Publicidade

Posts com a Tag Gonalons

quarta-feira, 14 de maio de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 00:39

Copa 2014: Os selecionados de Deschamps

Compartilhe: Twitter

Enriquecido em 28/05

No início da preparação pro Mundial, o preparador físico Eric Bedouet (foto) será mais decisivo do que Didier Deschamps

No início da preparação pro Mundial, o preparador físico Eric Bedouet (foto) será mais decisivo do que Didier Deschamps

**Atualizado com a substituição forçada de Mandanda por Ruffier**

Técnico da França, Didier revelou hoje com quem pretende contar no Mundial brasileiro, tanto os “titulares da convocação” (23) quanto os suplentes (7), em caso de baixa no primeiro grupo.

Ele teria até 2 de junho para enviar à Fifa seus 23, mas, assim como fez Felipão, já deixou isso público. Voilà:

Gardiens : Hugo Lloris, Mickaël Landreau e Stéphane Ruffier (Steve Mandanda foi chamado e depois cortado por lesão)

Défenseurs : Mathieu Debuchy, Lucas Digne, Patrice Evra, Laurent Koscielny, Bacary Sagna, Eliaquim Mangala, Mamadou Sakho, Raphaël Varane.

Milieux de terrain : Yohan Cabaye, Clément Grenier, Blaise Matuidi, Paul Pogba, Moussa Sissoko, Rio Mavuba, Mathieu Valbuena.

Attaquants : Karim Benzema, Olivier Giroud, Loïc Rémy, Franck Ribéry, Antoine Griezmann.

Les 7 réservistes : Rémy Cabella, Maxime Gonalons, Alexandre Lacazette, Loïc Perrin, Stéphane Ruffier (promovido para a lista principal), Morgan Schneiderlin, Benoît Trémoulinas.

Calendário bleu pré-Copa:

19/5 – Início da concentração em Clairefontaine

27/5 – França x Noruega (Stade de France, Saint-Denis)

1/6 – França x Paraguai (Allianz Riviera, Nice)

8/6 – França x Jamaica (Pierre-Mauroy, Lille)

Partidas da seleção francesa na fase inicial do Mundial:

15 de junho, domingo, 16h: França x Honduras, no Beira-Rio (Porto Alegre)

20 de junho, sexta-feira, 16h: França x Suíça, na Fonte Nova (Salvador)

25 de junho, quarta-feira, 17h: França x Equador, no Maracanã (Rio de Janeiro)

Em 2010, para aquele FIASCO que veríamos na África do Sul, o então técnico Raymond Domenech (toc toc toc) anunciou primeiro uma lista de 30 nomes, para depois fechar os 23. Lembrando que seleção haverá, mas árbitros franceses não, o que denota a crise na arbitragem do país.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 Torneios europeus | 12:25

Bordeaux é a França na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Acabou a Uefa Europa League pro bom time do Lyon ontem. Precisando reverter o 1-2 para o Tottenham, no jogo de ida na Inglaterra, até saiu na frente em seu estádio Gerland, com o capitão Gonalons aproveitando jogada de Grenier.

Mas permitiu o empate aos Spurs no finalzinho, aos 90 minutos (de 90 regulamentares) e teve de dizer adieu à pretensão continental nesta temporada. Se bem que do jeito que vai no Campeonato Francês, creio que retorne à Liga dos Campeões para 2013/2014.

Já o Bordeaux não bobeou, venceu o Dínamo de Kiev sob seus domínios, no Jacques Chaban-Delmas, com gol de Cheick Tidiane Diabaté (cada um tem o sheik que lhe cabe…), e como havia empatado por 1-1 na Ucrânia representa o país entre os clubes que seguem na competição.

Na fase de oitavas de finais, pega o lusitano Benfica, que eliminou o alemão Bayer Leverkusen deve oferecer mais dificuldade, em partidas programadas para 7 (Portugal) e 14 (França) de março. Fora que os países são adversários próximos no ranking Uefa, que distribui as vagas nas ligas europeias, então tem um temperinho a mais para torcermos para o GdB.

Acho o Olympique Lyonnais mais equipe que os Girondinos de Bordeaux nesta temporada, mas não é no papel que se desenha o futebol praticado em campo…

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 13 de outubro de 2012 Seleção francesa | 12:05

França esbarra no velho problema da eficiência e perde amistoso pro Japão

Compartilhe: Twitter

Os onze que começaram o jogo. Se Deschamps poupou Ribéry para terça OK, porque o jogador do Bayern não pode ficar fora dessa foto em partidas decisivas (fff.fr)

Se ontem em Saint-Denis o maior objetivo era testar a equipe e corrigir os erros, uma deficiência já conhecida voltou a aparecer: os Bleus criam bastante, às vezes até mais que o adversário, mas não aproveitam e acabam saindo sem a vitória. Tudo bem que a motivação num amistoso é diferente, que Ribéry só entrou nos minutos finais, poupado que foi, mas a lição de que o aproveitamento precisa melhorar está posta. Jogaram Lloris (cap); Débuchy (Jallet), Koscielny, Sakho e Clichy; Capoue (Gonalons), Sissoko, Matuidi (Chantôme); Ménez (Ribéry), Benzema (Valbuena) e Giroud. (Assista aos melhores momentos).

Assim foi com o 1 a 0 para o Japão (gol de Shinji Kagawa, talvez o melhor jogador japonês da atualidade, aos 43 minutos do segundo tempo), primeira vitória do país asiático sobre os franceses na história dos confrontos. “Le Japon par ippon”, resumiu com eficácia a manchete no site da France Football. Mano Menezes esteve na plateia, afinal o Brasil encara os japoneses na terça-feira.

Acertar o pé logo passa a ser primordial (sobretudo Benzema, por ser a referência no ataque e amargar uma seca ruim para todo o time), até porque já na terça-feira o jogo é pra valer e o rival é de altíssimo nível: Espanha, que ontem não tomou conhecimento da Bielorrússia fora de casa (4 a 0) e se igualou à França na liderança do grupo nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, com seis pontos em dois jogos disputados por cada seleção.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de novembro de 2011 Seleção francesa | 14:13

Seleção sem Nasri contra EUA e Bélgica

Compartilhe: Twitter

Baixa importante pros amistosos de sexta agora e terça que vem. O meia do Man City lesionou o tendão patelar da perna esquerda.

Novidades na lista de Blanc são o atacante Olivier Giroud, coartilheiro da Ligue 1 – ao lado do também convocado Kevin Gameiro, do líder PSG -, pelo vice-lider Montpellier, e o volante lionês Maxime Gonalons.

O SporTV2 anuncia VT de França x EUA às 21h de Brasília desta sexta.

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 7 de dezembro de 2010 Torneios europeus | 19:45

Lyon empata no fim e avança em 2º no grupo B da Liga

Compartilhe: Twitter
gomis_lyon_hapoel_afp

Bafé Gomis se lamenta após perder gol: imagem que simboliza a maior parte do jogo no Gerland (AFP)

Lyon 2 x 2 Hapoel Tel Aviv, Benfica 1 x 2 Schalke 04. E assim a chave da Liga dos Campeões da Europa se encerrou da mesma forma como chegou à última rodada: Schalke em primeiro, Lyon em segundo (classificados), Benfica em terceiro (rumo à Liga Europa) e Hapoel em quarto. Surpreendeu o desempenho do Tel Aviv, que quase roubou a Liga Europa do time português, não fosse o empate suado do OL no Gerland. Agora a equipe francesa torce para o sorteio das oitavas de finais não colocá-lo defronte um adversário, obrigatoriamente primeiro de seu grupo, muuuito duro de encarar, como um Barcelona da vida…

Claude Puel escalou Lloris; Reveillère, Cris, Diakhaté e Cissokho; Gonalons, Makoun e Pjanic; Briand, Gomis e Lisandro López. Michel Bastos e Lovren começaram no banco, poupados por estarem pendurados e correrem risco de suspensão em caso de novo cartão amarelo. Mesmo buscando o ataque desde o início, com Lisandro e faltas cobradas por Pjanic, o Lyon sofria perigosos contra-ataques, com Gonalons e Diakhaté falhando e dando trabalho para Lloris. Para azar lionês, provavelmente o mais talentoso jogador do time israelense seja o goleiro nigeriano Enyeama.

O segundo tempo começou sem alterações da parte de Puel no Lyonnais, que detinha 65% da posse de bola. Mas o panorama do jogo não mudava. Aos 15 minutos, o treinador francês fez o que eu provavelmente já teria feito no intervalo: colocou Bastos na partida, sacando Gomis. Dois minutos depois, dois gols na sequência! Primeiro Michel bateu falta, Enyeama desta vez falhou e Licha mandou para as redes. Porém, mal o anfitrião comemorou, o visitante empatou, quando Sahar recebeu sozinho de frente para o crime, valendo-se do mal posicionamento de Diakhaté, e venceu Lloris ao tocar para o gol. 

Haveria algo pior que o Lyon seguir perdendo boas oportunidades? Sim, levar o segundo gol. Que veio com um lindo arremate de Zahavi, aproveitando cruzamento de bicicleta, aos 24 minutos, sendo muito feliz num lance difícil. Lacazette veio para a vaga de Pjanic, mas o time da casa seguiu afoito, insistindo nos chutes de longe, sem sucesso. A última cartada de Puel foi colocar Pied no lugar de Cissokho, mas o goleiro nigeriano segurava as pontas. Até que a pressão sufocante deu resultado aos 43 minutos, quando Pied enfiou bola pelo meio, Lisandro fez o corta-luz e Lacazette chegou primeiro que a zaga, dominando e finalizando no canto oposto ao de Enyeama. Um gol construído pela base!

Alívio para a moral lionesa, pela manutenção da invencibilidade em seus domínios, e tragédia para o Hapoel, que perdeu a vaga na Europa League nos minutos finais. Amanhã, quarta, temos Olympique de Marselha x Chelsea e Real Madrid x Auxerre na sequência da Liga.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:26

O orgulho da França

Compartilhe: Twitter
"Ceis tão vendo onde eu rendo pra c..., né?", disse Michel no jogo do Lyon (AP)

"Ceis tão vendo onde eu rendo pra c..., né?", disse Michel no jogo do Lyon (AP)

Se as coisas vão mal em âmbito nacional, nada como um torneio continental para voltar a sorrir. É isso que o Lyon tem feito neste início de temporada. Hoje, não se importou com fato de jogar fora de casa e meteu 3 a 1 no Hapoel Tel-Aviv, em Israel. É a segunda vitória em dois jogos pela Liga dos Campeões da Europa, alçando o OL à liderança do grupo B – seis pontos, três à frente de Schalke 04, da Alemanha, e Benfica, de Portugal.

Claude Puel (bem mais aliviado, assim como o presidente Jean-Michel Aulas) escalou Lloris; Réveillère, Diakhaté, Lovren e Cissokho; Toulalan, Källström, Gourcuff (Pjanic, aos 32 do 2º) e Michel Bastos (Gonalons aos 44 do 2º); Briand e Gomis (Pied aos 18 do 2º).

Michel Bastos comandou a vitória, marcando de pênalti aos 7 minutos do 1º tempo e ampliando com uma pintura de gol aos 36 (aproveitou rebote de escanteio, batendo “na orelha” da bola, que fez curva impressionante e entrou na forquilha! – veja no vídeo no fim deste post). O goleiro nigeriano Enyeama – aquele mesmo que se destacou na Copa 2010, especialmente contra a Argentina – descontou aos 34 da segunda etapa, também cobrando penalidade. Mas Pjanic definiu o vencedor da contenda em Tel-Aviv, já nos acréscimos do jogo.

Bastos vem provando que não pode ser lateral esquerdo, sob pena de desperdiçar sua eficiência no ataque, chegando à área ou finalizando de média distância. Imagine se hoje ele fosse escalado como lateral: na hora do escanteio que originou seu gol, provavelmente estaria plantado no meio de campo, como um dos últimos homens lioneses, cobrindo a subida dos zagueiros que fossem tentar o cabeceio, e não na entrada da área, esperando um provável rebote…

O camisa 11 agora é o vice-artilheiro da Liga, com três gols, ao lado do francês Anelka (Chelsea) e do sueco Ibrahimovic (Milan), todos atrás de Samuel Eto’o Fils, da Inter de Milão, que tem quatro.

Com Olympique de Marselha (decepção) e Auxerre (confirmação) sem somar pontos depois de duas rodadas, o orgulho da França na Champions neste momento se chama Olympique Lyonnais.


Efe-efe-Efe

Figurando na já tradicional seção “Franceses fora da França (FfF)”, temos nesta quarta o jovem atacante Jonathan Biabiany. Finalmente aproveitado pela Internazionale, depois de alguns empréstimos para equipes menores da Itália, ele foi titular, jogou a partida inteira e esteve muito bem especialmente no primeiro tempo da goleada sobre o Werder Bremen – que teve como titular o zagueiro francês Mikaël Silvestre.

Silvestre (à esquerda) e Biabiany (centro): luta árdua pela melhor careta de esforço no Giuseppe Meazza (AP)

Silvestre (à esquerda) e Biabiany (centro): luta árdua pela melhor careta de esforço no Giuseppe Meazza (AP)

Mesmo sem jogar hoje, o meia-atacante Jérémy Menez foi destaque. Embora tenha atuado só por cerca de 60 minutos nas duas partidas da Roma, ele tem a melhor eficiência nos passes na Champions 2010/2011: acertou todos os 26 que distribuiu até aqui. Se liga aí, Claudio Ranieri!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 3 de setembro de 2010 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 18:03

Péééssimo…

Compartilhe: Twitter
Yurevich e Valbuena em França 0 x 1 Bielorrússia

Valbuena dá um pé na bunda em Yurevich. Mas é cedo para apelar ainda... (AFP)

…foi perder em casa para a Bielorrússia, na estreia francesa nas Eliminatórias da Eurocopa 2012. Pressionou pacas, levou o gol da derrota em uma bobeada da zaga pertinho do final. Para quem queria a vitória a qualquer custo, Laurent Blanc agora vai ter que apertar os caras mais ainda. Até porque, pra virar alvo de críticas negativas não demora muito. Mas vamos com calma: foi só a primeira rodada, terça-feira tem mais (Bósnia, fora de casa) e um resultado bom em Sarajevo pode reverter o clima ruim facilmente.

O time que começou tinha Llorris; Sagna, Rami, Mexès e Clichy; Mvila, Diaby, Ménez e Malouda; Rémy e Hoarau. Ainda no primeiro tempo, Rémy se machucou e teve de sair, dando lugar a Valbuena. Os 45 minutos iniciais foram fracos de oportunidades de gols para ambos os lados.

Ainda com dificuldades ofensivas, Blanc sacou Ménez para a entrada de Saha aos 25 do segundo tempo. Mas para azar francês, o atacante do Everton foi outro lesionado, obrigando o treinador a colocar Gameiro em seu lugar alguns minutos depois. Lá na frente, Malouda, que teve um gol anulado, e Hoarau perdiam boas chances. Aos 41, o lance fatídico: Clicly perdeu dividida para Vyacheslav Hleb (que não é o Alexander Hleb, que jogou no Barcelona e também estava em campo) no lado esquerdo da defesa da França, o meia foi à linha de fundo, rolou para trás e Sergei Kislyak encheu o pé, no alto, sem chance para Lloris. E ficou nisso…

Com outro fiasco para o currículo, a França soma quatro derrotas consecutivas (duas na Copa 2010, México e África do Sul + uma no amistoso contra a Noruega + hoje), o que não acontecia desde 1937!! São sete partidas seguidas sem vitória, o que não acontecia desde 1966! Sai, uruca… 

A Bósnia vai chegar empolgada para terça, pois venceu Luxemburgo fora de casa, por 3 a 0. No outro jogo do grupo D, a Romênia “conseguiu” empatar com a Albânia em casa, por 1 a 1.

Volto para falar de Bósnia x França na terça de noite, provavelmente na quarta, pois viajo nesse feriado brasileiro, o que é raro porém acontece…

Sub-21
Nas eliminatórias da Euro 2011, os jovens franceses mostraram ótimo poder de recuperação e, após saírem perdendo por 2 a 0, empataram com a Ucrânia em 2 a 2, em Kiev. Bakar e Riviere marcaram os gols dos Bleuets, que agora precisam vencer Malta, na terça-feira, para seguirem com chances de classificação. Foram a campo:  Carrasso; Corchia, Théophile-Catherine, Yanga-Mbiwa e Mangala; Capoue, Gonalons (Marcq), Bakar (Kitambala) e Tabanou; Rivière e Modeste (Biabiany).

Reclamação do banco francês contra a Bielorrússia

Como é que se diz "assim não pode, assim não dá!" em francês??

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 11 de agosto de 2010 Seleção francesa | 18:12

Derrotas

Compartilhe: Twitter

Charles N'Zogbia, uma das novidades francesas, em ação no estádio Ullevaal (AP)

*Não consegui ver o jogo. Quem conseguiu ou tiver mais o que contar, por favor pratique o jornalismo colaborativo nos comentários!*

Laurent Blanc levou a campo os seguintes jogadores em sua estreia: Ruffier; Fanni, Rami, Méxès e Cissokho; Mvila, Sissoko, Nasri e N’Zogbia; Hoarau e Rémy. O primeiro tempo acabou sem gols, com a França tendo dificuldade em superar a marcação norueguesa.

Para a segunda etapa, Lass Diarra, Ben Arfa e Ménez vieram para o jogo, nos lugares de Sissoko, N’Zogbia e Rémy. No seu segundo toque na bola, o meia do Olympique de Marselha acertou um chute de 25 metros sem defesa para o goleiro adversário Knudsen, abrindo o placar em Oslo. Bem, Arfa! Vendo o gol mais tarde, na TV, podemos dizer que foi um forte arremate de canhota, no canto.

Mas não teve nada de tranquilidade para os Bleus, porque dois minutos depois os donos da casa empataram, com Huseklepp – em chute cruzado que, vendo pela TV, dava impressão de que Ruffier poderia ter desviado se tivesse ido para a bola com mais firmeza…

Aos 16 minutos, Benzema substituiu Hoarau. Porém, o gol de empate motivou a Noruega, que alcançou a virada novamente por intermédio de Huseklepp, que recebeu em contra-ataque, após bobeada feia de Diarra, ficou frente a frente com Ruffier e não desperdiçou, fazendo 2 a 1 aos 27. Sem entrosamento, sobretudo na defesa, o time francês não conseguiu o empate e a Era Blanc começou com derrota mesmo. Mas vamos com calma antes de levantar as pedras em sua direção…

O retrospecto francês contra a Noruega agora é menos favorável, apontando quatro vitórias, quatro empates e três derrotas. Mais cedo, a seleção sub 21 também não foi bem em seu compromisso oficial, pelas Eliminatórias para a Eurocopa da categoria: 1 a 0 para a Bélgica. Dirigido por Erick Mombaerts, o time teve Carrasso; Yanga-Mbiwa, N’Goyi, Mangala e Tabanou; Gonalons, N’Zonzi, (Martin), N’Gog (camisa 10 e capitão!) e Biabiany (Rivière); Roux e Aït-Fana (Sako).

Karim Ait Fana frança belgica sub 21

Karim Ait Fana, do Montpellier, cai num dia mesmo de quedas... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 10 de agosto de 2010 Ex-jogadores, Seleção francesa | 17:52

Seleção em dose dupla. E Zizou vem aí

Compartilhe: Twitter

Nesta quarta-feira, não teremos apenas a estreia da seleção francesa adulta sob comando de Laurent Blanc, em amistoso contra a Noruega, em Oslo, às 16h15 de Brasília. O time sub-21, chamado de France Espoirs, também vai a campo: pelas Eliminatórias da Eurocopa da categoria, pega a Bélgica em Vannes, às 13h15 de Brasília, com nomes bem conhecidos, como os lioneses Maxime Gonalons, volante, e Lamine Gassama, zagueiro.

frança nasri mexes

Nasri e Méxès no estádio Ullevaal, palco do amistoso (AFP)

Blanc não confirmou o time titular em Oslo, tendo testado duas formações no primeiro treino: 4-4-2 (com M’Vila e Hoarau) e 4-2-3-1 (com Cabaye e Nasri). E tudo indica que Philippe Méxès será o capitão, já que o zagueiro da Roma o acompanhou na coletiva de imprensa pré-jogo.

Jornalista que está cobrindo a França, Tom Williams disse que o time que encerrou o treino final tinha Ruffier; Fanni, Méxès, Rami e Cissokho; M’Vila, Sissoko, Nasri e N’Zogbia; Hoarau e Remy. Eu prefereria uma escalação inicial com a mesma defesa, mas tendo Lass, Ben Arfa, Ménez e Benzema. Que tal?

Reforço extra-campo
A partir de setembro, quando se iniciam as Eliminatórias para a Eurocopa 2012, Blanc terá um reforço de peso no trabalho com os novos Bleus: Zinedine Zidane estará presente na concentração, ao lado dos jogadores, para tentar transmitir aos atletas o espírito vencedor que demonstrou quando jogava. Fabien Barthez, outro da geração vencedora 1998-2000-2006, já auxilia os goleiros da seleção nesse pós-Copa 2010.

Essa vinda de Zidane é uma jogada hábil do treinador, trazendo um crítico da seleção (contundente nos últimos meses) para dentro dela, a fim de ajudá-la – claro que o fato deles serem amigos e terem sido colegas de seleção por vários anos também pesa. O primeiro compromisso francês no torneio qualificatório será no dia 3 de setembro, contra a Bielorrússia, no Stade de France. Que essa nova empreitada seja mais uma jogada de sucesso de Zizou!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

domingo, 11 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão | 22:26

Resultados da 32ª rodada

Compartilhe: Twitter

Olympique de Marselha 4 x 1 Nice (Koné, Mbia, Valbuena e Diawara; Faé)
Nancy 0 x 1 Auxerre (Niculae) 
Lyon 1 x 1 Lille (Cris; Frau) – Gonalons-LYO e Costa-LIL foram expulsos; 37 mil pessoas no Gerland
Le Mans 2 x 2 Montpellier (Lamah 2; Aït-Fana e Camara de pênalti) –  Jeunechamp-MON foi expulso
Paris Saint-Germain 3 x 1 Bordeaux (Armand, Erding e Hoarau; Sané) – Ramé-BOR foi expulso; mais de 42 mil pessoas no Parc des Princes
Lorient 1 x 1 Rennes (Sigamary Diarra; Danzé) 
Monaco 2 x 1 Valenciennes (Nenê e Maazou; Bisevac) 
Toulouse 4 x 0 Grenoble (Machado, Tabanou 2 e Gignac) 
Sochaux 0 x 2 Saint-Etienne (Perrin e Bergessio) 
Lens 3 x 0 Boulogne (Maoulida 3) – mais de 34 mil pessoas no Félix-Bollaert

Agora, faltam somente 6 rodadas para o final do Campeonato Francês 2009/2010!

>> Tabela de classificação: Olympique de Marselha lidera (62 pontos em 31 jogos), seguido pelo Auxerre (60 pontos em 32 jogos), à frente de Lyon (58 pontos em 32 jogos) e Montpellier (58 pontos em 32 jogos). Clique AQUI

>> Artilharia: Niang (Olympique) tem 15 gols; Nenê (Monaco) soma 14; Gyan (Rennes), Erding (PSG), Lisandro (Lyon) e Gameiro (Lorient), 13. Clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última