Publicidade

Posts com a Tag Henry

quinta-feira, 3 de junho de 2010 Seleção francesa | 19:01

Cissé x China: como esquecer?

Compartilhe: Twitter

Agradeço ao leitor Eduardo Junior pela lembrança que originou este post

Um dos 23 jogadores da França provavelmente terá uma lembrança nada agradável quando a seleção entrar em campo para enfrentar a China, no último amistoso pré-Copa 2010, logo mais. No mesmo cenário em 2006, Djibril Cissé contava com a participação em seu primeiro Mundial, na Alemanha, no amistoso do dia 7 de junho daquele ano. Mas, logo aos 13 minutos de jogo, teve a perna direita quebrada (depois de já ter fraturado a esquerda) por um chinês infeliz e acabou cortado do grupo que seria vice-campeão. Os Bleus ganharam por 3 a 1, gols de Trézeguet, Wang contra e Henry para os franceses.

Assista ao vídeo com o momento da dor de Cissé:

A partida nas Ilhas Reunião começa às 13h de Brasília desta sexta-feira. Sorte, Djibra!

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 2 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 19:35

Henry reserva e os lesionados

Compartilhe: Twitter
frança treino ilhas reunião

Franceses esticam e puxam no estádio Michel Volnay (Reuters)

A dois dias do último amistoso pré-Copa 2010, contra a China, a França fez muitos treinamentos físicos em Saint-Pierre, nas Ilhas Reunião. E algumas lesões causaram maior ou menor preocupação a Raymond Domenech. Com entorse no tornozelo direito, o zagueiro Marc Planus não poderá ser utilizado na sexta-feira. O também beque William Gallas, que quase ficou fora dos inscritos para o Mundial por causa de seguias contusões, assustou mas não passou de uma indisposição estomacal. O meia-atacante Mathieu Valbuena solicitou atendimento médico em um dos treinos, após sentir dor na perna direita, porém nada de grave foi registrado.

frança treino ilhas reunião

O estica e puxa parte II (AFP)

Entretanto, o que mais chamou a atenção na quarta-feira francesa foi a revelação de Thierry Henry de que Domenech o procurou, antes da convocação, para saber se ele estaria disposto a ser reserva na Copa. O atacante do Barcelona topou a “condição”, foi confirmado em seu quarto Mundial mas, como disse o colega Djibril Cissé, está triste com a situação. Claro que mesmo na reserva ele será útil ao elenco, entretanto desconfio que ele pode ser mais útil ainda se for aproveitado como titular em vez de figurar no banco…

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 20 de maio de 2010 Copa do Mundo, Extracampo | 22:05

Pizza Hut contra a França

Compartilhe: Twitter

Os irlandeses não esqueceram a traumática eliminação para os franceses na repescagem das Eliminatórias para a Copa 2010, com aquela mãozona de Thierry Henry valendo vaga no Mundial. Protestaram, tentaram fazer outro jogo, procuraram autoridades de tudo que é canto, mas não teve jeito de alterar o que o árbitro validou naquele dia no Saint-Denis.

Bom, se a Irlanda não tem como estar na Copa, o que sobra para diminuir a tristeza entre junho e julho? Secar a França! A torcida contra o sucesso dos Bleus ganhou a internet, em comunidades anti-Henry no Facebook, por exemplo, e “se institucionalizou” com a notícia de que a Pizza Hut irlandesa oferecerá cotas de pizzas grátis a cada gol que os franceses levarem na África do Sul, é mole??

Pizza Hut

Pessoal do iG, peçamos o rango de quarta em outro lugar!

Considerando que nenhuma loja quer o fracasso de uma promoção sua e toda promoção gratuita como essa traz vantagens como o consumo de outros produtos e a possível fidelização de clientes, é lógico concluir que a Pizza Hut torcerá contra a França e vai fazer muita gente faminta na Irlanda proceder da mesma forma…

Enquanto isso, em Tignes
Depois de fazerem ciclismo, alpinismo, biatlo (?) e passar a noite na parte mais alta (e gelada) do hotel, os franceses finalmente foram para o campo e tiveram contato com a bola, em treinos leves e descontraídos, “só na maciota”. Lá na concentração não deve ter pizza, e para a falar a verdade também não faz falta…

França treinos Tignes para Copa 2010

Raymond Domenech instrui jogadores: "Pizza Hut, non!"

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 11 de maio de 2010 Brasileiros na França, Copa do Mundo, Seleção francesa | 15:58

Os 30 pré-selecionados pra Copa

Compartilhe: Twitter

Domenech anunciou, agora pouco, 30 nomes, como a Fifa exige. São 23 realmente convocados, que serão inscritos, e 7 substitutos em caso de necessidade. Ao contrário do brasileiro Dunga, que preferiu divulgar esses sete separados dos vinte e três principais, no caso francês e de outros selecionados os nomes vieram duma vez só.

As maiores surpresas são as ausências do experiente volante Patrick Vieira e do atacante “galáctico” Karim Benzema do grupo, que também não conta com os zagueiros Boumsong e Ciani, o lateral-esquerdo Cissokho e o meia Nasri, que eram esperados ao menos como substitutos. As novidades são o zagueiro Planus, os meias M’Vila e Valbuena, e o atacante Briand. Vamos aos nomes:

Goleiros : Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Olympique de Marselha), Cédric Carrasso (Bordeaux), Mickaël Landreau (Lille).

Defensores
: Bacary Sagna (Arsenal/ING), Eric Abidal (Barcelona/ESP), William Gallas (Arsenal/ING), Patrice Evra (Manchester United/ING), Rod Fanni (Rennes), Adil Rami (Lille), Sébastien Squillaci (Sevilla/ESP), Gaël Clichy (Arsenal/ING), Marc Planus (Bordeaux), Anthony Reveillère (Lyon).

Meio-campistas
: Jérémy Toulalan (Lyon), Lassana Diarra (Real Madrid/ESP), Alou Diarra (Bordeaux), Yoann Gourcuff (Bordeaux), Abou Diaby (Arsenal/ING), Yann M’Vila (Rennes), Florent Malouda (Chelsea/ING).

Atacantes
: Sidney Govou (Lyon), Franck Ribéry (Bayern Munich/ALE), Thierry Henry (Barcelona/ESP), Nicolas Anelka (Chelsea/ING), Djibril Cissé (Panathinaïkos/GRE), André-Pierre Gignac (Toulouse), Mathieu Valbuena (Olympique de Marselha), Hatem Ben Arfa (Olympique de Marselha), Jimmy Briand (Rennes).


Michel Bastos na Copa
Dos 23 brasileiros convocados por Dunga também nesta terça-feira, um atua no futebol francês. Michel Bastos, do Lyon, foi chamado para a lateral-esquerda, embora venha sendo aproveitado, por Claude Puel, como meio-campista avançado. Que sua versatilidade seja útil à seleção brasileira. Congratulations!

E aí, o que você achou?

(Hoje estou impossibilitado de me alongar no assunto convocação, mas voltarei nos próximos dias para falar do tema. Quem quiser lançar discussões e questionamentos nos comentários, fique à vontade!)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 28 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:00

Pelo menos as mulheres conseguiram

Compartilhe: Twitter

Lionesas vibram: e viva o incentivo ao futebol feminino! (Imagem: OLWeb)

Hoje teria tudo para ser mais um dia inglório para o futebol francês nos gramados mundiais, depois de uma terça triste para Lyon, Paris Saint-Germain e Monaco. As coisas deram errado para Ribéry, Henry e o Bordeaux. Mas felizmente, o time feminino do Lyon é eficiente e salvou a quarta-feira! Veja só nas linhas seguintes.

Franck Ribéry, desce
A expulsão na primeira semifinal da Liga dos Campeões da Europa, contra o Lyon, rendeu três partidas de suspensão ao meia-atacante francês. Não acho que deve ser para tanto mas, se o Bayern de Munique não obtiver sucesso no recurso da pena, o Scarface não jogará a finalíssima da Champions, no dia 22. Depois de um puta suor pra chegar na decisão, a perspectiva atual é bastante decepcionante para Ribérra. Isso sem falar naquele caso de prostituição de menores…

Thierry Henry, desce um pouco
Não é somente pelo fato de o super Barcelona ter sido eliminado em casa pela Inter de Milão na semifinal de hoje. O que deixa o experiente atacante francês em péssimos lençóis é o fato de, com o seu time precisando desesperadamente de gols numa partida hiper decisiva, ele não ser considerado nem a primeira opção no banco de reservas! Pedro foi titular, o que já vem sendo comum. E quando Josep Guardiola procurou atacantes para entrar no segundo tempo, chamou o espanhol Bojan, treze anos mais novo, e o venezuelano Jeffrén, dez.

Henry só parece servir quando o técnico procura poupar titulares em jogos considerados menos importantes, como foi no último sábado, pelo Campeonato Espanhol – inclusive marcou um gol sobre o Xerez. Para cumprir este papel na equipe catalã, não seria preferível atravessar o Atlântico e jogar nos Estados Unidos, pelo menos sendo totalmente aproveitado e reconhecido? Ou melhor ainda: voltar ao Arsenal, onde ele seria feliz até como roupeiro?

Bordeaux, desce mais ainda
A partida atrasada contra o Valenciennes era fora de casa, mas não deixava de ser uma ótima chance de encostar no terceiro colocado Lille, que fecha a zona de classificação para a próxima Liga no Campeonato Francês. Acontece que o Bordeaux não sabe o que é vencer na Ligue 1 desde 21 de março, e acumulou seis partidas sem triunfos no torneio: deu Valenciennes, 2 a 0, gols de Pujol e Kadir. Ainda em sexto na tabela, o time girondino corre risco de não se classificar para nada na próxima temporada, o que seria derrocada total para Laurent Blanc e elenco.

Danic chuta, marcado pelo brasileiro Henrique na derrota do Bordeaux (AFP)

Lyon feminino, sobe!
Se os homens do Olympique Lyonnais não foram capazes de atingir a decisão da Liga dos Campeões da Europa, as mulheres foram. Hoje, empataram em 0 a 0 com o sueco Umea e, como haviam vencido por 3 a 2 na semifinal da ida, credenciaram-se para disputar o título europeu, inédito para a história feminina do clube. A final, contra o alemão Pottsdam, acontecerá no dia 20, na espanhola Getafe, dois dias antes de Internazionale x Bayern. Conseguirão elas em um mês o que eles não obterão em pelo menos um ano?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

domingo, 18 de abril de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 21:54

Fim de semana na redação 7

Compartilhe: Twitter

Sábado foi bem mais tranquilo do que domingo na redação, devido ao número totalmente desigual de jogos decisivos pelos estaduais brasileiros nos dois dias. Em fotos, o que deu para postar sobre futebol francês e os franceses pela Europa no fim de semana, espia aí!

Boulogne 1 x 2 Olympique: O capitão Taiwo não fugiu da responsa e fez o gol da vitória, de pênalti, no finzinho (Reuters)

Bordeaux 2 x 2 Lyon: Jogadas duras, expulsões e ânimos acirrados no final (AFP)

Barcelona 0 x 0 Espanyol: Thierry Henry viu o perigo de perto na chegada de Nicolas Pareja (AFP)

Roma 2 x 1 Lazio: O zagueiro Philippe Méxès contém Stefan Radu, doido pra brigar depois do clássico italiano (AFP)

Auxerre 4 x 1 Lorient: O esloveno Valter Birsa e a festa da torcida, ainda sonhando com o título (AFP)

Lille 4 x 0 Monaco: O brasileiro Tulio de Melo subiu mais que Puygrenier e escorou para as redes (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 2 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 07:02

O reserva mais caro do mundo

Compartilhe: Twitter

A "jóia" Henry em ação (AFP)

Na semana passada, a revista France Football – de cujo site sou “freguês” assíduo para alimentar este blog – divulgou as relações dos 20 maiores salários anuais do futebol mundial em três categorias: jogadores, técnicos e jogadores em atividade na Ligue 1 (Campeonato Francês da 1ª divisão). Além dos vencedores em cada quesito, o que chama a atenção, no caso do futebol francês, é a posição de Thierry Henry, capitão da seleção.

O atacante do Barcelona é dono do quinto maior salário global; como ele é bem mais reserva do que titular nas formações de Josep Guardiola, e os quatro primeiros Messi, Beckham, Cristiano Ronaldo e Kaká são titulares indiscutíveis (no caso do inglês, a referência é o Los Angeles Galaxy, não o Milan), podemos dizer que o Barça tem, no seu camisa 14, o reserva mais caro do mundo!

Não há outros franceses no top 20 dos jogadores endinheirados. O Barcelona, demonstrando ótima saúde financeira, mantém cinco jogadores neste rol! (Messi, Henry, Ibrahimovic, Puyol e Xavi). Os valores dos seis primeiros são:

1º. Messi (Barcelona) – 33 milhões de euros/ano
2º. Beckham (Los Angeles Galaxy) – 30,4 milhões
3º. Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 30 milhões
4º. Kaká (Real Madrid) – 18,8 milhões
5º. Henry (Barcelona) – 18 milhões
6º. Ronaldinho (Milan) – 17,2 milhões

No ranking dos técnicos mui bien remunerados, lista liderada novamente pelo português José Mourinho, que tomou o topo do brasileiro Felipão, o melhor francês é um que trabalha fora do país, Arsene Wenger. Ei-los: 

1º. José Mourinho (português da Internazionale-ITA): 13 milhões de euros/ano
2º. Roberto Mancini (italiano do Manchester City-ING): 12 milhões
3º. Luiz Felipe Scolari (brasileiro do Bunyodkor-UZB): 9,5 milhões
4º. Jurgen Klinsmann (alemão, ex-Bayern de Munique-ALE ): 9 milhões
5º. Fábio Capello (italiano da seleção da Inglaterra): 8,4 milhões
6º. Guus Hiddink (holandês da seleção da Turquia):  8 milhões
7º. Alex Ferguson (escocês do Manchester United-ING): 7,2 milhões
8º. Josep Guardiola (espanhol do Barcelona-ESP) : 6,5 milhões
9º. Arsene Wenger (francês do Arsenal-ING) : 6,3 milhões
10º. Louis Van Gaal (holandês do Bayern de Munique-ALE): 6 milhões

Entre os jogadores da Ligue 1, nada de meia ou atacante encabeçando a relação. É o zagueiro argentino Gabriel Heinze, do Olympique, que sucede a Karim Benzema, transferido do Lyon para o Real Madrid, no topo. Lyon e Marselha dominam os dez mais assalariados, com cinco e três posições cada, deixando o atual campeão francês Bordeaux para trás. E dois brasileiros, Cris e Michel Bastos, aparecem entre os primeiros. Veja:

1º. Gabriel Heinze, zagueiro (argentino do Olympique de Marselha) : 4,5 milhões de euros/ano
2º. Yoann Gourcuff, meia (francês do Bordeaux) : 4,4 milhões
3º. Lucho González, meia (argentino do Olympique de Marselha) : 4,3 milhões
4º. Cris, zagueiro (brasileiro do Lyon) : 4,2 milhões
5º. Lisandro López, atacante (argentino do Lyon) : 4,1 milhões
6º. Mamadou Niang, atacante (senegalês do Olympique de Marselha) : 3,8 milhões
7º. Kim Källström, lateral e volante (sueco do Lyon) : 3,7 milhões
8º. Claude Makélélé, volante (francês do Paris Saint-Germain) : 3,6 milhões
9º. Bafétimbi Gomis, atacante (francês do Lyon) : 3,5 milhões
10º. Michel Bastos, lateral e meia (brasileiro do Lyon) : 3,4 milhões

Agora, com base nisso tudo, eu te pergunto:

* Te parece justo o Barça pagar mais pelo reserva Henry do que pelo titular Ibra?
* Te parece justo que um zagueiro questionável como Heinze tenha o melhor salário do Francês? Se não, quem deveria assumir seu lugar?
* Algo mais nas listas acima te parece injusto?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 31 de março de 2010 Copas francesas, Franceses no mundo, Seleção francesa, Torneios europeus | 23:08

Breves da quarta

Compartilhe: Twitter

Resumo do dia em cinco tópicos:

Arsenal x Barcelona
Assim que soube que o Barcelona enfrentaria o Arsenal na Liga dos Campeões, Thierry Henry não escondeu que ficou chateado e só enfrentaria seu ex-clube (leia-se “sua ex-casa querida para sempre”) porque era profissional, apesar do nítido desconforto. Pelo menos na partida de ida das quartas, em Londres, Josep Guardiola não estendeu muito a “dor” do atacante francês, pois só o pôs para jogar por cerca de 15 minutos no Emirates Stadium.

Mesmo assim, o camisa 14 sentiu uma emoção diferente. E pode sentir também na volta, pois o Barça levou o empate no final (2 a 2) e pode precisar dele para vencer no Camp Nou. Do lado do time inglês, o parceiro de Henry na seleção William Gallas estava deveras azarado pois, voltando depois de dois meses por lesão, se machucou novamente (distensão muscular) e deve perder o restante da temporada. Abou Diaby foi discreto, ao contrário de Gael Clichy e Samir Nasri, ambos muito bem – o primeiro na marcação (de rivais como Messi…) e o segundo na criação.

Ranking Fifa
Em nova atualização da listagem, a França perdeu uma posição para a Inglaterra e agora é a oitava seleção do mundo, o que acho normal (alguém não?). Rivais franceses na Copa, México e Uruguai não estão muito longe, em 17º e 18º respectivamente. Os dez primeiros:

1.º Espanha, 1.602 pontos.
2.º Brasil, 1.589
3.º Holanda, 1.261
4.º Portugal, 1.214
5.º Itália, 1.183
6.º Alemanha, 1.157
7.º Inglaterra, 1.120
8.º França, 1.077
9.º Argentina, 1.075
10.º Croácia, 1.051

 

Thierry aplaude ao ser aplaudido. Vai aplaudir semana que vem? (Reuters)

Copa da França
Maior surpresa do torneio francês, o semifinalista Quevilly gostaria de enfrentar o Paris Saint-Germain em seu estádio, em Rouen. Mas uma partida dessa importância, contra um grande da elite com enorme torcida, acabou passando para uma sede de maior estrutura, em Caen. O desafio da vida para o time amador da quarta divisão acontece no próximo dia 14 de abril. Monaco x Lens é a outra semifinal, um dia antes.

Molecada em ação
Três seleções de base da França entraram em campo nesta quarta-feira, todas em casa. O time sub-16 venceu Benin por 3 a 0 na estreia do Torneio de Montaigu, disputado também por Portugal e Emirados Árabes Unidos. A equipe sub-19 derrotou a Dinamarca por 2 a 0, em Pas-de-Calais, com gols de Loïc Damour e Steven Roux. E em La Rochelle, o selecionado sub-17 goleou o País de Gales, por 4 a 0, pelas Eliminatórias para a Eurocopa da categoria, com três gols do marselhês Billel Omrani (olho nele!) e um de Anthony Koura.

Mulheres também
A seleção feminina francesa principal voltou a golear a Irlanda do Norte. Primeiro, meteu sonoros 6 a 0 em Boulogne-sur-Mer, no sábado. E nesta quarta, aplicou 4 a 0 mesmo jogando em Belfast – a loura camisa 10 Camille Abily voltou a deixar sua marca. Merveilleuses, les femmes!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 16:40

Convocados para França x Espanha

Compartilhe: Twitter

A pouco mais de 100 dias para a Copa do Mundo, Raymond Domenech anunciou nesta quinta-feira os 24 jogadores chamados para o amistoso da França contra a Espanha, na próxima quarta-feira (03/03), no Stade de France. São eles:

Goleiros: Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Olympique de Marselha), Cédric Carrasso (Bordeaux)

Defensores: Jean-Alain Boumsong (Lyon), Mickaël Ciani (Bordeaux), Julien Escudé (Sevilla, ESP), Aly Cissokho (Lyon), Patrice Evra (Manchester United, ING), Bacary Sagna (Arsenal, ING), Rod Fanni (Rennes), Adil Rami (Lille)

Meio-campistas: Lassana Diarra (Real Madrid, ESP), Yoann Gourcuff (Bordeaux), Moussa Sissoko (Toulouse), Jérémy Toulalan (Lyon), Benoît Cheyrou (Olympique de Marselha), Florent Malouda (Chelsea, ING).

Atacantes: Nicolas Anelka (Chelsea, ING), Hatem Ben Arfa (Olympique de Marselha), Franck Ribéry (Bayern de Munique, ALE), Thierry Henry (Barcelona, ESP), Sidney Govou (Lyon), Loïc Rémy (Nice), Louis Saha (Everton, ING).

Domenech já tinha dito que é a partir desta partida que o clima de Copa começa a valer para os franceses. De fato, enfrentar a atual campeã europeia a três meses do Mundial é mais do que propício para este sentimento. Ainda restam outros três amistosos* antes da estreia na África do Sul, mas já é possível considerar que esses 24 de hoje estão perto de estarem entre os 23 de maio, quando sai a lista da Copa. Veja bem: eu disse “perto” e não “muito perto”, porque esta lista teve de excluir nomes que, se não estivessem machucados, fatalmente seriam chamados: Gallas, Abidal, Squillaci, Alou Diarra, Diaby, Benzema e Gignac, par exemple.  

As grandes novidades da relação são o retorno do zagueiro Ciani, que marcou o gol da vitória do Bordeaux contra o Olympiacos na terça-feira, e a primeira chance dada ao volante Cheyrou, do Olympique – na minha opinião, duas justas oportunidades. Elogiado pelo técnico da seleção recentemente, o meia Ben Arfa voltou a jogar bem no Marselha e foi novamente relacionado. O mesmo não aconteceu com o atacante Djibril Cissé, apesar de ter decidido as duas partidas da Liga Europa, contra a Roma, a favor do Panathinaikos – desafortunadamente, Djibra acabou preterido por Louis Saha, do Everton, cujos gols no Campeonato Inglês devem valer muito mais do que os do compatriota no Campeonato Grego…

Uma breve passada pelas posições: no gol, Lloris-Mandanda-Carrasso deve ser mesmo o trio da Copa (Frey, da Fiorentina, mereceria ser visto, penso eu). Na defesa, Ciani e Rami devem aproveitar a chance, pois ela só veio com as lesões de Gallas, Abidal e Squilacci. Méxès e Clichy ficaram de fora, estando mais longe da África. No meio, Vieira ainda não veio, mas se obtiver uma sequência de jogos pelo Manchester City pode ser incluído por Domenech em maio. Sissoko e Cheyrou se aproveitaram das ausências dos lesionados Alou Diarra e Diaby, avançando em relação a nomes como Flamini e Nasri (gosto desses dois) na luta por vagas no setor. E no ataque, sem Benzema e Gignac, fora de combate, Rémy se pôs à frente de Gomis (faz sentido) e Saha deixou Cissé “ainda com raiva”, como mencionei.

E você, o que achou dos convocados? Algum esquecido?

*A França vai encarar Costa Rica (26 de maio), Tuinísia (30 de maio) e China (4 ou 5 de junho). A estreia na Copa é no dia 11 de junho, contra o Uruguai.

Ciani e Cheyrou foram colegas no Auxerre em 2004. Mas seriam rivais no PS2? (France Football) Ciani e Cheyrou foram colegas no Auxerre em 2004. Mas seriam rivais no PS2? (France Football)
Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 19:38

Henry tranquilão

Compartilhe: Twitter

Maior atacante da história da seleção francesa e prestes a se tornar o primeiro francês a disputar quatro Copas do Mundo consecutivas (feito que Patrick Vieira pode igualar), Thierry Henry viveu tempos sombrios desde que participou com a mão do gol francês no empate com a Irlanda, pela repescagem das Eliminatórias, que classificicou o país para a Copa do Mundo em novembro passado. Choveram críticas, pipocaram protestos e era real a possibilidade de o atacante ser punido de alguma forma pela Fifa até o dia 18, quando a entidade encerrou o caso alegando “não ter competência legal para analisá-lo”.

Sem esse peso nas costas, e desfrutando de um período sem as recorrentes lesões que o prejudicaram no ano passado, Henry não parece se incomodar com a também recorrente reserva no Barcelona. Nesta semana, ele declarou que “não tem problema” começar as partidas no banco e que está lá, assim como os colegas, para “vencer como equipe”. Dias antes, já havia dado o bom exemplo ao doar 56 mil euros para vítimas do terremoto no Haiti, colônia francesa, por intermédio da ONG Médicos sem Fronteiras, francesa também. Nada melhor do se aproximar de um Mundial com tanta tranquilidade…

Sussa sussa, Thierry apareceu no Jogo da Pobreza em prol do Haiti

Sussa sussa, Thierry apareceu no Jogo da Pobreza em prol do Haiti

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. Última