Publicidade

Posts com a Tag Ibrahimovic

sexta-feira, 22 de agosto de 2014 Francês da 1ª divisão | 11:06

3ª rodada do Francês: Lyon, Saint-Etienne e Lille pela volta por cima

Compartilhe: Twitter

O PSG abre a rodada contra o Evian com alguns desfalques importantes, como o craque Ibrahimovic. Outro atacante ausente é o brasileiro Brandão, punido por agredir Thiago Motta na derrota do Bastia justamente para o Paris Saint-Germain.

Recuperação é a palavra de ordem para os três clubes que perderam durante a semana, nas partidas de ida dos playoffs para os torneios europeus. O Lille caiu diante do Porto em casa (0-1), pela pré-Liga dos Campeões, até aí que pena, mas OK.

Pior foi o Saint-Etienne, que pela pré-Liga Europa perdeu para o Karabükspor (?) na Turquia, 1 a 0. E pior dos piores foi o Lyon, que na mesma pré-Europa League conseguiu a proeza de ser derrotado pelo desconhecidíssimo Astra (??), da Romênia, em casa (!), por 2 a 1.

Eis os jogos e apostas pro fim de semana na França:

Sexta-feira, 22/08
15h30 – Évian TG 0 x 1 PSG (ESPN, Watch ESPN, SPORTV)

Sábado, 23/08
12h – Guingamp 1 x 2 Olympique de Marseille (TV5 Monde)
15h – Lille 2 x 0 Lorient
15h – Montpellier 1 x 0 Metz
15h – Nice 2 x 2 Bordeaux (SPORTV2)
15h – Bastia 1 x 1 Toulouse
15h – Stade de Reims 2 x 3 Caen

Domingo, 24/08
9h – Lyon 3 x 1 Lens
12h – Saint-Étienne 1 x 0 Rennes (SPORTV2)
16h – Nantes 2 x 1 Mônaco (SPORTV)

Autor: Tags: , , , , , , , ,

domingo, 10 de agosto de 2014 Ex-jogadores, Francês da 1ª divisão | 19:06

Cinco marcam dois gols na 1ª rodada do Francês

Compartilhe: Twitter
Tudo muito incipiente ainda, mas o líder após a 1ª rodada é o Caen, que venceu com a maior margem de gols (France Football)

Tudo muito incipiente ainda, mas o líder após a 1ª rodada é o Caen, que venceu com a maior margem de gols (France Football)

Incorpado até 13/8

O PSG estreou com Thiago Silva e Marquinhos na zaga contra o Stade de Reims, ainda não promovendo o debut de David Luiz. Thiago Motta, naturalizado italiano, e Lucas também foram titulares. O bicampeão começou com tudo e, tinha que ser ele né?, Ibrahimovic fez o primeiro gol da Ligue 1 2014/15 logo aos 7 minutos.

Lucas e Ibra perderam gols feitos, o sueco ainda desperdiçou um pênalti, parecia que a partida tinha dono. Mas… Ainda no primeiro tempo, Oniangué e Devaux viraram para os donos da casa! No segundo tempo o jogo caiu e o máximo que o poderoso Paris conseguiu foi empatar, pela quarta vez seguida na sua estreia pelo Francês.

O atacante sueco não foi o único a arrancar na disputa pela artilharia (que venceu com folga nos dois últimos campeonatos) com um doublé. André Pierre Gignac, também o principal homem gol de sua equipe, fez dois dos três do Olympique de Marseille contra o Bastia. Só que o OM também levou três gols, então nem um dos dois técnicos estrearam com vitória – o argentino Marcelo Bielsa, no Marselha, e Claude Makelele, ex-jogador da seleção francesa, no adversário, que teve o brasileiro Brandão debutando igualmente.

-> O site Vavel listou 10 boas perguntas que esse início de Ligue 1 desperta: veja quais são!

Cinco gols ocorreram em Nice 3 x 2 Toulouse, com a prevalência da Tia Nice destacando o argentino Dario Cvitanich, dois gols para ele. O Evian recebeu o Caen, de volta à elite, e se deu bem mal, levando 3 a 0. Mathieu Duhamel, atacante de 30 anos, foi mais um a entrar pro time dos dois gols na primeira rodada do torneio. Por fim, o experiente centroavante do Saint-Etienne mandou no placar do triunfo diante do Guingamp, fora de casa: 2 a 0, gols do turco Mevlut Erding.

Outro a vencer por dois gols de diferença foi o Lyon, que confirmou o favoritismo de anfitrião contra o Rennes, tentos anotados no segundo tempo por Malbranque e Lacazette (pênalti). Quem decepcionou, no entanto, foi o atual vice-campeão Monaco, batido em casa pelo Lorient por 2 a 1, na estreia do treinador português Leonardo Jardim, substituto do italiano Claudio Ranieri, e mesmo com gol do colombiano Falcao Garcia.

Um técnico que venceu em sua estreia, no clube e na função, foi o ex-atleta Willy Sagnol, que conduziu o Bordeaux ao resultado positivo básico contra o Montpellier (1-0), de Rolland Courbis, que já dirigiu os Girondinos.

Demais resultados:

Lille 0 x 0 Metz
Nantes 1 x 0 Lens

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 Copas francesas | 14:36

Ibra decide e PSG ganha sua 4ª Supercopa francesa

Compartilhe: Twitter
Ibrahimovic levanta a taça no Estádio dos Trabalhadores, em Pequim (lfp.fr)

Ibrahimovic levanta a taça no Estádio dos Trabalhadores, em Pequim (lfp.fr)

A sala de troféus do Paris Saint-Germain anda movimentada ultimamente. Antes de ontem, chegou mais um, vindo da China: a Supercopa (Troféu dos Campeões) 2014, conquistada após os 2 a 0 diante do Guingamp, gols do craque do time, o atacante sueco Zlatan Ibrahimovic.

Atual bicampeão francês consecutivo e detentor da Copa da Liga, o PSG não deu chance para o ganhador da última Copa da França na decisão disputada em Pequim. E assim levou o segundo Trophée des Champions seguido, na 19ª edição da disputa (veja como foi em 2013). É o quarto de sua história (1995, 98, 2013 e 14), o que o torna o segundo maior vencedor, só atrás do Lyon.

Neste próximo final de semana, o esquadrão comandado pelo técnico Laurent Blanc busca o inédito tricampeonato consecutivo da Ligue 1, que aqui chamamos de Campeonato Francês. Tem maior favorito?

Emirates Cup
Vice-campeão da última L1, o Monaco é um dos maiores candidatos a destronar a equipe da capital. Neste último fds, disputou a Emirates Cup contra Arsenal, Valencia e Benfica, também em preparação para o início da temporada europeia. Não venceu, mas viu seu centroavante colombiano Falcao Garcia reencontrar o caminho das redes, contra o clube inglês anfitrião, depois de ficar impedido de atuar no 1º semestre devido a uma grave lesão no joelho.

Mais um time que vem confiante pra temporada, e que bom!, pois junto com o PSG representará a França na Liga dos Campeões da Europa, o principal torneio do continente mais forte do futebol mundial.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 10 de junho de 2014 Copa do Mundo | 19:22

Estrangeiros do futebol francês na Copa 2014

Compartilhe: Twitter
Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante cuja seleção não se classificou pra Copa...

Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante que também atua na França e cuja seleção não se classificou pra Copa…

Copa do Mundo não é torneio pra gente falar só de seleção francesa neste espaço, mas também de lembrar ao planeta bola os jogadores do Mundial que atuam no nosso querido futebol francês.

Lembrando que, dos 23 franceses convocados por Deschampsapenas 8 jogam atualmente no país. Quase o mesmo número de atletas que representam as seleções africanas de Camarões (7) e Costa do Marfim (6)!

Uma curiosidade: nos maiores campeões mundiais, Brasil e Itália, apenas o PSG cedeu destaques, três em cada. E o hoje bicampeão francês é o maior cessor de atletas para todas as 32 seleções, entre todos os clubes do país: 11, bem à frente do Monaco, o segundo nessa relação, com 4.

Bora lá (me baseei nesse link do bom site espanhol Futbol desde Francia, cruzando depois com os 23 confirmados da página da Fifa sobre a Copa):

Argélia: Carl Medjani (defensor do Valenciennes), Mehdi Mostefa (defensor do Ajaccio) e Aissa Mandi (defensor do Reims). Ryan Boudebouz (meia do Bastia) e Foued Kadir (meia do Stade Rennais) foram pré-selecionados, mas cortados.

ArgentinaSergio Romero (goleiro reserva do Monaco) e Ezequiel Lavezzi (atacante do Paris Saint Germain).

Bélgica: Divock Origi (lateral/ala do Lille).

Brasil: Thiago Silva (zagueiro capitão), David Luiz (zagueiro vindo agora do Chelsea) e Maxwell (lateral-esquerdo), todos do Paris Saint Germain.

Camarões: Nicolas Nkoulou (lateral do Olympique de Marseille), Henri Bedimo (lateral-esquerdo do Lyon); Jean Illes Makoun (volante do Rennes); Landry Nguemo (volante do Bordeaux); Edgar Salli (meia do Lens, recém-promovido da Ligue 2); Benjamin Moukandjo (meia-atacante do Nancy, da Ligue 2) e Vincent Aboubakar (atacante do Lorient). Guy Ndy Assembe, goleiro do Guingamp, e Jean-Armel Kana-Biyik, zagueiro do Rennes, ficaram fora.

Aboubakar foi um principais goleadores do último Campeonato Francês, empatado na vice-liderança do ranking geral com o também convocado Cavani, do Uruguai, ambos atrás do sueco Zlatan Ibrahimovic, lamentavelmente fora desta Copa.

Colômbia: David Ospina (goleiro do Nice); Ábel Aguilar (volante do Toulouse); James Rodríguez (meia do Monaco).

O goleador monegasco Radamel Falcao García foi pré-relacionado entre os 30, mas não se recuperou da cirurgia no joelho como torcíamos. Porém, o país conta com a habilidade de Rodríguez, maior assistente da última Ligue 1.

Costa do Marfim: Serge Aurier (lateral-direito do Toulouse); Benjamin Angoua (zagueiro do Valenciennes); Jean Daniel Akpa-Akpro (ala do Toulouse); Ismäel Diomande (meia do Saint Étienne); Salomon Kalou (meia do Lille) e Max-Alain Gradel (atacante do Saint Étienne). O lateral-direito Brice Dja Djedje, do Olympique de Marseille, e o volante Romaric (Bastia) não ficaram entre os 23.

Tem o único técnico francês de nascimento entre uma seleção estrangeira do Mundial: Sabri Lamouche, 42 anos, naturalizado tunisiano.

Croácia: Danijel Subasic (goleiro titular do Monaco).

Estados Unidos: Alejandro Bedoya (meia do Nantes).

Gana: Jonathan Mensah (zagueiro do Évian Thonon Gaillard); John Boye (zagueiro do Stade Rennais); Andre Ayew (atacante do Olympique de Marseille); Jordan Ayew (atacante do Sochaux) e Abdul Majeed Waris (atacante do Valenciennes) – que fez uma segunda metade de temporada muito boa na Ligue 1.

Andre é irmão mais velho de Jordan Ayew, ambos filhos do ex-atacante Abedi Pelé, que é o maior artilheiro da história da seleção mas, ironicamente, nunca disputou uma Copa do Mundo.

Itália: Salvatore Sirigu (goleiro titular); Thiago Motta (volante/meia); Marco Verratti (volante/meia), todos do Paris Saint Germain, e acima da média, principalmente os dois de linha.

México: Guillermo Ochoa (goleiro que disputou a última temporada pelo Ajaccio e está sem clube) – costuma pegar muito quando acossado;

Nigéria: Vincent Enyeama (goleiro titular do Lille). O meia Sunday Mba (CA Bastia, Ligue 2) foi pré-relacionado, mas acabou fora.

Enyeama fez uma excelente Ligue 1 2013/14 pelo LOSC, sendo um dos arqueiros menos vazados do campeonato francês.

Portugal: João Moutinho (volante/meia do Monaco).

Uruguai: Edinson Cavani (atacante do Paris Saint Germain) – craque!

-> Link para todos os convocados para a Copa 2014 do site do O Globo

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 6 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 19:31

Complicou! Ribéry e Grenier fora da Copa!!

Compartilhe: Twitter
Ironicamente, Ribéry posou ao lado de Deschamps e os colegas na foto oficial da seleção minutos antes do anúncio do seu corte (Photo: Fifa)

Ironicamente, Ribéry posou ao lado de Deschamps e os colegas na foto oficial da seleção minutos antes do anúncio do seu corte (Photo: Fifa)

Sexta-feira sombria na seleção francesa na concentração em Clairefontaine, com dois cortes, sendo um deles o principal jogador do grupo que vem pra Copa 2014. Franck Ribéry, meia-atacante do Bayern de Munique, não resistiu à lombalgia (forte dor nas costas) com a intensificação dos treinos físicos no decorrer da semana. Domingo passado, quando a França empatou com o Paraguai, sua possível baixa era apenas um boato que, admito, não me preocupava muito… :(

Já o problema do meia Clement Grenier, do Lyon, foi lesão na virilha. Como ele seria reserva de Didier Deschamps, sua ausência não dói tanto quanto a de Ribérra, melhor jogador europeu de 2012/13 e terceiro melhor do mundo ano passado segundo a eleição da Fifa. Mas a prudência de DD, analisada pela ótica da aposta equivocada que foi a de Roger Lemerre com o baqueado Zidane em 2002, como bem lembrou o site Trivela, sinaliza um bom senso totalmente compreensível – e segundo essa lógica, não seria agora que ele chamaria o indisciplinado Nasri, mesmo tendo perdido um valor do estirpe do Scarface.

-> Se houvesse Copas em 1942 e 1946, a estrela francesa provavelmente seria Larbi Benbarek

Aliás, se todos concordamos que FR e Zlatan Ibrahimovic estão entre os 5 melhores futebolistas do mundo hoje (ou não?), então não podemos dizer que essa Copa do Mundo brasileira reunirá todos os tops do planeta, com todas as letras, né mesmo? E ainda temos Radamel Falcao Garcia, que quando se lesionou gravemente, no início do ano, figuramente entre os cinco maiores centroavantes em atividade.

Os meias Morgan Schneiderlin, do inglês Southampton (que, confesso, nunca ouvira falar antes da pré-convocação), e Rémy Cabella, do Montpellier (que mereceu porque vem indo muito bem nos últimos Campeonatos Franceses), são os suplentes que se uniram ao elenco gaulês de última hora. Sorte pra eles!

Vida que segue, os Bleus jogam o último teste antes de viajarem pra cá neste domingo, contra a Jamaica (ESPN Brasil anuncia ao vivo às 15h55. Talvez role também no SporTV2). O embarque de Paris para Ribeirão Preto será na segunda, e que todos os atletas tomem muito cuidado daqui em diante, para todos estarem no melhor de suas formas no dia 15.

** FALTAM 9 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! **

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 20 de maio de 2014 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 19:04

Recordes do PSG (e o bolão do feice) marcaram Campeonato Francês 2013/2014

Compartilhe: Twitter
A seleção da temporada segundo o site do jornal L'Equipe

A seleção da temporada segundo o site do jornal L’Equipe

A avassaladora campanha que tornou o Paris Saint-Germain o primeiro bicampeão consecutivo desde o Lyon naquela sequência incrível de sete títulos entre 2002 e 2008 foi marcada por recordes.

Líder da 10ª à 38ª rodada, foi o campeão com maior número de vitórias (27) e pontos ganhos (89) da história da Ligue 1. O maior pontuador era o Lyon de 2006, com 84. O quarto título da liga faz o PSG superar os três do Lille e se igualar ao Nice no ranking dos campeões do torneio. Uma equipe não marcava tantos gols em uma temporada (84 gols do time de Laurent Blanc) desde 78/79!, quando o Nantes fez 85.

-> Veja a classificação final da L1 no post que fiz após a última rodada

A supremacia parisiense sobre os outros 19 foi tamanha que seu SALDO DE GOLS (61) só perde para o ATAQUE do vice-campeão Monaco (63). Apenas em termos defensivos alguém lhe fez frente: a defesa do goleiro Sirigu sofreu 23 gols, tendo o Lille, terceiro colocado, levado 26 gols nas 38 rodadas.

Justamente o duelo das melhores defesas que produziu quatro gols teve o melhor público do torneio: 48.960 pessoas para Lille 1 x 3 PSG. As piores defesas foram dos três rebaixados (Ajaccio, Valenciennes e Sochaux), mas o pior ataque foi o do imediatamente acima deles: o Nice, 17º.

-> Leia uma análise da temporada pelo site espanhol Futbol desde Francia

Outras curiosidades (via OptaJean):

– O PSG ganhou, pela segunda vez consecutiva, o título, a melhor defesa e o melhor ataque. Isso não acontecia desde o Lyon em 2003/04 e 04/05.

– O St Étienne não ficava na frente do Lyon em uma Ligue 1 desde 92/93, quando ficaram em 7º e o OL, rival, em 14º

– O Lyon não terminava a temporada fora do TOP4 desde a temporada 97/98, quando ficou em 6º

– O Montpellier somou 18 empates na temporada. Mais do que qualquer time da França, Alemanha, Espanha, Inglaterra e Itália.

– Em 20 anos, somente o Arles-Avignon, em 10/11 conseguiu somar menos vitórias que o Ajaccio. O Arles ganhou 3 jogos, o Ajaccio, 4.

Destaques individuais
A tábua da artilharia, como diriam em Portugal, voltou a ser dominada por Zlatan Ibrahimovic. Em 2012/13, foram 30 gols, com o segundo fazendo 19 (o gabonês Aubameyang, então no Saint-Etienne). Desta vez 26, como ele caiu de rendimento! rs.

Confira abaixo quem o sucedeu nessa lista:

L1 final

Uma relação dos melhores da temporada de prestígio no país é a da L’Equipe, imagem que encabeça essa postagem. Não por coincidência, os três melhores assistentes estão lá: James Rodríguez (Monaco, 12), Ibra e Lucas (ambos PSG, ambos 11 passes a gol).

Eu não poria o meia brasileiro entre os 11 tops, pois ele não foi constante, ao longo dos dois turnos, como outros nomes tais quais Lacazette, do Lyon, e Kalou, do Lille, por exemplo. Até Cabella, do Montpellier, poderia ocupar seu posto, pelo que representou ao limitado elenco do seu clube. Além de Lucas, o brasileiro Alex e o meio brasileiro mezzo italiano Thiago Motta, também do PSG, figuram na seleção.

Bolão da Ligue 1 Brasil no Facebook
O final do campeonato revela os resultados finais do nosso bolão lá na comunidade do feice. Mais de 30 participantes começaram, só que 13 bravos persistentes foram até o fim de modo constante.

Contando apenas os pontos das rodadas da L1, acabei num medíocre 8º lugar. Maaas, adicionando-se os pontos extras, de palpites como artilheiro, classificados para ligas europeias, rebaixados e promovidos da L2, tive a maior ascensão da tabela:

1º Victor Barbosa, 769 Pontos – liderou quase de ponta a ponta, parabéns!
2º Vinícius Ramos, 723
3º Filipe Frossard Papini, 712
4º Eduardo Ramos de Medeiros, 700
5º Bruno Pessa, 679 – apenas bom, mas tá bom!
6º Willian Kressin, 678
7º Eduardo Madeira Júnior, 672
8º Joab Júnior, 672
9º Vitor Emanuel, 637
10º Vitória Capuano, 634
11º Sérgio Ayres, 600
12º Flávio Botelho, 598
13º Oemerson Moreira, 592

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 23 de abril de 2014 Francês da 1ª divisão | 17:52

4 x 4, 2 x 6, 5 x 1: Que rodada essa 34ª do Francês!

Compartilhe: Twitter
Bautheac e Pied lamentam chance desperdiçada do Nice contra o Monaco (europafootball.wordpress.com)

Bautheac e Pied lamentam chance desperdiçada do Nice contra o Monaco (europafootball.wordpress.com)

Novamente o Monaco conseguiu adiar a festa antecipada do PSG pelo título nacional. O vice-líder fez o placar mínimo contra o Nice, gol do atacante búlgaro Berbatov. Aliás, a grande queda de rendimento da Tia Nice, da última temporada pra cá, foi oportunamente abordada no blog amigo Futebol Europeu Online.

PSG e Lyon só jogaram três dias depois, por conta da final da Copa da Liga Francesa, no sábado. O primeiro bateu o Evian pela contagem mínima também, gol de Matuidi com assistência de Lucas, e ficou a uma vitória de assegurar o bicampeonato (é algo grande, mas de tão previsto já perdeu a graça…). Toulouse versus Lyon não produziu gols, lamentavelmente.

Em confronto de clubes que podem alcançar ligas europeias na próxima temporada, nada de gols e melhor pro Lille, que segue terceiro colocado. O Olympique de Marseille perdeu chance de se aproximar do Lyon, quinto colocado, posição que hoje conduziria o ocupante para a Liga Europa, junto com o quarto, por conta do triunfo do PSG na CdL.

E como o quarto Saint-Etienne também não venceu (empate zerado com o Rennes no abre da rodada, sexta), outro ponto positivo para o Lille.

Placares inusitados
A rodada 34 da Ligue 1 chamou a atenção por alguns placares pouco comuns: Lorient 4 x 4 Montpellier, Valenciennes 2 x 6 Nantes e Bordeaux 5 x 1 Guingamp.

O empate de 8 gols teve 5 deles nos últimos 15 minutos da partida! O camaronês Aboubakar, para o Lorient, e Cabella, para o MHSC, foram os artilheiros com dois gols cada. Aliás, Vincent Aboubakar subiu para a vice-artilharia geral da liga, ultrapassando Cavani. Tem 16 gols, sendo o primeiro dos normais atrás de Ibrahimovic, com 25 (e sem jogar ultimamente).

O togolês Gakpé comandou o rol de goleadores do Nantes pra cima do VAFC, que segue na zona de rebaixamento. Curioso que o argelino Medjani, do Valenciennes, marcou um gol a favor e um contra… Aliás, o clima no clube anda pesado, com torcedores indo protestar diante dos jogadores, como aconteceu com Bahebeck, que bateu boca com alguns deles.

E finalmente, na goleada girondina sobre o En Avant Guingamp, o atacante malinês Cheick TIDIANE Diabaté foi à rede 3 vezes. O meia brasileiro Jussiê também fez o seu.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 19 de abril de 2014 Copas francesas | 19:17

PSG supera Lyon e vira maior ganhador da Copa da Liga

Compartilhe: Twitter
Uma das imagens mais agradáveis da decisão no Stade de France (LFP)

Uma das imagens mais agradáveis da decisão no Stade de France (LFP)

O Lyon vendeu caro, mas o PSG levou a Copa da Liga Francesa 2013/14 hoje em Saint-Denis.

A vitória foi construída nos minutos iniciais, com dois gols de Cavani  (o terceiro a marcar um doublé na final do campeonato, depois de Pauleta em 2002 e Giuly em 2003) . O primeiro complementando boa jogada de Maxwell e Lavezzi, aos 4. E o segundo, depois que Thiago Silva lançou Lucas, e o goleiro Anthony Lopes estabalhou-se acertando o meia-atacante brasileiro na divisória da grande área. O replay nos mostrou que a falta foi fora da área, mas Stephane Lannoy marcou pênalti, e o uruguaio, cobrador oficial na ausência de Ibrahimovic, ampliou a vantagem parisiense.

O segundo tempo certamente traria lioneses mais contundentes, e a emoção aumentou quando Lacazette deu bela arrancada e bateu cruzado, no canto de Douchez, diminuindo o revés do OL para apenas um gol, aos 11 minutos. Porém, o Paris Saint-Germain teve maturidade para segurar o adversário, até criou chances de ampliar, e acabou prevalecendo no fim das contas.

-> Veja como foi a final segundo o lance a lance do L’Equipe

O quarto título da recente competição faz do PSG agora, seu maior campeão – o Olympique de Marselha e o Bordeaux ficam em segundo com três conquistas cada. O Paris ganhou a primeira edição, em 1994/95, depois 97/98, 2007/08 e agora a última. Das cinco finais que o Olympique Lyonnais disputou, só ganhou uma, em 2000/01.

Não foi a divisão mais justa de troféus na temporada, porque o Lyon não disputa mais nada e os parisienses estão a dias de confirmar o título da Ligue 1. Mas futebol não é matemática neutra, ainda bem. E pode pintar um prêmio de consolação indireto pro Lyon, porque a vaga pra Liga Europa que iria pro campeão hoje, já que o PSG alcançará a Liga dos Campeões pela L1, sobra para o quinto colocado do Campeonato Francês, que atualmente é o… Lyon.

Thiago Silva levantou a CdL ao som de We Are The Champions, Nicolas Sarkozy aplaudiu e sorriu a metros de distância, e nada mais justo, pois o time mais forte do país mora na capital nacional e ninguém duvida disso.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de abril de 2014 Brasileiros na França, Torneios europeus | 12:37

Chelsea é o novo algoz do PSG na Champions

Compartilhe: Twitter

Enriquecido às 15h54

Willian consola Thiago Silva, provável companheiro de Copa do Mundo, após o apito final em Londres (Getty Images)

Willian consola Thiago Silva, provável companheiro de Copa do Mundo, após o apito final em Londres (Getty Images)

Assim como na temporada passada, há cerca de um ano, as quartas de finais foram o limite para o Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões da Europa. Em 10 de abril de 2013, foi o Barcelona. Ontem, o Chelsea.

Com Ibrahimovic machucado, Sirigu, Jallet, Alex, Thiago Silva e Maxwell; Matuidi, Thiago Motta, Verratti e Lucas; Lavezzi e Cavani foram os titulares, com Cabaye, Pastore e Marquinhos colocados por Blanc no segundo tempo. A vantagem dos 3 a 1 da ida, porém, foi dissolvida com os gols de Schurrle, aos 32 do 1º, e Demba Ba, em forma de castigo aos 42 do 2º.

Mais uma prova de que não adianta nadar de braçada nas fases anteriores, ou mesmo dominar a liga local. Aliás, ter um campeonato que não exija muito atrapalha, como aponta o L’Equipe hoje e eu concordo. Na Inglaterra o time do copeiro José Mourinho é muito mais testado, não?

Não pude acompanhar a partida (porque trabalho em horário comercial, e não trabalho com esportes), mas notei que faltaram Ibra (que depois do jogo ainda teve ânimo para brincar com Mourinho), eficiência ofensiva e garra maiores do que a do oponente no decisivo jogo de volta. Para o site Futbol desde Francia, Blanc teve peso sua parcela de culpa também, colocando a equipe para jogar mais em função do adversário do que das características dos seus jogadores.

E “só” deve sobrar Ligue 1, de novo, e talvez Copa da Liga Francesa ao PSG, que mais uma vez continua sendo apenas um aspirante a grandão na Europa, a despeito dos milhões de euros da Qatar Sports Investments, de Nasser Al-Khelaifi, que o sustentam nos últimos anos.

-> Veja como foi Chelsea 2 x 0 PSG lance a lance

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 2 de abril de 2014 Torneios europeus | 23:22

PSG abre ótima vantagem, mas Ibra se machuca contra o Chelsea

Compartilhe: Twitter
O segundo gol do Paris saiu assim (Getty Images)

O segundo gol do Paris saiu assim (Getty Images)

O objetivo de apagar a última impressão deixada pelo time inglês no estádio parisiense foi muito bem cumprido hoje, pela ida das quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa: 3 a 1 pro Paris Saint-Germain. A comissão técnica da seleção brasileira (Felipão, Parreira, Murrrtosa) acompanhou in loco, assim como havia feito na véspera, em Barcelona 1 x 1 Atlético de Madrid.

As duas equipes já haviam se cruzado pela Champions de 2004/05, na fase de grupos. Em setembro do primeiro ano, no Parc des Princes, o Chelsea meteu 3 a 0, gols do zagueiro Terry e do atacante Drogba (2), ex-Olympique de Marselha. Na Inglaterra, dias depois, foi 0 a 0 (nesse link da Uefa dá pra relembrar as escalações dos times na época, assim como quando voltaram a se encontrar, em um amistoso em 2012).

Voltando a abril 2014, o Parrí conseguiu o que todo time da casa deseja em partida decisiva, que é abrir o placar rapidinho. Matuidi cruzou, Terry (o mesmo de 2004) afastou mal de cabeça, e ainda dentro da área Lavezzi dominou e bateu no alto, fora do alcance de Cech, aos 3 minutos. Mas aos 26, Ibra perdeu a bola pelo meio, Thiago Silva calculou mal o carrinho na direção de Oscar, o brasileiro caiu, pênalti. O belga Hazard, ex-Lille, cobrou com classe para empatar.

O domínio do PSG seria recompensado no 2º tempo. Aos 16, falta inexistente de David Luiz em Matuidi na lateral. Lavezzi levantou no meio da cozinha (LUIZ, Silvio), a bola passou por meio mundo e o azarado David empurrou para dentro, atrapalhado que só. A festa parisiense aumentou nos acréscimos, quando o argentino Pastore enfileirou a defesa inglesa pela ponta, numa jogada que pouco prometia, entrou na área e bateu cruzado, por baixo do goleiro, fechando o marcador.

Porém, Laurent Blanc não vai poder usar a formação que gostaria para o jogo de volta, na terça que vem, em Londres. Nada menos que O cara do elenco, Ibrahimovic, saiu de campo com lesão muscular na coxa e já é considerado desfalque. Outro lesionado que pode ficar de fora é o habilidoso volante Verratti. Vamos torcer para parar por aí!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última