Publicidade

Posts com a Tag Carlão

segunda-feira, 7 de novembro de 2011 Francês da 1ª divisão | 09:31

Bordeaux breca sequência vitoriosa do líder PSG

Compartilhe: Twitter
FBL-FRA-L1-MARSEILLE-NICE

Jordan Ayew chama a torcida marselhesa: em plena recuperação, o OM chegou ao 8o lugar (AFP)

Segurar o melhor time do campeonato, que vinha de 6 vitórias seguidas, é um feito sim. Mas os Girondinos não têm muito o que comemorar com o empate em casa (1-1), permanecendo mal na tabela, na 14a posição, a apenas 2 pontos da zona de rebaixamento.

Beneficiou-se o Paris do empate do vice Montpellier, 1-1 também, em Saint-Etienne. Assim, manteve a diferença de 3 pontos no topo da classificação (30 contra 27).

Em terceiro vem o Lille, outro a tropecar, 1-1 com o Evian (Pedretti marcou). Tambem porque o Lyon parou no Sochaux (2-1) e segue em quarto pelas derrapadas dos perseguidores proximos – como o Toulouse contra o Auxerre (foto abaixo). Bom pro Marselha, que engatou a 3a vitoria consecutiva (2-0 no Ajaccio) e ja engrossa o bolo dos ponteiros.

Mesmo com mais posse de bola, o OL não soube utilizá-la com mais eficiência do que os anfitriões, e falhou muito na defesa, com Cris indo mal e Cissokho péssimo – um gol contra e um pênalti cometido para a conta do lateral-esquerdo…. O talentoso Boudebouz novamente brilhou no FCSM, dando lugar ao brasileiro Carlão nos minutos finais, quando o Sochô se retrancou e contou com o “atrapalhamento” lionês para garantir os três pontos e fazer suspirar o técnico bósnio Mehmet Badzarevic.

> Classificação após 13 rodadas (faltam 25): PSG lidera com 30 pontos, seguido por Montpellier, com 27, e Lille, com 24. Acesse a tabela completa

FBL-FRA-L1-AUXERRE-TOULOUSE
Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 20 de maio de 2011 Francês da 1ª divisão | 19:44

Ligue 1, 37ª e penúltima rodada. Extremo norte > extremo sul?

Compartilhe: Twitter

Se de fato garantir o título neste sábado, empatando ou vencendo o PSG, o Lille vai confirmar a prevalência do extremo norte francês na disputa com o extremo sul, representado pelo Olympique de Marselha. É o mapa dos times da Ligue 1 que nos mostra:

mapa-ligue1-billsports

Mas a festa do LOSC em Paris não deve começar antes da hora, porque o PSG é um time qualificado, a torcida apoiará em peso no Parc des Princes e a vitória interessa muito aos tricolores, precisando tirar dois pontos do Lyon para atingirem a Liga dos Campeões da Europa. Se o OL vencer o Caen e o Saint-Germain não ganhar dos Dogues, a tríade francesa na próxima Champions estará definida.

Caso não consigam atingir os lioneses, parisienses e o Rennes jogarão a Liga Europa, o que é melhor do que nada, né? Em derrotando o Saint-Etienne, o Sochaux se garante nessa segunda tríade de classificados. Ainda possuem chances matemáticas de adentrar o top 6 e jogar um torneio continental na próxima temporada, em caso de derrota do time do Carlão: Lorient (3 pontos atrás do Soxô), Bordeaux (4 pontos), Saint-Etienne (4 pts) e Montpellier (5). O Auxerre deve ficar no chove não molha mesmo.

Lá embaixo, Lens e Arles Avignon cumprem tabela esperando a segunda divisão chegar, o que é melancólico e monótono pacas. Porémmmm, a indefinição quanto à última vaga entre os condenados para a Ligue 2 reserva emoção de sobra entre Monaco (41 pontos), Nancy (42 pts), Nice (43), Brest (43), Caen (44), Toulouse (44) e Valenciennes (44).

Resumindo: a grande maioria dos 20 times tem algum interesse em jogo, o que é otimo para nós espectadores. Todos os jogos da decisiva journée rolam ao mesmo tempo, às 21h locais e 16h de Brasília do sábado, 21 de maio:

Paris-SG (4º) x Lille (1º) – SporTV2 e SporTV HD anunciam transmissão ao vivo
O. Marseille (2º) x Valenciennes (12º) – SporTV2 anuncia transmissão em VT às 18h
Lyon (3º) x Caen (14º)
Rennes (5º) x Nancy (17º)
Sochaux (6º) x Saint-Etienne (9º)
Nice (16º) x Lorient (7º)
Toulouse (13º) x Bordeaux (8º)
Montpellier (10º) x Monaco (18º)
Auxerre (11º) x Brest (15º)
Lens (19º) x Arles-Avignon (20º)

>>> Classificação a 2 rodadas do final (6 pontos por disputar):  Lille lidera com 72 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 66, Lyon, com 60, PSG, com 58, Rennes, com 56, e Sochaux, com 52. Veja a tabela completa da Ligue 1

*Mais tarde subo post sobre a ascensão do Evian da L2 pra L1!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 17 de maio de 2011 Francês da 1ª divisão | 23:15

Marselha é todo Sochaux e Lyon é todo Bordeaux

Compartilhe: Twitter

Nenê pediria pra Wendel dar uma aliviada amiga em Bordô x Parri?

Muita expectativa em torno dos dois jogos que fecham a 36ª e penúltima rodada da Ligue 1, nesta quarta-feira às 14h de Brasília. Primeiro: se vencer o Sochaux em casa, o Lille fica muito, mas muito perto mesmo do título francês – o Olympique de Marselha teria que ganhar as duas últimas partidas, torcer para o LOSC perder as duas e ainda tirar uma grande diferença de saldo de gols.

Portanto, o Marselha botará toda sua fé amanhã no time do Carlão, que renovou até 2014. Pro seu consolo, o Sochô ainda luta por algo no campeonato:  a manutenção da sexta colocação, na pior das hipóteses, para atingir a Liga Europa 2011/2012. A situação poderia ser menos feia pro OM se a vitória tivesse vindo contra o Lorient, em vez do 2 a 2, que por sinal levou Kevin Gameiro a 21 gols, se igualando a Moussa Sow na artilharia da Ligue 1, totalmente indefinida ainda. Vamos ver se o oba-oba e a ressaca da conquista histórica da Copa da Liga não tiram o foco dos Dogues…

Segundo: se vencer o Bordeaux fora, o PSG ultrapassa o Lyon na tabela, rouba-lhe o terceiro posto e a vaga que fecha a zona de acesso à Liga dos Campeões da Europa. O problema dos lioneses é que os girondinos não aspiram a mais nada na competição, fazendo uma campanha final pra lá de desanimada.

Problema que começou quando o OL não conseguiu superar o Brest na segunda-feira, ficando no 1 a 1. Ederson abriu o placar de cabeça, se antecipando ao goleiro Elana. No intervalo, um brasileiro substituiu outro, com o recuperado Michel Bastos de novo em campo. Mas Lloris não teve chance quando o tcheco Licka acertou um balaço de fora da área. Gomis perderia ótimas chances, além de sair lesionado e, no fim das contas, ver sua temporada encerrada. Cris foi bem, mas faltou o gol lá na frente…

puel_afp

O técnico Claude Puel contra o Stade Brestois. Se o Lyon não se mantiver na Champions, a tragédia que se abaterá sobre o clube deve varrê-lo... (AFP)

Os resultados das partidas já finalizadas:

Lorient 2 x 2 O. Marseille (Lamine Koné e Gameiro; Rémy e Gignac)
Brest 1 x 1 Lyon (Licka; Ederson)

A medalha da Copa da França de Túlio de Melo. Desafio do Lille agora é garantir uma honraria mais elevada (Twitter)

Saint-Etienne 1 x 2 Rennes

(Sako; Montaño e Leroy) – ASSE dificilmente alcança Liga Europa, já garantida pelo Stade Rennais se a Champions não cair no colo

Caen 2 x 0 Montpellier (Hamouma; Kandia Traoré) – Oui, Caen pode cair. MHSC não deve sair do lugar

Valenciennes 1 x 1 Auxerre (Kadir; Jo-Gook) – AJA sussa, mas VAFC ainda preocupado

Arles-Avignon 1 x 0 Toulouse (Ghilas) – Lanterninha tenta evitar pior campanha de sempre na Ligue 1. É, valeu alguma coisa… TFC ainda ameaçado por queda

Nancy 3 x 0 Nice (Hadji, Berenguer e Bakaye Traoré) – Civelli-NIC foi expulso. Os times ocupam as duas posições imediatamente superiores à zona de rebaixamento. Ou seja, continuam tensos!

Monaco 1 x 1 Lens (Moukandjo; Varane) – O empate no finalzinho não bastou: O RCL está de volta à Ligue 2. E o ASM foi pra degola, bem ameaçado portanto

>> Confira como está a classificação geral. Para quem está torcendo?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Torneios europeus | 17:13

Lille acerta o pé e fecha rodada na frente

Compartilhe: Twitter
sow_lille_lorient_afp

Vários defensores do Lorient não bastaram para conter o artilheiro do LOSC, Moussa Sow (AFP)

Agradeço aos que me desejaram boas férias e vou procurar não deixar a turminha aqui na mão, seguindo a postar as informações de praxe, mesmo que demorem um pouco mais do que o costume, d’accord? Antes de entrar na rodada propriamente dita, vale registrar o empenho dos franceses neste final de semana na final da Copa Davis de tênis. Apesar da Sérvia ter vencido o confronto por 3 a 2, a França levou muitos torcedores para a quadra em Belgrado e dificultou bastante a conquista de Novak Djokovic e companhia, sobretudo na partida de duplas, no sábado. Congratulations! 

O mais novo líder isolado do Campeonato Francês demonstrou autoridade na arte de fazer gols: foram 6 do Lille pra cima do Lorient, que ainda fez 3. O triplé levou Moussa Sow a abrir vantagem no topo da artilharia da Ligue 1, chegando a 13 gols em 16 jogos, ótima média de 0,8 gol por partida. Atrás dele estão El-Arabi (Caen), com 10, o brasileiro Nenê (PSG), com 9, Gameiro (Lorient) e Payet (Saint-Etienne), com 8 gols. Pelo que me lembro, uma quantidade tamanha de gols marcados como esses nove no domingo (o jogo seria no sábado, mas o clima, como eu previa, não permitiu que assim fosse…) não acontecia na competição desde o épico Lyon 5 x 5 Olympique de Marselha, no dia 9 de novembro de 2009 (dá pra rever os gols deste clássico “sobrenatural” neste link).

O LOSC, time de melhor ataque do torneio, foi o maior beneficiado pela derrota do então líder Olympique de Marselha para o Nice, sacramentada aos 47 do 2º tempo na casa da tia Nice! Ineficaz na hora de concluir as chances de gols que cria, o OM paga o preço e deixa o campo novamente com um resultado amargo, depois do 0 a 0 contra o Rennes, na quarta. Segundo a France Football, “um curso de Bundesliga faria bem aos atacantes marselheses”, se referindo ao Campeonato Alemão, que goza de excelentes médias de gols rodada após rodada.

Paris Saint-Germain e Rennes venceram e também ultrapassaram o Olympique na Marselha. O primeiro superou o rival direto, Brest, por 3 a 1 – mais um gol para a conta de Nenê, em estupenda fase (que nenhum grande das potências europeias queira tirá-lo do PSG na janela de inverno europeu, heim…). O Stade Rennais foi bem mais modesto pra cima do Monaco (1 a 0), mas não pode ser descartado só porque é mais humilde, pois o time tem competência.

Ao lado do Marselha em pontos está agora o Lyon, que arrancou ótima vitória contra o Montpellier, fora de casa, com seus dois gols vindos de Lisandro López, que tomara que retorne aos bons tempos de vacas gordas. Logo atrás estão Bordeaux e Sochaux, este último surpreendendo não só por ter o segundo melhor ataque do Francês, mas pelo primeiro gol do volante/lateral-esquerdo Carlão, ex-Corinthians, na Ligue 1, nos 2 a 1 sobre o Valenciennes, certamente um feito histórico! No empate contra o Saint-Etienne, por 2 a 2, Fernando Menegazzo marcou para os Girondinos.

carlao_sochaux_valenciennes_afp

Carlão regozija-se com os companheiros de Sochaux no Auguste Bonal, em Montbeliard


*Liga dos Campeões*
A semana para os franceses reserva a última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. Já se sabe que o Olympique de Marselha está classificado para as oitavas em segundo lugar no grupo F, que o Lyon garantiu sua presença entre os melhores do B e que o Auxerre no máximo pode tentar um lugar na sequência da Liga Europa pela chave G.

Os jogos deles, pelo horário de Brasília, estão relacionados abaixo (nenhum deles deve passar nos canais ESPN, pelo que acabei de ver):

Terça, 7 de dezembro
17h45 – Lyon x Hapoel Tel Aviv – Com um ponto a menos que o líder Schalke 04, o OL pode acabar em primeiro se vencer em casa, o que não é difícil pela (falta de) qualidade do seu rival, e o time alemão empatar ou perder para o Benfica, em Portugal.

Quarta, 8 de dezembro
17h45 – Real Madrid x Auxerre – Vencer o líder assegurado do grupo na Espanha parece quase impossível, mas com os madridistas bem pouco interessados no jogo, o AJA deve tentar os três pontos, pois, nesse caso, se o Ajax (um ponto à frente dos franceses) não bater o também garantido Milan na Itália, o Auxerre acaba no terceiro posto da fase e atinge a Europa League. Se houver empate no Santiago Bernabéu e vitória rossonera no San Siro, a equipe francesa também pula para a terceira colocação nos critérios de desempate (terá saldo de gols melhor que a holandesa).

17h45 – Olympique de Marselha x Chelsea – Na mesma situação em que o Real, o time inglês pode vir ao Vélodrome com vários reservas, sem dar trela para o resultado. Chance, portanto, para o OM tentar recuperar a autoestima diante de um adversário da elite mundial e treinar o ataque, que precisa melhorar a pontaria, para a sequência da Ligue 1 e as oitavas da Champions, no ano que vem. Se Didier Drogba entrar em campo contra a equipe que o revelou, a partida ganha um atrativo maior. No outro jogo do grupo, Zilina e Spartak Moscou (este já garantido em terceiro) cumprem tabela na Eslováquia.

A Liga Europa viverá sua derradeira rodada da fase de grupos na semana que vem, nos dias 15 e 16 de dezembro.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 5 de dezembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 22:00

Resultados da 16ª rodada

Compartilhe: Twitter

2,9 gols por jogo, ótima média

Lille 6 x 3 Lorient (Moussa Sow 3, Gervinho, Frau e Baca contra; Gameiro 2 e Kitambala) – Audard-LOR foi expulso           
Paris Saint-Germain 3 x 1 Brest (Nenê, Bodmer e Giuly; Roux) – Mais de 28 mil pessoas no Parc des Princes
Rennes 1 x 0 Monaco (Montaño) 
Nice 1 x 0 Olympique de Marselha (Faé)
Montpellier 1 x 2 Lyon (Spahic; Lisandro López 2
Sochaux 2 x 1 Valenciennes (Carlão e Maïga; Sanchez) 
Saint-Etienne 2 x 2 Bordeaux (Ebondo e Bocanegra; Ben Khalfallah e Fernando) 
Toulouse 1 x 0 Caen (Santander) – Mais de 30 mil pessoas no Estádio Municipal
Lens 1 x 1 Auxerre (Yahia; Mignot) 
Arles-Avignon 1 x 1 Nancy (Dja Djedje; Hadji) 

>> Classificação:
 Lille lidera com 28 pontos, seguido por PSG e Rennes, com 27, e depois por Marselha e Lyon, com 26. Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 17:26

Resultados e um plus da 25ª journée

Compartilhe: Twitter

Saint-Etienne 1 x 0 Montpellier (Rivière) 
Os visitantes perderam uma rara oportunidade de se igualar ao líder Bordeaux na tabela, até porque os Girondinos não jogariam mesmo. Mas com a derrota, viram o Lille encostar e podem perder o Bordeaux de vista quando este realizar o jogo que lhe falta, contra o Auxerre. Pros donos da casa, foi excelente na luta contra o rebaixamento.

Rennes 1 x 2 Lille (Leroy; Frau e Aubameyang)
Pulo do gato do LOSC, vivíssimo na luta pelo título. Os Lilleanos têm o melhor ataque disparado do Campeonato Francês, com 48 gols em 25 partidas. Pierre Alain-Frau chegou ao décimo gol na Ligue 1, aproximando-se de Gervinho, estacionado nos 11. Com campanha mediana, o Stade Rennais é o nono na classificação.

Sochaux 0 x 4 Lyon (Michel Bastos 3 e Lisandro López) 
Um show à parte do meia-atacante lionês e lateral-esquerdo da seleção brasileira, ainda nos planos de Dunga para a Copa do Mundo próxima. Se a versatilidade for um critério na escolha do treinador brasileiro, Bastos Fernandes, como é conhecido pelos franceses, está pertinho da África do Sul. E não esqueçamos do tento de Lisandro, pois o argentino já soma dez em vinte jogos na Ligue 1, incomodando os principais goleadores.

Embalado pela vitória sobre o Real Madrid na terça-feira, o OL segue na quarta colocação, mas pertinho de Lille (um ponto) e Montpellier (dois). O Sochaux, do ex-corintiano Carlão, é apenas o décimo quinto.

Olympique 3 x 1 Nancy (Mamadou Niang 3; André Luiz) – quase 48 mil pessoas no Vélodrome
É justamente por causa de Mamadou que não podemos afirmar que Michel Bastos foi “o dono” da rodada do fim de semana, afinal o atacante senegalês também deixou o seu triplete em Marselha. No caso de Niang, o feito teve o sabor de subir à artilharia isolada do torneio, superando, com uma só tacada, os estacionários Gervinho e Nenê – sua média de gols é de excelentes 0,7 por partida.

Pena que o zagueiro brasileiro André Luiz tenha balançado as redes numa jornada infeliz para o Nancy, 14º na tabela. O OM mantém sua bela fase permanecendo apenas um pontinho atrás do OL, em quinto.

Lens 3 x 0 Monaco (Jemaa, Roudet e Bedimo, de pênalti) – mais de 33 mil espectadores no Félix Bollaert
Com Nenê e Eduardo Costa em dia decepcionante, o ASM perdeu os ponteiros de vista e só conseguiu acumular cartões amarelos no norte francês. Melhor para o Lens de Eduardo Santos, que subiu para 13ª diante de ótimo público em casa.

Grenoble 0 x 1 Valenciennes (Sanchez)
O VAFC já provou que não é bobo, se aproveitando do lanterna para vencer mesmo longe de seus domínios.

Nice 1 x 0 Lorient (Rémy, de pênalti)
O que seria da tia Nice sem o aplicado sobrinho Loic Rémy, que está entre os oito maiores artilheiros do campeonato? Estaria com certeza muito mais perto da degola – atualmente, são seis pontos para o 18º, o Le Mans. 

Paris-SG 1 x 0 Toulouse (Hoarau, de pênalti) – Ebondo-TOU foi expulso aos 21 minutos do 1º tempo
O lance capital do duelo no Parc des Princes foi esse: Luyindula partiu pra cima da defesa do TFC e foi derrubado por Ebondo dentro da área. O zagueiro foi expulso, Hoarau converteu a penalidade máxima e o PSG ganhou a primeira no ano, enfin! Sem o lesionado Gignac, o Toulouse nada pôde fazer. As duas equipes estão separadas por um ponto, nas 11ª e 12ª colocações.

Boulogne 1 x 3 Le Mans (Yatabaré; Dossevi, Cerdan e Maïga) 
O time da casa tinha a chance de mostrar que não é o segundo pior do Francês. Mas como de fato é, os visitantes venceram e se mantiveram como os terceiros piores… Quanta honra!

*Bordeaux x Auxerre foi adiado por causa de Olympiacos x Bordeaux, no dia 23 (Liga dos Campeões)

>> Tabela de classificação: Bordeaux lidera (51 pontos), seguido por Montpellier (48) e Lille (47). Clique AQUI

>> Artilharia: Niang (Olympique) tem 14 gols, Nenê (Monaco) soma 13 e Gervinho (Lille), 11. Clique AQUI

O time de Carlão (de amarelo) foi a maior vítima da história de Michel em um só jogo (AFP)

O time de Carlão (de amarelo) foi a maior vítima da história de Michel em um só jogo (AFP)

Bracigliano, de verde, sentiu na pele o poder de fogo do maior demolidor de goleiros até aqui, Mamadou Niang (AFP)

Bracigliano, de verde, sentiu na pele o poder de fogo do maior demolidor de goleiros até aqui, Mamadou Niang (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 20:01

Lille maiúsculo

Compartilhe: Twitter

Duas partidas abriram a atrasada 11ª rodada do Campeonato Francês nesta quinta-feira. Seis gols marcados, ótimo. A goleada do Lille passou ao vivo no SporTV2; como não havia concorrência na TV de eventos esportivos mais relevantes, deu para acompanhar “de canto de olhos”. A vitória do Toulouse eu segui pela France Football.

Lille 4 x 0 Saint-Etienne
Jogada rápida de contra-ataque no primeiro gol do Lille, aos 31: Gervinho enfiou para Mavuba, que cruzou de primeira para Frau arrematar também com um toque só. Foi o oitavo gol de Pierre-Alain no Francês, igualando-se a Lisandro e Gyan na vice-artilharia. Embora o Saint-Etienne tivesse um pouco mais de posse de bola, os donos da casa foram mais ofensivos e contundentes na primeira etapa.

Logo aos 11 do 2º, o marfinense Gervinho foi derrubado pelo senegalês N’Daw na área. Cabaye deslocou Janot com classe e ampliou para os anfitriões. Sem aparecer muito, o atacante brasileiro Ilan foi substituído ao 17, por Payet, numa tentativa de Alain Perrin fazer o ASSE reagir. Pouco tempo depois, Rudi Garcia trocou o ovacionado Frau por Dumont.

Aos 27 minutos, o homem da partida faria seu último ato decisivo. Cabaye bateu escanteio, Obraniak desviou e Gervinho, espertamente livre no segundo pau, girou e chutou rasteiro, sem tempo de defesa para Janot. 3 a 0 e mais aplausos para o estiloso africano, que também seria substituído na sequência. Garcia estava certo em poupar seus destaques, e não imaginava que a fatura estaria ainda mais liquidada logo depois, quando Benalouane pôs a mão na bola, foi expulso, e na cobrança Rami mandou com precisão, diante de um Janot desconsolado: 4 a 0.

Muita festa no Lille-Metropole de Villeneuve d’Ascq. Afinal, o time venceu as últimas três partidas na Ligue 1, marcando 12 gols na somatória delas. Agora, entra no grupo dos 10 primeiros da tabela. Com futebol para ficar entre os cinco!

Toulouse 2 x 0 Sochaux
Depois de um primeiro tempo enfadonho, logo no comecinho da segunda etapa André-Pierre Gignac resolveu movimentar o jogo para o Toulouse, contando com dois presentões da defesa do Sochaux (não reclamem do Carlão, ele só entraria mais tarde!) num intervalo de dois minutos. Ou seja: aos 6 da etapa complementar, a torcida da casa já comemorava os 2 a 0. E ficou nisso.

O homem de confiança de Domenech e artilheiro do último Francês seria susbtituído no finalzinho pelo brasileiro Luan. Assim como o LOSC, o TFC sobe para a metade de cima da classificação da Ligue 1. Depois da rodada do final de semana, a 17ª, os jogos restantes da 11ª serão disputados e aí saberemos a real posição dos times que foram a campo hoje.

Gervinho está por cima. É ou não é style? (AFP)

Gervinho está por cima. É ou não é style? (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 2 de setembro de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 08:01

O batalhão brasileiro

Compartilhe: Twitter

Num “pool de posts” dos blogs “europeus” do iG Esporte, listamos os jogadores brasileiros que estão hoje nas primeiras divisões de França, Alemanha, Espanha, Inglaterra e Itália. Na terra dos Bleus são 26 brazucas, divididos em 14 dos 20 clubes da Ligue 1. Uns você conhece bem, alguns já ouviu falar e outros num faz nem ideia! Voilá:

Bordeaux: Henrique (zagueiro), Fernando (volante), Wendell (volante e meia) e Jussiê (meia)
Marselha: Elinton Andrade (goleiro), Hilton (zagueiro) e Brandão (atacante)
Lyon: Cris (zagueiro), Ânderson (zagueiro), Ederson (meia) e Michel Bastos (meia e lateral-esquerdo)
PSG: Ceará (lateral-direito)
Toulouse: Luan (atacante)
Lille: Emerson (lateral-esquerdo e zagueiro) e Túlio de Melo (atacante)
Rennes: não tem
Auxerre: Marcos Antonio (zagueiro)
Monaco: Adriano (lateral-direito e zagueiro), Eduardo Costa (volante) e Nenê (meia e atacante)
Lorient: não tem
Grenoble: não tem
Nancy: André Luiz (zagueiro)
Saint-Etienne: Ilan (atacante)
Le Mans: Geder (zagueiro) e Marcos Paulo (meia)
Nice: não tem
Valenciennes: Rafael Schmitz (zagueiro)
Sochaux: Carlão (zagueiro, lateral-esquerdo e volante)
Lens: Eduardo Santos (atacante)
Montpellier: não tem
Boulogne: não tem

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 12 de junho de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 19:57

Brasileiros e… brasileiros

Compartilhe: Twitter

Fiquei devendo a mim mesmo (e a 11,2 % dos meus 45,7 leitores diários, segundo dados nada abalizados) um balanço da participação dos brasileiros no Campeonato Francês 2008/2009. Foram 27 conterrâneos meus nos 20 clubes da Ligue 1, de acordo com meu levantamento mnemônico-documental, incluindo os que começaram mas deixaram seus clubes antes do fim do torneio, como Fred e Fábio Santos.

Para efeito de avaliação dos jogadores abaixo, lembro que cada time atuou 38 vezes e o principais artilheiros da competição foram Gignac (Toulouse – 24 gols), Benzema (Lyon – 17 gols) e Hoarau (PSG – 17 gols). Após os números de jogos, gols e cartões, cito aqueles bem ranqueados pela France Football, com a nota média e a colocação dentro da equipe entre parênteses – quem recebeu nota é porque foi bem, pois o site só exibe as melhores notas de cada time.

Em vermelho, está quem foi destaque. Em azul, quem decepcionou. E em preto, quem foi discreto demais para merecer uma corzinha:

BORDEAUX (1º)
Henrique (zagueiro) – 16 jogos (titular em todos), 1 gol e 4 amarelos
Fernando (volante) – 31 jogos (titular em 23), 6 gols e 6 amarelos
Wendell (meia) – 29 jogos (titular em 24), 4 gols e 1 vermelho (4,79, 9º)
Jussiê (meia-atacante) – 20 jogos (titular em 12), 2 gols e 4 amarelos

MARSELHA (2º)
Hilton (zagueiro) – 36 jogos (titular em todos), 1 gol e 3 amarelos  (4,76, 7º)
Brandão (atacante) – 16 jogos (titular em 15), 7 gols e 3 amarelos

LYON (3º)
Cris (zagueiro) – 34 jogos (titular em todos), 2 gols e 5 cartões amarelos (5,28, 6º)
Fábio Santos (volante) – 6 jogos
Juninho Pernambucano (meia) – 29 jogos (titular em 25), 7 gols, 4 amarelos e 1 vermelho
Ederson (meia) – 35 jogos (titular em 25), 5 gols e 3 amarelos (5,39, 5º)
Fred (atacante) – 15 jogos e 2 gols

TOULOUSE (4º)
Paulo César (lateral) – 16 jogos (titular em 8), 1 gol e 1 amarelo

LILLE (5º)
Emerson (zagueiro) – 31 jogos (titular em 25) e 3 amarelos
Michel Bastos (meia) – 37 jogos (titular em 35), 14 gols e 5 amarelos (5,92, 1º: o melhor merece a foto abaixo!)
Túlio de Melo (atacante) – 8 jogos (titular em 6) e 2 gols
 
PSG (6º)
Ceará (lateral) – 37 jogos (titular em todos) e 4 amarelos (5,19, 10º)

RENNES (7º)
sem brasileiros

AUXERRE (8º)
sem brasileiros

NICE (9º)
Adeílson (atacante) – 10 jogos (titular em 2) e 1 vermelho

LORIENT (10º)
sem brasileiros

MONACO (11º)
Adriano (zagueiro) – 15 jogos (titular em todos) e 4 amarelos

VALENCIENNES (12º)
Rafael (zagueiro) – 31 jogos (titular em todos), 1 gol e 5 amarelos (5,27, 4º)
Jeovânio (meia) – 16 jogos (titular em 9) e 2 amarelos

GRENOBLE (13º)
sem brasileiros

SOCHAUX (14º)
Carlão (zagueiro e lateral) – 25 jogos (titular em 22) e 8 amarelos (4,39, 6º)

NANCY (15º)
André Luiz (zagueiro) – 36 jogos (titular em 35), 3 gols e 8 amarelos (4,85, 4º)

LE MANS (16º)
Paulo André (zagueiro) – 31 jogos (titular em 24), 1 gol e 2 amarelos (5,06, 4º)
Geder (zagueiro) – 29 jogos (titular em 28) e 9 amarelos (4,79, 9º)
Marcos Paulo (meia) – 1 jogo como reserva, 17 minutos jogados

SAINT-ETIENNE (17º)
Ilan (atacante) – 31 jogos (titular em 25), 9 gols e 3 amarelos

CAEN (18º)
sem brasileiros

NANTES (19º)
Douglão (zagueiro) – 4 jogos (titular em 3) e 1 amarelo

LE HAVRE (20º)
sem brasileiros

*MERECEM MENÇÃO também os brasileiros do Guingamp, que permanece na Ligue 2, mas surpreendeu com a conquista da Copa da França sobre o Rennes: o zagueiro Felipe Saad e o atacante Eduardo Santos, que se transferiu para o Lens e vai jogar na elite a partir de agosto. Congratulations!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 3 de maio de 2009 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 18:12

Agora ficou meio bordô…

Compartilhe: Twitter

Vamos ao “ô balancê, balancê” de mais uma rodada do Francês, que deixou a disputa mais apertada, embora com um candidato a menos. O então líder isolado Olympique de Marselha contou com a sorte para empatar em casa contra o ótimo time do Toulouse (não à toa o 5º): Gignac fez 1 a 0, Niang empatou, Gignac (cada vez mais artilheiro, com 21 gols) voltou a marcar, mas Niang marcou outro, ou melhor, teve seu chute desviado para o gol por um zagueiro desolado (o da foto abaixo): 2 a 2 no Vélodrome, empate pas* mal.

Becão do Toulouse foi prudente ao pôr as mãos para trás, mas o pé direito foi imprudente

Esperto que só, o Bordeaux fez sua parte contra o Sochaux (que tinha no banco o famigerado Carlão, ex-Corinthians, super-ameaçado em 17º), e logo de cara: Sertic aos 7 e Gourcuff aos 14 deram o tom, Chamakh aos 48 do 2º tempo só confirmou. A vitória por 3 a 0 alça os Girondinos aos mesmos 68 pontos do OM, que prevalece no saldo de gols (27 contra 26, um golzin!). Ou seja: para quem tropeçar nas próximas quatro rodadas, o troféu dirá au revoir!

Alguém pode avisar o técnico Laurent Blanc (esq.) que ele tem muita chance de ser campeão??

Esperança renovada em Bordeaux, desolação em Lyon. Juninho Pernambucano fez muita falta, mas creio que não evitaria a derrota fora de casa para o Valenciennes (só o 13º, pode?), duas estocadas de Audel. A defesa falhou, Ederson esbarrou na trave, e ao fim da peleja o zagueiro Cris (ex…Corinthians!) teve de reconhecer. “É o fim da nossa luta pelo título. Fomos muito mal hoje, essa é a verdade. O Lyon não é mais um grande time”. Depois dessa, o que mais falar?

A tragédia do OL só não foi maior porque o Paris Saint-Germain (4º) segue a mesma toada: quando parece que vai se recuperar, tomba novamente. Hoje deixou o Rennes (7º) triunfar no Parc-des-Princes, graças a um gol contra do outro azarado da jornada, Sakho (vou resistir e evitar a piadinha), e perdeu a chance de tirar o Lyon da zona de acesso à próxima Liga dos Campeões da Europa. Bom para o Stade Rennais, empolgadérrimo para a final Copa da França, sábado que vem, contra o Guingamp, da segundona.

Audel supera Lloris, para delírio em Valenciennes, Marselha, Bordeaux, Paris…

Em disputa acirradíssima pelo honroso 9º lugar na tabela, o Auxerre venceu o Monaco do técnico Ricardo Gomes (isso, o ex-zagueiro), no Principado onde o Senna foi rei (saudades, Ayrton!). Resultado que, somado à derrota do Lille (6º) para o Lorient (11º), deixou este pertinho dos monegascos (ou seria monagescos? faz diferença??). Depois do Lorient vem o Grenoble (12º), que empatou xoxamente em zerrô-zerrô com o time da tia Nice (8º).

Chegando mais perto da turma que “piriga” cair para Ligue 2, o VAFC deu uma p… duma respirada ganhando do Lyon, empatando em pontos (40) com o Nancy (14º), cujo zerrô-zerrô com o Saint-Etienne (19º) foi péssimo para o time de Ilan, que seria rebaixado se a parada toda acabasse hoje. Quem ressurgiu foi o Caen (16º), após vitória importantíssima sobre o Le Mans (15º), que não pode achar que já está livre, já que tem 38 pontos e o 18º e primeiro na degola soma 33, justamente o Nantes, que conseguiu um feito incrível: conseguiu perder em casa para o pior time e virtual rebaixado do campeonato, o Le Havre (20º).

* pas = não, nada

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,