Publicidade

Posts com a Tag Inter de Milão

sexta-feira, 16 de março de 2012 Torneios europeus | 20:12

Marselha mantém a honra francesa na Europa, mas Bayern é favorito

Compartilhe: Twitter

Ao contrário do Lyon, que “conseguiu” ser eliminado pelo cipriota Apoel, o Olympique de Marselha passou bravamente pela Inter de Milão e representa a França nas quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa.

Depois de arrancar uma suada vitória em casa, em cabeçada de André Ayew no finalzinho, perdeu na Itália mas avançou de forma dramática. Mandanda segurou o que podia até Milito abrir o placar, aos 30 do segundo tempo. Tudo se encaminhava para a tensa prorrogação até o iluminado Brandão, posto no jogo por Deschamps minutos antes, ser mais esperto que Lúcio na dividida e finalizar no contrapé de Julio Cesar, aos 47! Nem mesmo o gol de pênalti de Pazzini, antes do apito final, mudaria a história da partida, pois o gol fora favorecia o Olympique (leia e assista aos melhores momentos).

O laranja deu sorte para o predestinado Evaeverson Brandão!

Nesta sexta, eu torcia pro sorteio colocar o Benfica no caminho marselhês, afinal é com Portugal que a França trava disputa atualmente no ranking da Uefa, mas veio o Bayern de Munique, e sinceramente se tivesse que apostar eu iria nos alemães (aliás, jornalistas renomados também). O curioso será enfrentar Ribéry, ex-OM, que matou a pau, segundo o Blog do Alemão, na goleada sobre o Basel que classificou os bavaros.

Ou seja, se o Olympiquer cair torcerei por Ribéry no Bayern, assim como por Benzema no Real Madrid (outro que tem dado assistências e marcado gols com constância), se é que o Barcelona vai permitir, claro… Aliás, falando em Barça, Eric Abidal terá de passar por transplante, depois de ter operado o fígado, então mais importante que o vitorioso-mor na Champions League será a preservação da saúde do lateral esquerdo francês!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 26 de fevereiro de 2012 Torneios europeus | 22:49

Os aspectos da vitória do Olympique de Marselha sobre a Inter de Milão

Compartilhe: Twitter

Por Felipe Saturnino

(Amigos virtuais, como o Felipe sugeriu um post já publicado no blog dele, o Pitaco Boleirístico, achei mais bacana colocar aqui apenas uma indicação com o layout da coluna dele e convidá-los para ler a postagem lá. Já em caso de comentários, fiquem à vontade para fazê-los aonde preferirem!)

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011 Torneios europeus | 10:17

Bom sorteio para Lyon e Marselha na Champions, não?

Compartilhe: Twitter

A despeito da decepção que foi a participação francesa na Liga Europa, com PSG e Rennes não se classificando para os mata matas, o sorteio das oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa foi animador para os franceses.

O Lyon vai enfrentar o Apoel Nicósia, do Chipre, uma das surpresas da competição, mas sem tradição em decisões e evidentemente inferior ao OL. Já o Olympique de Marseille terá um adversário de peso, a Inter de Milão, que foi do grupo do Lille. Mas comparando bem, a fase atual do OM é melhor e a equipe leva um ligeiro favoritismo diante dos italianos, um tanto quanto decadentes nesta temporada. Tô errado?

Demais confrontos da Champions League definidos agora pouco e meus pitacos:

Napoli x Chelsea (CHE)
Milan x Arsenal (MIL)
Basel x Bayern de Munique (BAY)
Bayer Leverkusen x Barcelona (BAR…)
CSKA Moscou x Real Madrid (MAD, finalmente fora do caminho do Lyon)
Zenit x Benfica (BEN)

Os jogos de ida serão nos dias 14 e 15 e 21 e 22 de fevereiro de 2012, então tem muita água pra rolar sob as pontes europeias ainda. A volta será nos dias 6 e 7 e 13 e 14 de março.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 18 de outubro de 2011 Torneios europeus | 12:22

Franceses encaram pedreiras na Liga dos Campeões da Europa

Compartilhe: Twitter

Hoje de tarde começa a terceira rodada da Chaaaaampions. Por enfrentarem adversários de peso, Lyon, Lille e Olympique de Marselha ganharão mais evidência, ao mesmo tempo em que devem esperar por maiores dificuldades.

Agora às 16h45 de Brasília, por conta do horário de verão, teremos nesta terça-feira Real Madrid x Lyon (mais um encontro dos velhos conhecidos…), com transmissão ao vivo na ESPN e ESPN HD, e Lille x Inter de Milão. Amanhã, na mesma hora, o Olympique recebe o Arsenal em Marselha, com ESPN Brasil ao vivo.

Liga Europa
Ratificando os compromissos de PSG e Rennes na quinta-feira: o primeiro joga na Eslováquia contra o Slovan Bratislava (17h05), ao passo que o segundo recebe o escocês Celtic mais cedo (15h).

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 15 de março de 2011 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:41

Era muito pro Marselha… (e outras do dia)

Compartilhe: Twitter

A eficiência e a experiência pesaram e o Olympique de Marselha volta para a França eliminado da Liga dos Campeões. Não conseguiu evitar o 2 a 1 para o Manchester United na Inglaterra, como era o mais provável mesmo.

O segundo time mais velho do MU a entrar em campo num jogo de Liga (29 anos e 317 dias, segundo o Infostrada) obviamente seria um adversário difícil de bater. O titular Ryan Giggs, por exemplo, é o terceiro jogador com mais partidas de mata-matas da história da Champions, atrás de Seedorf e Raúl. Ou seja, não há equipe mais “macaca véia” no assunto quanto o time do velhaco Alex Ferguson!

mu_om_gol_ap

Mandanda levanta o braço inutilmente, pois a corrida de Chicharito foi completamente sorridente (AP)

Le match
Antes da bola rolar, foi observado um bonito minuto de silêncio em lembrança à tragédia que vive o Japão. Nem deu muito tempo de ver como as equipes se comportariam no zero a zero. Logo aos 5 minutos, Giggs achou bem Rooney pelo lado esquerdo do ataque inglês, Wayne bateu cruzado e achou Javier “Chicharito” Hernandez em posição duvidosa. Com gol livre, o mexicano empurrou e correu pro abraço: 1 a 0.

Aos 8, entretanto, o Olympique já criou uma chance real para empatar. Remy deu lindo passe de calcanhar pra Gignac, colocando-o em condições de finalizar na entrada da área, de cara pra Van der Sar. Mas André Pierre bateu mal e a bola subiu muito… Esse desperdício poderia fazer falta depois, sem contar que 1 a 1 logo de cara deixaria o Marselha muito bem na parada.

Aos 19, Chicharito chegou muito duro em Heinze e levou amarelo. Então, passei a torcer para ele se enervar ainda mais durante o jogo… Estava difícil pro OM criar algo, o Manchester assustava de vez em quando, mas aos 35 foi de lamentar: bola na área anfitriã e Diawara subiu sozinho, a centímetros do gol, mas cabeceou torto, que pena! Seis minutos depois, Remy emendou de primeira após rebote da defesa, num tirambaço, só que muito forte – se fosse no gol, Van der Sar não chegaria…

Sem substituições no intervalo, o segundo tempo trouxe o mesmo panorama, com o Olympique pelejando muito, mas sem criatividade ou talento para chegar ao gol, e o United pelejando menos, na espreita, só que mais criativo e talentoso na ligação com o ataque. Aos 29, boa jogada francesa, com Remy cruzando pra Cheyrou, mas a conclusão saiu fraca. Não fez, não fez, não fez? Tomou: um minuto depois, Valencia acionou Giggs pela direita e o cruzamento rasteiro achou Chicharito livre (como??), de cara pra Mandanda. Pane na defesa e 2 a 0… 

Didier Deschamps colocou Valbuena e Jordan Ayew para ver o que dava, nos lugares de Gignac e Mbia. E o time visitante voltou para a disputa aos 37, quando, após escanteio, o zagueiro Brown, pressionado por Heinze, cabeceou contra o patrimônio: 2 a 1. Mas a pressão francesa foi bagunçada, nervosa, e não saíram mais gols.

Deu mesmo a lógica: o Manchester do capitão francês Evra.

Ribéry fora do páreo
Julio Cesar evitou o gol do francês cara a cara no primeiro tempo, o Bayern de Munique foi melhor do que a Inter de Milão em boa parte do eletrizante jogo (principalmente nos 45 minutos iniciais), mas o time italiano conseguiu fazer 3 a 2 no final e foi às quartas da Liga.

Quarta: a vez do Lyon
O pega no Santiago Bernabéu promete muito. E o OL vai para lá sem Michel Bastos, machucado no joelho e com cirurgia prevista para breve no Brasil. Com lesão muscular no bíceps femoral esquerdo, Cristiano Ronaldo não está 100%, mas acho que vai para o jogo, porque o Real Madrid precisa superar o trauma de seis temporadas seguidas morrendo nas oitavas.

O problema, para o time francês, é que o zero a zero classifica o Real, devido ao 1 a 1 em Gerland. Então vai ser díficil não ceder o contra-ataque aos merengues… Tenso! 

Abidal operado às pressas
A informação é que o lateral-esquerdo francês do Barcelona e da seleção, de 32 anos, está com tumor no fígado. A cirurgia será na sexta-feira, na cidade espanhola. Toda a sorte, Eric!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 Brasileiros na França, Extracampo | 18:03

Resumo de mercado de inverno 2

Compartilhe: Twitter

A quem questionar o novo layout do blog, menos azul e vermelho e mais verde, digo que não foi vontade minha alterá-lo. Ele segue a padronização que atingiu outros blogs do iG Esporte. Como não somos autônomos, seguimos as regras…

Mais tarde, falo das oitavas de finais da Copa da França

Fechou-se a janela europeia de transferências ontem, segunda-feira. Então vamos só de negócios fechados recentemente:

– O mais estrondoso do fim da janela parece ter sido André no Bordeaux, não? Fiquei contente, é sempre bom ver brasileiros adentrando terras gaulesas. O atacante de 20 anos revelado pelo Santos não se deu bem no Dínamo de Kiev e a esperança é que a França seja mais calorosa do que a Ucrânia – e nesse sentido, ter compatriotas (Wendel, ex-Santos, Jussiê, Fernando e Henrique) como colegas é uma boa. Chega por empréstimo até o fim da temporada, com opção de compra. O curioso é que antes mesmo de estrear como girondino ele deverá estar no banco de reservas da seleção brasileira que enfrenta os Bleus no amistoso da semana que vem…

tigana_triaud_andre_afp

O técnico Tigana, o presidente Triaud e o ex-"Menino da Vila" André (AFP)

– Depois de emprestar Fernando Cavenaghi para o Mallorca, o mesmo Bordeaux o repassou para o Internacional de Porto Alegre. O argentino de 27 anos não deve encontrar dificuldades para se adaptar ao futebol do Rio Grande do Sul, onde os sul-americanos colecionam histórias de sucesso. Quem também deixa a terra dos ótimos vinhos é o atacante nigerense Moussa Maazou, 22 anos, emprestado pelo CSKA Moscou novamente ao Monaco, onde fora feliz na última metade da temporada 2009/2010.

– O PSG perdeu o habilidoso meia Stéphane Sessegnon para o Sunderland, um pequeno clube, sim, mas do futebol inglês, o que explica bastante coisa…  A transferência está estimada em 7 milhões de euros e o contrato é de três anos e meio. O beninense de 26 anos estava desde 2005 na França.

– O Monaco não conta mais com os préstimos do atacante Dieumerci (traduzindo: Obrigado Deus – ?!) Mbokani, emprestado até o final da temporada para o Wolfsburg, que buscava um substituto para o bósnio Edin Dzeko, recém-saído para o Manchester City. Vindo do belga Standard de Liège, onde não lhe faltaram gols, o congolês de 25 anos acabou decepcionando no clube francês. Vamos ver como se sai na Alemanha, pois ele não foi revelado por qualquer time, mas pelo Tout Puissant Mazembe!

–  Mas o Monaco também acaba de se reforçar: está de chegada o volante Mahamadou Diarra, vindo do Real Madrid. A assinatura do contrato virá após a realização de exames médicos. Reserva no clube espanhol há um bom tempo, o malinês de 29 anos volta ao país por onde atuou, de forma vitoriosa, entre 2002 e 2007, defendendo o rolo compressor da época, o Lyon.

Lyon que perdeu mesmo Jean Il Makoun para o Aston Villa. Depois de quase dez anos na França (sete no Lille e dois e meio no OL), o volante camaronês de 27 anos será parceiro de meio de campo de Robert Pirès no clube inglês.

– O Saint-Etienne se reforçou com o meio-campista Alejandro Alonso, que deixa o Monaco, onde estava desde meados de 2008. Com 28 anos, o argentino assinou contrato de dois anos e meio. Em compensação, perdeu um argentino, o atacante Gonzalo Bergessio, emprestado ao Catania, da Itália. Também chegou o meia-atacante Pierre-Emerick Aubameyang, de 21 anos, eternamente emprestado pelo Milan desde que virou profissional. O franco-gabonês passou antes por Dijon, Lille e Monaco. Vamos ver se agora vai…

Caçapa-fotoVipcomm

Claudio Caçapa: Bienvenue de retour!

– Outro brasileiro que de fato foi para a França, ou melhor, retornou, foi Cláudio Caçapa. Depois de ter tido poucas oportunidades no Cruzeiro, o zagueiro de 34 anos defenderá o Evian, um dos destaques da Ligue 2, até o final da temporada, com possibilidade de extensão do contrato. Ele já foi muito feliz em terras gaulesas, quando defendeu o Lyon entre 2001 e 2007. Tomara que dê certo!

– Fora da França, Jonathan Biabiany deixa o elenco da Internazionale e segue para a Sampdoria, envolvido em transação que trouxe o também atacante Giampaolo Pazzini para o time de Milão. O jovem de 22 anos não estava nos planos de Leonardo e saiu como contrapeso para a vinda de Pazzini. Que levante a cabeça e mostre o que sabe em outro clube italiano, então.

>>> Dá pra ver os negócios concretizados nos 20 times da Ligue 1, a elite francesa, no site do L’Equipe.

Faltou alguém importante?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010 Franceses no mundo | 19:53

Com mais franceses, Arsenal derrota Chelsea

Compartilhe: Twitter

Acabaram minhas férias e recesso, voltei ao trabalho: 2011 já começou…

Na Inglaterra não tem essa de recesso pra Natal e Ano Novo, então fiquemos de olho nos franceses que atuam por lá. Hoje rolou o grande clássico entre Arsenal e Chelsea, pelo Campeonato Inglês. Cinco jogadores da França foram titulares:  Bacary Sagna, Laurent Koscielny, Gael Clichy e Samir Nasri, pelo time dos Gunners, o mandante, e Florent Malouda, pelos Blues.

Poderiam ser mais, mas Sebastien Squillaci perdeu posição na zaga para Djourou, do lado do Arsenal, e Nicolas Anelka sentiu lesão no joelho, desfalcando o Chelsea, que teve Gael Kakuta começando no banco de reservas. Em compensação, o técnico francês Arsene Wenger c0locou o compatriota Abou Diaby no segundo tempo, no lugar de Walcott.

Com a bola rolando, o Arsenal aproveitou cochilo do rival para abrir 3 a 0, sofreu um gol mas segurou a vitória (sem gols franceses), mantendo-se à frente do Chelsea na luta pelas primeiras colocações da Premier League, que segue com mais jogos amanhã, terça-feira.

arsenal_chelsea_sagna_song_malouda_reu

Sagna chega no carrinho pra cima de Malouda, acompanhado por Song, autor do primeiro gol no Emirates Stadium (Reuters)

 

Faltou falar de Biabiany
Por conta das férias, acabei me ausentando mais do que o costume e deixei de citar a boa participação de Jonathan Biabiany na decisão do Mundial de Clubes: o jovem atacante francês marcou o terceiro e último gol da Inter de Milão contra o Tout Puissant Mazembe, congolês que fala francês e maior surpresa do torneio nos Emirados Árabes Unidos.

Mesmo assim, a satisfatória primeira metade de temporada de Biabiany pode não ser suficiente para segurá-lo na Inter, que pode utilizá-lo como moeda de troca em alguma negociação para reforçar o elenco, agora sob o comando do brasileiro Leonardo. Se sair, que não suma, pois já mostrou que tem potencial.

biabiany_inter_milão_mundial_clubes_afp

Lance que acabaria na última rede balançada no último grande torneio acabado em 2010 (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:05

Lyon perde mas se classifica na Liga

Compartilhe: Twitter
schalke_lyon_pose_afp

Em que pesem as derrotas fora de casa para Benfica e Schalke, o OL merece a vaga (AFP)

Schalke 04 3 x 0 Lyon, Hapoel Tel Aviv 3 x 0 Benfica. Não esperava por placares como esse nessa rodada de hoje do grupo B da Liga dos Campeões da Europa. Mas eles aconteceram e felizmente beneficiaram a equipe francesa, apesar de ela ter perdido seu segundo jogo consecutivo e acumulado 7 gols sofridos nos últimos 180 minutos. 

schalke_lyon_raul_lovren_afp

Lovren observa o veterano Raúl: ver demais e marcar de menos foi um dos erros lioneses em Gelsenkirchen (AFP)

Na Veltins-Arena, os donos da casa começaram com tudo, indicando que a parada para Lloris seria dura. Logo aos 13 minutos, Lisandro López perdeu a bola, Diakhaté afastou mal o cruzamento na área e a bola sobrou para Raúl. O zagueiro tentou se recuperar travando o espanhol, mas a redonda sobrou limpa para Farfan colocar no canto do gol, fazendo 1 a 0.

Lisandro teve boa chance de empatar aos 16, mas chutou em cima de Neuer, a poucos metros do goleirão. Perdeu, pagou: já aos 20 o Schalke ampliaria, em ataque rápido, quando Kluge avançou e passou para Huntelaar, que se antecipou a Cissokho depois que Raúl saiu da bola e levou a marcação junto. A ausência de Cris era sentida na organização da zaga lionesa.

O OL não se abateu, tentou subtrair o prejuízo, mas cedia o contra-ataque, o que tornava as coisas muito perigosas para a defesa. Claude Puel veio com o atacante Gomis no lugar do lateral-esquerdo Cissokho, trazendo Michel Bastos para compor o setor pela defesa – o que não gosto, pois afasta o brasileiro da área, e também acabou não dando resultado… Mas enfim, perdido por um, perdido por mil né?

Minutos depois, Gourcuff foi atingido duramente por Metzelder e teve de sair de maca, dando lugar a Pjanic. Até Licha sairia, para a entrada de Pied. Mas nada lá na frente. E o Lyon conseguiu a proeza de tomar mais um gol de “Ruim-telaar” (como os colegas dizem aqui na redação), que recebeu passe na área francesa com todo o tempo do mundo, sassaricou na frente de Reveillère e chutou. A bola prensada encobriu Lloris, pra sorte do holandês: 3 a 0, fecha a conta e passa a régua na Alemanha.


L’autres françaises

Younes Kaboul: titular ao lado de Gallas no Tottenham, time de Gomes (o goleiro grande!). Mostrou presença de área e habilidade ao abrir o placar contra o Werder, em voleio após cruzamento à meia-altura de Lennon. Foi o 2º gol em 2 jogos! E acabou como top player do site oficial da Champions, com nota 8,5 dos “experts”.

Jonathan Biabiany: titular na Inter de Milão contra o Twente. Muito bem no primeiro tempo, “causando” pelo lado direito do ataque. Jogou até os 35 do 2º tempo.

Djibril Cissé: artilheiro do Campeonato Grego e capitão do Panathinaikos, perdeu ótima chance de gol contra o Barcelona aos 19, quando invadiu a área e finalizou para bela defesa de Valdés. Ficou até o fim liderando o ataque do time ateniense, porém se mostrou improdutivo.

Jean-Alain Boumsong: titular também nos 90 minutos, mas a defesa levou três do Barça né…

Sidney Govou nem banco foi hoje na Grécia, não sei se machucou-se, mas soube que já anda deixando o clube insatisfeito pela vida noturna agitada…

Eric Abidal: foi banco na equipe espanhola, entrou aos 26 do 2º tempo. Com as boas partidas dos brasileiros Adriano e Maxwell pela lateral-esquerda, pode acabar sobrando no time catalão, que terá o superclássico contra o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol na próxima segunda-feira.

kaboul_tottenham_werder_afp

Que Kaboul está com a bola cheia, ninguém duvida! (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 20 de outubro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 17:38

Lyon no caminho da vaga na UCL

Compartilhe: Twitter

Lyon 2 x 0 Benfica, três vitórias em três jogos na Champions League! Com os 3 a 1 do Schalke (dois de Raúl) sobre o Hapoel Tel-Aviv, o OL lidera o grupo B com nove pontos, seguido pelo time alemão com seis. Benfica permanece com três e a equipe israelense com zero. Antes mesmo do segundo turno da etapa de grupos, a classificação para a segunda fase da Liga dos Campeões da Europa está próxima!

Contra o time de Lisboa, que teve os brasileiros Luisão, David Luiz (dupla de zaga) e Alan Kardec como titulares, Claude Puel escalou Lloris, Réveillère, Cris, Diakhaté e Cissokho; Gonalons, Pjanic e Gourcuff (Kallstrom aos 26 do 2º); Briand, Michel Bastos (Pied aos 19 do 2º) e Lisandro López. E foi premiado pela ofensividade.

O primeiro gol saiu aos 21 minutos de jogo. A jogada começou com um erro de Luisão, que redundou na bomba de Michel Bastos na trave de Roberto Jimenez. Na sobra, o Lyon roubou a bola com Gourcuff, Bastos cruzou com precisão e Briand testou para o canto. Antes mesmo do fim da primeira etapa, o argentino Gaitán faria um favorzaço pro Lyonnais, ao receber o segundo amarelo e ser expulso depois de duas faltas duras.

Com seis minutos do 2º tempo, fatura liquidada. Briand chuta com perigo, a bola é rebatida pela trave, o próprio camisa 7 corre para pegar o rebote e centra na área. Lisandro cabeceia, o goleiro dá rebote e Licha, como disse o narrador espanhol da transmissão que acompanhei, cutuca pro fundo das redes. Sem acertar o gol de Lloris em seus chutes, o Benfica não teve forças para reagir. Mesmo sem aparecer nos gols, Miralem Pjanic foi destaque como o jogador que mais correu em campo.   

lyon_benfica_jimmy_briand_lisandro_lopez_reuters

Briand e Licha, autores dos gols no Gerland (Reuters)

lyon_benfica_alberto_mallenco_nicolas_gaitan_cris_reuters

O zagueiro e capitão brasileiro Cris aplaude o vermelho de Alberto Mallenco para Nicolas Gaitan, que facilitou deveras a vida lionesa na partida de hoje (Reuters)

Fora da França
O francês de maior destaque longe do Gerland hoje foi Jonathan Biabiany. Não marcou nenhum na vitória da Inter de Milão sobre o Tottenham, da Inglaterra, por 4 a 3, no Giuseppe Meazza. Mas provocou a expulsão do goleiro brasileiro Gomes no começo do primeiro tempo, deixando seu time em excelentes condições para abrir 4 a 0 antes do intervalo. Ser titular no atual campeão europeu e tetracampeão italiano não é pouco, o que prova que o garoto está de parabéns!

Amanhã, quinta-feira, temos Liga Europa com PSG e Lille em ação. Borussia Dortmund x Paris Saint-Germain promete, mas infelizmente só vai passar ao vivo para quem tem ESPN HD (15h). Cacemos os streams internéticos então!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:26

O orgulho da França

Compartilhe: Twitter
"Ceis tão vendo onde eu rendo pra c..., né?", disse Michel no jogo do Lyon (AP)

"Ceis tão vendo onde eu rendo pra c..., né?", disse Michel no jogo do Lyon (AP)

Se as coisas vão mal em âmbito nacional, nada como um torneio continental para voltar a sorrir. É isso que o Lyon tem feito neste início de temporada. Hoje, não se importou com fato de jogar fora de casa e meteu 3 a 1 no Hapoel Tel-Aviv, em Israel. É a segunda vitória em dois jogos pela Liga dos Campeões da Europa, alçando o OL à liderança do grupo B – seis pontos, três à frente de Schalke 04, da Alemanha, e Benfica, de Portugal.

Claude Puel (bem mais aliviado, assim como o presidente Jean-Michel Aulas) escalou Lloris; Réveillère, Diakhaté, Lovren e Cissokho; Toulalan, Källström, Gourcuff (Pjanic, aos 32 do 2º) e Michel Bastos (Gonalons aos 44 do 2º); Briand e Gomis (Pied aos 18 do 2º).

Michel Bastos comandou a vitória, marcando de pênalti aos 7 minutos do 1º tempo e ampliando com uma pintura de gol aos 36 (aproveitou rebote de escanteio, batendo “na orelha” da bola, que fez curva impressionante e entrou na forquilha! – veja no vídeo no fim deste post). O goleiro nigeriano Enyeama – aquele mesmo que se destacou na Copa 2010, especialmente contra a Argentina – descontou aos 34 da segunda etapa, também cobrando penalidade. Mas Pjanic definiu o vencedor da contenda em Tel-Aviv, já nos acréscimos do jogo.

Bastos vem provando que não pode ser lateral esquerdo, sob pena de desperdiçar sua eficiência no ataque, chegando à área ou finalizando de média distância. Imagine se hoje ele fosse escalado como lateral: na hora do escanteio que originou seu gol, provavelmente estaria plantado no meio de campo, como um dos últimos homens lioneses, cobrindo a subida dos zagueiros que fossem tentar o cabeceio, e não na entrada da área, esperando um provável rebote…

O camisa 11 agora é o vice-artilheiro da Liga, com três gols, ao lado do francês Anelka (Chelsea) e do sueco Ibrahimovic (Milan), todos atrás de Samuel Eto’o Fils, da Inter de Milão, que tem quatro.

Com Olympique de Marselha (decepção) e Auxerre (confirmação) sem somar pontos depois de duas rodadas, o orgulho da França na Champions neste momento se chama Olympique Lyonnais.


Efe-efe-Efe

Figurando na já tradicional seção “Franceses fora da França (FfF)”, temos nesta quarta o jovem atacante Jonathan Biabiany. Finalmente aproveitado pela Internazionale, depois de alguns empréstimos para equipes menores da Itália, ele foi titular, jogou a partida inteira e esteve muito bem especialmente no primeiro tempo da goleada sobre o Werder Bremen – que teve como titular o zagueiro francês Mikaël Silvestre.

Silvestre (à esquerda) e Biabiany (centro): luta árdua pela melhor careta de esforço no Giuseppe Meazza (AP)

Silvestre (à esquerda) e Biabiany (centro): luta árdua pela melhor careta de esforço no Giuseppe Meazza (AP)

Mesmo sem jogar hoje, o meia-atacante Jérémy Menez foi destaque. Embora tenha atuado só por cerca de 60 minutos nas duas partidas da Roma, ele tem a melhor eficiência nos passes na Champions 2010/2011: acertou todos os 26 que distribuiu até aqui. Se liga aí, Claudio Ranieri!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última