Publicidade

Posts com a Tag Luxemburgo

terça-feira, 29 de março de 2011 Seleção francesa | 19:08

Tanto bateu que… não furou

Compartilhe: Twitter
rami_afp

Rami lamenta má sorte, em imagem que representa bem o que foi o amistoso (AFP)

Jogando de “marinheira”, a França cansou de perder gols e decepcionou o ótimo público que presenciou o amistoso contra a Croácia no Stade de France. Zero a zero no placar, pois não houve santo que transpusesse a meta de Stipe Pletikosa (que entrou na volta do intervalo), de um lado, e Hugo Lloris se manteve seguro nas vezes em que foi ameaçado, do outro. 

Como se temia, Evra e Ribéry receberam vaias dos torcedores, mesmo iniciando no banco de reservas. Quem também não escapou dos apupos foi o técnico croata Slaven Bilic, lembrado por ter “cavado” a expulsão do então zagueiro Blanc na semifinal da Copa de 1998, no mesmo estádio. A novidade na escalação francesa foi Matuidi no lugar de Gourcuff, para tristeza das fãs do moço. Do lado visitante, Dejan Lovren, zagueiro do Lyon, compunha a defesa.

Com dificuldades para criar chances no primeiro tempo, a França teve uma boa oportunidade, quando Benzema recebeu dentro da área, mandou lá em cima e culpou o gramado, e outra não tão boa assim, quando Menez e Benzema tabelaram e o atacante do Real Madrid mandou na lateral do gol. Em compensação, a Croácia assustou quando Mexès bobeou, Perisic roubou a bola pela direita do ataque e chutou cruzado, exigindo eficiente intervenção de Lloris.

ribery_afp

Ribérra enfrentou a multidão e não foi mal não, visse? (AFP)

Aos 14 da etapa complementar, Blanc sentiu que Ribéry tinha culhões e o colocou no lugar de Malouda. Um minuto depois, sacou Menez e pôs Remy. Benzema procurava o jogo, pelo menos se esforçava. Aos 22, Rami fez surpreendente jogada individual no ataque, saiu costurando pelo meio e chutou colocado de chapa, mas a bola acertou a trave, que pecado!

Sentindo o bom momento do time, a torcida começou a participar mais do jogo, incentivando e esquecendo-se de vaiar o Franck. Aos 29, Blanc deu uma chance a Gameiro, que veio para o lugar de Benzema, com dores na coxa – assim que chegou ao banco, Karim recebeu atendimento e curativo no local.

Dez minutos depois, Ribéry mostrou seu valor e talento ao executar preciso lançamento pra Remy, cara a cara com Pletikosa. Só que o atacante dominou errado, esticou demais e permitiu que o goleiro o desarmasse, perdendo “a” chance do jogo!

Com 42, Gourcuff foi incumbido de tentar algo, natural, mágico ou sobrenatural que fosse, no lugar de Nasri. Deu tempo para Yo-Yo bater falta, escanteio, chutar perigosamente e até Rami tentar uma bicicleta meio suicida dentro da área (tanto que deixou o jogo na maca…), mas Stipe estava imbatível e todos tiveram de deixar o Saint-Denis sem ver sequer um gol.

croacia_afp

Sempre efusivos demais (para não dizer violentos), os croatas fizeram a sua fumaça (AFP)

Eliminatórias para a Eurocopa 2012
Algumas seleções entraram em campo hoje pelo qualificatório, inclusive pelo grupo francês. Na chave D, a Romênia venceu Luxemburgo em casa por 3 a 1, com dois gols de Adrian Mutu, e mesmo indo a cinco pontos continua na quinta e penúltima colocação, justamente à frente dos luxemburgueses, com apenas um ponto. Relembrando, les Bleus lideram com 12, seguidos por Belarus e Albânia, com 8.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 25 de março de 2011 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 19:14

Vitória clássica, obrigação cumprida

Compartilhe: Twitter
lux_fra_rami_nasri_mexes_ap

Rami faz "cuti-cuti" no assistente Nasri depois do gol de Mexès, o louro (AP)

Estreando novo uniforme número 1 (camisa e calção azuis, meião vermelho) e capitão (o jovem Samir Nasri), a França derrotou Luxemburgo no “evento esportivo do ano” no minúsculo país. Philippe Mexès, de cabeça, e Yoann Gourcuff, de pé esquerdo, construíram os 2 a 0 que bastaram para que os Bleus chegassem a 12 pontos e mantivessem a liderança do grupo D das Eliminatórias para a Eurocopa 2012 independentemente das duas partidas de amanhã pela chave.

O início de jogo teve muitos passes laterais por parte da França, com dificuldade para penetrar na acirrada marcação adversária. Com o tempo, Luxemburgo se animou, foi mais ao ataque e animou os torcedores presentes no acanhado estádio.

Aos 18 minutos, primeira boa jogada francesa, quando Sagna foi à linha de fundo, cruzou com perigo no meio da área e Malouda finalizou errado, desperdiçando grande chance ao mandar a bola por cima do gol. Aos 28, falta perigosa perto do bico da grande área. Mexès sinaliza para Nasri onde ele deve colocar a bola. A cobrança vem no ponto e o zagueiro da Roma testa firme pra rede, facilitado pela desorganizada marcação dos “luxes”: 1 a 0. 

lux_fra_evra_abidal_afp

"Abidal, pensamos em você. Coragem!", diz a camisa do substituto de Eric, Patrice Evra

A vantagem trouxe mais tranquilidade para os franceses, ainda protagonistas das principais chances de gols. Aos 38, Ribéry enfiou bela bola para Malouda, que acabou demorando para arrematar, sendo travado dentro da área. Três minutos depois, Benzema arrancou em contra-ataque, deixou um marcador na saudade mas telegrafou a finalização de chapa, interceptada antes de chegar ao gol.

Sem alterações da parte de Laurent Blanc no intervalo, a França v0ltou a campo para ver se conseguia ao menos mais um gol e o sossego para garantir os três pontos. Luxemburgo não mudou sua proposta de jogo, tentando aproveitar roubadas de bola para sair com velocidade. Nasri acabou sendo presa para a marcação anfitriã, até se machucando aos 12 minutos. Aos 19, bom escanteio batido por Malouda, Rami subiu bonito de cabeça, mas estava longe do gol e permitiu a defesa sem rebote do goleiro. No minuto seguinte, bonita jogada individual de Benzema, habilidoso para abrir espaço entre os rivais, porém o chute foi para a rede do lado de fora.

A tranquilidade esperada veio aos 27, quando Mexès lançou boa bola para Ribéry na esquerda, o meia-atacante do Bayern abriu espaço para cruzar, a zaga rebateu mal, para o meio, e Gourcuff apareceu finalizando de primeira, pegando o goleiro no contrapé: 2 a 0. As chances de aumentar o escore não cessaram, com o desânimo que abateu Lux. Com 32, nova boa jogada de Ribérra, colocando Malouda em ótimas condições. Só que a finalização foi toda errada e nem a complementação de Benzema, livre, acertou o gol.

lux_fra_ribery_afp

Ribéry andou se irritando no 2º tempo com a marcação, mas foi melhor do que no 1º (AFP)

Nos minutos finais, Luxemburgo arriscou um tudo ou nada, depois de ter feito as três alterações, e trouxe alguma preocupação para Lloris. Por outro lado, deu espaços e Benzema e Ribéry tiveram mais oportunidades, não aproveitadas. Não precisava, pois a vitória foi assegurada depois de ouvirmos, nos minutos finais, os franceses cantando a bonita Marselhesa na arquibancada… A se destacar que Blanc não quis ou precisou mexer no time, que apresentou bom preparo físico.

Sub 21 bem também
Ontem, os “Espoirs” da França conquistaram uma vitória que merece ser registrada. Foi amistoso, mas foi contra uma seleção de respeito e que vem revelando muitos talentos: 3 a 2 na Espanha em Reims, com dois gols de Emmanuel Rivière, atacante do Saint-Etienne, e um de Magaye Gueye, do Everton.

Erick Mombaerts utilizou Gorgelin; Corchia (capitão), Stambouli, Mangala e Makonda; Guilavongui, Pajot (Varane), Saivet e Griezmann (Sylla); Gueye (Cabella) e Rivière. Resultado ótimo para ganhar confiança na preparação para as Eliminatórias da Euro sub 21, que começam em setembro.

lux_fra_gourcuff_afp

Para as leitoras: e esse estilo "barba por fazer" do Gourcuff, hein? Olhem só do pescoço pra cima, tá? (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 08:02

Por menos sofrimento

Compartilhe: Twitter

Mais rapidez e intensidade para chegar ao gol e abrir o placar. É isso o que Laurent Blanc disse aos jornalistas na quinta-feira sobre o que espera da França contra Luxemburgo hoje, no quinto jogo da equipe pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2012, às 17h de Brasília.

Como a última partida francesa no qualificatório foi contra o mesmo adversário, podemos dizer que o jogo desta sexta no estádio Josy Barthel, com arbitragem do norueguês Tom Harald Hagen, pode ser considerado de “volta”. E Blanc, no seu discurso, fez referência aos 2 a 0 construídos com certa dificuldade na “ida”, em Metz (12/10/2010), quando, em que pese a fragilidade luxemburguesa, Karim Benzema abriu o placar aos 22 minutos do 1º tempo e Yoann Gourcuff ampliou só aos 31 do 2º, quando os Bleus tinham um jogador a mais.

Ribéry e Evra

Ribéry e Evra: expectativa em torno do retorno à seleção (AFP)

Vencer o lanterna da chave, que ainda não sabe o que é fazer gol depois de quatro jogos, também garante a manutenção da liderança do grupo D, que terá, amanhã, Bósnia-Herzegovina x Romênia e Albânia x Belarus/ Bielorrússia. Lembrando que os primeiros colocados dos grupos e o melhor segundo se garantem diretamente na Euro, enquanto que os demais vices fazem mata-matas para definir as últimas vagas, a situação da chave é a seguinte:

França, 9 pontos, 4 jogos, 6 gols pró, 1 contra, saldo +5
2º Belarus, 8 pontos, 4 jogos, 3 gols pró, 0 contra, saldo +3
3º Albânia, 5 pontos, 4 jogos, 3 gols pró, 4 contra, saldo -1
4º Bósnia, 4 pontos, 3 jogos, 4 gols pró, 3 contra, saldo +1
5º Romênia, 2 pontos, 3 jogos, 1 gol pró, 3 contra, saldo -2
6º Luxemburgo, 1 ponto, 4 jogos, 0 gol pró, 6 contra, saldo -6

As equipes prováveis para Luxemburgo x França são:

LUX: Joubert; Schnell, Blaise, Hoffmann, Munsch; Laterza, Payal, Gerson, Bettmer e C. Leweck; Joachim.

FRA: Lloris; Sagna, Rami, Mexès e Evra; M’vila, Gourcuff, Nasri, Ribéry e Malouda; Benzema.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de março de 2011 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 13:07

Evra e Ribéry, bem-vindos de volta

Compartilhe: Twitter

Creio que Laurent Blanc acerta ao trazer os experientes jogadores novamente para a seleção francesa, mesmo contrariando ministros, presidentes ou qualquer autoridade que seja. Eles já cumpriram a punição que foi dada aos rebeldes da Copa 2010, ficaram um tempo ausentes e, como Raymond Domenech e sua comissão representam um passado que convém esquecer, vamos priorizar o futuro e a necessidade de chegar com um time forte para brigar pelo título europeu em 2012, d’accord?

Aliás, sem poder contar com o rodado Abidal na lateral-esquerda, por conta de tratamento de doença, vem muito a calhar para Blanc o retorno de Evra. E quanto a Ribéry, ele não está machucado (que bênção!), voltou a jogar com qualidade e parece ser o nome ideal para chamar a responsabilidade do meio para a frente, diante dos tímidos Malouda e Benzema, do candidato-a-protagonista-que-continua-figurante Gourcuff e do ainda novato Nasri.

Os convocados para defender a França contra Luxemburgo pelas Eliminatórias da Eurocopa, em 25 de março, e contra Croácia em amistoso no dia 29, são:

Goleiros: Lloris (Lyon), Mandanda (Olympique de Marselha), Carrasso (Bordeaux)

Defensores: Rami (Lille), Mexès (Roma-ITA), Sagna (Arsenal-ING), Sakho (PSG), Clichy (Arsenal-ING), Evra (Machester United-ING), Koscielny (Arsenal-ING), Reveillére (Lyon)

Meias: M’Vila (Rennes), Alou Diarra (Bordeaux), Malouda (Chelsea-ING), Gourcuff (Lyon), Nasri (Arsenal-ING), Diaby (Arsenal-ING), Menez (Roma-ITA), Ribéry (Bayern de Munique-ALE)

Atacantes: Benzema (Real Madrid-ESP), Hoarau (PSG), Gameiro (Lorient), Rémy (Olympique de Marselha)

Concorda comigo? Não? Opine!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 12 de outubro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa | 18:14

Ao menos é uma vitória

Compartilhe: Twitter
 
 

Yoann Gourcuff marcou gol nas duas últimas vitórias, sobre Romênia e Luxemburgo (AFP)

Yoann Gourcuff marcou gol nas duas últimas vitórias, sobre Romênia e Luxemburgo (AFP)

França 2 x 0 Luxemburgo (gols de Benzema e Gourcuff). Pouco. Mas não sejamos injustos, pois o principal objetivo (vitória) foi conquistado em Metz. O resultado mantém os Bleus na ponta do grupo D das Eliminatórias para a Eurocopa 2012 até 25 de março de 2011, quando o selecionado faz o jogo contra o mesmo Luxemburgo lá no minúsculo país. Com a vitória da Bielorrússia sobre a Albânia por 2 a 0 também, hoje também, os bielorrussos se garantem na vice-colocação, com um ponto a menos que os franceses (8 a 9), deixando os albaneses em terceiro (5).

Tudo bem, pois outros grandes europeus nem o gostinho da vitória puderam sentir nesta terça: a Inglaterra ficou no zero com Montenegro (em Wembley) e a Itália sequer conseguiu jogar, por causa da selvageria dos torcedores da Sérvia em Gênova. Azar o deles né?

Atualização de quarta, 13/10, com os jogadores que foram a campo: Lloris; Réveillère, Rami, Mexès e Clichy; Alou Diarra, Diaby, Malouda (Nasri) e Gourcuff; Benzema (Payet) e Hoarau (Rémy).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 11 de outubro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa | 21:09

França x Luxemburgo: atropelamento?

Compartilhe: Twitter

Vinda de duas vitórias, tendo mostrado futebol consistente no último sábado, e empolgada pela liderança do grupo D das Eliminatórias da Euro 2012, é natural que a seleção francesa atropele Luxemburgo amanhã, pela quarta rodada do qualificatório – até porque o único Luxemburgo que impõe respeito no mundo do futebol é o “Pofexô”… Claro que a vitória, mesmo mínima, é o que mais vale. Mas fazer um bom saldo de gols seria excelente, pensando nas pedreiras que podem vir até o fim da longa jornada do torneio.

Laurent Blanc tem um bom problema pela frente, que é o de ter reservas se sobressaindo na última partida (Rémy, Payet, Gourcuff), para definir os titulares do jogo das 16h desta terça, em Metz. Além disso, Diaby se recuperou de lesão e pode recuperar vaga no meio de campo, no lugar de M’Vila, que ficou devendo contra a Romênia. Segundo a France Football, Gourcuff e Hoarau aparecem como boas apostas, nos lugares de Nasri (que eu acho que não deveria sair) e Valbuena.

Vamos esperar. Para ver quem joga, e para ver se a goleada vem para a liderança ser garantida com a autoridade que a França (6 pontos) precisa retomar. No outro jogo da chave, a Bielorrússia (5 pts) recebe a Albânia (5 também). Romênia (2 pts) x Bósnia (4 pts) foi passado para 2011, não me pergunte por quê e se junte a mim na reclamação de que a tabela do grupo ficará pendente a partir de agora, com umas seleções tendo mais jogos que outras… (merde!)

Presidente da FFF, Fernand Duchaussoy foi exibir sua forma avolumosa no último treino dos Bleus (AFP)

Presidente da FFF, Fernand Duchaussoy foi exibir sua forma avolumosa no último treino dos Bleus (AFP)

Fui procurar saber se o jogo em Metz seria transmitido ao vivo ou em VT por um dos canais SporTV. O canal principal trará Holanda x Suécia, OK. Mas o secundário vai passar a final do Campeonato CATARINENSE masculino de VÔLEI, entre Florianópolis e Blumenau. Ah, vá!

O amigo Raphael lembra que a TV5 vai mostrar o jogo, felizmente.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 9 de outubro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 18:56

Suado, mas merecido!

Compartilhe: Twitter
O gol que selou a vitória dos Bleus na perspectiva da rede do Stade de France (AFP)

O gol que selou a vitória dos Bleus na perspectiva da rede do Stade de France (AFP)

A pressão francesa demorou a se converter no resultado esperado, mas ele veio: 2 a 0 sobre a Romênia (gols de Rémy e Gourcuff), e liderança do grupo D nas Eliminatórias para a Eurocopa 2012.

Pressionando desde o início, sempre empurrada pelo estádio cheio de bandeirinhas tricolores tremulando e com boa movimentação na frente, a França teve dificuldades para furar a retranca romena no primeiro tempo. Benzema, sempre perigoso, raspou a trave com bonito chute aos 39 minutos, mas foi só.

A busca pelo gol seguiu forte na segunda etapa, com Valbuena acertando o travessão aos 11 minutos, após defesa e alguma sorte do goleiro romeno. Dois minutos depois, Nasri (muito bem no jogo) invadiu a área e Pantelimon fez outra bela defesa. Para dar mais emoção ainda aos franceses, a Romênia se soltava mais e criava perigo nos contra-ataques. Num deles, aos 25 minutos, Clichy saiu jogando errado e, na sequência da jogada, Lloris, mostando sorte, viu sua trave ser acertada e bola voltar marota pras suas mãos… 

Até que Blanc resolveu mexer no time, sacando os aplaudidos Nasri e Valbuena para as entradas de Gourcuff e Rémy. E sua estrela brilhou, pois os gols sairiam justamente dos pés deles. Primeiro o marselhês Rémy, que recebeu em velocidade no contra-ataque e chutou cruzado, rasteiro, aos 38. E quando a torcida ansiava pelo apito final, Payet, que entrara no lugar de Benzema, fez bela jogada individual, foi à linha de fundo e rolou para Gourcuff só colocar no canto.

Vitória assegurada e liderança tomada (seis pontos, um à frente de Albânia e Bielorrússia), apagando o revés em casa para os bielorrussos, na primeira rodada, bem como o tropeço diante dos mesmos romenos, no mesmo Stade de France, pelas Eliminatórias para a Copa 2010. Fantasmas exorcizados, bora golear Luxemburgo na terça-feira!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 8 de outubro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 21:45

O importante é o resultado

Compartilhe: Twitter
Karim Benzema no treino de reconhecimento do glorioso Stade de France (AFP)

Karim Benzema no treino de reconhecimento do glorioso Stade de France (AFP)

Faço minhas as palavras de Laurent Blanc, sobre o terceiro jogo da França nas Eliminatórias da Eurocopa 2012, neste sábado, contra a Romênia (16h de Brasília, com SporTV ao vivo e Tempo Real do Placar iG). Mesmo que o time não encante em Saint-Denis, se ganhar está ótimo. Até porque os empates desta sexta-feira pelo grupo francês ajudaram – Luxemburgo 0 x 0 Bielorrússia, Albânia 1 x 1 Bósnia -, deixando a classificação da seguinte maneira:

1. Albânia (!): 5 pontos, 1 gol de saldo, 3 gols marcados
2. Bielorrússia: 5 pontos, 1 gol de saldo, 1 gol marcado
3. Bósnia: 4 pontos, 1 gol de saldo, 4 gols marcados 
4. França: 3 pontos, 1 gol de saldo, 2 gols marcados
5. Romênia: 2 pontos, 0 gol de saldo, 1 gol marcado
6. Luxemburgo: 1 ponto, -4 gols de saldo, 0 gols marcados

Ou seja, qualquer vitória amanhã leva os Bleus para o topo do grupo D. Sem poder escalar os lesionados Sagna, Diaby e Alou Diarra, Blanc deve sair jogando no 4-5-1 com os seguintes nomes: Lloris; Réveillère, Rami, Mexès e Clichy; M’Vila, Gourcuff, Nasri, Valbuena e Malouda (que deve ser capitão de novo); Benzema.

A provável escalação do técnico Razvan Lucescu na Romênia é: Pantilimon; Rat, Tamas, Chivu e Radoi; Torje, Deac, Maftei e Bilasco; Stancu e Niculae. Sem o destaque Adrian Mutu, suspenso por doping, o nome mais conhecido do escrete romeno é o do polivalente defensor Cristian Chivu, atualmente na Inter de Milão, da Itália. Daniel Niculae fará o papel de “inimigo íntimo” dos franceses, pois atua no Monaco.

A arbitragem será do português Pedro Proença Oliveira Alves Garcia. Então vamos ganhaire, pá!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 30 de setembro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 16:53

O artilheiro seduziu o treinador

Compartilhe: Twitter

E Dimitri Payet alcançou a seleção francesa. O goleador do Campeonato Francês com média de um tento por jogo (7 em 7 rodadas) pelo Saint-Etienne é a principal novidade da lista de Laurent Blanc para a terceira e quarta rodadas das Eliminatórias para a Eurocopa 2012. A França receberá Romênia, agora no dia 9 de outubro, e Luxemburgo, três dias depois.

Legal ver Gourcuff e Nasri de volta. Ben Arfa, começando bem na Inglaterra pelo Newcastle, ficou de fora. O mais engraçado é que Blanc falou publicamente que Benzema, afeito às baladas all night long, “não gosta de trabalhar e acordar cedo”, mas chamou o atacante do Real Madrid. Será que ele vai lhe dar um despertador à la Mr. Bean, que joga água na cara do sujeito pra ele levantar na marra??

Payet tem sido figurinha repetida dos gols do Francês 2010/2011 (AFP)

Payet tem sido figurinha repetida dos gols do Francês 2010/2011 (AFP)

Vamos ver se Blanc consegue criar o “núcleo duro” que deseja para dar solidez ao time. Enfin, voilá la liste:

Goleiros: Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Olympique de Marselha), Cédric Carrasso (Bordeaux).

Defensores: Bakary Sagna (Arsenal/Inglaterra), Adil Rami (Lille), Philippe Mexès (Roma/Itália), Mamadou Sakho (Paris Saint-Germain), Gaël Clichy (Arsenal/Inglaterra), Benoît Trémoulinas (Bordeaux).

Meio-campistas: Abou Diaby (Arsenal/Inglaterra), Alou Diarra (Bordeaux), Lassana Diarra (Real Madrid / Espanha), Yann Mvila (Rennes), Florent Malouda (Chelsea/Inglaterra), Yoann Gourcuff (Lyon), Mathieu Valbuena (Olympique de Marselha), Blaise Matuidi (Saint-Étienne), Samir Nasri (Arsenal/Inglaterra).

Atacantes: Kevin Gameiro (Lorient), Guillaume Hoarau (Paris Saint-Germain), Karim Benzema (Real Madrid/ Espanha), Loïc Rémy (Olympique de Marselha), Dimitri Payet (Saint-Étienne).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 11:53

Bela resposta

Compartilhe: Twitter
Blanc, Valbuena e Benzema após a vitória da França sobre a Bósnia em Sarajevo

Blanc, Valbuena e Benzema após a vitória: o técnico ficou tão aliviado que não comemorou tanto... (AFP)

Caros, perdoem o atraso para falar de Bósnia x França, que foi ontem (terça) de tarde. Acontece que folguei nesse feriado de Independência (o que acontece em apenas 50% dos feriados) e tirei os dias para uma viagem, programada há meses e necessárias para o ser humano Bruno Pessa.

Finalmente a seleção francesa obteve um resultado que se espera dela! Depois de acumular derrotas contra rivais de menor prestígio e qualidade técnica, venceu a Bósnia-Herzegovina em Sarajevo por 2 a 0. Recupera-se, assim, da estreia negativa pelas Eliminatórias da Eurocopa 2012, quando foi surpreendida pela Bielorrússia no seu Stade de France (1 a 0), no sábado.

No dia em que venceria a primeira como comandante bleu, Laurent Blanc levou a campo Lloris; Sagna, Rami, Méxès e Clichy; Alou Diarra, Diaby e Mvila; Valbuena, Malouda (substituído por Matuidi aos 35 do 2o) e Benzema. Do outro lado, bósnios conhecidos do futebol francês (Pjanic, Spahic) e de sucesso nos campos alemães (Dzeko, Ibisevic).

Depois de um primeiro tempo truncado, jogando mais na defesa, a França buscou ser mais ofensiva na segunda etapa e foi premiada em dois momentos: aos 27, Karim Benzema recebeu de Clichy, servido por Malouda, e virou para cima da zaga adversária com categoria, marcando o primeiro. Sete minutos depois, em contra-ataque, Diaby recebeu de Sagna e cruzou para Valbuena, que rolou a bola para os pés de Florent Malouda, sem goleiro, só complementar para o gol.

Com os demais resultados da rodada (Bielorrússia 0 x 0 Romênia, Albânia 1 x 0 Luxemburgo), o grupo D é liderado pela Albânia, acreditem. Considerando que o confronto direto vale mais do que o saldo de gols em caso de igualdade de pontos, a classificação mostra:

1. Albânia: 4 pontos, 1 gol de saldo, 2 gols marcados
2. Bielorrússia: 4 pontos, 1 gol de saldo, 1 gol marcado
3. França: 3 pontos, 1 gol de saldo, 2 gols marcados
4. Bósnia: 3 pontos, 1 gol de saldo, 3 gols marcados 
5. Romênia: 2 pontos, 0 gol de saldo, 1 gol marcado
6. Luxemburgo: 0 pontos, -4 gols de saldo, 0 gols marcados

Claro que ainda não é a posição que a França pode alcançar de fato. Mas a convincente vitória fora de casa dá mais tranquilidade na preparação para o próximo pega: contra a Romênia, dia 9 de outubro, em casa.

Tubarão, o que você tem a dizer?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última