do grupo J
PSG – 11 pontos
Sevilla – 9 pontos
Borussia – 8 pontos
Karpaty – o ponto

Última rodada da chave – 15/12:
Karpaty x PSG
Sevilla x Dortmund


*O vitorioso do dia*
Fora de campo, Zinedine Zidane conquistou uma importante vitória hoje: viu a candidatura do Catar, da qual foi embaixador, triunfar na escolha da sede da Copa do Mundo de 2022, minutos depois da Rússia ser eleita para abrigar o Mundial de 2018. Zizou disse ainda não saber se continuará com alguma função ligada à preparação catarense para o torneio. Mas que foi pé quente, foi!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 10 de novembro de 2010 Copas francesas | 19:51

Marselha, PSG e Montpellier classificados

Compartilhe: Twitter

Acabaram as quartas de finais da Copa da Liga Francesa. As semifinais terão Auxerre x Olympique de Marselha e Montpellier x PSG. O sorteio dos confrontos, que acontecem nos dias 18 e 19 de janeiro de 2011, aconteceu logo após o último jogo das quartas de finais, o do Vélodrome.

As quartas começaram ontem, terça-feira, com Auxerre 2 x 0 Saint-Etienne. E terminaram com três jogos hoje, quarta: Valenciennes 1 x 3 Paris Saint-Germain, Montpellier 2 x 1 Lille e Monaco 1 x 2 Olympique de Marselha.

monaco_marselha_cesar_azpilicueta_afp

Com um gol decisivo, o lateral-direito espanhol Cesar Azpilicueta comprovou a volta por cima depois de um começo irregular no OM (AFP)

O ASM até assustou o OM abrindo o placar em cobrança de pênalti convertida por Coutadeur, depois que o juiz viu intencionalidade de Brandão em colocar a mão na bola dentro da grande área (não consegui ver o lance). Mas com o gol de cabeça do ganês André Ayew, o empate voltou ao placar, ainda no primeiro tempo. E na segunda etapa, o Olympique cumpriria sua missão depois que Brandão (titular e atuante nos 90 minutos) aproveitou passe de Ayew e serviu Azpilicueta, o nome que teve estrela e marcou o gol da classificação.

O VAFC começou com tudo contra o PSG, animando sua torcida ao abrir o placar com três minutos de jogo, quando Dossevi chutou, a bola desviou em Camara e tirou Coupet do lance. Porém, tudo ficou igual de novo aos 9, quando o mesmo beque Camara se recuperou e cabeceou com estilo, aproveitando cruzamento levantado na área por Jallet, no cantinho de Penneteau.

A virada veio rápido, aos 26, quando le même Jallet aproveitou rebote de bola disputada no alto por Hoarau, avançou pela direita e chutou cruzado, no cantinho. “Precisado” do gol, o time da casa criou boas chances, teve bola na trave e fez o seguro Coupet suar bastante, mas o PSG mataria a parada quando Sessegnon fez brilhante jogada individual pelo meio e serviu Luyindula, que tocou com suave categoria entre dois marcadores para tirar do alcance de Penneteau.

A vitória do MHSC sobre o LOSC (que teve Túlio de Melo nos 45 minutos iniciais) se deveu sobretudo aos dois gols do atacante turco Hasan Salih Kabze (muito prazer!), apresentado enfim às redes nesta temporada: primeiro concluiu de cabeça cruzamento de Dernis e depois partiu para a jogada individual, “tabelando” com a perna do zagueiro (fraco) Chedjou, invadindo a área e tocando do lado de Landreau. Embora o gol de honra do Lille tenha sido admirável, pela arrancada do belga Hazard (substituto de Túlio) e o passe moleque do “problemático” Gervinho, deu Montpellier Herault mesmo.

kabze_rami_montpellier_lille_afp

Kabze, que não é tão jovem assim (28 anos), deixou o Lille do selecionável Adil Rami pelo caminho. Ele falou e a bola obedeceu (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 Torneios europeus | 22:46

PSG 100% com goleada?

Compartilhe: Twitter

Infelizmente sem TV ao vivo ou VT, Paris Saint-Germain e Lille voltam a campo nesta quinta-feira para a segunda rodada da Liga Europa.

Pelo grupo J, o PSG, que venceu o Sevilla na Espanha na estreia, tem tudo para golear o desconhecidíssimo Karpaty, da Ucrânia, no Parc des Princes (14h de Brasília). O “stripper” Giuly, lesionado no joelho direito contra o Lens, no fim de semana, é desfalque, assim como o lateral direito brasileiro Ceará e o volante Bodmer. Em compensação, o meia Sessègnon está de volta.

Derrotado em casa na estreia pelo grupo C (2 a 1 para o Sporting Lisboa), o Lille viajou à Bélgica para enfrentar o Gent (16h05 de Brasília). Se o time belga conseguiu levar três gols e perder do Levski Sofia na primeira rodada (acabou 3 a 2), creio ser plenamente possível que o LOSC volte para casa, na pior das hipóteses, com um ponto na bagagem. Se somar três, tanto melhor, por mais que o Gent, que tem gente como a gente (!), se lamente. O atacante Tulio de Melo é desfalque por lesão, mas o volante Chedjou e o defensor Béria estão à disposição de Rudi Garcia (a France Football diz que o problema do brasileiro é nas nádegas…).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

domingo, 8 de agosto de 2010 Francês da 1ª divisão | 19:39

Resultados da 1ª rodada

Compartilhe: Twitter

Média de 2,2 gols por jogo

Olympique de Marselha 1 x 2 Caen (Samassa; Seube e El-Arabi) – mais de 55 mil pessoas no Vélodrome

Paris Saint-Germain 3 x 1 Saint-Etienne (Erding, Séssegnon e Nenê; Payet) – mais de 25 mil pessoas no Parc des Princes. Veja os gols no vídeo abaixo

Lyon 0 x 0 Monaco mais de 35 mil pessoas no Gerland

Montpellier 1 x 0 Bordeaux (Bocaly)

Auxerre 2 x 2 Lorient (Pedretti, Le Tallec; Sigamary Diarra e Mvuemba)

Rennes 1 x 1 Lille (Bangoura; Sow)

Lens 1 x 2 Nancy (Maoulida; Féret e Bérenguer) – Bérenguer-NAN foi expulso; mais de 31 mil pessoas no Fellix-Bolaert

Nice 0 x 0 Valenciennes

Sochaux 2 x 1 Arles (Butin e Faty; Dja Djedje)

Toulouse 2 x 0 Brest (Braaten e Paulo Machado, de pênalti)

Vídeo: PSG 3 x 1 ASSE

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 2 de agosto de 2010 Francês da 1ª divisão | 22:44

Aconteceu, acredite

Compartilhe: Twitter

Muitos dribles são humilhantes para o adversário, mas o beninense Stéphane Sessègnon exagerou sem ter culpa, se é que isso é possível. Na partida amistosa entre seu time, o francês Paris Saint Germain, e o Sporting, de Portugal, na semana passada, ele pode ter provocado uma lesão preocupante em um rival após uma mudança rápida de direção no seu “gingar” com a bola (não consegui identificar a “vítima” nem saber o que virou a contusão; se alguém souber, agradeceria muito). E o mais incrível é que o árbitro marcou falta, sem grandes protestos da equipe do driblador africano!

O lance aconteceu no fim do jogo, quando a vitória do PSG, por 4 a 2, já estava garantida. Sessègnon, que fez um dos gols da partida, tem 27 anos e está desde 2008 no clube francês. O cara é muito bom ou foi um lance que dificilmente se repetirá? Assista abaixo e me diga sua conclusão:

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 22:43

Grande disputa do 3º para baixo

Compartilhe: Twitter
As caretas de Cris e Lloris não desviaram a cabeça certeira de Marouane (AFP)

As caretas de Cris e Lloris não desviaram a cabeça certeira de Marouane (AFP)

Quem acompanha o Campeonato Francês nas últimas rodadas pode constatar um equilíbrio pra lá de interessante entre os ponteiros da tabela. Com exceção ao Bordeaux, claro, que segue com confortáveis quatro pontos de vantagem para o vice-líder, o que lhe permite derrapar uma vez sem perder o posto. Vamos excluir também o Montpellier, que conseguiu se manter em segundo com uma vitória em Toulouse, o que lhe dá algum crédito. Mas, do 3º ao 11º, a diferença é de apenas quatro pontos, o que faz com que tropeços e vitórias seguidas levem bons times do céu ao inferno rapidinho. Não é bacana?

Vamos ao que vimos no fim de semana – me ajudem com o que esqueci nos comentários, porque infelizmente o tempo pr’eu me dedicar ao blog está cada vez mais curto. Girondinos e Lioneses fizeram o clássico dos classificados franceses na Liga dos Campeões, e os atuais campeões franceses não se intimidaram  no Gerland com mais de 36 mil torcedores. O prestativo Chamakh fez o gol da vitória no final. Como Makoun e Michel Bastos tiveram notas bem baixas na avaliação da France Football, é de se imaginar que foi um dia atípico para o Lyon. 

De 1 a 0 em 1 a 0, o Bordeaux enche o papo rumo ao bi. E o prejuízo lionês, contabilizando o restante da rodada, não foi pouco: despencou de 4º para 9º na tabela. Está a oito pontos do líder, o que não acontecia desde a Ligue 1 1998-1999! O primeiro atrás dos girondinos é o (consistente?) Montpellier, que como já disse bateu o TFC longe de casa. O atacante senegalês Souleymane Camara foi o nome do jogo. Também gosto de “Souleymane”. Mas “Bafétimbi” é melhor, claro.

Bonito fizeram o Olympique de Marselha e sua torcida, que quatro dias após ver seu time cair na Champions compareceu em massa ao Vélodrome contra o novato Boulogne (mais de 47 mil pagantes!). Dentro de campo, o OM correspondeu, fazendo 2 a 0, com os defensores Heinze e Taiwo. Fora das quatro linhas, as circunstâncias ajudaram e os marselheses galgaram do 7º para o 3º lugar na classificação. Inversamente, desceu a gangorra o azarão Valenciennes, que perdeu em Le Mans (2 a 1) mesmo jogando com um a mais no 2º tempo inteiro – caiu de 3º para 8º.

De Monaco x Lille, eu podia esperar uma reabilitação dos anfitriões ou a confirmação da arrancada dos visitantes. Mas não 4 a 0 do LOSC no Louis II! É a quarta vez consecutiva que o Lille ganha de quatro!! Parece que os monegascos já esperavam o pior, quando apenas 6 mil torcedores foram ao estádio. Os brasileiros viveram dias opostos: enquanto Adriano (expulso) e Nenê decepcionaram, Túlio de Melo voltou ao time titular e fez seus dois primeiros gols no Francês. O bom Cabaye marcou de pênalti e Aubameyang completou o fiasco do ASM.

Por fim, a mesma journée que viu o maior número de expulsões por rodada na temporada (cinco) registrou Paris Saint-Germain 3 x 0 Saint-Etienne no duelos dos “santos”. Luyindula, Sessegnon e Erding construíram a goleada parisiense ainda no primeiro tempo, recompensando o bom público no Parc des Princes e ratificando a crise vivida pelo tradicional ASSE, que realmente precisa de um chacoalhão, como oportunamente comentou o leitor Filipe na última semana.

De Melo só não deve ter gostado do cheirinho do Gervinho... (AFP)

De Melo só não deve ter gostado do cheirinho do Gervinho... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 13 de dezembro de 2009 Francês da 1ª divisão | 23:34

Resultados da 17ª rodada

Compartilhe: Twitter

Le Mans  2 x 1 Valenciennes (Corchia e Le Tallec; Danic) – Maiga-LEM foi expulso
Marselha 2 x 0 Boulogne (Heinze e Taiwo) – Adefemi-BOU foi expulso
Nancy 1 x 2 Rennes (Féret; Traoré e Marveaux)
Lens 2 x 0 Nice  (Akalé e Maoulida) – Bagayoko-NIC foi expulso
Lorient 0 x 0 Auxerre
Toulouse 0 x 1 Montpellier (Camara) 
Paris-SG 3 x 0 Saint-Etienne (Luyindula, Sessegnon e Erding) – mais de 36 mil no Parc des Princes
Monaco 0 x 4 Lille (Túlio de Melo 2, Cabaye e Aubameyang)
Sochaux 1 x 0 Grenoble (Mikari) 
Lyon 0 x 1 Bordeaux (Chamakh)

>> Tabela de classificação: Bordeaux líder folgado, seguido por Montpellier, Marselha e Lille. Clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 20 de novembro de 2009 Francês da 1ª divisão | 21:20

Marselha é maior que Paris

Compartilhe: Twitter
Presença rival atiçou torcida do OM, e a coisa acabou feia, com detidos (AFP)

Presença rival atiçou torcida do OM, e a coisa acabou feia, com detidos (AFP)

Muita gente e cantoria no Vèlodrome para Olympique de Marselha x Paris Saint-Germain, clássico adiado da 10ª rodada. Em jogo de duas torcidas marcando presença – e fazendo baderna, com saldo de 15 torcedores presos -, houve muito equilíbrio, marcação forte e pouco brilho. Melhores na maior parte do tempo, os marselheses conseguiram vencer por 1 a 0 e se aproximar dos líderes Bordeaux, Lyon e Auxerre, galgando para a 4ª posição na tabela. Os parisienses permanecem num decepcionante 13º lugar.

Os donos da casa começaram com Mandanda; Bonnart, Diawara, Heinze e Taiwo; Mbia, Abriel, Cheyrou e Valbuena; Niang e Brandão. O zagueiro brasileiro Hilton foi para o banco. Os visitantes, com Coupet, Ceará, Camara, Sakho e Armand; Clément, Chantôme, Jallet, Sessegnon e Luyindula; Erding. Makélelé não joga por estar suspenso.

O duelo começou pegado, tanto que Sessegnon e Mbia se estranharam após dividida nos primeiros minutos e foram chamados pelo juiz Laurent Duhamel num canto para levar bronca. O camaronês do OM não estava num dia de sorte, pois depois de subir de cabeça com Erding acabou machucado no tornozelo e substituído logo aos 19, por Edouard Cissé.

Com maior volúpia ofensiva, o Olympique foi premiado com a abertura do marcador. Aos 25, Abriel bateu falta da intermediária em direção à área parisiense, Heinze e Diawara subiram praticamente juntos, a bola bateu na cabeça do argentino, no braço do francês e foi para as redes, fora do alcance de Coupet. 1 a 0, placar justo.

A primeira chance real do PSG só viria aos 38, quando Erding recebeu de costas para o gol, virou, bateu no canto e Mandanda fez difícil defesa. Melhor organizado e nitidamente superior, o Marselha merecia o resultado. Na segunda etapa, o OM continuava dominando as ações: com 15 minutos, tinha 66% de posse de bola. E quando tinha de se defender, marcava firme, especialmente Brandão,  que exagerou em algumas chegadas nos rivais.

Os donos da casa seguiam com melhores oportunidades, sobretudo nas bolas alçadas na área por Abriel. Desencontrado, o Saint-Germain não conseguia criar lá na frente. Para tentar sanar esta falha, Antoine Kombouaré sacou o meia Jallet e colocou o meia-atacante Giuly aos 24 minutos. Futuramente, seria a vez do jovem Maurice ter uma oportunidade, no lugar de Chantôme.

Com 30 minutos, foi a vez de Didier Deschamps dar uma chance para Lucho González, tirando o aplaudido Valbuena; a mais cara contratação do Olympique não vive bom relacionamento com o treinador. Com Ben Arfa é ainda pior, pois ele apenas assistiu ao confronto nas tribunas do estádio. Que pena, poderiam oferecer mais talento ao time!

Uma troca de passes mal concluída entre Giuly, Luyindula e Maurice foi tudo que o Paris conseguiu na área adversária até o apito final, que premiou a resistência do Marselha e mostrou o quanto o time da capital é limitado. Amanhã, confira as partidas da rodada do fim de semana. Au revoir!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última