Publicidade

Posts com a Tag Makoun

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 23:19

Te cuida, Bordeaux!

Compartilhe: Twitter

Rodada animada esta 23ª do Francesão (ui!). Bordeaux tropeçou de novo (e feio), Montpellier ganhou novamente, e a diferença entre líder e vice caiu na margem de uma simples rodada: três pontos. Se você considerar placares como 3 a 0 e 4 a 2 como goleadas, vimos cinco nos dez jogos deste fim de semana! (apêndice: pessoalmente, considero goleada uma vitória por no mínimo 3 gols de diferença; e você?). A média de gols ficou em 3,2, muito boa.

Rennes 4 x 2 Bordeaux (Marveaux, Briand pênalti, Bangoura e Gyan; Gouffran e Wendell)
Após empatar com o fraco Boulogne em casa, o campeão francês sofre uma sonora derrota para um time do meio da tabela. Quando uma defesa até então sólida leva quatro gols, é motivo para o ex-zagueiro e técnico Laurent Blanc intervir… Convém lembrar que as oitavas-de-finais da Liga dos Campeões vêm aí, e uma perda de liderança numa altura dessas seria um baque duro de contornar. No Stade Rennais, o ganês Gyan foi a nove gols e segue os artilheiros de perto.

Seria o cansaço a causa da queda de produção girondina, com o elenco se desdobrando em quatro competições simultâneas? Com dor de cabeça por causa do calendário apertado, Blanc ameaçou escalar um time B na Copa da Liga Francesa, contra o Lorient, no dia 17. Não seria errado se o fizesse…

Boulogne 0 x 2 Montpellier (Camara e Montano)
Devo dar o braço a torcer (ai!) sobre o MHSC: depois de encostar no líder Bordeaux, esse time sem estrelas provou que não é fogo de palha não. O colombiano Montano foi a oito gols no torneio.

Nice 1 x 1 Lille (Ben Saada; Túlio de Melo)
O atacante brasileiro marcou presença na casa da tia Nice. O LOSC tá bem vivo na parada pelo título, em terceiro, a quatro pontos do Montpellier e a sete do Bordeaux.

Toulouse 0 x 0 LyonMakoun-LYO foi expulso
O OL é outro time que deve abrir o olho, pois não vem sendo consistente faz tempo. Só não saiu com a derrota porque o TFC falhou várias vezes na hora H, de finalizar a gol, sobretudo o artilheiro Gignac e o brasileiro Luan. Makoun deixou os laranjas lioneses (com o terceiro uniforme de cor berrante) em desvantagem numérica por 25 minutos; então, o empate pode ser visto com sabor de vitória para o quarto colocado na Ligue 1. 

Luan deu muito trabalho para lioneses como Cris e Reveillere (AFP)

Luan deu muito trabalho para lioneses como Cris e Reveillere (AFP)

Marseille 5 x 1 Valenciennes (Lucho González, Brandão, Cheyrou, Valbuena e Niang; Sanchez) – mais de 46 mil pessoas no Vélodrome
O OM sim é um time em lua-de-mel com sua torcida. No embalo da heróica classificação para a final da Copa da Liga Francesa, na última quarta-feira, meteu um chocolate pra cima do VAFC para um excelente público em casa, a maioria feliz da vida. Brandão, o maior herói contra o TFC, marcou de novo; Niang chegou ao terceiro posto isolado na artilharia do campeonato. Hoje em 5º, o Olympique tem um jogo a menos a disputar, contra o Sochaux, e por isso pode encostar ainda mais nos ponteiros.

Saint-Etienne 3 x 0 Monaco (Matuidi, Bergessio e Rivière)
Os monegascos perderam uma bela chance de chegar ao top five da classificação. O ASSE deu uma pequena respirada na parte debaixo da tabela.

Grenoble 5 x 0 Auxerre (Ljuboja, Akrour 2 e Matsui 2) 
Incrível a goleada do lanterninha, broxando ainda mais o AJA…

Paris-SG 0 x 3 Lorient (Vahirua, Gameiro e Amalfitano) 
Falando em broxar, o time do presidente Nicolas Sarkozy. Pobre Sarkô, um dos mais de 30 mil torcedores do PSG no Parc des Princes. Que desgosto. Vaias para os jogadores e o técnico Kombouaré. Os visitantes, que não têm nada com isso, deram um baile de futebol, com belos gols. Os eficientes Gameiro (9 gols) e Vahirua (8) estão no topo da artilharia geral.

Sochaux 1 x 1 Nancy (Dalmat; Dia)
Nada de empolgante aqui né? 

Lens 2 x 1 Le Mans (Monnet-Paquet e Eduardo Santos; Maïga) 
32 mil pessoas para assistir a um time que luta para se afastar da zona de rebaixamento de uma equipe que abre a zona de degola é mesmo louvável! O Lens abriu 14 pontos para o Le Mans, ameaçadíssimo ao lado de Boulogne e Grenoble.

>> Tabela de classificação: Clique AQUI

>> Artilharia: Nenê (Monaco) tem 13 gols, Gervinho (Lille) soma 11 e Niang (Olympique), 10. Clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 7 de fevereiro de 2010 Franceses no mundo, Seleção francesa | 23:21

Fim de semana na redação 6

Compartilhe: Twitter
Ribérra voltou a marcar, brigando como nunca (AFP)

Ribérra voltou a marcar, brigando como nunca (AFP)

Além da tradicional rodada do Campeonato Francês, o post deste domingo traz breves registros do que vi, no plantão, dos franceses nos campeonatos Inglês e Alemão, além do sorteio dos grupos das Eliminatórias para a Eurocopa 2012 – do ponto de vista francês, bien sûr:

Inglaterra: Em Liverpool x Everton, houve um duelo de franceses nos ataques. David N’Gog, 20 anos, voltou a ser titular dos Reds, com a ausência de Fernando Torres, enquanto Louis Saha, 31, também começou a partida do lado azul. Mas ambos decepcionaram, um talvez porque seja muito verde, o outro porque já deu o que tinha que dar…

 – Alemanha: Franck Ribéry voltou a se apresentar como nos bons tempos e fazer o que dele se esperava: gol e muita disposição em campo. Contribuiu sobremaneira para a vitória do Bayern de Munique sobre o Wolfsburg. Que se mantenha assim até a Copa, desejam os franceses.
 
– Nunca tinha visto sorteio de grupos de competição internacional num domingo, mas foi hoje mesmo que a Uefa distribuiu 51 seleções do continente em 9 chaves (6 grupos com 6 países cada e 3 grupos com 5 países cada) para a Eurocopa 2012, que terá sedes na Polônia e Ucrânia. O esquema é bem semelhante ao das Eliminatórias para a Copa: classificam-se os nove primeiros colocados e o melhor segundo colocado. As oito seleções restantes que ficarem na segunda colocação disputam uma repescagem por quatro vagas finais. Daí se tiram 14 países, que vão se somar a poloneses e ucranianos nos 16 da Euro.

Pois bem, a França caiu no grupo D, no qual enfrentará Romênia, Bósnia-Herzegovina, Belarus, Albânia e Luxemburgo. Os romenos, que os franceses conhecem bem das últimas Eliminatórias para 2010, e os bósnios, que só não vão para a África do Sul em junho porque perderam de Portugal na repescagem, são os únicos que se mostram capacitados a dar algum trabalho para os Bleus. O que o presidente da Federação Francesa de Futebol, Jean-Pierre Escalettes, comemorou, entretanto, foi um fator extracampo: “‘Minha maior satisfação é que não teremos viagens muito longas a fazer”.    

– Pra finalizar, os resultados da 23a journée da Ligue 1, que comento amanhã, segunda:

Boulogne 0 x 2 Montpellier (Camara e Montano)
Nice 1 x 1 Lille (Ben Saada; Túlio de Melo
Grenoble 5 x 0 Auxerre (Ljuboja, Akrour 2 e Matsui 2
Paris-SG 0 x 3 Lorient (Vahirua, Gameiro e Amalfitano) 
Sochaux 1 x 1 Nancy (Dalmat; Dia) 
Lens 2 x 1 Le Mans (Monnet-Paquet e Eduardo Santos; Maïga) 
Rennes 4 x 2 Bordeaux (Marveaux, Briand pênalti, Bangoura e Gyan; Gouffran e Wendell
Toulouse 0 x 0 Lyon – Makoun-LYO foi expulso 
Saint-Etienne 3 x 0 Monaco (Matuidi, Bergessio e Rivière) 
Marseille 5 x 1 Valenciennes (Lucho González, Brandão, Cheyrou, Valbuena e Niang; Sanchez) – mais de 46 mil pessoas no Vélodrome

A melhor foto de N'Gog na vitória do Liverpool foi esta... (AP)

A melhor foto de N'Gog na vitória do Liverpool foi esta... (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 22:43

Grande disputa do 3º para baixo

Compartilhe: Twitter
As caretas de Cris e Lloris não desviaram a cabeça certeira de Marouane (AFP)

As caretas de Cris e Lloris não desviaram a cabeça certeira de Marouane (AFP)

Quem acompanha o Campeonato Francês nas últimas rodadas pode constatar um equilíbrio pra lá de interessante entre os ponteiros da tabela. Com exceção ao Bordeaux, claro, que segue com confortáveis quatro pontos de vantagem para o vice-líder, o que lhe permite derrapar uma vez sem perder o posto. Vamos excluir também o Montpellier, que conseguiu se manter em segundo com uma vitória em Toulouse, o que lhe dá algum crédito. Mas, do 3º ao 11º, a diferença é de apenas quatro pontos, o que faz com que tropeços e vitórias seguidas levem bons times do céu ao inferno rapidinho. Não é bacana?

Vamos ao que vimos no fim de semana – me ajudem com o que esqueci nos comentários, porque infelizmente o tempo pr’eu me dedicar ao blog está cada vez mais curto. Girondinos e Lioneses fizeram o clássico dos classificados franceses na Liga dos Campeões, e os atuais campeões franceses não se intimidaram  no Gerland com mais de 36 mil torcedores. O prestativo Chamakh fez o gol da vitória no final. Como Makoun e Michel Bastos tiveram notas bem baixas na avaliação da France Football, é de se imaginar que foi um dia atípico para o Lyon. 

De 1 a 0 em 1 a 0, o Bordeaux enche o papo rumo ao bi. E o prejuízo lionês, contabilizando o restante da rodada, não foi pouco: despencou de 4º para 9º na tabela. Está a oito pontos do líder, o que não acontecia desde a Ligue 1 1998-1999! O primeiro atrás dos girondinos é o (consistente?) Montpellier, que como já disse bateu o TFC longe de casa. O atacante senegalês Souleymane Camara foi o nome do jogo. Também gosto de “Souleymane”. Mas “Bafétimbi” é melhor, claro.

Bonito fizeram o Olympique de Marselha e sua torcida, que quatro dias após ver seu time cair na Champions compareceu em massa ao Vélodrome contra o novato Boulogne (mais de 47 mil pagantes!). Dentro de campo, o OM correspondeu, fazendo 2 a 0, com os defensores Heinze e Taiwo. Fora das quatro linhas, as circunstâncias ajudaram e os marselheses galgaram do 7º para o 3º lugar na classificação. Inversamente, desceu a gangorra o azarão Valenciennes, que perdeu em Le Mans (2 a 1) mesmo jogando com um a mais no 2º tempo inteiro – caiu de 3º para 8º.

De Monaco x Lille, eu podia esperar uma reabilitação dos anfitriões ou a confirmação da arrancada dos visitantes. Mas não 4 a 0 do LOSC no Louis II! É a quarta vez consecutiva que o Lille ganha de quatro!! Parece que os monegascos já esperavam o pior, quando apenas 6 mil torcedores foram ao estádio. Os brasileiros viveram dias opostos: enquanto Adriano (expulso) e Nenê decepcionaram, Túlio de Melo voltou ao time titular e fez seus dois primeiros gols no Francês. O bom Cabaye marcou de pênalti e Aubameyang completou o fiasco do ASM.

Por fim, a mesma journée que viu o maior número de expulsões por rodada na temporada (cinco) registrou Paris Saint-Germain 3 x 0 Saint-Etienne no duelos dos “santos”. Luyindula, Sessegnon e Erding construíram a goleada parisiense ainda no primeiro tempo, recompensando o bom público no Parc des Princes e ratificando a crise vivida pelo tradicional ASSE, que realmente precisa de um chacoalhão, como oportunamente comentou o leitor Filipe na última semana.

De Melo só não deve ter gostado do cheirinho do Gervinho... (AFP)

De Melo só não deve ter gostado do cheirinho do Gervinho... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 24 de agosto de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 23:11

Voltamos à normalidade

Compartilhe: Twitter

Nenê agradece ao Papai pelo gol na vitória monegasca sobre o Lorient (AFP)

Até a rodada passada, tínhamos o Nancy como grata surpresa entre os líderes da Ligue 1. Exactement: tínhamos. Ao fim da terceira journée, o Bordeaux lidera isolado, seguido por Lyon, PSG e Olympique, empatados. Ou seja, voltamos ao estado natural das coisas, nos seguintes termos: os quatro grandes comandam.

A façanha de ganhar todas as partidas disputadas, entretanto, cabe só ao atual campeão. Na segunda partida em casa, os Girondinos golearam de novo, por quatro gols novamente, e já somam 11 tentos em 3 jogos. Nos 4 a 0 sobre o time da tia Nice, pobrezinha, dois foram do mestre Gourcuff, um de Alou Diarra e outro do compatriota Jussiê. O até então surpreendente Nancy caiu na real ao cair em Le Mans: 2 a 1 para os donos da casa.

PSG e Lyon mostraram força e triunfaram longe dos seus domínios. O primeiro fez 3 a 2 no Valenciennes (o bom Luyiundula marcou) e o segundo aplicou 3 a 0 no Auxerre, com o já mencionado uniforme-marca-texto (veja post “Fim de semana na redação 1”), gols de Boumsong (uma pintura de letra, acredite!), Makoun e Pjanic – o bósnio a cada jogo mostra seu valor. 

O Marselha ficou no empate com o Rennes, 1 a 1. Como foi fora de casa e o rival não é pouca coisa, beleza vai. E os destaques brazucas ficam para Nenê, ex-Palmeiras e Santos, e Eduardo Santos, importantes para colocarem Monaco e Lens em boa situação na tabela (que você pode CONFERIR AQUI).

>> LIGA DOS CAMPEÕES: Amanhã acontece o jogo de volta entre Lyon e Anderlecht, às 15h30, e quem quiser acompanhar lance a lance pode clicar no Placar iG!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 12 de maio de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 17:50

Para o gasto e a torcida contra

Compartilhe: Twitter

Mounier e Makoun: “No meu apartamento ou no seu? Marselha ou Bordeaux?” (AFP)

Totalmente dependente de tropeços de Olympique de Marselha e Bordeaux, líderes do Campeonato Francês com 68 pontos ganhos, para sonhar com a 8ª taça consecutiva, o Lyon (61 pontos) abriu a 35ª rodada (são 38 ao todo) contra o Nantes (33) precisando mais do que nunca da vitória. A formação titular veio ofensiva, com um trio poliglota no ataque: Ederson (Brasil) – Benzema (França) – Delgado (Argentina).

Os torcedores no Gerland não tiveram muito tempo para se preocupar: logo aos 7 minutos da etapa inicial, o meia camaronês Jean Makoun abriu o placar de cabeça, após troca de passes com Juninho e Ederson. As coisas ficaram mais fáceis aos 34, quando o próprio Makoun ampliou, aproveitando passe de Delgado e aumentando o desespero do Nantes, cuja 18ª colocação na tabela lhe daria o indesejado título de primeiro dos rebaixados.

Com o OL ainda melhor na segunda etapa, foi possível descansar o capitão Juninho Pernambucano, que voltava de contusão, já aos 11 minutos – Govou veio para seu lugar e braçadeira passou para o zagueirão Cris. Os dois times se revezaram na arte de concluir mal a gol ou errar passes perto da área, uma decepção sobretudo para Benzema, que almeja uma transferência para um centro mais vísivel na Europa.

Nitidamente superior, o Lyon fechou a conta com outro gol de cabeça, desta vez de Mounier, que substituiu Delgado e converteu escanteio cobrado pelo sueco Kallstrom aos 34. Por fim, os 3 a 0 obrigam os lioneses a grudar na TV nesta quarta e jogar toda a “catiça” possível contra OM e Girondinos de Bordô. Vamos conferir o poder desta bruxaria…

Autor: Tags: , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última