Publicidade

Posts com a Tag Gameiro

quinta-feira, 17 de março de 2011 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 13:07

Evra e Ribéry, bem-vindos de volta

Compartilhe: Twitter

Creio que Laurent Blanc acerta ao trazer os experientes jogadores novamente para a seleção francesa, mesmo contrariando ministros, presidentes ou qualquer autoridade que seja. Eles já cumpriram a punição que foi dada aos rebeldes da Copa 2010, ficaram um tempo ausentes e, como Raymond Domenech e sua comissão representam um passado que convém esquecer, vamos priorizar o futuro e a necessidade de chegar com um time forte para brigar pelo título europeu em 2012, d’accord?

Aliás, sem poder contar com o rodado Abidal na lateral-esquerda, por conta de tratamento de doença, vem muito a calhar para Blanc o retorno de Evra. E quanto a Ribéry, ele não está machucado (que bênção!), voltou a jogar com qualidade e parece ser o nome ideal para chamar a responsabilidade do meio para a frente, diante dos tímidos Malouda e Benzema, do candidato-a-protagonista-que-continua-figurante Gourcuff e do ainda novato Nasri.

Os convocados para defender a França contra Luxemburgo pelas Eliminatórias da Eurocopa, em 25 de março, e contra Croácia em amistoso no dia 29, são:

Goleiros: Lloris (Lyon), Mandanda (Olympique de Marselha), Carrasso (Bordeaux)

Defensores: Rami (Lille), Mexès (Roma-ITA), Sagna (Arsenal-ING), Sakho (PSG), Clichy (Arsenal-ING), Evra (Machester United-ING), Koscielny (Arsenal-ING), Reveillére (Lyon)

Meias: M’Vila (Rennes), Alou Diarra (Bordeaux), Malouda (Chelsea-ING), Gourcuff (Lyon), Nasri (Arsenal-ING), Diaby (Arsenal-ING), Menez (Roma-ITA), Ribéry (Bayern de Munique-ALE)

Atacantes: Benzema (Real Madrid-ESP), Hoarau (PSG), Gameiro (Lorient), Rémy (Olympique de Marselha)

Concorda comigo? Não? Opine!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de março de 2011 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo, Torneios europeus | 23:44

O que o Olympique consegue em Manchester?

Compartilhe: Twitter

Precisa da vitória ou de um empate com gols para continuar na Liga dos Campeões da Europa nesta terça-feira, 16h45. O que pode ajudá-lo é a também necessidade do United de buscar a vitória, o que pode virar pressão com o passar do tempo. Tido como zebra por alguns (eu diria apenas menos cotado/favorito), o Marselha vai precisar de torcida em Old Trafford. Então vamos torcer – na quarta é a vez do Lyon, contra o Real, em Madri.

Assim como torcerei para Franck Ribéry no outro jogão da Champions do dia, Bayern de Munique x Inter de Milão, repeteco da final de 2009/2010. No fim de semana, o meia-atacante francês foi muito bem na goleada bávara contra o Hamburgo, por 6 a 0, pelo Campeonato Alemão.

mandanda_ap

Se Steve Mandanda segurar as pontas lá atrás, as chances marselhesas crescem (AP)

Ligue 1, 27ª rodada
Como não tive tempo para falar tudo que gostaria, vai um registro curto mesmo: rodada boa para o Lille, heim? Embora Olympique e Lyon tenham mantido a diferença, o Rennes tropeçou e ficou para trás, assim como o PSG.

Moussa Sow marcou mais um, selando a artilharia, com 18 gols. Kevin Gameiro (Lorient) o persegue de mais perto, com 16. Nenê (PSG) perdeu terreno nessa disputa, ficando com 13, agora com a companhia de Younes El-Arabi (Caen).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Francês da 1ª divisão | 00:10

Resultados da 27ª rodada

Compartilhe: Twitter

Lille 2 x 1 Valenciennes (Sow e Hazard; Pujol)
Rennes 0 x 2 Olympique de Marselha (Remy e Lucho González)
Sochaux 0 x 2 Lyon (Lisandro López e Pjanic)
Paris-SG 2 x 2 Montpellier (Yangambiwa contra e Hoarau; Giroud 2)
Bordeaux 0 x 1 Monaco (Adriano)
Arles-Avignon 3 x 3 Lorient (Meriem, Kermorgant e Cabella; Amalfitano, Sigamary Diarra e Gameiro)
Saint-Etienne 2 x 0 Brest (Sako e Payet)
Lens 0 x 1 Toulouse (Santander)
Nancy 2 x 0 Caen (N’Guemo e Bakaye Traore)
Nice 1 x 0 Auxerre (Mouloungui)

* Classificação: Lille lidera com 52 pontos, seguido por Rennes, com 49, Lyon e Olympique de Marselha, com 48,e PSG, com 45. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 18:18

Lille firme, PSG derrapando. Resultados da 23ª rodada

Compartilhe: Twitter

Le Blog du Foot não poderia se esquecer de uma menção honrosa a Ronaldo, que anunciou hoje seu adeus dos gramados. Foi mesmo um Fenômeno e deu grandes alegrias aos Bleus, inclusive na sua despedida oficial pela seleção brasileira, em 2006, que é mais louvável ainda!

O líder LOSC não perde o prumo. Cumpriu o dever de casa contra o Toulouse e manteve a gordura de 5 pontos para o resto da turma na Ligue 1. Depois de Gervinhô ter aberto o placar, Túlio de Melo veio para o jogo aos 35 minutos do 2º tempo, substituindo Hazard, e completou a vitória aos 49. Nas últimas rodadas, tem sido o brasileiro mais efetivo, deixando Nenê para trás.

Nenê e seu PSG podem pagar caro, lá no fim do Francesão, pelas seguidas derrapadas nas últimas duas rodadas – a derrota para o Rennes somada ao último empate com o Lens geram cinco pontos perdidos. Hoje, o Paris Saint-Germain está a 7 pontos do Lille.

Com o tropeço parisiense, melhor para o Rennes, que também fez a lição de casa ao bater o Nice. Vi parte do primeiro tempo, que foi ganhando em movimentação e chances de gols com o passar do tempo. No início do segundo, saíram os dois gols.

Destaques ainda para as vitórias fora de casa de Marselha (com dois de Gignac – o artilheiro voltou?) e Lyon, este de goleada sobre o Saint-Etienne no dérbi 101 entre os rivais  – detalhes do jogo estão no blog BrasilLyonnais. Já o Bordeaux, caiu diante do Caen. Desanimador…

lille_tulio_reuters2

Como é que é, Nenê, vamos voltar a marcar? Túlio vai ganhando terreno... (Reuters)

Veja os resultados da journée:

Lille 2 x 0 Toulouse (Gervinho e Túlio de Melo)
Paris Saint Germain 0 x 0 Lens – Quase 33 mil pessoas no Parc des Princes
Rennes 2 x 0 Nice (Montaño e Boukari)
Sochaux 1 x 2 O. Marselha (Ideye; Gignac 2)
Saint-Etienne 1 x 4 Lyon (Payet; Gomis, Bayal contra, Michel Bastos e Briand)
Bordeaux 1 x 2 Caen (Modeste; Traoré e Hamouma)
Arles-Avignon 0 x 0 Montpellier
Nancy 3 x 1 Auxerre (Féret, Cuvillier e Hadji; Jelen)
Valenciennes 3 x 0 Brest (Ducourtioux, Bisevac e Pujol)
Monaco 3 x 1 Lorient (Lolo, Mangani e Park; Gameiro)

>> Classificação: Lille lidera com 45 pontos, seguido por Rennes, com 40, e Olympique de Marselha, com 39. Veja tabela completa

Volto mais tarde para falar dos retornos das Ligas dos Campeões e Europa, nesta semana!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 Brasileiros contra a França, Seleção francesa | 19:53

France 1 x 0 Brésil! Mais uma vitória, lance a lance

Compartilhe: Twitter
Toma fôlego, Karim, que a comemoração é pra lá de justificada (AP)

Toma fôlego, Karim, que a comemoração é pra lá de justificada, amigo! (AP)

Tabu mantido há 19 anos! Não foi o mais justo, mas foi bem compreensível.

Na primeira etapa, o Brasil foi claramente melhor até a expulsão (besta do ponto de vista do jogador, acertada da parte do juiz) de Hernanes. Antecipou a marcação pro campo francês, criou dificuldades pros Bleus atacarem e rapidamente chegava à grande área adversária. A destacar nos anfitriões, mais a força nos desarmes do que as poucas oportunidades de gol.

(Parêntese: Dizer que Benzema “cavou” a expulsão de Hernanes, como fez Milton Neves, e que o juiz não daria vermelho se quem desse a voadora fosse um francês, como fez Júlio César, é demais heim…)

Com um a mais, os franceses se animaram e foram recompensados com um gol logo no alvorecer da etapa complementar, em ótima jogada de Ménez e oportunismo de “Benzebut” (by Filipe Papini). A confiança mudou de lado, com o time europeu conseguindo criar novas chances e controlando o jogo, dando poucas chances pro Brasil atacar. A partida então permaneceu morna na maior parte do tempo, mesmo com as alterações efetuadas, com uma ou outra oportunidade mais aguda pra ambos os lados.

No fim das contas, a França fez mais faltas, jogou menos bonito e deu sorte por ter tido mais cabeça e eficiência. Que os torcedores, a imprensa e principalmente Laurent Blanc não se iludam…


>> Veja a cronologia dos principais lances no Stade de France:

 
1º tempo

1 min – Daniel Alves arrisca da intermediária. A bola pinga na frente de Lloris, que tem dificuldade para defender em dois tempos
2 min – Robinho leva carrinho de Rami perto do bico da grande área. Hernanes levantou na área e o Brasil ganhou escanteio. O Brasil começa apertando a marcação e roubando a bola no campo adversário
5 min – A França consegue tocar bola no campo de ataque, mas Malouda chuta fraco e torto da intermediária
8 min – Lindo passe de Gourcuff para Benzema, colocando o atacante em ótimas condições para finalizar na entrada da área. O chute cruzado passa perto da trave de Júlio César

Ao menos nisso o Brasil nunca perde... (Mowa Press)

Ao menos nisso o Brasil nunca perde... (Mowa Press)

12 min – Elias rouba bola de Malouda, serve Pato e o atacante chuta colocado com perigo, um pouco acima do travessão
15 min – Malouda arranca bem, mas tromba com André Santos e perde a bola. O francês se machuca após o lance, aparentemente sentindo o rosto, porém volta pro jogo
17 min – Pato dribla Rami em contra-ataque brasileiro e sofre falta na altura da intermediária. Na cobrança de falta, a barreira desvia para escanteio a batida de Dani Alves
19 min – O Brasil tem mais posse de bola e cria mais jogadas ofensivas a partir de rápidos toques
22 min – Dani Alves dribla Alou Diarra, por baixo das pernas, e é obstruído pelo capitão gaulês
24 min – 63% de tempo de bola pros visitantes, que parecem em casa nesse quesito. Mesmo assim, a torcida faz festa com a “ola” e constantes manifestações
27 min – A defesa francesa tem muita dificuldade para levar a bola adiante, em função da adiantada marcação sul-americana. Se o ataque brasileiro tivesse mais capricho, já poderia ter aberto o placar
29 min – Bola na área brasileira, desvio de cabeça passa por cima do gol de Julio Cesar, com perigo
32 min – Sagna chega duro sobre André Santos, que fica caído, e leva advertência verbal
34 min – Belo lançamento de Alves para Pato, que não contava com a falha de Rami no cabeceio e deixou sair
35 min – Nova roubada brasileira, Robinho tem condições de ajeitar e disparar na meia-lua da área. O tiro sai rente ao travessão de Lloris
36 min – Gourcuff cobra falta na área muito fechada no primeiro pau, direto para as mãos do arqueiro brasileiro
38 min – Chutão na defesa brasileira encontra Pato na lateral, mas o contra-ataque é desarmado por ótima intervenção “carrinhística” de Mexès
*39 min – Benzema recebe de costas pro gol, na intermediária, chapela Lucas, tenta chapelar Hernanes de joelho e leva um chute de sola na lateral do peito. Vermelho pro brasileiro da Lazio, inconsequente num lance totalmente sem perigo!
42 min – Menez arranca em direção à linha de fundo e bate cruzado com perigo na direção da área. Julio Cesar faz ponte para espalmar
43 min – A França sente o bom momento e se empolga, mas para sorte brasileira a primeira etapa está acabando
46 min – Wolfgang Stark aponta o centro de campo, diz o galvânico

2º tempo

0 min – Times voltam sem substituições
2 min – Benzema recebe cruzamento de Malouda, sozinho, mata no peito e bate forte. A bola explode no peito/mão de David Luiz e o Brasil se safa
6 min – David rouba bola, avança no campo de ataque e serve Pato. O atacante tenta passar “por cima” do zagueiro francês e a bola sobra para Lloris
**9 min – Ménez arranca belo lado direito do ataque, passa por Robinho e André Santos, vai à linha de fundo e cruza rasteira. A bola passar por Julio e acha Benzema perto do segundo pau. O camisa 10 só empurra pras redes e corre pro abraço, 1 a 0!
10 min – Outra jogada pela direita do ataque gaulês, Sagna cruza, Gourcuff disputa com brasileiro no alto, ela cai na cabeça de Benzema. A testada iria pro gol não fosse a excelente espalmada de Julio Cesar
12 min – Ménez sente o momento favorável, dribla bonito e sofre falta perto do bico da área
13 min – O Brasil troca: Jadson substitui Renato Augusto, desaparecido no 2º tempo
15 min – Benzema chuta cruzado, dentro da área, pelo chão, e Julio Cesar rebate com a perna
15 min – A França troca: sai M’vila, vem Diaby
17 min – Escanteio pro Brasil, David Luiz ganha por cima mas cabeceia muito longe do gol
19 min – Mexès breca contra-ataque com falta em Pato. Robinho reclama demais pedindo amarelo pro francês que ele mesmo é advertido com o cartão
21 min – Ménez erra lance e, na saída brasileira, chega forte em carrinho pra cima de David. Amarelo pro romanista
23 min – Blanc mexe de novo: Menez, recém-amarelado, deixa o jogo para a entrada de Rémy
24 min – Mano idem: Sandro vem, Robinho vai
25 min – Inversão na posse de bola: França 51%, Brasil 49%
28 min – Benzema parte em velocidade pela esquerda, chega à entrada da área e tenta cruzar no segundo pau. A bola faz curva na direção do gol e quase trai Julio Cesar
31 min – A França segura a bola no campo de defesa até irritar a torcida
32 min – Em ultrapassagem pela esquerda, André Santos chega chutando cruzado rasteiro. Pra sorte de Lloris, Pato não consegue acompanhar o lance
36 min – Brasil toca a bola na defesa sem conseguir chegar a ataque
38 min – Após desarmar perigoso ataque brasileiro pelo meio, a França chega com Benzema, que faz boa jogada pela esquerda mas escorrega na hora de cruzar e manda longe
39 min – Hulk substitui Pato no Brasil
40 min – Cabaye e Gameiro substituem Gourcuff e o ovacionado Benzema no Stade de France
43 min – André, o novo Girondino de Bordeaux, está em campo. Elias, não mais
44 min – Hulk recebe pelo passe na área de Jadson, mas dominou errado e a bola ficou mais para Lloris, que abafou na dividida
47 min – Rémy puxa contra-ataque, entra na área e chuta cruzado. Com Gameiro longe, Julio Cesar só acompanha a bola sair
48 min – Acabooou!

Karembeu, o pé-quente Zidane e uma senhora distinta

Karembeu, o pé-quente Zidane e uma senhora distinta

FICHA TÉCNICA – FRANÇA 1 x 0 BRASIL

Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha)
Assistentes: Jan Hendrik Salver e Detlef Scheppe (ambos da Alemanha)
Cartões amarelos: Ménez (França) e Robinho (Brasil)
Cartão vermelho: Hernanes (Brasil)

Gol: Benzema, aos 9 minutos do 2º tempo, para a França

FRANÇA: Hugo Lloris; Bacay Sagna, Philippe Mexès, Adil Rami e Eric Abidal; Alou Diarra, Yann M’vila (Abou Diaby), Yoann Gourcuff (Yohan Cabaye), Florent Malouda e Jérémy Ménez (Loïc Rémy); Karim Benzema (Kevin Gameiro). Técnico: Laurent Blanc

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Elias (André), Hernanes e Renato Augusto (Jadson); Robinho (Sandro) e Alexandre Pato (Hulk). Técnico: Mano Menezes

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 Francês da 1ª divisão | 17:27

Lille se desgarra mais um pouco. Confira os placares

Compartilhe: Twitter

Nesta 22ª rodada, o Lille perdeu, a poucos minutos do fim, uma vitória quase certa contra o Auxerre. Mas o empate foi suficiente para abrir de quatro para cinco pontos sua distância para o vice-líder do Campeonato Francês, graças à derrota do PSG para o Rennes. A gordura lilleana já permite que uma derrota aqui ou ali não atrapalhe o posto de maior candidato ao título, o que num longo torneio por pontos corridos é bastante útil.

hoarau_mvila_afp

Hoarau e M'vila tentam cabeceio em PSG x Rennes. Ambos foram convocados por Laurent Blanc (AFP)

Fora de casa, o LOSC saiu na frente do AJA logo nos primeiros minutos, com Moussa Sow, artilheiro da Ligue 1 agora com 16 gols, três à frente do brasileiro Nenê. Porém, aos 41 do 2º, alívio no L’Abbé-Deschamps com o empate do Auxerre, por meio do primeiro gol do polonês Dudka na competição.

No jogo de seis pontos da rodada, entre os principais perseguidores do Lille, melhor para o Rennes, que com a vitória magra contra o Paris Saint-Germain alcançou o mesmo número de pontos do adversário da capital. Já o clássico da journée decepcionou do ponto de vista de bolas na rede. Com brasileiros e tudo, Lyon e Bordeaux não saíram do zero e perderam posições na tabela de classificação (o OL perdeu duas). André debutou no lado girondino, mas bem brevemente: substituiu Modeste aos 42 minutos do 2º segundo tempo, num jogo em que até os cartões amarelos, tão comuns nessas disputas tradicionais, tardaram a vir (o primeiro foi dado com 70 minutos).

Deixaram o Lyonnais para trás o Marselha, que fez o básico contra o lanterna em casa, e o Saint-Etienne, que obteve motivador triunfo contra o Montpellier, rival direto na tabela – estaria o ASSE revivendo a boa campanha do princípio de campeonato? Por fim, vale destacar o apurado faro de gol do selecionável Kevin Gameiro. Frente a frente com Youssef El-Arabi, do Caen, ele se saiu melhor, deixou o seu e se igualou ao francês naturalizado marroquino na tábua de goleadores, também com 11 gols.

 diarra_gourcuff_afp

Alou Diarra, ex-Lyon, na marcação de Gourcuff, ex-Bordeaux, no clássico. Agora, eles pensam em França x Brasil

Os resultados do fim de semana:

O. Marseille 1 x 0 Arles-Avignon (Gignac)
Montpellier 1 x 2 Saint-Etienne (Jonas Martin; Rivière 2)
Nice 1 x 0 Sochaux (Pejcinovic) – Anin-SOC foi expulso 
Brest 2 x 1 Nancy (Ayité e Grougi; Apanga contra)
Caen 0 x 2 Lorient (Amalfitano e Gameiro)
Lens 1 x 1 Valenciennes (Jemaa; Dossevi) – Mais de 32 mil pessoas no Felix-Bollaert 
Rennes 1 x 0 Paris Saint-Germain (Brahimi)
Auxerre 1 x 1 Lille (Dudka; Sow)
Toulouse 2 x 0 Monaco (Sissoko 2)
Lyon 0 x 0 Bordeaux – Quase 36 mil pessoas no Gerland


>> Classificação
: Lille lidera com 42 pontos, seguido por PSG e Rennes, com 37, e Olympique de Marselha, com 36. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011 Seleção francesa | 11:41

France vs Brésil: Les sélectionnés

Compartilhe: Twitter

A maior novidade é o novato zagueiro Koscielny, que vem atuando bem no Arsenal, tradicional celeiro de selecionáveis Bleus – forneceu mais jogadores que qualquer clube francês, acredita? Evra não voltou como se especulava, ao contrário de Menez, outro que faz por merecer na Roma. Diaby e Matuidi também retornam, mas nada de Gignac, Gomis, Payet, testados anteriormente, e Martin, do Sochaux, cotado depois de recentes bons jogos – não sinto falta de nenhum deles no momento…

Laurent Blanc não pôde chamar Nasri, Valbuena, Kaboul e Ribéry, lesionados (se não estivessem, os dois primeiros certamente estariam na relação). Samir sim deve fazer falta, assim como Franck, por sua experiência.

Voilá la liste:

Goleiros – Hugo Lloris (Lyon), Stève Mandanda (Olympique de Marselha) e Cédric Carrasso (Bordeaux)

Laterais direitos – Bacary Sagna (Arsenal-ING) e Anthony Reveillère (Lyon)

Zagueiros – Philippe Mexès (Roma-ITA), Adil Rami (Valencia-ESP), Mamadou Sakho (PSG) e Laurent Koscielny (Arsenal-ING)

Laterais esquerdos – Eric Abidal (Barcelona-ESP) e Gaël Clichy (Arsenal-ING)

Meio-campistas – Alou Diarra (Bordeaux), Abou Diaby (Arsenal-ING), Yann M’Vila (Rennes), Yohan Cabaye (Lille), Yoann Gourcuff (Lyon), Florent Malouda (Chelsea-ING) e Blaise Matuidi (Saint Etienne)

Atacantes – Karim Benzema (Real Madrid-ESP), Jérémy Menez (Roma-ITA), Guillaume Hoarau (PSG), Loïc Rémy (Olympique de Marselha) e Kevin Gameiro (Lorient)

Não haverá ingressos à venda nas bilheterias do Stade de France no dia 9. Tudo bem, eu nem queria mesmo…

Para rever a convocação brasileira, faça clique aqui.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 Copas francesas | 22:12

Jogão e zebra, razões da Copa da França

Compartilhe: Twitter

Longa vida para as Copas da França, do Brasil, da Alemanha etc etc! Porque são torneios que propiciam zebras – já que os pequenos entram com a vida e os grandes costumam estar cansados – e jogos pra lá de emocionantes, em função da necessidade de “matar”, senão você “morre”. A francesa é mais legal ainda porque os confrontos são em partidas únicas, então não tem essa de se poupar em campo e jogar pelo empate.

Um exemplo cabal disso que falei pôde ser visto hoje, nas oitavas de finais, em Rennes 3 x 4 Reims. Que jogaço, amigo, meio maluco e totalmente imprevisível! O duelo RR passou no site do Esporte Interativo ao vivo, muito melhor do que as instáveis páginas de transmissões piratas… As maiores emoções do primeiro tempo viriam nos minutos finais. Boukari abriu o placar para o Stade Rennais com um chute forte, rasteiro, de perna direita. Mas logo em seguida, Romain Amalfitano (não confundir com o meia Morgan Amalfitano, do Lorient) deixou tudo igual para o Stade de Reims após jogada rápida e bem tramada, tocando na saída do goleiro.

No segundo tempo, os visitantes não se fizeram de rogados no Stade de la Route de Lorient e viraram o jogo, quando Toudic mostrou talento dentro da área, ganhando da zaga e do goleiro Johann Carrasso (não confundir com seu irmão, o também arqueiro Cedric Carrasso, do Bordeaux…). A chance do empate sorriu bonito para o Rennes nos pés do colombiano Montaño, mas ele desperdiçou ótima chance de frente para o crime.

Aí a bola puniu, como diria o sábio! Complementando cruzamento vindo da direita, um lindo e implacável voleio de Courtet foi parar nas redes. Porém, a sorte voltou a sorrir e recolocou o Rennes no jogo quando o experiente Leroy desviou chute cruzado, matou o goleiro e fez 2 a 3. E não é que os anfitriões conseguiriam o empate? Novamente o grisalho Leroy, vindo do banco, apareceu na cara do gol e tocou com categoria, por cima do goleiro togolês Agassa.

Nitidamente melhor, o Rennes sufocou nos minutos finais do 2º tempo, embora tenha visto o rival acertar o travessão aos 44! Com emoção de sobra, o público acompanhou de pé os instantes finais do tempo regulamentar, sem saber se rolaria prorrogação. Até que… pênalti pro Rennes aos 46! Brahimi, outro que entrou bem, sofreu e foi para a cobrança. Só não contava com a estrela de Agassa, que defendeu o chute!!

Mal começa o tempo extra e nova oportunidade de ouro pro time da casa: pênalti. Leroy partiu para seu terceiro gol, certo? Errado! Agassar provocou, dizendo “joga lá que eu pego” e pegou!! Ex-tra-or-di-nai-re. Não seria por menos: num lance de sorte minutos depois, um chute totalmente torto do Reims caiu nos pés de Thonnel, que finalizou no cantinho e fez 4 a 3! Claro que não acabaria por aí. O Rennes acertou a trave com Brahimi, de novo, teve um gol anulado aos 13 do 2º tempo mas não teve jeito: era pra dar zebra. Será um renascimento para o outrora gigante Stade de Reims, seis vezes campeão nacional entre 1949 e 1962?

Kossi Agassa, que defendeu Togo na Copa 2006, deixou os atacantes do Rennes menores hoje (AFP)

Kossi Agassa, que defendeu Togo na Copa 2006, deixou os atacantes do Rennes menores hoje (AFP)

Os resultados e próximos jogos das oitavas de finais da Coupe:

Hoje, 01/02
Rennes 3 x 4 Reims (L2)
Lorient 3 x 0 Metz (L2) – Kevin Gameiro, o nome do gol, fez 2
Angers (L2) 2 x 0 Strasbourg (Nat)

Amanhã, 02/02
11h15 – Chambéry (CFA2) x Sochaux
14h – Martigues (CFA) x Paris Saint-Germain – Esporte Interativo passará ao vivo a partir das 13h45
15h – Nancy x Le Mans (L2)
17h – Drancy (CFA) x Nice
17h45 – Lille x Nantes (L2)

*Abreviações: (L2 = Ligue 2) (National = 3ª divisão) (CFA1 = 4ª divisão) (CFA2 = 5ª divisão) 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 Francês da 1ª divisão | 19:46

Túlio assegura vitória do tranquilo Lille. Veja os resultados

Compartilhe: Twitter

Amanhã volto para falar de mercado. Peço desculpa pelas demoras recentes e menores postagens, pois estou em reta final no meu mestrado e não tenho tido tempo para me dedicar (como gostaria) ao blog fora do iG.

Mais uma rodada do Campeonato Francês deixada para trás e o Lille continua sossegado na ponta. Venceu o Lens em casa pela contagem mínima e manteve quatro confortáveis pontos de vantagem para o PSG, que ganhou longe de casa do lanterníssima Arles Avignon. E pôde comemorar as derrotas de Rennes e Lyon, bem como o empate do Olympique de Marselha, todos mais distantes do líder da Ligue 1.

Reserva na partida do LOSC, Túlio de Melo venceu o duelo brasileiro contra Eduardo Santos, titular pelo RCL. Entrou no segundo tempo e decidiu. Outro brasuca a marcar na rodada foi Michel Bastos, mas o OL não conseguiu somar pontos em Valenciennes. Quatro jogadores conseguiram marcar dois gols cada, em fim de semana com 25 gols em 10 jogos, com destaque numérico para os 5 a 1 do Sochaux, outrora 11º, sobre o Rennes, outrora 3º.

lille_lens_melo_beria_debuchy_reuters

Melo é festejado por Beria e Debuchy na comemoração do Lille: tá pintando o campeão? (Reuters)

Os placares da 21ª journée:

Lille 1 x 0 Lens (Túlio de Melo
Arles-Avignon 1 x 2 Paris Saint-Germain (N’Diaye; Erding 2)
Sochaux 5 x 1 Rennes (Maiga 2, Martin, Ideye e Boudebouz; Boukari)
Valenciennes 2 x 1 Lyon (Bisevac de pênalti e Pujol; Michel Bastos
Monaco 0 x 0 Olympique de Marselha
Saint-Etienne 2 x 1 Toulouse (Sako 2; Tabanou)
Lorient 2 x 0 Brest (Gameiro 2
Caen 2 x 0 Auxerre (Nivet e Kandia Traoré)
Nancy 1 x 2 Montpellier (Hadji; Camara e Bocaly) 
Bordeaux 2 x 0 Nice (Sané e Modeste) 

 >> Classificação: Lille lidera com 41 pontos, seguido por PSG, com 37, Lyon e Rennes, com 34. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011 Extracampo | 18:22

Resumo do mercado de inverno 1

Compartilhe: Twitter

Desculpe a quem esperava mais frequentes atualizações sobre a boataria do mercado da bola francês, mas não dou conta de sair escrevendo instantaneamente assim que as especulações pipocam aqui e acolá. Se houverem novos acúmulos, coloco aqui o resumão 2, depois o 3 e etecétera até o fechamento da janela europeia de transferências, no dia 31 de janeiro

– É justo que comecemos pelo melhor francês do ano passado. Dizem que Samir Nasri foi sondado pelo Barcelona, talvez disposto a um plano B no Arsenal diante da dificuldade de repatriar Cesc Fabregas. Mas o time inglês parece disposto a prolongar o vínculo do meia, que atualmente vai até 2012, não querendo ver se repetir o que houve com outro francês, Mathieu Flamini. Tempos atrás, o Arsenal deixou Flamini muito tempo pensando no que queria e o meia acabou saindo em 2008, no fim de seu contrato, de graça para o Milan. E outra: os Gunners não devem abrir mão de um dos melhores jogadores europeus da atualidade, certo?

– Mais um selecionável de hoje em dia em pauta. É o zagueiro Adil Rami, que, seduzido pela chance de disputar “o melhor campeonato do mundo”, em suas palavras, deixou o Lille, com quem tinha contrato até 2012, e assinou até 2015 com o Valencia, para “subir um patamar” na carreira. Bonne chance ao beque de 25 anos, formado nas fileiras do LOSC.

– 2015 também é o prazo do contrato firmado entre Hatem Ben Arfa e Newcastle. Emprestado pelo Olympique de Marselha ao time inglês, o meia agora se desvinculou da equipe francesa de vez. Embora eu preferisse o retorno dele à França, a notícia me deixa feliz pela aposta permanente do Newcastle em um atleta que mal começou a jogar (apenas quatro jogos da Premier League) e já foi para o estaleiro em função de uma dupla fratura na perna (tíbia e perônio). Que se recupere bem e rapidamente volte aos gramados – a estimativa de retorno é para fevereiro.

– O Newcastle, aliás, surge como interessado nos préstimos goleadores de Djibril Cissé, artilheiro do Campeonato Grego pelo Panathinaikos já não é de hoje. Experiência e faro de gol não parecem faltar para o temperamental atacante de 29 anos. Dará negócio? O também inglês Aston Villa é outro na parada por Djibra.

Villa que está muito perto de fechar com o camaronês Jean II Makoun. Tudo estaria certo entre o Aston e o Lyon, faltando apenas acertos de termos de contrato entre ingleses e o volante de 27 anos, que está em Gerland desde 2008/2009. O técnico lionês Claude Puel, entretanto, disse que torce para o jogador permanecer e, se o OL continuar nos planos de Makoun, Makoun segue nos planos do OL. 

– O Nice trouxe de volta o atacante David Bellion, por empréstimo, do Bordeaux. O jogador de 28 anos foi campeão francês e da Copa da Liga Francesa pelos Girondinos em 2008/2009. Por sua vez, o Bordeaux fez oferta por Kevin Gameiro para não ficar desfalcado no setor. Parece que o Lorient topou negócio, mas o atacante está balançado por uma oferta anterior do Valencia. Se ele deixar a França, será uma pena.

– Falando em Bordeaux, o capitão da equipe e da seleção, Alou Diarra, estaria na mira silenciosa do Paris Saint-Germain, segundo a France Football. O contrato do volante de 29 anos com os Girondinos vai até 2013, mas é bom ficar de olho.

– Outro selecionável pode trocar de time, mas não de país. Na Itália desde 2004, Philippe Méxès pode mudar de ares e de cidade, de Roma para Milão, indo parar no rossonero Milan ao lado do brasileiro Thiago Silva numa defesa fragilizada e que tende a piorar quando não puder mais contar com Alessandro Nesta, à beira da aposentadoria.

>>> Dá pra acompanhar os negócios concretizados nos 20 times da Ligue 1, a elite francesa, no site do L’Equipe.

Mercado anda fraco, heim? Esqueci alguém importante? Vamos acrescentando novas informações nos comentários deste post até surgir o próximo resumo.

Amanhã, sexta, coloco a programação da primeira rodada do Francesão em 2011, agora no final de semana

Neve na França

Neve perto de Lille. Se depender do LOSC, segue tudo congelado no próximo semestre na França... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. Última