Publicidade

Posts com a Tag premiação

terça-feira, 19 de maio de 2015 Brasileiros na França, Extracampo, Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 14:58

Lembrados e esquecidos entre os melhores da temporada

Compartilhe: Twitter
Fabinho, um dos melhores brasileiros em ação na França ultimamente

Fabinho, um dos melhores brasileiros em ação na França ultimamente

Mais um ciclo de futebol francês se findando, o 2014/15, e saem as eleições dos destaques da temporada.

Uma das principais é a da UNFP (Union Nationale des Footballeurs Professionnels), o maior sindicato dos futebolistas do país, que premiou, entre os participantes da Ligue 1 e da Ligue 2, os seguintes nomes:

– Melhor Jogador da Ligue 1: Alexandre Lacazette (Lyon);
– Jogador Revelação da L1: Nabil Fekir (Lyon);
– Melhor Goleiro da L1: Steve Mandanda (Marseille);
– Melhor Treinador da L1: Laurent Blanc (PSG);

Seleção do torneio
G: Steve Mandanda (Marseille)
LD: Christophe Jallet (Lyon)
Z: Thiago Silva (PSG)
Z: David Luiz (PSG)
LE: Maxwell (PSG)
V: Marco Verratti (PSG)
M: Javier Pastore (PSG)
M: Dimitri Payet (Marseille)
A: Nabil Fekir (Lyon)
A: Zlatan Ibrahimovic (PSG)
A: Alexandre Lacazette (Lyon)

– Melhor Atacante da Ligue 2: Jonathan Kodjia (Angers);
– Melhor Goleiro da L2: Denis Petric (Troyes);
– Melhor Treinador da L2: Jean-Marc Furlan (Troyes);

Seleção
G: Denis Petric (Troyes)
LD: Jonathan Martins Pereira (Troyes)
Z: Rincon (Troyes)
Z: Ismael Traoré (Brest)
LE: Lionel Carole (Troyes)
V: Cheikh N’Doye (Créteil)
V: Mouhamadou Diaw (Niort)
M: Benjamin Nivet (Troyes)
A: Karl Toko Ekambi (Sochaux)
A: Jonathan Kodjia (Angers)
A: Mickael Le Bihan (Le Havre)

-> Gol Mais Bonito da Ligue1: Julian Palmieri (Bastia) – assista no YouTube;
– Melhor Jogadora do Futebol Feminino: Eugénie Le Sommer (Lyon);
– Melhor árbitro da Ligue1: Ruddy Buquet;
– Troféu de Honra: Eric Abidal;
– Troféu Philippe Seguin da Fundação de Futebol: Karim Benzema (Real Madrid), pelo projeto social Partage 9.

E os alternativos?
A partir dos selecionados das “categorias básicas” (que podem ser questionáveis, como a escolha de Blanc como melhor técnico…), o site do jornal francês L’Equipe publicou seus eleitos em quesitos alternativos, como o mais subestimado (o brasileiro Fabinho, do Monaco), o mais instável (Sagnol, técnico do Bordeaux), o mais bem preparado fisicamente (N’Jie, do Lyon), entre outros. Leia a curiosa matéria neste link 😉

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 14 de julho de 2014 Copa do Mundo | 14:56

Pogba leva o prêmio de revelação da Copa 2014

Compartilhe: Twitter
Em 5 partidas no Brasil, o hirsuto camisa 19 fez 1 gol, deu 1 assistência e cometeu 6 faltas apenas

Em 5 partidas no Brasil, o hirsuto camisa 19 fez 1 gol, deu 1 assistência e cometeu 6 faltas apenas

O meio-campista Paul Pogba foi o representante da França entre os premiados individualmente pela Fifa ontem, no encerramento da Copa do Mundo.

Faturou o Prêmio de Jogador Jovem, patrocinado pela Hyundai e concedido ao melhor debutante do Mundial nascido após 31/12/1992 (que tenha 21 anos ou menos). Lembrando, novamente, que ele foi eleito o craque do Mundial sub 20 em 2013, vencido por Les Espoirs!

Não foi das piores decisões da Fifa ontem (como ter dado o de melhor do torneio para Messi…), mas também não foi unânime, pois creio que entre as três primeiras seleções da competição houve nomes que o merecessem também. De qualquer forma, a revelação francesa da Juventus, da Itália, está de parabéns!

Aliás, pra quem quiser acompanhar o que rola no futebol alemão, atualmente o melhor do mundo, recomendo o site Alemanha FC, do parça Mario “Alemão” Monteiro.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 23 de março de 2012 Extracampo, Futebol feminino, Torneios europeus | 22:58

Lionesa premiada na cidade e a luta pelo bi da Women's Champions League

Compartilhe: Twitter

Semanas atrás, a habilidosa meia Camille Abily, do Lyon e da seleção francesa, foi premiada pela revista Lyon Citoyen, da Prefeitura da cidade francesa, como destaque do ano que se passou (leia a edição da capa abaixo aqui)

A capa de fevereiro da revista municipal

Se os homens voltaram a decepcionar na UCL nesta temporada, Abily e colegas correm atrás do bicampeonato consecutivo. Dias atrás, confirmaram a classificação para as semifinais, derrotando o dinamarquês Brøndby por 8 a 0 no placar agregado!

Nas semifinais, marcadas para 14 e 15 (pernas da ida) e 21 e 22 de abril (volta), enfrentarão nada menos que o forte Turbine Potsdam, bicampeão europeu (2004/5 e 2009/10, quando bateu justamente o Lyon). Curiosamente, é mais um time alemão no caminho de um francês na Liga dos Campeões, como será o Bayern de Munique contra o Olympique de Marselha no torneio masculino.

A outra semifinal também reúne clubes de ponta, como o tricampeão Frankfurt e o Arsenal, já vencedor em uma ocasião. Embora todos sejam candidatos ao título, sem dúvida alguma é mais fácil o Lyon feminino conquistar o bi continental do que o Marselha masculino…

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 24 de maio de 2011 Extracampo | 21:35

Campeão Lille dá as cartas entre os melhores da temporada

Compartilhe: Twitter

Tava na cara, tanto que acertei o melhor jogador e o melhor treinador da temporada na França, na 20ª edição da premiação da UNFP (União Nacional dos Futebolistas Profissionais, o sindicato da classe boleira): Eden Hazard e Rudi Garcia, claro, representando o mais eficiente clube da Ligue 1 2010/2011. O meia belga do Lille, eleito a maior revelação de 2009 e 2010 (Dúvida: no segundo ano o cara ainda pode ser considerado revelação?), faz história por ter sido o jogador mais jovem a ganhar o principal prêmio da organização. 

Desta vez, o troféu revelação ficou para o selecionável zagueiro Mamadou Sakho, do Paris Saint-Germain, e o de goleiro foi para Steve Mandanda, do vice-campeão Olympique de Marselha. A ofensivíssima seleção da Ligue 1, com quatro jogadores do LOSC Métropole, foi composta por:

garcia-et-hazard_ff

Eden e Rudi, pequenos apenas nos nomes, com seus troféus (France Football)

Steve Mandanda (O. Marseille); Anthony Reveillère (Lyon), Adil Rami (Lille), Mamadou Sakho (PSG) e Taye Taiwo (NIG – Marseille); Yann M’Vila (Rennes), Eden Hazard (Lille) e Nenê (PSG); Gervinho (CMA – Lille), Kévin Gameiro (Lorient) e Moussa Sow (SEN – Lille).

Não empolga a nenhum de nós, mas como melhores árbitros foram escolhidos Anthony Gautier, Clément Turpin (destaque do ano de 2010 segundo a France Football) e Nicolas Pottier.

Ligue 2
Acertei de novo: melhor jogador para Sebastian Ribas (Dijon) e melhor técnico para Bernard Casoni, do Evian. O time-base da segunda divisão reúne:

Benoît Costil (Sedan); Sébastien Corchia (Le Mans), Grégory Cerdan (Le Mans), Benjamin Genton (Le Havre) e Cédric Fabien (Boulogne-sur-Mer); Romain Alessandrini (Clermont Foot), Olivier Sorlin (Evian Thonon-Gaillard), Rudy Haddad (Châteauroux) e Benjamin Corgnet (Dijon); Sebastian Ribas (Dijon) e Sloan Privat (Clermont Foot). Boas opções para os times da elite, heim…

Mulheres e homenagens
Entre les femmes, errei: deu Elise Bussaglia, do Paris Saint-Germain. Houve troféus de honra em homenagem a Just Fontaine (maior artilheiro de uma única edição de Copa, com 13 gols em 1958), Michel Hidalgo (técnico da França campeã europeia em 1984), Philippe Piat (sem distinções como ex-jogador, mais é presidente da UNFP desde 1969!) e Sylvain Kastendeuch (um ex-atleta um pouco melhor, jogou no Metz e defendeu os Bleus no fim dos anos 80. Mas é co-presidente do sindicato da categoria, entendeu?).

O público ainda votou e elegeu a equipe símbolo dos (últimos) 20 anos da UNFP, com nomes marcantes, como os vários campeões mundiais em 1998: Fabien Barthez; Christian Karembeu, Lilian Thuram, Laurent Blanc e Bixente Lizarazu; Patrick Vieira (ainda joga), Robert Pirès (a.j.), Franck Ribéry (a.j.) e Zinédine Zidane (ainda brinca e detona); Jean-Pierre Papin e Pedro Miguel Pauleta. Técnico: Didier Deschamps. Timaço, né não?

Você também pode se interessar por:

> Nasri e Nenê são reconhecidos entre os melhores de 2010

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de maio de 2011 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 23:32

Nenê, Hazard, Gameiro ou Sow?

Compartilhe: Twitter

Temporada acabando e as tradicionais premiações apontam os nomes que se destacaram e concorrem às honrarias. A UNFP (União Nacional dos Futebolistas Profissionais), que chega à 20ª edição dos seus prêmios, revelou os indicados em suas sete categorias. As distinções serão entregues no dia 22, domingo, por volta das 16h de Brasília, à Paris, como dizem os franceses.

Para suceder Lisandro López no rol de ganhadores do prêmio principal, de melhor jogador do ano, concorrem o brasileiro Nenê, o belga Hazard, o senegalês Sow e o francês Hazard. Abaixo coloco alguns números para a gente poder opinar sobre quem leva a melhor, além dos meus pitacos.

Entre os melhores goleiros, concorrem Landreau, Lloris, Mandanda e Ruffier. Quanto aos técnicos, o nome que sucederá Jean Fernandez (Auxerre) será ou Deschamps, ou Garcia, ou Gillot ou Gourcuff pai. As mesmas categorias se repetem na segunda divisão, a Ligue 2. E o futebol feminino também é comtemplado, com apenas jogadoras de Lyon e PSG participando. Não, Shirley Cruz não é brasileira, mas costarriquenha.

Hazard à frente de Sow em treino do LOSC. Quem se dará melhor no troféu da UNFP? (Losc.fr)

E os nominados são:

>> Meilleur joueur de Ligue 1 : Kévin Gameiro (Lorient), Eden Hazard (Lille), Nenê (Paris-SG) e Moussa Sow (Lille). Acho que dá Hazard, a maior revelação e o mais habilidoso do provável campeão

– Nenê: 33 jogos, 14 gols (26% do PSG – 6º artilheiro-geral), 6 assistências (12º no geral), 3 cartões amarelos, 0 vermelho
Hazard: 35 jogos, 7 gols (11% do Lille), 9 assistências (6º no geral), 2 cartões amarelos, 0 vermelho
– Gameiro: 33 jogos, 14 gols (46% do Lorient – 2º artilheiro-geral), 3 assistências, 0 cartão amarelo, 0 vermelho
Sow: 33 jogos, 21 gols (34% do Lille – 1º artilheiro-geral), 2 assistências, 0 cartão amarelo, 0 vermelho

> Meilleur gardien de Ligue 1 : Mickaël Landreau (Lille), Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Marseille), Stéphane Ruffier (Monaco). Fico com Landreau, para homenagear o veterano

Meilleur entraîneur de Ligue 1 : Didier Deschamps (Marseille), Rudi Garcia (Lille), Francis Gillot (Sochaux) e Christian Gourcuff (Lorient). Escolho Garcia, porque com um elenco mais fraco do que o de Deschamps ficou quase sempre na frente na tabela

> Meilleur joueur de Ligue 2 : Benjamin Corgnet (Dijon), Rudy Haddad (Châteauroux), Sloan Privat (Clermont-Ferrand) e Sébastian Ribas (Dijon). Ribas lidera a artilharia do torneio, dois gols à frente de Privat (19 a 17). Fico com o “primo” do Diego ex-meia do Santos então…

> Meilleur gardien de Ligue 2 : Benoît Costil (Sedan), Bertrand Laquait (Evian-Thonon), Grégory Malicki (Angers) e Johny Placide (Le Havre). O líder Evian foi um dos que menos perdeu. Então vou de Laquait

Meilleur entraîneur de Ligue 2 : Patrice Carteron (Dijon), Bernard Casoni (Evian), Landry Chauvin (Sedan) e Olivier Pantaloni (AC Ajaccio). Casoni, porque está fazendo história no time criado em 2007

> Meilleure joueuse: Camille Abily (Lyon), Elise Bussaglia (Paris-SG), Shirley Cruz (Lyon) e Lara Dickelmann (Lyon). Abily tem jeitão de “Zinedina”, portanto…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de dezembro de 2010 Extracampo, Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores, Franceses no mundo, Torneios europeus | 09:38

Nasri e Nenê são reconhecidos entre os melhores de 2010

Compartilhe: Twitter

A France Football divulgou sua extensa lista de destaques do ano no futebol francês, nas primeira e segunda divisões, confirmando algumas “barbadas”.

Samir Nasri foi eleito o jogador francês de 2010 pela revista bi-hebdomadária (que tem duas edições por semana), um justo reconhecimento à temporada que o jovem meia (23 anos), formado no Olympique de Marselha, vem fazendo pelo Arsenal e nas aparições pela seleção francesa pós Copa do Mundo. Ele superou Florent Malouda (meia do Chelsea) e Hugo Lloris (goleiro do Lyon).

Nenê, maior nome do PSG nas atuais Ligue 1 e Liga Europa, ficou com o título de jogador estrangeiro do ano. O título nacional conquistado em maio, somado à taça da Copa da Liga Francesa em março, ratificaram Olympique de Marselha e Didier Deschamps como clube e treinador de 2010, respectivamente.

nasri_arsenal_ap

Samir não conseguiu ajudar o Arsenal a evitar a derrota para o Manchester United, na segunda-feira, pelo Inglês. Mas tem mais a comemorar do que a lamentar neste ano (AP)

 

Veja os demais premiados pela FF:

> Revelação do ano: Yann M’Vila, volante do Rennes (pré-selecionado para a Copa 2010 e presente nas últimas convocações) 
> Revelador do ano (quem melhor revela jovens jogadores): Sochaux
> Recrutador do ano (quem melhor contrata): Lorient
> Dirigente do ano: Robin Leproux, presidente do Paris Saint-Germain
> Árbitro do ano: Clément Turpin
> Façanha do ano: Auxerre na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa
> Jogo do ano: Real Madrid 1 x 1 Lyon, 10/03 (volta das oitavas de finais da Champions League 2009/2010, no Santiago Bernabeu)

Ligue 2
Clube do ano: Sedan
Clube promovido do ano: Quevilly (semifinalista da Copa da França 2009/2010)
Treinador do ano: Daniel Sanchez, do Tours
Jogador do ano: Sébastien Ribas, meia uruguaio do Dijon

Você também pode se interessar por:

> Campeão Lille dá as cartas entre os melhores da temporada (atualização de 24/05/2011)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 16 de novembro de 2010 Franceses no mundo | 18:35

Nasri na disputa pelo gol do ano

Compartilhe: Twitter

Nove jogadores disputam a honraria de ter o gol mais bonito do ano segundo a Fifa. E há um francês (ah, oui!) entre eles: Samir Nasri, meia do Arsenal.

Ele e os outros oito concorrentes (sete homens e uma mulher, vejam só!) disputam o Prêmio Puskas, criado pela Fifa e entregue na cerimônia da escolha do Jogador do Ano, agora nomeado Bola de Ouro (prêmio unificado com o da revista “France Football”), que acontecerá no dia 10 de janeiro de 2011, em Zurique. Embora não haja franceses na luta pelo prêmio de melhor do mundo no futebol masculino, eles existem em outras categorias.

O golaço de Nasri em questão saiu na goleada do time inglês sobre o Porto, de Portugal, por 5 a 0. Foi no Emirates Stadium, em Londres, pelas quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa, no dia 9 de março último. Ele pode ser apreciado no vídeo abaixo e no site da Fifa, junto com os gols dos demais concorrentes: craques da estirpe de Neymar (alguém conhece?), Messi (ouviu falar?), Robben (só sei do Robin do Batman!) e por aí vai…

Será que le petit Samir tem alguma chance nessa briga? Torcerei mas acho difícil, diante de outros gols bem mais difíceis de executar que também constam na parada.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 28 de outubro de 2010 Franceses no mundo, Seleção francesa | 19:33

Franceses no páreo pela Bola de Ouro

Compartilhe: Twitter

Sim, percebi que não há jogadores da França entre os 23 indicados para o prêmio de melhor do mundo de 2010 segundo Fifa arsene_wenger/ France Football. Nem deveria haver, né? Mas o dia 10 de janeiro de 2011 pode sim premiar um atleta ou técnico francês. Me refiro às outras categorias do prêmio, que não se restringe a jogadores de futebol masculino – porque Le Blog tem visão ampla quando o assunto é futebol! 

*Concorrente ao prêmio de Técnico do Ano na categoria futebol masculino Arsène Wenger
Nome forte, bem cotado. Pródigo em revelar jogadores no Arsenal, com o qual combina até no nome. Escrevi recentemente sobre a trajetória de Wenger neste bológue. camille_abily_frança_fff

*Concorrente ao prêmio da categoria Jogadora do Ano  Camille Abily
Loura e meia-atacante de 25 anos da seleção francesa e do Lyon, para o qual voltou recentemente depois de passagem vitoriosa na liga norte-americana, onde foi campeã nacional no mês passado pelo Gold Pride, cuja artilheira é a “fenômena” Marta. Soma quatro títulos franceses (dois pelo Montpellier e dois pelo Lyon, pelos quais atingiu as semifinais da Liga dos Campeões feminina uma vez por cada). Na França, tem 67 jogos e 16 gols desde 2001. Se não bruno_bini_fffder Marta, quem sabe Abily surpreende e fatura a distinção…

*Concorrente ao prêmio de Técnico do Ano na categoria futebol feminino Bruno Bini
Comandante da seleção de moças da França, atual oitava no ranking da Fifa, desde 2007, depois de dirigir menininhas (sub 16) e meninotas (sub 18). Levou o time principal pela primeira vez à segunda fase de um torneio internacional, na Euro 2009 (morreu nas quartas de finais), e o classificou para a Copa do Mundo 2011 (Alemanha).  Foi meio-campista profissional na década de 1970, mas nada que valha a pena gastar minhas preciosas linhas…

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 26 de junho de 2009 Extracampo, Franceses no mundo, Seleção francesa | 16:19

Boleiros, esforçai-vos!

Compartilhe: Twitter

Chabal, o ídolo francês no rúgbi; mesmo na sombra, uma figura ímpar (AFP)

Tradicionalmente, quem leva o prêmio de esportista favorito dos franceses, realizado pela revista L’Equipe, é um jogador de futebol. Mas este ano a coisa foi diferente, e um estranho no ninho dos boleiros saiu vencedor: o piloto Sebastien Loeb, que conquistou mais votos na sondagem feita entre 1.060 franceses com mais de 15 anos, nos dias 8 e 9 deste mês.

Loeb, pentacampeão mundial de rali e considerado o maior nome deste tipo de corridas, deixa para trás os selecionáveis Thierry Henry, campeão no ano passado, e Franck Ribéry, vice em 2008. Destaques de diferentes modalidades completam a lista dos dez primeiros, disposta abaixo: 

NOME                          MODALIDADE       VOTOS(%)   VARIAÇÃO DE POSIÇÃO (PARA 2008)
1. Sébastien Loeb           (automobilismo)        33,7 %              (+5)
2. Thierry Henry              (futebol)                    31,4 %               (-1)
3. Franck Ribéry              (futebol)                    31,2 %               (-1)
4. Sébastien Chabal         (rúgbi)                      31 %                  (+1)
5. Gaël Monfils                (tênis)                       30,5 %               (+13)
6. Jeannie Longo             (ciclismo)                  26,9 %               (+1)
7. Laure Manaudou         (natação)                   24,8 %                (-4)
8. Tony Parker                (basquete)                 23,5 %               (-4)
9. Olivier de Kersauson   (iatismo)                   22,6 %               (+2)
10. Alain Bernard            (natação)                   22,5 %               (+4)

O site da L’Equipe permite folhear algumas página desta edição da revista, BASTA CLICAR AQUI. Que o futebol não tem lá na França a supremacia que se vê aqui no Brasil, dividindo atenção com outras modaliades, não é novidade. Agora, o fato de haver certo desprestígio dos ídolos dos gramados justamente numa época em que a seleção francesa convive com a desconfiança e não anda convencendo, o que também não é de hoje, não pode ser visto como coincidência. Ou os boleiros fazem por merecer dentro de campo, ou vão continuar caindo na preferência dos admiradores do esporte…

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 27 de maio de 2009 Extracampo, Francês da 1ª divisão | 17:38

Que Kaká fique no Milan!

Compartilhe: Twitter

Não estou louco trocando nomes no título do post, não sou apaixonado pelo Milan nem quero ver o Real Madrid mais fraco (do que já é). Mas o interesse do clube espanhol por Kaká, que poderia ser conveniente ao orçamento da equipe italiana, me preocupa deveras. A explicação está no fato de o rubro-negro de Milão pensar em Gourcuff como substituto para o bom moço brasileiro, afinal o meia do Bordeaux lhe pertence – está nos Girondinos atualmente por empréstimo. Como o clube francês tem a opção de comprá-lo, e todas as razões para isso, uma mini-comitiva milanesa seguirá a Bordeaux para usar de toda a retórica possível no ouvido do jogador.

Le Blog espera que o clube que está muito perto se tornar campeão francês lute com todas as armas possíveis para segurar seu principal jogador, cuja qualidade vai mais além: foi eleito pelos colegas da Ligue 1 como o melhor atleta do torneio (na semana que vem, após o encerramento do Francês, apresento a seleção eleita pelos jogadores, com as devidas concordâncias e discordâncias de minha humilde parte).

Ponha-se no meu lugar, na condição de explorador dos maiores talentos atualmente na França: você acaba de perder o principal brasileiro em atividade no país (Juninho Pernambucano, lenda lionesa) e agora corre o risco de ficar sem o principal craque do nacional. Não é de chorar? Então, que Leonardo, Galliani e quem mais aparecer em nome do Milan, querendo Gourcuff, volte com as mãos abanando para a Itália. Ou nem se deem ao trabalho de viajar, com a garantia da permanência de Kaká.

Não faz meu tipo, mas é o nome da temporada no futebol francês

Autor: Tags: , , , , , , ,