Publicidade

Posts com a Tag Origi

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 Brasileiros na França, Torneios europeus | 18:58

Que vitória a do PSG sobre o Barcelona!

Compartilhe: Twitter

Enriquecido em 03/10

Além dos lances em campo, o pega no Parque chamou a atenção pelos vários VIPs conhecidos nas tribunas do estádio. Não são bobos, né!

Além dos lances em campo, o pega no Parque chamou a atenção pelos vários VIPs conhecidos nas tribunas do estádio. Não são bobos, né!

Mesmo sem sua maior referência ofensiva, Ibrahimovic, que teve de assistir contrariado das tribunas do Parc des Princes (confira outras personalidades na foto acima), o Paris Saint-Germain conseguiu um baita resultado diante do Barça, num jogaço com a intensidade e a emoção típicas dos grandes empates da Uefa Champions League.

O triunfo por 3 a 2, que representou a primeira derrota do time de Luís Enrique em jogos oficiais na temporada, alçou os de Laurent Blanc pra liderança da equilibrada chave, com 4 pontos. Atras do Barça, com 3, estão Ajax, 2, e Apoel, 1.

Veja os gols neste vídeo da ESPN. David Luiz marcou seu primeiro no recente clube, Messi empatou logo depois, Verrati e Matuidi também balançaram as redes e Neymar descontou para o time catalão, num duelo recheado de brasileiros, argentinos e selecionáveis. Marquinhos, compondo a zaga ao lado de David na ausência de Thiago Silva, deu muita conta do recado!

Em compensação, o outro francês na UCL protagonizou um jogo sofrível contra o Zenit São Petersburgo: 0 a 0 na Rússia. Pelo menos ambos seguem na liderança do grupo, com 4 pontos. O Bayer Leverkusen, que fez 3 a 1 no Benfica, soma 3 e o time português, zero.

-> Veja como foi o desempenho dos franceses nas primeiras rodadas das ligas dos Campeões e Europa

Pela Liga Europa, finalmente uma vitória entre os representantes da França! Foi do Guingamp, que fez 2 a 0 no PAOK, um doublé de Sylvain Marveaux.

O Lille abriu o placar contra o Wolfsburg, com o belga Origi, de pênalti. Mas sofreu o empate logo depois, um golaço de De Bruyne no ângulo. Até que o 1 a 1 não foi um mau resultado, já que foi na Alemanha.

O Saint-Etienne recebeu o ucraniano Dnipro Dnipropetrovsk e, apesar do apoio cantante da torcida verde, passou sustos. Num dos maiores deles, no primeiro tempo, teve uma penalidade contra, que o goleiro da seleção Ruffier espalmou para escanteio, provocando uma reação nas arquibancadas como se fosse de gol! Infelizmente o ataque não colaborou, então nada de gols na partida…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 10 de junho de 2014 Copa do Mundo | 19:22

Estrangeiros do futebol francês na Copa 2014

Compartilhe: Twitter
Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante cuja seleção não se classificou pra Copa...

Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante que também atua na França e cuja seleção não se classificou pra Copa…

Copa do Mundo não é torneio pra gente falar só de seleção francesa neste espaço, mas também de lembrar ao planeta bola os jogadores do Mundial que atuam no nosso querido futebol francês.

Lembrando que, dos 23 franceses convocados por Deschampsapenas 8 jogam atualmente no país. Quase o mesmo número de atletas que representam as seleções africanas de Camarões (7) e Costa do Marfim (6)!

Uma curiosidade: nos maiores campeões mundiais, Brasil e Itália, apenas o PSG cedeu destaques, três em cada. E o hoje bicampeão francês é o maior cessor de atletas para todas as 32 seleções, entre todos os clubes do país: 11, bem à frente do Monaco, o segundo nessa relação, com 4.

Bora lá (me baseei nesse link do bom site espanhol Futbol desde Francia, cruzando depois com os 23 confirmados da página da Fifa sobre a Copa):

Argélia: Carl Medjani (defensor do Valenciennes), Mehdi Mostefa (defensor do Ajaccio) e Aissa Mandi (defensor do Reims). Ryan Boudebouz (meia do Bastia) e Foued Kadir (meia do Stade Rennais) foram pré-selecionados, mas cortados.

ArgentinaSergio Romero (goleiro reserva do Monaco) e Ezequiel Lavezzi (atacante do Paris Saint Germain).

Bélgica: Divock Origi (lateral/ala do Lille).

Brasil: Thiago Silva (zagueiro capitão), David Luiz (zagueiro vindo agora do Chelsea) e Maxwell (lateral-esquerdo), todos do Paris Saint Germain.

Camarões: Nicolas Nkoulou (lateral do Olympique de Marseille), Henri Bedimo (lateral-esquerdo do Lyon); Jean Illes Makoun (volante do Rennes); Landry Nguemo (volante do Bordeaux); Edgar Salli (meia do Lens, recém-promovido da Ligue 2); Benjamin Moukandjo (meia-atacante do Nancy, da Ligue 2) e Vincent Aboubakar (atacante do Lorient). Guy Ndy Assembe, goleiro do Guingamp, e Jean-Armel Kana-Biyik, zagueiro do Rennes, ficaram fora.

Aboubakar foi um principais goleadores do último Campeonato Francês, empatado na vice-liderança do ranking geral com o também convocado Cavani, do Uruguai, ambos atrás do sueco Zlatan Ibrahimovic, lamentavelmente fora desta Copa.

Colômbia: David Ospina (goleiro do Nice); Ábel Aguilar (volante do Toulouse); James Rodríguez (meia do Monaco).

O goleador monegasco Radamel Falcao García foi pré-relacionado entre os 30, mas não se recuperou da cirurgia no joelho como torcíamos. Porém, o país conta com a habilidade de Rodríguez, maior assistente da última Ligue 1.

Costa do Marfim: Serge Aurier (lateral-direito do Toulouse); Benjamin Angoua (zagueiro do Valenciennes); Jean Daniel Akpa-Akpro (ala do Toulouse); Ismäel Diomande (meia do Saint Étienne); Salomon Kalou (meia do Lille) e Max-Alain Gradel (atacante do Saint Étienne). O lateral-direito Brice Dja Djedje, do Olympique de Marseille, e o volante Romaric (Bastia) não ficaram entre os 23.

Tem o único técnico francês de nascimento entre uma seleção estrangeira do Mundial: Sabri Lamouche, 42 anos, naturalizado tunisiano.

Croácia: Danijel Subasic (goleiro titular do Monaco).

Estados Unidos: Alejandro Bedoya (meia do Nantes).

Gana: Jonathan Mensah (zagueiro do Évian Thonon Gaillard); John Boye (zagueiro do Stade Rennais); Andre Ayew (atacante do Olympique de Marseille); Jordan Ayew (atacante do Sochaux) e Abdul Majeed Waris (atacante do Valenciennes) – que fez uma segunda metade de temporada muito boa na Ligue 1.

Andre é irmão mais velho de Jordan Ayew, ambos filhos do ex-atacante Abedi Pelé, que é o maior artilheiro da história da seleção mas, ironicamente, nunca disputou uma Copa do Mundo.

Itália: Salvatore Sirigu (goleiro titular); Thiago Motta (volante/meia); Marco Verratti (volante/meia), todos do Paris Saint Germain, e acima da média, principalmente os dois de linha.

México: Guillermo Ochoa (goleiro que disputou a última temporada pelo Ajaccio e está sem clube) – costuma pegar muito quando acossado;

Nigéria: Vincent Enyeama (goleiro titular do Lille). O meia Sunday Mba (CA Bastia, Ligue 2) foi pré-relacionado, mas acabou fora.

Enyeama fez uma excelente Ligue 1 2013/14 pelo LOSC, sendo um dos arqueiros menos vazados do campeonato francês.

Portugal: João Moutinho (volante/meia do Monaco).

Uruguai: Edinson Cavani (atacante do Paris Saint Germain) – craque!

-> Link para todos os convocados para a Copa 2014 do site do O Globo

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 23 de março de 2014 Francês da 1ª divisão | 20:31

Lille empata com Monaco e deixa PSG tranquilaço no Francês

Compartilhe: Twitter
O brasileiro Maxwell entre os lorientais Jouffre e Aliadière em mais uma vitória parisiense (Photo: AP)

O brasileiro Maxwell entre os lorientais Jouffre e Aliadière em mais uma vitória parisiense (Photo: AP)

O Lorient só havia perdido um dos seus últimos 10 jogos em casa. Mas quando se recebe o atual Paris Saint-Germain, nessa fase que combina competência com sorte, fica difícil se sair bem. O adversário até que foi combativo, deu trabalho, porém o brasileiro naturalizado italiano Thiago Motta marcou, com contribuição de Ibrahimovic.

Como o Monaco não conseguiu vencer o Lille, a vantagem do PSG foi para 10 pontos, e agora só restam 24 a disputar nas 8 rodadas restantes. O único consolo monegasco é manter a distância também confortável para o Lille, terceiro colocado, em 9 pontos. A parada no Principado acabou 1 a 1, gols de Obbadi pros donos da casa e Origi pros visitantes.

Então a emoção nesse restante de Ligue 1 deve ficar na briga pelo terceiro (vaga na Champions) e quarto (vaga na UEL) lugares, pois o Lille viu o Saint-Etienne se aproximar. Os 3 a 1 dos Verts pra cima do Sochaux, com dois do atacante turco Erding, colocaram o time a dois pontos do LOSC.

Também vivo nessa disputa está o Lyon, que conseguiu providencial resultado fora de casa, 1 a 0 no Guingamp, e está três pontos abaixo do Sainté. Já o sexto colocado Olympique de Marselha não parece ter fôlego pra medir forças com os adversários acima, pois caiu em casa para o cambaleante Rennes e viu a crise se aprofundar no sul da França.

Eis a classificação pós-journée:

L1

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,