Publicidade

Posts com a Tag Moukandjo

terça-feira, 10 de junho de 2014 Copa do Mundo | 19:22

Estrangeiros do futebol francês na Copa 2014

Compartilhe: Twitter
Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante cuja seleção não se classificou pra Copa...

Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante que também atua na França e cuja seleção não se classificou pra Copa…

Copa do Mundo não é torneio pra gente falar só de seleção francesa neste espaço, mas também de lembrar ao planeta bola os jogadores do Mundial que atuam no nosso querido futebol francês.

Lembrando que, dos 23 franceses convocados por Deschampsapenas 8 jogam atualmente no país. Quase o mesmo número de atletas que representam as seleções africanas de Camarões (7) e Costa do Marfim (6)!

Uma curiosidade: nos maiores campeões mundiais, Brasil e Itália, apenas o PSG cedeu destaques, três em cada. E o hoje bicampeão francês é o maior cessor de atletas para todas as 32 seleções, entre todos os clubes do país: 11, bem à frente do Monaco, o segundo nessa relação, com 4.

Bora lá (me baseei nesse link do bom site espanhol Futbol desde Francia, cruzando depois com os 23 confirmados da página da Fifa sobre a Copa):

Argélia: Carl Medjani (defensor do Valenciennes), Mehdi Mostefa (defensor do Ajaccio) e Aissa Mandi (defensor do Reims). Ryan Boudebouz (meia do Bastia) e Foued Kadir (meia do Stade Rennais) foram pré-selecionados, mas cortados.

ArgentinaSergio Romero (goleiro reserva do Monaco) e Ezequiel Lavezzi (atacante do Paris Saint Germain).

Bélgica: Divock Origi (lateral/ala do Lille).

Brasil: Thiago Silva (zagueiro capitão), David Luiz (zagueiro vindo agora do Chelsea) e Maxwell (lateral-esquerdo), todos do Paris Saint Germain.

Camarões: Nicolas Nkoulou (lateral do Olympique de Marseille), Henri Bedimo (lateral-esquerdo do Lyon); Jean Illes Makoun (volante do Rennes); Landry Nguemo (volante do Bordeaux); Edgar Salli (meia do Lens, recém-promovido da Ligue 2); Benjamin Moukandjo (meia-atacante do Nancy, da Ligue 2) e Vincent Aboubakar (atacante do Lorient). Guy Ndy Assembe, goleiro do Guingamp, e Jean-Armel Kana-Biyik, zagueiro do Rennes, ficaram fora.

Aboubakar foi um principais goleadores do último Campeonato Francês, empatado na vice-liderança do ranking geral com o também convocado Cavani, do Uruguai, ambos atrás do sueco Zlatan Ibrahimovic, lamentavelmente fora desta Copa.

Colômbia: David Ospina (goleiro do Nice); Ábel Aguilar (volante do Toulouse); James Rodríguez (meia do Monaco).

O goleador monegasco Radamel Falcao García foi pré-relacionado entre os 30, mas não se recuperou da cirurgia no joelho como torcíamos. Porém, o país conta com a habilidade de Rodríguez, maior assistente da última Ligue 1.

Costa do Marfim: Serge Aurier (lateral-direito do Toulouse); Benjamin Angoua (zagueiro do Valenciennes); Jean Daniel Akpa-Akpro (ala do Toulouse); Ismäel Diomande (meia do Saint Étienne); Salomon Kalou (meia do Lille) e Max-Alain Gradel (atacante do Saint Étienne). O lateral-direito Brice Dja Djedje, do Olympique de Marseille, e o volante Romaric (Bastia) não ficaram entre os 23.

Tem o único técnico francês de nascimento entre uma seleção estrangeira do Mundial: Sabri Lamouche, 42 anos, naturalizado tunisiano.

Croácia: Danijel Subasic (goleiro titular do Monaco).

Estados Unidos: Alejandro Bedoya (meia do Nantes).

Gana: Jonathan Mensah (zagueiro do Évian Thonon Gaillard); John Boye (zagueiro do Stade Rennais); Andre Ayew (atacante do Olympique de Marseille); Jordan Ayew (atacante do Sochaux) e Abdul Majeed Waris (atacante do Valenciennes) – que fez uma segunda metade de temporada muito boa na Ligue 1.

Andre é irmão mais velho de Jordan Ayew, ambos filhos do ex-atacante Abedi Pelé, que é o maior artilheiro da história da seleção mas, ironicamente, nunca disputou uma Copa do Mundo.

Itália: Salvatore Sirigu (goleiro titular); Thiago Motta (volante/meia); Marco Verratti (volante/meia), todos do Paris Saint Germain, e acima da média, principalmente os dois de linha.

México: Guillermo Ochoa (goleiro que disputou a última temporada pelo Ajaccio e está sem clube) – costuma pegar muito quando acossado;

Nigéria: Vincent Enyeama (goleiro titular do Lille). O meia Sunday Mba (CA Bastia, Ligue 2) foi pré-relacionado, mas acabou fora.

Enyeama fez uma excelente Ligue 1 2013/14 pelo LOSC, sendo um dos arqueiros menos vazados do campeonato francês.

Portugal: João Moutinho (volante/meia do Monaco).

Uruguai: Edinson Cavani (atacante do Paris Saint Germain) – craque!

-> Link para todos os convocados para a Copa 2014 do site do O Globo

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de maio de 2011 Francês da 1ª divisão | 19:15

Sexteto europeu definido na Ligue 1

Compartilhe: Twitter

O fim de semana que confirmou o doublé do Lille na temporada definiu os seis franceses que jogarão os torneios continentais em 2011/2012. A única pendência nesse quesito é saber qual das ligas o Lyon e o PSG jogarão.

O tricampeão LOSC (sobre o feito eu voltarei em outro post) e o Olympique de Marselha, que já assegurou o vice-campeonato, vão para a fase de grupos da Liga dos Campeões. O terceiro colocado vai para a pré-Liga. Hoje ele seria o OL, mas o Paris Saint-Germain está dois pontos atrás e pode inverter essa situação se ganhar do Saint-Etienne fora de casa e os lioneses perderem para o Monaco no Principado na última rodada. Caso haja empate em Mônaco, o Paris precisará golear por ao menos cinco gols de diferença.

Quem ficar em quarto jogará a Liga Europa, ao lado de Rennes e Sochaux, que podem até trocar de posições na derradeira journée, mas não sairão do 5º e 6º lugares, suficientes para a disputa da UEL.

lille-sow-afp

Moussa Sow comanda a banheirada dos lilleanos (Túlio mergulhou com bandeira e tudo...) pelo título no vestiário do Parc des Princes. O senegalês marcou, foi a 22 gols na Ligue e defenderá o título de artilheiro geral na última rodada. Com 21, só Kevin Gameiro, do Lorient, o ameaça (AFP)

Por outro lado, bem distante mesmo, a disputa para não ficar em 18º e completar a tríade de rebaixados ao lado de Lens e Arles Avignon segue duríssima. O Monaco, com 44 pontos, é o atual antepenúltimo e precisa urgentemente acabar a temporada com os três pontos, senão tem tudo para repetir o vexame que desconhece desde 1976/77.

Auxerre e Brest, 12º e 13º colocados com 46, têm chances bem pequenas de queda, por haver mais gente em pior situação: Nice (14º, 46), Valenciennes (15º, 45), Caen (16º, 45) e Nancy (17º, 45), além do próprio Monaco. Nice e Valenciennes se enfrentarão.

Com bons públicos nos estádios, a 37ª rodada registrou os seguintes placares:

Paris Saint-Germain 2 x 2 Lille (Hoarau e Bodmer; Obraniak e Sow) – Mais de 40 mil no Parc des Princes. Hoarau foi expulso com dois amarelos, um por falta cometida e outro por simulação
O. Marseille 2 x 2 Valenciennes (André Ayew e Rémy; Kadir e Rémi Gomis) – Quase 53 mil no Vélodrome
Lyon 0 x 0 Caen – Mais de 37 mil no Gerland
Rennes 0 x 2 Nancy (Féret e Bakaye Traoré)
Sochaux 2 x 1 Saint-Etienne (Ideye 2 e Aubameyang)
Nice 2 x 0 Lorient (Mouloungui 2) – Romão-LOR foi expulso
Toulouse 2 x 0 Bordeaux (Cetto e Capoue)
Montpellier 0 x 1 Monaco (Moukandjo)
Auxerre 0 x 1 Brest (Larsen Touré)
Lens 0 x 1 Arles-Avignon (Kermorgant) – Mais de 28 mil no Felix-Bollaert

>>> Classificação a 1 rodada do final (3 pontos por disputar): Lille campeão com 73 pontos, seguido pelo vice Olympique de Marselha, com 67, Lyon, com 61, PSG, com 59, Rennes, com 56, e Sochaux, com 55. Veja a tabela completa da Ligue 1

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 17 de maio de 2011 Francês da 1ª divisão | 23:15

Marselha é todo Sochaux e Lyon é todo Bordeaux

Compartilhe: Twitter

Nenê pediria pra Wendel dar uma aliviada amiga em Bordô x Parri?

Muita expectativa em torno dos dois jogos que fecham a 36ª e penúltima rodada da Ligue 1, nesta quarta-feira às 14h de Brasília. Primeiro: se vencer o Sochaux em casa, o Lille fica muito, mas muito perto mesmo do título francês – o Olympique de Marselha teria que ganhar as duas últimas partidas, torcer para o LOSC perder as duas e ainda tirar uma grande diferença de saldo de gols.

Portanto, o Marselha botará toda sua fé amanhã no time do Carlão, que renovou até 2014. Pro seu consolo, o Sochô ainda luta por algo no campeonato:  a manutenção da sexta colocação, na pior das hipóteses, para atingir a Liga Europa 2011/2012. A situação poderia ser menos feia pro OM se a vitória tivesse vindo contra o Lorient, em vez do 2 a 2, que por sinal levou Kevin Gameiro a 21 gols, se igualando a Moussa Sow na artilharia da Ligue 1, totalmente indefinida ainda. Vamos ver se o oba-oba e a ressaca da conquista histórica da Copa da Liga não tiram o foco dos Dogues…

Segundo: se vencer o Bordeaux fora, o PSG ultrapassa o Lyon na tabela, rouba-lhe o terceiro posto e a vaga que fecha a zona de acesso à Liga dos Campeões da Europa. O problema dos lioneses é que os girondinos não aspiram a mais nada na competição, fazendo uma campanha final pra lá de desanimada.

Problema que começou quando o OL não conseguiu superar o Brest na segunda-feira, ficando no 1 a 1. Ederson abriu o placar de cabeça, se antecipando ao goleiro Elana. No intervalo, um brasileiro substituiu outro, com o recuperado Michel Bastos de novo em campo. Mas Lloris não teve chance quando o tcheco Licka acertou um balaço de fora da área. Gomis perderia ótimas chances, além de sair lesionado e, no fim das contas, ver sua temporada encerrada. Cris foi bem, mas faltou o gol lá na frente…

puel_afp

O técnico Claude Puel contra o Stade Brestois. Se o Lyon não se mantiver na Champions, a tragédia que se abaterá sobre o clube deve varrê-lo... (AFP)

Os resultados das partidas já finalizadas:

Lorient 2 x 2 O. Marseille (Lamine Koné e Gameiro; Rémy e Gignac)
Brest 1 x 1 Lyon (Licka; Ederson)

A medalha da Copa da França de Túlio de Melo. Desafio do Lille agora é garantir uma honraria mais elevada (Twitter)

Saint-Etienne 1 x 2 Rennes

(Sako; Montaño e Leroy) – ASSE dificilmente alcança Liga Europa, já garantida pelo Stade Rennais se a Champions não cair no colo

Caen 2 x 0 Montpellier (Hamouma; Kandia Traoré) – Oui, Caen pode cair. MHSC não deve sair do lugar

Valenciennes 1 x 1 Auxerre (Kadir; Jo-Gook) – AJA sussa, mas VAFC ainda preocupado

Arles-Avignon 1 x 0 Toulouse (Ghilas) – Lanterninha tenta evitar pior campanha de sempre na Ligue 1. É, valeu alguma coisa… TFC ainda ameaçado por queda

Nancy 3 x 0 Nice (Hadji, Berenguer e Bakaye Traoré) – Civelli-NIC foi expulso. Os times ocupam as duas posições imediatamente superiores à zona de rebaixamento. Ou seja, continuam tensos!

Monaco 1 x 1 Lens (Moukandjo; Varane) – O empate no finalzinho não bastou: O RCL está de volta à Ligue 2. E o ASM foi pra degola, bem ameaçado portanto

>> Confira como está a classificação geral. Para quem está torcendo?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 7 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão | 20:38

Arles, o pior dos piores

Compartilhe: Twitter

Conforme dica perspicaz do leitor Luís Doménich

O troféu saco de pancadas dos principais campeonatos nacionais na Europa dificilmente sairá das mãos do Arles-Avignon, lanterna desde o início da Ligue 1 2010/2011, que já contabiliza 29 rodadas disputadas, de um total de 38. Recém-promovido da Segundona, demorou nove partidas para conseguir marcar um ponto e doze para saber o que é vencer – desde então, não ganhou mais…

Hoje, tem 12 pontos dentre um total de 87 disputados, o que dá um pífio aproveitamento de 13,79%. Nem se tivesse o dobro de pontos conquistados, 24, o Athlétic Club Arles-Avignon conseguiria deixar a última posição do Francês, pois sua diferença é de 16 para o Lens, 19º atualmente, que soma 28. Nas últimas duas temporadas, a Ligue 1 teve lanternas “disparados” também, mas não tão ineficazes contra o ACA: o Grenoble de 2009/10 fez 23 pontos (20,17%), ficando a 12 do penúltimo colocado, ao passo que o Le Havre de 2008/09 somou 26 (22,80%), a 11 do penúltimo de então.

Moukandjo, do Monaco, passa por Ayasse, do ACA, no último sábado, quando o ASM fez 2 a 0 e o Arles chegou a 57 gols sofridos em 29 jogos (AFP)

A situação do Arles é a pior entre os últimos colocados de outras dez das principais ligas nacionais europeias. Na Holanda, o Willem II também tem 12 pontos de 87 possíveis até aqui, mas, no desempate, se sai melhor, pois sua diferença para o penúltimo da Eredivisie é de 5 pontos, 11 menos do abismo entre ACA e Lens…

Veja a comparação do Arles (13,79% de aproveitamento, 16 pontos do penúltimo) com os outros piores do continente:

> Willem II (Holandês): 12 pontos de 87 – 13,79%, 5 pontos do penúltimo
> Metalurh Zaporizhya (Ucraniano): 11 pontos de 69 – 15,94%, 6 pontos do penúltimo
> Konyaspor (Turco): 17 pontos de 81 – 20,98%
> Bari (Italiano): 20 pontos de 93 – 21,50%
> Sibir (Russo 2010*): 20 pts de 90 – 22,22%
> Portimonense (Português): 19 pontos de 75 – 25,33%
> Borussia Monchengladbach (Alemão): 23 pontos de 84 – 27,38%
> Panserraikos (Grego): 23 pontos de 84 – 27,38%
> Almería (Espanhol): 26 pontos de 90 – 28,88%
> Wigan (Inglês): 31 pontos de 93 – 33,33%

*O calendário na Rússia destoa dos principais nacionais europeus. Lá, o torneio 2011 tem apenas 3 rodadas disputadas, por isso considerei o de 2010 para poder comparar

Se o Arles fosse brasileiro, que divisão mereceria jogar? Série C, D ou precisaria da E?

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

domingo, 3 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão | 20:44

Resultados da 29ª rodada

Compartilhe: Twitter

Dos cinco primeiros, só Lille e Olympique venceram…

Lille 3 x 1 Caen (Chedjou, Hazard e Sow; El-Arabi) 
Lens 0 x 1 O. Marseille (Cheyrou)
Rennes 0 x 0 Auxerre
Nice 2 x 2 Lyon (Mouloungui de pênalti e Civelli; Kallstrom e Lisandro López) – Diakhaté-LYO foi expulso
Paris-SG 0 x 0 Lorient
Nancy 0 x 0 Bordeaux
Sochaux 2 x 1 Brest (Boudebouz e Ideye; Grougi de pênalti) 
Arles-Avignon 0 x 2 Monaco (Moukambjo e Park) – Lorenzi-ARL foi expulso
Toulouse 0 x 1 Montpellier (Camara) 
Saint-Etienne 1 x 1 Valenciennes (Payet; Pujol) 

*Classificação: Lille lidera com 58 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 54, Rennes, com 51, Lyon, com 50, e PSG, com 46. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,