Publicidade

Posts com a Tag Gourcuff

quarta-feira, 23 de março de 2011 Extracampo | 09:59

Les chouchous des supporters! (uh la lá…)

Compartilhe: Twitter

De carona no sucesso que foi o post do Blog do Alemão com torcedoras elegendo os jogadores mais bonitos que atuam por lá, Le Blog du Foot apela se rende ao gosto feminino e permite que quatro fãs escrevam sobre seus eleitos cá também, os “chuchus das torcedoras”.

Que fique claro que elas próprias escolheram seus sonhos de consumo atletas preferidos sem qualquer interferência minha – desta vez, só cedi o espaço e fiz a publicação. Agradeço-lhes e digo aos leitores que estou aberto a novas participações dos internautas (pensei numa eleição dos mais feios, mas quem seria páreo para Franck Ribéry??). Quem quiser escolher qual o jogador abaixo mais bonito, fique à vontade, mas não o peça ao Bruno Pessa…

———————————————————————————————————

Por Maria Luiza Iubel

GOURCUFF*Nome: Yoann Miguel Gourcuff
*Idade: 24 anos (11/07/1986)
*Cidade que nasceu: Plomeur
*Clube atual: Lyon
*Clube onde começou: Lorient
*Posição: Meia
*Altura: 1,85
*Cor dos olhos: Verdes
*Cor do cabelo: Castanho
*Estado civil: SOL-TEI-RÍS-SI-MO (ouço fogos de artifício, aplausos e gritinhos esperançosos!)

Não tem como falar de jogador bonito sem citar Yoann Gourcuff. Yoyo (para os íntimos) é daqueles jogadores que arrasam corações, capaz de fazer as mulheres frequentarem os estádios SÓ para ver aquele belo par de olhos verdes (compreensível). Tanto é verdade que, quando foi para o Lyon, a camisa 29 foi um sucesso de vendas e teve um aumento de 250% (!!!) nas vendas do modelo feminino! Meio campista, o francês já atuou pelo Rennes, Milan e Bordeaux, onde conquistou o título francês na temporada 2008/2009 – e também foi escolhido o jogador da temporada. Os franceses adoram comparar o estilo de jogo de Gourcuff com o estilo elegante de Zinedine Zidane (mas a gente sabe que Zizou só tem um). Atualmente, mostra-se ser um dos homens de confiança do técnico da seleção francesa, Laurent Blanc.

Fora de campo, o moço é bem reservado – sabemos de alguns affaires que teve, mas nada oficial. Ele também aproveita o tempo livre (e a beleza) para estrear alguns anúncios publicitários e fazer ensaios fotográficos. Fã de tênis, Yoyo chegou a competir em um mesmo torneio com Rafael Nadal, quando era criança (perdeu na semi-final e o espanhol foi campeão), mas teve que optar entre o futebol e o tênis e escolheu o esporte bretão muito pela influência de seu pai, Christian (atual treinador do Lorient). Educadíssimo, simpático, lindo, bom moço, elegante, o genro que sua mãe pediu , o que toda garota quer … enfim, um príncipe de verdade! Mon Dieu!

———————————————————————————————————

 Por Aryane Rolim

valverde*Nome: Matthieu Valverde
*Idade: 27 anos (14/05/1983)
*Local de nascimento: Montreuil
*Clube onde começou: Bordeaux
*Clube atual: Toulouse
*Posição: Goleiro
*Altura: 1,85
*Cor dos olhos: Verdes
*Cor do cabelo: Castanho

Com seis anos de idade, Mathieu jogava em linha, mas acabava sempre escalado para o gol (não recusava a grande oportunidade de se jogar na lama), e como não havia nenhum bom goleiro em seu time, acabou ficando nessa posição. Seu irmão também é goleiro e de certa forma, o influenciou… Assim, ele acabou descobrindo sua paixão em ser um guarda-redes. Na atual temporada pelo Toulouse, Valverde salvou 68 bolas em 25 jogos.

Agora vamos ao assunto e a questão mais importante sobre o goleirão: ELE ESTÁ SOLTEIRO? Sim, esse gato que faz aula de violão (já o vejo fazendo uma bela serenata para mim…), gosta de morenas (o que ele está esperando para vir ao Brasil?), é atencioso com os fãs e ama gatos, está solteiro.

Além de tudo, é inteligente! Chegou a matricular-se na faculdade de Ciências de Boudeaux, um curso de dois anos, mas estudou durante apenas seis meses (não te julgamos, viu Math?). Quando mais jovem também gostava muito de desenhar, e ainda pensa em voltar a fazer isso… Se não tivesse entrado para o futebol, hoje talvez fosse um arquiteto!

Acho que não podemos pedir mais nada a Deus depois de conhecer um pouquinho esse homem não é, meninas?

———————————————————————————————————

Por Carolina Lima

lloris*Nome: Hugo Lloris
*Idade: 24 anos (26/12/1986)
*Cidade em que nasceu: Nice
*Clube onde começou: Nice
*Clube atual: Lyon
*Posição: goleiro
*Altura: 1,88
*Cor dos olhos: Castanhos
*Cor dos cabelos: Castanhos
*Estado civil: comprometido (para a tristeza da mulherada)

Hugo Lloris é considerado um dos melhores goleiros do mundo e foi formado nas categorias de base do time de Nice. Lá ele fez seu debut no time principal em 2006, com apenas 19 aninhos, chamando a atenção de todos com sua bela atuação contra o Rennes. Vários clubes europeus quiseram comprar o fofo mas o Lyon, em 2008, bateu o martelo, o comprando por 8, 5 milhões de euros. Além de brilhar por seu clube, ele também arrasa na seleção principal da França  e atualmente é titular absoluto e vice-capitão.

Fora dos campos, esse príncipe francês é muito discreto, dá poucas entrevistas e nunca aparece nos tablóides de fofocas. Isso provavelmente acontece porque ele é um moço de família (o que torna ele ainda mais lindo). Seu pai é um banqueiro de Montecarlo (u lá lá) e sua mãe era advogada. Infelizmente, ela faleceu em 2008, enquanto Lloris ainda jogava no Nice e, apesar das circunstâncias, o fofo não deixou de guardar as redes do clube, apenas dois dias depois. Nas horas vagas, assim como seu grande amigo Yoann Gorcuff, Lloris dedica tempo a sua outra paixão, o tênis. Em 23 de setembro de 2010, esse lindo jogador virou papai de uma garotinha chamada Anna-Rose.

———————————————————————————————————

Por Débora Durães

toulalan*Nome: Jérémy Toulalan
*Idade: 27 anos (10/09/1983)
*Cidade em que nasceu: Nantes
*Clube onde começou: Nantes
*Clube atual: Lyon
*Posição: Volante
*Altura: 1,83
*Estado Civil: Casado, é, fazer o quê?

Jérémy Toulalan é o “homem com três pulmões” do Lyon. Toulalan é um cara tímido e bastante discreto, está longe de ser um jogador celebridade. Avesso a badalações, nas horas de folga gosta de ficar em casa e desfrutar da companhia de sua esposa e filhos. Brincar e ver TV com família é o seu maior prazer, fofo não?

A primeira vez que o Toulalan me chamou a atenção foi durante um jogo da seleção francesa, não me pergunte quando ou contra quem, eu não vou lembrar (risos). Os jogadores estavam perfilados para a execução da belíssima La Marseillaise. Eu, como de costume, estava de olho no Gourcuff, quando de repente aparece aquele belo homem, elegante, de cabelos grisalhos e com cara de bom moço, o Gourcuff virou um menino naquele momento, lindo menino, mas durante o jogo meus olhares foram todos para o charmoso Jérémy Toulalan. Apaixonei (risos).

———————————————

Você acha que faltou alguém? Quem?

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 22 de março de 2011 Eliminatórias da Eurocopa, Ex-jogadores, Seleção francesa | 19:35

Seleção, uniforme e Platini

Compartilhe: Twitter

Desde a segunda-feira, a seleção francesa se prepara em Clairefontaine para os compromissos contra Luxemburgo, na sexta-feira (25, 17h de Brasília), pelas Eliminatórias da Eurocopa 2012, e contra Croácia, em amistoso na terça da semana que vem (29, também às 17h) – não achei nenhuma transmissão nas TVs. Se alguém encontrar, avise!

Hoje rolou treino com portões fechados e para amanhã está prevista coletiva com o téncico Laurent Blanc antes de uma nova atividade. O ex-jogador Just Fontaine, artilheiro da Copa de 1958, foi convidado para passar a quarta-feira ao lado do grupo, um bonito gesto!

Sobre o time que deve entrar em campo na sexta, Evra e Ribéry devem ser titulares e Menez e Alou Diarra parariam no banco, ao que indicam as primeiras movimentações. Do meio para a frente, teríamos M’vila, Gourcuff, Nasri, Malouda, Ribéry e Benzema, uma formação interessantemente ofensiva – que é o que se espera contra um adversário como Luxemburgo…

Camisa 2 dos Bleus
Fiquei devendo aqui o novo uniforme de visitante, que saiu já faz um tempo. A Nike adotou um estilo “marinheiro” que me agradou, embora esteja mais para roupa de passeio, não? Clique nas imagens abaixo para ampliá-las


Platini reeleito
O ex-jogador francês mais bem-sucedido da cartolagem mundial está apto para cumprir outro mandato na presidência da Uefa, até 2015. Marcado por ampliar as ligas dos Campeões e Europa, além da Eurocopa, Michel Platini não teve oposição na última eleição. Afirmou que pretende nomear uma mulher para o Conselho Executivo da entidade, para, com essa atitude simbólica, fazer evoluir a mentalidade da Uefa. E falou das principais metas para a próxima gestão:

“As principais ações a implementar nos próximos quatro anos são a renovação do prestígio das competições de seleções, implementação definitiva das medidas de fair play financeiro, luta contra a violência e as fraudes nas apostas e o fim da discriminação institucional”. Será que ele consegue?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de março de 2011 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 13:07

Evra e Ribéry, bem-vindos de volta

Compartilhe: Twitter

Creio que Laurent Blanc acerta ao trazer os experientes jogadores novamente para a seleção francesa, mesmo contrariando ministros, presidentes ou qualquer autoridade que seja. Eles já cumpriram a punição que foi dada aos rebeldes da Copa 2010, ficaram um tempo ausentes e, como Raymond Domenech e sua comissão representam um passado que convém esquecer, vamos priorizar o futuro e a necessidade de chegar com um time forte para brigar pelo título europeu em 2012, d’accord?

Aliás, sem poder contar com o rodado Abidal na lateral-esquerda, por conta de tratamento de doença, vem muito a calhar para Blanc o retorno de Evra. E quanto a Ribéry, ele não está machucado (que bênção!), voltou a jogar com qualidade e parece ser o nome ideal para chamar a responsabilidade do meio para a frente, diante dos tímidos Malouda e Benzema, do candidato-a-protagonista-que-continua-figurante Gourcuff e do ainda novato Nasri.

Os convocados para defender a França contra Luxemburgo pelas Eliminatórias da Eurocopa, em 25 de março, e contra Croácia em amistoso no dia 29, são:

Goleiros: Lloris (Lyon), Mandanda (Olympique de Marselha), Carrasso (Bordeaux)

Defensores: Rami (Lille), Mexès (Roma-ITA), Sagna (Arsenal-ING), Sakho (PSG), Clichy (Arsenal-ING), Evra (Machester United-ING), Koscielny (Arsenal-ING), Reveillére (Lyon)

Meias: M’Vila (Rennes), Alou Diarra (Bordeaux), Malouda (Chelsea-ING), Gourcuff (Lyon), Nasri (Arsenal-ING), Diaby (Arsenal-ING), Menez (Roma-ITA), Ribéry (Bayern de Munique-ALE)

Atacantes: Benzema (Real Madrid-ESP), Hoarau (PSG), Gameiro (Lorient), Rémy (Olympique de Marselha)

Concorda comigo? Não? Opine!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 16 de março de 2011 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:41

Real elimina Lyon e despacha a catiça

Compartilhe: Twitter

Depois de seis anos caindo nas oitavas de finais da Liga dos Campeões, mesmo com times capazes de ir bem além, o Real Madrid superou o carma para cima do Lyon, seu algoz no ano passado e que nunca havia vencido, em sete jogos. Marcelo matou a pau, Benzema voltou a ser implacável contra seu ex-clube e agora temos de torcer para Karim e os demais franceses fora da França na sequência da Champions. Michel Bastos e Ederson, se tivessem inteiros, poderiam ajudar. Mas como o “se” não entra em campo, segue a vida…

benzema_lloris_reu

Francês que brilha, francês que se lamenta e só resta ao país torcer pelos jogadores (Reuters)

Le match
O Real começou com tudo, mantendo a bola sempre no campo de ataque e fazendo Lloris trabalhar repetidamente. Aos 8, Pepe obstruiu Gourcuff em contra-ataque lionês, levando o amarelo. Passei a esperar que o jogo francês se concentrasse por cima do muitas vezes violento zagueiro português –  que por sinal fez o favor de acertar uma joelhada na cara de Lisandro López sem a arbitragem perceber…

Com o tempo, o Lyon foi atacando mais. Boa jogada aos 21, com Cissokho acionando Delgado, que chutou colocado e Casillas mandou para escanteio. Aos 26, Cristiano Ronaldo fez bela jogada, finalizou forte e Lloris espalmou com estilo, por cima do gol. Três minutos depois, Ricardo Carvalho deu carrinho feio em Delgado, por trás, e foi acertadamente advertido com amarelo pelo juiz esloveno (?). A zaga merengue já estava pendurada…

Cris estava bem perto de Benzema, tendo feito um eficiente desarme dentro da área aos 31 minutos. Mas cinco minutos depois, o brasileiro do Real fez a diferença: Marcelo tabelou com Cristiano Ronaldo, passou por Cris, deixou Lovren no chão e finalizou até que no meio do gol, mas Lloris, caído, só conseguiu espalmar para dentro: 1 a 0. Desse jeito, um gol do OL levava a disputa para os pênaltis.

Aos 40, Marcelo cruzou bem, Benzema emendou alta e Lloris fez linda e difícil defesa. Logo depois o 9 francês meteu para as redes, mas o bandeirinha invalidou corretamente. Ai ai ai… Melhor ir para o intervalo. Na volta dele, Claude Puel tirou Briand, que nada vinha fazendo de útil, e colocou Gomis, autor do gol na ida em Gerland. Gostei da mexida.

Entretanto, o Madrid continuava mais perto do segundo do que o Lyon do primeiro, infelizmente, com Lloris se desdobrando para não ser batido. Porém, aos 21, Reveillère errou passe, Marcelo lançou para o ataque, Lovren não achou a bola, Benzema deixou o mal-posicionado Cris para trás e tocou por baixo de Lloris: 2 a 0, e desta vez Karim comemorou sim, tá certo – seis gols em sete jogos na Liga, pô!

Puel tirou então Gourcuff, uma decepção, apostando no jovem Pied. Quem sabe alguém querendo mostrar serviço sirva mais para o time… A arbitragem poderia ajudar se fosse mais atenta e visse Pepe chutando propositadamente Lisandro em disputa pelo alto. Gomis chutou com perigo aos 25, mostrando que o Lyon ainda não estava morto – um gol poria fogo na partida, certamente.

Só que a defesa lionesa não estava a fim de colaborar e Di María ficou frente a frente com Lloris, esperou o goleiro francês cair (não deveria ter caído tão cedo…) e tocou por cima, sutilmente, para fazer 3 a 0 e enterrar o projeto Champions de Jean-Michel Aulas e subalternos. Pjanic veio pro lugar de Delgado, Lassana Diarra também entrou, mas o OL já estava entregue e o Real fez o tempo passar com eficiência.

Chelsea 0 x 0 Copenhague
Praticamente eliminado antes mesmo do jogo na Inglaterra, o time dinamarquês arrumou uma forma interessante de não passar em branco hoje: jogou de camisa rosa, quase violeta… Até que evitou a derrota em Londres, o que é digno de nota. Mas Florent Malouda e Nicolas Anelka vão às quartas de finais da Liga, como era de se esperar.

Amanhã o PSG decide
Em Portugal foi 2 a 1 para o Benfica, o que obriga o Paris a buscar a vitória em casa, pelas oitavas de finais da Liga Europa, às 14h45. A Rede TV! transmite ao vivo, com o inigualável Sílvio Luiz, que fará jornada dupla (coitado do decano…).

Abidal opera amanhã
A cirurgia foi antecipada em um dia e o lateral francês, que recebeu apoio dos colegas do Barcelona e dos jogadores de Real e Lyon no Santiago Bernabéu, já passou por procedimentos pré-operatórios. Bonne chance à lui!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 Francês da 1ª divisão | 17:44

Lille perde e opositores encostam (maravilha!) após 24ª rodada

Compartilhe: Twitter

Sinal de alerta no líder do Campeonato Francês, depois do deslize pela Liga Europa: derrota para o Montpellier – gol solitário do marroquino Younes Belhanda, após bela jogada individual – e fim de uma invencibilidade que vinha desde outubro.

E com as vitórias combinadas de Rennes (43 pontos), Olympique (42 p), PSG (41 p) e Lyon (41 p), todos eles se aproximaram do LOSC (45 p), fechando o grupo dos cinco postulantes ao título, desgarrados do sexto – justamente o Montpellier – em 4 pontos. Ótimo para os que desejam emoção na reta final, heim?

A journée começou na sexta com o Lyon goleando o Nancy, em partida marcada por belos gols de Gourcuff e Briand além da cavadinha falha de Hadji, visíveis aqui. Muito bom para ganhar moral para a partidaça desta terça-feira contra o Real Madrid, no Gerland, abrindo o confronto das oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa.

Motivação idem para o Marselha, que bateu o Saint-Etienne em casa e chega mais otimista para tentar fazer o mesmo contra o Manchester United, na quarta-feira. Outro que precisava voltar aos dias de triunfos, e voltou, foi o Paris Saint-Germain, mesmo longe da capital.

O passeio lionês só não foi a maior goleada da rodada porque o Bordeaux conseguiu levar cinco do Lorient, que se aproveita cada vez mais da bela fase de Kevin Gameiro, agora vice-artilheiro da Ligue 1 com 15 gols, um a menos que Moussa Sow. Em que buraco foi se meter o André, heim? E que roubada a do Bordeaux em achar que o André poderia ser útil rapidamente, né não?

montpellier_lille_camara_mavuba_afp

Camara vibra, Mavuba desabafa: o gol do Montpellier mexeu com a briga pelo caneco (AFP)

Os resultados do fim de semana:

Montpellier 1 x 0 Lille (Belhanda)
Toulouse 1 x 2 Rennes (Théophile-Catherine contra; Mvila e Montaño de pênalti)
O. Marseille 2 x 1 Saint-Etienne (Rémy e Lucho González; Landrin) – Mais de 53 mil pessoas no Vélodrome
Nice 0 x 3 Paris-SG (Giuly, Hoarau e Armand) – Diakité-NIC foi expulso
Lyon 4 x 0 Nancy (Gourcuff, Pied, Pjanic e Briand) – Quase 32 mil pessoas no Gerland
Lorient 5 x 1 Bordeaux (Amalfitano, Gameiro 3 e Mvuemba de pênalti; Fernando) – Sosa-LOR e Carrasso-BOR foram expulsos
Brest 2 x 0 Monaco (Ayité 2, sendo um de pênalti) – Adriano-MON foi expulso
Caen 2 x 2 Valenciennes (Nivet e Yatabaré; Pujol e Langil)
Lens 2 x 3 Sochaux (Jemaa e Yahia; Maurice-Belay, Maïga e Boudebouz) – Maoulida-LEN e Anin-SOC foram expulsos. Mais de 30 mil pessoas no Felix-Bollaert 
Auxerre 1 x 1 Arles-Avignon (Jelen; N’Diaye)

>> Classificação: Lille lidera com 45 pontos, seguido por Rennes, com 43, e Olympique de Marselha, com 42. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 Brasileiros contra a França, Seleção francesa | 19:53

France 1 x 0 Brésil! Mais uma vitória, lance a lance

Compartilhe: Twitter
Toma fôlego, Karim, que a comemoração é pra lá de justificada (AP)

Toma fôlego, Karim, que a comemoração é pra lá de justificada, amigo! (AP)

Tabu mantido há 19 anos! Não foi o mais justo, mas foi bem compreensível.

Na primeira etapa, o Brasil foi claramente melhor até a expulsão (besta do ponto de vista do jogador, acertada da parte do juiz) de Hernanes. Antecipou a marcação pro campo francês, criou dificuldades pros Bleus atacarem e rapidamente chegava à grande área adversária. A destacar nos anfitriões, mais a força nos desarmes do que as poucas oportunidades de gol.

(Parêntese: Dizer que Benzema “cavou” a expulsão de Hernanes, como fez Milton Neves, e que o juiz não daria vermelho se quem desse a voadora fosse um francês, como fez Júlio César, é demais heim…)

Com um a mais, os franceses se animaram e foram recompensados com um gol logo no alvorecer da etapa complementar, em ótima jogada de Ménez e oportunismo de “Benzebut” (by Filipe Papini). A confiança mudou de lado, com o time europeu conseguindo criar novas chances e controlando o jogo, dando poucas chances pro Brasil atacar. A partida então permaneceu morna na maior parte do tempo, mesmo com as alterações efetuadas, com uma ou outra oportunidade mais aguda pra ambos os lados.

No fim das contas, a França fez mais faltas, jogou menos bonito e deu sorte por ter tido mais cabeça e eficiência. Que os torcedores, a imprensa e principalmente Laurent Blanc não se iludam…


>> Veja a cronologia dos principais lances no Stade de France:

 
1º tempo

1 min – Daniel Alves arrisca da intermediária. A bola pinga na frente de Lloris, que tem dificuldade para defender em dois tempos
2 min – Robinho leva carrinho de Rami perto do bico da grande área. Hernanes levantou na área e o Brasil ganhou escanteio. O Brasil começa apertando a marcação e roubando a bola no campo adversário
5 min – A França consegue tocar bola no campo de ataque, mas Malouda chuta fraco e torto da intermediária
8 min – Lindo passe de Gourcuff para Benzema, colocando o atacante em ótimas condições para finalizar na entrada da área. O chute cruzado passa perto da trave de Júlio César

Ao menos nisso o Brasil nunca perde... (Mowa Press)

Ao menos nisso o Brasil nunca perde... (Mowa Press)

12 min – Elias rouba bola de Malouda, serve Pato e o atacante chuta colocado com perigo, um pouco acima do travessão
15 min – Malouda arranca bem, mas tromba com André Santos e perde a bola. O francês se machuca após o lance, aparentemente sentindo o rosto, porém volta pro jogo
17 min – Pato dribla Rami em contra-ataque brasileiro e sofre falta na altura da intermediária. Na cobrança de falta, a barreira desvia para escanteio a batida de Dani Alves
19 min – O Brasil tem mais posse de bola e cria mais jogadas ofensivas a partir de rápidos toques
22 min – Dani Alves dribla Alou Diarra, por baixo das pernas, e é obstruído pelo capitão gaulês
24 min – 63% de tempo de bola pros visitantes, que parecem em casa nesse quesito. Mesmo assim, a torcida faz festa com a “ola” e constantes manifestações
27 min – A defesa francesa tem muita dificuldade para levar a bola adiante, em função da adiantada marcação sul-americana. Se o ataque brasileiro tivesse mais capricho, já poderia ter aberto o placar
29 min – Bola na área brasileira, desvio de cabeça passa por cima do gol de Julio Cesar, com perigo
32 min – Sagna chega duro sobre André Santos, que fica caído, e leva advertência verbal
34 min – Belo lançamento de Alves para Pato, que não contava com a falha de Rami no cabeceio e deixou sair
35 min – Nova roubada brasileira, Robinho tem condições de ajeitar e disparar na meia-lua da área. O tiro sai rente ao travessão de Lloris
36 min – Gourcuff cobra falta na área muito fechada no primeiro pau, direto para as mãos do arqueiro brasileiro
38 min – Chutão na defesa brasileira encontra Pato na lateral, mas o contra-ataque é desarmado por ótima intervenção “carrinhística” de Mexès
*39 min – Benzema recebe de costas pro gol, na intermediária, chapela Lucas, tenta chapelar Hernanes de joelho e leva um chute de sola na lateral do peito. Vermelho pro brasileiro da Lazio, inconsequente num lance totalmente sem perigo!
42 min – Menez arranca em direção à linha de fundo e bate cruzado com perigo na direção da área. Julio Cesar faz ponte para espalmar
43 min – A França sente o bom momento e se empolga, mas para sorte brasileira a primeira etapa está acabando
46 min – Wolfgang Stark aponta o centro de campo, diz o galvânico

2º tempo

0 min – Times voltam sem substituições
2 min – Benzema recebe cruzamento de Malouda, sozinho, mata no peito e bate forte. A bola explode no peito/mão de David Luiz e o Brasil se safa
6 min – David rouba bola, avança no campo de ataque e serve Pato. O atacante tenta passar “por cima” do zagueiro francês e a bola sobra para Lloris
**9 min – Ménez arranca belo lado direito do ataque, passa por Robinho e André Santos, vai à linha de fundo e cruza rasteira. A bola passar por Julio e acha Benzema perto do segundo pau. O camisa 10 só empurra pras redes e corre pro abraço, 1 a 0!
10 min – Outra jogada pela direita do ataque gaulês, Sagna cruza, Gourcuff disputa com brasileiro no alto, ela cai na cabeça de Benzema. A testada iria pro gol não fosse a excelente espalmada de Julio Cesar
12 min – Ménez sente o momento favorável, dribla bonito e sofre falta perto do bico da área
13 min – O Brasil troca: Jadson substitui Renato Augusto, desaparecido no 2º tempo
15 min – Benzema chuta cruzado, dentro da área, pelo chão, e Julio Cesar rebate com a perna
15 min – A França troca: sai M’vila, vem Diaby
17 min – Escanteio pro Brasil, David Luiz ganha por cima mas cabeceia muito longe do gol
19 min – Mexès breca contra-ataque com falta em Pato. Robinho reclama demais pedindo amarelo pro francês que ele mesmo é advertido com o cartão
21 min – Ménez erra lance e, na saída brasileira, chega forte em carrinho pra cima de David. Amarelo pro romanista
23 min – Blanc mexe de novo: Menez, recém-amarelado, deixa o jogo para a entrada de Rémy
24 min – Mano idem: Sandro vem, Robinho vai
25 min – Inversão na posse de bola: França 51%, Brasil 49%
28 min – Benzema parte em velocidade pela esquerda, chega à entrada da área e tenta cruzar no segundo pau. A bola faz curva na direção do gol e quase trai Julio Cesar
31 min – A França segura a bola no campo de defesa até irritar a torcida
32 min – Em ultrapassagem pela esquerda, André Santos chega chutando cruzado rasteiro. Pra sorte de Lloris, Pato não consegue acompanhar o lance
36 min – Brasil toca a bola na defesa sem conseguir chegar a ataque
38 min – Após desarmar perigoso ataque brasileiro pelo meio, a França chega com Benzema, que faz boa jogada pela esquerda mas escorrega na hora de cruzar e manda longe
39 min – Hulk substitui Pato no Brasil
40 min – Cabaye e Gameiro substituem Gourcuff e o ovacionado Benzema no Stade de France
43 min – André, o novo Girondino de Bordeaux, está em campo. Elias, não mais
44 min – Hulk recebe pelo passe na área de Jadson, mas dominou errado e a bola ficou mais para Lloris, que abafou na dividida
47 min – Rémy puxa contra-ataque, entra na área e chuta cruzado. Com Gameiro longe, Julio Cesar só acompanha a bola sair
48 min – Acabooou!

Karembeu, o pé-quente Zidane e uma senhora distinta

Karembeu, o pé-quente Zidane e uma senhora distinta

FICHA TÉCNICA – FRANÇA 1 x 0 BRASIL

Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha)
Assistentes: Jan Hendrik Salver e Detlef Scheppe (ambos da Alemanha)
Cartões amarelos: Ménez (França) e Robinho (Brasil)
Cartão vermelho: Hernanes (Brasil)

Gol: Benzema, aos 9 minutos do 2º tempo, para a França

FRANÇA: Hugo Lloris; Bacay Sagna, Philippe Mexès, Adil Rami e Eric Abidal; Alou Diarra, Yann M’vila (Abou Diaby), Yoann Gourcuff (Yohan Cabaye), Florent Malouda e Jérémy Ménez (Loïc Rémy); Karim Benzema (Kevin Gameiro). Técnico: Laurent Blanc

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Elias (André), Hernanes e Renato Augusto (Jadson); Robinho (Sandro) e Alexandre Pato (Hulk). Técnico: Mano Menezes

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 Francês da 1ª divisão | 17:27

Lille se desgarra mais um pouco. Confira os placares

Compartilhe: Twitter

Nesta 22ª rodada, o Lille perdeu, a poucos minutos do fim, uma vitória quase certa contra o Auxerre. Mas o empate foi suficiente para abrir de quatro para cinco pontos sua distância para o vice-líder do Campeonato Francês, graças à derrota do PSG para o Rennes. A gordura lilleana já permite que uma derrota aqui ou ali não atrapalhe o posto de maior candidato ao título, o que num longo torneio por pontos corridos é bastante útil.

hoarau_mvila_afp

Hoarau e M'vila tentam cabeceio em PSG x Rennes. Ambos foram convocados por Laurent Blanc (AFP)

Fora de casa, o LOSC saiu na frente do AJA logo nos primeiros minutos, com Moussa Sow, artilheiro da Ligue 1 agora com 16 gols, três à frente do brasileiro Nenê. Porém, aos 41 do 2º, alívio no L’Abbé-Deschamps com o empate do Auxerre, por meio do primeiro gol do polonês Dudka na competição.

No jogo de seis pontos da rodada, entre os principais perseguidores do Lille, melhor para o Rennes, que com a vitória magra contra o Paris Saint-Germain alcançou o mesmo número de pontos do adversário da capital. Já o clássico da journée decepcionou do ponto de vista de bolas na rede. Com brasileiros e tudo, Lyon e Bordeaux não saíram do zero e perderam posições na tabela de classificação (o OL perdeu duas). André debutou no lado girondino, mas bem brevemente: substituiu Modeste aos 42 minutos do 2º segundo tempo, num jogo em que até os cartões amarelos, tão comuns nessas disputas tradicionais, tardaram a vir (o primeiro foi dado com 70 minutos).

Deixaram o Lyonnais para trás o Marselha, que fez o básico contra o lanterna em casa, e o Saint-Etienne, que obteve motivador triunfo contra o Montpellier, rival direto na tabela – estaria o ASSE revivendo a boa campanha do princípio de campeonato? Por fim, vale destacar o apurado faro de gol do selecionável Kevin Gameiro. Frente a frente com Youssef El-Arabi, do Caen, ele se saiu melhor, deixou o seu e se igualou ao francês naturalizado marroquino na tábua de goleadores, também com 11 gols.

 diarra_gourcuff_afp

Alou Diarra, ex-Lyon, na marcação de Gourcuff, ex-Bordeaux, no clássico. Agora, eles pensam em França x Brasil

Os resultados do fim de semana:

O. Marseille 1 x 0 Arles-Avignon (Gignac)
Montpellier 1 x 2 Saint-Etienne (Jonas Martin; Rivière 2)
Nice 1 x 0 Sochaux (Pejcinovic) – Anin-SOC foi expulso 
Brest 2 x 1 Nancy (Ayité e Grougi; Apanga contra)
Caen 0 x 2 Lorient (Amalfitano e Gameiro)
Lens 1 x 1 Valenciennes (Jemaa; Dossevi) – Mais de 32 mil pessoas no Felix-Bollaert 
Rennes 1 x 0 Paris Saint-Germain (Brahimi)
Auxerre 1 x 1 Lille (Dudka; Sow)
Toulouse 2 x 0 Monaco (Sissoko 2)
Lyon 0 x 0 Bordeaux – Quase 36 mil pessoas no Gerland


>> Classificação
: Lille lidera com 42 pontos, seguido por PSG e Rennes, com 37, e Olympique de Marselha, com 36. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011 Seleção francesa | 11:41

France vs Brésil: Les sélectionnés

Compartilhe: Twitter

A maior novidade é o novato zagueiro Koscielny, que vem atuando bem no Arsenal, tradicional celeiro de selecionáveis Bleus – forneceu mais jogadores que qualquer clube francês, acredita? Evra não voltou como se especulava, ao contrário de Menez, outro que faz por merecer na Roma. Diaby e Matuidi também retornam, mas nada de Gignac, Gomis, Payet, testados anteriormente, e Martin, do Sochaux, cotado depois de recentes bons jogos – não sinto falta de nenhum deles no momento…

Laurent Blanc não pôde chamar Nasri, Valbuena, Kaboul e Ribéry, lesionados (se não estivessem, os dois primeiros certamente estariam na relação). Samir sim deve fazer falta, assim como Franck, por sua experiência.

Voilá la liste:

Goleiros – Hugo Lloris (Lyon), Stève Mandanda (Olympique de Marselha) e Cédric Carrasso (Bordeaux)

Laterais direitos – Bacary Sagna (Arsenal-ING) e Anthony Reveillère (Lyon)

Zagueiros – Philippe Mexès (Roma-ITA), Adil Rami (Valencia-ESP), Mamadou Sakho (PSG) e Laurent Koscielny (Arsenal-ING)

Laterais esquerdos – Eric Abidal (Barcelona-ESP) e Gaël Clichy (Arsenal-ING)

Meio-campistas – Alou Diarra (Bordeaux), Abou Diaby (Arsenal-ING), Yann M’Vila (Rennes), Yohan Cabaye (Lille), Yoann Gourcuff (Lyon), Florent Malouda (Chelsea-ING) e Blaise Matuidi (Saint Etienne)

Atacantes – Karim Benzema (Real Madrid-ESP), Jérémy Menez (Roma-ITA), Guillaume Hoarau (PSG), Loïc Rémy (Olympique de Marselha) e Kevin Gameiro (Lorient)

Não haverá ingressos à venda nas bilheterias do Stade de France no dia 9. Tudo bem, eu nem queria mesmo…

Para rever a convocação brasileira, faça clique aqui.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 2 de janeiro de 2011 Seleção francesa | 20:08

Foi o pior ano da seleção francesa desde 1930

Compartilhe: Twitter

Iniciado o 2011 (começaram bem? o que desejam? Eu quero não apenas falar de e escrever sobre futebol, mas tentar jogar um pouquinho também…), é hora de fazer um breve balanço do 2010 da seleção francesa.

Embora o desfecho da temporada tenha sido belo, com uma vitória sobre a forte rival Inglaterra no lendário Wembley, a França apresentou um desempenho deficitário no ano: 13 jogos, 5 vitórias (4 já na era Laurent Blanc), 2 empates e 6 derrotas, com 13 gols pró e 13 contra, um saldo que ilustra bem um recomeço: zero.

Les Bleus não conheciam seis derrotas no mesmo ano desde 1930 (!), quando perderam 60% dos 10 jogos realizados no ano. Se esquecermos o fiasco na Copa 2010, pelo menos anima saber que um novo treinador está no lugar de Raymond Domenech, que definitivamente já deu o que tinha que dar.

inglaterra_frança_fff

Batendo os ingleses, a França que terminou o ano deixou o torcedor com um sentimento de esperança para os próximos desafios (Foto: Site FFF)

Eis as partidas da seleção em 2010, que teve Benzema como artilheiro, com três gols:…

3 de março (amistoso, Saint-Denis): França 0 x 2 Espanha
26 de maio (amistoso, Lens): França 2 x 1 Costa-Rica (gols franceses: Sequeira contra, Valbuena)
30 de maio (amistoso, Rades): Tunísia 1 x 1 França (gol francês: Gallas)
4 de junho (amistoso, Saint-Pierre de la Réunion): França 0 x 1 China
11 de junho (Copa do Mundo, Cidade do Cabo): França 0 x 0 Uruguai
17 de junho (Copa do Mundo, Polokwane): França 0 x 2 México
22 de junho (Copa do Mundo, Bloemfontein): França 1 x 2 África do Sul (gol francês: Malouda)
11 de agosto (amistoso, Oslo): Noruega 2 x 1 França (gol francês: Ben Arfa)
3 de setembro (Eliminatórias da Euro, Saint-Denis): França 0 x 1 Bielorrússia
7 de setembro (Eliminatórias da Euro, Sarajevo): Bósnia 0 x 2 França (gols franceses: BenzemaMalouda)
9 de outubro (Eliminatórias da Euro, Saint-Denis): França 2 x 0 Romênia (gols franceses: RémyGourcuff)
12 de outubro (Eliminatórias da Euro, Metz): França 2 x 0 Luxemburgo (gols franceses: Benzema e Gourcuff)
17 de novembro (amistoso, Londres): Inglaterra 1 x 2 França (gols franceses: BenzemaValbuena)

… e o calendário para este 2011, com um início pra lá de interessante e a definição das Eliminatórias para a Eurocopa de 2012:

9 de fevereiro (amistoso, Saint-Denis): França x Brasil
25 de março (Eliminatórias da Euro, Luxemburgo): Luxemburgo x França
29 de março (amistoso): França x rival a definir 
3 de junho (Eliminatórias da Euro, Minsk): Bielorrússia x França 
7 de junho (amistoso, Kiev): Ucrânia x França
10 de agosto (amistoso): França x Chile
2 de setembro (Eliminatórias da Euro, Tirana): Albânia x França
6 de setembro (Eliminatórias da Euro): Romênia x França
7 de outubro (Eliminatórias da Euro): França x Albânia
11 de outubro (Eliminatórias da Euro): França x Bósnia

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 25 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 21:03

Além de Cris, Gourcuff perderá Lyon x PSG

Compartilhe: Twitter

Claude Puel e os lioneses realmente têm motivos para coçar a cabeça. O próximo compromisso é o clássico contra o Paris Saint-Germain, no domingo, e não ganhar em casa será decepcionante, além de propiciar que um rival provavelmente direto na luta pelo título francês se mantenha à frente na tabela da Ligue 1 – hoje, o PSG soma 23 pontos e o Lyon 22.

gourcuff_maca_ff

Um Metzelder depois, e eis como Górca deixou a Veltins Arena (France Football)


Yoann Gourcuff
machucado é mais um saldo negativo da derrota do OL para o Schalke, ontem, pela Liga dos Campeões. O talentoso meia teve um hematoma entre o tornozelo e a perna direita e pode ficar até 3 semanas fora de ação. Ainda se recuperando de tendinite no joelho, que o afastou dos últimos dois jogos, Cris parece que não volta já no domingo.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. Última