Publicidade

Posts com a Tag Chedjou

quarta-feira, 19 de setembro de 2012 Brasileiros na França, Torneios europeus | 17:59

Estreias na Champions: PSG confirma, Montpellier e Lille decepcionam

Compartilhe: Twitter

*PSG 4 x 1 Dínamo de Kiev* (Assista aos gols)
Bela estreia parisiense, comandado, como vem sendo a tônica nesta temporada, por Zlatan Ibrahimovic. O sueco abriu o placar convertendo pênalti, atingindo duas marcas únicas no Parc des Princes: disputou a Liga e fez gols por seis camisas diferentes (Ajax, Juventus, Internazionale, Barcelona, Milan e PSG) em seu retrospecto no torneio.

A equipe francesa ganhou tranquilidade no marcador depois que a dupla de zaga brasileira mostrou talento ofensivo em poucos minutos: o estreante Thiago Silva e seu parceiro Alex marcaram, aproveitando cruzamentos na área ucraniana. Nos minutos finais, o Dínamo descontou, mas ainda deu tempo para Pastore chutar rasteiro e o goleiro Koval aceitar.

O saldo de gols elástico foi importante, até por já colocar o time na liderança da chave, já que o Porto bateu o Dínamo Zagreb por 2 a 0 na outra partida, na Croácia. Um belo começo, impondo moral, como a ambição tricolor sugere.

Brasil e Argentina sorrindo: Nenê, vindo do banco como tem sido costume nos últimos jogos, celebra com Pastore o último gol no Parc (Uefa.com/Getty Images)

*Montpellier 1 x 2 Arsenal*
O começo foi deveras animador para a torcida franco-brasileira, com Belhanda abrindo o placar aos 9 minutos, batendo penalidade com ousada cavadinha. Mas a alegria caseira durou pouco, com Podolski e Gervinho, ex-Lille, virando o marcador antes dos 20, em gols com a participação e “fogo amigo” de Olivier Giroud, atacante bleu e campeão francês com o MHSC em 2011/12.

A reação do Montpellier veio no segundo tempo, mas não se confirmou em gols, tendo no máximo uma bola no travessão em chute colocado de Cabella. No ataque, o senegalês Camara foi muito mal (o pior avaliado pelo site Top Mercato), e nem o substituto argentino Herrera pôde fazer melhor. Resultado ruim, mas sabemos que dificilmente a equipe de Girard poderá fazer frente aos adversários do grupo. Por coincidência, o outro jogo da chave registrou mesmo placar: Olympiacos 1 x 2 Schalke (surpresa pra mim)

Mathieu Debuchy disputa bola na dura peleja para os Dogues, batidos pelo Bate... (Uefa.com/Getty Images)

*Lille 1 x 3 Bate Borisov*
Se a derrota do Montpellier era até previsível, pelo peso do adversário em questão, o revés do LOSC em seu primeiro jogo oficial continental no Grand Stade foi péssimo (pesou demais o retrospecto ruim em casa?). O primeiro tempo já selou o resultado, com a equipe bielorrussa aplicando 3 a 0. Chedjou descontou aos 15 do segundo, mas foi só. Tulio de Melo foi titular, mas só jogou meio tempo, dando lugar ao caboverdiano Ryan Mendes, ambos sem sucesso na busca do gol.

No outro jogo do grupo, o Bayern fez 2 a 1 no Valencia, em Munique. Pra quem já teria dificuldade em se classificar mesmo se vencesse, ficou ainda mais complicado pros comandados de Rudi Garcia. Como diz o L’Equipe no fligir dos ovos, o Lille “hipotecou” suas chances de avançar às 8as de finais…

E aí, o que acha dos resultados e perspectivas dos franceses nesta UCL? Commentez!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 18 de maio de 2011 Francês da 1ª divisão | 20:06

Ei PSG, vai bancar outra festa de título do Lille??

Compartilhe: Twitter

Aurélien Chedjou tentou reger a torcida lilleana depois do apito final, em prévia da curtição do título (AFP)

Um empate no Parc des Princes no próximo sábado e o Lille terá a licença matemática que tanto espera para festejar o título francês, apenas uma semana depois da Copa da França. Pertinho de Paris, em Saint-Denis, o LOSC derrotou o PSG, então detentor da Coupe, e tem tudo para voltar a fazer festa na casa parisiense. Será que o Saint-Germain vai passar o carão de bancar comemoração alheia de novo? 

Econômicos porém eficientes no placar como em muitas partidas dessa Ligue 1, os Dogues conseguiram, com o 1 a 0 de hoje sobre o Sochaux, dar ao Olympique de Marselha uma missão quase impossível na luta pelo título: tirar 6 pontos e 8 gols de desvantagem no saldo nas 2 rodadas restantes. Portanto, o clima pós-jogo no Stadium Nord em Villeneuve D’Ascq já era de “ai, ai, ai ai, táá chegaaando a hoooraa…”

Poderia ter sido muito mais se Gervinho e companhia limitada não perdessem tantos gols, mas o marfinense acertou uma, a defesa segurou o que precisou e a vitória veio. Se a secagem marselhesa não funcionou pra cima do Lille, a lionesa deu muito certo para cima do PSG: 1  a 0 para o Bordeaux no outro jogo da quarta-feira, gol de Diabaté logo aos 6 minutos de pênalti. Assim, o Parri segue dois pontos atrás do Lyon e fora da zona da Liga dos Campeões da Europa. Mais do que motivo, portanto, para partir com tudo para cima do virtual campeão na penúltima rodada, não?

Demorou, mas o gol de Gervinho "Gianecchini" garantiu a justiça em campo (AFP)

>>> Classificação a 2 rodadas do final (6 pontos por disputar)Lille lidera com 72 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 66, Lyon, com 60, PSG, com 58, Rennes, com 56, e Sochaux, com 52. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

domingo, 3 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão | 20:44

Resultados da 29ª rodada

Compartilhe: Twitter

Dos cinco primeiros, só Lille e Olympique venceram…

Lille 3 x 1 Caen (Chedjou, Hazard e Sow; El-Arabi) 
Lens 0 x 1 O. Marseille (Cheyrou)
Rennes 0 x 0 Auxerre
Nice 2 x 2 Lyon (Mouloungui de pênalti e Civelli; Kallstrom e Lisandro López) – Diakhaté-LYO foi expulso
Paris-SG 0 x 0 Lorient
Nancy 0 x 0 Bordeaux
Sochaux 2 x 1 Brest (Boudebouz e Ideye; Grougi de pênalti) 
Arles-Avignon 0 x 2 Monaco (Moukambjo e Park) – Lorenzi-ARL foi expulso
Toulouse 0 x 1 Montpellier (Camara) 
Saint-Etienne 1 x 1 Valenciennes (Payet; Pujol) 

*Classificação: Lille lidera com 58 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 54, Rennes, com 51, Lyon, com 50, e PSG, com 46. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 Brasileiros na França, Franceses no mundo, Torneios europeus | 19:22

PSG não bate BATE, mas avança. Lille caiu mesmo

Compartilhe: Twitter

Acertei as apostas de ontem!

Mesmo sem conseguir derrotar o BATE Borisov, nem na Bielorrússia (2 a 2) nem hoje, na França (0 a 0), o Paris Saint-Germain se classificou para as oitavas de finais da Liga Europa. Vai enfrentar um adversário de bem mais respeito, o português Benfica, que deixou o Stuttgart para trás.

Nesta quinta, poupou titulares como Nenê, Giuly e Makelele e deu chance para novatos, como Makonda e Kebano. Foi o suficiente. Mas se tivesse levado um golzinho, sei não…

psg_bate_ceara_reu

Ceará, capitão parisiense hoje, comemora a classificação mesmo sem vitória. Contra o Benfica, é preciso fazer mais (Reuters)

 

Quanto ao Lille, tava na cara que não seguraria o PSV em Eindhoven, ainda mais poupando jogadores (Landreau, Beria, Balmont, Chedjou, Sow e Hazard começaram no banco). E olha que saiu na frente, com Frau, conseguindo o placar que precisava com vinte e poucos minutos. Mas a pressão veio forte, e num carrinho imprudente do brasileiro Emerson, Dzsudzsák (aff…) foi esperto na cobrança da falta, chutando enquanto Mouko arrumava a barreira, para empatar.

O placar já favorecia o time holandês, que acabou beneficiado pelo excesso de rigor do juiz espanhol Eduardo Iturralde González na expulsão de Frau, pelo segundo amarelo. Daí para os gols de Lens (que tem nome de clube francês, mas é da Nederlanda mesmo) e do zagueiro brasuca Marcelo foi um pulo.

Túlio de Melo, que apareceu mais ajudando a defesa do que o ataque nas bolas aéreas, atuou até os 24 do 2º, quando o artilheiro da Ligue 1 o substituiu, sem sucesso também. Fim de jogo, 3 a 1, que somados aos 2 a 2 na França não deixam margem para desempate. Vamos ver se o LOSC se segura na liderança do Campeonato Francês, que foi o que lhe restou.

psv_lille_garcia_reu

Expulso logo depois de Frau, o técnico Rudi Garcia foi parar na arquibancada e teve que ouvir a algazarra dos torcedores do PSV no Philips Stadium (Reuters)

 

Liverpool 1 x 0 Sparta Praga
Bem que eu torci pro David N’Gog ir bem hoje, na Inglaterra. Com o impedimento de Luiz Suárez de atuar na Liga Europa, o francês segue ganhando chances no ataque titular dos Reds. Mas, nesta quinta, seu desempenho foi triste e não tive como não concordar com as críticas negativas da transmissão da ESPN (narrador, comentarista e telespectadores via internet). Sorte dele e do time todo que Dirk Kuyt balançou as redes e trouxe alívio para Anfield Road.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 23:18

Liga Europa: Lille perde para Sporting e precisa da vitória

Compartilhe: Twitter

Desculpe a demora para colocar esse texto aqui, tivemos uma pane no sistema de blogs do iG por algumas horas 

Como eu imaginava e temia, o LOSC não segurou o líder do grupo C em Portugal: perdeu por 1 a 0, com gol do zagueiro brasileiro Ânderson Polga (aquele revelado pelo Grêmio, campeão do mundo em 2002. Ele está desde 2003 no time lisboeta!).

Agora, o Sporting foi a 12 pontos e garantiu a classificação para a próxima fase da Europa League. Como venceu o Levski Sofia por 1 a 0, o Gent somou 7 e passou o Lille, que permaneceu com 5. A equipe búlgara estacionou nos 4. Na última rodada da chave teremos Lille x Gent duelando pela segunda vaga na França. Em favor do time belga está o empate. Em prol do LOSC, o fator casa para vencer e avançar. Levski x Sporting será apenas para cumprir tabela.

sporting_lille_liedson_emerson_reuters1

Um duelo de brasucas de nascimento em Lisboa (Reuters)

Jogando com a camisa “limpa”, sem patrocínio, o Lille teve Túlio de Melo no ataque e Emerson pela lateral-esquerda como titulares. Sow, Cabaye e Frau, tantas vezes titulares, começaram no banco. Depois de poucos lances agudos, veio o gol dos portugueses, aos 28 minutos: escanteio, bate-rebate confuso na área e Polga finalizou cruzado. O goleiro Landreau reclamou de toque de mão, mas não sei se houve. O que percebi que existiu foi um empurrão de Liedson em Emerson. Suave, mas houve, e nem o árbitro principal nem o da linha de fundo viram.

Tentando reagir, o Lille esbarrava na forte marcação do Sporting, com algumas faltas e até cartões amarelos. Numa cobrança pelo alto na área, Chedjou cabeceou livre, mas a bola passou por cima do gol. Justamente Sow, Cabaye e Frau vieram a campo na etapa complementar, mas o LOSC não conseguiu marcar, nem quando acertou a trave lisboeta aos 35 minutos! Realmente não era o dia da equipe francesa no José Alvalade…

Amanhã, quinta, teremos PSG x Sevilla, que vai passar ao vivo na ESPN Brasil, às 16h, e em VT às 21h na ESPN.

Patrick Vieira
Foi o francês de maior destaque na rodada de hoje da Liga Europa. Titular do Manchester City, foi à área do Red Bull Salzburg e deu a assistência para Balotelli fazer seu segundo gol no 2º tempo na Inglaterra.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 Brasileiros na França, Torneios europeus | 21:25

Liga Europa: Empates mantêm status quo de PSG e Lille

Compartilhe: Twitter

Os times franceses não venceram hoje, mas no saldo final os empates foram mais bons do que ruins, pois os mantiveram nas respectivas zonas de classificação em seus grupos, impedindo que os rivais diretos desta quinta (Borussia e Levski) os ultrapassassem.

Em Paris
No Parc des Princes, nada de gols para PSG x BVB, embora o jogo merecesse ter bolas na rede. Motivado em casa e com Ceará e Nenê titulares (e bastante acionados), o time francês começou atacando mais o Borussia, mas rapidamente o atual líder do Campeonato Alemão equilibrou as ações. A primeira jogada clara de gol veio aos 18 minutos, quando o lateral brasileiro cruzou para o cabeceio de Mevlut Erding, que mesmo livre jogou por cima. Aos 30 o atacante perdeu outra ótima chance, quando Luyindula enfiou dentro da área e ele, de cara para o goleiro, mandou longe.

O segundo tempo começou da mesma forma, com o PSG insistindo pelos cruzamentos vindos da direita, sobretudo com Ceará. Mas Erding continuou concluindo mal. Aos 5, recebeu sozinho na área um passe por cima de Clement, quando a zaga rival parou, mas chutou em cima de Weidenfeller, que espalmou para escanteio. Lucas Barrios respondeu para o Dortmund chutando com perigo para Apoula Edel aos 8. Mais necessitado dos três pontos por estar atrás na tabela, o time visitante intensificou as ações ofensivas.

Mevlut_Erdinc_Mats_Hummels_PSG_Borussia_Dortmund_reuters

Erding, Erdinc ou Erdinç, que seja: tu precisa treinar a pontaria, meu! (Reuters)

Até que aos 20 minutos viria a melhor de todas as chances parisienses, quando Nenê deu lindo toque para Mevlut, que ganhou do zagueiro e apareceu de novo na cara do goleiro. Mas aí adivinha? Chutou em cima do alemão, para variar… Um minuto depois, Antoine Kombouaré tirou Nenê e pôs Jallet, jogador de defesa, o que sinceramente não gostei, porque segurar o empate (e não uma vitória) àquela altura pareceu cauteloso demais – e chamou o adversário para cima do Parrí. Esperava eu ver Hoarau ou Giuly em ação. Mas Erding sairia só aos 29, e para dar lugar a Chantôme, meia, o que novamente me desagradou.

Nos 20 minutos finais, o Borussia assustou com oportunidades reais para abrir o placar. Edel trabalhou muito bem ao espalmar pancada do japonês Kagawa e daria sorte quando Grosskreutz finalizou, a bola desviou em Tiéné, saiu do seu alcance e não entrou por poucos centímetros. Por fim, o goleiro camaronês naturalizado armênio (!!) salvaria a pele francesa aos 45, quando pegou arremate de Lewandowski cara a cara.

Com o apito final, o Saint-Germain segue invicto contra times alemães em casa (4 vitórias e 1 empate) e foi a 8 pontos na chave J. Fica atrás do Sevilla, que soma 9 depois de golear o Karpaty (sem pontos) por 4 a 0, mas segue três pontos à frente do Borussia a duas rodadas do fim, quando encarará Sevilla em casa (empate é ótimo) e Karpaty fora (vitória ratifica a vaga).

levski_sofia_lille_tulio_de_melo_ap

Mesmo acossado pelos caras de azul, Túlio de Melo foi eficiente pelo alto (AP)


Em Sofia
Altas emoções sobretudo nos minutos finais de Levski 2 x 2 Lille. No primeiro tempo, Garra (!) Dembele abriu o placar para o visitante búlgaro aos 11 minutos – depois de lambança total de Chedjou -, mas o atacante brasileiro Túlio de Melo deixaria tudo igual aos 35, complementando escanteio de Obraniak de cabeça, no primeiro pau – antes, ele já tinha acertado um chute na área. Na segunda etapa, o placar que contentava o LOSC se manteve até os 38 minutos, quando Gadhzev, camisa 45, marcou para o Levski.

Quando eu já pensava em fazer um trocadilho besta com a eleição presidencial brasileira (dizendo que hoje o 45 se deu melhor do que domingo…), veio o balde de água fria no Sofia: aos 43, Yanislav Ivanov cabeceou contra o próprio patrimônio depois de cobrança de falta na área, para desolação total dos seus companheiros.

O ponto conquistado na Bulgária foi fundamental para o Lille seguir na vice-liderança, pois o Sporting Lisboa não resistiu ao Gent (3 a 1 ) jogando na Bélgica, sofrendo dois gols nos últimos dez minutos, quando ficou com um a menos em campo. E manteve a equipe francesa em vantagem em relação ao Sofia no confronto direto, caso haja a necessidade de desempate. No fim das contas, o time português seguiu com 9 pontos, seguido pelo LOSC, com 5, e logo atrás, Levski e Gent, com 4.

Ou seja, tudo segue embolado no grupo C a duas rodadas do fim da fase de classificação. Lembrando que o Lille ainda terá Sporting (fora, muito difícil) e Gent (casa, provavelmente com a necessidade da vitória) pela frente.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 21 de outubro de 2010 Torneios europeus | 17:58

PSG se mantém sólido. Lille vence e vira vice

Compartilhe: Twitter

Ótimo o empate do Paris Saint-Germain contra o Borussia Dortmund (1 a 1), na Alemanha, pela terceira rodada da fase de grupos da Liga Europa. Se o time francês perdesse, teria de dividir a liderança da chave J com o Dortmund e o Sevilla, que fez 1 a 0 no fraco Karpaty, da Ucrânia. Porém, manteve a invencibilidade e a ponta isolada, um ponto à frente da equipe espanhola.

O Lille finalmente soube o que é vencer na Europa League, depois do 1 a 0 no Levski Sofia, da Polônia, no Lille-Métropole. Com a goleada do Sporting Lisboa para cima do belga Gent, em Portugal, por 4 a 1, o time francês subiu para a vice-liderança isolada (4 pontos), atrás apenas dos lusitanos, que dispararam (9). Levski segue com 3 e Gent tem 1.
 

BVB 1 x 1 PSG

borussia_dortmund_psg_sakho_blaszczykowski_reuters

Sakho chama Blaszczykowski (repita!) para dançar no friozinho da Alemanha... (Reuters)

Sem contar ainda com o lateral-direito brasileiro Ceará, que treina para retomar o ritmo de jogo depois de se recuperar de estiramento na coxa direita, o técnico Antoine Kombouaré escalou Edel; Jallet, Camara, Sakho e Tiéné; Makelele, Bodmer (Clément, aos 23 do 2º) e Sességnon; Nenê (Chantôme, aos 37 do 2º), Luiyndula e Erding (Hoarau, aos 27 do 2º).  Do lado rival, um brasileiro titular: o lateral-esquerdo Dedê, ex-Atlético Mineiro. Mas seriam os reservas que teriam participação mais decisivas nos gols do jogo.

Dominado na maior parte da primeira etapa, o PSG conseguiu resistir coletivamente em um jogo que mantinha o bom nível, apesar das poucas chances claras de gols – como um desvio de Lucas Barrios que resvalou a trave de Apoula Edel, que fez “golpe de vista”. Entretanto, logo aos 3 minutos do segundo tempo, tudo mudaria quando Sakho bobeou, ficou em desvantagem no lance e cometeu pênalti em Götze (vindo do banco), convertido pelo meia turco Sahin – sob os olhares de seu chefe na seleção turca, Guus Hiddink.

Com a desvantagem no frio Westfalenstadion, o Paris marcou mais presença no campo de ataque, criando perigo na medida em que o tempo passava – em uma boa chance desperdiçada, o narrador alemão da transmissão que eu ouvia soltou um “ai ai ai ai ai ai ai” como se fosse brasileiro, diante das bobeadas seguidas da defesa da casa… Até que Hoarau recebeu na área de Jallet, de costas pro gol, descolou espaço, girou e cruzou para trás. Chantôme, que havia entrado 5 minutos antes, dominou e chutou forte, alto. O goleiro Weidenfeller, com a visão encoberta, tentou adivinhar o caminho da bola mas não teve sorte.

O narrador germânico questionou a participação de Luyindula, impedido, no lance do gol – o camisa 8, ao ver Chantôme pronto pra chutar, tenta se esconder atrás de um zagueiro para sair do caminho da bola. Como não houve desvio e o lance foi rápido, acho complicado o bandeira perceber ou não a participação do meia-atacante no lance em questão de segundos e, portanto, considerar a hipótese de invalidar o gol.

borussia_dortmund_psg_chantome_reuters

Olhe atentamente para a fotografia acima e tente achar Peguy Luiyndula atrás do camisa 15 amarelo, Mats Hummels (Reuters)

 

LOSC 1 x 0 LEVSKI

lille_levski_sofia_rudi_garcia_reuters

Rudy Garcia, l'entraîneur du LOSC

Deixando uma galera de respeito no banco (Gervinho, Rami, Sow, Mavuba e Cabaye), Rudi Garcia escalou Landreau; Vandam, Rozehnal, Chedjou e Béria; Dumont, Gueye e Balmont; Obraniak, Hazard e Frau. Túlio de Melo, machucado, continua fora de combate. O rival búlgaro alinhou com o atacante brasileiro Joãozinho, ex-Cruzeiro e Santa Cruz.

Tomando a iniciativa da partida, levado pela necessidade da vitória para superar o adversário na pontuação, o Lille criou mais oportunidades de perigo no primeiro tempo, duas: Obraniak acertando o travessão de Mitrev depois de girar com estilo e bater de longe e Hazard concluindo de bate pronto um chutão vindo da defesa, para ótima espalmada do búlgaro, à queima-roupa. Do lado do Levski, apenas um chute cruzado que Landreau espalmou para escanteio.

No início da metade final de jogo, veio o gol que abriu o placar. Bola na área do Sofia, a defesa rebateu parcialmente, Dumont devolveu a bola pro rebolo e Chedjou ganhou lá no alto, cabeceando no canto de Mitrev. Festa com os companheiros reservas que se aqueciam à beira do campo. Sow, GervinhÔ e MavubÁ foram para a partida em momentos diferentes, nos lugares de Frau, Hazard (com bela atuação) e Balmont. O Levski até que partiu para o ataque, tentou bolas aéreas, mas os importantíssimos três pontos sorriram pro Lille.

lille_levski_sofia_aurelien_chedjou_seghino_greene_reuters

De vermelho, Aurelien Chedjou ganha de Seghino Greene para marcar o único gol da contenda em Villeneuve d'Ascq (Reuters)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 Torneios europeus | 22:46

PSG 100% com goleada?

Compartilhe: Twitter

Infelizmente sem TV ao vivo ou VT, Paris Saint-Germain e Lille voltam a campo nesta quinta-feira para a segunda rodada da Liga Europa.

Pelo grupo J, o PSG, que venceu o Sevilla na Espanha na estreia, tem tudo para golear o desconhecidíssimo Karpaty, da Ucrânia, no Parc des Princes (14h de Brasília). O “stripper” Giuly, lesionado no joelho direito contra o Lens, no fim de semana, é desfalque, assim como o lateral direito brasileiro Ceará e o volante Bodmer. Em compensação, o meia Sessègnon está de volta.

Derrotado em casa na estreia pelo grupo C (2 a 1 para o Sporting Lisboa), o Lille viajou à Bélgica para enfrentar o Gent (16h05 de Brasília). Se o time belga conseguiu levar três gols e perder do Levski Sofia na primeira rodada (acabou 3 a 2), creio ser plenamente possível que o LOSC volte para casa, na pior das hipóteses, com um ponto na bagagem. Se somar três, tanto melhor, por mais que o Gent, que tem gente como a gente (!), se lamente. O atacante Tulio de Melo é desfalque por lesão, mas o volante Chedjou e o defensor Béria estão à disposição de Rudi Garcia (a France Football diz que o problema do brasileiro é nas nádegas…).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 26 de agosto de 2010 Torneios europeus | 19:35

Ligue Europe, avant!

Compartilhe: Twitter

Paris Saint-Germain e Lille seguem na parada da Liga Europa, cujo sorteio dos grupos será nesta sexta-feira, 8h de Brasília.

Com muitas emoções, o PSG perdeu, mas levou: 4 a 3 para o Maccabi Tel Aviv. Os gols parisienses em Israel foram de Nenê, de pênalti, Hoarau e Giuly.

Em casa, o LOSC venceu, mas também não foi fácil. O primeiro gol contra o romeno Vaslui só veio aos 25 minutos do segundo tempo, com Cabaye, cobrando penalidade máxima. Onze minutos depois, Chedjou fechou a conta.

PSG comemora gol contra o Maccabi

Hoarau e Luyindula celebram gol de Giuly, fora da imagem, para desolação dos Ultras do time isralense, que depois do jogo aplaudiram a disposição do Maccabi (AFP)

Chedjou e Cabaye dançam após gol do Lille contra o Vaslui

A dança da classificação, segundo o camaronês Chedjou (22) e o francês Cabaye em Villeneuve-d'Ascq (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 19 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 23:13

33ª journée: Olympique perto da taça

Compartilhe: Twitter

*Sobre o envolvimento dos nomes de Ribéry e Govou em casos de prostituição de menores, vou atrás de mais informações e depois escrevo a respeito.

Quinze pontos ainda a disputar no Campeonato Francês 2009/2010, nas cinco rodadas restantes, e a vantagem do Olympique de Marselha para o vice-líder Auxerre permanece em cinco pontos (68 a 63). Para apimentar a disputa, os maiores candidatos ao título estarão no mesmo estádio daqui a duas rodadas; o tira-teima acontece na casa do AJA e pode ameaçar ou praticamente confirmar o título do OM. A 33ª rodada:

Boulogne 1 x 2 Olympique de Marselha (Blayac; Valbuena e Taiwo)
Estar empatando fora de casa e ter um pênalti convertido nos acréscimos pode ser considerado sorte de campeão, d’accord? Mas é que claro que “há de haver” competência para isso, e o líder da Ligue 1 teve. Destaque para a responsabilidade bem cumprida do lateral-esquerdo e capitão Taye Taiwo, nigeriano de 25 anos que está no clube desde 2005.

Auxerre 4 x 1 Lorient (Oliech, Jelen, Birsa e Hengbart de pênalti; Gameiro) – Morel e Audard-LOR foram expulsos
O anfitrião aproveitou bem a fragilidade da defesa adversária, já tendo um placar favorável de 3 a 0 aos 10 minutos do segundo tempo. Com duas expulsões do Lorient, ficou ainda mais fácil – só Kevin Gameiro parece se salvar neste time… Lembrando que o AJA é o time que mais conquistou pontos no segundo turno, desde janeiro.

Bordeaux 2 x 2 Lyon (Chamakh e Plasil; Ederson e Cris) – Réveillère-LYO, Jussiê e Trémoulinas-BOR expulsos
“Classicaço” entre os detentores dos últimos oito títulos franceses e mais rivais ainda depois que se cruzaram na Liga dos Campeões da Europa. No gol do marroquino Chamakh, as imagens na TV levam a crer que ele tirou Cris do lance de maneira faltosa, o que enfureceu o técnico do Lyon, a ponto de Claude Puel tirar satisfação com o juiz. Mas o zagueiro não decepcionou no ataque, assim como o meia Ederson, desta vez titular. A pancada de fora da área de Plasil foi linda, fora do alcance de Lloris. No final, os ânimos se enervaram ainda mais e houve expulsão tripla, além de muito empurra-empurra. No fim das contas, o empate não ajudou muito ambos, matematicamente vivos, mas distantes do ponteiro Marseille.

Montpellier 1 x 1 Toulouse (Alberto Costa; Kazim-Richards) 
Péssimo para as pretensões de título dos donos da casa, agora a nove pontos do Marselha.

Lille 4 x 0 Monaco (Chedjou, Cabaye 2 e Túlio de Melo)
Chapuletada lilleana pra cima do cambaleante Monaco, que deve se preocupar porque tem uma decisão a disputar no dia 1º. O time da casa passa o Bordeaux na tabela e chega ao quinto lugar, a dez pontos do Olympique. Yohan Cabaye, meia de 24 anos que defende o LOSC desde 2004, foi o maior destaque e soma agora nove gols no campeonato. A mencionar também o gol de cabeça do brasileiro Túlio.
 
Rennes 0 x 0 Nancy
Bom público no Stade de la Route de Lorient, mais de 25 mil pessoas, diante da qualidade dos times que jogaram. Mas zero a zero sempre desanima, e esse deixou o Stade Rennais mais longe de uma vaguinha na Liga Europa próxima.

Valenciennes 0 x 1 Le Mans (Corchia) – Loriot-LEM foi expulso
Incrível vitória “lemanzense”, obtida depois dos 45 minutos da segunda etapa, com um jogador a menos, por intermédio do zagueiro Sébastien Corchia, de 19 anos. No entanto, tirar 8 pontos de diferença para o Saint-Etienne (17º), com apenas 15 em aberto até o fim do torneio, parece bastante complicado para o time do zagueiro Géder, candidatíssimo ao rebaixamento.

Saint-Etienne 0 x 0 Paris Saint-Germain 
Mais de 26 mil pessoas no Geoffroy-Guichard, mas o futebol a ser assistido poderia ser de melhor nível, pela tradição dos clubes em campo.

Nice 0 x 0 Lens
Mais um zerrô-zerrô, agora na casa da tia Nice.

Grenoble 2 x 2 Sochaux (Ljuboja, Matsui; Brown, Bréchet)
O Grenoble já está oficialmente “caído” para a segunda divisão e o Sochaux apenas se sustenta na primeira.

>> Tabela de classificação: Olympique de Marselha lidera (68 pontos em 33 jogos), seguido pelo Auxerre (63 pontos em 33 jogos), à frente de Lyon (59 pontos em 33 jogos) e Montpellier (59 pontos em 33 jogos). Clique AQUI

>> Artilharia: Niang (Olympique) tem 15 gols; Nenê (Monaco) e Gameiro (Lorient) somam 14; Gyan (Rennes), Erding (PSG) e Lisandro (Lyon), 13. Clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última