Publicidade

Posts com a Tag Koné

domingo, 4 de dezembro de 2011 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 21:55

Montpellier mantém vantagem sobre PSG após 16ª rodada

Compartilhe: Twitter

Nenê supera Sorin em cobrança de pênalti, fazendo seu sétimo no Francês e se juntando ao grupo dos terceiros colocados na artilharia geral (C.Gavelle/PSG)

34 gols, média muito boa de 3,4 por jogo!

Montpellier 4 x 0 Lorient – Giroud guardou + um e foi a 12 gols ns artilharia isolada
PSG 3 x 2 Auxerre – Nenê, Menez e Jallet marcaram pros anfitrioes
Ajaccio 2 x 3 Lille – Ilan deixou o dele de novo, mas o lanterninha perdeu mais uma…
Lyon 3 x 2 Toulouse – Ederson, Lisandro e Kone balancaram as redes pro OL
Nice 2 x 0 Rennes
Caen 1 x 2 O. Marselha – OM chegou ao sétimo lugar
Brest 2 x 2 St Etienne
Evian 2 x 1 Valenciennes
Bordeaux 2 x 1 Nancy – Mais um gol brasileiro (meu povo!), agora do zagueiro Henrique. Girondinos em 12º
Dijon 0 x 0 Sochaux

Classificação: MHSC lidera com 36 pontos, seguido pelo PSG com 33, Lille com 31, Lyon com 29 e Rennes com 28.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 28 de setembro de 2011 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:11

UCL: OL 2 x 0 Zagreb, Trabzonspor 1 x 1 Lille, OM 3 x 0 Dortmund

Compartilhe: Twitter
FBL-EUR-C1-LYON-DINAMO ZAGREB

Companheiros de zaga, Koné e Lovren celebram o gol do burquinês, o segundo dos lioneses (AFP)

Lyon 2 x 0 Dínamo Zagreb (Gomis e Koné marcaram)

Dever de casa bem feito e quatro pontos para o time francês, agora vice-líder do grupo, com 4 pontos (o Real Madrid tem 6, o Ajax 1 e o Dínamo zero). O primeiro foi um golaço de Bafé, em cavadinha sobre o goleiro, compensando uns gols perdidos cara a cara. Assista no vídeo abaixo:


szólj hozzá: Lyon 2-0 Dinamo Zagreb (Grupo

Trabzonspor 1 x 1 Lille (Sow marcou pros visitantes)

Uma pena, pois estava 1 a 0 pro LOSC até os 30 minutos do segundo tempo e os três pontos colocariam os franceses na ponta. Mas segue embolado o grupo, com todos na briga: Trab com 4 pontos, Inter 3, Lille 2 e CSKA Moscou 1.

O. Marselha 3 x 0 B. Dortmund (André Ayew 2 e Rémy marcaram)

Belo resultado contra um adversário direto na luta pela classificação. Ainda mais porque os dois primeiros gols saíram em momentos cruciais, quando o time alemão era melhor, só que parava em Mandanda ou na trave (Gotze deve ter tido pesadelos com o goleirão depois do jogo…). Lucho esteve apagado, mas Valbuena e os atacantes goleadores deram conta do recado.

OM lidera a chave com 6 pontos, seguido por Arsenal (4), Dortmund (1) e Olympiacos (0).

> Destaques dos FFF (franceses fora da França):

– O atacante Benzema e o zagueiro Varane em Real Madrid 3 x 0 Ajax

– O meia-atacante Ribéry em Bayern de Munique 2 x 0 Manchester City

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 19 de junho de 2010 Copa do Mundo | 22:13

O blog torce para Costa do Marfim

Compartilhe: Twitter

Bruno Pessa é brasileiro e torce para que sua seleção de origem seja hexa na Copa 2010. Mas Le Blog du Foot é franco-brasileiro e, neste domingo, uma “nação irmã” da França vai enfrentar o time do Dunga.

A Costa do Marfim foi colonizada pelos franceses e tem no francês seu idioma oficial. Vários marfinenses jogam – como Gervinho e Koné – ou jogaram – como Drogba –  no futebol francês. Então existe uma afinidade, assim como há entre França e Argélia, por exemplo (vi na sexta que os argelinos representam o maior grupo imigrante vivendo no país da capital Paris).

Além do mais, a maioria dos brasileiros revanchistas querem que a França se f… desde 2006. Então, Costa do Marfim pode aprontar à vontade contra os pentacampeões mundiais que este blog não vai se irritar nem um pouquinho!

Autor: Tags: , , , , , , ,

domingo, 11 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão | 22:26

Resultados da 32ª rodada

Compartilhe: Twitter

Olympique de Marselha 4 x 1 Nice (Koné, Mbia, Valbuena e Diawara; Faé)
Nancy 0 x 1 Auxerre (Niculae) 
Lyon 1 x 1 Lille (Cris; Frau) – Gonalons-LYO e Costa-LIL foram expulsos; 37 mil pessoas no Gerland
Le Mans 2 x 2 Montpellier (Lamah 2; Aït-Fana e Camara de pênalti) –  Jeunechamp-MON foi expulso
Paris Saint-Germain 3 x 1 Bordeaux (Armand, Erding e Hoarau; Sané) – Ramé-BOR foi expulso; mais de 42 mil pessoas no Parc des Princes
Lorient 1 x 1 Rennes (Sigamary Diarra; Danzé) 
Monaco 2 x 1 Valenciennes (Nenê e Maazou; Bisevac) 
Toulouse 4 x 0 Grenoble (Machado, Tabanou 2 e Gignac) 
Sochaux 0 x 2 Saint-Etienne (Perrin e Bergessio) 
Lens 3 x 0 Boulogne (Maoulida 3) – mais de 34 mil pessoas no Félix-Bollaert

Agora, faltam somente 6 rodadas para o final do Campeonato Francês 2009/2010!

>> Tabela de classificação: Olympique de Marselha lidera (62 pontos em 31 jogos), seguido pelo Auxerre (60 pontos em 32 jogos), à frente de Lyon (58 pontos em 32 jogos) e Montpellier (58 pontos em 32 jogos). Clique AQUI

>> Artilharia: Niang (Olympique) tem 15 gols; Nenê (Monaco) soma 14; Gyan (Rennes), Erding (PSG), Lisandro (Lyon) e Gameiro (Lorient), 13. Clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 19:47

Lyon perde o que poderia e faz história

Compartilhe: Twitter

Nenhum título foi ganho ainda, mas estes jogadores não serão esquecidos tão cedo em Lyon (Reuters)

Caiu a casa girondina em pleno Chaban-Delmas: Bordeaux 1 x 0 Lyon (gol de Chamakh), com placar agregado de 3 a 2 a favor dos lioneses, classificados para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa! Os visitantes seguraram a pressão dos anfitriões nesta quarta, com Lloris imbatível e um pouco de sorte (o próprio técnico Claude Puel admitiu que o Bordeaux foi melhor e o Lyon avançou graças ao goleiro e à luta dentro de campo), e comemoraram o feito como se fosse título.

Não era para menos, pois é a primeira vez que o Olympique Lyonnais se coloca entre os quatro melhores da Europa em sua história. Agora, terá pela frente o Bayern de Munique, que destronou o Manchester United em plena Inglaterra – duelo difícil, pela fase que vivem Robben (holandês que o Real Madrid burramente dispensou), Ribéry (o inimigo íntimo), Olic e companhia. O outro confronto pela vaga na decisão, na casa madrilenha, envolverá Barcelona e Internazionale.

A ficha técnica do histórico clássico francês:

BORDEAUX 1 x 0 LYON

Local
: Stade Chaban-Delmas, em Bordeaux (França)
Data: 7 de abril de 2010, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (Espanha)
Assistentes: Fermin Martinez Ibañez e Juan Carlos Yuste Jiménez (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Cissokho, Toulalan, Delgado, Kallstrom e Gonalons (Lyon)

Gol: BORDEAUX: Chamakh, aos 45 minutos do primeiro tempo

BORDEAUX: Carrasso; Sané, Planus (Cavenaghi), Ciani e Tremoulinas; Plasil, Diarra (Chalmé), Jussiê (Gouffran), Gourcuff e Wendell; Chamakh
Técnico: Laurent Blanc

LYON: Lloris; Reveillere, Cris, Boumsong (Bodmer) e Cissokho; Toulalan, Kallstrom, César Delgado e Gonalons; Michel Bastos (Ederson) e Gomis (Pjanic)
Técnico: Claude Puel


*Novo líder no Francês*

É bom que o Bordeaux se recupere logo do baque se quiser salvar o último título disponível na temporada, o bicampeonato francês. Principalmente depois de hoje, pois o Olympique de Marselha disputou um dos dois jogos atrasados a que tinha direito e venceu o Sochaux em casa, por 3 a 0 (Heinze, Ben Arfa e Koné – leia mais a respeito CLICANDO AQUI).

Assim, o OM sobe momentaneamente para a liderança isolada da Ligue 1, dois pontos acima de Lyon, Montpellier e Auxerre e três acima do Bordeaux. Curiosamente, o outro jogo atrasado do Olympique é também contra o Sochaux, agora fora de casa, na quarta-feira que vem. É bom que os girondinos vençam suas duas partidas atrasadas, senão a chance de acabar uma temporada muito promissora chupando o dedão será grande.

Melhor salário da Ligue 1, argentino Heinze teve o que comemorar hoje (Reuters)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 Torneios europeus | 10:07

Olympique e Lille classificados!

Compartilhe: Twitter

Uma vitória e um empate levaram os franceses da Liga Europa para as oitavas-de-finais, na quinta-feira, ontem. Olympique de Marselha e Lille seguem na competição, mas enfrentarão paradas bem duras na próxima fase: o primeiro encara o português Benfica, enquanto o segundo pega o inglês Liverpool. Adversários de tradição continental, e que vêm redescobrindo as boas atuações. Ééé, amigo, vem chumbo grosso por aí…

Em Marselha, o OM entrou em campo com a tranquilidade de quem havia vencido o Copenhague por 3 a 1 na Dinamarca. E repetiu o placar. Mesmo com Niang, Lucho González, Valbuena, Heinze e Edouard Cissé no banco. Inspirado pela convocação para a seleção francesa, horas antes, Ben Arfa abriu o marcador aos 43 do 1º tempo com um belo chute de esquerda. Na etapa complementar, Bakari Koné mandou na partida, com uma dobradinha que só não determinou o placar final porque os visitantes marcariam o de honra aos 41 minutos. A fase marselhesa é ótima, e por isso é bom o Paris Saint-Germain, adversário do fim de semana, ir se preparando…

Os marselheses seguem delirando com os ótimos resultados de ultimamente (AFP)

Os marselheses seguem delirando com os ótimos resultados de ultimamente (AFP)

Em relação à tarefa do Marselha, estava na cara que a do Lille seria muito mais árdua. E foi mesmo, lá em Istambul. Mas com final feliz para os franceses que foram à Turquia! Precisando de um empate contra o abrasileirado Fenerbahce, o LOSC segurou o resultado que precisava somente por 35 minutos, quando Emre abriu o marcador para os anfitriões. A desvantagem poderia ser pior quando Alex cabeceou aos 44, mas Landreau fez excelente defesa.

Sem a força ofensiva e o talento de nomes como Gervinho, Túlio de Melo, Balmont e Cabaye, o Lille voltaria para a França de cabeça baixa se não fosse a inspiração de outro convocado por Raymond Domenech: aos 40 minutos do segundo tempo, Obraniak cobrou falta na área e o zagueiro Adil Rami subiu com estilo para testar e balançar as redes no Sukru Saraçoglu! 1 a 1 e o doce gostinho da classificação fora de casa garantido. Pelo menos até viajar até Anfield Road…

Djibra, só na raiva
À espera da convocação de ontem, Djibril Cissé disse que estava jogando “com raiva” para ser chamado por Domenech e voltar à seleção. Vem correspondendo no Campeonato Grego e foi decisivo para o Panathinaikos que superou a Roma na Liga Europa, fazendo três dos seis gols da equipe nos dois confrontos – foram dois na Itália, um deles sob milhares de vaias, quando bateu pênalti no estádio Olímpico e superou Doni.

Mas Dôme não chamou Djibra, que deve ter ficado uma arara. Azar da Rominha de Gian Oddi!

Lá atrás, o bom Alex só pôde assistir à comemoração lilleana (AFP)

Lá atrás, o bom Alex só pôde assistir à comemoração lilleana (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 Copas francesas, Franceses no mundo | 21:43

Dia francês na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Dois jogos de times franceses na Liga Europa: duas vitórias. E dois jogadores franceses marcando os gols que deram a vitória às suas equipes no mesmo torneio. Que dia! Très bon, ce jour!!

Lille e Marselha
Jogando no Lille-Metropole, o LOSC abriu vantagem para o Fenerbahce nas 1/16-de-finais da Liga Europa. Saiu na frente com o meia Florent Balmont, sofreu o empate com Vederson, e garantiu a vitória por 2 a 1 graças ao atacante Pierre-Alain Frau. O brasileiro Emerson atuou pela lateral-esquerda lilleana – Túlio de Melo se machucou gravemente mais uma vez e, infelizmente, não deve retornar antes de um mês. Um empate na Turquia, no dia 25, classifica o Lille.

O Lille furou a retranca do Fener. Agora vai ter que segurar a sua em Istambul (AFP)

O Lille furou a retranca do Fener. Agora vai ter que segurar a sua em Istambul (AFP)

Na Dinamarca, o Olympique se sentiu em casa contra o Copenhague. Com gols do senegalês Mamadou Niang, de Hatem Ben Arfa e do burquinense Charles Kaboré – que substituiu o marfinense Bakari Koné -, venceu por 3 a 1 e ficou muito perto da classificação para as oitavas: pode até perder por um gol de diferença na França, também na semana que vem.

Koné se livra de marcador: falta pouco pro OM se livrar do "Kobenhavn" (AFP)

Koné se livra de marcador: falta pouco pro OM se livrar do "Kobenhavn" (AFP)

 

Cissé e N’Gog
Na grega e histórica Atenas, o Panathinaikos recebeu a Roma. Saiu atrás, empatou, ficou atrás de novo no marcador, “reempatou” e eis que, nos minutos finais, conseguiu a vitória por 3 a 2 graças ao oportunismo de Djibril Cissé, que se antecipou à marcação e concluiu cruzamento de cabeça por cima de Doni. Vale lembrar que o polêmico atacante quer defender a seleção francesa, tendo deixado um recado público para Raymond Domenech sobre seu desejo de disputar a Copa do Mundo. Será que tem vaga na França?

Cissé deixou Doni vendido e Júlio Baptista (à esquerda) desanimado (AFP)

Cissé deixou Doni vendido e Júlio Baptista (à esquerda) desanimado (AFP)

Na inglesa e beatlemaníaca Liverpool, o time homônimo teve a visita do Unirea Urziceni, da Romênia, em duelo de terceiros colocados na fase de grupos da Liga dos Campeões. Barbada para os Reds? Nada! O golzinho da vitória só sairia a dez minutos do fim da contenda em Anfield Road, por intermédio do jovem David N’Gog, que dessa vez correspondeu com louvor à dura tarefa de substituir um artilheiro do calibre do espanhol Fernando Torres.

N'Gog e o holandês Ryan Babel saúdam a torcida "liverpooliana" (AP)

N'Gog e o holandês Ryan Babel saúdam a torcida "liverpooliana" (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 6 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 23:21

Resultados da 16ª rodada

Compartilhe: Twitter

Rennes 1 x 0 Lorient (Sow)
Montpellier 2 x 1 Le Mans (Aït-Fana e Compan; Le Tallec) – Dossevi-LEM foi expulso
Valenciennes 3 x 1 Monaco (Ducourtioux, Samassa e Ben Khalfallah; Nenê
Nice 1 x 3 Marseille (Coulibaly; Niang, Lucho e Koné) – Apam-NIC foi expulso
Saint-Etienne 0 x 0 Sochaux
Bordeaux 1 x 0 Paris-SG (Plasil) – 33 mil pessoas no Chaban-Delmas
Auxerre 1 x 3 Nancy (Birsa; André Luiz, Ouaddou e Hadji) – Ca-NAN foi expulso
Grenoble 1 x 0 Toulouse (Dieuze)
Boulogne 2 x 1 Lens (Karuru e Sartre contra; Dembele contra) – N’Diaye-BOU foi expulso
Lille 4 x 3 Lyon (Frau, Gervinho 2 e Cabaye; Lisandro 3)

28 gols em 10 partidas: média de 2,8

>> Tabela de classificação: Bordeaux segue líder, seguido por Montpellier (!), Valenciennes (!!) e Lyon. Clique AQUI.

>> Artilharia: Nenê (Monaco) – 10 gols; Lisandro López (Lyon) e Asamoah Gyan (Rennes) – 8 gols;

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 25 de novembro de 2009 Brasileiros na França, Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:59

França supera Itália na Liga

Compartilhe: Twitter

Depois do Lyon na terça, Olympique de Marselha e Bordeaux jogaram nesta quarta pelo Matchday 5 (5ª rodada) da Liga dos Campeões da Europa. Foram duelos contra Milan e Juventus, ou seja, embates entre França e Itália. Marselha empatou, Bordeaux venceu e o futebol francês deu mais um sinal de que pode fazer frente a qualquer uma das outras potências europeias do esporte!


Milan 1 x 1 Olympique

Os donos da casa começaram com mais iniciativa, e conseguiram abrir o placar logo aos 9 minutos. Borriello avançou com espaço pela direita, nas costas de Taiwo, entrou na área, se livrou facilmente de Heinze e esperou Mandanda abrir as pernas para tocar por baixo. O resultado acabava com quaisquer esperanças de classificação do Marselha, que precisava, na pior das hipóteses, de um empate.

Felizmente, a desvantagem francesa duraria pouco. Aos 16, Niang passou por Oddo na esquerda, entrou na área e cruzou para o meio da área. Dida espalmou e ela sobrou fresquinha para Lucho González soltar o pé: 1 a 1. Dois minutos depois, o argentino arriscou de fora da área e o brasileiro fez golpe de vista para a bola sair rente ao seu ângulo direito. Um começo de partida digno de dois times que já decidiram a Champions – em 1993, vitória francesa por 1 a 0.

Pouco tempo depois, Leonardo trocou Oddo por Abate, que também sofreu com as rápidas investidas de Niang. Perto do fim do primeiro tempo, o senegalês criou boa oportunidade, mas o cruzamento veio nas costas não só do zagueiro Thiago Silva, mas também de Brandão. 

No segundo tempo, a defesa do OM continuou sem vida fácil quando a bola passava por Ronaldinho Gaúcho e Alexandre Pato. Mas descolou um contra-ataque perfeito, em que pode ter perdido a vitória e uma futura classificação: Niang, sempre ele, meteu com açúcar e afeto para Brandão. Já com Dida batido, o camisa 9 conseguiu chutar por cima, dentro da pequena área! A bola ainda beijou o travessão antes de sair, e o brasileiro só podia se jogar no chão para se lamentar!

Logo depois, Didier Deschamps promoveu duas alterações de que não gostei: sacou Lucho e Niang (Mamadou era o melhor marselhês em campo!) para as entradas de Koné e Ben Arfa. Um minuto depois da entrada do camisa 10, quase queimei a língua, quando Ben Arfa entrou na área e foi puxado antes de chutar torto – foi pênalti, juizão! E não é que a trave milanesa seria sacudida mais uma vez: após escanteio, Diawara desviou e Dida mais uma vez foi salvo pela sorte! O técnico ainda colocaria Morientes no lugar de Cheyrou, mas ser ousadamente ofensivo faltando poucos minutos não adiantou. 

Melhor em boa parte da segunda etapa, o Olympique foi penalizado por não achar o gol da virada. Com o placar em 1 a 1, o time francês não jogou a toalha ainda, mas terá de suar para se classificar na última rodada, precisando ganhar do Real Madrid em Marselha e torcer para o Milan não vencer o Zurique na Suíça. Difícil, mas não impossível, principalmente se Deschamps não ficar inventando na hora de mexer no escrete.

Diego e a Juve caíram diante do Bordeaux de Alou Diarra e Fernando (AFP)

Diego e a Juve caíram diante do Bordeaux de Alou Diarra e Fernando (AFP)

 

Bordeaux 2 x 0 Juventus

Mesmo sem poder contar com Gourcuff e Jussiê, os anfitriões iniciaram bem, fazendo uso da perigosa bola cruzada na área adversária. Embora não tenha conseguido chegar ao gol nos 45 primeiros minutos iniciais, os Girondinos foram melhor, encontrando dificuldade principalmente no seguro goleiro Buffon, que defendeu uma bola cara a cara de Chamakh.

Mas, na segunda etapa, houve festa no Chaban-Delmas, ferido após a perda da longa invencibilidade do campeão francês no final de semana. Aproveitando a jogada mortal, Plasil levantou na área e Fernando Menegazzo escorou de cabeça, superando Buffon. Pouco depois, a Juve perdeu chance incrível, após cruzamento de Del Piero que Diego não complementou com a força necessária. Antes do apito final, mais uma prova da eficiência girondina na bola parada: escanteio da direita para a testada certeira de Chamakh, definindo o marcador já nos acréscimos.

Com quatro vitórias e um empate, o invicto Bordeaux garante a liderança do grupo A com uma rodada de antecipação.  E, quem diria, os tradicionais gigantes Juventus e Bayern de Munique vão para o tudo ou nada, na sexta e definitiva journée, porque só um deles seguirá na competição. Louváveis os Marine et Blanc!


Real Madrid 1 x 0 Zurique

Com a volta de Raúl ao ataque merengue, Karim Benzema foi para o banco. Lassana Diarra permaneceu como titular. Do lado dos suíços, o único atacante também era francês, Alexandre Alphonse. Raúl foi substituído no segundo tempo, mas Benzema não entrou, porque ao seu lado estava um tal de Cristiano Ronaldo, doidinho para voltar a sentir o gostinho da pelota. Até quando Kaká deixou o gramado do Santiago Bernabéu, Manuel Pellegrini preferiu outro atacante, Esteban Granero, o francês teve que chupar o dedo.


Porto 0 x 1 Chelsea

Jogada à francesa no único gol do time inglês em Portugal: Florent Malouda avança na área pela esquerda e cruza na pequena área, para o peixinho de Nicolas Anelka, que entra com bola e tudo. Esses dois não podem ficar fora da Copa do Mundo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 01:29

Clássico para posteridade

Compartilhe: Twitter

O resto da 13ª rodada* que me perdoe, mas hoje o foco incide especialmente sobre Lyon x Marselha. Afinal, foram 10 gols e um placar anormalíssimo e empolgantérrimo (ui!) de 5 a 5! Oui, cinco a cinco!! Antes que eu me empolgue mais ainda e esqueça do balanço da journée, começemos por isto.

Os quatro primeiros da tabela tropeçaram: Bordeaux perdeu para o Lille, Lyon fez 5 mas também levou 5, Monaco “conseguiu” empatar com o Grenoble (que vinha de 11 derrotas em 11 partidas!) em casa e Montpellier também não saiu da igualdade em Valenciennes. Melhor para o Auxerre, que se valeu da sorte contra o vice-lanterna Le Mans – os donos da casa perderam pênalti e ainda marcaram contra o único gol do jogo – e conseguiu chegar à terceira posição (!), atrás de Bordeaux e Lyon. O Lorient goleou o Boulogne e segue entre os primeiros, e o Paris Saint-Germain, instável, caiu na casa da tia Nice depois de vir de uma goleada fora de casa [veja como ficou a classificação].

*Mesmo após terem disputado a 13ª rodada, os clubes acumulam 12 partidas e não 13, porque a 11ª rodada foi adiada para os dias 10 e 16 de dezembro. Marselha x PSG, adiado da 10ª rodada, ocorrerá em 20 de novembro.

Gerland, 8 de novembro de 2009
Estava frio em Lyon, mas agitado é pouco para descrever quão intenso foi o duelo.  Karim Benzema apareceu para rever o estádio onde surgiu para o mundo, porém não precisou entrar em campo para que os gols brotassem. Só para lembrar a particularidade do que se viu no gramado lionês, a última vez em que se viu um placar semelhante na primeira divisão francesa foi na longínqua Ligue 1 1957/58. E olha que os dois goleiros no domingo são justamente o titular e o reserva da seleção francesa…. Parece que o treinador deles nos Bleus também presenciou o festival de falhas de Lloris (principalmente) e Mandanda. Coitado do cara!

Antes de entrar na bateria de gols, uma historinha da minha relação com a transmissão do jogo pela TV. A partida começou às 18h de Brasília, horário em que meu plantão esportivo de fim de semana havia acabado. Chegando a casa, liguei no SporTV2 na esperança de achar o jogo, mas passava Inter x Roma. Chateado, pensei: “Maldita hora que mais um canal adquiriu os direitos do Italiano (porque o duelo de Milão passava também na ESPN), agora não dá mais pra ver o Francês…”.  Lá pelas 23h, quando zapeava os canais esportivos já com a ideia de desligar a TV, achei o VT do clássico rolando no SporTV2. Em poucos minutos, já estava com caneta e papel para anotar a incrível sequência dos gols. E o que se viu foi:

3′ do 1º tempo: OL 1 x 0 OMPjanic aproveita bola rebatida de cabeça por Hilton, domina e chuta bonito, por cima de Mandanda. Começo perfeito para o Lyon.

12′ do 1º tempo: OL 1 x 1 OM – Porém, comemorar qualquer vantagem seria um pecado mortal no clássico. Menos de dez minutos, um tento de cabeça de Diawara após cobrança de escanteio deixaria tudo igual novamente. 

 14′ do 1º tempo: OL 2 x 1 OM – Oui, Lyon na frente: Govou arranca do seu campo, não é acossado como deveria pelos rivais, corta para a direção da meia-lua e acerta um belo chute.

 25′ do 1º tempo – Nenhum gol.

35′ do 1º tempo – Sem gols. Bom, parece que agora teremos um jogo normal. Atrás no marcador, o Olympique visitante começa a ter mais posse de bola e levar os donos da casa para seu campo.

 44′ do 1º tempo: OL 2 x 2 OM – Ahh, Lloris! Cheyrou chuta de uma distância de 25 metros, ela vai com curva, é verdade, mas o goleiro lionês se mexe para o lado errado, espalma para dentro e morre com a bola atrás da linha.

2′ do 2º tempo: OL 2 x 3 OM – Outro gol relâmpago, indicando que o confronto é mesmo surreal. Abriel cruza da esquerda, na linha de fundo, e Koné emenda com oportunismo, sem chances para o pobre Lloris. A minoria marselhesa vibra com a virada.

Era hora do Lyon retomar a carga ofensiva e usar das armas que descansavam no banco: aos 10, Gomis veio para o lugar de Ederson; aos 23, Michel Bastos entrou na vaga de Kallstrom; e aos 34, a última cartada, com Delgado entrando para a saída de Govou. Mas não dava resultado.

35′ do 2º tempo: OL 2 x 4 OM – Cris condeceu escanteio bobo, Abriel bateu e Brandão ganhou “na voadora” de Michel Bastos. Primeira vez que um dos times abre dois gols de vantagem. Jogo definido? 

36′ do 2º tempo: OL 3 x 4 OM – Um minuto depois, Lisandro López ganha de Hilton e toca com classe, por cima de Mandanda. O Lyon não morreu!

39′ do 2º tempo: OL 4 x 4 OM – Pressão lionesa e bola na mão de Heinze. É pênalti! Lisandro chuta rasteira no canto, Mandanda chega a centímetros da bola mas ela entra: empatado de novo!!

44′ do 2º tempo: OL 5 x 4 OM – Contra-ataque com bela troca de passes do Lyon, ela chega de pé em pé até Michel Bastos, que de frente para Mandanda chuta com estilo, no canto. Gol e comemoração de título, extravasamento total!!!

48′ do 2º tempo: OL 5 x 5 OM – Sufoco total do Marselha na área do rival. Mbia divide com Toulalan, que acaba empurrando para dentro do próprio gol com Lloris já vazado: empate de novo!!!!

Nas arquibancadas, ninguém sabe se comemora ou lamenta. Nas tribunas, os dirigentes dos dois lados alternam aplausos e decepções, mas no fim todos se cumprimentam. Ufa, acabou…. Que mais dizer?

FBL-FRA-L1-LYON-MARSEILLE

FBL-FRA-L1-LYON-MARSEILLE

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última