Publicidade

Posts com a Tag Felipe Saad

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 Copas francesas, Francês de divisões menores | 13:37

Coupe de France provou que PSG << Cannes

Compartilhe: Twitter

As oitavas de finais aconteceram nessa semana, então recapitulemos:

Dimitar é cercado pelos companheiros de Monacô. Bem-vindo ao rol dos goleadores do futebol francês! (Photo: AFP/Yahoo UK)

Dimitar é cercado pelos companheiros de Monacô. Bem-vindo ao rol dos goleadores do futebol francês! (Photo: AFP/Yahoo UK)

Outro favorito ao título caiu, com o revés do Lyon diante do Lens, atualmente na segunda divisão depois de um histórico de respeito na primeira. O OL abriu o placar com Briand, parecia que ia levar mas num pênalti nos acréscimos da partida Valdivia (não o chileno Jorge, mas o francês Pierrick, revelado em Lyon) empatou! E Gbamin, no início da prorrogação, consubstanciou a zebra.

A contenda entre Nice x Monaco, vizinhos da França mediterrânea, na Côte D’Azur, foi decidida pela estrela do substituto de Falcao Garcia. O time do Principado foi melhor no primeiro tempo, e acabou beneficiado quando, no início do segundo, o lateral-esquerdo Kolodziejczak meteu a mão na cara do zagueiro português Ricardo Carvalho, tomando as dores do colega atacante Maupay, que havia se estranhado com o adversário, e foi expulso.

Porém, o clube do russo Rybolovlev só conseguiu o gol salvador aos 9 minutos da segunda etapa do tempo extra, quando a novidade Dimitar Berbatov, vinda do banco e em sua segunda aparição na equipe, decidiu a parada.

Cannes x Montpellier rolou no primeiro estádio de Zinedine Zidane como profissional. Apesar da disparidade, o jogo pelas oitavas foi pra prorrogação, e, aos 118 minutos de partida, batata: Zobiri fez o gol da classificação do time da quarta divisão, que não atingia as quartas da Cdf desde 1992.

Como o Montpellier vinha de ter eliminado o todo-poderoso-atual-campeão-e-líder-da-Líder-1 PSG, então podemos concluir que: CANNES >> PSG, d’accord??

Em Lille x Caen não faltou tensão. Primeiro nos 3 a 3 no tempo regulamentar e, passada a prorrogação, nos 6 a 5 nos pênaltis a favor da equipe da primeira divisão, que por poucos segundos não deixou a vaga escapar no fim do segundo tempo. Todas as dez penalidades da série primeira de cinco para cada lado foram convertidas. Boa prestação do Stade Malherbe Caen, do zagueiro brasileiro Felipe Saad, que acertou sua cobrança.

Em confronto de equipes da Ligue 2, o Angers fez valer o favoritismo sobre o CA Bastia e o derrubou por 4 a 2.

O En Avant Guingamp acabou com a farra do FAIRM (Football Île Rousse Monticello), da quinta divisão, que eliminou o Bordeaux: 2 a 0.

Fim da linha também para o Auxerre, que tenta voltar a ser da elite: 1 a 0 para o visitante Rennes, gol do bom meia marroquino Foued Kadir.

No triunfo de virada do Moulins (4ª divisão) sobre o Sète (5ª divisão), por 3 a 1, os dois primeiros gols vieram do atacante Sebastien DA SILVA, que apesar do sobrenome é francês, tendo feito sua carreira toda no pequeno clube.

Os confrontos das quartas, programados pra 25 e 26 de março, serão:

Cannes x Guingamp

Moulins x Angers (bela chance de semi pro Angers, que pode subir na L2 finalmente)

Rennes x Lille (duelo dos mais fortes clubes do norte francês)

Monaco x Lens (o time do técnico Kombouaré acaba de derrubar um grande…)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 Francês da 1ª divisão | 09:13

23ª rodada: Perfeita pro PSG lá na frente

Compartilhe: Twitter

Toulouse 0 x 4 PSG (Gols de Pastore, Ibrahimovic, Sakho e Van der Wiel)
Lucas foi destaque, com assistências e a provocação indireta da expulsão de M’Bengué, do TFC, que teve quebrada sua invencibilidade de 6 jogos.

Ajaccio 3 x 1 Lyon
O experiente meia romeno Adrian Mutu comandou a vitória do ACA sobre a defesa lionesa, em jornada negativa, com um doublé (dois gols no jogo). O zagueiro brasileiro Felipe Saad contribuiu para a vitória anfitriã com o passe para Belghazouani abrir o placar. Dia infeliz também para o beque croata Dejan Lovren, do OL, acertado no rosto por uma bandeirada de um dos assistentes do árbitro, #momentopastelao.

A seleção da rodada, pelo jornal L'Équipe

Marseille 0 x 1 Nancy
Derrapada feia do Olympique, proporcionando que a Prima Nancy (que aliás vem acumulando bons resultados: sinal de recuperação pra valer?) deixasse o limbo da tabela de classificação ao conquistar sua primeira vitória fora de casa na competição.

Bordeaux 2 x 0 Valenciennes
Triunfo alçou os Girondinos para a 4a colocação, a 4 pontos do Marselha. E David Bellion fez as pazes com o gol…

Brest 0 x 2 Nice
Tia Nice na boa, quinto lugar pr’ela!

Lorient 2 x 2 Rennes
Tirambaço de Aliadiere num dos gols lorientais. Saldo ruim pro Stade Rennais neste fds, caindo três posições na classificação.

Sochaux 1 x 2 Saint Etienne
Golaço de Pierre Aubameyang – o da inscrição “Aubame P.” nas costas – para o ASSE. Se bem que o but de Butin, do Sochô, não ficou atrás.

Montpellier 3 x 1 Reims
O atual campeão subiu uma posição, e o Stade de Reims segue na ZR.

Lille 1 x 1 Troyes
Fabien Camus marcou pela 4a vez consecutiva na temporada, para o ESTAC. Apesar do empate, o LOSC galgou uma colocação, bem no miolo da tabela.

Bastia 0 x 0 Evian
Nada a destacar, nem da partida, nem da colocação das equipes no campeonato…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 20 de maio de 2011 Francês de divisões menores | 22:29

Evian evolui pra elite! E tem Danone à vontade… (*)

Compartilhe: Twitter

Finada a penúltima rodada da Ligue 2, já tem festa digna de título: o Evian Thonon Gaillard Football Club venceu o Stade de Reims por 2 a 1 e se garantiu matematicamente na Ligue 1 2011/2012. Foi bonito: fora de casa, de virada, com gol aos 42 minutos do segundo tempo. Berigaud, de pênalti, e Cambon fizeram os gols do líder no Stade Auguste Delaune. Os brasileiros Cláudio Caçapa e Felipe Saad, ambos zagueiros, foram titulares e merecem nosso parabéns especial!

FRA-L2-REIMS-EVIAN-THONON-GAILLARD

A festa evianense começou no gramado, com a participação de Caçapa, o 10 do time... (AFP)

Com 64 pontos, o ETG agora assiste à disputa entre Dijon (62 pts), Ajaccio (61) e Le Mans (59) pelas duas vagas restantes na promoção para a primeira divisão. Entre os que descem para a National, tudo definido: conforme se esperava, Vannes e Nîmes se juntaram ao Grenoble e estarão na terceira. Por sua vez, Bastia e Amiens já confirmaram presença na próxima Ligue 2. Empatados em pontos, Racing Strasbourg e En Avant Guingamp decidem o último promovido na rodada seguinte, a derradeira.

Voltando ao Evian, trata-se de um daqueles casos de caçula de ascensão meteórica: surgiu de uma fusão em 2007 e acaba de alcançar seu terceiro acesso desde então. Tem Zinedine Zidane como acionista, Caçapa com intenção de ser dirigente e investimento de Franck Riboud, presidente do grupo Danone, entre outras peculiaridades. Em breve, tentarei trazer um post só sobre o clube, para o conhecermos melhor, d’accord? Por ora, felicitamos a agremiação e esperamos sinceramente que não haja revertérios com tantos iogurtes à disposição na comemoração…

evian-festa-vestiario

... e prosseguiu no vestiário, antes das caixas de Chambourcy chegarem... (Site ETG)

(*)Título da postagem em homenagem ao hit parade “Cohab City”, do malemolente Negritude Júnior, gravado para sempre no nosso subconsciente!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 16 de abril de 2011 Brasileiros na França, Francês de divisões menores | 00:03

Caçapa "causa" e líder Evian ganha

Compartilhe: Twitter

Caçapa mostra que ainda tem pulmão. E qual o pior uniforme, Evian ou Istres? Mon dieu... (etgfc.com)

Rodada inspirada essa 31ª da Ligue 2: 29 gols em nove jogos nesta sexta-feira, mais de três por jogo de média (Le Mans x Le Havre complementam a journée na segunda-feira).

O líder Evian Thonon Gaillard venceu, 3 a 2 no Istres em casa, mas foi suado. O veterano zagueiro brasileiro Cláudio Caçapa, camisa 10 do time (?!), foi personagem à parte do jogo, marcando o segundo gol dos anfitriões (seu primeiro na L2), no primeiro tempo, e sendo expulso aos 41 minutos do segundo, quando a partida estava 2 a 2.

Para sua sorte, o capitão Cédric Barbosa (não, não é brasileiro) balançou as redes aos 45 e decretou a vitória da equipe rósea. Ao lado de Caçapa, atuou outro beque brasuca: Felipe Saad, ex-Guingamp (clube que joga atualmente a National), com o qual foi campeão da Copa da França 2008/2009.

O Evian soma 52 pontos, contra 50 do Ajaccio e 48 do Dijon, seus perseguidores mais próximos e que hoje estariam credenciados a disputar a próxima Ligue 1 (na segunda, o Le Mans pode ir a 49 pontos e o Le Havre a 48). Mais ainda restam 7 rodadas, então é cedo para cravar…

barbosa_but_istres_evian

Barbosa na comemoração do gol da vitória "eviânica" (etgfc.com)

W.O. na Terceirona = time liquidado
Pela National, a terceira divisão, o Paris FC venceu o Gueugnon por 3 a 0. Mas não houve gols, nem jogo. E também não existe mais o Gueugnon, pelo menos não nessa temporada: o clube não aguentou as dívidas e foi liquidado judicialmente no último dia 8, depois de não pagar os jogadores desde fevereiro – eles fizeram greve em março, mas não evitaram o pior. Até a última rodada desta National, portanto, os clubes que enfrentarem o Gueugnon ganharão por W.O. Triste, heim!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 12 de junho de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 19:57

Brasileiros e… brasileiros

Compartilhe: Twitter

Fiquei devendo a mim mesmo (e a 11,2 % dos meus 45,7 leitores diários, segundo dados nada abalizados) um balanço da participação dos brasileiros no Campeonato Francês 2008/2009. Foram 27 conterrâneos meus nos 20 clubes da Ligue 1, de acordo com meu levantamento mnemônico-documental, incluindo os que começaram mas deixaram seus clubes antes do fim do torneio, como Fred e Fábio Santos.

Para efeito de avaliação dos jogadores abaixo, lembro que cada time atuou 38 vezes e o principais artilheiros da competição foram Gignac (Toulouse – 24 gols), Benzema (Lyon – 17 gols) e Hoarau (PSG – 17 gols). Após os números de jogos, gols e cartões, cito aqueles bem ranqueados pela France Football, com a nota média e a colocação dentro da equipe entre parênteses – quem recebeu nota é porque foi bem, pois o site só exibe as melhores notas de cada time.

Em vermelho, está quem foi destaque. Em azul, quem decepcionou. E em preto, quem foi discreto demais para merecer uma corzinha:

BORDEAUX (1º)
Henrique (zagueiro) – 16 jogos (titular em todos), 1 gol e 4 amarelos
Fernando (volante) – 31 jogos (titular em 23), 6 gols e 6 amarelos
Wendell (meia) – 29 jogos (titular em 24), 4 gols e 1 vermelho (4,79, 9º)
Jussiê (meia-atacante) – 20 jogos (titular em 12), 2 gols e 4 amarelos

MARSELHA (2º)
Hilton (zagueiro) – 36 jogos (titular em todos), 1 gol e 3 amarelos  (4,76, 7º)
Brandão (atacante) – 16 jogos (titular em 15), 7 gols e 3 amarelos

LYON (3º)
Cris (zagueiro) – 34 jogos (titular em todos), 2 gols e 5 cartões amarelos (5,28, 6º)
Fábio Santos (volante) – 6 jogos
Juninho Pernambucano (meia) – 29 jogos (titular em 25), 7 gols, 4 amarelos e 1 vermelho
Ederson (meia) – 35 jogos (titular em 25), 5 gols e 3 amarelos (5,39, 5º)
Fred (atacante) – 15 jogos e 2 gols

TOULOUSE (4º)
Paulo César (lateral) – 16 jogos (titular em 8), 1 gol e 1 amarelo

LILLE (5º)
Emerson (zagueiro) – 31 jogos (titular em 25) e 3 amarelos
Michel Bastos (meia) – 37 jogos (titular em 35), 14 gols e 5 amarelos (5,92, 1º: o melhor merece a foto abaixo!)
Túlio de Melo (atacante) – 8 jogos (titular em 6) e 2 gols
 
PSG (6º)
Ceará (lateral) – 37 jogos (titular em todos) e 4 amarelos (5,19, 10º)

RENNES (7º)
sem brasileiros

AUXERRE (8º)
sem brasileiros

NICE (9º)
Adeílson (atacante) – 10 jogos (titular em 2) e 1 vermelho

LORIENT (10º)
sem brasileiros

MONACO (11º)
Adriano (zagueiro) – 15 jogos (titular em todos) e 4 amarelos

VALENCIENNES (12º)
Rafael (zagueiro) – 31 jogos (titular em todos), 1 gol e 5 amarelos (5,27, 4º)
Jeovânio (meia) – 16 jogos (titular em 9) e 2 amarelos

GRENOBLE (13º)
sem brasileiros

SOCHAUX (14º)
Carlão (zagueiro e lateral) – 25 jogos (titular em 22) e 8 amarelos (4,39, 6º)

NANCY (15º)
André Luiz (zagueiro) – 36 jogos (titular em 35), 3 gols e 8 amarelos (4,85, 4º)

LE MANS (16º)
Paulo André (zagueiro) – 31 jogos (titular em 24), 1 gol e 2 amarelos (5,06, 4º)
Geder (zagueiro) – 29 jogos (titular em 28) e 9 amarelos (4,79, 9º)
Marcos Paulo (meia) – 1 jogo como reserva, 17 minutos jogados

SAINT-ETIENNE (17º)
Ilan (atacante) – 31 jogos (titular em 25), 9 gols e 3 amarelos

CAEN (18º)
sem brasileiros

NANTES (19º)
Douglão (zagueiro) – 4 jogos (titular em 3) e 1 amarelo

LE HAVRE (20º)
sem brasileiros

*MERECEM MENÇÃO também os brasileiros do Guingamp, que permanece na Ligue 2, mas surpreendeu com a conquista da Copa da França sobre o Rennes: o zagueiro Felipe Saad e o atacante Eduardo Santos, que se transferiu para o Lens e vai jogar na elite a partir de agosto. Congratulations!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 11 de maio de 2009 Brasileiros na França, Copas francesas, Torneios europeus | 20:13

Salgadinho é mais gostoso

Compartilhe: Twitter

O resultado inesperado, a popular zebra, é o sal do futebol, que quase não teria graça se “o mais forte” sempre vencesse. Em um campeonato de 38 rodadas, como o Francês, cujo campeão é quem somar mais pontos (vitórias e empates), é quase impossível dar zebra. Mas nas copas decididas em mata-matas, só ida e volta, ou mesmo em tiro único, quem tem maior poder de fogo nem sempre sobrevive.

A Copa da Liga Francesa 2008/2009 não deu margem à zebra (Bordeaux 4 x 0 Vannes, da 2ª divisão); já a Copa da França, meu amigo… O Rennes é o 7º na Ligue 1 e o Guingamp, o 13º da Ligue 2. Porém, o placar no Stade de France (o templo recebeu mais de 80 mil pessoas) foi Rennes 1 x 2 Guingamp! E dois gols brasileiros, de autoria de Eduardo Santos, centroavante de 27 anos que até antes de ontem era totalmente desconhecido no mundo da bola e agora é sondado por três equipes “maiores”: Lens (quaaase na Ligue 1 2009/2010), Sochaux e Nancy (hoje na L1). 

Além de evitar o tri do Stade Rennais, o resultado dá aos guingampoises (meu Deus…) o primeiro título da competição, uma vaga na Liga Europa 2009/2010 (atual Copa da Uefa) e quebra um jejum de 50 anos (MEIO SÉCULO) sem que um time da Segundona faturasse a taça (Le Havre, 1959!). O futebol não é mesmo fascinante quando sentimos o tempero da surpresa?

Eduardo, à frente do compatriota Felipe Saad (com a bandeira meio brasileira meio bretã), fez a diferença na decisão (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,