Publicidade

Posts com a Tag Kolodziejczak

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 Copas francesas, Francês de divisões menores | 13:37

Coupe de France provou que PSG << Cannes

Compartilhe: Twitter

As oitavas de finais aconteceram nessa semana, então recapitulemos:

Dimitar é cercado pelos companheiros de Monacô. Bem-vindo ao rol dos goleadores do futebol francês! (Photo: AFP/Yahoo UK)

Dimitar é cercado pelos companheiros de Monacô. Bem-vindo ao rol dos goleadores do futebol francês! (Photo: AFP/Yahoo UK)

Outro favorito ao título caiu, com o revés do Lyon diante do Lens, atualmente na segunda divisão depois de um histórico de respeito na primeira. O OL abriu o placar com Briand, parecia que ia levar mas num pênalti nos acréscimos da partida Valdivia (não o chileno Jorge, mas o francês Pierrick, revelado em Lyon) empatou! E Gbamin, no início da prorrogação, consubstanciou a zebra.

A contenda entre Nice x Monaco, vizinhos da França mediterrânea, na Côte D’Azur, foi decidida pela estrela do substituto de Falcao Garcia. O time do Principado foi melhor no primeiro tempo, e acabou beneficiado quando, no início do segundo, o lateral-esquerdo Kolodziejczak meteu a mão na cara do zagueiro português Ricardo Carvalho, tomando as dores do colega atacante Maupay, que havia se estranhado com o adversário, e foi expulso.

Porém, o clube do russo Rybolovlev só conseguiu o gol salvador aos 9 minutos da segunda etapa do tempo extra, quando a novidade Dimitar Berbatov, vinda do banco e em sua segunda aparição na equipe, decidiu a parada.

Cannes x Montpellier rolou no primeiro estádio de Zinedine Zidane como profissional. Apesar da disparidade, o jogo pelas oitavas foi pra prorrogação, e, aos 118 minutos de partida, batata: Zobiri fez o gol da classificação do time da quarta divisão, que não atingia as quartas da Cdf desde 1992.

Como o Montpellier vinha de ter eliminado o todo-poderoso-atual-campeão-e-líder-da-Líder-1 PSG, então podemos concluir que: CANNES >> PSG, d’accord??

Em Lille x Caen não faltou tensão. Primeiro nos 3 a 3 no tempo regulamentar e, passada a prorrogação, nos 6 a 5 nos pênaltis a favor da equipe da primeira divisão, que por poucos segundos não deixou a vaga escapar no fim do segundo tempo. Todas as dez penalidades da série primeira de cinco para cada lado foram convertidas. Boa prestação do Stade Malherbe Caen, do zagueiro brasileiro Felipe Saad, que acertou sua cobrança.

Em confronto de equipes da Ligue 2, o Angers fez valer o favoritismo sobre o CA Bastia e o derrubou por 4 a 2.

O En Avant Guingamp acabou com a farra do FAIRM (Football Île Rousse Monticello), da quinta divisão, que eliminou o Bordeaux: 2 a 0.

Fim da linha também para o Auxerre, que tenta voltar a ser da elite: 1 a 0 para o visitante Rennes, gol do bom meia marroquino Foued Kadir.

No triunfo de virada do Moulins (4ª divisão) sobre o Sète (5ª divisão), por 3 a 1, os dois primeiros gols vieram do atacante Sebastien DA SILVA, que apesar do sobrenome é francês, tendo feito sua carreira toda no pequeno clube.

Os confrontos das quartas, programados pra 25 e 26 de março, serão:

Cannes x Guingamp

Moulins x Angers (bela chance de semi pro Angers, que pode subir na L2 finalmente)

Rennes x Lille (duelo dos mais fortes clubes do norte francês)

Monaco x Lens (o time do técnico Kombouaré acaba de derrubar um grande…)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 3 de agosto de 2011 Seleção francesa | 11:02

Redenção da garotada

Compartilhe: Twitter
Sunu, Griezmann, Coquelin e Kakuta

Comemore, talentosa geração gaulesa. Mas leve a bagaça mais a sério! (AFP)

Tendo um pouco mais de sorte e seriedade do que na primeira rodada, a França conseguiu seus primeiros pontos no Mundial sub 20 ontem, ao bater a Coreia do Sul por 3 a 1 em Bogotá. Como a Colômbia fez 2 a 0 na lanterna Mali, já se classificou com 6 pontos. Agora basta aos franceses ganharem da fraca seleção africana na sexta-feira (22h de Brasília), como se espera, para provavelmente somar os pontos necessários à classificação.

Com arbitragem brasileira de Wilson Seneme, o time de Smerecki começou melhor no El Campin. Aos 27 minutos, o goleiro sul-coreano ficou no meio do caminho em escanteio alçado na area, Kolodziejczak cabeceou para tras e Sunu abriu o placar, fazendo seu segundo no torneio.

Houve uma chance claríssima de 2 a 0 quando o mesmo camisa 10 Sunu (olha ele na foto acima. Também estão o 7 Kakuta e o 13 Coquelin) ficou a centímentos de completar cruzamento com o gol livre. Pouco depois, aos 34, Griezmann acertou um tirambaço no travessão. A França tinha 64% de posse de bola mas, em vez de manter o ritmo, tirou o pé e permitiu perigosamente que a Coreia mandasse no jogo e criasse chances, como se 1 a 0 fosse resultado para se administrar defendendo…

Aos 14 do 2º tempo, veio o castigo: cobrança de falta que venceu o goleiro Ligali, atrasado na bola. Os europeus complicaram o jogo, usando de uma certa displicência que também se viu na estreia. À medida que o tempo passava, os asiáticos pareciam felizes com o empate, fazendo cera, e deixando les Bleuets mais nervosos.

Os azuis até buscavam o gol, porém desorganizadamente. Até que, aos 35, Fofana chutou de longe e a bola desviou na zaga, deixando o goleiro sem ação. Sorte tranquilizadora. E tudo ficaria calmíssimo em seguida. Primeiro, um pequeno susto que obrigou Ligali a se redimir e sair nos pés do sul-coreano com a bola diante do gol. Depois, o gol que fechou a conta da vitória, quando Lacazette complementou cruzamento de Nego com meio voleio, no estilo.

Se levar as partidas a sério de forma mais constante, a geração campeã europeia sub 19 no ano passado tem tudo para ir muito longe nos gramados colombianos. Concordam?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de setembro de 2010 Torneios europeus | 18:00

Dever cumprido

Compartilhe: Twitter

Lyon 1 x 0 Schalke. Poderia ter sido muito mais, pela maciça presença ofensiva do OL, acuando o rival com um a menos num dia de mais sorte que o time alemão. Mas foi uma estreia positiva na Liga dos Campeões da Europa e tomara que os gols perdidos não façam falta para efeito de classificação – até porque, na outra partida do gupo B, o Benfica fez 2 a 0 no Hapoel Tel-Aviv e, no desempate, lidera a chave após a primeira rodada. Na segunda, o time francês vai a Israel encarar o Hapoel.

Claude Puel utilizou Lloris; Réveillère, Diakhaté, Lovren e Kolodziejczak; Toulalan, Pjanic e Gourcuff (Makoun, 42 do 2º); Michel Bastos (Pied, 27 do 2º), Lisandro López e Briand (Kallstrom, aos 45 do 2º). Sem Cris e Ederson, lesionados, um ofensivo Lyon tomou a maior parte das iniciativas de ataque, embora tenha levado alguns sustos. Deu sorte, é bem verdade, no lance do gol, quando Briand lançou para Michel Bastos e Moritz recuou bola curta para Neuer, permitindo que o brasileiro se antecipasse e desviasse para o gol, aos 21 minutos de jogo.

As coisas ficaram ainda mais fáceis aos 38, quando o zagueiro Howedes entrou na voadora em Briand e foi mandado para o chuveiro – de forma muito rigorosa, pois acho que um amarelo e uma advertência verbal bastariam. No segundo tempo, o Lyonnais protagonizou um festival de gols perdidos, mas assegurou os importantíssimos três pontos.

Em Barcelona, a dupla francesa Djibril Cissé e Sidney Govou, que foi à Copa 2010, brilhou no gol inaugural a favor do Panathinaikos. Mas depois Lionel Messi e companhia mostraram quem realmente tinha a força no Camp Nou…

Michel Bastos se sobrepõe a Benedikt Höwedes, em todos os sentidos, no único gol válido no Gerland (Reuters)
Michel Bastos se sobrepõe a Benedikt Höwedes, em todos os sentidos, no único gol válido no Gerland (Reuters)

Olympique e Auxerre estreiam
Nesta quarta-feira, os outros dois franceses da Champions estreiam. Único clube do país a sentir o sabor de conquistar o torneio (1992/93), o Marselha recebe o Spartak Moscou, da Rússia. Já sabe que pode contar com Mathieu Valbuena, Brandão e N’Diaye, que renovaram seus contratos, para tentar ir além da fase de grupos, na qual parou na última edição. O time russo tem os brasileiros Ibson, ex-Flamengo, Alex, ex-Inter, e Welliton, ex-Goiás – este último é o artilheiro do Campeonato Russo e vem sendo cotado para atuar pela seleção local.

De volta depois de 2003, o Auxerre não tem nada a perder, pois sua presença é surpreendente, deixando para trás, nas eliminatórias, o Zenit, tido por muitos como mais merecedor de figurar na UCL. E também porque está num grupo indigesto, com Milan, Real Madrid e Ajax. A aventura começa contra os milaneses no San Siro, com transmissão ao vivo da ESPN Brasil.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,