Publicidade

Posts com a Tag CFA

sexta-feira, 16 de maio de 2014 Francês de divisões menores | 19:00

Tradição de volta à elite – Lens e Caen acompanham o Metz

Compartilhe: Twitter

Atualizado às 19h21

Terminada hoje a Ligue 2 2013/14, e é bom ver o acesso de clubes de história gravada na primeira divisão francesa, reencontrando os dias de júbilo.

A rodada 38 confirmou Lens e Caen se juntando ao campeão Metz na Ligue 1 2014/15. Não deu pra Prima Nancy, quarta colocada (Tia Nice chora lá de cima…). Lembrando que Valenciennes e Ajaccio são os relegados já conhecidos da L1 que acaba amanhã, restando a última vaga entre Sochaux e Evian.

Respira aliviado o AJ Auxerre, que suou às bicas para não ser rebaixado à terceira divisão. Châteauroux, Istres e CA Bastia jogam o National na próxima temporada.

Em compensação, Orleans, Luzenac e Gazelec Ajaccio foram os melhores do atual National e serão promovidos à Ligue 2 2014/15. O campeonato ainda tem a última rodada no dia 23, mas três dos quatro relegados para a quarta divisão, o CFA, foram conhecidos hoje também: o tradicional Racing Strasbourg (que já foi campeão francês!), o Vannes e o Uzès Pont du Gard.

Inovação na Ligue 2
O Clermont Foot 63 fez campanha fraca nesta temporada (vide tabela abaixo), mas recentemente ganhou espaço na mídia esportiva mundial, inclusive brasileira, por ter contratado UMA TÉCNICA.

Boa sorte para a jovem portuguesa Helena Costa, de 36 anos, primeira mulher a comandar um time de futebol profissional no país!

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA LIGUE 2 2013-2014

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 30 de maio de 2009 Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 18:00

BORDEAUX CHAMPION!

Compartilhe: Twitter

Difícil de engolir para Gouffran: dar o título ao atual clube e rebaixar o antigo ao mesmo tempo (AP)

Eu bem que esperava que a façanha de destronar o Lyon na França caberia ao Olympique de Marselha, mas a história encerrada neste sábado foi outra: Football Club Girondins de Bordeaux, campeão francês pela sexta vez! (a última fora em 1998/99)

A conquista foi sacramentada com a vitória sobre o Caen por 1 a 0, mesmo fora de casa e com a necessidade de um mero empate. Com o anfitrião precisando vencer para não ser rebaixado no estádio Michel d’Ornano, os Girondinos sentiram, logo que a bola rolou, a pressão de uma torcida barulhenta num campo apertado. Gourcuff teve boas chances em finalizações, mas o pé não estava calibrado. O Caen chegou a pressionar, mas a sólida defesa com Diawara e Planus, resguardada por Diarra e o brasileiro Fernando, se manteve segura.

Nos primeiros minutos do segundo tempo, uma falta pro Bordeaux deixou o título pra lá de encaminhado: Gourcuff trocou olhares com Gouffran, rolou a bola na extrema esquerda para Trémoulinas, que cruzou para o cabeceio certeiro de… Gouffran! A jogada ensaiada deu certo, bola na rede, mas o artilheiro foi o único entre os Girondinos que não comemorou, em respeito ao clube que o revelou e estava caindo para a Ligue 2 (o que de fato viria a acontecer).

Precisando desesperadamente da vitória para salvar sua pele, pois o Saint-Etienne já abria 3 a 0 no Valenciennes, o Caen ainda se lançou ao ataque, mas não com a competência necessária para marcar, embora segurasse os contra-ataques dos quase campeões, que após os 90 minutos enfim se livraram do quase. Fizeram história pelo Bordeaux em Caen os seguintes jogadores Ramé; Jurietti, Planus, Diawara e Trémoulinas; Diarra, Fernando e Gourcuff (substituído pelo brasileiro Wendell); Jussiê (o brasileiro foi substituído por Sertic), Chamakh e Gouffran (Bellion). Ficaram na reserva, além do brasileiro Henrique,  Valverde e Cavenaghi. 

Os 4 a 0 do Marselha (dois de Niang) sobre o Rennes só serviram para o time sair aplaudido do Vélodrome apesar da segunda colocação. Campeão, vice e o terceiro colocado Lyon – que ficou no 0 a 0 com o Toulouse – jogarão a próxima Liga dos Campeões da Europa. Além do Toulouse (quarto), se classificou para a Liga Europa o Lille (quinto), de Michel Bastos, que fez 3 a 2 no Nancy e contou com uma forcinha do Paris Saint-Germain, incapaz de vencer o Monaco na capital (0 a 0), ir além da sexta posição e se classificar para qualquer torneio europeu – triste!  

No começo da semana, traremos uma análise mais desenvolvida, no plano dos detalhes e dados, da última rodada da Ligue 1: aguardemmm! No fligir dos ovos franceses (observação: “fligir” só existe por causa de “ovos”), caíram para a Ligue 2 Caen, Nantes e Le Havre. Ocupam seus lugares, na Ligue 1 que comecará em agosto, Lens, Montpellier e Boulogne-sur-Mer (sim, sobre o mar!).

Caíram para a National (3ª divisão) Nimes, Troyes e Reims; subiram para a Segundona Istres, Laval e Arles. Desceram para a CFA (4ª divisão) Calais, Entente e Cherbourg, mas daí pra baixo não vou me sujeitar porque é descer muito o nível para a esfera varzeana. 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,