Publicidade

Posts com a Tag Robben

quinta-feira, 30 de abril de 2015 Franceses no mundo | 10:33

Ribéry, o Badman de Munique

Compartilhe: Twitter
Criativo, não?

Criativo, não?

As montagens gigantes acima, parodiando a dupla formada pelo francês Franck Ribéry e o holandês Arjen Robben, destaques do ataque do Bayern de Munique, foram exibidas pela torcida do clube no duelo contra o Borussia Dortmund, na última terça, pela semifinal da Copa da Alemanha.

O Bayern perdeu nos pênaltis, mas os torcedores mandaram muito bem! (assim como os apaixonados pelo Dortmund fazem em jogos importantes)

O curioso é que no momento tanto Ribéry quanto Robben estão sem condições de jogar, por lesões. O primeiro se contundiu em março e ainda tem chances de voltar à equipe para os últimos compromissos da temporada, em maio. Já o segundo se machucou justamente na terça-feira e só deverá voltar às partidas oficiais no início do segundo semestre.

 

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 16 de novembro de 2010 Franceses no mundo | 18:35

Nasri na disputa pelo gol do ano

Compartilhe: Twitter

Nove jogadores disputam a honraria de ter o gol mais bonito do ano segundo a Fifa. E há um francês (ah, oui!) entre eles: Samir Nasri, meia do Arsenal.

Ele e os outros oito concorrentes (sete homens e uma mulher, vejam só!) disputam o Prêmio Puskas, criado pela Fifa e entregue na cerimônia da escolha do Jogador do Ano, agora nomeado Bola de Ouro (prêmio unificado com o da revista “France Football”), que acontecerá no dia 10 de janeiro de 2011, em Zurique. Embora não haja franceses na luta pelo prêmio de melhor do mundo no futebol masculino, eles existem em outras categorias.

O golaço de Nasri em questão saiu na goleada do time inglês sobre o Porto, de Portugal, por 5 a 0. Foi no Emirates Stadium, em Londres, pelas quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa, no dia 9 de março último. Ele pode ser apreciado no vídeo abaixo e no site da Fifa, junto com os gols dos demais concorrentes: craques da estirpe de Neymar (alguém conhece?), Messi (ouviu falar?), Robben (só sei do Robin do Batman!) e por aí vai…

Será que le petit Samir tem alguma chance nessa briga? Torcerei mas acho difícil, diante de outros gols bem mais difíceis de executar que também constam na parada.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 27 de abril de 2010 Torneios europeus | 09:01

Olympique Lyonnais x Bayern Munich

Compartilhe: Twitter

Ou vai ou racha. Precisando a todo custo da vitória, o Lyon decide se dá um salto gigante em sua história e vai à final da Liga dos Campeões da Europa ou para sua bela campanha nas semifinais. Vitória por 1 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis. Vitória por maior margem classifica o OL. Mas se vencer por um gol de diferença levando gols (2 a 1, 3 a 2, 4 a 3…), ou empatar ou perder, quem vai para Madri no dia 22 será o Bayern de Munique.

A tarefa lionesa é superdifícil, pois vai ter de abandonar a excessiva cautela da partida na Alemanha e partir para o ataque sem permitir, na melhor das hipóteses, que o ótimo ataque adversário balance suas redes. O volante Toulalan não joga, já que foi expulso no duelo da Allianz Arena. O capitão e zagueiro brasileiro Cris se lesionou na partida de ida e ainda é dúvida. Boumsong e Bodmer estão em fase final de recuperação de lesões e ainda não sabem se podem jogar, apesar de terem treinado normalmente. Pelo menos do lado alemão não haverá Ribéry, expulso na semana passada. Mas, se Robben estará lá, então todo cuidado é pouco.

Siga, acompanhe e torça na semifinal da Champions através do Placar iG, a partir das 15h45 desta terça-feira (horário de Brasília), NESTE LINK.

Lyon no Gerland: como sairão de campo nesta terça-feira de noite? (AFP)


FICHA TÉCNICA
LYON-FRA X BAYERN DE MUNIQUE-ALE

Local: Estádio Gerland, em Lyon-FRA
Data: 27 de abril de 2010, terça-feira
Horário: 15h45 horas (Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (SUI)
Assistentes: Matthias Arnet (SUI) e Francesco Buragina (SUI)

LYON: Lloris, Réveillère, Cris, Gonalons e Cissokho; Makoun, Kallstrom, Pjanic, Éderson (Michel Bastos) e Delgado; Lisandro Lopez. Técnico: Claude Puel.

BAYERN DE MUNIQUE: Butt, Lahm, Van Buyten, Demichelis e Badstuber; Van Bommel, Schweinsteiger, Altintop (Klose) e Robben; Müller e Olic. Técnico: Louis van Gaal.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 21 de abril de 2010 Torneios europeus | 18:09

Bayern 1 a 0. O que o Lyon poderia esperar

Compartilhe: Twitter

Ribérra chega pisando duro em Li-Lo, se irrita com a "cena" do argentino e acaba expulso (AP)

Entrando em campo com uma proposta defensiva, o Lyon não pode achar anormal a derrota em Munique. Até pode comemorar o fato de ela não ter sido mais elástica. Mas penso que deveria ter ousado mais, porque um gol fora de casa vale muito na Liga dos Campeões da Europa, e certamente o Bayern não vai ficar plantado na defesa no jogo de volta – tanto nas oitavas quanto nas quartas, contra Fiorentina e Manchester, a equipe de Louis Van Gaal se classificou graças a gols marcados na casa rival. Claude Puel veio com Ederson no lugar de Michel Bastos, tinha Delgado e Pjanic para municiar Lisandro López, mas não foi o que se viu. 

Agora é ter inteligência para buscar o ataque, em casa, sem deixar a defesa exposta, o que não é nada fácil. Sorte lionesa que Ribéry estará ausente – aliás, que semana para o Scarface, envolvido em escândalo de prostituição de menores e expulso nesta tarde por entrada violenta em Lisandro, quando o time “super precisava” dele! Mas o time germânico tem Robben, o único a vencer Lloris na Allianz Arena. Também advertido com cartão vermelho, Toulalan será desfalque no Gerland, assim como Pranjic, do lado oposto, suspenso pelos cartões amarelos. 


FICHA TÉCNICA
BAYERN DE MUNIQUE-ALE 1 x 0 LYON-FRA
 

Local: Allianz Arena, em Munique-ALE
Data: 21 de abril de 2010, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Rosetti (ITA)
Assistentes: Paolo Calcagno (ITA) e Stefano Ayroldi (ITA)
Cartões amarelos: Pranjic (Bayern); Toulalan, Michel Bastos (Lyon)
Cartão vermelho: Ribéry (Bayern); Toulalan (Lyon)

Gol:
Robben, 25 minutos do segundo tempo 

BAYERN DE MUNIQUE: Butt, Lahm, Van Buyten, Demichelis e Contento; Pranjic (Mario Gómez), Schweinsteiger, Thomas Müller, Ribery e Robben (Altintop); Olic (Tymoshchuk).
Técnico: Louis van Gaal 

LYON: Lloris, Réveillère, Cris, Toulalan e Cissokho; Gonalons, Kallstrom, Pjanic (Makoun), Éderson (Michel Bastos) e Delgado (Govou); Lisandro Lopez.
Técnico: Claude Puel

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 20 de abril de 2010 Torneios europeus | 20:04

Bayern Munich x Olympique Lyonnais

Compartilhe: Twitter

A semifinal da Liga dos Campeões da Europa começa para o Lyon nesta terça-feira, às 15h45 de Brasília, na Alemanha. Em sua décima participação no torneio continental, nunca o Olympique Lyonnais chegou tão longe. A empolgação para ir mais longe ainda é grande, mas do outro lado existe um clube tetracampeão europeu, que vem embalado na sua liga nacional (a BUNDesliga) e com jogadores experientes e uma dupla decisiva, chamada de “Robbery” – o holandês Arjen Robben, em fase fenomenal, e o francês (vejam só…) Franck Ribéry, sempre perigoso.

Curiosamente, estarão de lados contrários dois jogadores da seleção francesa cujos nomes foram envolvidos, nos últimos dias, em investigação policial sobre rede de prostituição de menores em Paris. Justamente Ribéry e o meia-atacante Sidney Govou, do OL, alvos dos fotógrafos nos últimos treinos dos rivais desta quarta. 

Entre os lioneses, o maior desfalque é o zagueiro Boumsong, machucado. Mas o que talvez possa pesar contra o time francês em Munique seja o cansaço por causa de uma viagem de cerca de oito horas de ônibus, já que o espaço aéreo europeu ainda sofre restrições em virtude das fumaças daquele vulcão islandês de nome impronunciável. Portanto, empatar ou perder de pouco, marcando gol, são resultados razoáveis e reversíveis na volta, na terça-feira que vem.

Os alvos da imprensa: Govou (o mais fotografado) e Ribéry (o mais preocupado). Quem se dará melhor?

FICHA TÉCNICA – BAYERN DE MUNIQUE-ALE X LYON-FRA

Local: Allianz Arena, em Munique-ALE
Data: 21 de abril de 2010, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Rosetti (ITA)
Assistentes: Paolo Calcagno (ITA) e Stefano Ayroldi (ITA)

BAYERN DE MUNIQUE: Butt, Lahm, Van Buyten, Demichelis e Contento; Pranjic (Tymoshchuk), Schweinsteiger, Thomas Müller, Ribéry e Robben; Olic. Técnico: Louis van Gaal

LYON: Lloris, Réveillère, Cris, Gonalons e Cissokho; Toulalan, Makoun (Kallstrom), Pjanic e Michel Bastos; Govou (Delgado) e Lisandro López (Gomis). Técnico: Claude Puel

Liga dos Campeões da Europa feminina
Como eu já informei por aqui, as mulheres do Lyon também disputam a Liga dos Campeões da Europa. Na partida de ida sobre o sueco Umea, ex-time da cracaça Marta, houve vitória francesa por 3 a 2. O jogo de volta na Suécia já deveria ter ocorrido, mas o “mardito” vulcão blá-blá-blá ainda não possibilitou a realização do confronto, remarcado para o dia 28, quarta-feira da próxima semana. Quem passar, encara o alemão Turbine Postdam na final, marcada muito antecipadamente para o dia 20 de maio, na espanhola Getafe.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 19:47

Lyon perde o que poderia e faz história

Compartilhe: Twitter

Nenhum título foi ganho ainda, mas estes jogadores não serão esquecidos tão cedo em Lyon (Reuters)

Caiu a casa girondina em pleno Chaban-Delmas: Bordeaux 1 x 0 Lyon (gol de Chamakh), com placar agregado de 3 a 2 a favor dos lioneses, classificados para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa! Os visitantes seguraram a pressão dos anfitriões nesta quarta, com Lloris imbatível e um pouco de sorte (o próprio técnico Claude Puel admitiu que o Bordeaux foi melhor e o Lyon avançou graças ao goleiro e à luta dentro de campo), e comemoraram o feito como se fosse título.

Não era para menos, pois é a primeira vez que o Olympique Lyonnais se coloca entre os quatro melhores da Europa em sua história. Agora, terá pela frente o Bayern de Munique, que destronou o Manchester United em plena Inglaterra – duelo difícil, pela fase que vivem Robben (holandês que o Real Madrid burramente dispensou), Ribéry (o inimigo íntimo), Olic e companhia. O outro confronto pela vaga na decisão, na casa madrilenha, envolverá Barcelona e Internazionale.

A ficha técnica do histórico clássico francês:

BORDEAUX 1 x 0 LYON

Local
: Stade Chaban-Delmas, em Bordeaux (França)
Data: 7 de abril de 2010, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (Espanha)
Assistentes: Fermin Martinez Ibañez e Juan Carlos Yuste Jiménez (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Cissokho, Toulalan, Delgado, Kallstrom e Gonalons (Lyon)

Gol: BORDEAUX: Chamakh, aos 45 minutos do primeiro tempo

BORDEAUX: Carrasso; Sané, Planus (Cavenaghi), Ciani e Tremoulinas; Plasil, Diarra (Chalmé), Jussiê (Gouffran), Gourcuff e Wendell; Chamakh
Técnico: Laurent Blanc

LYON: Lloris; Reveillere, Cris, Boumsong (Bodmer) e Cissokho; Toulalan, Kallstrom, César Delgado e Gonalons; Michel Bastos (Ederson) e Gomis (Pjanic)
Técnico: Claude Puel


*Novo líder no Francês*

É bom que o Bordeaux se recupere logo do baque se quiser salvar o último título disponível na temporada, o bicampeonato francês. Principalmente depois de hoje, pois o Olympique de Marselha disputou um dos dois jogos atrasados a que tinha direito e venceu o Sochaux em casa, por 3 a 0 (Heinze, Ben Arfa e Koné – leia mais a respeito CLICANDO AQUI).

Assim, o OM sobe momentaneamente para a liderança isolada da Ligue 1, dois pontos acima de Lyon, Montpellier e Auxerre e três acima do Bordeaux. Curiosamente, o outro jogo atrasado do Olympique é também contra o Sochaux, agora fora de casa, na quarta-feira que vem. É bom que os girondinos vençam suas duas partidas atrasadas, senão a chance de acabar uma temporada muito promissora chupando o dedão será grande.

Melhor salário da Ligue 1, argentino Heinze teve o que comemorar hoje (Reuters)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,