Publicidade

Posts com a Tag Copa 2010

quinta-feira, 12 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 23:04

Retrospecto francês contra os adversários na 1a fase

Compartilhe: Twitter
Tabela com os gols marcados pelas maiores artilheiras em todos os Mundiais

Tabela com os gols marcados pelas maiores artilheiras em todos os Mundiais

A França está a quatro gols da marca do centésimo em sua trajetória nas Copas do Mundo (conforme tabela acima, antes de considerar os gols brasileiros na estreia de hoje). Participou de 13 das 19 edições até aqui. A campeã do mundo em 1998 repetiu o feito de chegar a uma final em 2006, mas decepcionou feio ao se despedir nas primeiras fases em 2002, quando vinha como defensora do título, e 2010, a primeira Copa da Era Le Blog du Foot.

É a primeira vez que enfrentará Honduras, seu adversário na estreia, no domingo. O país centro-americano ainda busca sua primeira vitória num Mundial (3 empates e 3 derrotas). Apesar do retrospecto mais vitorioso, os Bleus não ganham em uma Copa desde a derrota imposta a Portugal (1 a 0) na semifinal de 2006. Empatou a final com a Itália, no tempo regulamentar, e nos três jogos na África do Sul foram duas derrotas, um empate e apenas um mísero gol marcado.

Apesar de teoricamente mais frágil do que suíços e equatorianos, o time hondurenho foi visto de perto por um espião francês nos testes antes de vir ao Brasil.

Contra a Suíça, pelo contrário, já existe uma história de 36 duelos de 1905 a 2006, com 15 vitórias francesas, 12 suíças e 9 empates. O último foi na Copa da Alemanha, um zero a zero na fase de grupos – um placar com a cara do estilo de jogo que os suíços têm implantado nos últimos anos. Agora novamente pelo torneio mais importante do mundo, dia 20.

França e Equador se encontraram apenas uma vez antes do jogo que acontecerá dia 25. Foi um amistoso em Grenoble, em maio de 2008, com triunfo dos donos da casa por 2 a 0.

No twitter @obrunopessa, com a hashtag #leblogdufoot, tem mais informações e comentários meus sobre a França e a Copa

-> FALTAM 3 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014!! <-

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 26 de maio de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 14:06

Sobre eleitos e preteridos pra Copa 2014

Compartilhe: Twitter

Atualizado depois dos cortes de Mandanda, Ribéry e Grenier

A bacana montagem colocada pelo amigo Filipe Papini de capa do grupo Ligue 1 Brasil no Facebook (No alto: Lloris,Ruffier, Landreau, Debuchy, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Varane, Digne, Mavuba e Pogba; abaixo, Cabaye, Mangala,Matuidi, Sissoko, Schneiderlin, Valbuena, Cabella, Giroud, Rémy, Benzema, Griezmann e Deschamps)

A bacana montagem colocada pelo amigo Filipe Papini de capa do grupo Ligue 1 Brasil no Facebook (No alto: Lloris,
Ruffier, Landreau, Debuchy, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Varane, Digne, Mavuba e Pogba; abaixo, Cabaye, Mangala,
Matuidi, Sissoko, Schneiderlin, Valbuena, Cabella, Giroud, Rémy, Benzema, Griezmann e Deschamps)

Enquanto a seleção já trabalha em Clairefontaine visando a Copa (amanhã faz o primeiro amistoso preparatório, contra a Noruega), vamos falar de convocados e ausentes. A lista do treinador Deschamps manteve a coerência, pilar que normalmente os técnicos consideram muito nessas situações, para ter mais controle do grupo e “fechá-lo” em torno do objetivo comum, como se diz no meio boleirístico.

O anúncio dos chamados confirmou esperadas ausências, como a do meia Nasri, do Manchester City, talentoso porém indisciplinado (e pouco útil para os Bleus, como lembrou o amigo Eduardo Madeira Jr). E tudo que Didier Deschamps quer é evitar a indisciplina que tanto fez mal ao grupo francês em 2010.

-> Caras pra gente ficar de olho: Franck Ribéry e Blaise Matuidi

Poderia ter levado os atacantes Lacazette, do Lyon, e Gignac, do Marseille, no lugar de nomes como Rémy e Griezmann, mas quem escolhe é ele. O lateral-direito Clichy, o volante Capoue e o meia Gourcuff provavelmente alimentavam alguma esperança de serem lembrados, mas nada. Até achei que o lateral-esquerdo e ultimamente zagueiro Abidal, atualmente no Monaco, poderia figurar, porém “foi aposentado” da seleção, com homenagem justa, “diga-se de passagem” (NETO, Craque).

Na contabilidade dos clubes que mais cederam atletas pra DD, a prova de que a maior parte dos destaques franceses estão fora da França: 16 nomes “estrangeiros”, 14 locais (considerando 23 + 7 suplentes). As agremiações que mais cederam convocados foram PSG, Arsenal (Inglaterra) e Newcastle (Inglaterra), o que revela a expressividade da Premier League como abrigo de importantes jogadores bleus.

-> Futbox: Veja dados e uniformes das seleções na história das Copas

A ausência de Abidal faz de Ribéry (31 anos) o mais longevo do grupo em termos de Copas: é o único que esteve nas de 2006 (era pré-Le Blog du Foot) e 2010 (quando já existíamos!). Lloris (o atual capitão), Sagna, Evra (33 anos) e Valbuena foram ao Mundial da África do Sul, enquanto que o vovô do elenco Landreau (35 anos) esteve na campanha do vice na Alemanha.

Portanto, Deschamps renovou bastante em relação há quatro anos, pois 16 dos seus 23 iniciais (com Mandanda, que iria para a segunda Copa) debutam no principal torneio da Fifa. Que eles tenham tranquilidade para não tremer caso tenham de mostrar serviço!

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 14 de maio de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 00:39

Copa 2014: Os selecionados de Deschamps

Compartilhe: Twitter

Enriquecido em 28/05

No início da preparação pro Mundial, o preparador físico Eric Bedouet (foto) será mais decisivo do que Didier Deschamps

No início da preparação pro Mundial, o preparador físico Eric Bedouet (foto) será mais decisivo do que Didier Deschamps

**Atualizado com a substituição forçada de Mandanda por Ruffier**

Técnico da França, Didier revelou hoje com quem pretende contar no Mundial brasileiro, tanto os “titulares da convocação” (23) quanto os suplentes (7), em caso de baixa no primeiro grupo.

Ele teria até 2 de junho para enviar à Fifa seus 23, mas, assim como fez Felipão, já deixou isso público. Voilà:

Gardiens : Hugo Lloris, Mickaël Landreau e Stéphane Ruffier (Steve Mandanda foi chamado e depois cortado por lesão)

Défenseurs : Mathieu Debuchy, Lucas Digne, Patrice Evra, Laurent Koscielny, Bacary Sagna, Eliaquim Mangala, Mamadou Sakho, Raphaël Varane.

Milieux de terrain : Yohan Cabaye, Clément Grenier, Blaise Matuidi, Paul Pogba, Moussa Sissoko, Rio Mavuba, Mathieu Valbuena.

Attaquants : Karim Benzema, Olivier Giroud, Loïc Rémy, Franck Ribéry, Antoine Griezmann.

Les 7 réservistes : Rémy Cabella, Maxime Gonalons, Alexandre Lacazette, Loïc Perrin, Stéphane Ruffier (promovido para a lista principal), Morgan Schneiderlin, Benoît Trémoulinas.

Calendário bleu pré-Copa:

19/5 – Início da concentração em Clairefontaine

27/5 – França x Noruega (Stade de France, Saint-Denis)

1/6 – França x Paraguai (Allianz Riviera, Nice)

8/6 – França x Jamaica (Pierre-Mauroy, Lille)

Partidas da seleção francesa na fase inicial do Mundial:

15 de junho, domingo, 16h: França x Honduras, no Beira-Rio (Porto Alegre)

20 de junho, sexta-feira, 16h: França x Suíça, na Fonte Nova (Salvador)

25 de junho, quarta-feira, 17h: França x Equador, no Maracanã (Rio de Janeiro)

Em 2010, para aquele FIASCO que veríamos na África do Sul, o então técnico Raymond Domenech (toc toc toc) anunciou primeiro uma lista de 30 nomes, para depois fechar os 23. Lembrando que seleção haverá, mas árbitros franceses não, o que denota a crise na arbitragem do país.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 15 de novembro de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 22:32

Ucrânia complica França na repescagem das Eliminatórias pra Copa 2014

Compartilhe: Twitter
De quem mais se esperava no time francês, Ribéry foi anulado e teve de aceitar a festa ucraniana (Photo: Reuters)

De quem mais se esperava no time francês, Ribéry foi anulado e teve de aceitar a festa ucraniana (Photo: Reuters)

Les Bleus sucumbiram no segundo tempo, levaram 2 a 0 em Kiev e vão ter que suar muito para evitar o vexame de se ausentar do Mundial no Brasil. A decisão acontece em Saint Denis, na próxima terça, dia 19, às 18h (Fox Sports é um dos canais que transmitem ao vivo).

Lloris; Debuchy, Koscielny, Abidal e Evra; Matuidi, Pogba, Nasri e Ribery; Remy e Giroud foi o time francês no primeiro tempo, com poucas chances dos dois lados e nenhuma criatividade na equipe de Deschamps.

Na segunda etapa, quando o técnico gaulês já preparava uma alteração, os anfitriões tramaram boa jogada pela esquerda, Zozulya recebeu do brasileiro Edmar na área, se desvencilhou de Abidal e chutou por baixo de Lloris, abrindo o placar. Sissoko (no lugar de Remy), Valbuena (no de Nasri) e Benzema (Giroud) entraram, porém o quadro não se alterou.

Cenário ruim, que se agravou minutos antes do fim, quando Yarmolenko definiu o marcador e a bela vantagem ucraniana, para grande apreensão francesa. Em dia muito negativo, o zagueiro Koscielny ainda foi expulso e não vai poder jogar na terça (o que não é de todo mal…).

No último duelo entre as partes, pela Euro 2012, havia dado Bleus: 2 a 0, uma vitória aliviante e sobre um dilúvio na época. Ou seja: reverter a vantagem não é impossível, não percamos as esperanças!

Que a classificação para a Copa 2014 venha, mas sem interferência da arbitragem de preferência, para deixarmos ainda mais no fundo do baú da memória aquele 1 a 1 contra Irlanda, que levou a França pra África do Sul com a ajuda da mão esperta de Henry no gol de Gallas… Aliás, os irlandeses festejaram ou festejaram muito o placar no Estádio Olímpico de Kiev?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 5 de maio de 2011 Extracampo | 21:54

Crise na FFF pode respingar em Blanc. É o correto?

Compartilhe: Twitter

Depois um 2010 pra lá de desgastante por conta do clima e campanhas péssimos na Copa do Mundo, 2011 parecia tranquilo pros lados da Federação Francesa de Futebol, com reformulação e bons resultados começando a surgir na seleção principal com Laurent Blanc.

Até a semana passada, quando uma bomba explodiu na entidade que gere o futebol francês e os estilhaços atingiram Blanc: vieram a público, pelo site Mediapart, declarações em reuniões da FFF que sugeriam a implementação, nos clubes e escolinhas do país, de cotas para limitar a formação de jogadores “não-brancos”, de ascendência africana e árabe. O objetivo seria ter, futuramente, uma seleção adulta mais “europeia”.

O técnico dos Bleus falava numa reunião sobre o peso crescente dos atletas com dupla nacionalidade e a necessidade de aumentar o número de jogadores mais técnicos frente aos físicos, geralmente de origem negra. “Atualmente, os grandes e potentes são os negros. É assim. É um fato. Deus sabe que nos centros de formação, nas escolas de futebol, há muitos (negros). Creio que temos que buscar outros critérios, modificar nossa própria cultura”, teria dito Blanc nesta reunião.

thuram_afp

Convidado a falar sobre o que Blanc disse no programa "Le Grand Journal" do Canal Plus, Lilian Thuram não poupou o colega de 1998: "É indesculpável" (AFP)

Claro que pegou mal, né? Uma investigação foi posta em curso e os fatos são que o diretor técnico François Blaquart já “rodou”, sendo suspenso pela federação, e cresceu a pressão para que Laurent Blanc perca o emprego. Ex-jogadores da seleção e torcedores de modo geral, porém, não são unânimes sobre a saída do treinador.

Não me parece que Blanc seja racista ou preconceituoso, acho que ele está é preocupado que a França forme basicamente jogadores fortes, muito bem preparados fisicamente mas fracos em termos de técnica e habilidade. Até porque esse cenário a gente vê no futebol atual, no qual o lado físico evoluiu, nivelando times fracos, medianos e bons, e os talentosos estão rareando, contados nos dedos.

O problema é que o técnico gaulês precisa dissociar esse perfil de jogador da questão racial, de origem étnica, assim como a diretriz da FFF para a formação de jogadores. Que as escolinhas valorizem e promovam os mais técnicos, independentemente da cor ou sobrenome, tudo bem, nada de errado. O que não pode é já taxar o cara de incapaz e reprová-lo por não ser “branco” e “europeu”…

Karim Benzema festeja gol contra Inglaterra recentemente. A maior aposta ofensiva da França hoje tem pais argelinos... (Getty Images)

Portanto, penso que o mais acertado, para contornar o caso, seria federação e treinador chamarem a imprensa, esclarecerem tudo que for preciso e Blanc não cair. Demiti-lo só para mostrar à opinião pública que a FFF tá agindo, pra preservar sua imagem, não me parece o melhor caminho, até porque o trabalho que já vem rendendo frutos na preparação dos Bleus pra Euro 2012 seria sensivelmente prejudicado sem seu comandante atual.

Agora, se de fato o lance das cotas procede, seja com anuência, conveniência ou determinação de Laurent e outros membros da federação, não terei como defendê-lo. E o país pode evitar, “burramente”, que surjam novos Zidanes, Henrys, Benzemas, Nasris, Maloudas, Evras… (relembre o que já escrevi sobre a multietnicidade histórica da seleção francesa). Além do fato de jogadores africanos ou árabes não quererem mais servir à seleção, se recusando, com razão, a fazer parte e lutar por uma entidade que os repele – vale lembrar que, sobre o fiasco na África do Sul no ano passado, foi especulado que os atletas negros se rebelaram contra o comando francês por não se sentirem à vontade em representar a França, uma das ex-potências coloniais na África…

Qual sua opinião sobre o caso? O que faria para sanar mais essa crise no futebol francês?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 15 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão, Seleção francesa | 10:06

Lille, cuidado com o… Lille

Compartilhe: Twitter

Quando um time lidera um campeonato de pontos corridos na reta final, com boa vantagem na classificação, a ponto de os concorrentes mais próximos terem de torcer por tropeços contra outros adversários, podemos dizer que ele só perde, principalmente, para ele mesmo. Certo?

Eis o caso do Lille, líder do Francês, que depois da derrota para o Monaco, na última rodada, viu o clima se desestabilizar entre seus jogadores: Rami falou em falta de comprometimento dos colegas, a turma não gostou e Landreau tentou esfriar a quentura, como informa a boa coluna de França do Trivela.com. É bom que Rudi Garcia faça seus comandados manterem o foco e se unirem em campo para que o trabalho de toda a temporada não desmorone a poucos metros da linha de chegada…

rudi_garcia_lille_afp

O técnico do LOSC também se irritou após a derrota em Mônaco. Mas agora precisa de muita calma (AFP)

Prejuízo pro Lyon
Miralem Pjanic pegou dois jogos de suspensão pela Comissão de Disciplina da Liga de Futebol Profissional (LFP) por uma suposta agressão (alguém viu se foi mesmo?) não vista pela arbitragem de então sobre Victor Hugo Montaño, do Rennes, no empate entre os times quase um mês atrás. A reclamação acintosa do técnico Fréderic Antonetti depois da referida partida, quanto à impunidade do meia do Lyon, acabou surtindo resultado, prejudicando um rival direto na luta pelas vagas na próxima Liga dos Campeões da Europa…

Se lhe devem…
Raymond Domenech foi demitido pela Federação Francesa de Futebol depois do fiasco da Copa 2010 sem nada receber. Por mais que isso faça sentido pelos desserviços que ele vinha prestando, é seu direito não aceitar o acordo com a entidade e cobrar uma indenização, como de fato ocorreu nesta quinta. Assim como a FFF pode buscar argumentos como a dispensa por falta grave para não ter que desembolsar milhões. O tribunal de Prud’hommes deve examinar o caso só em 13 de janeiro de 2012

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 12 de abril de 2011 Extracampo, Franceses no mundo, Torneios europeus | 18:35

Domenech sorri e cumprimenta brasileiro. Já o Anelka…

Compartilhe: Twitter
Raymond Domenech com Leonardo Vitorino no Catar (Divulgação/ASE)

Raymond Domenech com Leonardo Vitorino no Catar (Divulgação/ASE)

anelka_substituicao_afp

Nicolas Anelka deixa o gramado do Old Trafford ao ser substituído no início do 2º tempo (AFP)

Dias atrás, Raymond Domenech (que brigou com Nicolas Anelka na fatídica Copa 2010) ministrou palestra voltada aos treinadores do Al Gharafa (para onde Juninho Pernambucano foi depois do Lyon) na sede do clube, em Doha, capital do Catar. O técnico francês falou sobre a experiência com as seleções sub 21 e principal dos Bleus e conheceu de perto o trabalho de formação de atletas na base do clube catariano, que tem o brasileiro Leonardo Vitorino como um dos treinadores.

Ao contrário do que aconteceu com Carlos Alberto Parreira na despedida francesa do Mundial sul-africano, com derrota para os donos da casa, Domenech sorriu e não recusou estender a mão para Vitorino…

Minutos atrás, Nicolas Anelka (que xingou seu então técnico na África do Sul) entrou em campo como titular do Chelsea contra o Manchester United, ao lado do compatriota Florent Malouda. Mas o atacante não marcou, foi substituído e acabou eliminado nas quartas de finais da Liga dos Campeões da Europa pelo time vermelho, do também compatriota Patrice Evra

Será que Nicolas xingou seu atual treinador Carlo Ancelotti em algum momento do dia de hoje?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 28 de março de 2011 Brasileiros na França, Seleção francesa | 23:16

Mudanças prováveis na seleção. Brasileiro à vista?

Compartilhe: Twitter
mandanda

O aniversariante Mandanda não deve ganhar o presente que espera nesta terça: segue na reserva de Lloris (FFF.fr)

Em busca da sétima vitória consecutiva pelos Bleus, Laurent Blanc deve alterar a formação titular em relação aos onze que começaram e terminaram o jogo contra Luxemburgo, na última sexta-feira. Faz sentido, pois o técnico não gostou de algumas coisas que viu contra o frágil adversário e a partida desta terça-feira, contra a Croácia (reedição da semifinal da Copa do Mundo de 1998, se lembra?), é amistosa, ao contrário da mais recente, que valeu pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2012 (Parêntese: as vitórias da Albânia sobre Bielorrússia/Belarus e da Bósnia sobre Romênia permitiram que a França abrisse quatro pontos de vantagem para os segundos colocados, Belarus e Albânia, no qualificatório). 

O treinador deve trocar os laterais e mexer no meio de campo, colocando Sagna, Evra, M’vila e Ribéry no banco. A provável França para encarar a Croácia, então, tem Lloris; Reveillère, Rami, Mexes, Clichy; Alou Diarra, Gourcuff, Nasri, Menez e Malouda; Benzema. Especula-se que especificamente Evra e Ribéry serão poupados de possíveis vaias e ofensas dos torcedores franceses em Saint-Denis, pois ambos são considerados os “cabeças” do motim do grupo francês contra Raymond Domenech na Copa 2010.

A Croácia hoje parece estar longe daquela que foi terceira colocada no Mundial francês: vem de derrota para Geórgia e ocupa a vice-liderança do grupo F das Eliminatórias da Euro, um ponto atrás da Grécia e outro à frente da própria Geórgia – Israel, Letônia e Malta completam a chave. Aliás, naquela semifinal em 1998, o então zagueiro Laurent Blanc foi expulso e acabou assistindo à decisão contra o Brasil sem poder entrar em campo, ao menos enquanto a bola rolou…

A partida contra os croatas no Stade de France começa às 17 horas de Brasília (21h locais), mas o SporTV anuncia a transmissão de VT apenas à 1h30 de terça para quarta…  

cafe_fff

A turminha uniformizada para o café da manhã na concentração, que bonitinhos... (FFF.fr)

Wendel, le nouveau Bleu?
Muito me animou ler hoje que o meia do Bordeaux deseja ser o primeiro brasileiro a defender a seleção francesa. No país desde 2006, o mineiro ex-Cruzeiro e Santos já deu entrada no processo para adquirir a cidadania de lá. Com cinco anos completos de França, deve reunir condições para voltar a trabalhar com Blanc, ex-técnico dos Girondinos. E já planeja renovar com o clube bordô.

Do ponto de vista patriótico, soa estranho um jogador escolher uma seleção de outro país para defender. Mas do ponto de vista profissional, pode ser a chance mais palpável de realização para ele, que provavelmente deve sonhar jogar um torneio continental, uma Copa do Mundo e tem consciência de que, com quase 29 anos, a possibilidade de chegar lá via seleção brasileira é bem mais difícil.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de março de 2011 Eliminatórias da Eurocopa, Seleção francesa | 13:07

Evra e Ribéry, bem-vindos de volta

Compartilhe: Twitter

Creio que Laurent Blanc acerta ao trazer os experientes jogadores novamente para a seleção francesa, mesmo contrariando ministros, presidentes ou qualquer autoridade que seja. Eles já cumpriram a punição que foi dada aos rebeldes da Copa 2010, ficaram um tempo ausentes e, como Raymond Domenech e sua comissão representam um passado que convém esquecer, vamos priorizar o futuro e a necessidade de chegar com um time forte para brigar pelo título europeu em 2012, d’accord?

Aliás, sem poder contar com o rodado Abidal na lateral-esquerda, por conta de tratamento de doença, vem muito a calhar para Blanc o retorno de Evra. E quanto a Ribéry, ele não está machucado (que bênção!), voltou a jogar com qualidade e parece ser o nome ideal para chamar a responsabilidade do meio para a frente, diante dos tímidos Malouda e Benzema, do candidato-a-protagonista-que-continua-figurante Gourcuff e do ainda novato Nasri.

Os convocados para defender a França contra Luxemburgo pelas Eliminatórias da Eurocopa, em 25 de março, e contra Croácia em amistoso no dia 29, são:

Goleiros: Lloris (Lyon), Mandanda (Olympique de Marselha), Carrasso (Bordeaux)

Defensores: Rami (Lille), Mexès (Roma-ITA), Sagna (Arsenal-ING), Sakho (PSG), Clichy (Arsenal-ING), Evra (Machester United-ING), Koscielny (Arsenal-ING), Reveillére (Lyon)

Meias: M’Vila (Rennes), Alou Diarra (Bordeaux), Malouda (Chelsea-ING), Gourcuff (Lyon), Nasri (Arsenal-ING), Diaby (Arsenal-ING), Menez (Roma-ITA), Ribéry (Bayern de Munique-ALE)

Atacantes: Benzema (Real Madrid-ESP), Hoarau (PSG), Gameiro (Lorient), Rémy (Olympique de Marselha)

Concorda comigo? Não? Opine!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 2 de janeiro de 2011 Seleção francesa | 20:08

Foi o pior ano da seleção francesa desde 1930

Compartilhe: Twitter

Iniciado o 2011 (começaram bem? o que desejam? Eu quero não apenas falar de e escrever sobre futebol, mas tentar jogar um pouquinho também…), é hora de fazer um breve balanço do 2010 da seleção francesa.

Embora o desfecho da temporada tenha sido belo, com uma vitória sobre a forte rival Inglaterra no lendário Wembley, a França apresentou um desempenho deficitário no ano: 13 jogos, 5 vitórias (4 já na era Laurent Blanc), 2 empates e 6 derrotas, com 13 gols pró e 13 contra, um saldo que ilustra bem um recomeço: zero.

Les Bleus não conheciam seis derrotas no mesmo ano desde 1930 (!), quando perderam 60% dos 10 jogos realizados no ano. Se esquecermos o fiasco na Copa 2010, pelo menos anima saber que um novo treinador está no lugar de Raymond Domenech, que definitivamente já deu o que tinha que dar.

inglaterra_frança_fff

Batendo os ingleses, a França que terminou o ano deixou o torcedor com um sentimento de esperança para os próximos desafios (Foto: Site FFF)

Eis as partidas da seleção em 2010, que teve Benzema como artilheiro, com três gols:…

3 de março (amistoso, Saint-Denis): França 0 x 2 Espanha
26 de maio (amistoso, Lens): França 2 x 1 Costa-Rica (gols franceses: Sequeira contra, Valbuena)
30 de maio (amistoso, Rades): Tunísia 1 x 1 França (gol francês: Gallas)
4 de junho (amistoso, Saint-Pierre de la Réunion): França 0 x 1 China
11 de junho (Copa do Mundo, Cidade do Cabo): França 0 x 0 Uruguai
17 de junho (Copa do Mundo, Polokwane): França 0 x 2 México
22 de junho (Copa do Mundo, Bloemfontein): França 1 x 2 África do Sul (gol francês: Malouda)
11 de agosto (amistoso, Oslo): Noruega 2 x 1 França (gol francês: Ben Arfa)
3 de setembro (Eliminatórias da Euro, Saint-Denis): França 0 x 1 Bielorrússia
7 de setembro (Eliminatórias da Euro, Sarajevo): Bósnia 0 x 2 França (gols franceses: BenzemaMalouda)
9 de outubro (Eliminatórias da Euro, Saint-Denis): França 2 x 0 Romênia (gols franceses: RémyGourcuff)
12 de outubro (Eliminatórias da Euro, Metz): França 2 x 0 Luxemburgo (gols franceses: Benzema e Gourcuff)
17 de novembro (amistoso, Londres): Inglaterra 1 x 2 França (gols franceses: BenzemaValbuena)

… e o calendário para este 2011, com um início pra lá de interessante e a definição das Eliminatórias para a Eurocopa de 2012:

9 de fevereiro (amistoso, Saint-Denis): França x Brasil
25 de março (Eliminatórias da Euro, Luxemburgo): Luxemburgo x França
29 de março (amistoso): França x rival a definir 
3 de junho (Eliminatórias da Euro, Minsk): Bielorrússia x França 
7 de junho (amistoso, Kiev): Ucrânia x França
10 de agosto (amistoso): França x Chile
2 de setembro (Eliminatórias da Euro, Tirana): Albânia x França
6 de setembro (Eliminatórias da Euro): Romênia x França
7 de outubro (Eliminatórias da Euro): França x Albânia
11 de outubro (Eliminatórias da Euro): França x Bósnia

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última