Publicidade

Posts com a Tag Liverpool

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 Brasileiros na França, Franceses no mundo, Torneios europeus | 19:22

PSG não bate BATE, mas avança. Lille caiu mesmo

Compartilhe: Twitter

Acertei as apostas de ontem!

Mesmo sem conseguir derrotar o BATE Borisov, nem na Bielorrússia (2 a 2) nem hoje, na França (0 a 0), o Paris Saint-Germain se classificou para as oitavas de finais da Liga Europa. Vai enfrentar um adversário de bem mais respeito, o português Benfica, que deixou o Stuttgart para trás.

Nesta quinta, poupou titulares como Nenê, Giuly e Makelele e deu chance para novatos, como Makonda e Kebano. Foi o suficiente. Mas se tivesse levado um golzinho, sei não…

psg_bate_ceara_reu

Ceará, capitão parisiense hoje, comemora a classificação mesmo sem vitória. Contra o Benfica, é preciso fazer mais (Reuters)

 

Quanto ao Lille, tava na cara que não seguraria o PSV em Eindhoven, ainda mais poupando jogadores (Landreau, Beria, Balmont, Chedjou, Sow e Hazard começaram no banco). E olha que saiu na frente, com Frau, conseguindo o placar que precisava com vinte e poucos minutos. Mas a pressão veio forte, e num carrinho imprudente do brasileiro Emerson, Dzsudzsák (aff…) foi esperto na cobrança da falta, chutando enquanto Mouko arrumava a barreira, para empatar.

O placar já favorecia o time holandês, que acabou beneficiado pelo excesso de rigor do juiz espanhol Eduardo Iturralde González na expulsão de Frau, pelo segundo amarelo. Daí para os gols de Lens (que tem nome de clube francês, mas é da Nederlanda mesmo) e do zagueiro brasuca Marcelo foi um pulo.

Túlio de Melo, que apareceu mais ajudando a defesa do que o ataque nas bolas aéreas, atuou até os 24 do 2º, quando o artilheiro da Ligue 1 o substituiu, sem sucesso também. Fim de jogo, 3 a 1, que somados aos 2 a 2 na França não deixam margem para desempate. Vamos ver se o LOSC se segura na liderança do Campeonato Francês, que foi o que lhe restou.

psv_lille_garcia_reu

Expulso logo depois de Frau, o técnico Rudi Garcia foi parar na arquibancada e teve que ouvir a algazarra dos torcedores do PSV no Philips Stadium (Reuters)

 

Liverpool 1 x 0 Sparta Praga
Bem que eu torci pro David N’Gog ir bem hoje, na Inglaterra. Com o impedimento de Luiz Suárez de atuar na Liga Europa, o francês segue ganhando chances no ataque titular dos Reds. Mas, nesta quinta, seu desempenho foi triste e não tive como não concordar com as críticas negativas da transmissão da ESPN (narrador, comentarista e telespectadores via internet). Sorte dele e do time todo que Dirk Kuyt balançou as redes e trouxe alívio para Anfield Road.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 15 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 21:28

Campeonato Francês: acirradíssimo

Compartilhe: Twitter

Depois de mais uma rodada no fim de semana, a Ligue 1 continua extremamente competitiva. Engraçadamente, o 19º e penúltimo colocado Nancy está à frente do lanterna, Arles, na mesma quantidade de pontos que o separa do líder, o Brest! (oito). Ou seja, prever quem lutará pelo quê continua uma dura missão.

Não podemos desprezar a força defensiva do Stade Brestois, que mesmo não empolgando no ataque é um dos dois times que menos sofreu gols no certame (8, ao lado do Rennes). A liderança isolada veio depois do 1 a 1 com o Sochaux, que saiu na frente em casa mas cedeu a igualdade minutos depois.

Uma das maiores ajudas ao Brest veio da derrota do Rennes, que começou a rodada como 2º e terminou em 5º depois da derrota em Auxerre (2 a 1). Pude acompanhar parte do jogo no Abbé-Deschamps e vi o golaço de Valter Birsa, que recebeu no meio, abriu espaço cortando para a esquerda e bateu colocado, encobrindo o goleiro Douchez, que só pôde olhar embasbacado.

Pouco depois, porém, Kembo-Ekoko subiu sozinho, cabeceou na trave e deu sorte de a bola voltar na pinta pra ele empurrar pro gol do AJA, que buscaria a vitória quando Contout foi derrubado por Douchez e Quercia apareceu para definir o lance pro gol. Apesar das estatísticas equilibradas e maior posse de bola do Stade Rennais, deu Auxerre e acho que merecidamente, porque foi mais incisivo na busca pelo gol. Roy Hodgson, treinador do inglês Liverpool, estava no estádio, dizem que para ver o selecionável Yann M’Vila e o congolês Delvin Ndinga, ambos volantes. 

O Brest aplaudiria ainda ao tropeço do Olympique de Marselha em casa, contra o Lens. A torcida no Vélodrome vibrou logo aos 10 minutos, quando Lucho González bateu escanteio, Heinze desviou e Mbia arrematou para o gol. Entretanto, a ofensiva marselhesa parou por aí e num ataque do RCL houve uma bola na área mal rebatida pela zaga, permitindo que o brasuca Eduardo Santos batesse bonito, de direita, sem qualquer chance para Mandanda.

moussa_sow_lille_afp

Moussa Sow merece um P de parabéns pelo que tem feito no Francesão (AFP)

Pena que Santos seria substituído logo depois, o que julguei errado da parte do técnico Jean-Guy Wallemme – até porque houve um contra-ataque pros visitantes no finalzinho que poderia ter lhes dado a vitória se o brasileiro estivessem em campo. Se falhou ao não conseguir vencer, o OM pode reclamar do juiz que não viu um pênalti claro em Mbia, seguro por adversário em falta alçada na área lá pelos 30 do 2º tempo. Mesmo assim, o ataque com Remy, Gignac e Brandão (este nos últimos 15 minutos) foi mal e os anfitriões ouviram vaias da torcida no fim do jogo.

Na cola do SB29 vem o Lille, que aplicou sonoros 5 a 2 no Caen. Moussa Sow, ex-Rennes, arrepiou com um hat-trick e alcançou a artilharia geral da Ligue 1 ao lado de, curiosamente, Youssef El-Arabi, atacante do mesmo Caen e cria desta casa! O LOSC divide a vice-liderança com o Montpellier, que bateu o Toulouse pelo placar mínimo e vem subindo pelas beiradas.

No 1 a 1 com o Lorient, o Paris Saint-Germain teve dois grandes sustos: só conseguiu igualar o marcador no limiar dos 90 minutos, com Nenê salvando a lavoura, e viu Hoarau desmaiar quando estava no banco de reservas, após ser substituído. Mas o mal-estar foi ligeiro e o atacante rapidamente se recuperou. PSG agora é o quarto, a dois pontos da ponta.

Por fim, Lyon e Nice fecharam a journée no Gerland. Antes eles dividiam a mesma pontuação, no miolo da classificação, mas com a vitória o OL subiu para oitavo, a três pontinhos do líder. Jérémy Pied fez o único gol do jogo, porque Michel Bastos bateu mal um pênalti (sofrido por Gomis de forma bem discutível, a meu ver), defendido por Ospina.

Nada empolgante pro Lyonnais, mas venceu. E chegou aos mesmos pontos do Bordeaux, que também ganhou (2 a 1 no Nancy, com gol irregular e muita confusão no encerrar do jogo) e é outro a ser considerado na briga pelas melhores posições – como se alguém pudesse ser desconsiderado nesse campeonato tão misturado…

Logo mais volto para escrever sobre Inglaterra x França!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 3 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:53

Chocolate do Marselha e arroz com feijão do Auxerre

Compartilhe: Twitter
zilina_marselha_gignac_dubravka_reuters

As atuações de Gignac e do goleiro Dubravka contrastaram gritantemente, como nessa foto da agência Reuters

Bela quarta-feira para os times franceses na Liga dos Campeões da Europa, numa semana em que tudo se inverteu em relação às duas primeiras rodadas: Lyon perdeu, Marselha e Auxerre ganharam. Com placares beeeem diferentes, mas em circunstâncias favoráveis, reanimando-os no principal torneio do continente.

E que goleada ACACHAPANTE do Olympique: 7 a 0 no MSK Zilina, e na Eslováquia! Foi a segunda maior vitória da história da Uefa Champions League, atrás apenas de Liverpool 8 x 0 Besiktas, em 2007. O Marseille ainda alcançou os recordes de maior vitória fora de casa ao final da partida e nos primeiros 45 minutos de jogo, quando já estava 4 a 0.

Particularmente, quem não se esquecerá desta noite de terça-feira será André-Pierre Gignac, aplaudido e substituído na segunda etapa por Brandão. Depois de marcar apenas um gol em dez jogos disputados na atual temporada, entre Ligue 1 e Champions, o atacante ex-Toulouse renasceu: fez um hat-trick e se tornou o quarto francês a obter tal marca na competição, depois de Franck Sauzée (esse eu não conhecia), Thierry Henry e Sylvain Wiltord. Lucho González marcou dois, Gabriel Heinze e Loïc Rémy completaram o placar com um tento cada.

Como era esperado, o Chelsea não tomou conhecimento do Spartak Moscou: 4 a 1 no Stamford Bridge, em resultado excelente para a pretensão de classificação do OM. Curiosamente, entre os que mais ajudaram o time francês no jogo de Londres estão o francês Nicolas Anelka (agora vice-artilheiro geral*), autor de um gol, e Didier Drogba, ex-Olympique, com um gol (de pênalti) e uma assistência (cruzamento perfeito para o cabeceio de Ivanovic). Agora, Marselha e Spartak empatam em pontos, mas o enorme saldo de gols do time francês não o coloca na frente porque, no confronto direto (1º critério de desempate), a vantagem é russa, pela vitória por 1 a 0 no Vélodrome. Portanto, é mais do que recomendável aos comandados de Didier Deschamps uma vitória em Moscou, na próxima rodada, dia 23.

auxerre_ajax_birsa_sammaritano_quercia_reuters

Julien Quercia tenta evitar, sem sucesso, a comemoração nada máscula de Valter Birsa e Frédéric Sammaritano (Reuters)

Bem mais magra, porém tão importante quanto, foi a vitória do Auxerre sobre o Ajax no L’Abbé-Deschamps, por 2 a 1. O AJA abriu o placar logo de cara, quanto Frédéric Sammaritano não quis saber da fama religiosa do seu nome e chegou com tudo num chute-dividida que virou gol nos primeiros minutos. A pressão holandesa foi intensa, Luiz Suárez deu um trabalhão e o empate veio de cabeça (com o beque Alderweired), no segundo tempo. Quando tudo parecia resolvido, porém, Kamel Chafni foi espertaço após sofrer falta no ataque: bateu rapidinho, colocando Steeven Langil na cara de Stekelenburg, e a rolada por baixo do arqueiro deu a vitória aos anfitriões.

Uma vitória do Real Madrid sobre o Milan seria perfeita para o sonho auxerrense, mas até que o empate por 2 a 2 no San Siro não foi ruim, pois a equipe francesa (3 pontos) está a apenas dois pontos do time italiano, vice-líder do grupo G (o Ajax tem 4). Como o Auxerre receberá os rossoneros na próxima rodada, pode ultrapassá-los na tabela em caso de vitória e, se o Real bater ou empatar com o Ajax na Holanda, subirá para uma surreal segunda posição na chave da morte! Como o futebol está sempre sujeito a acasos e imprevistos, o que custa sonhar?

FfF
Pinceladas sobre o que fizeram os jogadores franceses que atuam fora da França: 

– Ontem, Gabriel Obertan anotou um belo gol na vitória do Manchester United sobre o Bursaspor (3 a 0)

– Como disse o Filipe nos comentários, Karim Benzema foi o responsável pela assistência para o gol que salvou o Real Madrid da derrota na Itália. No fim de semana, pelo Campeonato Espanhol, ele também foi fundamental para o sucesso do time, que venceu o Hércules de Trezeguet (que abrira o placar) de virada.

Jérémy Menez abriu o placar para a Roma contra o Basel, finalizando com categoria. Acabaria 3 a 2 pró-giallorossi na Suíça.

Gael Clichy vacilou feio no lance que redundaria no segundo gol do Shakhtar Donetsk sobre o Arsenal, o de Eduardo, perdendo a bola na defesa, perto da linha de fundo. Os Gunners levaram 2 a 1 na Ucrânia.

*Com 5 gols em 4 jogos, Anelka está empatado com Lionel Messi (Barcelona) e atrás apenas de Samuel Eto’o (Inter de Milão), que tem 7.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 22 de setembro de 2010 Copas francesas | 18:45

Toulouse e Rennes eliminados

Compartilhe: Twitter

Sete partidas pela Copa da Liga Francesa hoje. Poucas zebras, mas elas apareceram sim na definição dos classificados para as oitavas de finais:

A alegria do Boulougne-sur-Mer contra o Toulouse (AFP)

A alegria do Boulougne-sur-Mer contra o Toulouse (AFP)

Saint-Etienne 2 x 0 Nice
Landrin e Bergessio asseguraram a classificação ainda no primeiro tempo. O ASSE, líder do Campeonato Francês, segue embalado.

Nancy 1 x 2 Bordeaux 
Bellion abriu o placar para o time visitante, mas Diakite chegou a empatar no início do segundo tempo. Logo na sequência, porém, o Nancy perdeu um jogador expulso e Modeste acabou marcando o gol da vitória, ainda aos 25 da etapa complementar.

Monaco 1 x 0 Lens
Parada só resolvida aos 38 minutos do segundo tempo, quando o romeno Niculae converteu pênalti para alívio do Principado

Boulogne (2ª) 2 x 1 Toulouse
Decisão somente na prorrogação, após empate em 1 a 1 (Lorca e Sissoko). No tempo extra, o TFC perdeu Tabanou, expulso, e a pressão dos donos da casa funcionou: dois pênaltis a favor do time, um deles convertido (Atik) e zebrinha passeando… 

Guingamp (3ª) 3 x 1 Rennes 
O Stade Rennais até saiu na frente, com Kembo-Ekoko balançando as redes logo aos 4 minutos de jogo. Mas o time da terceira divisão virou com sobra: Knockaert, Soly e Diallo marcaram. Vale lembrar que o Guingamp não é de todo desconhecido, pois faturou a Copa da França 2008/2009 quando estava na Ligue 2.

Arles-Avignon 0 x 1 Caen
Gol do atacante marfinense Kandia Traoré, aos 31 minutos do segundo tempo. O Arles não foi capaz de ganhar nada nessa temporada até agora… 

Sochaux 0 x 2 Bastia (3ª)
Suarez e Sens trouxeram a zebrinha de volta aos holofotes.

 
 

O Guingamp já sabe o que é aprontar para cima dos grandes numa copa francesa (AFP)

O Guingamp já sabe o que é aprontar para cima dos grandes numa copa francesa (AFP)


As equipes classificadas para as competições europeias no final da temporada passada (Olympique de Marselha, Lyon, Auxerre, Paris Saint Germain, Lille e Montpellier) entram no torneio agora nas oitavas de finais.


De vilão a herói

O atacante francês David N’Gog viveu uma situação inusitada pela Copa da Liga Inglesa. Primeiro ajudou muito seu Liverpool na prorrogação do jogo contra o Northampton, marcando o gol que evitou a eliminação, empatou a partida e a encaminhou para a decisão por pênaltis. Entretanto, nas penalidades ele acabou errando sua cobrança, ao lado do companheiro Eccleston, e o Northampton se classificou…

Em outra jornada infeliz de um atacante da França no futebol inglês, Nicolas Anelka marcou dois dos três gols do Chelsea sobre o Newcastle. Mas a defesa não funcionou, levou quatro e o time azul deu bye bye em casa!

Em tempo: Franck Ribéry, lesionado ontem, foi visto andando de muletas hoje. Deve levar quatro semanas para voltar à ativa.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 16 de setembro de 2010 Brasileiros na França, Torneios europeus | 17:59

PSG e Lille, meio a meio

Compartilhe: Twitter

Uma vitória fora de casa e uma derrota no próprio quintal: 50% de saldo para os franceses na estreia da Liga Europa. Vejamos: 

Sevilla 0 x 1 Paris Saint-Germain
Mesmo pressionado pela equipe de Luís Fabiano, o time francês conseguiu criar algumas boas chances no primeiro tempo, com Maurice, Nenê, Luiyndula e Erding chegando ao ataque – até poderia ter aberto o placar se Chantôme aproveitasse melhor ótima chance de frente para Palop.

Enquanto a esquadra espanhola seguia perdendo oportunidades após a troca de campo, um contra-ataque mortal do PSG colocou os comandados de Antoine Kombouaré à frente do placar, aos 31 minutos, quando Luyindula arrancou pelo meio e serviu Nenê, que chutou prensado mas conseguiu mandar a bola para a rede. Logo depois, Hoarau substituiu o brasileiro e o “Parrí”, que ficara mais defensivo com Makélélé no lugar de Erding, conseguiu segurar a pressão sevilhense, voltando com ótimos três pontos para a França.

Na outra partida do grupo J, o alemão Borussia Dortmund foi buscar no finalzinho a vitória sobre o Karpaty, na Ucrânia, por 4 a 3. Pela segunda rodada, o PSG receberá o Karpaty, no dia 30 de setembro, tendo tudo para manter os 100% de aproveitamento de pontos.

Nenê é festejado pelos colegas e invejado pelos carinhas de colete (AFP)

Nenê é festejado pelos colegas e invejado pelos carinhas de colete (AFP)

Lille 1 x 2 Sporting
O primeiro tempo do LOSC foi catastrófico, segundo a France Football: Vukcevic abriu o placar aos 11 minutos e Helder Postiga ampliou aos 34 para o time português. Antes do intervalo, Rudi Garcia colocou o brasileiro Emerson e o belga Hazard em campo. Na segunda etapa a história foi diferente: Hazard, Gervinho, Obraniak e companhia melhoraram e Frau diminuiu aos 12 minutos. Mas a reação parou aí e a derrota foi inevitável.

Na outra partida do grupo C, o Levski Sofia recebeu o Gent na Bulgária e venceu o adversário belga por 3 a 2. Na próxima rodada, o Lille vai à Bélgica no dia 30 de setembro, com mais pressão ainda para evitar uma nova derrota.

Vandam escorregou mais do que Vukcevic (77) no tropeço dos Dogues (AFP)

Vandam escorregou mais do que Vukcevic (77) no tropeço dos Dogues (AFP)

David N’Gog, duas vezes
O atacante francês do Liverpool marcou dois dos quatro gols da vitória sobre o Steaua Bucaresti, da Romênia (4 a 1). O primeiro foi de pênalti, com tranquilidade e precisão. E o segundo saiu após troca de passes e um pouco de briga contra a defesa para arrumar espaço e finalizar cruzado, rasteiro. Boa, garoto!

O good job de N'Gog no Anfield Road (AFP)

O good job de N'Gog no Anfield Road (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 5 de agosto de 2010 Seleção francesa | 18:12

A primeira de Blanc. E o pobre Montpellier

Compartilhe: Twitter

 Habemus convocadus! Para o primeiro jogo da era Blanc, amistoso contra a Noruega, em Oslo, na quarta que vem, dia 11.Lembrando que já se sabia que nenhum jogador que foi à Copa 2010 seria chamado.

Gostei da relação, de ver Benzema de volta – o que mais jogou pelos Bleus do grupo, ao lado de Lass -, assim como Méxès, Nasri e Menez. “A vida particular de Karim não é da minha conta”, disse o técnico, sobre o processo a que responde o atacante do Real Madrid no “caso Zahia”. Foi bem também!

Foram sete novatos: Debuchy, Sakho, Trémoulinas, Cabaye, Matuidi, N’Zogbia et Ménez.

A lista tem:

Goleiros: Nicolas Douchez (Rennes) e Stephane Ruffier (Monaco);

Defensores: Aly Cissokho (Lyon), Mathieu Debuchy (Lille), Rod Fanni (Rennes), Philippe Méxès (Roma), Adil Rami (Lille), Mamadou Sakho (PSG) e Benoit Trémoulinas (Bordeaux);

Meias: Yohan Cabaye (Lille), Lassana Diara (Real Madrid-ESP), Blaise Matuidi (Saint-Etienne), Yann M’Vila (Rennes), Samir Nasri (Arsenal), Charles N’Zogbia (Wigan-ING) e Moussa Sissoko (Toulouse);

Atacantes: Hatem Ben Arfa (Olympique de Marselha), Karim Benzema (Real Madrid-ESP), Jimmy Briand (Lyon), Guillaume Hoarau (PSG), Jeremy Ménez (Roma) e Loic Rémy (Nice).

montpellier gyor liga europa
Desolação do Montpellier: faltou o chão, se abaixaram no gramado… (AFP)


Liga Europa
Só porque eu disse aqui que David N’Gog, do Liverpool, poderia merecer uma chance nessa relação, ele voltou a balançar as redes, e justamente no dia da convocação. Ele e Gerrard marcaram nos 2 a 0 sobre o Rabotnicki, da Macedônia, placar repetido que classificou o time inglês na Liga Europa.

Nesta quinta-feira, aliás, pelo mesmo torneio continental, o Montpellier alcançou a proeza de ser eliminado em casa pelo húngaro Gyor (??), depois de derrota por 1 a 0 no tempo regulamentar e 4 a 3 nos pênaltis. Lamentável!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 29 de julho de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 22:42

Laurent, conhece o David?

Compartilhe: Twitter

Nesta quinta-feira, aconteceu a rodada de ida da terceira fase qualificatória para a Liga Europa. O Montpellier foi à Hungria enfrentar o Gyor (?!?) e fez bonito, ganhando por 1 a 0, com gol de Olivier Giroud, recém-contratado do Tours, pelo qual foi eleito o melhor jogador da última segunda divisão, a esforçada Ligue 2.

Mas o que quero destacar é o atacante francês que deu a vitória por 2 a 0 ao Liverpool contra o Rabotnicki (?!?!), da Macedônia: David N’Gog. Tudo bem que o nível do adversário do time inglês não é lá très grande chose, mas não é de hoje que esse magrelo e alto jogador dos Reds, revelado pelo Paris Saint-Germain, vem mostrando eficiência no lugar do espanhol Fernando Torres.

Moleque ainda (e com nome de função matemática…), pode ser uma opção na seleção adulta, pelo menos para ir “ganhando cancha”, já que a política do momento parece ser de renovação. Será que monsieur Laurent Blanc o conhece?

david ngog liverpool

Skopje, Macedônia, entrou para o rol de cidades carimbadas por N'Gog

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 18 de março de 2010 Torneios europeus | 20:05

Liga Europa, non plus

Compartilhe: Twitter

Não há mais Liga Europa 2009/2010 para os times franceses. Nesta quinta-feira, Olympique de Marselha e Lille perderam e foram eliminados, respectivamente, por Benfica e Liverpool. No caso do LOSC, acho que foi até onde dava, pois se defrontou com um revigorado time inglês, nitidamente mais forte e tradicional, sem destaques ofensivos como Gervinho e Túlio de Melo tanto na ida como na volta. Já o OM travou um duelo mais equilibrado com a equipa portuguesa, e caiu nos detalhes (ou seria azar?) de um gol achado no finalzinho. Ficou triste tendo se despedido em casa, mas saiu do torneio de “cabeça em pé”, se é que isso serve para alguma coisa…

         Olympique de Marselha 1 x 2 Benfica

O êxtase de Kardec (AFP)

Duro castigo no finalzinho do jogo no Vélodrome. No primeiro tempo, pressão dos visitantes mas nada de gols, o que bastava para o time francês. No segundo, um cruzamento de Cheyrou aos 25 minutos abriria sorrisos no OM, depois que Brandão e Niang trocaram passes na área e o senegalês estufou as redes.

Mas o Benfica não se abalaria por muito tempo, pois quatro minutos depois empataria, com um chute de longe do uruguaio Maxi Pereira no qual, ao meu entender, Mandanda hesitou e demorou para pular na bola. A igualdade por um gol levaria a decisão para a prorrogação. Porém, chuveirinho no sufoco às vezes dá um bom banho (nossa, inventei essa agora!), e aos 44 minutos, o atacante brasileiro Allan Kardec aproveitou com excelência uma bola à sua frente dentro da área e fuzilou para o gol, saindo para comemorar com lágrimas e extravasamento total (essa é para sagazes: será que baixou nele um espírito?). Antes do apito final, Ben Arfa protanizou um papelão, ao entrar em campo e, segundos depois, atingir Kardec e ser expulso…  (acabou a boa fase?). Festa lusitana no litoral sul francês, paciência.  


Liverpool 3 x 0 Lille

Torres chama Mavuba pra dançar (AFP)

Era uma questão de tempo saber quanto tempo o time francês iria resistir, num Anfield Road com a presença de Diego Maradona, provavelmente motivado para ver os compatriotas Mascherano e Insúa nos Reds. E acabou sendo bem pouco tempo. Antes mesmo dos 10 minutos da primeira etapa, o volante brasileiro Lucas se chocou com Rami e o árbitro marcou pênalti, que Gerrard cobrou com categoria, deslocando Landreau. Naquele momento, a parada seguia para o tempo extra, e assim se seguiu até o intervalo.

Logo aos 4 minutos do segundo tempo, entretanto, Fernando Torres mostrou quem tinha mais capacidade de ser decisivo. Primeiro, ampliou o marcador para os Reds após passar por Rami e Chedjou. E antes do fim, enterrou de vez qualquer chance do LOSC ao aproveitar rebote de Landreau, em chute de Gerrard, e achar um espaço para fazer o terceiro e último dos donos da casa. Agora, os lilleanos tentam repetir o feito de chegar a uma competição continental na próxima temporada, via Campeonato Francês, o que é bastante razoável para as condições do clube. 

Aliás, o reserva do espanhol artilheiro do Liverpool, David N’Gog, é um dos poucos franceses que seguem vivos na Liga Europa. Também nesta quinta, a Juventus de Trézeguet e Zebina foi eliminada pelo inglês Fulham, e o Panathinaikos de Djibril Cissé caiu diante do belga Standard de Liège.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 17 de março de 2010 Torneios europeus | 21:23

França supera Itália, Espanha e Alemanha

Compartilhe: Twitter

Não, a Copa do Mundo ainda não começou. Muito menos um torneio entre as principais seleções europeias. Mas a relação dos classificados para as quartas-de-finais da Liga dos Campeões da Europa mostra isso que eu disse no título. Os oito na briga para ser o melhor do continente são: Arsenal (ING), Barcelona (ESP), Bayern de Munique (ALE), Bordeaux (FRA), CSKA Moscou (RUS), Inter de Milão (ITA), Lyon (FRA) e Manchester United (ING). Quais os países com mais candidatos? França e Inglaterra!

Concluindo: o Bordeaux confirmou as expectativas e eliminou o Olympiacos nesta quarta, ao vencer por 2 a 1 em casa depois de também ter vencido por 1 a 0 fora. Não foi brilhante nem fácil como eu pensava, mas a tarefa girondina foi bem cumprida. Gourcuff abriu o placar cobrando bela falta pela esquerda – sofrida por Wendell, o único brasileiro titular -, que encobriu Nikopolidis logo aos 5 minutos de jogo. Ele ainda mandaria uma cobrança de mais longe no travessão do goleiro adversário, que não estava nada seguro no Chaban-Delmas.

O time grego conseguiria o empate no segundo tempo, com um golaço de Mitroglou, emendando sem chance para Carrasso aos 25. Aí a coisa ficou meio perigosa, pois os visitantes se mandaram para o ataque e criaram algumas oportunidades claras para marcar – se fizessem 2 a 1, levariam a vaga pelo critério de gols fora de casa. Mas a equipe francesa se segurou, manteve-se atenta, tocou a bola no ataque, e, com grande precisão de Trémoulinas no cruzamento pela esquerda, Chamakh voou sobre Raúl Bravo e testou com estilo para encerrar a fatura aos 43 minutos: festa girondina, que jogou de vermelho em sua casa.

Agora, resta esperar o sorteio que definirá os cruzamentos nas quartas e o chaveamento para semifinais e final. Ele acontece na sexta-feira, às 8h da manhã de Brasília, e deve ter transmissão pela ESPN Brasil. CSKA e Bayern seriam adversários menos perigosos, em tese, para Bordeaux e Lyon; de resto, todos os demais me deixam receosos. Se houver um confronto caseiro entre girondinos e lioneses, seria muito interessante para ver quem se dá melhor e garante, de qualquer forma, um francês nas semifinais.

Girondinos abraçam Gourcuff, o pé calibrado que ajudou a fazer a diferença (AFP)

Quinta com mais decisões
Amanhã, a Liga Europa também define seus quadrifinalistas. O Olympique de Marselha tem boas chances de classificação, pois empatou por 1 a 1 com o Benfica em Portugal e agora decide em casa (às 15h de Brasília). Já o Lille, venceu por 1 a 0 em seus domínios e joga por empate, mas acho bem difícil segurar um recuperado Liverpool na Inglaterra (às 17h05, com lance a lance no Placar iG). Vejamos o que acontece.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 11 de março de 2010 Torneios europeus | 19:42

Pra jogo de ida, tá ótimo

Compartilhe: Twitter

A Liga Europa viveu nesta quinta as partidas de ida pelas oitavas-de-finais, e os franceses conquistaram ótimos resultados contra adversários de respeito: Lille venceu em casa, Olympique de Marselha empatou fora. Estão em boa situação para os jogos de volta na quinta que vem, dia 18. O primeiro se classifica com empate, ou derrota por um gol de diferença caso marque pelo menos uma vez. E o segundo, avança com qualquer vitória ou empate por 0 a 0. Torceremos!

Lille 1 x 0 Liverpool
O primeiro tempo no Lille-Métropole foi equilibrado em termos de posse de bola, mas o time inglês foi mais perigoso, dando muito trabalho para o goleiro Landreau, que fez importantes defesas. Sem os machucados Gervinho e Túlio de Melo, o LOSC carecia de força ofensiva. Mesmo assim, voltou melhor para o segundo tempo, criou algumas boas chances com Frau e Cabaye, até conseguir um placar favorável aos 39 minutos, quando Hazard bateu falta que passou pela área e Reina deixou passar. Seria muito melhor se Aubameyang ampliasse o marcador em seguida, em vez de chutar na trave, mas tudo bem, a pressão, que já era maior para o favorito Liverpool, agora está totalmente do lado britânico para a partida de volta.

O belga Hazard foi muito festejado, afinal não é todo dia que se ganha de um Liverpool (AFP)


Benfica 1 x 1 Olympique
Quando se joga fora de casa na ida, empatar com gols é bem melhor do que empatar sem gols. E foi isso que o Olympique de Marselha conseguiu, em Lisboa, contra um rival de peso como o Benfica, que atuou com os selecionáveis brasileiros Luisão e Ramires. O gol salvador veio da cabeça de Ben Arfa, que anda com muita estrela nas últimas partidas, somente aos 44 minutos, aproveitando bom cruzamento de Bonnart. Treze minutos antes, Maxi Pereira havia aberto o placar para o time português no estádio da Luz, aproveitando falha do goleiro Mandanda. Na primeira etapa, muitas chances de gols criadas e o mesmo número de desperdícios, sobretudo por parte do paraguaio Cardozo, no Benfica, e do brasileiro Brandão, no OM. Na segunda, menos oportunidades, mas mais eficiência das equipes.

 

Hatem Ben Arfa riu e vibrou por último do que a defesa luso-brasileira (AFP)

Outros franceses
O atacante David Trezeguet marcou o terceiro da Juventus contra o Fulham, na Itália, em partida que acabou 3 a 1. E comemorou como se fosse na Liga dos Campeões, como notamos na foto abaixo…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última