Publicidade

Posts com a Tag Boumsong

quarta-feira, 24 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:05

Lyon perde mas se classifica na Liga

Compartilhe: Twitter
schalke_lyon_pose_afp

Em que pesem as derrotas fora de casa para Benfica e Schalke, o OL merece a vaga (AFP)

Schalke 04 3 x 0 Lyon, Hapoel Tel Aviv 3 x 0 Benfica. Não esperava por placares como esse nessa rodada de hoje do grupo B da Liga dos Campeões da Europa. Mas eles aconteceram e felizmente beneficiaram a equipe francesa, apesar de ela ter perdido seu segundo jogo consecutivo e acumulado 7 gols sofridos nos últimos 180 minutos. 

schalke_lyon_raul_lovren_afp

Lovren observa o veterano Raúl: ver demais e marcar de menos foi um dos erros lioneses em Gelsenkirchen (AFP)

Na Veltins-Arena, os donos da casa começaram com tudo, indicando que a parada para Lloris seria dura. Logo aos 13 minutos, Lisandro López perdeu a bola, Diakhaté afastou mal o cruzamento na área e a bola sobrou para Raúl. O zagueiro tentou se recuperar travando o espanhol, mas a redonda sobrou limpa para Farfan colocar no canto do gol, fazendo 1 a 0.

Lisandro teve boa chance de empatar aos 16, mas chutou em cima de Neuer, a poucos metros do goleirão. Perdeu, pagou: já aos 20 o Schalke ampliaria, em ataque rápido, quando Kluge avançou e passou para Huntelaar, que se antecipou a Cissokho depois que Raúl saiu da bola e levou a marcação junto. A ausência de Cris era sentida na organização da zaga lionesa.

O OL não se abateu, tentou subtrair o prejuízo, mas cedia o contra-ataque, o que tornava as coisas muito perigosas para a defesa. Claude Puel veio com o atacante Gomis no lugar do lateral-esquerdo Cissokho, trazendo Michel Bastos para compor o setor pela defesa – o que não gosto, pois afasta o brasileiro da área, e também acabou não dando resultado… Mas enfim, perdido por um, perdido por mil né?

Minutos depois, Gourcuff foi atingido duramente por Metzelder e teve de sair de maca, dando lugar a Pjanic. Até Licha sairia, para a entrada de Pied. Mas nada lá na frente. E o Lyon conseguiu a proeza de tomar mais um gol de “Ruim-telaar” (como os colegas dizem aqui na redação), que recebeu passe na área francesa com todo o tempo do mundo, sassaricou na frente de Reveillère e chutou. A bola prensada encobriu Lloris, pra sorte do holandês: 3 a 0, fecha a conta e passa a régua na Alemanha.


L’autres françaises

Younes Kaboul: titular ao lado de Gallas no Tottenham, time de Gomes (o goleiro grande!). Mostrou presença de área e habilidade ao abrir o placar contra o Werder, em voleio após cruzamento à meia-altura de Lennon. Foi o 2º gol em 2 jogos! E acabou como top player do site oficial da Champions, com nota 8,5 dos “experts”.

Jonathan Biabiany: titular na Inter de Milão contra o Twente. Muito bem no primeiro tempo, “causando” pelo lado direito do ataque. Jogou até os 35 do 2º tempo.

Djibril Cissé: artilheiro do Campeonato Grego e capitão do Panathinaikos, perdeu ótima chance de gol contra o Barcelona aos 19, quando invadiu a área e finalizou para bela defesa de Valdés. Ficou até o fim liderando o ataque do time ateniense, porém se mostrou improdutivo.

Jean-Alain Boumsong: titular também nos 90 minutos, mas a defesa levou três do Barça né…

Sidney Govou nem banco foi hoje na Grécia, não sei se machucou-se, mas soube que já anda deixando o clube insatisfeito pela vida noturna agitada…

Eric Abidal: foi banco na equipe espanhola, entrou aos 26 do 2º tempo. Com as boas partidas dos brasileiros Adriano e Maxwell pela lateral-esquerda, pode acabar sobrando no time catalão, que terá o superclássico contra o Real Madrid pelo Campeonato Espanhol na próxima segunda-feira.

kaboul_tottenham_werder_afp

Que Kaboul está com a bola cheia, ninguém duvida! (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 8 de junho de 2010 Extracampo, Francês da 1ª divisão, Seleção francesa | 22:54

Lyon mexe e remexe. E Gourcuff?

Compartilhe: Twitter

Como destacou o amigo leitor Filipe Papini no twitter do BrasilLyonnais, e a imprensa francesa mostrou nesta terça-feira, o Lyon já tem algumas mudanças claras em seu elenco para a próxima temporada. O presidente Jean-Michel Aulas confirmou que o pré-convocado Jimmy Briand vem mesmo para Gerland.  Em compensação, a lista de dispensa provavelmente será extensa, englobando nomes como os brasileiros Ânderson e Ederson, além de Boumsong, Kallstrom e Makoun. Quem serão os próximos reforços, diante do enxugamento de nomes até então titulares?

Aulas declarou também que fará todos os esforços possíveis para tirar o convocado Yohann Gourcuff do Bordeaux, pagando até 25 milhões de euros pelo meia. Conseguirá? O desempenho de Górca na Copa 2010 deve influenciar esta questão. Aliás, a France Football coloca que a situação do jogador anda desconfortável no elenco de Raymond Domenech, diante da contestação de alguns medalhões (como Ribéry e Anelka) ao seu status de organizador do time. Me desanima isso. Se as vaidades realmente aflorarem excessivamente quando o Mundial aflorar, aí sim que as poucas chances de sucesso dos Bleus tenderão a se reduzirem a nulas.

frança gourcuff treino

A pressão sob e sobre Gourcuff não parece nada leve... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de maio de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 21:19

Dungamenech. E o substituto muito provável

Compartilhe: Twitter

Raymond Domenech não é Dunga, mas as reações que causaram nesta semana, após os anúncios dos convocados e pré-convocados para a Copa do Mundo, os aproximam bastante: deixaram talentos de fora, apostaram em nomes duvidosos e vão pra África com muita desconfiança e desaprovação popular. Como muitos leitores deste espaço, também mais desaprovei do que aprovei a lista dos 30 da França, por julgar que nomes como Benzema (principalmente), Nasri e Vieira seriam muito úteis neste Mundial – mesmo que os dois primeiros sejam de difícil temperamento e relacionamento dentro do grupo, como se faz supor.

Agora famosos, os convocáveis do Rennes: Fanni, M'Vila e Briand (AFP)

Vamos conferir as surpresas da convocação divulgada na terça-feira:

Goleiros: Lloris, Mandanda, Carrasso e Landreau. Pelas últimas convocações, Landreau deve estar fora dos 23. Nomes esperados, embora a revelação Ruffier, do Monaco, pudesse aparecer também.

Defensores: Sagna, Abidal, Gallas, Evra, Fanni, Rami, Squillaci, Clichy, Planus e Reveillère. Reveillère é surpresa, pois, dos laterais do Lyon, acho que Cissokho estava mais esperançoso. Rami também corria por fora (pra mim, Reveillére e Rami estão além dos 23). Testados por Domenech em mais ou menos ocasiões, Escudé, Méxès, Boumsong e Ciani acabaram decepcionados.

Meio-campistas: Toulalan, L. Diarra, A. Diarra, Gourcuff, Diaby, M’Vila e Malouda. O super-rodado Patrick Vieira, do Manchester City, que até poderia ser o capitão na África do Sul, é a maior ausência. Se for por problema de condição física, aceito, porque sua experiência não pode ser descartada sem outro motivo. O talentoso Samir Nasri, do Arsenal, estaria na minha lista certamente – assim como Diaby, objeto de discussão nos comentários do post de terça. Cheyrou, do Olympique de Marselha, poderia aparecer no lugar do surpreendente M’Vila, de 19 anos e nenhuma participação na seleção adulta.

Atacantes: Govou, Ribéry, Henry, Anelka, Cissé, Gignac, Valbuena, Ben Arfa e Briand. Alguém apostaria que Karim Benzema, vendido a peso de ouro do Lyon para o Real Madrid na última janela de transferências, não estaria aqui? Nem eu. Tudo bem que o cara decepcionou indo pra reserva na Espanha, mas não desaprendeu do muito que pode render em campo. Se é problemático e desagregador, creio que uma conversa séria em particular entre ele e Dôme resolveria a questão. Valbuena e Briand surpreendem, mas fizeram um bom Francês e merecem, para mim, estar entre os 30, só que não entre os 23.

Blanc em treino do Bordeaux: dos Girondinos para os Bleus? (AFP)


PÓS-COPA: Laurent Blanc, o favorito

Já se sabia na França, desde o início da semana, que Blanc deixaria o Bordeaux no fim desta temporada europeia, agora no cair de maio. E, como é sabido também que Domenech deixará os Bleus após a Copa, tudo leva a crer que o ex-zagueiro campeão do mundo assumirá o posto de professeur da seleção. Hoje, o ex-colega de Blanc em 1998 e também treinador Didier Deschamps “entregou” que Laurent será mesmo comandante bleu, segundo o site da France Football.

Amigo de Blanc, com o qual troca conselhos, Deschamps disse que a escolha da Federação Francesa é muito boa. A France Football informa que o agente de Laurent está negociando o contrato com a FF. No domingo, um dia após o fim do Campeonato Francês, o técnico do Bordeaux deverá reunir todo o elenco e comissão para se despedir. Olhando no horizonte, parece que a França deverá chegar mais animada para a Copa de 2014.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de maio de 2010 Brasileiros na França, Copa do Mundo, Seleção francesa | 15:58

Os 30 pré-selecionados pra Copa

Compartilhe: Twitter

Domenech anunciou, agora pouco, 30 nomes, como a Fifa exige. São 23 realmente convocados, que serão inscritos, e 7 substitutos em caso de necessidade. Ao contrário do brasileiro Dunga, que preferiu divulgar esses sete separados dos vinte e três principais, no caso francês e de outros selecionados os nomes vieram duma vez só.

As maiores surpresas são as ausências do experiente volante Patrick Vieira e do atacante “galáctico” Karim Benzema do grupo, que também não conta com os zagueiros Boumsong e Ciani, o lateral-esquerdo Cissokho e o meia Nasri, que eram esperados ao menos como substitutos. As novidades são o zagueiro Planus, os meias M’Vila e Valbuena, e o atacante Briand. Vamos aos nomes:

Goleiros : Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Olympique de Marselha), Cédric Carrasso (Bordeaux), Mickaël Landreau (Lille).

Defensores
: Bacary Sagna (Arsenal/ING), Eric Abidal (Barcelona/ESP), William Gallas (Arsenal/ING), Patrice Evra (Manchester United/ING), Rod Fanni (Rennes), Adil Rami (Lille), Sébastien Squillaci (Sevilla/ESP), Gaël Clichy (Arsenal/ING), Marc Planus (Bordeaux), Anthony Reveillère (Lyon).

Meio-campistas
: Jérémy Toulalan (Lyon), Lassana Diarra (Real Madrid/ESP), Alou Diarra (Bordeaux), Yoann Gourcuff (Bordeaux), Abou Diaby (Arsenal/ING), Yann M’Vila (Rennes), Florent Malouda (Chelsea/ING).

Atacantes
: Sidney Govou (Lyon), Franck Ribéry (Bayern Munich/ALE), Thierry Henry (Barcelona/ESP), Nicolas Anelka (Chelsea/ING), Djibril Cissé (Panathinaïkos/GRE), André-Pierre Gignac (Toulouse), Mathieu Valbuena (Olympique de Marselha), Hatem Ben Arfa (Olympique de Marselha), Jimmy Briand (Rennes).


Michel Bastos na Copa
Dos 23 brasileiros convocados por Dunga também nesta terça-feira, um atua no futebol francês. Michel Bastos, do Lyon, foi chamado para a lateral-esquerda, embora venha sendo aproveitado, por Claude Puel, como meio-campista avançado. Que sua versatilidade seja útil à seleção brasileira. Congratulations!

E aí, o que você achou?

(Hoje estou impossibilitado de me alongar no assunto convocação, mas voltarei nos próximos dias para falar do tema. Quem quiser lançar discussões e questionamentos nos comentários, fique à vontade!)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 20 de abril de 2010 Torneios europeus | 20:04

Bayern Munich x Olympique Lyonnais

Compartilhe: Twitter

A semifinal da Liga dos Campeões da Europa começa para o Lyon nesta terça-feira, às 15h45 de Brasília, na Alemanha. Em sua décima participação no torneio continental, nunca o Olympique Lyonnais chegou tão longe. A empolgação para ir mais longe ainda é grande, mas do outro lado existe um clube tetracampeão europeu, que vem embalado na sua liga nacional (a BUNDesliga) e com jogadores experientes e uma dupla decisiva, chamada de “Robbery” – o holandês Arjen Robben, em fase fenomenal, e o francês (vejam só…) Franck Ribéry, sempre perigoso.

Curiosamente, estarão de lados contrários dois jogadores da seleção francesa cujos nomes foram envolvidos, nos últimos dias, em investigação policial sobre rede de prostituição de menores em Paris. Justamente Ribéry e o meia-atacante Sidney Govou, do OL, alvos dos fotógrafos nos últimos treinos dos rivais desta quarta. 

Entre os lioneses, o maior desfalque é o zagueiro Boumsong, machucado. Mas o que talvez possa pesar contra o time francês em Munique seja o cansaço por causa de uma viagem de cerca de oito horas de ônibus, já que o espaço aéreo europeu ainda sofre restrições em virtude das fumaças daquele vulcão islandês de nome impronunciável. Portanto, empatar ou perder de pouco, marcando gol, são resultados razoáveis e reversíveis na volta, na terça-feira que vem.

Os alvos da imprensa: Govou (o mais fotografado) e Ribéry (o mais preocupado). Quem se dará melhor?

FICHA TÉCNICA – BAYERN DE MUNIQUE-ALE X LYON-FRA

Local: Allianz Arena, em Munique-ALE
Data: 21 de abril de 2010, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Rosetti (ITA)
Assistentes: Paolo Calcagno (ITA) e Stefano Ayroldi (ITA)

BAYERN DE MUNIQUE: Butt, Lahm, Van Buyten, Demichelis e Contento; Pranjic (Tymoshchuk), Schweinsteiger, Thomas Müller, Ribéry e Robben; Olic. Técnico: Louis van Gaal

LYON: Lloris, Réveillère, Cris, Gonalons e Cissokho; Toulalan, Makoun (Kallstrom), Pjanic e Michel Bastos; Govou (Delgado) e Lisandro López (Gomis). Técnico: Claude Puel

Liga dos Campeões da Europa feminina
Como eu já informei por aqui, as mulheres do Lyon também disputam a Liga dos Campeões da Europa. Na partida de ida sobre o sueco Umea, ex-time da cracaça Marta, houve vitória francesa por 3 a 2. O jogo de volta na Suécia já deveria ter ocorrido, mas o “mardito” vulcão blá-blá-blá ainda não possibilitou a realização do confronto, remarcado para o dia 28, quarta-feira da próxima semana. Quem passar, encara o alemão Turbine Postdam na final, marcada muito antecipadamente para o dia 20 de maio, na espanhola Getafe.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 10 de março de 2010 Torneios europeus | 18:38

E o Lyon fez mesmo história no Bernabéu!

Compartilhe: Twitter

Os vencedores celebram, numa cena que o Real assiste há cinco anos (Reuters)

A prova de fogo começou da pior maneira possível para o Lyon: gol relâmpago do Real, com Cristiano Ronaldo e sua excelente média de gols na Liga dos Campeões (seis, em sete partidas). Os donos da casa cresceram, sufocaram por um tempo, e perderam grandes chances com Cristiano, Kaká (caçado fortemente por Cris num carrinho feio) e Higuaín, que numa delas driblou Lloris, tocou para o gol e preparou a comemoração enquanto a bola batia na trave e saía… A posse de bola foi 67% madrilenha no 1º tempo, que viu nove chutes a gol dos merengues e apenas um (para fora) dos lioneses. Que bom que o intervalo chegou, pensaram os franceses.

Para a segunda etapa, Claude Puel tirou o zagueiro Boumsong e o volante Makoun, colocando o lateral/volante Kallstrom e o zagueiro/volante Gonalons. Felizmente, o time melhorou e passou a controlar mais a bola, inclusive criando repetidas chances de gol. E foi numa delas que o empate viria, aos 30 minutos: Kallstrom acionou Delgado, que se aproximou da grande área, encontrou Lisandro, o argentino “fez o pivô” muito bem para a entrada de Pjanic, que dominou e chutou forte, sem chances para Casillas!

Precisando agora de dois gols, por causa do “fator fora de casa”, Manuel Pellegrini ousou tirar Kaká, que saiu xingando (a si? o técnico? a vida?), para a entrada de “Raúl Madrid”, na esperança da lenda viva o salvar. Puel queimaria sua última alteração aos 38, quando o brasileiro Ederson substituiu o bósnio Pjanic. Na base do desespero, o Real dava contra-ataques perigosos ao Lyon: em dois deles, Lisandro e Delgado apareceram na cara de Casillas, mas conseguiram perder! (ê, argentinada…). Apelando aos chuveirinhos, o time espanhol acabou por consagrar Lloris. No finalzinho, Cris e Raúl se estranharam, o brasileiro pegou a bola e a escondeu… Que leve pra casa, o Lyonnais fez história no Santiago Bernabéu!!

"Essa é pra você, Tubarão! É nóis!!", teria dito o bósnio Miralem Pjanic

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 16:40

Convocados para França x Espanha

Compartilhe: Twitter

A pouco mais de 100 dias para a Copa do Mundo, Raymond Domenech anunciou nesta quinta-feira os 24 jogadores chamados para o amistoso da França contra a Espanha, na próxima quarta-feira (03/03), no Stade de France. São eles:

Goleiros: Hugo Lloris (Lyon), Steve Mandanda (Olympique de Marselha), Cédric Carrasso (Bordeaux)

Defensores: Jean-Alain Boumsong (Lyon), Mickaël Ciani (Bordeaux), Julien Escudé (Sevilla, ESP), Aly Cissokho (Lyon), Patrice Evra (Manchester United, ING), Bacary Sagna (Arsenal, ING), Rod Fanni (Rennes), Adil Rami (Lille)

Meio-campistas: Lassana Diarra (Real Madrid, ESP), Yoann Gourcuff (Bordeaux), Moussa Sissoko (Toulouse), Jérémy Toulalan (Lyon), Benoît Cheyrou (Olympique de Marselha), Florent Malouda (Chelsea, ING).

Atacantes: Nicolas Anelka (Chelsea, ING), Hatem Ben Arfa (Olympique de Marselha), Franck Ribéry (Bayern de Munique, ALE), Thierry Henry (Barcelona, ESP), Sidney Govou (Lyon), Loïc Rémy (Nice), Louis Saha (Everton, ING).

Domenech já tinha dito que é a partir desta partida que o clima de Copa começa a valer para os franceses. De fato, enfrentar a atual campeã europeia a três meses do Mundial é mais do que propício para este sentimento. Ainda restam outros três amistosos* antes da estreia na África do Sul, mas já é possível considerar que esses 24 de hoje estão perto de estarem entre os 23 de maio, quando sai a lista da Copa. Veja bem: eu disse “perto” e não “muito perto”, porque esta lista teve de excluir nomes que, se não estivessem machucados, fatalmente seriam chamados: Gallas, Abidal, Squillaci, Alou Diarra, Diaby, Benzema e Gignac, par exemple.  

As grandes novidades da relação são o retorno do zagueiro Ciani, que marcou o gol da vitória do Bordeaux contra o Olympiacos na terça-feira, e a primeira chance dada ao volante Cheyrou, do Olympique – na minha opinião, duas justas oportunidades. Elogiado pelo técnico da seleção recentemente, o meia Ben Arfa voltou a jogar bem no Marselha e foi novamente relacionado. O mesmo não aconteceu com o atacante Djibril Cissé, apesar de ter decidido as duas partidas da Liga Europa, contra a Roma, a favor do Panathinaikos – desafortunadamente, Djibra acabou preterido por Louis Saha, do Everton, cujos gols no Campeonato Inglês devem valer muito mais do que os do compatriota no Campeonato Grego…

Uma breve passada pelas posições: no gol, Lloris-Mandanda-Carrasso deve ser mesmo o trio da Copa (Frey, da Fiorentina, mereceria ser visto, penso eu). Na defesa, Ciani e Rami devem aproveitar a chance, pois ela só veio com as lesões de Gallas, Abidal e Squilacci. Méxès e Clichy ficaram de fora, estando mais longe da África. No meio, Vieira ainda não veio, mas se obtiver uma sequência de jogos pelo Manchester City pode ser incluído por Domenech em maio. Sissoko e Cheyrou se aproveitaram das ausências dos lesionados Alou Diarra e Diaby, avançando em relação a nomes como Flamini e Nasri (gosto desses dois) na luta por vagas no setor. E no ataque, sem Benzema e Gignac, fora de combate, Rémy se pôs à frente de Gomis (faz sentido) e Saha deixou Cissé “ainda com raiva”, como mencionei.

E você, o que achou dos convocados? Algum esquecido?

*A França vai encarar Costa Rica (26 de maio), Tuinísia (30 de maio) e China (4 ou 5 de junho). A estreia na Copa é no dia 11 de junho, contra o Uruguai.

Ciani e Cheyrou foram colegas no Auxerre em 2004. Mas seriam rivais no PS2? (France Football) Ciani e Cheyrou foram colegas no Auxerre em 2004. Mas seriam rivais no PS2? (France Football)
Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 22:52

Pinceladas da journée

Compartilhe: Twitter

Caríssimos, é mais do que chato eu, volta e meia, me desculpar por demorar a escrever aqui ou não me alongar como deveria. Mas na redação a regra é clara: primeiro o noticiário do dia, depois, no tempo que sobra (quando sobra), blog.  Hoje, segunda, foi dureza o trampo, então vamos apenas de pinceladas sobre a 22ª rodada do Campeonato Francês (quem quiser trazer mais informações, é muito bem vindo):

Bordeaux 0 x 0 Boulogne-sur-Mer
O líder disparado não consegue vencer o vice-lanterna: péssimo pros Girondinos, excelente para o caçulinha da Ligue 1 e ótimo pro campeonato. Agora, caiu pra seis pontos a vantagem do Bordeaux para o vice Montpellier. A diferença ainda é confortável, mas cada vez menos imbatível.

Lille 1 x 0 Lens (Hazard) 
O promissor meia belga resolveu e manteve o LOSC, terceiro na tabela, dos primeiros na tabela. Desponta no Lille a mesma qualidade do Bordeaux: a não-dependência de apenas um goleador, com vários jogadores capazes de decidirem placares com assistências e gols. Qualidade que, em longo torneio de pontos corridos, faz total diferença.

Monaco 3 x 2 Nice (Park 2 e Nenê; Ben Saada e Digard) – Civelli-NIC foi expulso 
Boa presença da dupla de ataque monegasca, formada pelo brasileiro e pelo sul-coreano responsáveis pelos gols dos anfitriões. Nenê, que no fim da janela europeia ficou mesmo no Principado, ampliou a distância na artilharia para Gervinho (13 gols). Park, com oito, entrou no Top Ten.

Nancy 1 x 0 Lorient (Hadji) 
Melhor jogador do ASNL, o marroquino Youssouf Hadji chegou ao seu oitavo gol, entrando no rol dos dez maiores goleadores da competição. Como uma seleção que tem bons valores ofensivos como Hadji (29 anos) e Marouane Chamakh (26 anos), artilheiro do Bordeaux, não consegue se classificar nem para a Copa Africana de Nações? Me espanta…

Rennes 4 x 0 Grenoble (Danzé, Marveaux 2 e Bangoura) 
Contra o lanterninha, tinha que dar Stade Rennais mesmo.

Camara e Montano comemoram gol do Montpellier, 2º melhor time do Francês (AFP)

Camara e Montano comemoram gol do Montpellier, 2º melhor time do Francês (AFP)

Le Mans 1 x 3 Toulouse (Ouali; Machado, Gignac e Kazim-Richards) 
Boa demonstração de força do TFC. Melhor ainda é ver André-Pierre Gignac, artilheiro da Ligue 1 2008/2009, em paz com as redes – foi seu sexto gol no atual certame.

Montpellier 2 x 0 Olympique (Aït-Fana e Cheyrou contra) 
O MHSC também mostra que não é figurante no Francês. Diminuiu a distância para o Bordeaux, como eu já disse, em cima do tradicionalíssimo Marselha.

Auxerre 1 x 0 Saint-Etienne (Mignot) 
Vitória com a cara do AJA: magrinha, magrinha. O ASSE está a quatro pontos da zona de rebaixamento, mantendo a perigosa sina.

Valenciennes 1 x 1 Sochaux (Audel e Perquis)
Os dois estão no miolo da classificação, separados por dois pontos. Então podemos dizer que o resultado foi justo até contestação em contrário. 

Lyon 2 x 1 Paris Saint-Germain (Gomis e Cris; Erding) – Sakho-PSG foi expulso
Como oportunamente frisaram os leitores Eduardo e Filipe no post de domingo, a expulsão do zagueiro parisiense foi determinante para a derrota do PSG, que vencia e jogava melhor quando a parada estava no 11 contra 11. Mas não crucifiquemos um defensor de 19 anos, que enfrentava nada menos que o OL em Gerland, né mesmo?

A se frisar, que o turco Mevlut (nome estiloso!) Erding foi a nove gols, colou nos artilheiros e provou que vem ofuscando Guillaume Hoarau na linha de frente do Paris. Que Bafétimbi (inigualável!) Gomis foi recompensado com um gol, pois chutou duas na trave de Edel. E Cris, foi recompensado em dia fraco do companheiro Boumsong…

(nesta terça, se tudo sair como previsto, falo do fim da janela europeia de transferências)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 26 de janeiro de 2010 Copas francesas | 22:21

Terça de Copas

Compartilhe: Twitter


**COPA DA LIGA FRANCESA**

Le Mans 2 x 3 Bordeaux foi o jogo que fechou as oitavas-de-finais da Copa da Liga Francesa (organizada pela Liga de Futebol Profissional e da qual participam os clubes profissionais da França – 1ª, 2ª e alguns da 3ª divisão) nesta terça-feira. Mesmo fora de casa e saindo atrás logo aos 5 minutos de partida, os Girondinos não se intimidaram e viraram para 2 a 1 ainda no 1º tempo. Levaram 2 a 2 e, na segunda etapa, definiram a parada e a classificação. Gouffran, Gourcuff (foto) e Plasil fizeram para o campeão francês, enquanto Le Tallec e o português João Paulo Andrade balançaram as redes para o time do estádio Leon-Bollée.

O torneio não perde tempo e abre já nesta quarta-feira as quartas-de-finais. São três jogos, com Lyon, Olympique, Lille e Toulouse em campo. Como jogou hoje, o Bordeaux só volta a atuar na semana que vem, terça, 2 de fevereiro. Eis os confrontos:

Quarta, 27/01
14h – Lorient (L1) x Lyon (L1)  
15h45 – Guingamp (L2) x Toulouse (L1)  
17h45 – Marseille (L1) x Lille (L1)  

Terça, 02/02
17h45 – Bordeaux (L1) x Sedan (L2)

 

O craque "Górca" deixou sua marca em Le Mans (AFP)

O craque "Górca" deixou sua marca em Le Mans (AFP)


**COPA DA FRANÇA**

Um pouco mais atrasada, mas não menos ausente do que a Copa da Liga, a Copa da França (organizada pela Federação Francesa e da qual participam clubes profissionais e amadores do país) também teve atividade nesta terça, pela fase 1/16-de-finais, iniciada na sexta. Hoje, o Auxerre suou para passar pelo Sedan, na decisão por pênaltis, mas seu colega de Ligue 1 fracassou: o Grenoble foi derrotado pelo Vannes, da L2, na prorrogação.

No fim de semana, o destaque foi para a vitória do Monaco sobre o Lyon no Principado. Boumsong abriu o placar para o OL, mas Nenê sofreu pênalti de Govou, bateu e empatou. O sul-coreano Park definiria o marcador para o ASM, que comemora por pouco tempo a classificação, já que seu adversário nas oitavas será ninguém menos que o Bordeaux (é, o mesmo lá de cima…), que despachou o Ajaccio por 5 a 1 em goleada multiétnica (três gols do argentino Cavenaghi, um do brasileiro Wendell e um do tcheco Plasil).

As decepções ficaram por conta das eliminações de Lille e Montpellier em jogos atrasados das 1/32-de-finais. O LOSC, de ótima campanha no Francês, não conseguiu fazer um golzinho sequer no Colmar, da quarta divisão, e acabou castigado nos pênaltis, perdendo por 10 a 9 – o capitão Stephane Dumont desperdiçou a cobrança decisiva. E o MHSC caiu diante do Grenoble, lanterna indiscutível da Ligue 1, por 3 a 2, após batalha de 120 minutos.

De amanhã, quarta, até os primeiros dias de fevereiro, prosseguem as partidas pelas 1/16, com equipes como Olympique de Marselha, Toulouse e Saint-Etienne ainda por jogar. Quando os embates pelas oitavas se definirem, publico-os aqui.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 19 de novembro de 2009 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 20:26

Le balancê française de la Qualification pour la Coupe

Compartilhe: Twitter
AFP recupera imagem de TV e eu pergunto: pela Copa, você não faria o mesmo que Henry?

AFP recupera imagem de TV e eu pergunto: pela Copa, você não faria o mesmo que Henry?

Deu pra entender que se trata do balanço francês das Eliminatórias para a Copa? Se não deu, desculpa. O qualificatório europeu para uma Copa do Mundo (10 jogos) não é tão extenso quanto o sul-americano (18 jogos), mas é tão importante quanto. E, no caso de quem tem mata-mata de repescagem pela frente, como teve a França, tudo fica mais dramático e, ao se olhar para trás, epopéico. Portanto, digno de um balancê (não, não quero brincar com você, como diz aquela música…), apesar de todos os terráqueos terem visto que o gol da classificação francesa foi irregular, que a Irlanda foi injustiçada, e etecétera, etecétera… O fato é que Les Bleus se classificaram pro Mundial (e, por extensão, Le Blog também!) e isso em si já é histórico, mesmo que o futebol apresenteado e as escolhas de Raymond Domenech sejam altamente questionáveis, como concordo que o são.

Somando fase de grupos e repescagem, a seleção francesa disputou 12 partidas. Venceu sete, empatou quatro e perdeu uma, ficando invicta em solo próprio – o aproveitamento de 69% dos pontos. Marcou 20 gols e levou 10. Recebeu 13 cartões amarelos e um vermelho. Veja quem mais atuou e balançou as redes nessa campanha, que se estendeu de 6 de setembro de 2008 a 18 de novembro de 2009:

Por ordem de jogos:

1. Bacari SAGNA – 11 partidas, 1001 minutos em campo
     Thierry HENRY – 11 p, 968 min
3. William GALLAS – 10 p, 930 min
     Patrice EVRA – 10 p, 930 min
     Lassana DIARRA – 10 p, 930 min
     Yoann GOURCUFF – 10 p, 759 min    
7. Jeremy TOULALAN – 8 p, 692 min
     Nicolas ANELKA – 8 p, 625 min
     Andre-Pierre GIGNAC – 8 p, 440 min
     Karim BENZEMA – 8 p, 361 min
11. Steve MANDANDA – 7 p, 618 min
      Alou DIARRA – 7 p, 493 min
13. Hugo LLORIS – 6 p, 499 min 
       Franck RIBÉRY – 6 p, 341 min
       Florent MALOUDA – 6 p, 254 min
16. Eric ABIDAL – 5 p, 450 min
       Sidney GOVOU – 5 p, 387 min
18. Sebastien SQUILLACI – 4 p, 381 min
       Julien ESCUDÉ – 4 p, 279 min
20. Gael CLICHY – 2 p, 180 min
21. Peguy LUYINDULA – 2 p, 132 min
22. Mowssa SISSOKO – 2 p, 118 min
23. Samir NASRI – 2 p, 91 min
24. Rod FANNI – 1 p, 90 min
25. Philippe MÉXÈS – 1 p, 90 min
26. Jean-Alain BOUMSONG – 1 p, 90 min
27. Bafetimbi GOMIS – 1 p, 11 min     
28. Mathieu FLAMINI – 1 p, 1 min 

Por ordem de gols:

1. Andre-Pierre GIGNAC – 4 gols em 8 partidas (média de 0,5)
2. Thierry HENRY – 4 g em 11 p (0,36)
3. Franck RIBÉRY – 3 g em 6 p (0,5)
4. Nicolas ANELKA – 3 g em 8 p (0,37)
5. Karim BENZEMA – 2 g em 8 p (0,25)
6. William GALLAS – 2 g em 10 p (0,2)
7. Sidney GOVOU – 1 g em 5 p (o,2)
8. Yohann GOURCUFF – 1 g em 10 p (0,1)

**Nesta sexta tem jogão!**
Sim, e é claro que não me refiro à segunda divisão francesa, que normalmente tem rodada às sextas. Amanhã, Olympique de Marselha e Paris Saint-Germain fazem o clássico da 10ª rodada do Campeonato Francês, adiado na ocasião por causa da gripe suína no elenco parisiense. Como vou trabalhar neste feriado de Consciência Negra + fim de semana, Le Blog não parará suas máquinas (= meus dedos)!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última