Publicidade

Posts com a Tag PSV

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 Torneios europeus | 21:09

PSG e Lille passam na Liga Europa? Se ao menos priorizassem…

Compartilhe: Twitter

A situação dos franceses para as decisões dos mata-matas da fase 1/16 de finais é diferente, embora ambos tenham empatado por 2 a 2 seus jogos de ida, por causa do peso maior que se dá aos gols marcados fora de casa em caso de empate no saldo de gols de cada confronto.

Acontece que o Paris empatou fora, e em condições bem adversas no gelo ucraniano contra o BATE Borisov. Nesta quinta, às 17h05 pelo horário de Brasília, decide a parada no Parc des Princes com as vantagens de uma vitória por qualquer margem e os empates em 0 a 0 ou 1 a 1 para avançar.

Privilegiando a disputa do Campeonato Francês, no qual é quinto colocado a quatro pontos do líder Lille, Antoine Kombouaré não relacionou Nenê, Giuly e Makhelele para o duelo, dando descanso para o trio. É, parece que Liga Europa não é prioridade pros franceses mesmo…

o LOSC se viu em maus lençóis depois que deixou o PSV igualar o marcador na França, na semana passada, quando vencia por confortáveis 2 a 0. Por isso, já começa a partida de volta, às 15h de amanhã, em desvantagem, pois o zero a zero classifica o time holandês. Ou seja, precisa do gol. E só serve um empate se for 3 a 3 ou mais…

Vítima de entorse no tornozelo esquerdo, o defensor Mathieu Debuchy é o único desfalque de Rudi Garcia, que também curte não usar a força máxima, em Eindhoven. Até que ponto a galera vai se doar em campo, sabendo que no domingo tem nada mais nada menos que o Lyon pela frente na Ligue 1?

Eu aposto que o Paris Saint-Germain avança e o Lille não. E você?

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 Brasileiros contra a França, Brasileiros na França, Torneios europeus | 21:10

PSG sobrevive e Lille "se dificulta" na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Resultados distintos para os franceses nos jogos de ida da fase 1/16 avos, disputada em mata mata.

Sob um frio absurdo de 15 graus negativos em Minsk, capital da Bielorrússia, o Paris Saint-Germain encarou o BATE Borisov. Só de conseguir jogar o tempo inteiro nessa temperatura, qualquer jogador já está de parabéns. Os torcedores também (havia cerca de 4 mil no estádio), porque não podem sair correndo pelas arquibancadas*. Se bem que os europeus estão bem mais acostumados que os brasileiros nesse aspecto…

Com minhocão nas pernas, cacharrel no pescoço, luvas e algumas faixas na testa, o PSG foi escalado por Antoine Kombouaré com Edel; Jallet, Sakho, Camara e Ceará; Chantôme, Clément, Luiyndula e Nenê; Giuly e Erding. O primeiro gol foi dos donos da casa, e brasileiro: do meia Renan Bressan (ex-Atlético de Tubarão-SC e Gomel, da Bielorrússia), aos 15 minutos iniciais.

O empate gaulês viria aos 30, com o turco Mevlut Erding. No segundo tempo, mesmo indo bem, Nenê foi substituído por Maurice, assim como Giuly, que cedeu espaço a Bodmer. Os anfitriões voltaram a crescer no jogo e voltariam a comandar o placar aos 36 minutos, com Gordeychuk, que havia entrado justamente no lugar de Bressan e deu sorte de receber no seu pé o rebote da trave, depois do chute de Volodko, sem goleiro, sem nada na frente.

A última troca no PSG foi Makonda no lugar de Mevlut. Quando nem eu acreditava mas no empate, grata surpresa: aos 43, Makonda fez bela jogada pela esquerda, no limite da grande área, girou e achou espaço para cruzar mesmo com marcação dupla. A bola veio ao encontro da cabeça de Luyindula, livre na frente do goleiro: 2 a 2 e belo resultado pro Parri.

bate_psg_ceara_renan_ap

Enfaixado Nenê observa disputa entre Ceará e Renan (AP)

Em casa, o Lille iniciou o confronto contra o PSV, primeiro time holandês com o qual se deparou na história do torneio. Rudy Garcia escalou Landreau; Emerson, Vandam, Rozehnal e Chedjou; Dumont, Debuchy, Gueye e Obraniak; Frau e Túlio de Melo. Desde os primeiros minutos o LOSC se impôs, dando indício de vitória tranquila em Villeneuve D’Ascq.

Logo aos 5 minutos, em escanteio cobrado, a defesa visitante rebateu para o meio e o senegalês Gueye bateu com felicidade, rasteiro, de peito de pé. Como o goleiro estava com a visão encoberta, ninguém impediu o curso da bola rumo à rede: 1 a 0.

O segundo viria ainda no primeiro tempo. Aos 30 minutos, cruzamento na medida do capitão Debuchy, pela direita, encontrou a testada com a marca do centroavante de Tulio de Melo, corroborando a ótima fase do brasileiro. A etapa final começou com poucas chances agudas e cantoria da torcida do líder do Campeonato Francês, sorrindo à toa com seu Lille Olympique Sporting Club.

Maas… nos minutos finais, veio o castigo do PSV. Bouma e Toivonen, em jogadas aparentemente fortuitas, decretaram a igualdade no marcador com gols aos 38 e 39 minutos do segundo tempo. Agora, o Lille vai ter que buscar a vitória em Eindhoven, em interessante teste para o atual melhor time da França em âmbito doméstico.

lille_psv_tulio_ap

Túlio em um dos seus pontos fortes: o cabeceio (AP)

A nota triste do dia em Lille foi o vandalismo de torcedores do PSV, reprimido por policiais, que entraram em confronto com os baderneiros e prenderam 30 deles. Lamentável o que fazem com o nosso futebol!

*Sim, havia malucos sem camisa na torcida. O que eles teriam bebido?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010 Torneios europeus | 11:11

Lyon x Real de novo. Marselha pega Manchester United

Compartilhe: Twitter

Oitavas de finais da Liga dos Campeões e 1/16-avos da Liga Europa sorteadas nesta sexta-feira, com confrontos a partir de fevereiro de 2011. Aos franceses, ficou decidido:

Champions League

LYON
x REAL MADRID (Espanha)
Quarto duelo franco-espanhol em oitavas-de-finais da competição, com histórico totalmente favorável ao OL: passou pelos merengues em 2006, 2007 e 2010, na última edição da Liga, quando foi até as semifinais – aliás, há seis temporadas que o Madrid encalha nas oitavas do torneio… Nos seis jogos do confronto direto, o Lyonnais venceu três, empatou os outros três e jamais perdeu. Mas não convém se apoiar na freguesia e se esquecer de que o Real tem hoje um dos melhores times da Europa, um artilheiro em ótima fase, como o português Cristiano Ronaldo, e um treinador que sabe ganhar a Champions, o também lusitano José Mourinho, bicampeão com Porto (2003/2004) e Inter de Milão (2009/2010) – além da provável volta de Kaká em janeiro. Pelo que os madridistas vêm apresentando nesta temporada, a missão lionesa parece mais difícil que a marselhesa.

OLYMPIQUE DE MARSELHA
x MANCHESTER UNITED (Inglaterra)
Parada dura também para o OM, pois se o time inglês, se não é mais o avassalador de outrora, vem se mostrando consistente na temporada, a ponto de só ter perdido um jogo até aqui, quando atuou com os reservas na Copa da Liga Inglesa. Acabou de alcançar a liderança do Campeonato Inglês e se classificou na liderança do grupo C depois de quatro vitórias e dois empates na chave que continha Valencia (Espanha), Rangers (Escócia) e Bursaspor (Turquia). Penso que as chances do Olympique diante do tricampeão europeu passam essencialmente por uma vitória no jogo que abre a série, no Vélodrome. 

Demais confrontos das oitavas:

Bayern de Munique x Internazionale – reedição da última final
Barcelona x Arsenal – reedição da final de 2006
Chelsea x Copenhague
Tottenham x Milan
Shakhtar Donetsk x Roma
Schalke x Valencia

As partidas de ida das oitavas acontecem nos dias 15, 16, 22 e 23 de fevereiro. As de volta, em 8, 9, 15 e 16 de março. Em 18 de março acontece o sorteio das quartas de finais, encaminhando para as derradeiras fases.

Europa League
PARIS SAINT-GERMAIN x BATE BORISOV (Bielorrússia)
Bom para o vice-líder do Campeonato Francês, que comandou um difícil grupo J, deixando Sevilla e Borussia Dortmund para trás. Apesar do Bate ter feito campanha parelha ao primeiro colocado da chave E, ficando um ponto atrás do Dínamo de Kiev, o PSG tem tudo para se classificar, principalmente caso se adapte bem à baixa temperatura que encontrar na antiga república soviética, quando for jogar em Minsk, na ida. Confirmando o favoritismo, o Paris enfrentará o vencedor de Benfica (Portugal) x Stuttgart (Alemanha) nas oitavas, provavelmente numa disputa bem mais árdua.

LILLE x PSV EINDHOVEN (Holanda)
Complicado para o atual líder da Ligue 1, mas não impossível caso a lição de casa seja feita, creio eu, no jogo de ida. Se o time holandês impõe respeito pela campanha invicta no grupo I (4 vitórias e 2 empates), à frente de Metalist (Ucrânia), Sampdoria (Itália) e Debrecen (Hungria), a fase do LOSC também é positiva, principalmente pelas boas opções ofensivas, com jogadores de muita movimentação que podem fazer a diferença tanto no time titular quanto vindos do banco. O vencedor deste páreo encarará Sporting (Portugal) ou Rangers (Escócia) nas oitavas de finais, lembrando que o time de Lisboa liderou justamente a chave lilleana na competição.

Os jogos de ida dos 1/16-avos ocorrerão no dia 17 de fevereiro e os de volta, uma semana depois, dia 24. As partidas das oitavas serão dias 10 e 17 de março, com o sorteio das etapas finais no mesmo dia do da Champions, 18/03.

O que achou dos sorteios?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,