Publicidade

Posts com a Tag Fernandez

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 Francês da 1ª divisão | 11:30

Evian destrona PSG na 16ª rodada e o que vai rolar na 17ª da Ligue 1

Compartilhe: Twitter
Dessa vez não deu, Narigudo! (Photo: Reuters)

Dessa vez não deu, Narigudo! (Photo: Reuters)

Mais coladas ainda a 16a e 17a, do que foram a 15a e a 16a. A primeira acabou ontem de noite, quinta, com OL x TFC, e a segunda já começa hoje de tarde, grudadinha, com OM X NFC.

*16ª journée – resultados*

Evian TG 2 x 0 Paris Saint-Germain
FIM DA LONGA INVENCIBILIDADE do líder do campeonato, contra um time de modestíssima campanha! Curiosamente, o mesmo cenário e desfecho visto na última Copa da França, quando o lado mais fraco eliminou o mais forte, naquela vez nas penalidades máximas.

Lille 1 x 0 Marseille
MAIS UMA VEZ O GOLEIRÃO ENYEAMA fechou com pregos o gol do LOSC, e o vice ganhou do quarto colocado, num confronto direto. O arqueiro nigeriano superou a invencibilidade do colega italiano Sirigu, do PSG, na temporada passada, e se aproxima do recorde histórico na liga.

Nice 0 x 3 Monaco
Rodríguez, Rivière e Ocampos marcaram para o bicolor do Principado

Nantes 2 x 1 Valenciennes

Rennes 3 x 1 St Etienne

Guingamp 0 x 1 Bordeaux

Ajaccio 1 x 1 Bastia

Sochaux 0 x 2 Reims

Lyon 1 x 1 Toulouse

Montpellier 0 x 2 Lorient
Sete jogos seguidos sem vitórias custaram o emprego do técnico do MHSC, Jean Fernandez, ex-Auxerre e uma pá de clubes anteriores.

O atacante camaronês Vincent Aboubakar fez o segundo gol, foi a 9 no campeonato e já o terceiro na artilharia geral, ao lado da estrela Radamel Falcao, do Monaco, e logo atrás dos também estrelados Ibrahimovic (11) e Cavani (10), do Paris.

*17ª – prognósticos do Dr. Pessa*

SEXTA, 6/12
17h30 – O. Marseille x Nantes – Palpite 2 x 0

SÁBADO, 7/12
14h – PSG x Sochaux – Palpite 3 x 0
17h – Lorient x Rennes – Palpite 0 x 1
17h – Reims x Nice – Palpite 2 x 0
17h – Saint-Étienne x Évian – Palpite 1 x 1
17h – Valenciennes x Guingamp – Palpite 0 x 0

DOMINGO, 8/12
11h – Bordeaux x Lille – Palpite 1 x 0
14h – Bastia x Lyon – Palpite 1 x 2
14h – Toulouse x Montpellier – Palpite 2 x 1
18h – Monaco x Ajaccio – Palpite 5 x 1

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 7 de junho de 2012 Seleção francesa | 21:08

Momento retrô: Inspirações francesas para a Eurocopa

Compartilhe: Twitter

Daqui a quatro dias, os Bleus começam a busca pelo tricampeonato europeu. Sabem como foram as conquistas em 1984 e 2000? Eu pouco sabia, até assistir aos filmes oficiais da Uefa dos respectivos torneios, que a SporTV transmitiu e felizmente arquivou em seu site. Ambos têm pouco mais de 50 minutos, em forma de documentários, e é claro que recomendo ao fã do foot!

*1984 – Assista ao filme aqui
Depois de 24 anos, a Euro voltava ao país de seu criador, Henry Delaunay. E aquela edição representaria o momento de glória de uma geração habilidosa, que também foi a duas semifinais de Copas do Mundo, em 1982 e 86. Uma equipe que plantou as sementes (conforme análise do Trivela) de uma nova geração vitoriosa, marcada na história do futebol mundial em 1998 e 2000.

Como seria Zidane anos depois, Michel Platini foi o craque de 1984, ostentando até hoje o recorde de gols em uma única Euro: 9 (o ataque do time fez 14, feito também imbatível até aqui!). Excelente, e se considerarmos que foram só 5 jogos na campanha (eram apenas 8 seleções no campeonato), impressionante! Curiosamente, a artilharia-mor de uma única Copa também cabe a um francês, Just Fontaine, 13 em 1958. Mas não podemos olvidar que Platini compunha um meio-campo memorável, chamado até de mágico na época, ao lado de Jean Tigana, Alain Giresse e Luis Fernandez, espanhol naturalizado francês. Sob o comando de Michel Hidalgo, o time confirmou a expectativa da torcida, atuando em casa (em 2016 o filme se repetirá?), e garantiu o primeiro título de expressão para a França.

Campanha: França 1 x 0 Dinamarca – Paris, Parque dos Príncipes (a casa gaulesa pré-Stade de France)
França 5 x 0 Bélgica – Nantes
França 3 x 2 Iugoslávia – Saint-Etienne
Semifinal – França 3 x 2 Portugal – Marselha
Final – França 2 x 0 Espanha – Paris

**2000 – Assista ao filme aqui
Outra marca histórica da França foi conquistada quando a Euro teve sua primeira sede compartilhada, entre Bélgica e Holanda: nunca uma seleção fora campeã europeia logo após ter sido campeã mundial. Com Zizou em plena forma e a base de 1998, Roger Lemerre liderou um elenco que soube confirmar o favoritismo, embora tenha passado por dificuldades, como uma final “sufocante” contra os italianos. Deschamps se despediu da seleção levantando mais uma taça, o então zagueiro-líbero Blanc voltou a beijar a careca de Barthez após a decisão, e jovens como Henry e Trezeguet contribuíram decisivamente também, ao lado do mais velho Djorkaeff. No filme supracitado, Petit, Vieira e Pirés também depõem.

Campanha – França 3 x 0 Dinamarca
França 2 x 1 Rep. Tcheca
França 2 x 3 Holanda (Bleus com reservas, pois ambas já entraram classificadas)
Quartas – França 2 x 1 Espanha (Raúl desperdiçou pênalti idiotamente cometido por Barthez no final)
Semis – França 2 x 1 Portugal (repetindo 84. Zidane garantiu a vitória, de pênalti, com o gol de ouro na prorrogação)
Final – França 2 x 1 Itália (os italianos fizeram 1 a 0 em Roterdã, já no 2o tempo. Wiltord, Trezeguet e Pirès vieram do banco para suprir o cansaço bleu. O primeiro empatou pertinho do fim, quando a Azzurra preparava a festa, causando o tempo extra. Abalada, a Itália viu o segundo ir à linha de fundo e cruzar para um lindo meio-voleio do terceiro, gol de ouro e bicampeonato francês!)

Karim Benzema, Hatem Ben Arfa e Samir Nasri com o troféu da Eurocopa sub 17 de 2004, após a França ter batido a Espanha por 2 a 1, em 15 de maio daquele ano, em Châteauroux (Photo: Alain de Martignac)

Os títulos relatados acima não são os únicos links da França com um passado vitorioso no contexto europeu. Dentro do atual elenco do atual técnico Blanc, despontam talentos da chamada “Geração 87”, nascidos naquele ano e protagonistas do título expresso na fotografia acima. Além da tríade ilustrada, Menez e Matuidi também estavam lá e reaparecem aqui.

Essa geração está pronta para o renascimento na Polônia e na Ucrânia?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de maio de 2011 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 23:32

Nenê, Hazard, Gameiro ou Sow?

Compartilhe: Twitter

Temporada acabando e as tradicionais premiações apontam os nomes que se destacaram e concorrem às honrarias. A UNFP (União Nacional dos Futebolistas Profissionais), que chega à 20ª edição dos seus prêmios, revelou os indicados em suas sete categorias. As distinções serão entregues no dia 22, domingo, por volta das 16h de Brasília, à Paris, como dizem os franceses.

Para suceder Lisandro López no rol de ganhadores do prêmio principal, de melhor jogador do ano, concorrem o brasileiro Nenê, o belga Hazard, o senegalês Sow e o francês Hazard. Abaixo coloco alguns números para a gente poder opinar sobre quem leva a melhor, além dos meus pitacos.

Entre os melhores goleiros, concorrem Landreau, Lloris, Mandanda e Ruffier. Quanto aos técnicos, o nome que sucederá Jean Fernandez (Auxerre) será ou Deschamps, ou Garcia, ou Gillot ou Gourcuff pai. As mesmas categorias se repetem na segunda divisão, a Ligue 2. E o futebol feminino também é comtemplado, com apenas jogadoras de Lyon e PSG participando. Não, Shirley Cruz não é brasileira, mas costarriquenha.

Hazard à frente de Sow em treino do LOSC. Quem se dará melhor no troféu da UNFP? (Losc.fr)

E os nominados são:

>> Meilleur joueur de Ligue 1 : Kévin Gameiro (Lorient), Eden Hazard (Lille), Nenê (Paris-SG) e Moussa Sow (Lille). Acho que dá Hazard, a maior revelação e o mais habilidoso do provável campeão

– Nenê: 33 jogos, 14 gols (26% do PSG – 6º artilheiro-geral), 6 assistências (12º no geral), 3 cartões amarelos, 0 vermelho
Hazard: 35 jogos, 7 gols (11% do Lille), 9 assistências (6º no geral), 2 cartões amarelos, 0 vermelho
– Gameiro: 33 jogos, 14 gols (46% do Lorient – 2º artilheiro-geral), 3 assistências, 0 cartão amarelo, 0 vermelho
Sow: 33 jogos, 21 gols (34% do Lille – 1º artilheiro-geral), 2 assistências, 0 cartão amarelo, 0 vermelho

> Meilleur gardien de Ligue 1 : Mickaël Landreau (Lille), Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Marseille), Stéphane Ruffier (Monaco). Fico com Landreau, para homenagear o veterano

Meilleur entraîneur de Ligue 1 : Didier Deschamps (Marseille), Rudi Garcia (Lille), Francis Gillot (Sochaux) e Christian Gourcuff (Lorient). Escolho Garcia, porque com um elenco mais fraco do que o de Deschamps ficou quase sempre na frente na tabela

> Meilleur joueur de Ligue 2 : Benjamin Corgnet (Dijon), Rudy Haddad (Châteauroux), Sloan Privat (Clermont-Ferrand) e Sébastian Ribas (Dijon). Ribas lidera a artilharia do torneio, dois gols à frente de Privat (19 a 17). Fico com o “primo” do Diego ex-meia do Santos então…

> Meilleur gardien de Ligue 2 : Benoît Costil (Sedan), Bertrand Laquait (Evian-Thonon), Grégory Malicki (Angers) e Johny Placide (Le Havre). O líder Evian foi um dos que menos perdeu. Então vou de Laquait

Meilleur entraîneur de Ligue 2 : Patrice Carteron (Dijon), Bernard Casoni (Evian), Landry Chauvin (Sedan) e Olivier Pantaloni (AC Ajaccio). Casoni, porque está fazendo história no time criado em 2007

> Meilleure joueuse: Camille Abily (Lyon), Elise Bussaglia (Paris-SG), Shirley Cruz (Lyon) e Lara Dickelmann (Lyon). Abily tem jeitão de “Zinedina”, portanto…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011 Brasileiros na França, Copas francesas | 19:40

Olympique vai decidir a Copa da Liga contra Montpellier

Compartilhe: Twitter
auxerre_marselha_brandão_afp

O camisa 9 corre pra galera, quanta alegria! (AFP)

A dupla de ataque marselhesa fez o que dela se espera e taí: Olympique 2 a 0 no Auxerre, fora de casa, na segunda semifinal da Copa da Liga Francesa. Depois de uma primeira metade de temporada bastante irregular, Evaeverson Brandão e André-Pierre Gignac demonstram estarem voltando aos melhores dias. Tomara! 

O gol que abriu o placar saiu poucos minutos antes do intervalo, quando Gignac passou para Taiwo na linha de fundo, dentro da área, e o lateral-esquerdo nigeriano cruzou no segundo pau. Enquanto a defesa do AJA corria para se reposicionar, Brandão já estava no lugar certo: foi só testar para a frente que a bola encontrou as redes de Riou.

Na primeira etapa, Gignac ainda teve boa oportunidade para marcar, mas isolou quando recebeu de frente para o gol, na grande área. Quercia também apareceu em ótimas condições na frente de Mandanda, mas nada de gol. Voltando do intervalo, o Auxerre precisava jogar melhor para não sair eliminado e xingado pelos torcedores do L’Abbé-Deschamps.

Jean Fernandez colocou Chafni e Jelen na partida, nos lugares de Oliech e Pedretti, mas foi Didier Deschamps quem novamente abriria o sorriso. Aos 23 minutos, Gignac avançou pela intermediária, tabelou com Lucho González e com um belo arremate com a lateral do pé direito mandou praticamente no ângulo de Riou. Que golaço! Ótimo para encerrar o marcador.

Em 23 de abril conheceremos o campeão da Coupe de la Ligue, no Stade de France: Olympique de Marselha, para mim o franco favorito, ou Montpellier.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 15 de setembro de 2010 Torneios europeus | 18:15

Quase tudo errado

Compartilhe: Twitter

Somente os jogadores franceses que atuam em clubes não-franceses tiveram o que comemorar nesta quarta-feira pela Liga dos Campeões da Europa. Os times do país, Olympique de Marselha e Auxerre, saíram derrotados em circunstâncias diferentes. Que o AJA fatalmente perderia para o Milan, era esperado (foi 2 a 0). A decepção ficou por conta do revés em casa do Olympique para o Spartak Moscou (1 a 0). Em compensação, a dupla Florent Malouda-Nicolas Anelka protagonizou um dos gols do sacode que o Chelsea impôs ao Zilina na Eslováquia (4 a 1). Anelka marcou mais um na goleada, provando que, assim como Govou, sabe marcar gol pelo menos no seu clube…

Primeiro vamos de Auxerre, que pude ver pela TV na íntegra, o que é bem raro durante a semana. Jean Fernandez levou a campo Sorin; Hengbart, Coulibaly, Mignot e Grichting; Oliech, Pedretti, Ndinga, Birsa (Le Tallec) e Langil (Chafni); Jelen. O primeiro tempo foi bom para o recuado time francês, que, embora tenha tido bem menos posse de bola, conseguiu duas chances claras de gol, em cabeçada no travessão do becão Coulibaly e em ótimo contra-ataque no qual Langil foi fominha e não passou quando invadiu a área.

Sem aproveitar as poucas chances, deixando o polonês Jelen sozinho na frente e com o esloveno Birsa muito lento, o Auxerre pagou pelo melhor segundo tempo do Milan, especialmente quando Robinho entrou no lugar de Alexandre Pato. Aos 21, Ronaldinho levantou na área com precisão, Boateng escorou de cabeça e Ibrahimovic enganou Sorin, fazendo 1 a 0. Mal incorporou o baque, o AJA levou o segundo três minutos depois, quando novamente Ronnie puxou contra-ataque, serviu Ibra e o sueco bateu de primeira, de lado, no canto do goleiro “auxerrês”.

Fraco no ataque e sem inspirações individuais, o time francês sucumbiu e agora divide a lanterna do grupo G com o Ajax, derrotado pelo Real Madrid pelo mesmo placar, com o qual deve, no máximo, brigar pela terceira posição da chave e a vaga na próxima fase da Liga Europa. O próximo compromisso é contra o Real no Abbé-Deschamps.

Em Marselha, o time de Didier Deschamps foi Mandanda; Azpilicueta, Hilton, Heinze e Taiwo; Edouard Cissé, Cheyrou e Lucho González (Jordan Ayew); Valbuena, Brandão (Gignac) e André Ayew. Não pude ver o jogo do Vélodrome, mas relatos dão conta de que a pressão do Marselha foi forte, especialmente no segundo tempo. E a sorte faltou quando o lateral-direito espanhol Cezar Azpilicueta marcou contra o patrimônio aos 36 minutos e, na tentativa de diminuir o prejuízo, o OM mandou uma bola na trave já nos acréscimos!

Como está na mesma chave de Chelsea e Zilina, o Olympique deve, em tese, brigar pela segunda vaga do grupo com o próprio Spartak, o que o obriga a buscar a vitória quando for jogar em Moscou. O próximo compromisso na Liga é árduo: Chelsea, no Stamford Bridge, em provável reencontro com Didier Drogba.

Mignot disputa bola com o carrasco do Auxerre em Milão, Zlatan Ibrahimovic (Reuters)

Mignot disputa bola com o carrasco do Auxerre em Milão, Zlatan Ibrahimovic (Reuters)

Bonita a camisa do Olympique de Brandão. Mas acho que de cabelo comprido o brasileiro tem mais sorte... (Reuters)

Bonita a camisa do Olympique de Brandão. Mas acho que de cabelo comprido o brasileiro tem mais sorte... (Reuters)


Quinta: Liga Europa!

Pontapé inicial na fase de grupos para uma penca de times (48), entre eles Paris Saint-Germain e Lille. O PSG vai à Espanha enfrentar o Sevilla, às 16h05 – com ESPN Brasil ao vivo. O LOSC recebe o Sporting Lisboa (Portugal), pelo grupo C, às 14h.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 17 de agosto de 2010 Francês da 1ª divisão, Seleção francesa | 17:54

Gosto amargo dentro e fora de campo

Compartilhe: Twitter

Primeiro fora de campo, com o que aconteceu de manhã:

Nicolas Anelka, Franck Ribéry, Patrice Evra, Jérémy Toulalan e Éric Abidal foram convocados novamente. Mas não para a seleção francesa, como nos acostumamos a ver. Muito pior: tiveram que prestar esclarecimentos sobre aquela balbúrdia na Copa 2010, que incluiu o afastamento do atacante do Chelsea e o motim do elenco, que se recusou a treinar em solidariedade ao jogador, fazendo a França passar ainda mais vergonha – como se o futebol do time de Domenech fosse menos pior…

Anelka e Ribéry não compareceram à comissão de disciplina da FFF (Federação Francesa de Futebol), que ouviu seus três colegas além do ex-técnico Raymond Domenech e do ex-presidente da Federação, Jean-Pierre Escalettes. As sanções não foram pequenas: suspensão de 18 jogos na seleção para Anelka, 5 para Evra (então capitão da equipe), 3 para Ribéry e 1 para Toulalan, a valer a partir do próximo compromisso dos Bleus, no dia 3 de setembro*. Abidal foi “inocentado” e acabou sem punição.

zenit auxerre liga campeões anthony le tallec nicolas lombaerts

Zenit x Auxerre: de branco, o meia-atacante Anthony Le Tallec, reforço do AJA após três temporadas pelo Le Mans (AP)

Agora dentro das quatro linhas, com os ocorridos da tarde:

O Auxerre foi a São Petersburgo encarar o Zenit, na ida dos playoffs da Liga dos Campeões da Europa. E se deu mal, perdendo por 1 a 0, com gol levado logo aos 3 minutos de partida, após cabeçada de Kherzakov. Chegou a ter mais posse de bola e ação ofensiva no segundo tempo (veja os lances), mas volta da Rússia com o resultado negativo, precisando vencer em casa, na semana que vem, para se ver na elite da Champions.

No Zenit, o italiano Luciano Spaletti, ex-Roma, utilizou Malafeev; Anyukov, Lombaerts, Bruno Alves e Hobocan; Semak (Zhevnov), Denisov e Shirokov;  Lazovic (Huszti), Kerzhakov (Bukharov) e Danny. Jean Fernandez escalou o AJA com Sorin; Hengbart, Coulibaly, Mignot e Grichting; Oliech (Quercia), Pedretti, N’Dinga e Birsa (Contout); Le Tallec e Jelen.

E no duelo que encerrou a segunda rodada do Campeonato Francês, Montpellier e Monaco não saíram do zero a zero (que triste…), o que é sinal de que não podemos nos empolgar com nenhum deles por ora (parece que o brilho do Montpellier de 2009/2010 está agora com o Caen, vamos ver). Quem curtiu a parada foram Toulouse e o dito cujo Caen, líderes e únicos a ter 100% de aproveitamento até aqui na Ligue 1.

*No próximo dia 3, a França encara a Bielorrússia (também conhecida como Belarus) no início das Eliminatórias para a Eurocopa 2012. A convocação, que envolve este jogo e o contra a Bósnia, no dia 7, acontecerá no dia 26, quinta-feira.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 1 de agosto de 2010 Torneios europeus | 23:25

Domingo de campeões

Compartilhe: Twitter

Dia puxado na redação (Brasileirão repleto de clássicos…), não deu para escrever como eu gostaria. Então, breves pinceladas:

– Sabádo a noite, teve o amistoso Inter de Milão 3 x 0 Manchester City. O veterano Patrick Vieira acertou cotovelo em Materrazzi e desfalcou o time inglês no primeiro tempo. No segundo, a promessa Jonathan Biabiany, de volta a empréstimo ao Parma, entrou na partida.

– Achei que ia dar PSG (1 a 1 com a Roma, gol no sufoco de Hoarau), mas quem levou o Torneio de Paris foi o Bordeaux (2 a 1 no Porto, gols de Ayité e Ciani).

– Para variar um pouco, o Olympique de Marselha levantou outra taça, a segunda em cinco dias. Recebeu o espanhol Valencia, fez 1 a 0 no Vélodrome (Ben Arfa decidiu) e amealhou o Troféu Robert Louis-Dreyfus. “Que fase!”, dá pra dizer no sentido positivo da expressão…

– O Arsenal ficou com a Emirates Cup, apos vitória por 3 a 2 sobre o Celtic, com boa participação francesa: um gol de Samir Nasri e outro de Bacary Sagna.

– O Lyon empatou de novo pelo mesmo torneio, agora com o Milan, por 1 a 1. Com os brazucas Cris, Ederson e Michel Bastos em ação, o gol veio com belo cruzamento de Miralem Pjanic e eficiente “testada” de Jimmy Briand, que vai se mostrando uma ótima contratação.

Da esq. para dir.: Alain Boghossian, assistente da seleção, Jean Fernandez, técnico do Auxerre, e Laurent Blanc, treinador dos Bleus, no Parc des Princes, para Bordeaux x Porto (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 4 de outubro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 18:56

Resultados da 8ª rodada

Compartilhe: Twitter

Saint-Etienne 3 x 1 Bordeaux (Fernandez, Ilan e Payet; Jussiê) 
Grenoble 2 x 3 Montpellier (Ljuboja e Dieuze; Montano e Dzodic 2) 
Rennes 0 x 1 Auxerre (Pedretti) 
Paris-SG 1 x 1 Nancy (Sessegnon; Hadji) 
Nice 3 x 2 Valenciennes (Ben Saada, Echouafni e Ducortioux; Samassa e Sanchez) 
Sochaux 1 x 0 Le Mans (Martin) 
Lens 0 x 2 Lyon (Govou e Källstrom) 
Toulouse 0 x 1 Lorient (Monterrubio) 
Boulogne-sur-Mer 2 x 3 Lille (Dembele e Blayac; Gervinho e Frau 2) 
Marseille 1 x 2 Monaco (Ben Arfa; Nenê e Park)

28 jogos em 10 jogos – média de 2,8

Mais vitórias de visitantes do que de mandantes: 6 a 3

>> Tabela de classificação: clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,