Publicidade

Posts com a Tag Deschamps

sexta-feira, 11 de setembro de 2009 Ex-jogadores, Extracampo, Seleção francesa | 00:03

Esse Zidane não!

Compartilhe: Twitter

Na quarta-feira aconteceu uma pancada de jogos importantes de futebol pelo mundo. Na quinta, nada de relevante – o que sobrou foi o Aberto dos Estados Unidos de tênis… Portanto, vamos de curtos tópicos:

>> Já não é a primeira vez que se fala sobre a possível saída de Raymond Domenech do comando da França, até porque não é de hoje que a seleção vem decepcionando e a pergunta: “como seguram esse cara lá?” não tem nada de nova. Eu acho que ele só cai se os Bleus não forem à Copa (toc, toc, toc), portanto nada deve acontecer até outubro. Laurent Blanc diz que não dividiria o Bordeaux com a seleção. Didier Deschamps (Marselha) e Arséne Wenger (Arsenal) sempre são bem cotados. Gosto dos dois últimos.

>> Falando em seleção, que patina entre os adultos, é desanimador não ver a França entre os participantes dos próximos Mundiais Sub 20 (no Egito, a partir do dia 24) e Sub 17 (na Nigéria, em outubro). Onde está o trabalho com a base, para fomentar as gerações das próximas Copas?

>> Agora eu fiquei triste: a chance que eu esperava de ver um time francês ao vivo este ano pode ir para o ralo. O amistoso entre São Paulo e Lyon, previsto para o início de outubro no Morumbi, pode ser adiado para novembro ou mesmo 2010 porque a CBF não quer alterar o calendário do Brasileirão. Quando a emissora que transmite o campeonato quer mudar a tabela para sua conveniência, aí pode né? Brincadeira!

>> Essa é boa. Na quarta, recebi um e-mail intitulado “Zidane da Brasilândia preso depois de roubo” (!). Pois é, o pobre do Zinedine virou apelido de bandido, como informou a assessoria de comunicação do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado), ligado à Polícia Civil de São Paulo. O frentista Rodrigo Denis, de 25 anos, é acusado de cinco roubos e de atacar policiais militares. Veja as fotos do ex-jogador e do meliante. Só porque é careca virou Zidane, pô?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 8 de junho de 2009 Francês da 1ª divisão | 21:18

Quem seria a jóia de Deschamps?

Compartilhe: Twitter

“Para o gol” é o que se espera que Deschamps não apenas leia, mas realize no OM (clique para ampliar)

Didier Deschamps, novo técnico do Olympique de Marselha, conversou com a France Football e já apresentou seu projeto para o clube. Em entrevista cuja íntegra será publicada nesta terça-feira, o substituto de Eric Gerets identificou uma falha grave do time no último Francês (perder pontos em demasia no Vélodrome) e deixou claro que pretende contar com novas e prontas peças para fortalecer o elenco.

Além disso, DD simplesmente afirmou: “Quero um Juninho ou um Gourcuff” (só você, meu filho??). Ou seja, um meia capaz de ser decisivo e marcar gols (coisa que Ben Arfa poderia fazer, mas não vem fazendo). Como Juninho não joga mais na França e Gourcuff não deixa Bordeaux tão cedo, os dois só valem como metáfora. Quem seria a jóia de Deschamps ao alcance do Marselha? Um Michel Bastos estaria de bom tamanho??

Falando em novo técnico, o mercado francês anda agitado desde o fim da Ligue 1, há pouco mais de uma semana. Veja como foi o troca-troca (com todo o respeito) dos últimos dias na França:

Paris Saint-Germain: Antoine Kombouaré subiu na vida ao se mudar de Valenciennes para Paris
Monaco: rompeu o namoro com o brasileiro Ricardo Gomes e assumiu outro com Guy Lacombe, ex-Rennes
Rennes: como perdeu Lacombe, foi atrás de Frederic Antonetti, ex-Nice
Le Mans: trouxe o português Paulo Duarte, que conciliará o cargo com a seleção de Burkina Faso (caraca!)
Saint-Etienne: renovou com o técnico que deu o último caneco ao Lyon, Alain Perrin
Valenciennes: contratou Philippe Montanier, que levou o Boulougne-sur-Mer pela 1ª vez à Ligue 1
Boulogne-sur-Mer: o calouro agora conta com Laurent Guyot, ex-defensor do Nantes de 39 anos* 
Montpellier: “recém-subido” da Ligue 2, trocou Rolland Courbis por René Girard*incluído no dia 09/06

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 7 de maio de 2009 Extracampo, Francês da 1ª divisão, Seleção francesa, Torneios europeus | 19:02

Esse sabe o que é vencer

Compartilhe: Twitter

De primeira, sem fazer qualquer busca na internet: qual é o maior vencedor francês como jogador da história do futebol? Michel Platini? Zinedine Zidane?? Thierry Henry??? Marcel Desailly???? Non! A resposta correta é Didier Deschamps, acredite se quiser** (levando-se em conta apenas títulos, sem premiações individuais, quesito em que Platini e Zidane foram imbatíveis).

Por clubes, o volante de estilo dunguístico jogou por Nantes, Olympique de Marselha, Bordeaux, Juventus (Itália), Chelsea (Inglaterra) e Valencia (Espanha), entre 1985 e 2001. Acumulou duas Ligas dos Campeões da Europa, três Campeonatos Italianos, dois Campeonatos Franceses, uma Copa da Itália e uma Copa da Inglaterra, além de outros títulos menores.

Mas foi pela seleção francesa seu momento de auge, que o fez ídolo no país e “engolido” por todos nós brasileiros naquele dia 12 de julho de 1998 – a não ser que você já estivesse longe da TV depois do jogo. Veja neste vídeo onde exatamente Deschamps estava no Stade de France (se tiver pouco tempo, avance para os 4’50”, o vídeo é longo por tratar das duas maiores conquistas dos Bleus, Copa e Euro):

Todo esse preâmbulo foi para dizer que Didier Deschamps será o novo treinador do Olympique de Marselha nas próximas duas temporadas, após dirigir Monaco e Juventus (não o da Mooca!). Uma baita aquisição (ele era um dos cotados para assumir a França), que servirá de consolo caso o clube deixe o Bordeaux papar o atual Campeonato Francês (toc, toc, toc). Pra você ver a fama do garotinho, já teve jogador consagrado tecendo elogios e flertando com o OM, ui ui ui, Trezeguet!

**quando pintar uma brecha, prometo trazer uma listinha comparando os maiores vencedores franceses como jogadores, vale o registro!

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 4
  3. 5
  4. 6
  5. 7
  6. 8
  7. Última