Publicidade

Posts com a Tag Hapoel

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 Torneios europeus | 19:45

Lyon empata no fim e avança em 2º no grupo B da Liga

Compartilhe: Twitter
gomis_lyon_hapoel_afp

Bafé Gomis se lamenta após perder gol: imagem que simboliza a maior parte do jogo no Gerland (AFP)

Lyon 2 x 2 Hapoel Tel Aviv, Benfica 1 x 2 Schalke 04. E assim a chave da Liga dos Campeões da Europa se encerrou da mesma forma como chegou à última rodada: Schalke em primeiro, Lyon em segundo (classificados), Benfica em terceiro (rumo à Liga Europa) e Hapoel em quarto. Surpreendeu o desempenho do Tel Aviv, que quase roubou a Liga Europa do time português, não fosse o empate suado do OL no Gerland. Agora a equipe francesa torce para o sorteio das oitavas de finais não colocá-lo defronte um adversário, obrigatoriamente primeiro de seu grupo, muuuito duro de encarar, como um Barcelona da vida…

Claude Puel escalou Lloris; Reveillère, Cris, Diakhaté e Cissokho; Gonalons, Makoun e Pjanic; Briand, Gomis e Lisandro López. Michel Bastos e Lovren começaram no banco, poupados por estarem pendurados e correrem risco de suspensão em caso de novo cartão amarelo. Mesmo buscando o ataque desde o início, com Lisandro e faltas cobradas por Pjanic, o Lyon sofria perigosos contra-ataques, com Gonalons e Diakhaté falhando e dando trabalho para Lloris. Para azar lionês, provavelmente o mais talentoso jogador do time israelense seja o goleiro nigeriano Enyeama.

O segundo tempo começou sem alterações da parte de Puel no Lyonnais, que detinha 65% da posse de bola. Mas o panorama do jogo não mudava. Aos 15 minutos, o treinador francês fez o que eu provavelmente já teria feito no intervalo: colocou Bastos na partida, sacando Gomis. Dois minutos depois, dois gols na sequência! Primeiro Michel bateu falta, Enyeama desta vez falhou e Licha mandou para as redes. Porém, mal o anfitrião comemorou, o visitante empatou, quando Sahar recebeu sozinho de frente para o crime, valendo-se do mal posicionamento de Diakhaté, e venceu Lloris ao tocar para o gol. 

Haveria algo pior que o Lyon seguir perdendo boas oportunidades? Sim, levar o segundo gol. Que veio com um lindo arremate de Zahavi, aproveitando cruzamento de bicicleta, aos 24 minutos, sendo muito feliz num lance difícil. Lacazette veio para a vaga de Pjanic, mas o time da casa seguiu afoito, insistindo nos chutes de longe, sem sucesso. A última cartada de Puel foi colocar Pied no lugar de Cissokho, mas o goleiro nigeriano segurava as pontas. Até que a pressão sufocante deu resultado aos 43 minutos, quando Pied enfiou bola pelo meio, Lisandro fez o corta-luz e Lacazette chegou primeiro que a zaga, dominando e finalizando no canto oposto ao de Enyeama. Um gol construído pela base!

Alívio para a moral lionesa, pela manutenção da invencibilidade em seus domínios, e tragédia para o Hapoel, que perdeu a vaga na Europa League nos minutos finais. Amanhã, quarta, temos Olympique de Marselha x Chelsea e Real Madrid x Auxerre na sequência da Liga.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 17:13

Lille acerta o pé e fecha rodada na frente

Compartilhe: Twitter
sow_lille_lorient_afp

Vários defensores do Lorient não bastaram para conter o artilheiro do LOSC, Moussa Sow (AFP)

Agradeço aos que me desejaram boas férias e vou procurar não deixar a turminha aqui na mão, seguindo a postar as informações de praxe, mesmo que demorem um pouco mais do que o costume, d’accord? Antes de entrar na rodada propriamente dita, vale registrar o empenho dos franceses neste final de semana na final da Copa Davis de tênis. Apesar da Sérvia ter vencido o confronto por 3 a 2, a França levou muitos torcedores para a quadra em Belgrado e dificultou bastante a conquista de Novak Djokovic e companhia, sobretudo na partida de duplas, no sábado. Congratulations! 

O mais novo líder isolado do Campeonato Francês demonstrou autoridade na arte de fazer gols: foram 6 do Lille pra cima do Lorient, que ainda fez 3. O triplé levou Moussa Sow a abrir vantagem no topo da artilharia da Ligue 1, chegando a 13 gols em 16 jogos, ótima média de 0,8 gol por partida. Atrás dele estão El-Arabi (Caen), com 10, o brasileiro Nenê (PSG), com 9, Gameiro (Lorient) e Payet (Saint-Etienne), com 8 gols. Pelo que me lembro, uma quantidade tamanha de gols marcados como esses nove no domingo (o jogo seria no sábado, mas o clima, como eu previa, não permitiu que assim fosse…) não acontecia na competição desde o épico Lyon 5 x 5 Olympique de Marselha, no dia 9 de novembro de 2009 (dá pra rever os gols deste clássico “sobrenatural” neste link).

O LOSC, time de melhor ataque do torneio, foi o maior beneficiado pela derrota do então líder Olympique de Marselha para o Nice, sacramentada aos 47 do 2º tempo na casa da tia Nice! Ineficaz na hora de concluir as chances de gols que cria, o OM paga o preço e deixa o campo novamente com um resultado amargo, depois do 0 a 0 contra o Rennes, na quarta. Segundo a France Football, “um curso de Bundesliga faria bem aos atacantes marselheses”, se referindo ao Campeonato Alemão, que goza de excelentes médias de gols rodada após rodada.

Paris Saint-Germain e Rennes venceram e também ultrapassaram o Olympique na Marselha. O primeiro superou o rival direto, Brest, por 3 a 1 – mais um gol para a conta de Nenê, em estupenda fase (que nenhum grande das potências europeias queira tirá-lo do PSG na janela de inverno europeu, heim…). O Stade Rennais foi bem mais modesto pra cima do Monaco (1 a 0), mas não pode ser descartado só porque é mais humilde, pois o time tem competência.

Ao lado do Marselha em pontos está agora o Lyon, que arrancou ótima vitória contra o Montpellier, fora de casa, com seus dois gols vindos de Lisandro López, que tomara que retorne aos bons tempos de vacas gordas. Logo atrás estão Bordeaux e Sochaux, este último surpreendendo não só por ter o segundo melhor ataque do Francês, mas pelo primeiro gol do volante/lateral-esquerdo Carlão, ex-Corinthians, na Ligue 1, nos 2 a 1 sobre o Valenciennes, certamente um feito histórico! No empate contra o Saint-Etienne, por 2 a 2, Fernando Menegazzo marcou para os Girondinos.

carlao_sochaux_valenciennes_afp

Carlão regozija-se com os companheiros de Sochaux no Auguste Bonal, em Montbeliard


*Liga dos Campeões*
A semana para os franceses reserva a última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. Já se sabe que o Olympique de Marselha está classificado para as oitavas em segundo lugar no grupo F, que o Lyon garantiu sua presença entre os melhores do B e que o Auxerre no máximo pode tentar um lugar na sequência da Liga Europa pela chave G.

Os jogos deles, pelo horário de Brasília, estão relacionados abaixo (nenhum deles deve passar nos canais ESPN, pelo que acabei de ver):

Terça, 7 de dezembro
17h45 – Lyon x Hapoel Tel Aviv – Com um ponto a menos que o líder Schalke 04, o OL pode acabar em primeiro se vencer em casa, o que não é difícil pela (falta de) qualidade do seu rival, e o time alemão empatar ou perder para o Benfica, em Portugal.

Quarta, 8 de dezembro
17h45 – Real Madrid x Auxerre – Vencer o líder assegurado do grupo na Espanha parece quase impossível, mas com os madridistas bem pouco interessados no jogo, o AJA deve tentar os três pontos, pois, nesse caso, se o Ajax (um ponto à frente dos franceses) não bater o também garantido Milan na Itália, o Auxerre acaba no terceiro posto da fase e atinge a Europa League. Se houver empate no Santiago Bernabéu e vitória rossonera no San Siro, a equipe francesa também pula para a terceira colocação nos critérios de desempate (terá saldo de gols melhor que a holandesa).

17h45 – Olympique de Marselha x Chelsea – Na mesma situação em que o Real, o time inglês pode vir ao Vélodrome com vários reservas, sem dar trela para o resultado. Chance, portanto, para o OM tentar recuperar a autoestima diante de um adversário da elite mundial e treinar o ataque, que precisa melhorar a pontaria, para a sequência da Ligue 1 e as oitavas da Champions, no ano que vem. Se Didier Drogba entrar em campo contra a equipe que o revelou, a partida ganha um atrativo maior. No outro jogo do grupo, Zilina e Spartak Moscou (este já garantido em terceiro) cumprem tabela na Eslováquia.

A Liga Europa viverá sua derradeira rodada da fase de grupos na semana que vem, nos dias 15 e 16 de dezembro.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:05

Lyon perde mas se classifica na Liga

Compartilhe: Twitter
schalke_lyon_pose_afp

Em que pesem as derrotas fora de casa para Benfica e Schalke, o OL merece a vaga (AFP)

Schalke 04 3 x 0 Lyon, Hapoel Tel Aviv 3 x 0 Benfica. Não esperava por placares como esse nessa rodada de hoje do grupo B da Liga dos Campeões da Europa. Mas eles aconteceram e felizmente beneficiaram a equipe francesa, apesar de ela ter perdido seu segundo jogo consecutivo e acumulado 7 gols sofridos nos últimos 180 minutos. 

schalke_lyon_raul_lovren_afp

Lovren observa o veterano Raúl: ver demais e marcar de menos foi um dos erros lioneses em Gelsenkirchen (AFP)

Na Veltins-Arena, os donos da casa começaram com tudo, indicando que a parada para Lloris seria dura. Logo aos 13 minutos, Lisandro López perdeu a bola, Diakhaté afastou mal o cruzamento na área e a bola sobrou para Raúl. O zagueiro tentou se recuperar travando o espanhol, mas a redonda sobrou limpa para Farfan colocar no canto do gol, fazendo 1 a 0.

Lisandro teve boa chance de empatar aos 16, mas chutou em cima de Neuer, a poucos metros do goleirão. Perdeu, pagou: já aos 20 o Schalke ampliaria, em ataque rápido, quando Kluge avançou e passou para Huntelaar, que se antecipou a Cissokho depois que Raúl saiu da bola e levou a marcação junto. A ausência de Cris era sentida na organização da zaga lionesa.

O OL não se abateu, tentou subtrair o prejuízo, mas cedia o contra-ataque, o que tornava as coisas muito perigosas para a defesa. Claude Puel veio com o atacante Gomis no lugar do lateral-esquerdo Cissokho, trazendo Michel Bastos para compor o setor pela defesa – o que não gosto, pois afasta o brasileiro da área, e também acabou não dando resultado… Mas enfim, perdido por um, perdido por mil né?

Minutos depois, Gourcuff foi atingido duramente por Metzelder e teve de sair de maca, dando lugar a Pjanic. Até Licha sairia, para a entrada de Pied. Mas nada lá na frente. E o Lyon conseguiu a proeza de tomar mais um gol de “Ruim-telaar” (como os colegas dizem aqui na redação), que recebeu passe na área francesa com todo o tempo do mundo, sassaricou na frente de Reveillère e chutou. A bola prensada encobriu Lloris, pra sorte do holandês: 3 a 0, fecha a conta e passa a régua na Alemanha.


L’autres françaises

Younes Kaboul: titular ao lado de Gallas no Tottenham, time de Gomes (o goleiro grande!). Mostrou presença de área e habilidade ao abrir o placar contra o Werder, em voleio após cruzamento à meia-altura de Lennon. Foi o 2º gol em 2 jogos! E acabou como top player do site oficial da Champions, com nota 8,5 dos “experts”.

Jonathan Biabiany: titular na Inter de Milão contra o Twente. Muito bem no primeiro tempo, “causando” pelo lado direito do ataque. Jogou até os 35 do 2º tempo.

Djibril Cissé: artilheiro do Campeonato Grego e capitão do Panathinaikos, perdeu ótima chance de gol contra o Barcelona aos 19, quando invadiu a área e finalizou para bela defesa de Valdés. Ficou até o fim liderando o ataque do time ateniense, porém se mostrou improdutivo.

Jean-Alain Boumsong: titular também nos 90 minutos, mas a defesa levou três do Barça né…

Sidney Govou nem banco foi hoje na Grécia, não sei se machucou-se, mas soube que já anda deixando o clube insatisfeito pela vida noturna agitada…

Eric Abidal: foi banco na equipe espanhola, entrou aos 26 do 2º tempo. Com as boas partidas dos brasileiros Adriano e Maxwell pela lateral-esquerda, pode acabar sobrando no time catalão, que terá o superclássico contra o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol na próxima segunda-feira.

kaboul_tottenham_werder_afp

Que Kaboul está com a bola cheia, ninguém duvida! (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 3 de novembro de 2010 Torneios europeus | 12:33

Lyon ainda líder. Marselha e Auxerre em campo

Compartilhe: Twitter

O returno da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa começou ontem, terça-feira. Dos três times franceses na parada, foi o Lyon que esteve em ação. Perdeu os 100% de aproveitamento e a invencibilidade na Champions League ao ser derrotado pelo Benfica, em Lisboa: 4 a 3 (gols de Fábio Coentrão 2, Allan Kardec e Javi García para a equipa lusa e Gourcuff, Gomis e Lovren para o OL).

Mas a situação não ficou complicada para o Lyonnais não. Levava 4 a 0 no segundo tempo e conseguiu reagir, minimizando um revés de impacto no saldo de gols. E com o empate sem gols entre Hapoel Tel Aviv e Schalke 04 em Israel, continua líder isolado do grupo B, dois pontos à frente do time alemão e três do português. A classificação para as oitavas de final, inclusive, pode vir por antecipação já na próxima rodada.   

benfica_lyon_gourcuff_reuters

Gourcuff na típica cena de quem faz um gol sem ter o que comemorar, pois o placar ainda era adverso (Reuters)

Hoje, quarta-feira, Olympique de Marselha e Auxerre ouvirão o épico hino da Champions. O Marseille tem uma bela chance de se igualar ao Spartak Moscou na vice-liderança do grupo F, pois encara o lanterna MSK Zilina (que ainda não pontuou) na Eslováquia, enquanto o time russo terá a dura missão de enfrentar o até aqui imbatível Chelsea na Inglaterra (jogo da ESPN Brasil ao vivo). 350 fanáticos devem empurrar o OM nas arquibancadas em Zilina.

Jogando na França, o Auxerre tem hoje a maior chance de evitar o vexame de passar pela Liga sem pontuar. Recebe o Ajax, terceira força do grupo G atrás dos poderosos Real Madrid e Milan (duelo da ESPN ao vivo). Precisa vencer para se dar ao direito de sonhar com uma vaguinha na Liga Europa, que virá somente se ultrapassar o time holandês (com quatro pontos) na classificação desta etapa. Difícil, mas não impossível.

Como a Europa vive o “horário de inverno” desde o fim de semana, os jogos da Champions começarão às 17h45 pelo horário de Brasília. O tempo real do Placar iG acompanha, claro!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 20 de outubro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 17:38

Lyon no caminho da vaga na UCL

Compartilhe: Twitter

Lyon 2 x 0 Benfica, três vitórias em três jogos na Champions League! Com os 3 a 1 do Schalke (dois de Raúl) sobre o Hapoel Tel-Aviv, o OL lidera o grupo B com nove pontos, seguido pelo time alemão com seis. Benfica permanece com três e a equipe israelense com zero. Antes mesmo do segundo turno da etapa de grupos, a classificação para a segunda fase da Liga dos Campeões da Europa está próxima!

Contra o time de Lisboa, que teve os brasileiros Luisão, David Luiz (dupla de zaga) e Alan Kardec como titulares, Claude Puel escalou Lloris, Réveillère, Cris, Diakhaté e Cissokho; Gonalons, Pjanic e Gourcuff (Kallstrom aos 26 do 2º); Briand, Michel Bastos (Pied aos 19 do 2º) e Lisandro López. E foi premiado pela ofensividade.

O primeiro gol saiu aos 21 minutos de jogo. A jogada começou com um erro de Luisão, que redundou na bomba de Michel Bastos na trave de Roberto Jimenez. Na sobra, o Lyon roubou a bola com Gourcuff, Bastos cruzou com precisão e Briand testou para o canto. Antes mesmo do fim da primeira etapa, o argentino Gaitán faria um favorzaço pro Lyonnais, ao receber o segundo amarelo e ser expulso depois de duas faltas duras.

Com seis minutos do 2º tempo, fatura liquidada. Briand chuta com perigo, a bola é rebatida pela trave, o próprio camisa 7 corre para pegar o rebote e centra na área. Lisandro cabeceia, o goleiro dá rebote e Licha, como disse o narrador espanhol da transmissão que acompanhei, cutuca pro fundo das redes. Sem acertar o gol de Lloris em seus chutes, o Benfica não teve forças para reagir. Mesmo sem aparecer nos gols, Miralem Pjanic foi destaque como o jogador que mais correu em campo.   

lyon_benfica_jimmy_briand_lisandro_lopez_reuters

Briand e Licha, autores dos gols no Gerland (Reuters)

lyon_benfica_alberto_mallenco_nicolas_gaitan_cris_reuters

O zagueiro e capitão brasileiro Cris aplaude o vermelho de Alberto Mallenco para Nicolas Gaitan, que facilitou deveras a vida lionesa na partida de hoje (Reuters)

Fora da França
O francês de maior destaque longe do Gerland hoje foi Jonathan Biabiany. Não marcou nenhum na vitória da Inter de Milão sobre o Tottenham, da Inglaterra, por 4 a 3, no Giuseppe Meazza. Mas provocou a expulsão do goleiro brasileiro Gomes no começo do primeiro tempo, deixando seu time em excelentes condições para abrir 4 a 0 antes do intervalo. Ser titular no atual campeão europeu e tetracampeão italiano não é pouco, o que prova que o garoto está de parabéns!

Amanhã, quinta-feira, temos Liga Europa com PSG e Lille em ação. Borussia Dortmund x Paris Saint-Germain promete, mas infelizmente só vai passar ao vivo para quem tem ESPN HD (15h). Cacemos os streams internéticos então!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:26

O orgulho da França

Compartilhe: Twitter
"Ceis tão vendo onde eu rendo pra c..., né?", disse Michel no jogo do Lyon (AP)

"Ceis tão vendo onde eu rendo pra c..., né?", disse Michel no jogo do Lyon (AP)

Se as coisas vão mal em âmbito nacional, nada como um torneio continental para voltar a sorrir. É isso que o Lyon tem feito neste início de temporada. Hoje, não se importou com fato de jogar fora de casa e meteu 3 a 1 no Hapoel Tel-Aviv, em Israel. É a segunda vitória em dois jogos pela Liga dos Campeões da Europa, alçando o OL à liderança do grupo B – seis pontos, três à frente de Schalke 04, da Alemanha, e Benfica, de Portugal.

Claude Puel (bem mais aliviado, assim como o presidente Jean-Michel Aulas) escalou Lloris; Réveillère, Diakhaté, Lovren e Cissokho; Toulalan, Källström, Gourcuff (Pjanic, aos 32 do 2º) e Michel Bastos (Gonalons aos 44 do 2º); Briand e Gomis (Pied aos 18 do 2º).

Michel Bastos comandou a vitória, marcando de pênalti aos 7 minutos do 1º tempo e ampliando com uma pintura de gol aos 36 (aproveitou rebote de escanteio, batendo “na orelha” da bola, que fez curva impressionante e entrou na forquilha! – veja no vídeo no fim deste post). O goleiro nigeriano Enyeama – aquele mesmo que se destacou na Copa 2010, especialmente contra a Argentina – descontou aos 34 da segunda etapa, também cobrando penalidade. Mas Pjanic definiu o vencedor da contenda em Tel-Aviv, já nos acréscimos do jogo.

Bastos vem provando que não pode ser lateral esquerdo, sob pena de desperdiçar sua eficiência no ataque, chegando à área ou finalizando de média distância. Imagine se hoje ele fosse escalado como lateral: na hora do escanteio que originou seu gol, provavelmente estaria plantado no meio de campo, como um dos últimos homens lioneses, cobrindo a subida dos zagueiros que fossem tentar o cabeceio, e não na entrada da área, esperando um provável rebote…

O camisa 11 agora é o vice-artilheiro da Liga, com três gols, ao lado do francês Anelka (Chelsea) e do sueco Ibrahimovic (Milan), todos atrás de Samuel Eto’o Fils, da Inter de Milão, que tem quatro.

Com Olympique de Marselha (decepção) e Auxerre (confirmação) sem somar pontos depois de duas rodadas, o orgulho da França na Champions neste momento se chama Olympique Lyonnais.


Efe-efe-Efe

Figurando na já tradicional seção “Franceses fora da França (FfF)”, temos nesta quarta o jovem atacante Jonathan Biabiany. Finalmente aproveitado pela Internazionale, depois de alguns empréstimos para equipes menores da Itália, ele foi titular, jogou a partida inteira e esteve muito bem especialmente no primeiro tempo da goleada sobre o Werder Bremen – que teve como titular o zagueiro francês Mikaël Silvestre.

Silvestre (à esquerda) e Biabiany (centro): luta árdua pela melhor careta de esforço no Giuseppe Meazza (AP)

Silvestre (à esquerda) e Biabiany (centro): luta árdua pela melhor careta de esforço no Giuseppe Meazza (AP)

Mesmo sem jogar hoje, o meia-atacante Jérémy Menez foi destaque. Embora tenha atuado só por cerca de 60 minutos nas duas partidas da Roma, ele tem a melhor eficiência nos passes na Champions 2010/2011: acertou todos os 26 que distribuiu até aqui. Se liga aí, Claudio Ranieri!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 27 de setembro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 17:30

E continua o bololô. Ótimo!

Compartilhe: Twitter

A tabela de classificação do Campeonato Francês segue empolgante, todo mundo coladinho e quatro primeiros que pouca gente esperava que fossem os quatro primeiros: após sete rodadas, Saint Etienne (16 pontos), Rennes (15), Toulouse (14) e Caen (12). Até quando vai o fôlego dessa galera, que torce pros representantes franceses nas ligas europeias (Lyon, Marselha, Auxerre, PSG e Lille) se desgastarem ao máximo em âmbito continental? Confira tabela completa da Ligue 1

O Saint Etienne (ASSE) teve sua força posta à prova no clássico contra o Lyon, fora de casa, e se saiu bem: 1 a 0, gol do artilheiro Dimitri Payet, que mantém a ótima média de um por jogo (7 em 7). Escreve o BrasiLyonnais que o OL chutou quase seis vezes mais a gol que o rival (28 a 5), mas futebol é assim mesmo. Sem competência e sorte para marcar, você perde mesmo sendo aparentemente melhor na maior parte do jogo.

Logo atrás de Payet na tábua de goleadores aparecem Youssef El-Arabi (Caen) e Nenê, com quatro gols. O brasileiro voltou a deixar sua marca, na vitória do Paris Saint-Germain, em ascensão, contra o Lens, mesmo com o apoio da torcida do time nortista, que sempre aparece em ótimo número no Felix-Bollaert (2 a 0).

Nenê e a torcida do PSG, em lua de mel: bela noite em Lens!

Nenê e a torcida do PSG, em lua de mel: bela noite em Lens!

*Uma terça como poucas!*
Amanhã e quarta acontece a segunda rodada da Liga dos Campeões da Europa. Nesta terça, teremos “apenas” Chelsea x Olympique de Marselha e Auxerre x Real Madrid, amigo! Um dia depois, o Lyon vai a Israel para enfrentar o Hapoel Tel-Aviv. Todos às 15h45 de Brasília.

No Stamford Bridge, a ausência do suspenso Didier Drogba, ex-jogador do Olympique, é ótima para o time marselhês. Mas os franceses Nicolas Anelka e Florent Malouda, que têm se mostrado eficientes ofensivamente, estarão do lado oposto à equipe de Didier Deschamps, que fala em atacar mas não esconde que um empate em Londres seria um bom resultado.

Falta de efetividade no ataque, especialmente contra adversários mais fracos, é uma crítica que o Real Madrid tem recebido. Motivo para o Auxerre se animar? Mais ou menos, porque a qualidade do AJA é limitada. Maaas, como não é todo dia que a pequena Auxerre (40 mil habitantes na cidade, 80 mil na região) recebe um Real da vida, motivação não deve faltar aos franceses, que têm todos os motivos para comer grama em busca de uma “não-derrota” no L’Abbé-Deschamps (21 mil lugares).

Logo mais tem mais

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de setembro de 2010 Torneios europeus | 18:00

Dever cumprido

Compartilhe: Twitter

Lyon 1 x 0 Schalke. Poderia ter sido muito mais, pela maciça presença ofensiva do OL, acuando o rival com um a menos num dia de mais sorte que o time alemão. Mas foi uma estreia positiva na Liga dos Campeões da Europa e tomara que os gols perdidos não façam falta para efeito de classificação – até porque, na outra partida do gupo B, o Benfica fez 2 a 0 no Hapoel Tel-Aviv e, no desempate, lidera a chave após a primeira rodada. Na segunda, o time francês vai a Israel encarar o Hapoel.

Claude Puel utilizou Lloris; Réveillère, Diakhaté, Lovren e Kolodziejczak; Toulalan, Pjanic e Gourcuff (Makoun, 42 do 2º); Michel Bastos (Pied, 27 do 2º), Lisandro López e Briand (Kallstrom, aos 45 do 2º). Sem Cris e Ederson, lesionados, um ofensivo Lyon tomou a maior parte das iniciativas de ataque, embora tenha levado alguns sustos. Deu sorte, é bem verdade, no lance do gol, quando Briand lançou para Michel Bastos e Moritz recuou bola curta para Neuer, permitindo que o brasileiro se antecipasse e desviasse para o gol, aos 21 minutos de jogo.

As coisas ficaram ainda mais fáceis aos 38, quando o zagueiro Howedes entrou na voadora em Briand e foi mandado para o chuveiro – de forma muito rigorosa, pois acho que um amarelo e uma advertência verbal bastariam. No segundo tempo, o Lyonnais protagonizou um festival de gols perdidos, mas assegurou os importantíssimos três pontos.

Em Barcelona, a dupla francesa Djibril Cissé e Sidney Govou, que foi à Copa 2010, brilhou no gol inaugural a favor do Panathinaikos. Mas depois Lionel Messi e companhia mostraram quem realmente tinha a força no Camp Nou…

Michel Bastos se sobrepõe a Benedikt Höwedes, em todos os sentidos, no único gol válido no Gerland (Reuters)
Michel Bastos se sobrepõe a Benedikt Höwedes, em todos os sentidos, no único gol válido no Gerland (Reuters)

Olympique e Auxerre estreiam
Nesta quarta-feira, os outros dois franceses da Champions estreiam. Único clube do país a sentir o sabor de conquistar o torneio (1992/93), o Marselha recebe o Spartak Moscou, da Rússia. Já sabe que pode contar com Mathieu Valbuena, Brandão e N’Diaye, que renovaram seus contratos, para tentar ir além da fase de grupos, na qual parou na última edição. O time russo tem os brasileiros Ibson, ex-Flamengo, Alex, ex-Inter, e Welliton, ex-Goiás – este último é o artilheiro do Campeonato Russo e vem sendo cotado para atuar pela seleção local.

De volta depois de 2003, o Auxerre não tem nada a perder, pois sua presença é surpreendente, deixando para trás, nas eliminatórias, o Zenit, tido por muitos como mais merecedor de figurar na UCL. E também porque está num grupo indigesto, com Milan, Real Madrid e Ajax. A aventura começa contra os milaneses no San Siro, com transmissão ao vivo da ESPN Brasil.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 26 de agosto de 2010 Torneios europeus | 17:35

Sobrou pro Auxerre…

Compartilhe: Twitter

Sorteio da Liga dos Campeões no belo principado de Monaco, cujo time segue de fora do torneio. Os adversários dos franceses na fase de grupos são os relacionados abaixo. OL e OM estão em boas condições para avançar à segunda fase. Já o AJA… pelo menos vai trazer audiência e público para seus jogos. Poderia levá-los para um estádio maior então, pois sobreviver à chave G será uma missão bem complicada.

Lyon (grupo B): Benfica (POR), Schalke 04 (ALE) e Hapoel Tel-Aviv (ISR)

Olympique de Marselha (grupo F): Chelsea (ING), Spartak Moscou (RUS) e Zilina (ESLOVÁQUIA)

Auxerre (grupo G): Milan (ITA), Real Madrid (ESP) e Ajax (HOL)

A primeira rodada acontece nos dias 14 e 15 de setembro. A finalíssima será no histórico Wembley, no por ora distante 28 de maio de 2011.

Amigos, o que acharam?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,