Publicidade

Posts com a Tag Digne

quarta-feira, 25 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 20:02

França e Equador ficam no zero: classificação em primeiro!

Compartilhe: Twitter
Terceira combinação de uniforme diferente da França: hoje toda de branco, contra Suíça de branco-azul-branco, e contra Honduras de azul-azul e vermelho, de cima para baixo (Le Monde)

Terceira combinação de uniforme diferente da França: hoje toda de branco, contra Suíça de branco-azul-branco, e contra Honduras de azul-azul-vermelho, de cima para baixo (Le Monde)

Não deu para repetir a façanha da Copa de 1998, com 100% de aproveitamento na fase de grupos, mas a invencibilidade foi mantida hoje no Rio de Janeiro e, o que é mais importante, o posto de líder do Grupo E para o próximo desafio nesta Copa 2014. Pelas oitavas de finais, o adversário a ser batido é a Nigéria, segunda colocada do Grupo F, na segunda-feira, dia 30, às 13h, em Brasília. À Suíça, que se classificou atrás dos Bleus, cabe a tarefa inglória de encarar a Argentina, na terça-feira, 13h, em São Paulo.

-> Principal jogador francês na Copa, Karim Benzema não canta o hino nacional em protesto contra a xenofobia

Benzema, que havia marcado 9 vezes nas últimas 8 partidas pela França, passou em branco pela primeira vez no torneio, mantendo-se com 24 gols com a camisa francesa – é o 9º maior artilheiro bleu, dois gols atrás de Wiltord, que atuou de 1999 a 2006 e foi vice-campeão mundial na última Copa disputada na Alemanha. O duelo do 10 gaulês contra Enner Valencia, goleador equatoriano, prometia ser bom, porém não estavam calibrados nesta quarta-feira – tanto que o melhor em campo, segundo o Man of The Match, foi o arqueiro Domínguez…

O jogo
Com Cabaye suspenso e a classificação 99% assegurada antes do apito inicial, Deschamps optou por poupar alguns titulares, como Debuchy, Varane, Evra e Valbuena. O primeiro tempo foi mais pegado do que bem jogado, com poucas chances claras de gols, algumas trombadas e até uma cotovelada de Sakho, que ainda bem que o árbitro não viu…

Os jogadores deixaram o gramado para o intervalo sob vaias dos brasileiros no Maracanã, que teve mais de 73 mil pessoas de público! Os franceses estavam tranquilos, e os equatorianos apreensivos, pois com o empate e a vitória da Suíça por 2 a 0 sobre Honduras, era preciso vencer para seguir no Mundial.

-> Em família: belas esposas e namoradas dos atletas franceses posam para foto no Maraca

O segundo tempo começou muito bom para os Bleus. Logo no primeiro minuto, Sagna apareceu bem, perto da linha de fundo, cruzou rasteira e Griezmann desviou rumo ao gol. Domínguez defendeu no reflexo e a bola tocou a trave! Dois minutos depois, Digne tentou desarmar Antonio Valencia no carrinho, e o meia-atacante sul-americano deixou as travas da chuteira na perna do lateral do PSG: vermelho pra ele!

A partida ganhava em emoção, pois o Equador não esmorecia, mesmo com um a menos, pela necessidade premente do gol, consequentemente dando mais espaço para a França contra-atacar com perigo. Com 15 minutos, Deschamps colocou Varane, para poupar Sakho, com dor na coxa esquerda, e dar ritmo de jogo ao zagueiro do Real Madrid.

-> A ESPN do Brasil deslocou o competente comentarista Leonardo Bertozzi para acompanhar a França na Copa. Para acompanhá-lo, seu Twitter é @lbertozzi

Outro que teve mais uma chance foi Giroud, aos 21, substituindo o motor do time, Matuidi – fez muito bem Didier em dar uma descansada nele! O Equador foi cansando, se arriscando e dando mais posse de bola aos franceses, enquanto a Suíça ampliava pra 3 a 0 sua vitória… Aos 28, Sissoko levantou na medida para Pogba, mas o cabeceio do volante da Juventus saiu torto, que chance desperdiçada!

Cinco minutos depois, a última troca de DD, permitindo a Rémy estrear na Copa com a saída de Griezmann. Valente, o adversário não desistia de atacar e preocupar, ao passo que Les Bleus também não abdicavam do jogo, apesar de errar e se lamentar muito na frente – Pogba era um dos que mereciam o gol. E assim foi até o final, na segunda vez em que as seleções se enfrentaram – na primeira, houve vitória francesa por 2 a 0 em amistoso disputado em 2008.

Que venham os nigerianos! Lembrando que, todas as vezes em que foi além da primeira fase, nossa seleção chegou pelo menos às semifinais (58, 82, 86, 98 e 06)!!

Ficha técnica francesa: Lloris; Sagna, Koscielny, Sakho (Varane), Digne; Pogba, Matuidi (Giroud), Sissoko e Schneiderlin; Griezmann (Rémy) e Benzema. Técnico: Deschamps

No twitter @obrunopessa, com a hashtag #leblogdufoot, tem mais informações e comentários meus sobre a França e a Copa ;)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 15 de junho de 2014 Extracampo, Seleção francesa | 17:35

Les Bleus nas redes sociais

Compartilhe: Twitter

O técnico Didier Deschamps liberou o uso das redes sociais dos jogadores da França durante a Copa 2014, pedindo, naturalmente, bom senso nas postagens.

Os atletas já têm aproveitado a liberdade para compartilhar fotos e comentários, sobretudo no Instagram, desde o embarque para o Brasil. Então vamos às contas dos mais ativos, para podermos seguir de perto 😉

(Me ajudem a melhorar essa lista se perceberem que me esqueci de alguma conta oficial que esteja ativa!)

Instagram

Bacary Sagna

Eliaquim Mangala

Karim Benzema

Laurent Koscielny

Lucas Digne

Mamadou Sakho

Mathieu Valbuena

Morgan Schneiderlin

Patrice Evra

Paul Pogba

Rémy Cabella


Facebook

Antoine Griezmann

Bacary Sagna

Eliaquim Mangala

Karim Benzema

Laurent Koscielny

 

Jogadores no avião da França para o Brasil, foto replicada em instagrams do elenco

Jogadores no avião da França para o Brasil, foto replicada em instagrams do elenco

Mathieu Debuchy

Mathieu Valbuena

Mickael Landreau

Morgan Schneiderlin

Olivier Giroud

Patrice Evra

Paul Pogba

Raphael Varane

Rémy Cabella

Stéphane Ruffier

Yohan Cabaye


Twitter

Antoine Griezmann

Bacary Sagna

Eliaquim Mangala

Karim Benzema

Lucas Digne

Mathieu Debuchy

Mathieu Valbuena

Mamadou Sakho

Mickael Landreau

Morgan Schneiderlin

Moussa Sissoko

Olivier Giroud

Paul Pogba

Raphael Varane

Rio Mavuba

Yohan Cabaye

Eu mesmo compartilho mais notícias e comentários da França (e da Copa, e do mundo, e da vida…) no Twitter do que aqui, por questões de disponibilidade, agilidade e adequação. Meu perfil lá é @obrunopessa e a hashtag do blog é #leblogdufoot 😉

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 27 de maio de 2014 Seleção francesa | 19:28

Giroud, Valbuena e Griezmann aproveitam bem amistoso contra Noruega

Compartilhe: Twitter

Incorpado em 28/05

Em seu segundo jogo pela seleção, Ruffier mostrou a segurança que estamos acostumados a ver no Saint-Etienne (Reuters)

Em seu segundo jogo pela seleção, Ruffier mostrou a segurança que estamos acostumados a ver no Saint-Etienne (Reuters)

Fazia tempo que a França não metia quatro no Stade de France (outubro de 2005, contra o pobre Chipre), por isso a alegria do placar de hoje contra os nórdicos, no primeiro teste dos convocados pra Copa 2014.

Com o goleiro Lloris poupado, Ruffier foi o titular sob as balizas e o zagueiro Sakho o terceiro capitão da era Deschamps (Lloris e Matuidi o antecederam). Didier escalou Ruffier; Debuchy, Sakho, Koscielny, Evra; Cabaye, Pogba, Matuidi, Valbuena; Griezmann e Giroud.

-> Impulsionadora de talentos: conheça a Casa do Futebol que a Federação Francesa mantém em Clairefontaine, concentração número 1 da seleção

Logo aos 15 minutos, Pogba abriu o placar, o primeiro gol de cabeça da seleção desde março de 2013 (Giroud contra a Geórgia), após cruzamento de um impedido Valbuena. No segundo tempo, Sissoko e Digne vieram pros lugares de Pogba e Evra, e a goleada surgiu.

Mathieu Valbuena foi decisivo de novo, assistindo o arremate de Giroud aos 6 minutos. Rémy substituiu o participativo Griezmann aos 20, e dois minutos depois deixou o seu, após receber muito bom passe de Debuchy. Os 4 a 0 já vieram com 24 minutos, novamente num centro de Valb para a testada de Olivier Giroud, uma sombra real para o descansado Benzema.

O meia baixinho do Olympique de Marseille repetiu as três assistências que o poupado Ribéry conseguiu na última goleada francesa, os 6 a 0 na Austrália. Grenier, Mavuba e o estreante Cabella também participaram, nos lugares de Valbuena, Matuidi e Cabaye.

-> Confira os melhores lances do amistoso segundo o site do L’Equipe

A última vitória francesa sobre os noruegueses fora lááá em 1988, gol de Jean-Pierre Papin. O derradeiro embate, antes do de hoje em Saint-Denis, acontecera na estreia da Era Blanc: derrota por 2 a 1 em agosto de 2010.

A Noruega, que derrotou o Brasil na nossa Copa do Mundo de 1998, não consegue ir a um Mundial desde então.

Nostalgia
Apareceu na minha timeline tuítica hoje um vídeo com gol de Zidane sobre a Noruega, naquele mágico ano de 1998. Assista clicando aqui e, mais do que a conclusão pras redes, repare no domínio do mestre ao receber o lançamento de Djorkaeff. SEN-SA-CIO-NAL!

-> FALTAM 19 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! <-

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 26 de maio de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 14:06

Sobre eleitos e preteridos pra Copa 2014

Compartilhe: Twitter

Atualizado depois dos cortes de Mandanda, Ribéry e Grenier

A bacana montagem colocada pelo amigo Filipe Papini de capa do grupo Ligue 1 Brasil no Facebook (No alto: Lloris,Ruffier, Landreau, Debuchy, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Varane, Digne, Mavuba e Pogba; abaixo, Cabaye, Mangala,Matuidi, Sissoko, Schneiderlin, Valbuena, Cabella, Giroud, Rémy, Benzema, Griezmann e Deschamps)

A bacana montagem colocada pelo amigo Filipe Papini de capa do grupo Ligue 1 Brasil no Facebook (No alto: Lloris,
Ruffier, Landreau, Debuchy, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Varane, Digne, Mavuba e Pogba; abaixo, Cabaye, Mangala,
Matuidi, Sissoko, Schneiderlin, Valbuena, Cabella, Giroud, Rémy, Benzema, Griezmann e Deschamps)

Enquanto a seleção já trabalha em Clairefontaine visando a Copa (amanhã faz o primeiro amistoso preparatório, contra a Noruega), vamos falar de convocados e ausentes. A lista do treinador Deschamps manteve a coerência, pilar que normalmente os técnicos consideram muito nessas situações, para ter mais controle do grupo e “fechá-lo” em torno do objetivo comum, como se diz no meio boleirístico.

O anúncio dos chamados confirmou esperadas ausências, como a do meia Nasri, do Manchester City, talentoso porém indisciplinado (e pouco útil para os Bleus, como lembrou o amigo Eduardo Madeira Jr). E tudo que Didier Deschamps quer é evitar a indisciplina que tanto fez mal ao grupo francês em 2010.

-> Caras pra gente ficar de olho: Franck Ribéry e Blaise Matuidi

Poderia ter levado os atacantes Lacazette, do Lyon, e Gignac, do Marseille, no lugar de nomes como Rémy e Griezmann, mas quem escolhe é ele. O lateral-direito Clichy, o volante Capoue e o meia Gourcuff provavelmente alimentavam alguma esperança de serem lembrados, mas nada. Até achei que o lateral-esquerdo e ultimamente zagueiro Abidal, atualmente no Monaco, poderia figurar, porém “foi aposentado” da seleção, com homenagem justa, “diga-se de passagem” (NETO, Craque).

Na contabilidade dos clubes que mais cederam atletas pra DD, a prova de que a maior parte dos destaques franceses estão fora da França: 16 nomes “estrangeiros”, 14 locais (considerando 23 + 7 suplentes). As agremiações que mais cederam convocados foram PSG, Arsenal (Inglaterra) e Newcastle (Inglaterra), o que revela a expressividade da Premier League como abrigo de importantes jogadores bleus.

-> Futbox: Veja dados e uniformes das seleções na história das Copas

A ausência de Abidal faz de Ribéry (31 anos) o mais longevo do grupo em termos de Copas: é o único que esteve nas de 2006 (era pré-Le Blog du Foot) e 2010 (quando já existíamos!). Lloris (o atual capitão), Sagna, Evra (33 anos) e Valbuena foram ao Mundial da África do Sul, enquanto que o vovô do elenco Landreau (35 anos) esteve na campanha do vice na Alemanha.

Portanto, Deschamps renovou bastante em relação há quatro anos, pois 16 dos seus 23 iniciais (com Mandanda, que iria para a segunda Copa) debutam no principal torneio da Fifa. Que eles tenham tranquilidade para não tremer caso tenham de mostrar serviço!

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 14 de maio de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 00:39

Copa 2014: Os selecionados de Deschamps

Compartilhe: Twitter

Enriquecido em 28/05

No início da preparação pro Mundial, o preparador físico Eric Bedouet (foto) será mais decisivo do que Didier Deschamps

No início da preparação pro Mundial, o preparador físico Eric Bedouet (foto) será mais decisivo do que Didier Deschamps

**Atualizado com a substituição forçada de Mandanda por Ruffier**

Técnico da França, Didier revelou hoje com quem pretende contar no Mundial brasileiro, tanto os “titulares da convocação” (23) quanto os suplentes (7), em caso de baixa no primeiro grupo.

Ele teria até 2 de junho para enviar à Fifa seus 23, mas, assim como fez Felipão, já deixou isso público. Voilà:

Gardiens : Hugo Lloris, Mickaël Landreau e Stéphane Ruffier (Steve Mandanda foi chamado e depois cortado por lesão)

Défenseurs : Mathieu Debuchy, Lucas Digne, Patrice Evra, Laurent Koscielny, Bacary Sagna, Eliaquim Mangala, Mamadou Sakho, Raphaël Varane.

Milieux de terrain : Yohan Cabaye, Clément Grenier, Blaise Matuidi, Paul Pogba, Moussa Sissoko, Rio Mavuba, Mathieu Valbuena.

Attaquants : Karim Benzema, Olivier Giroud, Loïc Rémy, Franck Ribéry, Antoine Griezmann.

Les 7 réservistes : Rémy Cabella, Maxime Gonalons, Alexandre Lacazette, Loïc Perrin, Stéphane Ruffier (promovido para a lista principal), Morgan Schneiderlin, Benoît Trémoulinas.

Calendário bleu pré-Copa:

19/5 – Início da concentração em Clairefontaine

27/5 – França x Noruega (Stade de France, Saint-Denis)

1/6 – França x Paraguai (Allianz Riviera, Nice)

8/6 – França x Jamaica (Pierre-Mauroy, Lille)

Partidas da seleção francesa na fase inicial do Mundial:

15 de junho, domingo, 16h: França x Honduras, no Beira-Rio (Porto Alegre)

20 de junho, sexta-feira, 16h: França x Suíça, na Fonte Nova (Salvador)

25 de junho, quarta-feira, 17h: França x Equador, no Maracanã (Rio de Janeiro)

Em 2010, para aquele FIASCO que veríamos na África do Sul, o então técnico Raymond Domenech (toc toc toc) anunciou primeiro uma lista de 30 nomes, para depois fechar os 23. Lembrando que seleção haverá, mas árbitros franceses não, o que denota a crise na arbitragem do país.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 6 de março de 2014 Seleção francesa | 14:00

França derruba invencibilidade da Holanda e ganha confiança pro Mundial

Compartilhe: Twitter

Incorpado às 18h11

Parece uma pataquada, mas foi assim, observado pelo colega de seleção Griezmann e o colega de PSG van der Wiel que Blaise Matuidi mandou ver, com estilo, seu gol em Saint-Denis ontem (AFP)

Parece uma pataquada, mas foi assim, observado pelo colega de seleção Griezmann e o colega de PSG van der Wiel que Blaise Matuidi mandou ver, com estilo, seu gol em Saint-Denis ontem (AFP)

Muito bom ganhar da atual vice-campeã mundial, que vinha com a maior série invicta entre as grandes seleções (17 partidas), como apontava a coluna do PVC no ESPN.COM.BR.

Deschamps titularizou Lloris; Debuchy, Varane, Mangala e Evra; Pogba, Matuidi, Cabaye e Valbuena; Benzema e Griezmann (com o intuito de testar o jovem atacante, a certeza Ribéry começou no banco, tendo entrado no segundo tempo). Além do atacante do Bayern de Munique, participaram também, entrando no decorrer do amistoso, Sagna, Digne, Sissoko, Remy e Giroud.

Dos três novos observados, Griezmann não foi mal, mas também não arrancou suspiros. Digne idem (ainda acho Kurzawa mais completo). Já Mangala foi muito bem, ao lado do colega de zaga Varane, e pode ter mais chances de vir pro Brasil, ainda mais se Abidal não estiver bem fisicamente.

BenzeBut“, que fez 4 dos últimos 8 gols marcados pelos Bleus, abriu o placar aos 32 minutos, confirmando o faro de gols que vem apresentando no Real Madrid. Ainda no primeiro tempo, aos 41, o volante-elemento-surpresa Matuidi ampliou num semi-voleio, dentro da área, como nem atacantes de ofício conseguiriam fazer…

Foi uma vitória merecida e convincente, com dois belos gols no Stade de France, ideal para o último teste antes da convocação para a Copa do Mundo. Em 13 de maio, Didier convocará a lista para três derradeiros amistosos (Noruega em 27 de maio no Stade de France, Paraguai em 1 de junho em Nice e Jamaica em 8 de junho em Lille) para a Copa. Mas como tem até 2 de junho para enviar à Fifa seus 23 do Mundial, essa primeira lista pode conter mais nomes, como algumas seleções já disseram que farão (o Brasil) ou fizeram na África do Sul, em 2010 (como a própria França).

Como diria Silvio Santos, aguardemmmm!

-> Veja como foi a partida lance a lance

-> Assista aos gols e melhores momentos do jogo

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 Seleção francesa | 11:17

Convocados pra França x Holanda e vitórias do passado

Compartilhe: Twitter

Atualizado às 13h38

Didier Deschamps anunciou hoje os nomes para o amistoso do dia 5 de março (quarta que vem), contra os Países Baixos no Stade de France, em Saint-Dennis.

As novidades são as estreias do lateral-esquerdo Lucas Digne, atualmente reserva no PSG, e do atacante Antoine Griezmann, destaque do espanhol Real Sociedad (tem 15 gols na liga nacional), que já cumpriu suspensão depois de ter sido punido por indisciplina na seleção de base, à época com outros colegas. Ambos os debutantes, porém, já fizeram bonito nas categorias juvenis dos Bleus, Les Espoirs, que foram campeões mundiais sub-20 ano passado.

Abidal, Nasri, Lacazette e Thauvin não foram chamados. O primeiro está gripado, não tendo treinado com o Monaco nesta quinta, e é dúvida para o compromisso do time de depois de amanhã, contra o Saint-Etienne, pelo Campeonato Francês. O terceiro vem bem com o Lyon na Ligue 1, sendo artilheiro do time, e concordo com quem o considera mais merecedor do que o Payet de estar na lista.

Layvin Kurzawa vem fazendo ótima temporada na lateral-esquerda do Monaco, como eu disse recentemente aqui, mas acabou sendo chamado para a seleção sub 21, justamente os Espoirs, que enfrentam Belarus pelas Eliminatórias da Eurocopa 2015 da categoria no dia 4.

É a última convocação programada antes do técnico chamar seus selecionados e pré-selecionados para vir à Copa, que no caso francês terá amistosos preparatórios antes do início do Mundial. Hora dos caras abaixo mostrarem o melhor trabalho possível!

La liste des Bleus

GARDIENS : Lloris (Tottenham/ANG), Mandanda (Marseille), Ruffier (St-Etienne)

DEFENSEURS : Debuchy (Newcastle/ANG), Evra (Manchester United/ANG), Koscielny (Arsenal/ANG), Sagna (Arsenal/ANG), Sakho (Liverpool/ANG), Varane (Real/ESP), Mangala (FC Porto/POR), Digne (PSG)

MILIEUX : Matuidi (PSG), Pogba (Juventus/ITA), Sissoko (Newcastle/ANG), Grenier (Lyon), Cabaye (PSG), Mavuba (Lille), Valbuena (Marseille)

ATTAQUANTS : Benzema (Real Madrid/ESP), Giroud (Arsenal/ANG), Payet (Marseille), Ribéry (Bayern Munich/ALL), Rémy (Newcastle/ANG), Griezmann (Real Sociedad/ESP)

**

Plus
O site da FFF disponibilizou vídeos com duas vitórias bleus sobre os laranjas, que trazem curiosidades, confira:

18/11/1981 – 2 x 0 pelas Eliminatórias pra Copa de 1982, gols de Michel Platini e Didier Six no estádio Parc des Princes (a base daquele time chegaria à 4ª colocação no Mundial espanhol). A vitória foi 50% do que a seleção de Michel Hidalgo precisava para conquistar a vaga. Como os outros 50% eram vencer o Chipre em casa semanas depois, assim que acabou a partida contra os neerlandeses teve invasão de campo e festa generalizada…

26/02/19972 x 1 em amistoso, um ano antes da Copa de 1998, gols do meia Robert Pires e do atacante Patrick Loko pros Bleus, também no campo do PSG. Detalhe que nenhum dos dois goleadores da partida, assim como o então goleiro titular, Bernard Lama, compuseram o elenco campeão mundial em casa no ano seguinte…

-> Recomendo um texto de Andres Onrubia, colaborador do site Futbol desde Francia, sobre as opções (muitas, segundo ele) de Deschamps para a Copa.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 31 de agosto de 2012 Brasileiros na França, Torneios europeus | 23:49

Franceses conhecem adversários nos grupos das Ligas dos Campeões e Europa

Compartilhe: Twitter

Deu tudo certo pra França nos playoffs de Liga dos Campeões e Liga Europa! Portanto, teremos seis representantes do país nos torneios europeus, e com os sorteios de ontem e hoje, já temos as chaves, rivais e partidas definidas nas respectivas fases de grupos.

Gol de Tulio de Melo representou o alívio que o Lille buscava na partida decisiva contra o Copenhague (Uefa.com)

**LIGA DOS CAMPEÕES**
Montpellier e PSG, outrora garantidos, tiveram a companhia do Lille entre os franceses na Champions 2012/2013. O LOSC teve que passar pelo Copenhage, e penou para tal. Na ida, 1 a 0 pros anfitriões na Dinamarca, gol de cabeça de César Santin, brasileiro ex-Grêmio, com os franceses desperdiçando um pênalti com Payet e bobeando. Na volta, precisando ganhar, os Dogues conseguiram abrir o placar antes do intervalo, com o jovem lateral Digne. Mas passaram em branco na segunda etapa e com a peleja na prorrogação apareceu o cocoruto salvador do centroavante brasuca Túlio de Melo, 2 a 0 e mais uma UCL pro currículo do clube!

Visando superar a fraca campanha da última Liga, quando foi lanterna de sua chave e nem vaga pra Liga Europa conseguiu, o Lille caiu no Grupo F, ao lado de Bayern de Munique (vice-campeão alemão e do torneio), Valencia (terceiro colocado na Espanha) e Bate Borisov (campeão da Bielorrússia, vindo também dos playoffs). Vejo-o como terceira força, com possibilidade de brigar pelo segundo lugar.

O Paris Saint-Germain foi parar no Grupo A, composto também por Porto, campeão portuga, Dínamo de Kiev, vice da Ucrânia, e Dínamo Zagreb, campeão croata (os dois Dínamos passaram pelos playoffs). Na boa: se não avançar numa chave dessas, será por uma incrível incompetência. O mais longe que o clube tricolor chegou numa Champions foi nas semifinais, em 1995.

E o Montpellier, atual campeão mas que ainda não se encontrou na Ligue 1, integra o Grupo B, tendo a companhia de Arsenal, terceiro colocado inglês, Schalke 04, terceiro alemão, e Olympiacos, campeão grego. Acho que no máximo alcança um terceiro lugar, se conseguir isso pode se dar como satisfeito…

As datas dos jogos franceses ficaram:

1a rodada – 18/09 com PSG x Kiev e Montpellier x Arsenal, 19/09 com Lille x Bate;
2a rodada – 02/10 com Valencia x Lille, 03/10 com Porto x PSG e Schalke x Montpellier;
3a rodada – 23/10 com Lille x Bayern; 24/10 com Zagreb x PSG e Montpellier x Olympiacos;

4a rodada – 06/11 com PSG x Zagreb e Olympiacos x Montpellier; 07/12 com Bayern x Lille;
5a rodada – 20/11 com Bate x Lille, 21/11 com Kiev x PSG e Arsenal x Montpellier;
6a rodada – 04/12 com PSG x Porto e Montpellier x Schalke, 05/12 com Lille x Valencia;

*LIGA EUROPA*
Ontem, Marselha e Bordeaux se juntaram ao Lyon. A classificação do Olympique foi sedimentada no jogo ida, na gloriosa Moldova, ao bater o Sheriff Tiraspol por 2 a 1, dois gols de Jordan Ayew. Tanto que, na volta, em casa, nada além de um zero a zero e bastou.

Jussiê e Gouffran, decisivos para manter o Bordeaux na UEL (Getty Images)

Já os Girondinos, amigos, só carimbou a vaga “na bacia das almas”, como diríamos em tom dramático, ou “no bico do corvo”, como diríamos em tom dramático interiorano. Primeiro, empate nulo na Sérvia, em partida equilibrada e difícil contra o Estrela Vermelha (o nosso indefectível Crvena Zvezda). O resultado não foi ruim, mas quem disse que foi tranquilo vencer em casa? Primeiro, o Estrela assustou, abrindo o placar nos acréscimos do primeiro tempo. O bom foi Gouffran empatar logo aos 8 do segundo. Quando o brasileiro Jussiê virou aos 31, tudo parecia encaminhado, mas a equipe sérvia conseguiu igualar aos 45, placar que o beneficiava pelos gols fora de casa. Tudo estaria perdido, não fosse um pênalti salvador aos 48, convertido novamente por Gouffran, ufa!

Depois do sorteio vimos o OM ir para o Grupo C, com Fenerbahce (Turquia), Borussia Monchengladbach (Alemanha) e AEL (Chipre). O Bordô foi pro D, com Club Brugge (Bélgica), Newcastle (Inglaterra) e Marítimo (Portugal). E ao Lyon coube o I, ao lado de Sparta Praga (Rep. Tcheca), Athletic Bilbao (Espanha, vice-campeão) e Hapoel Kiryat Shmona (Israel). Os três têm tudo para se classificarem, seja em primeiro ou segundo. Eis a programação:

1a rodada – 20/09 com Fener x Marselha, Bordeaux x Brugge e Lyon x Sparta;
2a rodada – 04/10 com Hapoel x Lyon, Marselha x AEL e Newcastle x Bordeaux;
3a rodada – 25/10 com Lyon x Athletic, Borussia x Marselha e Marítimo x Bordeaux;

4a rodada – 08/11 com Marselha x Borussia, Bordeaux x Marítimo e Athletic x Lyon;
5a rodada – 22/11 com Sparta x Lyon, Marselha x Fener e Brugge x Bordeaux;
6a rodada – 06/12 com AEL X Marselha, Bordeaux x Newcastle e Lyon x Hapoel.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,