Publicidade

Posts com a Tag Lille

quinta-feira, 20 de agosto de 2009 Brasileiros na França, Torneios europeus | 20:39

Duas vitórias e uma derrota

Compartilhe: Twitter

O beque brasileiro Felipe Saad disputa bola com Mladen Petric, que fez 3 para o Hamburg (AP)

Toulouse, Lille e Guingamp estrearam pela Liga Europa 2009-2010, conhecida até o ano passado como Copa da Uefa. Foram duas vitórias e uma derrota para os franceses.

O TFC fez bonito na Turquia, com um sonoro 3 a 1 sobre o Trabzonspor. Destaque para ele, sempre ele, o selecionável André-Pierre Gignac, com dois gols. Deve haver festa em Toulouse na próxima semana, com a classificação.

Quem também venceu fora foi o Lille, um ótimo 2 a 1 sobre o Genk, na Bélgica. Dumont e Vittek marcaram para o LOSC, também pertinho da vaga.

Já a aventura do En Avant Guingamp pela competição deve acabar na semana que vem, depois de levar 5 a 1 do tradicional Hamburgo em casa – para gáudio de Mário André Monteiro. Pelo menos ainda vai rolar um joguinho na Alemanha, contr’um rival de respeito na Europa, o que pr’um time da segunda divisão não deixa de ser interessante.

O destaque do Lyon ontem, Michel Bastos, falou da vontade de defender a seleção brasileira. Jogaria até no gol. Mas não apareceu na convocação de hoje nem acho que apareça antes de junho de 2010 entre os “dungados”. Se ele topasse jogar pela França, creio que teria mais chance…

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de agosto de 2009 Eliminatórias da Copa, Extracampo, Francês da 1ª divisão, Seleção francesa | 23:07

Boas novidades

Compartilhe: Twitter

Logo que acabou a última Ligue 1, o recém-chegado técnico Didier Deschamps disse querer um Juninho ou Gourcuff para o Olympique de Marselha. Sugeri Michel Bastos. O Lyon, que perdeu seu maestro pernambucano, escutou minha indicação (modéstia à parte…), tirando o habilidoso meia do Lille. Que ele se entenda com Ederson, afinal falam o mesmo idioma. Sem dúvida, é uma das maiores novidades para a temporada que está começando.

Também pesam no OL os nomes dos atacantes Lisandro López, argentino ex-Porto, e Bafétimbi Gomis, francês ex-Saint Etienne (“Bafetimbi” é de uma sonoridade única, não acha?). Precisava mesmo, afinal a referência na frente, Karim Benzema, foi ganhar dinheiro status no Real Madrid. Na defesa, chegou outro jogador do Porto: Aly Cissokho. Vamos ver o que vira.

Deschamps não recebeu os presentões que desejava, mas não dá pra ficar triste com um Lucho González (outro argentino, de novo do Porto!), dá? Para o meio, vieram ainda Diawara (ex-Bordeaux), Edouard Cissé (ex-Besiktas-TUR) e M’Bia (camaronês ex-Rennes), pois saíram Cana e Zenden. E o OM agora tem dois renomados estrangeiros, o zagueiro argentino Gabriel Heinze e o atacante espanhol Fernando Morientes. Certamente há time para brigar pelo título em Marselha. 

O atual defensor do título, por sinal, parece satisfeito com o elenco que já provou ser vitorioso: perdeu Diawara e, de significativo, trouxe o meia tcheco Jaroslav Plasil (não é remédio!), ex-Osasuña-ESP, e trocou goleiros – Valverde por Carrasso. Para os padrões franceses, o entrosamento de Fernando, Wendell, Gourcuff, Chamakh e cia. pode ser suficiente; mas para quem vai encarar a fase de grupo da Liga dos Campeões, acho pouco. Ainda em termos de pouco, um pouco dos demais:

PSG: perdeu Kezman, substituiu Landreau pelo experiente Coupet no gol.
Toulouse: perdeu Carrasso e o lateral Mathieu, trouxe o atacante Luan, ex-São Caetano.
Lille: perdeu Bastos e ganhou Landreau.
Monaco: sem Ricardo Gomes, repatriou o meia Nenê e contratou o volante Eduardo Costa, ex-São Paulo (foto)

*LEMBRANDO QUE AMANHÃ a França tem jogo importantíssimo em sua caminhada para a Copa de 2010 contra a fraquíssima “seleção” das Ilhas Faroe (será que é preciso selecionar por lá?), a partir das 13h (de Brasília). Uma boa apresentação deste e outros duelos pelas Eliminatórias estão neste texto do Trivela.com. 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 29 de junho de 2009 Extracampo, Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 21:46

Goleiros que vêm e vão

Compartilhe: Twitter

Carrasso se apresenta ao Bordeaux nesta terça: exposição agora não vai faltar (France Football)

Enquanto a bola não rola na Europa (o Campeonato Francês só volta no dia 8 de agosto, por exemplo), as equipes europeias procuram reformular seus elencos, o que gera, além de notícias de transferências, muitas especulações que surgem e desaparecem no espaço de um dia. É por isso que este blog guarda certa reserva em ficar destacando todos os “buxixos” que aparecem vinculados à França, para não correr o risco de reproduzir boatos sem fundamentos (porém, quem quiser discutir aqui alguma especulação mais quente, sempre haverá espaço, basta dizer!).

Porém, idas e vindas interessantes despontaram nesta segunda, e todas envolvendo goleiros. Grégory Coupet, que virou ídolo no Lyon e defendeu a seleção nas Copas de 2002 e 2006, deixou o Atlético de Madri, da Espanha, para acertar com o Paris Saint-Germain. O PSG, por sua vez, cedeu Mickaël Landreau ao Lille, justamente o time que “roubou” sua vaga na primeira Liga Europa, a ex-Copa da Uefa.

Outro arqueiro que vai vestir novas luvas é Cédric Carrasso, revelado pelo Olympique de Marselha e que defendeu o Toulouse na última temporada. E seu destino não é nada modesto: o Bordeaux, atual e fresquinho campeão francês. Se Coupet não vai disputar torneios europeus e Landreau vai jogar a Liga Europa, Carrasso, o menos badalado dos três (foi convocado apenas uma vez para os Bleus), terá o privilégio, negado a seus colegas de posição, de encarar a Liga dos Campeões da Europa – pra gente ver como o mundo dá voltas, né não?

Para ver as últimas notícias que movimentam a França, visite a página de futebol francês do iG Esporte CLICANDO AQUI. E se quiser comentar algo, não o faça lá, mas aqui, onde certamente seu comentário vale mais e terá todo carinho da minha atenção, bien sûr!

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 1 de junho de 2009 Francês da 1ª divisão | 21:15

Porque os números não mentem

Compartilhe: Twitter

Finado o Campeonato Francês 2008/2009, nada de clima de velório aqui no Le Blog, apesar de muitos franceses estarem de luto pelos desaparecidos do voo da Air France, que ia do Rio a Paris, na madrugada desta segunda. Os números estão aí, mais do que vivos, e cabe a este blogueiro esmiuçá-los para ver o que sai de útil, afinal, já dizia o velho (e agora adaptado) refrão, eles não mentem nem que tentassem.

O Bordeaux levantou a taça por ter somado mais pontos do que os 19 concorrentes, 80 de 114 possíveis, um ótimo aproveitamento de 70,17%. Foi o time que mais venceu no certame, com 24 triunfos em 38 jogos (63,15%). Ao vice-campeão Olympique de Marselha coube o consolo de ser o melhor da Ligue 1 em três quesitos: menos derrotas (apenas 5, contra 6 do Bordeaux e do Toulouse), ataque mais efetivo (67 gols, três a mais que os campeões) e saldo de gols mais positivo (32, contra 30 dos Girondinos). Ou seja: minha aposta no OM como campeão não era infundada, d’accord?

Nem 70, 24 ou 5. O que mais vale é ser o número 1 do país (Bordeaux, domingo, AFP)

Grata surpresa foi a campanha do Toulouse (4º colocado), que deve agradecer à sua defesa a vaga conquistada na primeira Liga Europa (substituta de outra finada, a Copa da Uefa): empatou em pontos com Lille (5º) e Paris Saint-Germain (6º), fez menos gols (45, contra 51 e 49) mas, em compensação, tomou 12 tentos a menos que o Lille e 11 a menos em relação ao PSG. O time violeta foi destaque também pelo artilheiro da competição, André-Pierre Gignac, com 24 gols em 38 partidas (média de 0, 63%).

Um gol apenas foi a vantagem do saldo do LOSC sobre o clube da capital, mas o estrago foi grande, deixando o tradicional PSG fora de qualquer torneio europeu na próxima temporada. Culpa talvez da dependência da equipe em relação a Guillaume Hoarau (vice-artilheiro ao lado de Benzema, do Lyon), que marcou 17 dos 49 gols parisienses (35%) e se ausentou em jogos importantes na reta final. O habilidoso meia brasileiro Michel Bastos veio logo atrás na lista de goleadores (14 gols, empatado com Jelen, do Auxerre), mas, em compensação mais do que vantajosa, o seu Lille vai gozar de projeção continental bem maior na próxima temporada.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sábado, 30 de maio de 2009 Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 18:00

BORDEAUX CHAMPION!

Compartilhe: Twitter

Difícil de engolir para Gouffran: dar o título ao atual clube e rebaixar o antigo ao mesmo tempo (AP)

Eu bem que esperava que a façanha de destronar o Lyon na França caberia ao Olympique de Marselha, mas a história encerrada neste sábado foi outra: Football Club Girondins de Bordeaux, campeão francês pela sexta vez! (a última fora em 1998/99)

A conquista foi sacramentada com a vitória sobre o Caen por 1 a 0, mesmo fora de casa e com a necessidade de um mero empate. Com o anfitrião precisando vencer para não ser rebaixado no estádio Michel d’Ornano, os Girondinos sentiram, logo que a bola rolou, a pressão de uma torcida barulhenta num campo apertado. Gourcuff teve boas chances em finalizações, mas o pé não estava calibrado. O Caen chegou a pressionar, mas a sólida defesa com Diawara e Planus, resguardada por Diarra e o brasileiro Fernando, se manteve segura.

Nos primeiros minutos do segundo tempo, uma falta pro Bordeaux deixou o título pra lá de encaminhado: Gourcuff trocou olhares com Gouffran, rolou a bola na extrema esquerda para Trémoulinas, que cruzou para o cabeceio certeiro de… Gouffran! A jogada ensaiada deu certo, bola na rede, mas o artilheiro foi o único entre os Girondinos que não comemorou, em respeito ao clube que o revelou e estava caindo para a Ligue 2 (o que de fato viria a acontecer).

Precisando desesperadamente da vitória para salvar sua pele, pois o Saint-Etienne já abria 3 a 0 no Valenciennes, o Caen ainda se lançou ao ataque, mas não com a competência necessária para marcar, embora segurasse os contra-ataques dos quase campeões, que após os 90 minutos enfim se livraram do quase. Fizeram história pelo Bordeaux em Caen os seguintes jogadores Ramé; Jurietti, Planus, Diawara e Trémoulinas; Diarra, Fernando e Gourcuff (substituído pelo brasileiro Wendell); Jussiê (o brasileiro foi substituído por Sertic), Chamakh e Gouffran (Bellion). Ficaram na reserva, além do brasileiro Henrique,  Valverde e Cavenaghi. 

Os 4 a 0 do Marselha (dois de Niang) sobre o Rennes só serviram para o time sair aplaudido do Vélodrome apesar da segunda colocação. Campeão, vice e o terceiro colocado Lyon – que ficou no 0 a 0 com o Toulouse – jogarão a próxima Liga dos Campeões da Europa. Além do Toulouse (quarto), se classificou para a Liga Europa o Lille (quinto), de Michel Bastos, que fez 3 a 2 no Nancy e contou com uma forcinha do Paris Saint-Germain, incapaz de vencer o Monaco na capital (0 a 0), ir além da sexta posição e se classificar para qualquer torneio europeu – triste!  

No começo da semana, traremos uma análise mais desenvolvida, no plano dos detalhes e dados, da última rodada da Ligue 1: aguardemmm! No fligir dos ovos franceses (observação: “fligir” só existe por causa de “ovos”), caíram para a Ligue 2 Caen, Nantes e Le Havre. Ocupam seus lugares, na Ligue 1 que comecará em agosto, Lens, Montpellier e Boulogne-sur-Mer (sim, sobre o mar!).

Caíram para a National (3ª divisão) Nimes, Troyes e Reims; subiram para a Segundona Istres, Laval e Arles. Desceram para a CFA (4ª divisão) Calais, Entente e Cherbourg, mas daí pra baixo não vou me sujeitar porque é descer muito o nível para a esfera varzeana. 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 25 de maio de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 21:48

Nada como uma segunda

Compartilhe: Twitter

Nada como uma segunda-feira para podermos destrinchar o que houve no fim de semana, quando não trabalhamos no fim de semana – como se fosse normal trabalhar no fim de semana, embora para jornalistas de esportes o sejam. Ladainhas pessoais à parte, o Bordeaux está muito perto de se sagrar campeão após 10 anos graças ao gol do atacante Marouane Chamakh contra o Monaco – o marroquino, ao lado de Gourcuff, tem feito a diferença para os Girondinos na-hora-du-vamu-vê. 

Já faz um tempo que o slogan dele poderia ser Chama-kh-ié-gol

Tentando não jogar a toalha enquanto tem alguma chance, o Olympique de Marselha fez sua parte batendo o Nancy fora por 2 a 1, gols de Bonnart e Brandão, figurinha carimbada na lista de artilheiros das últimas rodadas. O Lyon cumpriu seu objetivo para salvar a temporada: se garantiu em 3º e na próxima Liga dos Campeões da Europa com os 3 a 1 sobre o Caen – Juninho Pernambucano fez seu 100º gol pelo clube, em clima de total despedida (volto a isso no decorrer da semana), Benzema e Govou também carimbaram; Savidan descontou.

Em plena descendente, o Paris Saint-Germain foi derrotado pelo Valenciennes (2 a 1 = Audel e Pujol; Kezman), que por sua vez ressurgiu do limbo para se segurar de vez na Ligue 1. De quebra, o PSG caiu de 4º para 5º porque foi superado no saldo de gols pelo Toulouse, que ganhou do Nice fora – ou seja, na casa da tia – com dois do artilheiraço Gignac, e ambos ainda não estão garantidos na Liga Europa, pois Rennes (3 a 1 no Lorient) e Lille (1 a 0 no rebaixado Le Havre, gol de Michel Bastos) estão dois pontos atrás, zicando os rivais pelas duas vagas no torneio que substituirá a Copa da Uefa.

Lá embaixo da tábua de pontos (não de frios!), o tradicional Nantes (19º, 34 pg) está quase fazendo companhia ao Le Havre, lanterna que já foi pro saco da Segundona faz tempo. A derrota doída – torcedores saíram na mão! – para o Sochaux (2 a 1), por sua vez, deixou o time do glorioso ex-corintiano Carlão (15º, 39 pg) muito perto de salvar a conta bancária na 1ª divisão.

Hoje também estaria rebaixado, após o revés para o Auxerre (1 a 0), o Saint-Etienne (18º, 37 pg) do eficiente Ilan, que perde para o Caen (17º, 37 pg) no saldo de gols (-6 a -20, todo mundo devendo…). Mas como há igualdade de pontos ganhos, eles “só” decidem a vida (e tem coisa mais complicada?) na derradeira rodada; o Le Mans (16º, 39 pg), que empatou com o Grenoble (1 a 1) precisa de mais um ou três pontos para não se afogar. 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 20
  4. 27
  5. 28
  6. 29
  7. 30
  8. 31
  9. Última