Publicidade

Posts com a Tag Liga Europa

terça-feira, 29 de setembro de 2009 Copas francesas, Extracampo | 10:53

Brice Taton, a vítima da vez

Compartilhe: Twitter

Morreu nesta terça-feira o torcedor do Toulouse brutalmente agredido por vândalos sérvios em Belgrado, onde o time francês enfrentou o Partizan pela Liga Europa, no último dia 17. Brice Taton, de 28 anos, recebeu golpes na cabeça, pulmão e outras partes do corpo após a partida na Sérvia e lá ficou internado por 12 dias.

A torcida do TFC e o próprio clube se mobilizaram durante esse período de internação, fizeram diversas manifestações de apoio, e agora prometem homenageá-lo e ajudar sua família com a renda obtida da venda de produtos da loja do time, na partida do fim de semana contra o Lorient, pelo Campeonato Francês. Isso é bom, mas não consola, porque nós que seguimos o futebol de perto sabemos que Brice não foi a primeira nem a última vítima da selvageria que contamina o mundo da bola nas arquibancadas.

Clique nas fotos abaixo se quiser ampliá-las.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de setembro de 2009 Brasileiros na França, Torneios europeus | 19:19

Toulouse ótimo, Lille bom

Compartilhe: Twitter
Os cinco juízes para Partizan x Toulouse (AFP)

Os cinco juízes para Partizan x Toulouse (AFP)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Começou hoje a Liga Europa, com 24 jogos. Os 48 clubes de segundo escalão do continente – porque, em tese, a nata está na Liga dos Campeões, tirando húngaros, romenos, suíços e cipriotas – estão divididos em 12 grupos. Se você nunca ouviu falar nesse nome, não estranhe; até a última edição, o torneio se chamava Copa da Uefa. Um atrativo curioso marcou as partidas desta quinta: cinco árbitros em cada jogo, um teste da Fifa para ver se a arbitragem melhora (no Brasil, está péssima!). Será que adianta algo?

Pelo grupo B, o Lille estreou recebendo o Valencia no Lille-Métropole. O time espanhol veio com o sérvio Zigic no ataque, o mesmo que marcou pela seleção contra a França na semana passada, deixando David Villa e Juan Mata no banco. Sem Túlio de Melo no ataque, lesionado, o LOSC tinha Emerson como brasileiro em campo, na lateral-esquerda.

Curiosamente, os dois gols da partida vieram de jogadores que começaram como reservas. Até houve gol no 1º tempo, do Lille, após confusão na área espanhola, mas acabou anulado por uma falta no goleiro que não me convenceu muito. Depois de 78 minutos, justamente Juan Mata, que veio para o lugar de Jordi Alba um minuto antes (!), abriu o placar, após bela jogada de Joaquin. Mas os donos da casa conseguiriam empatar aos 86 (41 do 2º tempo!), graças ao zagueiro Saltor, que entregou o ouro, e ao marfinense Gervinho, que teve tranquilidade para colocar debaixo das pernas de Cesar. Diante das circunstâncias, e como se trata de um rival de respeito, não foi um resultado ruim para o Lille. Como o Genoa venceu o Slavia Praga por 2 a 0, lidera a chave.

Melhor ainda faria o Toulouse, mesmo atuando na Sérvia (que atualmente nada de amistoso significa para os franceses): vitória sobre o Partizan, pelo grupo J. O TFC manteve o artilheiro Gignac no banco, ainda sem suas melhores condições físicas. O time de Belgrado tinha uma outra variação de Diarra no ataque (eita nome comum na Europa!), um tal de Lamina Diarra, senegalês. Mas quem abriria o placar para os donos da casa seria Krstajic (pronuncie este nome!), aos 23 minutos, vencendo o goleirão Pelé de cabeça.

Entretanto, os franceses virariam ainda na primeira etapa, com dois gols do meia François Sirieix, aos 29 e 38 minutos. Em dia inspirado, o jogador daria assistência para outro meia, Antoine Devaux, ampliar aos 5 do 2º tempo. Os donos da casa ainda diminuiriam com o brasileiro Cléo, que saiu da reserva aos 18 e marcou aos 22, após passe de Diarra. Mas a vitória em “solo inimigo” estava garantida. Tudo bem que o Partizan teve a façanha de perder a vaga nos grupos da Liga dos Campeões para o obscuro Apoel Nicosia, do Chipre. Mas começar vencendo fora é sempre motivador, e o TFC divide a liderança da chave com o Shakthar Donetsk, que enfiou 4 a 1 no Club Brugge lá na Bélgica.

Juiz na linha de fundo para Lille x Valencia (AP)

Juiz na linha de fundo para Lille x Valencia (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 16 de setembro de 2009 Brasileiros na França, Franceses no mundo, Torneios europeus | 17:40

Lyon salva a honra francesa

Compartilhe: Twitter

Há pouco se deu o terceiro embate entre França e Itália pela Liga dos Campeões em dois dias. Em casa, o Lyon recebeu a Fiorentina, no que teoricamente seria a melhor chance dos franceses vencerem seus algozes na última final de Copa do Mundo. E foi, acabando 1 a 0. Depois do empate do Bordeaux e da derrota do Marselha, o triunfo lionês deixa tudo igual entre as nações que decidiram o Mundial da Alemanha.

As coisas não começaram como o OL esperava no quase lotado Gerland (37 mil pessoas, para 41 mil possíveis): Michel Bastos machucou a coxa após lance com Marchionni e deixou o gramado logo aos 26 minutos da primeira etapa, sendo substituído por Govou. Não mudou o esquema, mas perdeu-se um talento a mais.

Aliás, os 45 minutos iniciais mostraram que a rivalidade entre as equipes realmente cresceu, após elas já terem se encontrado na última edição da Champions. Ontem, em Turim, o primeiro cartão de Juventus x Bordeaux só veio aos 20 do 2º tempo, e outro aos 25 encerrou a lista de advertências na partida inteira, duas. Hoje, em Lyon, foram 4 amarelos e 1 vermelho só no 1º tempo, de muitas faltas e nervosismo! Lisandro e Pjanic foram amarelados, assim como Dainelli e Donadel, da Viola. O matador Gilardino, lamentavelmente, despejou sua ira num adversário em vez de na bola – cotovelada em Toulalan e chuveiro mais cedo, pouco antes do apito final, após os lioneses terem um gol de Pjanic bem anulado.

Na segunda etapa, mais cartões amarelos e a Fiorentina se retraiu, com Mutu dando lugar à Jovetic. Sem Bastos, o Lyon não conseguia criar perigo para a meta do francês Frey. A pressão daria resultado aos 31 minutos, quando Kallstrom cruzou, Frey rebateu e Pjanic aproveitou com o goleiro deitado, desta vez de forma legal. Aos 37, o bósnio daria lugar a Ederson. Empolgado, o OL partiu em busca do segundo, mas o goleiro francês mostrou grande forma e o marcador se manteve.

O duelo não foi nada amistoso, mas o Lyon teve mais cabeça

O duelo não foi nada amistoso, mas o Lyon de Cris teve mais cabeça (AP)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A destacar de França nos outros jogos
Em Standard Liège 2 x 3 Arsenal, eu esperava citar Gallas, Diaby, Nasri, Wenger. Mas quem marcou primeiro foi, muito-prazer, Eliaquim Mangala, defensor do time belga. Tudo bem que Diaby fez bela jogada e deu o passe para Bendtner diminuir quando estava 2 a 1. Entretanto, deixo claro que aqui não tem essa de ser necessariamente figurão e conhecido por 10% dos apreciadores de futebol pra gente falar: brilhou, resplandece! Falando em estrelas, a de Henry esteve apagada em Milão, assim como a de Messi, Ibrahimovic e Eto’o, em Inter 0 x 0 Barcelona.

A Liga B da Europa
Amanhã tem mais francês em campo por torneio europeu: Lille e Toulouse estreiam na fase de grupos da Liga Europa. O LOSC recebe o tradicional Valencia, da Espanha, e o TFC vai a Belgrado encarar o sérvio Partizan. A conferir nestas linhas!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 27 de agosto de 2009 Torneios europeus | 19:42

Ligas: vai dar liga?

Compartilhe: Twitter

Monaco foi palco, nesta quinta, do sorteio mais esperado do ano no futebol europeu: a definição dos 8 grupos da Liga dos Campeões da Europa. Michel Platini, presidente da Uefa, conduziu a cerimônia. Se alguém acha um absurdo a Champions ter times do Chipre, Suíça e Hungria e deixar tradicionais como Roma, Benfica e Ajax na Liga Europa, Platini está adorando, pois diminuir a distância entre os dois torneios continentais é sua meta declarada.

Um pequeno rodeio foi necessário para amenizar o fato principal e nada animador: vem bucha pela frente para o trio francês! Recordemos que é preciso ficar entre os dois primeiros da chave para avançar aos mata-matas. E a primeira rodada é no próximo dia 15.

O campeão Bordeaux vai duelar com Bayern de Munique (Alemanha), Juventus (Itália) e Maccabi Haifa (Israel); o vice Marselha compõe o grupo galáctico de Real Madrid (Espanha), Milan (Itália) e Zurique (Suíça); e o Lyon tem uma tarefa menos árdua contra Liverpool (Inglaterra), Fiorentina (Itália) e Debrecen (Hungria). Conclusão: se não houver imprevistos, acho que só o OL não morre após os 6 primeiros jogos.

*A Liga Europa definiu seus classificados para a fase de grupos. No que cabe ao objeto deste blog,  Toulouse Lille se classificaram (Túlio de Melo marcou dois) e o Guingamp deu “au revoir”, como era esperado.

**Hoje saiu mais uma relação de convocados franceses para compromissos das Eliminatórias para a Copa. Como já tive assunto e tô preparando um texto sobre os Bleus pr’amanhã, isso fica pra sexta.

Em Monaco, Platini entregou prêmio a Messi pelo desempenho na última Champions (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 20 de agosto de 2009 Brasileiros na França, Torneios europeus | 20:39

Duas vitórias e uma derrota

Compartilhe: Twitter

O beque brasileiro Felipe Saad disputa bola com Mladen Petric, que fez 3 para o Hamburg (AP)

Toulouse, Lille e Guingamp estrearam pela Liga Europa 2009-2010, conhecida até o ano passado como Copa da Uefa. Foram duas vitórias e uma derrota para os franceses.

O TFC fez bonito na Turquia, com um sonoro 3 a 1 sobre o Trabzonspor. Destaque para ele, sempre ele, o selecionável André-Pierre Gignac, com dois gols. Deve haver festa em Toulouse na próxima semana, com a classificação.

Quem também venceu fora foi o Lille, um ótimo 2 a 1 sobre o Genk, na Bélgica. Dumont e Vittek marcaram para o LOSC, também pertinho da vaga.

Já a aventura do En Avant Guingamp pela competição deve acabar na semana que vem, depois de levar 5 a 1 do tradicional Hamburgo em casa – para gáudio de Mário André Monteiro. Pelo menos ainda vai rolar um joguinho na Alemanha, contr’um rival de respeito na Europa, o que pr’um time da segunda divisão não deixa de ser interessante.

O destaque do Lyon ontem, Michel Bastos, falou da vontade de defender a seleção brasileira. Jogaria até no gol. Mas não apareceu na convocação de hoje nem acho que apareça antes de junho de 2010 entre os “dungados”. Se ele topasse jogar pela França, creio que teria mais chance…

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 11 de maio de 2009 Brasileiros na França, Copas francesas, Torneios europeus | 20:13

Salgadinho é mais gostoso

Compartilhe: Twitter

O resultado inesperado, a popular zebra, é o sal do futebol, que quase não teria graça se “o mais forte” sempre vencesse. Em um campeonato de 38 rodadas, como o Francês, cujo campeão é quem somar mais pontos (vitórias e empates), é quase impossível dar zebra. Mas nas copas decididas em mata-matas, só ida e volta, ou mesmo em tiro único, quem tem maior poder de fogo nem sempre sobrevive.

A Copa da Liga Francesa 2008/2009 não deu margem à zebra (Bordeaux 4 x 0 Vannes, da 2ª divisão); já a Copa da França, meu amigo… O Rennes é o 7º na Ligue 1 e o Guingamp, o 13º da Ligue 2. Porém, o placar no Stade de France (o templo recebeu mais de 80 mil pessoas) foi Rennes 1 x 2 Guingamp! E dois gols brasileiros, de autoria de Eduardo Santos, centroavante de 27 anos que até antes de ontem era totalmente desconhecido no mundo da bola e agora é sondado por três equipes “maiores”: Lens (quaaase na Ligue 1 2009/2010), Sochaux e Nancy (hoje na L1). 

Além de evitar o tri do Stade Rennais, o resultado dá aos guingampoises (meu Deus…) o primeiro título da competição, uma vaga na Liga Europa 2009/2010 (atual Copa da Uefa) e quebra um jejum de 50 anos (MEIO SÉCULO) sem que um time da Segundona faturasse a taça (Le Havre, 1959!). O futebol não é mesmo fascinante quando sentimos o tempero da surpresa?

Eduardo, à frente do compatriota Felipe Saad (com a bandeira meio brasileira meio bretã), fez a diferença na decisão (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 11
  4. 12
  5. 13
  6. 14
  7. Última