Publicidade

Posts com a Tag Pied

quarta-feira, 23 de abril de 2014 Francês da 1ª divisão | 17:52

4 x 4, 2 x 6, 5 x 1: Que rodada essa 34ª do Francês!

Compartilhe: Twitter
Bautheac e Pied lamentam chance desperdiçada do Nice contra o Monaco (europafootball.wordpress.com)

Bautheac e Pied lamentam chance desperdiçada do Nice contra o Monaco (europafootball.wordpress.com)

Novamente o Monaco conseguiu adiar a festa antecipada do PSG pelo título nacional. O vice-líder fez o placar mínimo contra o Nice, gol do atacante búlgaro Berbatov. Aliás, a grande queda de rendimento da Tia Nice, da última temporada pra cá, foi oportunamente abordada no blog amigo Futebol Europeu Online.

PSG e Lyon só jogaram três dias depois, por conta da final da Copa da Liga Francesa, no sábado. O primeiro bateu o Evian pela contagem mínima também, gol de Matuidi com assistência de Lucas, e ficou a uma vitória de assegurar o bicampeonato (é algo grande, mas de tão previsto já perdeu a graça…). Toulouse versus Lyon não produziu gols, lamentavelmente.

Em confronto de clubes que podem alcançar ligas europeias na próxima temporada, nada de gols e melhor pro Lille, que segue terceiro colocado. O Olympique de Marseille perdeu chance de se aproximar do Lyon, quinto colocado, posição que hoje conduziria o ocupante para a Liga Europa, junto com o quarto, por conta do triunfo do PSG na CdL.

E como o quarto Saint-Etienne também não venceu (empate zerado com o Rennes no abre da rodada, sexta), outro ponto positivo para o Lille.

Placares inusitados
A rodada 34 da Ligue 1 chamou a atenção por alguns placares pouco comuns: Lorient 4 x 4 Montpellier, Valenciennes 2 x 6 Nantes e Bordeaux 5 x 1 Guingamp.

O empate de 8 gols teve 5 deles nos últimos 15 minutos da partida! O camaronês Aboubakar, para o Lorient, e Cabella, para o MHSC, foram os artilheiros com dois gols cada. Aliás, Vincent Aboubakar subiu para a vice-artilharia geral da liga, ultrapassando Cavani. Tem 16 gols, sendo o primeiro dos normais atrás de Ibrahimovic, com 25 (e sem jogar ultimamente).

O togolês Gakpé comandou o rol de goleadores do Nantes pra cima do VAFC, que segue na zona de rebaixamento. Curioso que o argelino Medjani, do Valenciennes, marcou um gol a favor e um contra… Aliás, o clima no clube anda pesado, com torcedores indo protestar diante dos jogadores, como aconteceu com Bahebeck, que bateu boca com alguns deles.

E finalmente, na goleada girondina sobre o En Avant Guingamp, o atacante malinês Cheick TIDIANE Diabaté foi à rede 3 vezes. O meia brasileiro Jussiê também fez o seu.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 29 de agosto de 2011 Francês da 1ª divisão | 14:07

Tudo embolado no topo da Ligue 1

Compartilhe: Twitter
alain-traore-laurent-fournier-auxerre-afp

E o burquinense Alain Traoré, aqui cumprimentado pelo técnico do Auxerre, Laurent Fournier, é o goleador-mor com 5 gols em 4 rodadas! (AFP)

Com o líder Montpellier tropeçando pela primeira vez, e times de boas campanhas vencendo, temos agora os nove primeiros colocados separados por apenas dois pontos no Campeonato Francês.

Contra o Lyon, caiu a casa mesmo do MHSC, novo time do zagueiro brasileiro Vitorino Hilton. No primeiro gol dos Gones, uma bela assistência de Michel Bastos para Pjanic. Aos 36 do 2º, Belhanda perdeu a cabeça, chutou o bósnio sem bola e foi expulso. E o OL matou a parada com classe, c0m Bastos, Pjanic e Pied em toques rápidos. Bedimo descontaria nos acréscimos, com um tirambaço que pegou na trave antes de entrar, mas foi pouco. O único porém lionês é ter Lisandro López saindo com uma grave lesão no tornozelo esquerdo, que o deixará ao menos um mês fora de combate – perderá a primeira rodada da Liga dos Campeões da Europa (13-14/9) e provavelmente a segunda (27-28/9).

Os resultados do fim de semana da L1:

Lyon 2 x 1 Montpellier (Pjanic e Pied; Bedimo)
Toulouse 1 x 3 Paris-SG (Capoue; Gameiro, Erding e Menez) – Mais de 31 mil pessoas viram a virada parisiense, obtida aos 44 do 2º, no Municipal
Sochaux 2 x 1 Saint-Etienne (Boudebouz 2, sendo 1 de pênalti; Aubameyang) – O beque brasuca Paulão-ASSE foi expulso 
Rennes 3 x 2 Caen (Boukari, Kembo e Mangane; Hertaux e Bulot)
Lille 3 x 2 O. Marseille (Sow 2 e Chedjou; Valbuena 2)
Evian TG 0 x 1 Dijon (Jovial)
Lorient 2 x 1 Nancy (M’vuemba e Monnet-Paquet; Bakar)
Nice 0 x 0 Brest
Valenciennes 1 x 2 Bordeaux (Dossevi; Abdou Traoré e Modeste) – O VAFC apresentou o zagueiro brasileiro Gil, ex-Cruzeiro
Auxerre 4 x 1 Ajaccio (Chafni, Alain Traoré 2 e Le Tallec; Ilan) – Sim, é aquele Ilan do Atlético-PR, São Paulo e Saint-Etienne!

> Balanço da 4eme journée na France Football: http://www.francefootball.fr/ligue-1/#!/news/2011/08/29/102934_paris-accelere-un-grand-show-a-lille.html

>> Classificação após 4 rodadas (faltam 34): Montpellier lidera com 9 pontos, seguido por Lyon, com 8, e PSG, Toulouse, Rennes, Sochaux e Lille, Saint-Etienne e Lorient com 7. Acesse a tabela completa*

*Link válido até o final do primeiro jogo da rodada subsequente

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 16 de março de 2011 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:41

Real elimina Lyon e despacha a catiça

Compartilhe: Twitter

Depois de seis anos caindo nas oitavas de finais da Liga dos Campeões, mesmo com times capazes de ir bem além, o Real Madrid superou o carma para cima do Lyon, seu algoz no ano passado e que nunca havia vencido, em sete jogos. Marcelo matou a pau, Benzema voltou a ser implacável contra seu ex-clube e agora temos de torcer para Karim e os demais franceses fora da França na sequência da Champions. Michel Bastos e Ederson, se tivessem inteiros, poderiam ajudar. Mas como o “se” não entra em campo, segue a vida…

benzema_lloris_reu

Francês que brilha, francês que se lamenta e só resta ao país torcer pelos jogadores (Reuters)

Le match
O Real começou com tudo, mantendo a bola sempre no campo de ataque e fazendo Lloris trabalhar repetidamente. Aos 8, Pepe obstruiu Gourcuff em contra-ataque lionês, levando o amarelo. Passei a esperar que o jogo francês se concentrasse por cima do muitas vezes violento zagueiro português –  que por sinal fez o favor de acertar uma joelhada na cara de Lisandro López sem a arbitragem perceber…

Com o tempo, o Lyon foi atacando mais. Boa jogada aos 21, com Cissokho acionando Delgado, que chutou colocado e Casillas mandou para escanteio. Aos 26, Cristiano Ronaldo fez bela jogada, finalizou forte e Lloris espalmou com estilo, por cima do gol. Três minutos depois, Ricardo Carvalho deu carrinho feio em Delgado, por trás, e foi acertadamente advertido com amarelo pelo juiz esloveno (?). A zaga merengue já estava pendurada…

Cris estava bem perto de Benzema, tendo feito um eficiente desarme dentro da área aos 31 minutos. Mas cinco minutos depois, o brasileiro do Real fez a diferença: Marcelo tabelou com Cristiano Ronaldo, passou por Cris, deixou Lovren no chão e finalizou até que no meio do gol, mas Lloris, caído, só conseguiu espalmar para dentro: 1 a 0. Desse jeito, um gol do OL levava a disputa para os pênaltis.

Aos 40, Marcelo cruzou bem, Benzema emendou alta e Lloris fez linda e difícil defesa. Logo depois o 9 francês meteu para as redes, mas o bandeirinha invalidou corretamente. Ai ai ai… Melhor ir para o intervalo. Na volta dele, Claude Puel tirou Briand, que nada vinha fazendo de útil, e colocou Gomis, autor do gol na ida em Gerland. Gostei da mexida.

Entretanto, o Madrid continuava mais perto do segundo do que o Lyon do primeiro, infelizmente, com Lloris se desdobrando para não ser batido. Porém, aos 21, Reveillère errou passe, Marcelo lançou para o ataque, Lovren não achou a bola, Benzema deixou o mal-posicionado Cris para trás e tocou por baixo de Lloris: 2 a 0, e desta vez Karim comemorou sim, tá certo – seis gols em sete jogos na Liga, pô!

Puel tirou então Gourcuff, uma decepção, apostando no jovem Pied. Quem sabe alguém querendo mostrar serviço sirva mais para o time… A arbitragem poderia ajudar se fosse mais atenta e visse Pepe chutando propositadamente Lisandro em disputa pelo alto. Gomis chutou com perigo aos 25, mostrando que o Lyon ainda não estava morto – um gol poria fogo na partida, certamente.

Só que a defesa lionesa não estava a fim de colaborar e Di María ficou frente a frente com Lloris, esperou o goleiro francês cair (não deveria ter caído tão cedo…) e tocou por cima, sutilmente, para fazer 3 a 0 e enterrar o projeto Champions de Jean-Michel Aulas e subalternos. Pjanic veio pro lugar de Delgado, Lassana Diarra também entrou, mas o OL já estava entregue e o Real fez o tempo passar com eficiência.

Chelsea 0 x 0 Copenhague
Praticamente eliminado antes mesmo do jogo na Inglaterra, o time dinamarquês arrumou uma forma interessante de não passar em branco hoje: jogou de camisa rosa, quase violeta… Até que evitou a derrota em Londres, o que é digno de nota. Mas Florent Malouda e Nicolas Anelka vão às quartas de finais da Liga, como era de se esperar.

Amanhã o PSG decide
Em Portugal foi 2 a 1 para o Benfica, o que obriga o Paris a buscar a vitória em casa, pelas oitavas de finais da Liga Europa, às 14h45. A Rede TV! transmite ao vivo, com o inigualável Sílvio Luiz, que fará jornada dupla (coitado do decano…).

Abidal opera amanhã
A cirurgia foi antecipada em um dia e o lateral francês, que recebeu apoio dos colegas do Barcelona e dos jogadores de Real e Lyon no Santiago Bernabéu, já passou por procedimentos pré-operatórios. Bonne chance à lui!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:43

Benzema materializa a ironia. Anelka impecável

Compartilhe: Twitter

(Abre parêntese: Jogadores franceses calam os detratores e marcam todos os gols do dia na Champions. Fecha parêntese, obrigado)

Por cinco anos e quase 150 jogos, a torcida do Lyon se acostumou a torcer por Karim Benzema e comemorar seus mais de 60 gols. Hoje, em sua casa, provou do amargo gosto de ver o filho de Gerland balançar as redes do lado rival – no caso, o Real Madrid. Triste, mas poderia ter sido pior, caso fosse o gol da primeira vitória madridista sobre o time francês, na ida das oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa. O que não se nega é que foi o quinto do atacante em seis jogos na Champions, nada mal para um reserva…

Outro gaulês a brilhar foi Nicolas Anelka, mais um atacante costumeiramente contestado. O Chelsea foi à Dinamarca e só deu ele no placar. Agora soma sete gols e se iguala a Samuel Eto’o, da Inter de Milão, na artilharia geral do torneio de clubes mais difícil do mundo. Tá bom?

benzema_real_madrid_reuters

Patinou, mas marcou mais um o BenzeBut... (Reuters)

Lyon 1 x 1 Real Madrid
O Lyon começou com Lloris; Réveillère, Lovren, Cris e Cissokho; Toulalan, Kallstrom, Gourcuff, Delgado e Michel Bastos; Gomis. Do lado do Real, Casillas; Sérgio Ramos, Pepe, Ricardo Carvalho e Arbeloa; Xabi Alonso, Khedira, Ozil e Di María; Cristiano Ronaldo e Adebayor, com Kaká, Marcelo e Benzema como opções no banco de reservas. Na tribuna foi visto o francês Zidane ao lado do espanhol Florentino Pérez, presidente do Real e seu chefe.

delgado_ramos_reuters

Sergio Ramos x Cesar Delgado (Reuters)

Os lioneses iniciaram marcando e batendo em Cristiano Ronaldo, mas o primeiro amarelo foi pra Sérgio Ramos, por uma pegada dura em Delgado. Aos poucos, o time da casa se mostrou mais perigoso, atingindo a área merengue bem mais do que o contrário. Michel Bastos foi bastante acionado, Delgado mostrou eficiência e Gomis perdeu ótima chance na conclusão de um contra-ataque, finalizando mal com Casillas já no chão. Mesmo com o Real se soltando mais com o passar do tempo, o primeiro tempo do OL foi melhor.

Situação radicalmente oposta foi vista nos primeiros minutos da segunda etapa. Não houve substituições em ambos os lados, mas Michel Bastos levou o cartão amarelo que o suspende da partida de volta por falta em Di María perto da grande área. Na cobrança, Cristiano botou o veneno que lhe é costumeiro em arremate cruzado, Lloris não achou nada e a bola estourou na trave. Segundos depois, em chuveirinho na área francesa, Sérgio Ramos testou com estilo, Hugo novamente se esticou sem sucesso e ela rebateu no travessão… Sufoco e sorte, amigo!

Cristiano Ronaldo voltava a causar perigo e amarelou Cris. Minutos depois, José Mourinho deu um voto de confiança para Benzema, que veio para o lugar de Adebayor, no campo que conhece tão bem. E não é que em seu primeiro lance com bola, fez um desarme, recebeu dentro da área e balançou as redes, mesmo desequilibrado? Aos 20 minutos, todos vieram abraçá-lo, mas obviamente ele não comemorou contra seu ex-time, que o revelou e vendeu para a Espanha…

Tentando diminuir o prejuízo, Claude Puel colocou Briand e Pied nos lugares de Bastos e Delgado. Sem organização mas com vontade, o Lyon acharia o gol do empate na bola alta. Falta levantada na área, Cris desviou e Gomis, livre e em posição legal, apenas escorou no canto de Casillas aos 38 minutos de jogo. Ainda houve tempo para se tentar um abafa, porém nada de mais gols. A invencibilidade contra o Madrid foi mantida, mas o empate em seus domínios, com gols, deixa o Lyon em desvantagem para a decisão no Bernabéu.

Copenhague 0 x 2 Chelsea

 anelka_chelsea_reuters

Nicolas finaliza no lance que originou o primeiro gol (Reuters)

O primeiro gol na outra partida do dia pela Champions foi francês. No primeiro tempo, Nicolas Anelka aproveitou erro na saída para o jogo do time dinamarquês, conduziu a bola pelo lado direito e chutou cruzado, rasteiro, por baixo do goleiro, que poderia ter pego, na minha avaliação.

O segundo gol… também. Lampard deu linda assistência para o camisa 39, que correu para a bola e bateu forte, cruzado, esse sim com pouca chance de defesa para Wiland. Nada de comemoração efusiva da parte do atacante, bem no estilo “I’m just doing my job”.

Podendo até perder na volta em Londres, o Chelsea já deve estar de olho em possíveis adversários nas quartas de finais…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 Francês da 1ª divisão | 17:44

Lille perde e opositores encostam (maravilha!) após 24ª rodada

Compartilhe: Twitter

Sinal de alerta no líder do Campeonato Francês, depois do deslize pela Liga Europa: derrota para o Montpellier – gol solitário do marroquino Younes Belhanda, após bela jogada individual – e fim de uma invencibilidade que vinha desde outubro.

E com as vitórias combinadas de Rennes (43 pontos), Olympique (42 p), PSG (41 p) e Lyon (41 p), todos eles se aproximaram do LOSC (45 p), fechando o grupo dos cinco postulantes ao título, desgarrados do sexto – justamente o Montpellier – em 4 pontos. Ótimo para os que desejam emoção na reta final, heim?

A journée começou na sexta com o Lyon goleando o Nancy, em partida marcada por belos gols de Gourcuff e Briand além da cavadinha falha de Hadji, visíveis aqui. Muito bom para ganhar moral para a partidaça desta terça-feira contra o Real Madrid, no Gerland, abrindo o confronto das oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa.

Motivação idem para o Marselha, que bateu o Saint-Etienne em casa e chega mais otimista para tentar fazer o mesmo contra o Manchester United, na quarta-feira. Outro que precisava voltar aos dias de triunfos, e voltou, foi o Paris Saint-Germain, mesmo longe da capital.

O passeio lionês só não foi a maior goleada da rodada porque o Bordeaux conseguiu levar cinco do Lorient, que se aproveita cada vez mais da bela fase de Kevin Gameiro, agora vice-artilheiro da Ligue 1 com 15 gols, um a menos que Moussa Sow. Em que buraco foi se meter o André, heim? E que roubada a do Bordeaux em achar que o André poderia ser útil rapidamente, né não?

montpellier_lille_camara_mavuba_afp

Camara vibra, Mavuba desabafa: o gol do Montpellier mexeu com a briga pelo caneco (AFP)

Os resultados do fim de semana:

Montpellier 1 x 0 Lille (Belhanda)
Toulouse 1 x 2 Rennes (Théophile-Catherine contra; Mvila e Montaño de pênalti)
O. Marseille 2 x 1 Saint-Etienne (Rémy e Lucho González; Landrin) – Mais de 53 mil pessoas no Vélodrome
Nice 0 x 3 Paris-SG (Giuly, Hoarau e Armand) – Diakité-NIC foi expulso
Lyon 4 x 0 Nancy (Gourcuff, Pied, Pjanic e Briand) – Quase 32 mil pessoas no Gerland
Lorient 5 x 1 Bordeaux (Amalfitano, Gameiro 3 e Mvuemba de pênalti; Fernando) – Sosa-LOR e Carrasso-BOR foram expulsos
Brest 2 x 0 Monaco (Ayité 2, sendo um de pênalti) – Adriano-MON foi expulso
Caen 2 x 2 Valenciennes (Nivet e Yatabaré; Pujol e Langil)
Lens 2 x 3 Sochaux (Jemaa e Yahia; Maurice-Belay, Maïga e Boudebouz) – Maoulida-LEN e Anin-SOC foram expulsos. Mais de 30 mil pessoas no Felix-Bollaert 
Auxerre 1 x 1 Arles-Avignon (Jelen; N’Diaye)

>> Classificação: Lille lidera com 45 pontos, seguido por Rennes, com 43, e Olympique de Marselha, com 42. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 Torneios europeus | 19:45

Lyon empata no fim e avança em 2º no grupo B da Liga

Compartilhe: Twitter
gomis_lyon_hapoel_afp

Bafé Gomis se lamenta após perder gol: imagem que simboliza a maior parte do jogo no Gerland (AFP)

Lyon 2 x 2 Hapoel Tel Aviv, Benfica 1 x 2 Schalke 04. E assim a chave da Liga dos Campeões da Europa se encerrou da mesma forma como chegou à última rodada: Schalke em primeiro, Lyon em segundo (classificados), Benfica em terceiro (rumo à Liga Europa) e Hapoel em quarto. Surpreendeu o desempenho do Tel Aviv, que quase roubou a Liga Europa do time português, não fosse o empate suado do OL no Gerland. Agora a equipe francesa torce para o sorteio das oitavas de finais não colocá-lo defronte um adversário, obrigatoriamente primeiro de seu grupo, muuuito duro de encarar, como um Barcelona da vida…

Claude Puel escalou Lloris; Reveillère, Cris, Diakhaté e Cissokho; Gonalons, Makoun e Pjanic; Briand, Gomis e Lisandro López. Michel Bastos e Lovren começaram no banco, poupados por estarem pendurados e correrem risco de suspensão em caso de novo cartão amarelo. Mesmo buscando o ataque desde o início, com Lisandro e faltas cobradas por Pjanic, o Lyon sofria perigosos contra-ataques, com Gonalons e Diakhaté falhando e dando trabalho para Lloris. Para azar lionês, provavelmente o mais talentoso jogador do time israelense seja o goleiro nigeriano Enyeama.

O segundo tempo começou sem alterações da parte de Puel no Lyonnais, que detinha 65% da posse de bola. Mas o panorama do jogo não mudava. Aos 15 minutos, o treinador francês fez o que eu provavelmente já teria feito no intervalo: colocou Bastos na partida, sacando Gomis. Dois minutos depois, dois gols na sequência! Primeiro Michel bateu falta, Enyeama desta vez falhou e Licha mandou para as redes. Porém, mal o anfitrião comemorou, o visitante empatou, quando Sahar recebeu sozinho de frente para o crime, valendo-se do mal posicionamento de Diakhaté, e venceu Lloris ao tocar para o gol. 

Haveria algo pior que o Lyon seguir perdendo boas oportunidades? Sim, levar o segundo gol. Que veio com um lindo arremate de Zahavi, aproveitando cruzamento de bicicleta, aos 24 minutos, sendo muito feliz num lance difícil. Lacazette veio para a vaga de Pjanic, mas o time da casa seguiu afoito, insistindo nos chutes de longe, sem sucesso. A última cartada de Puel foi colocar Pied no lugar de Cissokho, mas o goleiro nigeriano segurava as pontas. Até que a pressão sufocante deu resultado aos 43 minutos, quando Pied enfiou bola pelo meio, Lisandro fez o corta-luz e Lacazette chegou primeiro que a zaga, dominando e finalizando no canto oposto ao de Enyeama. Um gol construído pela base!

Alívio para a moral lionesa, pela manutenção da invencibilidade em seus domínios, e tragédia para o Hapoel, que perdeu a vaga na Europa League nos minutos finais. Amanhã, quarta, temos Olympique de Marselha x Chelsea e Real Madrid x Auxerre na sequência da Liga.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:05

Lyon perde mas se classifica na Liga

Compartilhe: Twitter
schalke_lyon_pose_afp

Em que pesem as derrotas fora de casa para Benfica e Schalke, o OL merece a vaga (AFP)

Schalke 04 3 x 0 Lyon, Hapoel Tel Aviv 3 x 0 Benfica. Não esperava por placares como esse nessa rodada de hoje do grupo B da Liga dos Campeões da Europa. Mas eles aconteceram e felizmente beneficiaram a equipe francesa, apesar de ela ter perdido seu segundo jogo consecutivo e acumulado 7 gols sofridos nos últimos 180 minutos. 

schalke_lyon_raul_lovren_afp

Lovren observa o veterano Raúl: ver demais e marcar de menos foi um dos erros lioneses em Gelsenkirchen (AFP)

Na Veltins-Arena, os donos da casa começaram com tudo, indicando que a parada para Lloris seria dura. Logo aos 13 minutos, Lisandro López perdeu a bola, Diakhaté afastou mal o cruzamento na área e a bola sobrou para Raúl. O zagueiro tentou se recuperar travando o espanhol, mas a redonda sobrou limpa para Farfan colocar no canto do gol, fazendo 1 a 0.

Lisandro teve boa chance de empatar aos 16, mas chutou em cima de Neuer, a poucos metros do goleirão. Perdeu, pagou: já aos 20 o Schalke ampliaria, em ataque rápido, quando Kluge avançou e passou para Huntelaar, que se antecipou a Cissokho depois que Raúl saiu da bola e levou a marcação junto. A ausência de Cris era sentida na organização da zaga lionesa.

O OL não se abateu, tentou subtrair o prejuízo, mas cedia o contra-ataque, o que tornava as coisas muito perigosas para a defesa. Claude Puel veio com o atacante Gomis no lugar do lateral-esquerdo Cissokho, trazendo Michel Bastos para compor o setor pela defesa – o que não gosto, pois afasta o brasileiro da área, e também acabou não dando resultado… Mas enfim, perdido por um, perdido por mil né?

Minutos depois, Gourcuff foi atingido duramente por Metzelder e teve de sair de maca, dando lugar a Pjanic. Até Licha sairia, para a entrada de Pied. Mas nada lá na frente. E o Lyon conseguiu a proeza de tomar mais um gol de “Ruim-telaar” (como os colegas dizem aqui na redação), que recebeu passe na área francesa com todo o tempo do mundo, sassaricou na frente de Reveillère e chutou. A bola prensada encobriu Lloris, pra sorte do holandês: 3 a 0, fecha a conta e passa a régua na Alemanha.


L’autres françaises

Younes Kaboul: titular ao lado de Gallas no Tottenham, time de Gomes (o goleiro grande!). Mostrou presença de área e habilidade ao abrir o placar contra o Werder, em voleio após cruzamento à meia-altura de Lennon. Foi o 2º gol em 2 jogos! E acabou como top player do site oficial da Champions, com nota 8,5 dos “experts”.

Jonathan Biabiany: titular na Inter de Milão contra o Twente. Muito bem no primeiro tempo, “causando” pelo lado direito do ataque. Jogou até os 35 do 2º tempo.

Djibril Cissé: artilheiro do Campeonato Grego e capitão do Panathinaikos, perdeu ótima chance de gol contra o Barcelona aos 19, quando invadiu a área e finalizou para bela defesa de Valdés. Ficou até o fim liderando o ataque do time ateniense, porém se mostrou improdutivo.

Jean-Alain Boumsong: titular também nos 90 minutos, mas a defesa levou três do Barça né…

Sidney Govou nem banco foi hoje na Grécia, não sei se machucou-se, mas soube que já anda deixando o clube insatisfeito pela vida noturna agitada…

Eric Abidal: foi banco na equipe espanhola, entrou aos 26 do 2º tempo. Com as boas partidas dos brasileiros Adriano e Maxwell pela lateral-esquerda, pode acabar sobrando no time catalão, que terá o superclássico contra o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol na próxima segunda-feira.

kaboul_tottenham_werder_afp

Que Kaboul está com a bola cheia, ninguém duvida! (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 15 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 21:28

Campeonato Francês: acirradíssimo

Compartilhe: Twitter

Depois de mais uma rodada no fim de semana, a Ligue 1 continua extremamente competitiva. Engraçadamente, o 19º e penúltimo colocado Nancy está à frente do lanterna, Arles, na mesma quantidade de pontos que o separa do líder, o Brest! (oito). Ou seja, prever quem lutará pelo quê continua uma dura missão.

Não podemos desprezar a força defensiva do Stade Brestois, que mesmo não empolgando no ataque é um dos dois times que menos sofreu gols no certame (8, ao lado do Rennes). A liderança isolada veio depois do 1 a 1 com o Sochaux, que saiu na frente em casa mas cedeu a igualdade minutos depois.

Uma das maiores ajudas ao Brest veio da derrota do Rennes, que começou a rodada como 2º e terminou em 5º depois da derrota em Auxerre (2 a 1). Pude acompanhar parte do jogo no Abbé-Deschamps e vi o golaço de Valter Birsa, que recebeu no meio, abriu espaço cortando para a esquerda e bateu colocado, encobrindo o goleiro Douchez, que só pôde olhar embasbacado.

Pouco depois, porém, Kembo-Ekoko subiu sozinho, cabeceou na trave e deu sorte de a bola voltar na pinta pra ele empurrar pro gol do AJA, que buscaria a vitória quando Contout foi derrubado por Douchez e Quercia apareceu para definir o lance pro gol. Apesar das estatísticas equilibradas e maior posse de bola do Stade Rennais, deu Auxerre e acho que merecidamente, porque foi mais incisivo na busca pelo gol. Roy Hodgson, treinador do inglês Liverpool, estava no estádio, dizem que para ver o selecionável Yann M’Vila e o congolês Delvin Ndinga, ambos volantes. 

O Brest aplaudiria ainda ao tropeço do Olympique de Marselha em casa, contra o Lens. A torcida no Vélodrome vibrou logo aos 10 minutos, quando Lucho González bateu escanteio, Heinze desviou e Mbia arrematou para o gol. Entretanto, a ofensiva marselhesa parou por aí e num ataque do RCL houve uma bola na área mal rebatida pela zaga, permitindo que o brasuca Eduardo Santos batesse bonito, de direita, sem qualquer chance para Mandanda.

moussa_sow_lille_afp

Moussa Sow merece um P de parabéns pelo que tem feito no Francesão (AFP)

Pena que Santos seria substituído logo depois, o que julguei errado da parte do técnico Jean-Guy Wallemme – até porque houve um contra-ataque pros visitantes no finalzinho que poderia ter lhes dado a vitória se o brasileiro estivessem em campo. Se falhou ao não conseguir vencer, o OM pode reclamar do juiz que não viu um pênalti claro em Mbia, seguro por adversário em falta alçada na área lá pelos 30 do 2º tempo. Mesmo assim, o ataque com Remy, Gignac e Brandão (este nos últimos 15 minutos) foi mal e os anfitriões ouviram vaias da torcida no fim do jogo.

Na cola do SB29 vem o Lille, que aplicou sonoros 5 a 2 no Caen. Moussa Sow, ex-Rennes, arrepiou com um hat-trick e alcançou a artilharia geral da Ligue 1 ao lado de, curiosamente, Youssef El-Arabi, atacante do mesmo Caen e cria desta casa! O LOSC divide a vice-liderança com o Montpellier, que bateu o Toulouse pelo placar mínimo e vem subindo pelas beiradas.

No 1 a 1 com o Lorient, o Paris Saint-Germain teve dois grandes sustos: só conseguiu igualar o marcador no limiar dos 90 minutos, com Nenê salvando a lavoura, e viu Hoarau desmaiar quando estava no banco de reservas, após ser substituído. Mas o mal-estar foi ligeiro e o atacante rapidamente se recuperou. PSG agora é o quarto, a dois pontos da ponta.

Por fim, Lyon e Nice fecharam a journée no Gerland. Antes eles dividiam a mesma pontuação, no miolo da classificação, mas com a vitória o OL subiu para oitavo, a três pontinhos do líder. Jérémy Pied fez o único gol do jogo, porque Michel Bastos bateu mal um pênalti (sofrido por Gomis de forma bem discutível, a meu ver), defendido por Ospina.

Nada empolgante pro Lyonnais, mas venceu. E chegou aos mesmos pontos do Bordeaux, que também ganhou (2 a 1 no Nancy, com gol irregular e muita confusão no encerrar do jogo) e é outro a ser considerado na briga pelas melhores posições – como se alguém pudesse ser desconsiderado nesse campeonato tão misturado…

Logo mais volto para escrever sobre Inglaterra x França!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 14 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 20:21

Resultados da 13ª rodada

Compartilhe: Twitter
auxerre_rennes_sammaritano_fanni_afp

Fanni, do Rennes, "chega chegando" para cima de Sammaritano, do Auxerre. Mas quem saiu vitorioso foi o ascendente AJA (AFP)

 

2,3 gols de média (boa!)

Brest 1 x 1 Sochaux (Roux; Brown) 
Caen 2 x 5 Lille (El-Arabi e Kandia Traoré; Moussa Sow 3, Gervinho e Béria) 
Montpellier 1 x 0 Toulouse (Giroud) 
Lorient 1 x 1 Paris Saint-Germain (Kitambala; Nenê
Auxerre 2 x 1 Rennes (Birsa e Quercia; Kembo-Ekoko)
Olympique de Marselha 1 x 1 Lens (Mbia; Eduardo Santos) – Mais de 50 mil pessoas no Vélodrome
Lyon 1 x 0 Nice (Pied) – Michel Bastos perdeu pênalti
Bordeaux 2 x 1 Nancy (Sané e Plasil; Efoulou) 
Monaco 0 x 0 Arles-Avignon

Valenciennes x Saint-Etienne – adiado devido ao mau tempo (choveu no Norte francês durante mais de 24h)

>> Classificação: Brest lidera com 22 pontos, seguido por Lille e Montpellier, com 21. Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 27 de outubro de 2010 Copas francesas | 20:41

Duas categorias. E que clássico, amigo!

Compartilhe: Twitter

Os quatro últimos jogos das oitavas de finais da Copa da Liga Francesa tiveram jogos em duas categorias opostas: muito fáceis e extremamente equilibrados. Vamos começar por esse segundo grupo, cujas partidas foram muito mais emocionantes.

Primeiro, o clássico Lyon x PSG. Que jogaço no Gerland! Emocionante nos 120 minutos, parelho, chances aqui e acolá, bolas na trave (Hoarau, Pied, Pjanic, Ceará…), goleiros se sobressaindo com ótimas defesas (os reservas Coupet e Vercoutre, vejam só!). Parte da torcida anfitriã pediu a demissão de Claude Puel, mas o presidente Jean-Michel Aulas disse, depois da partida, que o técnico continua.

Antes da bola rolar, Grégory Coupet se disse feliz com a boa receptividade ao reencontrar o clube que defendeu 12 anos – ele é um dos três heptacampeões lioneses, tendo participado de todos os títulos, assim como Juninho Pernambucano e Sidney Govou (por isso ele saiu aplaudido tempos atrás…). Mas o arqueiro de 37 anos teria um baita azar no primeiro gol do jogo, quando Briand chutou fraco, a bola desviou no meio do caminho e o deixou sem ação, aos 38 minutos.

Com a pressão do Saint-Germain na segunda etapa, o jogo cresceu em oportunidades de gol e nervosismo à medida que o tempo passava – inclusive houve um forte empurra-empurra depois que um lionês se contundiu e o Parri deu sequência ao lance, finalizando na trave do OL. Michel Bastos (no lugar de Briand) e Gourcuff (na vaga do jovem Grenier), que estavam na turma dos poupados, deixaram o frio do banco de reservas e vieram para o pega mais do que quente, assim como Giuly, substituindo Chantôme. Nos minutos finais, o meia Bodmer, ex-Lyon, acertou um lindo chute e mandou a parada pra prorrogação. Lá, Lisandro López e Erding vieram para aumentar o poderio ofensivo dos times, e seria o pé direito e a patada salvadora de Ludovic Giuly (revelado em Gerland!) a decretar o resultado final do sensacional duelo.

lyon_psg_giuly_gol_afp

Preservar a masculinidade é algo que não faz a mínima diferença quando se marca um gol decisivo como este (AFP)

Campeão francês e detentor do título da Coupe de la Ligue, o Olympique de Marselha não teve vida tranquila contra o Guingamp, atualmente na terceira divisão nacional, por mais que isso possa parecer estranho. Venceu com placar magro, graças a gol de cabeça do ganês André Ayew (em jogada de família, após cruzamento do irmão Jordan), e tomou pressão para se classificar – o goleiro brasileiro Elinton Andrade, reserva de Mandanda que foi titular no Roudourou, que o diga…

Na categoria das babas do dia, duas goleadas: Auxerre 4 a 0 no Bastia (Sammaritano, duas vezes, Quercia e Hengbart), consideravelmente prejudicado por duas expulsões no primeiro tempo (!) e Lille 4 a 1 no Caen (dois de Cabaye, mais Gervinho e Hazard. Yatabaré descontou), que poderia ter levado mais não fossem os honestos trabalhos de Perquis sob as balizas.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última