Publicidade

Posts com a Tag Janot

segunda-feira, 20 de abril de 2015 Ex-jogadores, Extracampo | 23:12

12º Jogo contra a Pobreza e 6º aniversário do blog

Compartilhe: Twitter

 No último dia 17 completamos, eu e esta página, 6 anos de vida internética ininterrupta! Obrigado a todos que passaram por aqui, seja uma, 7 ou 70 vezes, e especialmente aos que ainda não nos abandonaram!! 😛

Falando em aniversário nos lembramos de festa, o que vemos no futebol quando há jogos beneficentes e descontraídos entre jogadores da atualidade e do passado, por exemplo. Como hoje, no 12º Match Against Poverty, organizado por Zinedine Zidane e Ronaldo Fenômeno. Os amigos dos ex-craques jogaram contra os atletas e veteranos do Saint-Etienne, justamente no estádio Geoffroy-Guichard, casa dos Verts.

E os “ASSE All Stars” fizeram bonito contra os amigos de Zizou e R9, também chamados de time da United Nations Development Programme (UNDP), braço da ONU que tem o francês e o brasileiro como embaixadores. Com alguns jogadores em atividade na equipe, o que evidentemente lhe deu mais gás na segunda metade do segundo tempo, venceram de virada por 9 a 7 com gols de Aubameyang (3), hoje atacante do Borussia Dortmund, Mollo (2), meia do elenco atual, Battles (2), meia aposentado em 2012, Feindouno, meia guineense ainda em atividade, e o brasileiro Alex Dias, que parou em 2012 mas voltou este ano, no interior de SP.

map

 Clique sobre a foto para visualizá-la sem esse embaço

Aliás, acompanhando a partida pelo Twitter, com as postagens da hashtag #MAP2015, deu para perceber o saudosismo dos torcedores do Sainté em relação a Dias, que marcou um belo gol de virada e comemorou imitando uma pantera, como fazia nos bons tempos defendendo o clube (teve duas passagens, 1999 a 2001, e 2002 a 2003). Um chegou a sugerir que, no final da temporada, o ASSE troque o atual centroavante Erding por ele…

Assim como no tempo em que destruíam defesas adversárias, Ronaldo se destacou em gols, com três, e Zidane em passes açucarados. Os franceses Trezeguet e Djorkaeff, além de Seedorf e Jay Jay Okocha, nigeriano que passou pelo PSG, foram os outros goleadores da equipe dos embaixadores. Também estiveram em campo Barthez, Abidal, Karembeu, do lado visitante, além de Janot, ex-goleiro stephanois, e Zouma, zagueiro revelado pelo clube verde e hoje no Chelsea.

A beneficência do jogo foi que dois terços da arrecadação se destinaram a famílias de vítimas do Ebola na África, e o terço restante para a fundação do Saint-Étienne. Assista a todos os 16 gols da partida neste vídeo.

Ah, amanhã tem Barcelona x PSG, belo programa prum feriado! E na quarta, menos badalado mas tão importante quanto, Monaco x Juventus, também pela Liga dos Campeões da Europa.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Francês da 1ª divisão | 17:07

Lille se distancia pra cima e PSG pra baixo no top 5

Compartilhe: Twitter
lyon_rennes_reu

O gol de Theóphile que definiu o 1 a 1 em Gerland: quem ganhou foi o Lille... (Reuters)

Estava desenhada a chance do Lille abrir vantagem no Campeonato Francês, pelos confrontos da rodada do final de semana. Como o líder venceu e o segundo (Rennes) e o terceiro (Lyon) ficaram no empate, agora o LOSC tem quatro pontos a mais que o novo vice, o Olympique de Marselha, que afastou ainda mais o PSG da corrida pelo título no clássico do povo. 

Contando com a eficiência e inspiração de seus dois principais artilheiros na Ligue 1, os africanos Moussa Sow e Gervinho, o Lille virou sobre o Brest – foi a terceira derrota do Stade Brestois em 14 partidas em casa – e confirmou o favoritismo de maior favorito ao título. Sow se isolou ainda mais na lista de goleadores do torneio, com 19 gols, enquanto que Gervinho agora é o quinto, ao lado de Lisandro López, com 12. El-Arabi marcou mais um pelo Caen, na vitória contra o lanterníssimo Arles, foi a 14 e se descolou de Nenê, ainda com 13.

Tentando juntar os cacos decorrentes da eliminação na Liga dos Campeões para o Real Madrid, o Lyon conseguiu “achar” o primeiro gol do jogo contra o Rennes, em duelo direto: Lisandro chutou, a bola desviou em Gomis e enganou o goleiro Douchez – vale lembrar que a dupla de atacantes é responsável por mais da metade dos gols lioneses na competição. Do banco de reservas, Cris viu sua equipe sofrer o castigo do empate mesmo com um a menos (o colombiano Montaño foi pro chuveiro merecidamente no 2º tempo, após agredir Lovren, porque seu pisão em Toulalan no 1º passou incólume), quando, perto do fim, o defensor Kévin Théophile-Catherine testou para a rede de Lloris, depois de cobrança de M’vila. Resultado injusto, mas futebol é isso aí…  

Sem Brandão de vez, depois de negociá-lo para o Cruzeiro, o OM não sentiu falta dos gols, que vieram em precisa cobrança de falta de Gabriel Heinze, argentino ex-PSG (entre 2001/02 e 2003/04), e graças a cabeceio do ganês André Ayew, aproveitando cruzamento de André-Pierre Gignac. O gol parisiense saiu depois que Chantôme complementou rebote de chute de Nenê que acertou a trave. Decepcionado e realista, o presidente do Paris, Robin Leproux, já coloca como meta para o clube ficar entre os cinco primeiros no final das contas…

om_psg_gol_heinze_reu

O lance em que Heinze venceu Grégory Coupet e a bola acabou na rede (Reuters)

Veja os resultados da 28ª journée:

Brest 1 x 2 Lille (Lesoimier; Gervinho e Sow)
Lyon 1 x 1 Rennes (Gomis; Théophile-Catherine aos 43 do 2º) – Montaño-REN foi expulso
O. Marseille 2 x 1 Paris-SG (Heinze e André Ayew; Chantôme) – Quase 53 mil pessoas no Vélodrome
Montpellier 1 x 4 Lens (Bocaly; Akalé, Joris Marveaux contra, Roudet e Jemaa) 
Lorient 0 x 0 Saint-Etienne – O goleiro Janot-ASSE foi o melhor em campo
Valenciennes 2 x 2 Bordeaux (Danic 2; Jussiê aos 35 e Ciani aos 39 do 2º) – 4º gol do meia brasileiro, em 24 jogos
Toulouse 1 x 1 Nice (Santander; Cetto contra aos 48 do 2º) 
Auxerre 2 x 0 Sochaux (Jelen 2
Caen 2 x 0 Arles-Avignon (Mollo e El-Arabi)
Monaco 0 x 1 Nancy (André Luiz) – Quarto gol do zagueiro brasileiro, que soma 25 jogos no campeonato

*Classificação: Lille lidera com 55 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 51, Rennes, com 50, Lyon, com 49, e PSG, com 45. Veja tabela completa

brest_lille_afp

Gervinho é festejado pelos colegas. Ninguém late mais alto que os Dogues até aqui (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 9 de novembro de 2010 Copas francesas | 20:00

Auxerre confirma melhor fase e elimina Saint-Etienne

Compartilhe: Twitter

Dois gols de pênalti bastaram para o Auxerre vencer o Saint-Etienne por 2 a 0, em casa, e ser o primeiro classificado para as semifinais da Copa da Liga Francesa.

auxerre_saint_etienne_benoit_pedretti

Pedretti, capitão e goleador, agora espera ser selecionável (AFP)

As equipes vieram para o jogo com ânimos distintos. O AJA acumulava cinco jogos sem perder (quatro vitórias e um empate), enquanto que o ASSE trazia duas derrotas seguidas na bagagem. Além do quê, o Auxerre ainda disputa um torneio do porte da Liga dos Campeões da Europa, enquanto o rival joga apenas competições caseiras nessa temporada.

No primeiro tempo, aos 15 minutos, Marchal cortou com a mão um cruzamento de Contout na área. Benoit Pedretti (seleção francesa, amanhã?) venceu o goleiro Janot com um chute rasteiro. No comecinho do segundo, aos 2, novamente Contout protagonizaria um penal, agora por sofrer falta de Guilavogui. Dessa vez Dudka bateu. Mesmo acertando novamente o canto, Janot viu a bola estufar as redes. Me pareceu justo o resultado, pois no que pude acompanhar no instável stream, os donos da casa estiveram mais perto dos gols no L’Abbé-Deschamps. 

Para quem quiser conferir como foi o jogo pela TV, a SporTV anuncia a transmissão da partida em VT às 23h30 de hoje.

 

Complemento das quartas
Amanhã, quarta-feira, teremos:

14h – Valenciennes x PSG (daí sai o rival do Auxerre) – se o Paris entrar com tudo, leva
15h45 – Montpellier x LilleLOSC vem melhor 
17h45 – Olympique de Marselha x Monaco OM!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 26 de outubro de 2010 Copas francesas | 21:08

Copa da Liga tem os classificados esperados

Compartilhe: Twitter

Os quatro primeiros classificados para as quartas de finais da Copa da Liga Francesa foram os esperados. O Saint-Etienne, em ótima fase no Campeonato Francês, passou pelo Bordeaux. O Valenciennes goleou o Boulogne, o Montpellier derrotou o Ajaccio e o Monaco, malzão na Ligue 1, suou para superar o Lorient, depois de 120 minutos e cobrança de pênaltis.

Guirane_Ndaw_saint_etienne_bordeaux_afp

Não era vergonha por um vexame nem choro por um título. Era a emoção de Ndaw por um gol nas oitavas da Copa da Liga (AFP)

Embora seja o maior vencedor de títulos nacionais, com 10 Francesões na sala de troféus, o ASSE ainda corre atrás de sua primeira Coupe de la Ligue. Contra um Bordeaux escalado com alguns reservas, segue na disputa graças ao solitário gol do meia senegalês Guirane Ndaw (que demonstrou habilidade na hora da conclusão e muita emoção na comemoração) e dos bons préstimos do goleiro Janot, que segurou a barra no segundo tempo especialmente.

No VAFC, brilhou a estrela do atacante camaronês Vincent Aboubakar, que marcou nada menos do que três dos quatro gols sobre o Boulogne-sur-Mer, da Ligue 2. Outra equipe da segundona não resistiu: o Ajaccio caiu frente ao Montpellier, com gols de Kabza e Koita.

Com um dos piores desempenhos no início da Ligue 1, o Monaco só conseguiu se livrar do Lorient nas penalidades, mesmo jogando no Louis II. Depois de zerrô-zerrô nos 90 minutos, o defensor sueco Peter Hansson finalmente achou o caminho do gol, aos 9 minutos do tempo extra. Porém-entretanto-contudo-todavia, o atacante Sigamary Diarra tratou de aumentar a emoção do prélio, empatando a dois minutos do fim. Mas nos pênaltis, o goleirão Ruffier pegaria o chute do veterano Arnaud Le Lan, o time do Principado acertaria todos os arremates e seguiria em frente.

Vincent_Aboubakar_Guillaume_Ducatel_valenciennes_boulogne

Ninguém esteve mais em alta do que Vincent Aboubakar no estádio Nungesser, no norte francês (AFP)

Veja resultados da terça e partidas da quarta:

Terça, 26 de outubro
Monaco 1 (5) x 1 (3) Lorient   
Montpellier 2 x 0 Ajaccio (2ª)  
Valenciennes 4 x 0 Boulogne (2ª)  
Saint-Etienne 1 x 0 Bordeaux  

Quarta, 27 de outubro
13h – Guingamp (3ª) x Olympique de Marselha  
14h45 – Lille x Caen  
16h – Auxerre x Bastia (3ª)  
16h45 – Lyon x Paris Saint-Germain

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 4 de outubro de 2010 Francês da 1ª divisão | 16:44

Não tem mais bobo na Bretanha

Compartilhe: Twitter
Torcedores do Rennes empunharam bandeiras da Bretanha no Stade de la Route de Lorient ontem (AFP)

Torcedores do Rennes empunharam bandeiras da Bretanha no Stade de la Route de Lorient ontem (AFP)

Pois é, quem diria que veríamos o Rennes na ponta do Campeonato Francês depois de oito rodadas, o que já não depende do acaso de uma vitória particular por goleada numa estreia, por exemplo. Enquanto o Saint-Etienne, então comandante da tabela, perdia gols e a chance de vencer o Olympique de Marselha em casa, o Stade Rennais não economizou gols e bateu o Toulouse por 3 a 1, nos seus domínios, um dia depois – com destaque para o primeiro, uma linda trivela cruzada do lateral-direito Danzé.

Com cinco vitórias e três derrotas na atual Ligue 1, o rubro-negro do norte francês divide com o Lille, terceiro colocado, o raro privilégio de ainda se manter invicto no torneio. Realmente não é um time de estrelas e vaidades individuais: o jogador com a melhor média de notas do time no campeonato segundo a France Football, por exemplo, é o zagueiro senegalês Abdou Kader Mangane. Essa soma de bons valores (entre outros, Douchez no gol, Mangane, o selecionável Mvila, ao lado de Marveaux e Dalmat no meio-campo, e o atacante colombiano Montaño, ex-Montpellier) tem alcançado um resultado bastante satisfatório até aqui. Porém, como a equipe de Frédéric Antonetti caiu precocemente na Copa da Liga Francesa, perdendo para o Guingamp (3ª divisão), não vamos nos empolgar antes da hora…

Vendo Rennes x Toulouse por uma transmissão de TV na internet, pude conferir um pouco do animado clima no vestiário do time vencedor instantes após a chegada ao topo da classificação. Os caras se cumprimentando e se reunindo no centro do vestiário, para fazer uma espécie de “grito de guerra”, não surpreende a ninguém. O que achei diferente foi um banner pendurado numa das paredes, onde se podia ler: “Toda a Bretanha está com você, Stade Rennais“. Não sei o que as torcidas dos também bretões Lorient e Brest pensam, mas enfim, estava lá… (os fãs de Nantes e Vannes não devem ter reclamado, pois seus times estão na segunda divisão, o que é oooutro campeonato).

Havia um seguro Mandanda no meio do caminho entre Rivière e o gol (AFP)

Havia um seguro Mandanda no meio do caminho entre Rivière e o gol (AFP)

O clássico entre ASSE e OM foi bastante movimentado, com os goleiros Janot e Mandanda se sobressaindo em relação aos atacantes. Quando o time da casa pressionava, saiu o gol marselhês em lance confuso, um bate e rebate que incluiu até o juizão, sobrou para Lucho enfiar com maestria e Gignac encher o pé (foi seu primeiro tento no clube). Valbuena ainda acertou o travessão, perdendo a chance de definir para os visitantes. De tanto martelar, o St. Etienne empatou no segundo tempo, após ótimo cruzamento do selecionável Matuidi que Batlles só escorou. Apesar da frustração verde por não acumular 3 pontos no Geoffroy-Guichard, não foi de todo mal o empate, afinal o Olympique, virtual concorrente ao título, segue atrás na classificação, em 8º.

Frustração maior foi a do Paris Saint-Germain, que tanto bateu mas não furou a defesa do Nice, cujo goleiro colombiano Ospina foi cumprimentado pelos colegas após o jogo, tamanha a importância dele no ponto conquistado fora de casa. Quem também comemorou longe do seu estádio foi o Lyon, que graças sobretudo ao atacante Jimmy Briand (dois gols e uma assistência), ex-Rennes, venceu o Nancy por 3 a 2 e caminha para se distanciar da incômoda zona de rebaixamento.

>> Classificação da Ligue 1: O Rennes assumiu a liderança, com 18 pontos, ultrapassando o Saint-Etienne, que tem  17. O Lille subiu para terceiro, com 14, ao lado de Toulouse e Brest (!). Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 9 de agosto de 2010 Francês da 1ª divisão | 18:18

Começou com zebra

Compartilhe: Twitter

O principal destaque da primeira rodada do Campeonato Francês 2010/2011, que registrou boas presenças de público em vários estádios (foi a saudade da bola!), acabou sendo a vitória do campeão da segunda divisão sobre o atual campeão nacional. Mesmo em Marselha, deu Caen, por 2 a 1. O vídeo abaixo, com os gols, é interessante: uma narração apaixonada dos gols do time visitante, uma defesa marselhesa lenta, deixando Mandanda na mão, e um gol de Samassa obtido na raça – ele chegou a calar a torcida rival, mas por pouco tempo:

Com belos gols, o PSG não deu chance para o Saint-Etienne (3 a 1). Erding contou com assistência de Hoarau, Séssegnon marcou após belo voleio, com uma ajudinha do goleiro Janot, e Nenê também deixou sua marca. E o gol do ASSE também teve sua beleza, na enganada que Payet deu na marcação antes de chutar a gol (assista a vídeo no post de ontem).

Com Laurent Blanc nas tribunas, ao lado de Fabien Barthez e Youri Djorkaeff, a nota lamentável do jogo foi a proibição de 249 torcedores parisienses de comparecer ao próximo jogo da equipe no Parc des Princes, por serem interrogados após discordarem das novas medidas de segurança implementadas pelo presidente Robin Leproux. Precisava de tudo isso?

Lyon e Monaco ficaram no 0 a 0, que chato, em mais um desmaio de Bafétimbi Gomis em campo, que coisa!

E o Bordeaux manteve a sina negativa na Ligue 1, perdendo para o Montpellier: são nove jogos sem vitórias dos girondinos, se contarmos o último campeonato. O time não vence fora de casa desde 20 de janeiro!

O Toulouse começou com vitória sobre o recém-chegado Brest, mas chegou a se preocupar durante o jogo, quando o artilheiro André-Pierre Gignac deixou o gramado de maca. Apesar da suspeita de fratura, seu tornozelo esquerdo foi vítima apenas de uma entorse, como foi revelado nesta segunda.

Algo mais a destacar pós journée?

eden-hazard-lille-rennes-afp
O enfaixado belga Hazard, do Lille, e a bela bola da Puma, diante do Rennes (AFP)
Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 27 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 16:23

E acabou o ano assim

Compartilhe: Twitter

Metade do Campeonato Francês 2008/2009 concluída. Não exatamente, pois gripe suína e neve impediram que todos os 20 times disputassem as 19 partidas programadas até aqui. São eles: Montpellier, Olympique de Marselha, Monaco e Boulogne, que jogaram 18 vezes, e o Sochaux, coitado, 17. Mas não vamos perder a época do ano pródiga em retrospectivas (até porque pouca coisa nova e relevante acontece…) para fazer a nossa, a partir do que os números e algumas observações nos mostram:

Campanhas
Os melhores – Bordeaux (43 pontos), Lille (34), Montpellier (33), Marselha e Auxerre (32)
Os piores – Grenoble (7), Boulogne-sur-Mer (13), Saint-Etienne e Le Mans (16)

O que mais desponta é a enorme vantagem do atual campeão na liderança, reflexo claro de que o Bordeaux é nitidamente superior aos demais e que a emoção da Ligue 1 corre risco se essa relação de forças permanecer. Surpresas positivas são Lille, Montpellier e Auxerre entre os ponteiros. Marselha, Lyon e Monaco têm times para estar mais em cima, mas bobearam sobremaneira nas últimas rodadas (seus técnicos têm culpa nisso, pelo menos Didier Deschamps e Claude Puel, creio).

Lorient, Rennes e Valenciennes têm um momento ou outro de inspiração, como o PSG, mas quem oscila não sai do meio da tabela. Lá em baixo, é grande a diferença dos quatro últimos (citados acima) para o quinto último (o Nice soma 22 pontos). Como caem três para a Ligue 2, os lanternas parecem condenados a muitas rodadas de sofrimento. Incluindo o tradicional Saint-Etienne, maior detentor de títulos nacionais (10), que pelo segundo ano consecutivo se arrasta na tabela. E especialmente o caçula Boulogne e o letárgico Grenoble, que só foi pontuar na 12ª journée.

Blanc, Gourcuff e Chamakh, tripé de sucesso nos Girondinos de Bordeaux

Blanc, Gourcuff e Chamakh, tripé de sucesso nos Girondinos de Bordeaux

Ataques
Os melhores – Lille (37 gols marcados), Bordeaux (32), Lyon e Paris Saint-Germain (31), Olympique de Marselha e Valenciennes (30)
Os piores – Grenoble (10), Saint-Etienne (11), Boulogne-sur-Mer (15), Le Mans e Sochaux (17)

Defesas
As melhores – Bordeaux (12 gols sofridos), Auxerre (15), Toulouse (16), Rennes e Paris Saint-Germain (18)
As piores – Boulogne-sur-Mer (35 gols sofridos), Grenoble (33), Nice (32), Nancy (29) e Le Mans (28)

Artilheiros
1. Gervinho (Lille), 11 gols em 18 jogos – média de 0,61
2. Nenê (Monaco)10 gols em 16 jogos – média de 0,63
3. Pierre-Alain Frau (Lille), 9 gols em 15 jogos – média de 0,60
4. Kevin Gameiro (Lorient), 8 gols em 18 jogos – média de 0,44
     Lisandro López (Lyon), 8 gols em 14 jogos – média de 0,57
    Asamoah Gyan (Rennes), 8 gols em 17 jogos – média de 0,47
7. Marama Vahirua (Lorient), 7 gols em  18 jogos – média de 0,39
     Mamadou Niang (Marselha), 7 gols em 14 jogos – média de 0,50
     Youssouf Hadji (Nancy), 7 gols em 14 jogos – média de 0,50
     Loïc Rémy (Nice), 7 gols em 18 jogos – média de 0,39
     Mevlut Erding (PSG), 7 gols em 14 jogos – média de 0,50

Com 23 gols nos últimos seis jogos, o LOSC se consolidou como melhor ataque do turno, superando o Bordeaux. Reflexo dessa artilharia eficiente é a presença dos “lilleanos” Gervinho e Frau entre os três maiores goleadores – o marfinense superou Nenê na reta final, com a estagnada do brasileiro do Monaco. Engraçado que o artilheiro do Bordeaux é apenas o 12º da lista (Chamakh, com seis gols), o que mostra que são vários os goleadores do time, uma versatilidade importantíssima num torneio longo e de pontos corridos, independendo de um ou dois jogadores apenas. Curioso que o Auxerre defende bem mas ataca mal – fez apenas 19 gols em 19 partidas.

Assistentes
1. Yoann Gourcuff (Bordeaux) – 6 assistências para gol  
    Marama Vahirua (Lorient) – 6  
    Christophe Jallet (PSG) – 6  
    Fahid Ben Khalfallah (Valenciennes) – 6  
5. Benoît Trémoulinas (Bordeaux) – 5  
    Kevin Gameiro (Lorient) – 5  
    Fabrice Abriel (Marseille) – 5  
    Francis Chris Malonga (Nancy) – 5 

Gervinho, artilheiro de visual inconfundível (France Football)

Gervinho, artilheiro de visual inconfundível (France Football)

Uma das qualidades de Gourcuff, o diferenciado do Bordeaux, está neste quesito; o ala esquerdo Trémoulinas também se destaca. Gameiro e Vahirua se mostram muito importantes para o Lorient: marcando ou assistindo, participaram diretamente de 13 dos 29 gols do time.

Fair-play
1. Lorient – 28 cartões amarelos e 0 vermelhos
2. Bordeaux – 29 cartões amarelos e 0 vermelhos
3. Marseille – 30 cartões amarelos e 0 vermelhos
4. Lyon – 40 cartões amarelos e 0 vermelhos

Esse ranking prova, não por acaso, que os que fazem menos faltas violentas estão entre os primeiros na tabela de pontos, e vice-versa. Não é preciso apelar ao anti-jogo para se dar bem ao longo do turno. Ainda bem!

A seleção
O jornal Le Figaro elegeu seus 11 melhores do turno: Janot (Saint-Etienne); Debuchy (Lille), Koscielny (Lorient), Spahic (Montpellier) e Trémoulinas (Bordeaux); Diarra (Bordeaux), Alberto Costa (Montpellier) e Gourcuff (Bordeaux); Gervinho (Lille), Lisandro López (Lyon) e Nenê (Monaco).

Minha seleção é um pouco diferente – até porque não consegui ver tantos jogos quanto a imprensa francesa, e além disso a gente acaba acompanhando bem mais os times do topo da tabela. Eu escalaria: Mandanda (Marselha), Hengbart (Auxerre), Planus (Bordeaux), Spahic e Trémoulinas; Diarra, Wendell (Bordeaux) e Gourcuff; Gervinho, López e Nenê. Se você quiser escalar a sua, coloque aí no campo de comentários.

Na quarta-feira, dia 30, volto com o último post do ano!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 17:24

Segunda que virou terça

Compartilhe: Twitter

Se alguém passou aqui esperando encontrar um post de segunda, ontem, sobre a rodada do fim de semana do Campeonato Francês, minhas sinceras desculpas. A equipe do iG Esporte está reduzida nesta semana natalina, e ontem tivemos dois prêmios “atolando” meu dia de trabalho: melhor do mundo da Fifa, de tarde, e Brasil Olímpico, de noite. 

Então vou transformar a terça em segunda e falar um pouco sobre a 18ª rodada da Ligue 1. Mas pouco, porque hoje e amanhã já ocorre a 19ª e última do 1º turno, antecipada por causa do Natal, que acontece na sexta. Depois, só em 2010, mais precisamente em 16 de janeiro, porque nos dias 9 e 10 começa a Copa da França “pra valer”, com a entrada dos times da primeira divisão, na fase 1/32-de-finais (antes, as equipes de divisões menores participam de fases qualificatórias).

O filme das últimas rodadas vem sendo esse: Bordeaux ganha (apertado ou folgado, mas ganha) + rivais tropeçam = Bordeaux aumenta vantagem rumo ao bicampeonato. Desta vez os Girondinos contaram com boa presença do atacante David Bellion, que fez dois dos quatro sobre o Lorient, e o fim da uruca do argentino Fernando Cavenaghi, um artilheiro que ficou um tempão sem balançar as redes. O único ponto negativo dos Marine et Blanc foi a perda da invencibilidade defensiva: foram quase sete jogos sem a sólida defesa do time levar um gol sequer.

A grande bobeada da journée foi do Olympique de Marselha, em Saint-Etienne. Diante de um rival em fase crítica, às voltas com a zona de rebaixamento, o OM ficou com um a mais no fim do 1º tempo mas não conseguiu furar o gol de Janot, que junto com os colegas vibrou com a torcida no fim do jogo no Geoffroy-Guichard – que fase, heim, ASSE! O Montpellier, até então 3º, também se esforçou no quesito “derrapagem para adversário pior posicionado”, caindo em casa contra o Nancy. E no clássico de Monaco, os donos da casa não conseguiram superar o Lyon, que saiu na frente com uma bela cobrança de falta de Michel Bastos mas cedeu o empate quando Park marcou. E o Bordeaux rindo… 

Dois times vêm crescendo e provando que podem brigar por vagas nas ligas europeias: Lille, ainda vivo na Liga Europa 2009/2010, e Rennes. Quietinho, o Stade Rennais foi mais um a bater o PSG e agora é o sexto. Com alta média de gols, o Lille vem aproveitando o bom aproveitamento de suas peças ofensivas – Gervinho, Frau, Hazard e agora Túlio de Melo – para ascender na competição, já ocupando a terceira colocação na tabela de classificação. Olho neles!

Agora veja quem pega quem na última rodada do ano na França, sempre pelo horário de Brasília:

Terça, 22/12
18h – Lens (14º) x Saint-Etienne (17º) 

Quarta, 23/12
16h – Marseille (2º) x Auxerre (7º) 
 Nancy (11º) x Lille (3º) 
 Lyon (4º) x Montpellier (5º) 
 Sochaux (15º) x Rennes (6º) 
 Lorient (10º) x Valenciennes (8º) 
 Paris-SG (9º) x Grenoble (20º) 
 Le Mans (18º) x Monaco (12º) 
 Nice (16º) x Boulogne (19º) 
18h – Toulouse (13º) x Bordeaux (1º)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 20:01

Lille maiúsculo

Compartilhe: Twitter

Duas partidas abriram a atrasada 11ª rodada do Campeonato Francês nesta quinta-feira. Seis gols marcados, ótimo. A goleada do Lille passou ao vivo no SporTV2; como não havia concorrência na TV de eventos esportivos mais relevantes, deu para acompanhar “de canto de olhos”. A vitória do Toulouse eu segui pela France Football.

Lille 4 x 0 Saint-Etienne
Jogada rápida de contra-ataque no primeiro gol do Lille, aos 31: Gervinho enfiou para Mavuba, que cruzou de primeira para Frau arrematar também com um toque só. Foi o oitavo gol de Pierre-Alain no Francês, igualando-se a Lisandro e Gyan na vice-artilharia. Embora o Saint-Etienne tivesse um pouco mais de posse de bola, os donos da casa foram mais ofensivos e contundentes na primeira etapa.

Logo aos 11 do 2º, o marfinense Gervinho foi derrubado pelo senegalês N’Daw na área. Cabaye deslocou Janot com classe e ampliou para os anfitriões. Sem aparecer muito, o atacante brasileiro Ilan foi substituído ao 17, por Payet, numa tentativa de Alain Perrin fazer o ASSE reagir. Pouco tempo depois, Rudi Garcia trocou o ovacionado Frau por Dumont.

Aos 27 minutos, o homem da partida faria seu último ato decisivo. Cabaye bateu escanteio, Obraniak desviou e Gervinho, espertamente livre no segundo pau, girou e chutou rasteiro, sem tempo de defesa para Janot. 3 a 0 e mais aplausos para o estiloso africano, que também seria substituído na sequência. Garcia estava certo em poupar seus destaques, e não imaginava que a fatura estaria ainda mais liquidada logo depois, quando Benalouane pôs a mão na bola, foi expulso, e na cobrança Rami mandou com precisão, diante de um Janot desconsolado: 4 a 0.

Muita festa no Lille-Metropole de Villeneuve d’Ascq. Afinal, o time venceu as últimas três partidas na Ligue 1, marcando 12 gols na somatória delas. Agora, entra no grupo dos 10 primeiros da tabela. Com futebol para ficar entre os cinco!

Toulouse 2 x 0 Sochaux
Depois de um primeiro tempo enfadonho, logo no comecinho da segunda etapa André-Pierre Gignac resolveu movimentar o jogo para o Toulouse, contando com dois presentões da defesa do Sochaux (não reclamem do Carlão, ele só entraria mais tarde!) num intervalo de dois minutos. Ou seja: aos 6 da etapa complementar, a torcida da casa já comemorava os 2 a 0. E ficou nisso.

O homem de confiança de Domenech e artilheiro do último Francês seria susbtituído no finalzinho pelo brasileiro Luan. Assim como o LOSC, o TFC sobe para a metade de cima da classificação da Ligue 1. Depois da rodada do final de semana, a 17ª, os jogos restantes da 11ª serão disputados e aí saberemos a real posição dos times que foram a campo hoje.

Gervinho está por cima. É ou não é style? (AFP)

Gervinho está por cima. É ou não é style? (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 22 de novembro de 2009 Francês da 1ª divisão | 21:03

Resultados parciais da 14ª rodada

Compartilhe: Twitter

Amanhã trago o balanço da rodada, cheia de surpresas. Tivemos sete partidas neste fim de semana, confira:

 

Janot não alcança chute de Vahirua, e o Lorient segue surpreendendo (AFP)

Janot não alcança chute de Vahirua, e o Lorient segue surpreendendo (AFP)

 
Bordeaux 0
x 1 Valenciennes  (Samassa, 7 do 1º)
Grenoble 1 x 1 Lyon (Ljuboja, 28 do 2º; Delgado, 21 do 2º)
Lens 2 x 1 Nancy (Jemaa 35 do 2º e Monnet-Paquet 39 do 2º; Efoulou, 7 do 2º)
Rennes 2 x 1 Le Mans (Mangane 10 do 1º e Gyan 36 do 2º; Lamah 10 do 2º) 
Auxerre 2 x 0 Monaco (Coulibaly 47 do 1º e Ndinga 45 do 2º)
Saint-Etienne 0 x 2 Lorient (Vahirua 4 do 1º e Sosa 16º do 2º) 
Nice 1 x 0 Toulouse  (Rémy, 6 do 2º, de pênalti)
Montpellier 2 x 0 Lille (Montano, 20 e 43 do 2º tempo)

Jogos adiados para 2/12*

16h – Marseille x Sochaux 
           Boulogne x Paris-SG

*Adiados porque Marseille e PSG jogaram na sexta-feira pela 10ª rodada

>> Tabela de classificação: Auxerre assumiu liderança (?), seguido por Bordeaux, Lyon, Lorient (??) e Montpellier. Clique AQUI.

>> Artilharia: Nenê (Monaco) – 9 gols; Gyan (Rennes) e Rémy (Nice) – 7 gols

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última