Publicidade

Posts com a Tag Campeonato Italiano

quarta-feira, 30 de abril de 2014 Copas francesas, Extracampo, Francês da 1ª divisão | 11:51

Futebol francês nas TVs brasileiras e mundo afora

Compartilhe: Twitter

Sábado retrasado, quem buscava um canal brasileiro para ver a final da Copa da Liga Francesa ao vivo se decepcionou, pois “neca de pitibiriba” mais uma vez quando se tratava dessa decisão. E tivemos de apelar para os streamings do planeta Internet.

Tempos atrás, um especial do site Trivela sobre a TV e o futebol mostrou como funciona e são divididas as transmissões dos campeonatos internacionais no Brasil.

O Sportv detém os direitos de transmissão do Campeonato Francês, mas a ESPN Brasil tem sublicença para exibi-lo também, embora a emissora carioca tenha direito à primeira escolha de cada rodada. O SporTV tem exclusividade da Copa da Liga Francesa e divide a Copa da França com o Esporte Interativo (E+I). Os canais da SporTV e da ESPN fazem parte das operadoras de TV por assinatura, enquanto que o E+I é sintonizado via antena UHF, sem precisar de plano pago.

Porém, ter exclusividade nem sempre significa usá-la, como percebemos naquele sábado… Por isso, é importante torcermos para o fortalecimento do foot, de modo geral, e dos brasileiros que querem assisti-lo, para que os diretores televisivos percebam isso e, consequentemente, queiram cobrar e exibir esse produto em seus canais (sim, o futebol é encarado pela TV como mero produto, que se não der lucro, tende a ser trocado por outro, gostem os torcedores e apaixonados ou não).

Apesar desse descrédito na TV brasileira, a Ligue 1, elite do futebol francês, caminha para ser a terceira liga mais rentável do mundo em direitos televisivos, notícia que vimos nesse início de mês.

A partir de 2016, o Canal+ desembolsará € 748.5 milhões anuais (€ 726.5 milhões para a Ligue 1 e € 22 milhões para a Ligue 2) em um contrato que será válido até 2020, valorização de 20% em relação ao acordo em vigência, que rende cerca de € 613 milhões à Federação Francesa de Futebol.

Com este montante, por enquanto, a Ligue 1 ultrapassará a Liga BBVA (Campeonato Espanhol) no ranking mundial de broadcasting, atrás apenas da Barclays Premier League (Campeonato Inglês – € 1.23 bilhão) e Serie A Tim (Campeonato Italiano – € 957 milhões).

– Quer receber notícias e opiniões sobre futebol francês no seu Twitter, interagindo comigo? Me segue lá!
– Quer ficar por dentro do futebol francês e debater com outros antenados e interessados no Facebook? Peça para entrar na comunidade Ligue 1 Brasil (Já são mais de 340 membros!)

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 18 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão | 12:41

Lille e Marselha colados: Francês é o mais emocionante da Europa

Compartilhe: Twitter

O Campeonato Português 2010/2011 está decidido. O Espanhol, o Alemão e o Italiano, quase. O Inglês dificilmente escapará do Manchester United. E o Francês, alguém pode apostar no campeão sem medo de perder dinheiro? Não! Eis o nacional mais emocionante entre os mais importantes do continente.

Porque, com o empate do Lille em casa contra o Bordeaux e a vitória do Olympique fora sobre o Montpellier, a diferença entre primeiro e segundo é de apenas um pontinho. Derrotado pelo PSG no clássico da rodada, o Lyon se descolou do Marselha (cinco pontos) e vai ter que fazer muita catiça pra roubar o caneco dos dois primeiros.

taiwo_afp

"E a diferença ficou assim, ó", diz o lateral-esquerdo nigeriano do OM depois de cobrar o pênalti que decretou a importantíssima vitória de virada do mais que candidato ao bi (AFP)

Veja os resultados da 31ª rodada, faltando agora 7 para o final da Ligue 1 (21 pontos em disputa):

> Lille 1 x 1 Bordeaux (Sow; Savic) – Moussa Sow continua comandando a artilharia, com 21 gols 

> Montpellier 1 x 2 O. Marseille (Giroud; Gignac e Taiwo de pênalti) – Um expulso para cada lado, El-Kauotari e Rémy 

> Paris-SG 1 x 0 Lyon (Zoumane Camara, aos 32 do 2º) – Zagueiro marcou de joelho após bate-rebate em escanteio

> Rennes 1 x 2 Lorient (Dalmat; Gameiro e Coquelin) – Mais de 28 mil pessoas no Stade de la Route de Lorient. Mas o Stade Rennais teve dois expulsos, um em cada tempo. Gameiro foi a 17 gols e segue vice-artilheiro geral

> Saint-Etienne 2 x 1 Nancy (Payet 2; André Luiz) – O atacante do ASSE foi a 12 gols

> Sochaux 3 x 2 Caen (Dramé e Maiga 2; El-Arabi e Hamouma) – Logo atrás de Gameiro, o marroquino Younes El-Arabi foi a 16 gols. Maiga soma 13

> Toulouse 0 x 1 Auxerre (Dudka aos 47 do 2º) – Mais de 35 mil pessoas no Municipal de Toulouse

> Lens 1 x 1 Brest (Hermatch; Ayité)

> Nice 3 x 2 Monaco (Mounier, Civelli e Mouloungui; Gosso e Park de pênalti) – O sul-coreano do ASM foi a 12 gols

> Arles-Avignon 0 x 1 Valenciennes (Pujol) – Agora nem a matemática evita a queda do ACA. O atacante do VAFC atingiu 14 gols 

*Classificação: Lille lidera com 59 pontos, seguido por Olympique de Marselha, com 58, Lyon, com 53, PSG, com 52, e Rennes, com 51. Veja tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 7 de abril de 2011 Francês da 1ª divisão | 20:38

Arles, o pior dos piores

Compartilhe: Twitter

Conforme dica perspicaz do leitor Luís Doménich

O troféu saco de pancadas dos principais campeonatos nacionais na Europa dificilmente sairá das mãos do Arles-Avignon, lanterna desde o início da Ligue 1 2010/2011, que já contabiliza 29 rodadas disputadas, de um total de 38. Recém-promovido da Segundona, demorou nove partidas para conseguir marcar um ponto e doze para saber o que é vencer – desde então, não ganhou mais…

Hoje, tem 12 pontos dentre um total de 87 disputados, o que dá um pífio aproveitamento de 13,79%. Nem se tivesse o dobro de pontos conquistados, 24, o Athlétic Club Arles-Avignon conseguiria deixar a última posição do Francês, pois sua diferença é de 16 para o Lens, 19º atualmente, que soma 28. Nas últimas duas temporadas, a Ligue 1 teve lanternas “disparados” também, mas não tão ineficazes contra o ACA: o Grenoble de 2009/10 fez 23 pontos (20,17%), ficando a 12 do penúltimo colocado, ao passo que o Le Havre de 2008/09 somou 26 (22,80%), a 11 do penúltimo de então.

Moukandjo, do Monaco, passa por Ayasse, do ACA, no último sábado, quando o ASM fez 2 a 0 e o Arles chegou a 57 gols sofridos em 29 jogos (AFP)

A situação do Arles é a pior entre os últimos colocados de outras dez das principais ligas nacionais europeias. Na Holanda, o Willem II também tem 12 pontos de 87 possíveis até aqui, mas, no desempate, se sai melhor, pois sua diferença para o penúltimo da Eredivisie é de 5 pontos, 11 menos do abismo entre ACA e Lens…

Veja a comparação do Arles (13,79% de aproveitamento, 16 pontos do penúltimo) com os outros piores do continente:

> Willem II (Holandês): 12 pontos de 87 – 13,79%, 5 pontos do penúltimo
> Metalurh Zaporizhya (Ucraniano): 11 pontos de 69 – 15,94%, 6 pontos do penúltimo
> Konyaspor (Turco): 17 pontos de 81 – 20,98%
> Bari (Italiano): 20 pontos de 93 – 21,50%
> Sibir (Russo 2010*): 20 pts de 90 – 22,22%
> Portimonense (Português): 19 pontos de 75 – 25,33%
> Borussia Monchengladbach (Alemão): 23 pontos de 84 – 27,38%
> Panserraikos (Grego): 23 pontos de 84 – 27,38%
> Almería (Espanhol): 26 pontos de 90 – 28,88%
> Wigan (Inglês): 31 pontos de 93 – 33,33%

*O calendário na Rússia destoa dos principais nacionais europeus. Lá, o torneio 2011 tem apenas 3 rodadas disputadas, por isso considerei o de 2010 para poder comparar

Se o Arles fosse brasileiro, que divisão mereceria jogar? Série C, D ou precisaria da E?

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011 Brasileiros na França, Copas francesas, Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 23:59

Lyon e Bordeaux caem na Copa da França. E mais…

Compartilhe: Twitter

Desculpa pela demora em postar de ontem pra hoje, mas tô no meio do plantão de feriado (terça é niver de SP), com equipe reduzida mas afazeres não 

Na fase 1/16-de-finais, as zebras passearam. A começar na casa da tia Nice, né não Lyon? Com fogo amigo ainda, mais doloroso foi… Os Girondinos de Bordeaux também sentiram o gosto da decepção somada com a vergonha, assim como o Stade Brestois, eliminado por um rival amador, de quinta categoria divisão, forte no handebol, mas quase desconhecido no mundo estratificado do futebol – o glorioso Chambéry.

Veja os resultados:

Nice 1 x 0 Lyon – Clerc, ex-OL, marcou, depois de jogada construída por Mounier, ex-OL, na prorrogação
Agen (CFA2) 2 x 3 Paris Saint-GermainBodmer (ex-OL…), Luyindula (ex… adivinhe?) e Hoarau fizeram. Nenê deu duas assistências
 

Túlio de Melo é festejado pelos lilleanos (AFP)

Túlio de Melo é festejado pelos lilleanos (AFP)

Lille 1 x 0 Wasquehal (CFA2) – Túlio de Melo marcou o gol da classificação
Angers (L2) 1 x 0 BordeauxBoa organização defensiva fez com que a zebra se justificasse
Vaulx-en-Velin (DH) 0 x 2 RennesTettey e Brahimi
Nîmes (L2) 1 x 2 NancyJulien Féret fez os dois do ASNL
Chambéry (CFA2) 1 (4) x 1 (3) Brest – Os dois gols do empate saíram na prorrogação. Nos pênaltis, zebraça!
Fontenay-le-Comte (CFA) 0 x 1 Lorient – Autret marcou só no 2º tempo da prorrogação
Sochaux 2 x 1 Paris FC – Esse foi na sexta-feira
Clermont Foot (L2) 1 x 3 Reims (L2)
Sedan (L2) 0 x 1 Metz (L2) 
Strasbourg (Nat) 1 x 0 Evian TG (L2) 
Boulogne (L2) 0 x 1 Drancy (CFA) 
Nantes  (L2) 2 x 1 Raon-l’Étape (CFA) 
Cherbourg  (CFA) 0 x 1 Le Mans (L2) 
Quevilly (CFA) 1 (3) x 1 (5) Martigues (CFA) Lille

E como ficam as oitavas de finais, agendadas para 2 de fevereiro:

Martigues (CFA) x Paris-SG
Lille x Nantes (L2)
Rennes x Reims (L2)
Lorient x Metz (L2)
Nancy x Le Mans (L2)
Drancy (CFA) x Nice
Chambéry (CFA2) x Sochaux
Angers (L2) x Strasbourg (Nat)


Ligue 1

Malouda vence o goleiro do Bolton (Getty Images)

Malouda vence o goleiro do Bolton (Getty Images)

Também teve Campeonato Francês no “findi”. Mas apenas um jogo, que faltava para que todos, agora, tivessem o mesmo número de partidas disputadas. Adil Hermach, de voleio, e Toifilou Maoulida, aproveitando cruzamento de Grégory Sertic, definiram a vitória do Lens sobre o Caen.

Esse resultado nada interferiu nas 16 primeiras posições da tabela. Mas fez com que o Lens passasse o Caen, virando 17º e relegando o adversário para a 18ª e primeira posição na zona de rebaixamento. Então, ô se valeu… 


FfF
Agitada a seção Franceses fora da França, vou resumir:

Menez fez um golaço pela Roma, contra o Cagliari, no Italiano. Gingou em frente ao goleiro, que saiu pr’um lado e ele pelo outro, antes de rolar pro barbante.

Benzema marcou o gol da vitória do Real Madrid, contra o Mallorca, pelo Espanhol. Dias depois de Kaká ter pedido pra ele “fazer um pouco mais dentro de campo”…. (tomou?)

– Na goleada do Chelsea sobre o Bolton no Inglês, Malouda e Anelka balançaram as redes. Foi o nono gol de Florent na Premier League, igualando-se ao compatriota Nasri no top ten dos goleadores (e olha que os dois são meias…). Nicolas tem quatro gols a menos – precisa recuperar terreno, senhor 39!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 09:07

Ligue 1: Radiografia do 1º turno

Compartilhe: Twitter

61 anos depois, o Lille conseguiu o título simbólico de melhor time da primeira metade do Campeonato Francês. Deve agradecer ao seu ataque, o melhor até aqui (33 gols em 18 jogos disputados, pois o time ainda tem um jogo adiado para realizar). A defesa não é a mais eficiente (posto que cabe ao Rennes, com 12 gols sofridos em 19 jogos), mas o saldo de gols (12) sim. E o LOSC mostrou mais competência que os rivais ao atuar fora de casa, conquistando 14 dos 27 pontos possíveis.

Os seis primeiros colocados acabaram separados por apenas 3 pontos, o que reflete o enorme equilíbrio e outra característica do turno: o aproveitamento de pontos anda baixo mesmo para os melhores times, que volta e meia tropeçam em equipes pior colocadas dentro e fora de casa. Se mantiver a média de pontos atual, o Lille será campeão com 68 pontos – a mais baixa pontuação desde o título conquistado pelo Lyon em 2003. Em níveis comparativos, o time seria apenas o 6º colocado na última temporada com este número.

Curioso também que o Lille é a equipe que mais se deu bem nos 15 minutos finais de jogo. Consequentemente, sentiu menos a sensação de dominar o rival. O LOSC esteve à frente do placar diante de seus adversários por apenas 423 minutos, 150 a menos do que o PSG, líder neste quesito e com um ponto a menos na classificação. Isso reforça meu sentimento de que os Dogues ainda estão longe de poderem ser cotados, hoje, como maiores favoritos ao título nacional. Até porque a disputa das copas europeias pode afetar muito, para o bem ou para o mal, os próprios Lille e Paris Saint-Germain, além de Lyon e Olympique de Marselha.

A situação anda tão nivelada que o melhor clube mandante até aqui ocupa apenas a 11ª colocação na tabela, liderando a metade DEBAIXO da classificação: o Sochaux obteve 21 pontos de 30 possíveis em seus domínios. Em 2009/10, o Bordeaux havia desperdiçado apenas três pontos neste mesmo período. Na temporada passada, nenhuma equipe havia ultrapassado a barreira de seis empates até a metade do torneio. Em 2010/2011, 13 clubes superaram esta marca, com “destaque” para os campeões Auxerre (11 igualdades) e Monaco (10). O Brest, por sua vez, orgulha-se por ser o único time ainda invicto em casa.

O Toulouse vive uma situação inusitada: venceu tanto quanto os líderes Lille, PSG, Rennes e Lyon, oito vezes, porém perdeu na mesma quantidade, como os antepenúltimo Caen e penúltimo Lens, oito também. Resultado: é apenas o nono colocado, no miolo da tabela. A única certeza parece o fato do Arles-Avignon caminhar de volta para a Ligue 2 em maio próximo, pois nunca ninguém conseguiu tirar uma diferença tão grande assim (11 pontos para o Monaco, 17º e primeiro fora da degola) na metade final do torneio…

Gols e resultados
A média de gols desta temporada caiu um pouco em relação à anterior: 2,31, contra 2,48 de 2009/2010. A Ligue 1 ficou atrás da Bundesliga alemã (3,14), Liga Espanhola (2,74) e Premier League inglesa (2,68), mas foi superior à Série A italiana (2,29). Os torcedores (e telespectadores, como nós) tiveram motivos para lamentar, pois houve um aumento significativo no número de jogos que terminaram empatados sem gols. A taxa, em torno de 5% em 2009/2010, subiu para 12,2%.

O resultado mais comum da atual edição do Francês foi o empate por 1 a 1: 19,15% do total, seguido pelo 2 a 1 (16%). O 1 a 0, campeão da temporada anterior, caiu para a terceira posição com 14,9%, uma queda de 40% com o torneio passado. Apenas 12 partidas tiveram mais de quatro gols marcados e duas delas foram um 6 a 3 e um 5 a 2, ambas protagonizadas pelo Lille, não à toa, agora sim, o líder da classificação.

classificação 1º turno Ligue 1 2010/2011

*Utilizei-me de alguns dados da ótima análise do Trivela.com sobre o Lille, neste link. Falarei dos artilheiros em outro post

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,