Publicidade

Posts com a Tag Panathinaikos

segunda-feira, 27 de junho de 2011 Extracampo, Seleção francesa | 19:24

Mercado da bola III e da pauta I (+ Mundial sub 17)

Compartilhe: Twitter

– O Real Madrid foi buscar um jovem zagueiro em um rebaixado para a Ligue 2, vejam só. Raphaël Varane, de 18 anos, fez apenas 23 jogos pela Ligue 1 na fracassada campanha do Lens em 2010/2011, mas tirou a sorte grande. Contrato de 6 anos com os merengues em transação de aproximadamente 10 milhões de euros. Vamos ver se agrada José Mourinho e conquista seu espaço, sendo no Real ou num possível empréstimo a algum clube menor para ganhar experiência.

– O Lille venceu a disputa com o PSG (até fora de campo, poxa?) pelo atacante Dimitri Payet, do Saint-Etienne, que fez uma ótima primeira metade de temporada passada, quando chegou a ser artilheiro do Francês e convocado para a seleção. É o que informa o site da rádio francesa RMC. O ASSE pediu 12 milhões de euros, o LOSC ofereceu 10 mas, mesmo assim, o fator Liga dos Campeões da Europa na próxima temporada pesou a favor do atual campeão nacional.

Sidney Govou pode voltar ao futebol francês, depois de um ano de Panathinaikos, na Grécia. O ex-atacante dos tempos áureos do Lyon (fez parte de todos os sete títulos nacionais entre 2002 e 2008) está nos planos do Evian, recém promovido para a elite. Segundo o diretor-esportivo do clube, Pascal Dupraz, o acordo está 90% certo e Govou, que fará 32 anos no fim de julho, pode passar por exames médicos já amanhã ou na quarta-feira. É um nome de peso, mas será que ainda está motivado a dar o seu melhor, sobretudo numa equipe pequena?

– Primeiro axincalhado e agora valorizado no Palmeiras, sendo um dos artilheiros do Brasileirão, o meia-atacante Luan pode ter de retornar ao Toulouse. O técnico Alain Casanova planeja compor um jovem elenco com a presença do brasileiro. “Nosso grupo vai evoluir aos poucos. Tivemos duas aquisições e devemos contar com outras. O Luan ainda irá retornar em agosto”, afirmou o treinador em entrevista concedida nesta segunda-feira. E agora, Verdão?

perez-varane-real-madrid

Varane ao lado do presidente Florentino Perez na assinatura de contrato (Foto: Realmadrid.com)

***

Este terceiro post sobre o mercado da bola do verão europeu de 2011 abre espaço para eu falar, no “mercado da pauta”, de uma mudança pessoal que afetará a sequência deste blog. Estou mudando de emprego, trocando o iG Esporte por uma assessoria de imprensa, pois precisava de uma nova rotina depois de 4 anos nessa cansativa toada.

Continuarei tocando o Le Blog enquanto o iG permitir e houver tempo e disponibilidade para tanto. Durante o horário comercial será bem difícil postar, mas em noites e finais de semana vou tentar manter a página viva. Será mais fácil tuitar do que postar em alguns casos, portanto fiquem de olho no @obrunopessa lá no Twitter. Mesmo que eu me demore, não se sintam constrangidos a comentar sempre, onde e sobre o que quiserem, pois vosso feedback me é deveras útil!

Obrigado pela compreensão e allons-y!

Leia também:

>> Mercado II: Manager brasileiro para o PSG? Adieu, Fernando (II)
>> Mercado I: Quem sai, quem fica e quem para (I)

***

Saiu o rival francês nas oitavas de final do Mundial sub 17: será a Costa do Marfim, que terminou em segundo lugar no grupo liderado pelo Brasil (a Austrália também se classificou, em terceiro).

Não é preciso pesquisar muito para descobrir o principal destaque do selecionado africano: Souleymane Coulibaly marcou todos os 8 gols marfinenses nos três jogos disputados até aqui…

Então Raphael Calvet e companhia já sabem quem devem vigiar de perto. O duelo acontece nesta quinta-feira, dia 30, às 20h de Brasília, vamos ver se com ou sem TV ao vivo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 25 de maio de 2011 Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 23:00

Lyon campeão da Champions? Nesta quinta? É possível!

Compartilhe: Twitter

Claro que estou falando das mulheres, como os acompanhantes mais antigos já devem ter sacado. Amanhã rola a repetição da final da Liga dos Campeões Feminina da temporada passada: Lyon e FFC Turbine Potsdam, da Alemanha, se reencontrarão em Londres, no campo do Fulham, o Craven Cottage, dois dias antes de Wembley receber Barcelona x Manchester United (também uma reedição de decisão europeia) entre os machos.

O que anima as lionesas para a revanche da derrota de um ano atrás, em Getafe, são as presenças da atacante sueca Lotta Schelin e da zagueira francesa Sonia Bompastor, que passaram duas temporadas no futebol dos Estados Unidos. A partida está marcada para as 16h de Brasília. Apesar do melhor ataque das alemãs (confira estatísticas das equipes no site da Uefa), vamos torcer muito para o OL!

schelin-bompastor-uefa

Schelin e Bompastor com a taça da UCL, em pose "Allez L'OL!" (Uefa.com)

Djibra é Champions
O Panathinaikos se garantiu em mais uma edição de Liga dos Campeões da Europa com os 2 a 0 sobre o AEK, nesta quarta-feira, pelo quadrangular grego que define as vagas nas copas europeias. Os tentos foram dele, o matador, o implacável Djibril Cissé. O atacante francês vinha desgastado na equipe, inclinado a deixá-la no fim da temporada. Será que sai mesmo? Independentemente onde jogue, torço para continuarmos “apreciando” o estiloso Djibra em ação numa Champions ou Liga Europa.

Lyon x GP de Mônaco
Informa o amigo Filipe Papini, no ótimo Brasil Lyonnais, que a coincidência entre Monaco x Lyon e o Grande Prêmio de Fórmula 1 no mesmo domingo no Principado traz dor de cabeça para os lioneses, quanto a hospedagem e deslocamento para o decisivo jogo pela última rodada do Campeonato Francês.

Rodada final da Ligue 1 + Fórmula 1 + Aberto de tênis em Roland Garros, o mais charmoso dos Grand Slams na Grande Paris. Que final de semana para estar na França, heim? E eu aqui com plantão à vista, condenado aos limites da redação…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011 Extracampo | 18:22

Resumo do mercado de inverno 1

Compartilhe: Twitter

Desculpe a quem esperava mais frequentes atualizações sobre a boataria do mercado da bola francês, mas não dou conta de sair escrevendo instantaneamente assim que as especulações pipocam aqui e acolá. Se houverem novos acúmulos, coloco aqui o resumão 2, depois o 3 e etecétera até o fechamento da janela europeia de transferências, no dia 31 de janeiro

– É justo que comecemos pelo melhor francês do ano passado. Dizem que Samir Nasri foi sondado pelo Barcelona, talvez disposto a um plano B no Arsenal diante da dificuldade de repatriar Cesc Fabregas. Mas o time inglês parece disposto a prolongar o vínculo do meia, que atualmente vai até 2012, não querendo ver se repetir o que houve com outro francês, Mathieu Flamini. Tempos atrás, o Arsenal deixou Flamini muito tempo pensando no que queria e o meia acabou saindo em 2008, no fim de seu contrato, de graça para o Milan. E outra: os Gunners não devem abrir mão de um dos melhores jogadores europeus da atualidade, certo?

– Mais um selecionável de hoje em dia em pauta. É o zagueiro Adil Rami, que, seduzido pela chance de disputar “o melhor campeonato do mundo”, em suas palavras, deixou o Lille, com quem tinha contrato até 2012, e assinou até 2015 com o Valencia, para “subir um patamar” na carreira. Bonne chance ao beque de 25 anos, formado nas fileiras do LOSC.

– 2015 também é o prazo do contrato firmado entre Hatem Ben Arfa e Newcastle. Emprestado pelo Olympique de Marselha ao time inglês, o meia agora se desvinculou da equipe francesa de vez. Embora eu preferisse o retorno dele à França, a notícia me deixa feliz pela aposta permanente do Newcastle em um atleta que mal começou a jogar (apenas quatro jogos da Premier League) e já foi para o estaleiro em função de uma dupla fratura na perna (tíbia e perônio). Que se recupere bem e rapidamente volte aos gramados – a estimativa de retorno é para fevereiro.

– O Newcastle, aliás, surge como interessado nos préstimos goleadores de Djibril Cissé, artilheiro do Campeonato Grego pelo Panathinaikos já não é de hoje. Experiência e faro de gol não parecem faltar para o temperamental atacante de 29 anos. Dará negócio? O também inglês Aston Villa é outro na parada por Djibra.

Villa que está muito perto de fechar com o camaronês Jean II Makoun. Tudo estaria certo entre o Aston e o Lyon, faltando apenas acertos de termos de contrato entre ingleses e o volante de 27 anos, que está em Gerland desde 2008/2009. O técnico lionês Claude Puel, entretanto, disse que torce para o jogador permanecer e, se o OL continuar nos planos de Makoun, Makoun segue nos planos do OL. 

– O Nice trouxe de volta o atacante David Bellion, por empréstimo, do Bordeaux. O jogador de 28 anos foi campeão francês e da Copa da Liga Francesa pelos Girondinos em 2008/2009. Por sua vez, o Bordeaux fez oferta por Kevin Gameiro para não ficar desfalcado no setor. Parece que o Lorient topou negócio, mas o atacante está balançado por uma oferta anterior do Valencia. Se ele deixar a França, será uma pena.

– Falando em Bordeaux, o capitão da equipe e da seleção, Alou Diarra, estaria na mira silenciosa do Paris Saint-Germain, segundo a France Football. O contrato do volante de 29 anos com os Girondinos vai até 2013, mas é bom ficar de olho.

– Outro selecionável pode trocar de time, mas não de país. Na Itália desde 2004, Philippe Méxès pode mudar de ares e de cidade, de Roma para Milão, indo parar no rossonero Milan ao lado do brasileiro Thiago Silva numa defesa fragilizada e que tende a piorar quando não puder mais contar com Alessandro Nesta, à beira da aposentadoria.

>>> Dá pra acompanhar os negócios concretizados nos 20 times da Ligue 1, a elite francesa, no site do L’Equipe.

Mercado anda fraco, heim? Esqueci alguém importante? Vamos acrescentando novas informações nos comentários deste post até surgir o próximo resumo.

Amanhã, sexta, coloco a programação da primeira rodada do Francesão em 2011, agora no final de semana

Neve na França

Neve perto de Lille. Se depender do LOSC, segue tudo congelado no próximo semestre na França... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:05

Lyon perde mas se classifica na Liga

Compartilhe: Twitter
schalke_lyon_pose_afp

Em que pesem as derrotas fora de casa para Benfica e Schalke, o OL merece a vaga (AFP)

Schalke 04 3 x 0 Lyon, Hapoel Tel Aviv 3 x 0 Benfica. Não esperava por placares como esse nessa rodada de hoje do grupo B da Liga dos Campeões da Europa. Mas eles aconteceram e felizmente beneficiaram a equipe francesa, apesar de ela ter perdido seu segundo jogo consecutivo e acumulado 7 gols sofridos nos últimos 180 minutos. 

schalke_lyon_raul_lovren_afp

Lovren observa o veterano Raúl: ver demais e marcar de menos foi um dos erros lioneses em Gelsenkirchen (AFP)

Na Veltins-Arena, os donos da casa começaram com tudo, indicando que a parada para Lloris seria dura. Logo aos 13 minutos, Lisandro López perdeu a bola, Diakhaté afastou mal o cruzamento na área e a bola sobrou para Raúl. O zagueiro tentou se recuperar travando o espanhol, mas a redonda sobrou limpa para Farfan colocar no canto do gol, fazendo 1 a 0.

Lisandro teve boa chance de empatar aos 16, mas chutou em cima de Neuer, a poucos metros do goleirão. Perdeu, pagou: já aos 20 o Schalke ampliaria, em ataque rápido, quando Kluge avançou e passou para Huntelaar, que se antecipou a Cissokho depois que Raúl saiu da bola e levou a marcação junto. A ausência de Cris era sentida na organização da zaga lionesa.

O OL não se abateu, tentou subtrair o prejuízo, mas cedia o contra-ataque, o que tornava as coisas muito perigosas para a defesa. Claude Puel veio com o atacante Gomis no lugar do lateral-esquerdo Cissokho, trazendo Michel Bastos para compor o setor pela defesa – o que não gosto, pois afasta o brasileiro da área, e também acabou não dando resultado… Mas enfim, perdido por um, perdido por mil né?

Minutos depois, Gourcuff foi atingido duramente por Metzelder e teve de sair de maca, dando lugar a Pjanic. Até Licha sairia, para a entrada de Pied. Mas nada lá na frente. E o Lyon conseguiu a proeza de tomar mais um gol de “Ruim-telaar” (como os colegas dizem aqui na redação), que recebeu passe na área francesa com todo o tempo do mundo, sassaricou na frente de Reveillère e chutou. A bola prensada encobriu Lloris, pra sorte do holandês: 3 a 0, fecha a conta e passa a régua na Alemanha.


L’autres françaises

Younes Kaboul: titular ao lado de Gallas no Tottenham, time de Gomes (o goleiro grande!). Mostrou presença de área e habilidade ao abrir o placar contra o Werder, em voleio após cruzamento à meia-altura de Lennon. Foi o 2º gol em 2 jogos! E acabou como top player do site oficial da Champions, com nota 8,5 dos “experts”.

Jonathan Biabiany: titular na Inter de Milão contra o Twente. Muito bem no primeiro tempo, “causando” pelo lado direito do ataque. Jogou até os 35 do 2º tempo.

Djibril Cissé: artilheiro do Campeonato Grego e capitão do Panathinaikos, perdeu ótima chance de gol contra o Barcelona aos 19, quando invadiu a área e finalizou para bela defesa de Valdés. Ficou até o fim liderando o ataque do time ateniense, porém se mostrou improdutivo.

Jean-Alain Boumsong: titular também nos 90 minutos, mas a defesa levou três do Barça né…

Sidney Govou nem banco foi hoje na Grécia, não sei se machucou-se, mas soube que já anda deixando o clube insatisfeito pela vida noturna agitada…

Eric Abidal: foi banco na equipe espanhola, entrou aos 26 do 2º tempo. Com as boas partidas dos brasileiros Adriano e Maxwell pela lateral-esquerda, pode acabar sobrando no time catalão, que terá o superclássico contra o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol na próxima segunda-feira.

kaboul_tottenham_werder_afp

Que Kaboul está com a bola cheia, ninguém duvida! (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de setembro de 2010 Torneios europeus | 18:00

Dever cumprido

Compartilhe: Twitter

Lyon 1 x 0 Schalke. Poderia ter sido muito mais, pela maciça presença ofensiva do OL, acuando o rival com um a menos num dia de mais sorte que o time alemão. Mas foi uma estreia positiva na Liga dos Campeões da Europa e tomara que os gols perdidos não façam falta para efeito de classificação – até porque, na outra partida do gupo B, o Benfica fez 2 a 0 no Hapoel Tel-Aviv e, no desempate, lidera a chave após a primeira rodada. Na segunda, o time francês vai a Israel encarar o Hapoel.

Claude Puel utilizou Lloris; Réveillère, Diakhaté, Lovren e Kolodziejczak; Toulalan, Pjanic e Gourcuff (Makoun, 42 do 2º); Michel Bastos (Pied, 27 do 2º), Lisandro López e Briand (Kallstrom, aos 45 do 2º). Sem Cris e Ederson, lesionados, um ofensivo Lyon tomou a maior parte das iniciativas de ataque, embora tenha levado alguns sustos. Deu sorte, é bem verdade, no lance do gol, quando Briand lançou para Michel Bastos e Moritz recuou bola curta para Neuer, permitindo que o brasileiro se antecipasse e desviasse para o gol, aos 21 minutos de jogo.

As coisas ficaram ainda mais fáceis aos 38, quando o zagueiro Howedes entrou na voadora em Briand e foi mandado para o chuveiro – de forma muito rigorosa, pois acho que um amarelo e uma advertência verbal bastariam. No segundo tempo, o Lyonnais protagonizou um festival de gols perdidos, mas assegurou os importantíssimos três pontos.

Em Barcelona, a dupla francesa Djibril Cissé e Sidney Govou, que foi à Copa 2010, brilhou no gol inaugural a favor do Panathinaikos. Mas depois Lionel Messi e companhia mostraram quem realmente tinha a força no Camp Nou…

Michel Bastos se sobrepõe a Benedikt Höwedes, em todos os sentidos, no único gol válido no Gerland (Reuters)
Michel Bastos se sobrepõe a Benedikt Höwedes, em todos os sentidos, no único gol válido no Gerland (Reuters)

Olympique e Auxerre estreiam
Nesta quarta-feira, os outros dois franceses da Champions estreiam. Único clube do país a sentir o sabor de conquistar o torneio (1992/93), o Marselha recebe o Spartak Moscou, da Rússia. Já sabe que pode contar com Mathieu Valbuena, Brandão e N’Diaye, que renovaram seus contratos, para tentar ir além da fase de grupos, na qual parou na última edição. O time russo tem os brasileiros Ibson, ex-Flamengo, Alex, ex-Inter, e Welliton, ex-Goiás – este último é o artilheiro do Campeonato Russo e vem sendo cotado para atuar pela seleção local.

De volta depois de 2003, o Auxerre não tem nada a perder, pois sua presença é surpreendente, deixando para trás, nas eliminatórias, o Zenit, tido por muitos como mais merecedor de figurar na UCL. E também porque está num grupo indigesto, com Milan, Real Madrid e Ajax. A aventura começa contra os milaneses no San Siro, com transmissão ao vivo da ESPN Brasil.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 5 de julho de 2010 Franceses no mundo | 23:25

Govou na casa nova

Compartilhe: Twitter

O mais questionado jogador utilizado por Raymond Domenech na Copa 2010 chegou nesta segunda-feira à casa nova. Após nove anos de Lyon, Sidney Govou foi apresentado no Panathinaikos, onde terá a companhia de Djibril Cissé (que lhe falou muito bem da agremiação ateniense) e do brasileiro Gilberto Silva. Vamos ver quanto tempo vai durar…

sidney-govou-panathinaikos

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 13 de abril de 2010 Copas francesas, Franceses no mundo | 21:35

Outro jejum quebrado?

Compartilhe: Twitter

Maazou e Nenê são as esperanças da família real monegasca (AFP)

As duas Copas francesas podem representar, nesta temporada, a quebra de incômodos jejuns para tradicionais times do país. Primeiro, o Olympique de Marselha, sem títulos desde 1993, levantou a taça da Copa da Liga Francesa. Agora, o Monaco atingiu a final da Copa da França e pode repetir um gesto do qual está carente desde 2003, quando também faturou a Coupe de la Ligue.

Nesta terça-feira, o Principado de Mônaco sofreu, mas o time da casa conseguiu superar o Lens na prorrogação. O autor do feito foi o nigerense Moussa Maazou, que caiu definitivamente nas graças dos monegascos. Nenê comemorou ao lado do colega de ataque – quem sabe as boas energias voltam para o brasileiro… O destaque extra-jogo no Louis II, porém, foi o “penteado” do zagueiro congolês Cédric Mongongu, confira abaixo.

O pequenino acredita
O adversário do Monaco na final da Copa da França será 8 ou 80, ou melhor, um grande ou uma zebra. Também buscando salvar uma temporada de decepção no Campeonato Francês, o Paris Saint-Germain encara a sensação Quevilly, da quarta divisão, em Caen. A confiança no petit não está pequena, veja só:

Frederic Sanchez, prefeito de Le Petit-Quevilly, demonstra empolgação e torcida para a zebra (AFP)


Franceses em alta fora da França

– Também nesta terça, Nicolas Anelka foi o responsável pelo gol da vitória do Chelsea sobre o Bolton, ampliando a vantagem azul na ponta do Campeonato Inglês;

Djibril Cissé se tornou campeão grego com o Panathinaikos no domingo, marcando um dos gols na vitória por 2 a 0 sobre o Iraklis. O artilheiro da competição, com 24 gols, agora espera que Raymond Domenech se lembre dele antes de ir para a África do Sul;

– A Roma atingiu a liderança do Campeonato Italiano no fim de semana. Na última vitória, sobre a Atalanta, o zagueiro Philippe Méxès e o meia-atacante Jérémy Menez foram titulares. E podem fazer história neste ano se conquistarem o Calcio.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de março de 2010 Copas francesas, Franceses no mundo | 21:21

Muitos gols decisivos

Compartilhe: Twitter

Nas duas partidas restantes pelas quartas-de-finais da Copa da França, assistimos a um bocado de gols decisivos, onze. No Principado mais charmoso da Fórmula 1, o Monaco superou o Sochaux no sufoco da prorrogação, por 4 a 3. Já no norte francês, o Lens prevaleceu para cima do Saint-Etienne, fazendo 3 a 1 com contribuição brasileira.

Primeiro, as reviravoltas em Monaco. Boudebouz assustou os donos da casa no Louis II, ao abrir o placar para o Sochaux aos 29 minutos de jogo. Mas o Monaco conseguiu a virada logo depois, com gols de Puygrenier e Haruna, aos 34 e 38 minutos, respectivamente. Mal começou o segundo tempo, porém, o Sochaux empatou com Dalmat. E a virada veio aos 26 minutos, com Brown. Entretanto, quando tudo levava a crer que os visitantes garantiriam a vaga nas semifinais, Pino marcou para os anfitriões, aos 45 minutos!

A partida teria de ser decidida na prorrogação. Aí, brilhou a estrela do nigerense Moussa Maazou, que vem se mostrando uma ótima contratação para o ASM: ele marcou aos cinco minutos, na terceira e derradeira virada da partida. Para o Monaco, esta Copa pode ter o mesmo efeito esperado pelo PSG: salvar uma temporada que vem se mostrando decepcionante na Ligue 1.

Nenê, no alto, e colegas comemoram gol monegasco (Reuters)

Por fim, o triunfo do Lens. Apesar de estar longe de seus domínios, os alviverdes do Saint-Etienne saíram na frente do marcador logo no primeiro minuto de jogo. Após cruzamento de Monsoreau, Chelle e Ramos falharam e a bola sobrou com o belga Kevin Mirallas, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. O empate do Lens veio ainda na primeira etapa. Aos 36 minutos, o zagueiro Chelle acertou a trave do goleiro Planté e, no rebote, o brasileiro Eduardo Santos apareceu para completar para o gol.

A virada dos donos da casa veio aos 30 minutos. Mais uma vez Roudet apareceu para bater falta, encontrando o zagueiro Yahia, que desviou para a meta adversária, não dando chances ao arqueiro adversário. No final, o próprio Roudet marcou o seu, garantindo a classificação da equipe aurirrubra para as semifinais. Como Eduardo esteve na campanha vitoriosa do Guingamp na última Copa da França, ele é o único que pode conquistar o bicampeonato consecutivo da competição!

Eduardo Santos tenta se livrar de marcador no Felix Bollaert (Reuters)

Franceses fora da França
Nesta quarta, Florent Malouda fez dois dos cinco gols que o Chelsea aplicou para cima do falido Portsmouth, fora de casa, pelo Campeonato Inglês. A revelação Jonathan Biabiany participou diretamente do gol do Parma sobre o Milan no Campeonato Italiano: chutou cruzado, o goleiro Abbiati rebateu e Bojinov mandou para a redes, decretando a derrota rossonera. E no berço da filosofia ocidental, Djibril Cissé, sempre ele, encerrou a vitória do Panathinaikos sobre o Pas Giannina por 3 a 1, pela partida de ida das semifinais da Copa da Grécia.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 Copas francesas, Franceses no mundo | 21:43

Dia francês na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Dois jogos de times franceses na Liga Europa: duas vitórias. E dois jogadores franceses marcando os gols que deram a vitória às suas equipes no mesmo torneio. Que dia! Très bon, ce jour!!

Lille e Marselha
Jogando no Lille-Metropole, o LOSC abriu vantagem para o Fenerbahce nas 1/16-de-finais da Liga Europa. Saiu na frente com o meia Florent Balmont, sofreu o empate com Vederson, e garantiu a vitória por 2 a 1 graças ao atacante Pierre-Alain Frau. O brasileiro Emerson atuou pela lateral-esquerda lilleana – Túlio de Melo se machucou gravemente mais uma vez e, infelizmente, não deve retornar antes de um mês. Um empate na Turquia, no dia 25, classifica o Lille.

O Lille furou a retranca do Fener. Agora vai ter que segurar a sua em Istambul (AFP)

O Lille furou a retranca do Fener. Agora vai ter que segurar a sua em Istambul (AFP)

Na Dinamarca, o Olympique se sentiu em casa contra o Copenhague. Com gols do senegalês Mamadou Niang, de Hatem Ben Arfa e do burquinense Charles Kaboré – que substituiu o marfinense Bakari Koné -, venceu por 3 a 1 e ficou muito perto da classificação para as oitavas: pode até perder por um gol de diferença na França, também na semana que vem.

Koné se livra de marcador: falta pouco pro OM se livrar do "Kobenhavn" (AFP)

Koné se livra de marcador: falta pouco pro OM se livrar do "Kobenhavn" (AFP)

 

Cissé e N’Gog
Na grega e histórica Atenas, o Panathinaikos recebeu a Roma. Saiu atrás, empatou, ficou atrás de novo no marcador, “reempatou” e eis que, nos minutos finais, conseguiu a vitória por 3 a 2 graças ao oportunismo de Djibril Cissé, que se antecipou à marcação e concluiu cruzamento de cabeça por cima de Doni. Vale lembrar que o polêmico atacante quer defender a seleção francesa, tendo deixado um recado público para Raymond Domenech sobre seu desejo de disputar a Copa do Mundo. Será que tem vaga na França?

Cissé deixou Doni vendido e Júlio Baptista (à esquerda) desanimado (AFP)

Cissé deixou Doni vendido e Júlio Baptista (à esquerda) desanimado (AFP)

Na inglesa e beatlemaníaca Liverpool, o time homônimo teve a visita do Unirea Urziceni, da Romênia, em duelo de terceiros colocados na fase de grupos da Liga dos Campeões. Barbada para os Reds? Nada! O golzinho da vitória só sairia a dez minutos do fim da contenda em Anfield Road, por intermédio do jovem David N’Gog, que dessa vez correspondeu com louvor à dura tarefa de substituir um artilheiro do calibre do espanhol Fernando Torres.

N'Gog e o holandês Ryan Babel saúdam a torcida "liverpooliana" (AP)

N'Gog e o holandês Ryan Babel saúdam a torcida "liverpooliana" (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 19 de dezembro de 2009 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 21:05

Fim de semana na redação 5

Compartilhe: Twitter

Papai Noel e 2010 chegando e nóis aqui na redação! Vou trabalhar diretão até domingo que vem, dia 27, aí terei um descanso pra lá de merecido de (apenas) sete dias até a volta, em 4 de janeiro. Enquanto eu trampar, Le Blog seguirá com atualizações!

Amanhã coloco os resultados da rodada da Ligue 1. Mas adianto que a insistente neve europeia deu uma de gripe suína e também aprontou para cima da tabela do Campeonato Francês. Neste sábado, Boulogne x Sochaux foi adiado. E no domingo, Auxerre x Toulouse corre o risco de não ocorrer… Na Itália, a abertura da rodada do Calcio também foi postergada pra sabe-se lá quando.

Hoje vimos o Barcelona confirmar que é o melhor time do planeta no Mundial de Clubes. Thierry Henry e Eric Abidal foram titulares, jogaram mal, mas acabaram campeões do mundo, graças a Pedro e Messi. Abidal falhou, ao lado de Puyol, no gol do Estudiantes, permitindo que Boselli cabeceasse entre os dois. Henry pouco apareceu, foi substituído por Jeffren e viu o moleque atuar como gente grande em Abu Dhabi.

Na Inglaterra, de novo os franceses do Arsenal se destacaram. Primeiro negativamente, com Samir Nasri se envolvendo em “treta” com Hunt, do Hull City, antes do intervalo. Por pouco o camisa 8, substituído pelo também francês Arsene Wenger, não foi expulso. Positivamente, mais uma vez Abou Diaby mostrou elegância e habilidade incomuns para cabeças-de-área: participou de duas jogadas bem tramadas que resultaram em gols, numa delas aparecendo na área rival e chutando forte pro fundo do gol.

Na Espanha, Karim Benzema saiu do banco mas teve espaço para fazer o seu no chocolate do Real Madrid sobre o Zaragoza (este travestido de Fenerbahce, ressalte-se!). Mais uma finalização precisa, no cantinho, de Benzegol, que reencontrará seu time de formação na Liga dos Campeões, o Lyon.

Por fim, na Grécia, o incansável figuraça Djibril Cissé guardou dois dos quatro do Panathinaikos na goleada sobre o Pas Giannina (?). O clube verde luta pela liderança do Grego com o Olympiacos, adversário do Bordeaux na Champions League. Até amanhã!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última