Publicidade

Posts com a Tag Copa 1994

quinta-feira, 1 de maio de 2014 Brasileiros contra a França, Ex-jogadores, Extracampo | 00:18

Ayrton Senna e o futebol francês

Compartilhe: Twitter
Parc des Princes, 1994

Parc des Princes, 1994

“Lá vem esse oportunista mequetrefe de novo tentando atrelar um post a uma efeméride distante do foot“, podem pensar os detratores. Mas por mais que pareça forçação de barra uma coluna de futebol francês vir falar de um piloto de Fórmula 1 brasileiro, cuja morte completa 20 anos neste Primeiro de Maio, verás que há conexões sim. Cito duas:

1) Um dos maiores símbolos das vitórias de Senna, que reforçou seu patriotismo e identificação com a torcida francesa, surgiu em consequência da vitória dos Bleus sobre o Brasil na Copa de 1986. A F1 vivia o fim de semana do GP dos EUA, e no seio da equipe britânica Lotus, de motores franceses Renault, Ayrton era minoria (posteriormente esmagada) torcendo pra canarinho naquele confronto das quartas de finais do mundial mexicano.

No sábado, a França eliminou o Brasil nos pênaltis, com Platini rindo e Zico lamentando, como sabemos. No domingo, dia da corrida em Detroit, o futuro tricampeão mundial “se vingou” das piadinhas do seu time ganhando a prova, logo à frente de dois franceses (Jacques Laffite, em quem botou mais de 30 segundos, e Alain Prost, seu futuro desafeto). Após a bandeirada final, pediu uma bandeira brasileira a um torcedor e a ostentou com orgulho no carro, na volta de comemoração. A primeira vez de muitas dessas “ostentações” de “Ayrton Senna do Brasil”.

2) Em 20 de abril de 1994 vimos uma das últimas aparições públicas do piloto antes do fatídico fim de semana do GP de San Marino daquele ano. E foi na capital Paris, no estádio do Paris Saint-Germain! Convidado para dar o pontapé inicial do amistoso entre Brasil versus combinado PSG-Bordeaux, Senna deu aquele totó maroto na pelota, cumprimentou Raí (que atuou como capitão da seleção, embora fosse jogador do clube francês na época) e outros compatriotas (Ricardo Gomes era outro cedido pelo PSG ao time de Parreira), e viu o jogo das tribunas.

Nesse vídeo com lances de gol e narração em espanhol dá pra constatar que o time francês teve os brasileiros Assis (irmão de Ronaldinho Gaúcho, que na época jogava no Sion, da Suíça) e Márcio Santos (então no Bordeaux), o atacante Ginola e o goleiro Lama, que aliás foi muito bem. Mesmo na terra do já consolidado grande rival Prost, Ayrton foi aplaudido pela galera no Parc des Princes. O morno resultado de 0 a 0, no entanto, desagradou o tricampeão. “Isso é como uma corrida sem pódio e sem ultrapassagem”, comparou. Quase três meses depois, a seleção brasileira homenagearia o piloto nos festejos pelo tetra nos EUA, pro Mundial ao qual a França, desta vez, nem conseguiu ir…

Vários especiais sobre os 20 anos sem Senna (meu primeiro ídolo na vida – #quemnunca?) proliferaram na imprensa brasileira, então a quem se interessar recomendo o da revista Warm Up, do pessoal do site Grande Prêmio, liderado pelo jornalista Flávio Gomes. Pra quem curte automobilismo e prefere um jornalismo livre de paixões sobre o tema (como eu), é uma ótima pedida.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 Extracampo | 13:57

Le Blog é Cultura: Exposição “Futebol Arte” no interior de SP

Compartilhe: Twitter
Brasil 0 x 1 França, Copa de 2006, por Jonne Roriz

Brasil 0 x 1 França, Copa de 2006, por Jonne Roriz

Até 4 de fevereiro, o Shopping Iguatemi Campinas abriga a mostra “Futebol Arte”, promovida pelo Festival de Fotografia Hercule Florence.

42 fotografias de profissionais premiados, em torneios de seleções que vão da Copa de 1994 à Copa das Confederações do ano passado, retratam lances geniais e cenas inesquecíveis que marcaram a história futebolística.

(é possível visualizar e baixar 17 dessas imagens por esse link).

A entrada é gratuita, fica a dica!

Serviço
Exposição “Futebol Arte”
Quando: de 9 de janeiro a 4 de fevereiro
Onde: foyer do Teatro Brasil Kirin, localizado no terceiro piso do Shopping Center Iguatemi Campinas (Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina, Campinas, SP)
Horários: de segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos, das 12h às 20h
www.iguatemicampinas.com.br  

 

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 22 de outubro de 2010 Ex-jogadores | 17:50

Momento retrô: Carlos Valderrama!

Compartilhe: Twitter

Volta e meia o site da revista France Football coloca uma reprodução, na home page, da capa da revista há 20 anos. E aí dá para se deparar com figuras de impacto, como essa:

france_football_valderrama_montpellier_1990

Clique na imagem para admirá-lo e se admirar ainda mais (France Football)

O meia colombiano Carlos Alberto Valderrama (02/09/1961), natural de Santa Marta (onde tem uma estátua dele!), marcou a infância de quem foi infante nas Copas do Mundo de 1990, 1994 e 1998 (eeeu!) e pôde admirar sua bela cabelereira nos álbuns de figurinhas de então. Agora, informações secundárias: começou no Unión Magdalena, em 1981, e passou por Millionarios e Deportivo Cali antes de se transferir para a Europa, onde defendeu Montpellier e Valladolid, da Espanha. Voltou ao país natal e encerrou a carreira nos Estados Unidos, depois de perambular por lá, em 2004, no Colorado Rapids. 

A foto acima, da edição da FF de 18 de setembro de 1990, mostra Valderrama com a camisa (peladinha heim…) do Montpellier, que defendeu entre 1988 e 1991. Não por acaso, foi justamente a fase mais vitoriosa da história do clube fundado em 1919: título da Copa da França de 1990 (o 2º e último, depois de 1929), terceira colocação na Ligue 1 1987/1988 (melhor posição de sempre), e quartas-de-finais da Copa dos Campeões da UEFA (antiga Liga dos Campeões da Europa) em 1991. O time da época era realmente bom, contando com o zagueiro-líbero Laurent Blanc (maior artilheiro da história do MHSC, pasme!) e o atacante Eric Cantona em seus quadros.

Descobrindo agora o que Valderrama fez pelo MHSC, entendo que o clube pode ter pensado nisso quando contratou o também colombiano Victor Hugo Montaño, em 2005. O atacante ficou por lá durante longos cinco anos, tendo se transferido na última janela para o Rennes, atual líder do Campeonato Francês.

Sempre que achar figuraças ou fatos relevantes do passado, da France Football ou outra fonte que o valha, colocarei aqui. Aceito sugestões também :)

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,