Publicidade

Posts com a Tag São Paulo

sexta-feira, 17 de maio de 2013 Ex-jogadores, Extracampo | 13:37

O pôquer na vida dos jogadores de futebol

Compartilhe: Twitter

Tem ex-jogador da seleção francesa nesse universo, veja só!

A cada dia que passa, o jogo de pôquer está conquistando muitos novos adeptos que são fascinados pelo espetacular e, ao mesmo tempo, pela sua simplicidade. Muitas pessoas jogam pôquer online por algumas horas de entretenimento, enquanto outros levam mais a sério e tentam assegurar uma fonte extra de receita. E os “eleitos” conseguem criar uma carreira neste fantástico mundo.

O pôquer não é mais uma disciplina para poucos jogadores que se tornaram ricos e famosos ou para as milhões de pessoas que gostariam de se tornar como esses poucos, mas conseguiu apaixonar aqueles que certamente não necessitam nem de dinheiro e muito menos de mais notoriedade, como atores e atletas profissionais de sucesso.

Dhorasoo jogou por Lyon, Bordeaux, Milan e PSG e seleção francesa, tendo ido à Copa de 2006. Depois do futebol, fez incursões como consultor e cineasta, além de jogador de pôquer

Dhorasoo jogou por Lyon, Bordeaux, Milan e PSG e seleção francesa, tendo ido à Copa de 2006. Depois do futebol, fez incursões como consultor e cineasta, além de jogador de pôquer

Alguns deles começaram a jogar em anonimato, com pseudônimo, para manter a própria privacidade, porém não demora muito e começam a ganhar e a ficar conhecidos entre os praticantes da modalidade. É o caso do ex-jogador de futebol Christian Vieri, que aos 36 anos abandonou a carreira de jogador profissional e começou uma nova no pôquer, usando o apelido de “Tritasassi” quando jogava online.

Outro famoso jogador utilizou a sua imagem como depoimento em sites de pôquer, como é o caso de Francesco Totti, capitão da Roma, participando de torneios de representação partypoker. Por sua vez, o famoso site Pokerstars contratou o goleiro da seleção italiana Gianluigi Buffon, que participou de eventos para divulgação do maior site de pôquer online do mundo. O Pokerstars não patrocina só jogadores mas chegou a patrocinar um time inteiro, como o francês Olympique de Lyon, por onde passaram jogadores brasileiros como Juninho Pernambucano, Fred, Michel Bastos, Cris e Cláudio Caçapa.

Esta parceria não é a primeira do Pokerstars no mundo do futebol. Além do clube francês, apoia a equipe alemã VfB Lübeck, que participa de ligas regionais no país e mudou, inclusive, o nome do seu estádio para “PokerStars.de – Stadion an der Lohmühle”. O site também já foi parceiro do River Plate, da Argentina, e do Chivas Guadalajara, do México. No Brasil, o Pokerstars quase fechou um acordo de parceria com o São Paulo em 2012, mas a negociação não avançou. Atualmente, o site é o patrocinador oficial do Brazilian Series of Poker (BSOP), com investimento que deu uma nova cara ao torneio e atraiu um maior interesse da mídia nacional, transformando-o rapidamente no maior eventos do pôquer na América Latina.

Alguns ex-jogadores de futebol conseguiram atingir bons resultados no mundo do pôquer, como o francês Vikash Dhorasoo, que chegou ao 15° lugar no torneio EDT Deuville, e o ex-atacante inglês do Manchester United Teddy Sheringham conquistando o 14° lugar no evento WSOPE. O sueco Thomas Brohlin, ex-jogador do Parma, desde 2006 é um jogador profissional, mas com resultados mais discretos, tendo conquistado várias colocações no circuito conhecido do European Poker Tour (EPT).

A paixão do pôquer entre os boleiros é um fenômeno que parece reunir mais e mais participantes. Em muitos deles, que chegaram ao final da própria carreira, a paixão pela competição voltou com mais força graças ao pôquer, renovando o desejo de vencer, participando em um novo esporte, capaz de dar a mesma emoção do passado, mas com habilidade completamente diferente.

Quem sabe quem será o próximo a deixar o campo para o tapete verde da mesa de pôquer?

– Quer receber notícias e opiniões sobre futebol francês no seu Twitter, interagindo comigo? Me segue lá!
– Quer ficar por dentro do futebol francês e debater com outros antenados e interessados no Facebook? Peça para entrar na comunidade Ligue 1 Brasil (São mais de 100 membros!)

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 9 de junho de 2010 Extracampo | 21:49

Falando em Lyon…

Compartilhe: Twitter

Olhem só quem poderia reforçar o clube francês, muito disposto a fazer negócios nesta janela de transferências:

hernanes são paulo

É bom lembrar que o Lyonnais tem um representante brasileiro, o ex-zagueiro Marcelo Djian, que costuma selecionar alguns possíveis alvos para contratações em terras brasilis. E que Djian disse que, no ano passado, dirigentes do clube vieram ver Hernanes de perto, mas, para infelicidade de uma possível transação, o são-paulino estava justamente num período ruim dentro de campo.

O OL busca em Hernanes um substituto à altura de Juninho Pernambucano. Não sei se vai conseguir outro ídolo brasileiro, mas que fará um bom negócio se levar o “profeta” para seus quadros, disso eu não tenho certeza – para mim, Hernanes merecia estar na África do Sul com a seleção brasileira…

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 11 de setembro de 2009 Ex-jogadores, Extracampo, Seleção francesa | 00:03

Esse Zidane não!

Compartilhe: Twitter

Na quarta-feira aconteceu uma pancada de jogos importantes de futebol pelo mundo. Na quinta, nada de relevante – o que sobrou foi o Aberto dos Estados Unidos de tênis… Portanto, vamos de curtos tópicos:

>> Já não é a primeira vez que se fala sobre a possível saída de Raymond Domenech do comando da França, até porque não é de hoje que a seleção vem decepcionando e a pergunta: “como seguram esse cara lá?” não tem nada de nova. Eu acho que ele só cai se os Bleus não forem à Copa (toc, toc, toc), portanto nada deve acontecer até outubro. Laurent Blanc diz que não dividiria o Bordeaux com a seleção. Didier Deschamps (Marselha) e Arséne Wenger (Arsenal) sempre são bem cotados. Gosto dos dois últimos.

>> Falando em seleção, que patina entre os adultos, é desanimador não ver a França entre os participantes dos próximos Mundiais Sub 20 (no Egito, a partir do dia 24) e Sub 17 (na Nigéria, em outubro). Onde está o trabalho com a base, para fomentar as gerações das próximas Copas?

>> Agora eu fiquei triste: a chance que eu esperava de ver um time francês ao vivo este ano pode ir para o ralo. O amistoso entre São Paulo e Lyon, previsto para o início de outubro no Morumbi, pode ser adiado para novembro ou mesmo 2010 porque a CBF não quer alterar o calendário do Brasileirão. Quando a emissora que transmite o campeonato quer mudar a tabela para sua conveniência, aí pode né? Brincadeira!

>> Essa é boa. Na quarta, recebi um e-mail intitulado “Zidane da Brasilândia preso depois de roubo” (!). Pois é, o pobre do Zinedine virou apelido de bandido, como informou a assessoria de comunicação do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado), ligado à Polícia Civil de São Paulo. O frentista Rodrigo Denis, de 25 anos, é acusado de cinco roubos e de atacar policiais militares. Veja as fotos do ex-jogador e do meliante. Só porque é careca virou Zidane, pô?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de agosto de 2009 Franceses no mundo | 23:09

São Paulo x Lyon? Coluna 1

Compartilhe: Twitter

A última vez que recebeu o Lyon em casa, pelo Monaco, ele perdeu: 1 a 0

Acompanhante assíduo desta nau gaulesa, Filipe Frossard Papini* (merci, camarade!) pediu que eu falasse sobre o amistoso entre São Paulo e Lyon, previsto para acontecer no Morumbi, em outubro – parece que está para ser no dia 7 ou 8. O evento faz parte das comemorações do Ano da França no Brasil. Mais do que reunir o heptacampeão francês e o hexacampeão brasileiro, é justo que Ricardo Gomes, o mais francês dos brasileiros em atividade por aqui, esteja envolvido!

Representante do OL, o ex-zagueiro Marcelo Djian (aquele do Curíntia e do Cruzeiro nos anos 90) disse que o visitante só não trará força máxima se houver jogadores com a seleção francesa (no dia 10/10, Les Bleus jogam a penúltima rodada das Eliminatórias contra as famigeradas Ilhas Faroe! Mas não se pode arriscar perder a vaga para a Copa, né?).

Mesmo que venha a maior parte dos titulares, acho que o favorito será o São Paulo, se tivesse que apostar hoje. Pode ser que o Tricolor não embale rumo a mais um título nacional, mas só a combinação viagem longa + fuso horário diferente + clima bem mais quente (será outubro) deve ser o suficiente para diminuir deveras o rendimento dos lioneses.

O interessante por trás do que rolar em campo é o interesse francês por alguns são-paulinos, com certeza um motivo para os comandados de Gomes correrem mais. Djian, responsável por indicar destaques brasileiros para o Lyon, admitiu que já o fez em relação a Dagoberto, Richarlyson e Miranda, em outras épocas. Hernanes foi observado este ano pela diretoria francesa, mas deu azar porque viveu uma fase sem brilho no primeiro semestre. Como parece que se recuperou, nunca se sabe o que pode surgir…

Apesar de ser um amistoso, o público deve ser bom, afinal não se enfrenta em casa um time europeu todo dia, e o jogo faz parte do pacote que o São Paulo lançou em seu novo carnê de ingressos para os torcedores. Para mim vai ser bão tamén, bien sûr, porque mais gente do que o usual deve passar por este blog por causa da partida, sobretudo… são-paulinos! (bravo, bravíssimo). Quando se vive escondido na net, qualquer boca se aproveita!

* Ah, Filipe, sobre o fato de Lloris ter deixado Mandanda no banco da França ontem, li que foi opção de Domenech mesmo, embora o técnico não veja diferença entre os dois (veja aqui). E acho que foi para você não criticar tanto o “professeur”…rs… De qualquer forma, temos que esperar um jogo com mais disputa para saber como o arqueiro do Lyon vai se sair, concorda?

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 22 de junho de 2009 Brasileiros na França, Copas francesas, Francês da 1ª divisão | 07:25

Da França para o São Paulo

Compartilhe: Twitter

Ricardo Gomes não teve motivos para sorrir em seu último ano na Europa (France Football)

Sinceramente, achei que não teria o que escrever aqui neste fim de semana, afinal, nessa época de férias na Europa, o que aparece em termos de notícias são movimentações de transferências de jogadores, mas normalmente não em sábados e domingos. Até que surge e se confirma o nome do então desempregado Ricardo Gomes, ex-Monaco, para treinar o São Paulo. Opa, Le Blog tem algo a dizer.

A relação do ex-zagueiro e hoje técnico com a França é íntima.  Como jogador, teve ótimas temporadas com títulos pelo Paris Saint-Germain (que tinha Valdo e Raí) entre 1991 e 95, que o levaram a ser convocado para a Copa de 94, da qual ficou fora por lesão. Ele encerraria a carreira no Benfica, de Portugal, em 96, ano em que foi convidado para a sua primeira experiência como treinador, no mesmo PSG.

Na capital do país até 98, dirigiu Raí e Leonardo e seus números não são desprezíveis: foi vice-campeão francês e conquistou duas Copas nacionais – da França e da Liga Francesa -, além da Copa das Copas. De 1999 a 2004 trabalhou no Brasil, com passagens discretas ou decepcionantes por Sport, Vitória, Guarani, Juventude, Fluminense, Flamengo e seleção olímpica, quando conseguiu não levar um time com Diego e Robinho para os Jogos de Atenas em 2004.

Gomes retornou à França em 2005, em outro clube de ponta, o Bordeaux. Seu desempenho foi quase o mesmo dos tempos de PSG, tendo como melhores resultados um vice francês em 2006 e uma Copa da Liga em 2007. Neste mesmo ano, mudou-se para o Monaco, mas seus números só pioraram, com posições intermediárias no campeonato nacional, contribuindo para seu esquecimento no Brasil.

Na temporada 2008/2009, por exemplo, o ASM obteve um modestíssimo 11º lugar, com 11 vitórias, 12 empates e 15 derrotas. Em 38 jogos, marcou 41gols e sofreu 45. Segundo ele, havia recebido propostas de clubes franceses e do mundo árabe antes de acertar com o São Paulo. Mas como recusou todas, não devem ter sido grandes coisas.

A crítica que permanece sobre o jovem técnico de 44 anos é sobre sua postura assaz defensiva. Mas isso só será comprovado se o Tricolor paulista lhe der tempo para mostrar serviço, que é o que se espera de um clube admirado pelo planejamento com o qual trabalha.

Autor: Tags: , , , ,