Publicidade

Posts com a Tag Dudka

segunda-feira, 18 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão | 12:41

Lille e Marselha colados: Francês é o mais emocionante da Europa

Compartilhe: Twitter

O Campeonato Português 2010/2011 está decidido. O Espanhol, o Alemão e o Italiano, quase. O Inglês dificilmente escapará do Manchester United. E o Francês, alguém pode apostar no campeão sem medo de perder dinheiro? Não! Eis o nacional mais emocionante entre os mais importantes do continente.

Porque, com o empate do Lille em casa contra o Bordeaux e a vitória do Olympique fora sobre o Montpellier, a diferença entre primeiro e segundo é de apenas um pontinho. Derrotado pelo PSG no clássico da rodada, o Lyon se descolou do Marselha (cinco pontos) e vai ter que fazer muita catiça pra roubar o caneco dos dois primeiros.

taiwo_afp

"E a diferença ficou assim, ó", diz o lateral-esquerdo nigeriano do OM depois de cobrar o pênalti que decretou a importantíssima vitória de virada do mais que candidato ao bi (AFP)

Veja os resultados da 31ª rodada, faltando agora 7 para o final da Ligue 1 (21 pontos em disputa):

> Lille 1 x 1 Bordeaux (Sow; Savic) – Moussa Sow continua comandando a artilharia, com 21 gols 

> Montpellier 1 x 2 O. Marseille (Giroud; Gignac e Taiwo de pênalti) – Um expulso para cada lado, El-Kauotari e Rémy 

> Paris-SG 1 x 0 Lyon (Zoumane Camara, aos 32 do 2º) – Zagueiro marcou de joelho após bate-rebate em escanteio

> Rennes 1 x 2 Lorient (Dalmat; Gameiro e Coquelin) – Mais de 28 mil pessoas no Stade de la Route de Lorient. Mas o Stade Rennais teve dois expulsos, um em cada tempo. Gameiro foi a 17 gols e segue vice-artilheiro geral

> Saint-Etienne 2 x 1 Nancy (Payet 2; André Luiz) – O atacante do ASSE foi a 12 gols

> Sochaux 3 x 2 Caen (Dramé e Maiga 2; El-Arabi e Hamouma) – Logo atrás de Gameiro, o marroquino Younes El-Arabi foi a 16 gols. Maiga soma 13

> Toulouse 0 x 1 Auxerre (Dudka aos 47 do 2º) – Mais de 35 mil pessoas no Municipal de Toulouse

> Lens 1 x 1 Brest (Hermatch; Ayité)

> Nice 3 x 2 Monaco (Mounier, Civelli e Mouloungui; Gosso e Park de pênalti) – O sul-coreano do ASM foi a 12 gols

> Arles-Avignon 0 x 1 Valenciennes (Pujol) – Agora nem a matemática evita a queda do ACA. O atacante do VAFC atingiu 14 gols 

*Classificação: Lille lidera com 59 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 58, Lyon, com 53, PSG, com 52, e Rennes, com 51. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011 Francês da 1ª divisão | 17:27

Lille se desgarra mais um pouco. Confira os placares

Compartilhe: Twitter

Nesta 22ª rodada, o Lille perdeu, a poucos minutos do fim, uma vitória quase certa contra o Auxerre. Mas o empate foi suficiente para abrir de quatro para cinco pontos sua distância para o vice-líder do Campeonato Francês, graças à derrota do PSG para o Rennes. A gordura lilleana já permite que uma derrota aqui ou ali não atrapalhe o posto de maior candidato ao título, o que num longo torneio por pontos corridos é bastante útil.

hoarau_mvila_afp

Hoarau e M'vila tentam cabeceio em PSG x Rennes. Ambos foram convocados por Laurent Blanc (AFP)

Fora de casa, o LOSC saiu na frente do AJA logo nos primeiros minutos, com Moussa Sow, artilheiro da Ligue 1 agora com 16 gols, três à frente do brasileiro Nenê. Porém, aos 41 do 2º, alívio no L’Abbé-Deschamps com o empate do Auxerre, por meio do primeiro gol do polonês Dudka na competição.

No jogo de seis pontos da rodada, entre os principais perseguidores do Lille, melhor para o Rennes, que com a vitória magra contra o Paris Saint-Germain alcançou o mesmo número de pontos do adversário da capital. Já o clássico da journée decepcionou do ponto de vista de bolas na rede. Com brasileiros e tudo, Lyon e Bordeaux não saíram do zero e perderam posições na tabela de classificação (o OL perdeu duas). André debutou no lado girondino, mas bem brevemente: substituiu Modeste aos 42 minutos do 2º segundo tempo, num jogo em que até os cartões amarelos, tão comuns nessas disputas tradicionais, tardaram a vir (o primeiro foi dado com 70 minutos).

Deixaram o Lyonnais para trás o Marselha, que fez o básico contra o lanterna em casa, e o Saint-Etienne, que obteve motivador triunfo contra o Montpellier, rival direto na tabela – estaria o ASSE revivendo a boa campanha do princípio de campeonato? Por fim, vale destacar o apurado faro de gol do selecionável Kevin Gameiro. Frente a frente com Youssef El-Arabi, do Caen, ele se saiu melhor, deixou o seu e se igualou ao francês naturalizado marroquino na tábua de goleadores, também com 11 gols.

 diarra_gourcuff_afp

Alou Diarra, ex-Lyon, na marcação de Gourcuff, ex-Bordeaux, no clássico. Agora, eles pensam em França x Brasil

Os resultados do fim de semana:

O. Marseille 1 x 0 Arles-Avignon (Gignac)
Montpellier 1 x 2 Saint-Etienne (Jonas Martin; Rivière 2)
Nice 1 x 0 Sochaux (Pejcinovic) – Anin-SOC foi expulso 
Brest 2 x 1 Nancy (Ayité e Grougi; Apanga contra)
Caen 0 x 2 Lorient (Amalfitano e Gameiro)
Lens 1 x 1 Valenciennes (Jemaa; Dossevi) – Mais de 32 mil pessoas no Felix-Bollaert 
Rennes 1 x 0 Paris Saint-Germain (Brahimi)
Auxerre 1 x 1 Lille (Dudka; Sow)
Toulouse 2 x 0 Monaco (Sissoko 2)
Lyon 0 x 0 Bordeaux – Quase 36 mil pessoas no Gerland


>> Classificação
: Lille lidera com 42 pontos, seguido por PSG e Rennes, com 37, e Olympique de Marselha, com 36. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 23 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:35

Olympique classificado, Auxerre dá adieu

Compartilhe: Twitter
om_posado_afp

A pose antes da bola rolar no Luzhniki. Que bela camisa marselhesa!

O excelente placar de 3 a 0 contra o Spartak Moscou, na Rússia, deu a vaga ao Marselha antecipadamente nas oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa. Com a vitória do Chelsea sobre o Zilina (2 a 1), o time francês avança como segundo colocado no grupo F, cumprindo tabela na última rodada da fase de grupos, quando pegará o time inglês em casa.

Com aquela friaca costumeira em “Moskva”, o OM começou a tornar as coisas mais fáceis quando Mathieu Valbuena girou dentro da área e abriu o marcador com um indefensável arremate no primeiro tempo. Obrigado a partir pro ataque, o Spartak ficou mais com a bola e assustou no finalzinho, em contra-ataque perigosíssimo no qual Mandanda interviu de forma providencial.

Sem seu brasileiro mais criativo e talvez perigoso nas bolas paradas (Alex, ex-Inter), mas com Ari (ex-Fortaleza), Welliton (ex-Goiás) e Ibson (ex-Flamengo), o SM levou um baque quando aos 9 do 2º tempo Loic Rémy conseguiu duas proezas: transformou um chute na orelha da bola em chapéu e acertou as duas traves na finalização antes da pelota entrar: 2 a 0.

Como se não bastasse o prejuízo no placar, azar em campo para os donos da casa: Welliton, quem mais criava perigo para o time, se envolveu em confusão com Diawara e o árbitro só expulsou o atacante brasileiro, sendo rígido demais para um dos lados na avaliação da punição. Só faltava o Olympique ampliar para ficar ainda mais claro o desfecho do jogo, e foi o que aconteceu, quando Ayew roubou uma bola, ela sobrou para Brandão e o brasuca chutou cruzado, de canhota, no cantinho: 3 a 0. O 9 marselhês poderia ter feito mais, mas acabou por aí. Ótimo, a vaga é do time de Didier Deschamps!

om_valbuena_brandao_remy_afp

Os goleadores do dia confraternizam: Valbuena, Brandão e Rémy (AFP)

Por sua vez, a utopia do Auxerre morreu com a derrota por 2 a 0 para o Milan, na França. Chegar à penúltima rodada dessa etapa com chances de classificação até que ficou de bom tamanho na chave da morte que foi o grupo G. Até pode almejar uma Liga Europa, mas ganhar dos reservas do embalado Real Madrid na derradeira journée não parece missão fácil.

No Abbé-Deschamps, o Auxerre começou animado, procurando jogo, enquanto o Milan procurou marcar firme, até demais, “batendo” com a conivência do frouxo do juiz. No segundo tempo o time italiano melhorou, e quando o jogo estava morno, sem muita graça, apareceu o diferencial número 1: Ibrahimovic, o senhor resolve-as-paradas-milanesas, que aproveitou “passe” do zagueiro Dudka e bateu de primeira, vencendo o goleiro Sorin.

No fechar das cortinas, o diferencial número 2. Ronaldinho Gaúcho, que entrara há poucos minutos, recebeu de Robinho, entrou na área e tocou no canto com habilidade, relembrando seu métier dos bons tempos: 2 a 0 e fim da ilusão auxerrense. Ronnie foi o mais festejado após o apito final, depois de reencontrar o estádio onde começou sua passagem pelo futebol europeu, vindo do Grêmio.

auxerre_milan_ronaldinho_sorin_ap

Ronnie corre para o abraço, enquanto Sorin olha desolado para o nada (AP)


Dos clubes para os jogadores

Entre os franceses que atuam fora da França, foram destaque na Liga nesta terça:

Karim Benzema. Titular do Real Madrid, participativo no primeiro tempo e autor de um golaço contra o Ajax, concluindo com precisão dentro da área, após toque de calcanhar de Ozil.

Jérémy Menez. Titular da Roma, deu um “drible da vaca” em disparada pelo lado direito e cruzou para o gol de Borriello contra o Bayern de Munique.

Florent Malouda. Autor do gol da virada do Chelsea sobre o Zilina, em jogada que começou com Anelka e passou por Drogba.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 9 de novembro de 2010 Copas francesas | 20:00

Auxerre confirma melhor fase e elimina Saint-Etienne

Compartilhe: Twitter

Dois gols de pênalti bastaram para o Auxerre vencer o Saint-Etienne por 2 a 0, em casa, e ser o primeiro classificado para as semifinais da Copa da Liga Francesa.

auxerre_saint_etienne_benoit_pedretti

Pedretti, capitão e goleador, agora espera ser selecionável (AFP)

As equipes vieram para o jogo com ânimos distintos. O AJA acumulava cinco jogos sem perder (quatro vitórias e um empate), enquanto que o ASSE trazia duas derrotas seguidas na bagagem. Além do quê, o Auxerre ainda disputa um torneio do porte da Liga dos Campeões da Europa, enquanto o rival joga apenas competições caseiras nessa temporada.

No primeiro tempo, aos 15 minutos, Marchal cortou com a mão um cruzamento de Contout na área. Benoit Pedretti (seleção francesa, amanhã?) venceu o goleiro Janot com um chute rasteiro. No comecinho do segundo, aos 2, novamente Contout protagonizaria um penal, agora por sofrer falta de Guilavogui. Dessa vez Dudka bateu. Mesmo acertando novamente o canto, Janot viu a bola estufar as redes. Me pareceu justo o resultado, pois no que pude acompanhar no instável stream, os donos da casa estiveram mais perto dos gols no L’Abbé-Deschamps. 

Para quem quiser conferir como foi o jogo pela TV, a SporTV anuncia a transmissão da partida em VT às 23h30 de hoje.

 

Complemento das quartas
Amanhã, quarta-feira, teremos:

14h – Valenciennes x PSG (daí sai o rival do Auxerre) – se o Paris entrar com tudo, leva
15h45 – Montpellier x LilleLOSC vem melhor 
17h45 – Olympique de Marselha x Monaco OM!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 28 de setembro de 2010 Torneios europeus | 18:39

Oh Liga inglória!

Compartilhe: Twitter
O Auxerre domou as feras um tempão, criou chances possíveis de gol, mas saiu derrotado no seu quintal (AFP)

O Auxerre domou as feras um tempão, criou chances possíveis de gol, mas saiu derrotado no seu quintal (AFP)

Claro que eu não esperava algo diferente de derrotas de Olympique de Marselha para Chelsea e de Auxerre para Real Madrid. Porque torço pros franceses, mas em se tratando de Liga dos Campeões da Europa é preciso ser racional. Mas perder sempre dói de alguma forma, ainda mais quando você sente que a zebra podia prosperar até o fim do jogo.

Pô, o fra(n)co batalhador Auxerre do goleiro Sorin-não-argentino segurou o Real por 82 minutos (até o gol de Di Maria, Ave Maria!), com Cristiano Ronaldo, gel, pompa e circunstância! Custava segurar por mais uns dez, pra garantir o histórico empate no pitoresco L’Abbé-Deschamps? Ou quem sabe mandar pro gol de Iker Casillas um mísero contra-ataque com Jelen ou uma testada de zagueiro após chuveirão na área?

Lá do outro lado do Canal da Mancha, é óbvio que o “Chersa” foi melhor que o OM. Mas vejam que azar falta de sorte do time de-Didier-Deschamps nos gols: primeiro, Terry dá um leve toquinho e a bola passa no único furo existente entre o pé de Cheyrou e a trave de Mandanda! Depois, no cruzamento de Essien, Mbia virou de costas, mas a mal-intencionada bola foi encontrar justamente seu braço, sendo acintosa na queda ao gramado, para convencer o juiz de que foi pênalti. Com até a física a favor do time inglês, que se pode fazer?

A esperança é que amanhã o Lyon é o favorito contra o Hapoel, mesmo em Israel (infelizmente, não teremos nem VT nos canais da ESPN). Virá a bonança na quarta depois da tempestade de terça?

Choro à parte do blogueiro, veja quem foi a campo por Auxerre e Olympique hoje:

AJA: Sorin; Hengbart, Coulibaly, Grichting e Dudka; Ndinga, Langil (Alain Traoré), Pedretti, Contout (Jelen) e Chafni (Quercia); Oliech.

OM: Mandanda; Kaboré, Diawara, Mbia e Heinze; Edouard Cissé, Cheyrou (Andre Ayew) e Lucho González; Brandão, Rémy e Gignac (Valbuena).

Fogo amigo que vitimou o Olympique: os franceses Anelka e Malouda, do azul mais escuro - e brilhante - Chelsea (AP)

Fogo amigo que vitimou o Olympique: os franceses Anelka e Malouda, do azul mais escuro - e brilhante - Chelsea (AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,