Publicidade

Posts com a Tag Birsa

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão | 10:34

Resultados da 17ª rodada

Compartilhe: Twitter

1,4 gol por jogo. Média baixa, mas quase 30% dos gols foram brasileiros.

Arles-Avignon 0 x 1 Lille (Túlio de Melo) – Aït Ben Idir-ARL foi expulso
Valenciennes 1 x 2 Paris Saint-Germain (Aboubakar; Nenê 2)  
Bordeaux 0 x 0 Rennes
Auxerre 1 x 1 O. Marselha (Birsa de pênalti; Rémy) – Mbia-OLY foi expulso
Lyon 2 x 0 Toulouse (Lisandro López e Bafetimbi Gomis) – Mais de 32 mil pessoas no Gerland
Brest 0 x 0 Montpellier  
Nancy 1 x 0 Sochaux (André Luiz
Monaco 0 x 2 Saint-Etienne (Batlles e Sako) 
Lorient 3 x 0 Lens (Amalfitano, Kitambala e Mvuemba) 
Caen 0 x 0 Nice 

>> Classificação: Lille lidera com 31 pontos, seguido por PSG, 30, Lyon, 29, Rennes, 28, Marselha, 27 e Brest, 26. Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 15 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 21:28

Campeonato Francês: acirradíssimo

Compartilhe: Twitter

Depois de mais uma rodada no fim de semana, a Ligue 1 continua extremamente competitiva. Engraçadamente, o 19º e penúltimo colocado Nancy está à frente do lanterna, Arles, na mesma quantidade de pontos que o separa do líder, o Brest! (oito). Ou seja, prever quem lutará pelo quê continua uma dura missão.

Não podemos desprezar a força defensiva do Stade Brestois, que mesmo não empolgando no ataque é um dos dois times que menos sofreu gols no certame (8, ao lado do Rennes). A liderança isolada veio depois do 1 a 1 com o Sochaux, que saiu na frente em casa mas cedeu a igualdade minutos depois.

Uma das maiores ajudas ao Brest veio da derrota do Rennes, que começou a rodada como 2º e terminou em 5º depois da derrota em Auxerre (2 a 1). Pude acompanhar parte do jogo no Abbé-Deschamps e vi o golaço de Valter Birsa, que recebeu no meio, abriu espaço cortando para a esquerda e bateu colocado, encobrindo o goleiro Douchez, que só pôde olhar embasbacado.

Pouco depois, porém, Kembo-Ekoko subiu sozinho, cabeceou na trave e deu sorte de a bola voltar na pinta pra ele empurrar pro gol do AJA, que buscaria a vitória quando Contout foi derrubado por Douchez e Quercia apareceu para definir o lance pro gol. Apesar das estatísticas equilibradas e maior posse de bola do Stade Rennais, deu Auxerre e acho que merecidamente, porque foi mais incisivo na busca pelo gol. Roy Hodgson, treinador do inglês Liverpool, estava no estádio, dizem que para ver o selecionável Yann M’Vila e o congolês Delvin Ndinga, ambos volantes. 

O Brest aplaudiria ainda ao tropeço do Olympique de Marselha em casa, contra o Lens. A torcida no Vélodrome vibrou logo aos 10 minutos, quando Lucho González bateu escanteio, Heinze desviou e Mbia arrematou para o gol. Entretanto, a ofensiva marselhesa parou por aí e num ataque do RCL houve uma bola na área mal rebatida pela zaga, permitindo que o brasuca Eduardo Santos batesse bonito, de direita, sem qualquer chance para Mandanda.

moussa_sow_lille_afp

Moussa Sow merece um P de parabéns pelo que tem feito no Francesão (AFP)

Pena que Santos seria substituído logo depois, o que julguei errado da parte do técnico Jean-Guy Wallemme – até porque houve um contra-ataque pros visitantes no finalzinho que poderia ter lhes dado a vitória se o brasileiro estivessem em campo. Se falhou ao não conseguir vencer, o OM pode reclamar do juiz que não viu um pênalti claro em Mbia, seguro por adversário em falta alçada na área lá pelos 30 do 2º tempo. Mesmo assim, o ataque com Remy, Gignac e Brandão (este nos últimos 15 minutos) foi mal e os anfitriões ouviram vaias da torcida no fim do jogo.

Na cola do SB29 vem o Lille, que aplicou sonoros 5 a 2 no Caen. Moussa Sow, ex-Rennes, arrepiou com um hat-trick e alcançou a artilharia geral da Ligue 1 ao lado de, curiosamente, Youssef El-Arabi, atacante do mesmo Caen e cria desta casa! O LOSC divide a vice-liderança com o Montpellier, que bateu o Toulouse pelo placar mínimo e vem subindo pelas beiradas.

No 1 a 1 com o Lorient, o Paris Saint-Germain teve dois grandes sustos: só conseguiu igualar o marcador no limiar dos 90 minutos, com Nenê salvando a lavoura, e viu Hoarau desmaiar quando estava no banco de reservas, após ser substituído. Mas o mal-estar foi ligeiro e o atacante rapidamente se recuperou. PSG agora é o quarto, a dois pontos da ponta.

Por fim, Lyon e Nice fecharam a journée no Gerland. Antes eles dividiam a mesma pontuação, no miolo da classificação, mas com a vitória o OL subiu para oitavo, a três pontinhos do líder. Jérémy Pied fez o único gol do jogo, porque Michel Bastos bateu mal um pênalti (sofrido por Gomis de forma bem discutível, a meu ver), defendido por Ospina.

Nada empolgante pro Lyonnais, mas venceu. E chegou aos mesmos pontos do Bordeaux, que também ganhou (2 a 1 no Nancy, com gol irregular e muita confusão no encerrar do jogo) e é outro a ser considerado na briga pelas melhores posições – como se alguém pudesse ser desconsiderado nesse campeonato tão misturado…

Logo mais volto para escrever sobre Inglaterra x França!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 14 de novembro de 2010 Francês da 1ª divisão | 20:21

Resultados da 13ª rodada

Compartilhe: Twitter
auxerre_rennes_sammaritano_fanni_afp

Fanni, do Rennes, "chega chegando" para cima de Sammaritano, do Auxerre. Mas quem saiu vitorioso foi o ascendente AJA (AFP)

 

2,3 gols de média (boa!)

Brest 1 x 1 Sochaux (Roux; Brown) 
Caen 2 x 5 Lille (El-Arabi e Kandia Traoré; Moussa Sow 3, Gervinho e Béria) 
Montpellier 1 x 0 Toulouse (Giroud) 
Lorient 1 x 1 Paris Saint-Germain (Kitambala; Nenê
Auxerre 2 x 1 Rennes (Birsa e Quercia; Kembo-Ekoko)
Olympique de Marselha 1 x 1 Lens (Mbia; Eduardo Santos) – Mais de 50 mil pessoas no Vélodrome
Lyon 1 x 0 Nice (Pied) – Michel Bastos perdeu pênalti
Bordeaux 2 x 1 Nancy (Sané e Plasil; Efoulou) 
Monaco 0 x 0 Arles-Avignon

Valenciennes x Saint-Etienne – adiado devido ao mau tempo (choveu no Norte francês durante mais de 24h)

>> Classificação: Brest lidera com 22 pontos, seguido por Lille e Montpellier, com 21. Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 3 de novembro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 20:53

Chocolate do Marselha e arroz com feijão do Auxerre

Compartilhe: Twitter
zilina_marselha_gignac_dubravka_reuters

As atuações de Gignac e do goleiro Dubravka contrastaram gritantemente, como nessa foto da agência Reuters

Bela quarta-feira para os times franceses na Liga dos Campeões da Europa, numa semana em que tudo se inverteu em relação às duas primeiras rodadas: Lyon perdeu, Marselha e Auxerre ganharam. Com placares beeeem diferentes, mas em circunstâncias favoráveis, reanimando-os no principal torneio do continente.

E que goleada ACACHAPANTE do Olympique: 7 a 0 no MSK Zilina, e na Eslováquia! Foi a segunda maior vitória da história da Uefa Champions League, atrás apenas de Liverpool 8 x 0 Besiktas, em 2007. O Marseille ainda alcançou os recordes de maior vitória fora de casa ao final da partida e nos primeiros 45 minutos de jogo, quando já estava 4 a 0.

Particularmente, quem não se esquecerá desta noite de terça-feira será André-Pierre Gignac, aplaudido e substituído na segunda etapa por Brandão. Depois de marcar apenas um gol em dez jogos disputados na atual temporada, entre Ligue 1 e Champions, o atacante ex-Toulouse renasceu: fez um hat-trick e se tornou o quarto francês a obter tal marca na competição, depois de Franck Sauzée (esse eu não conhecia), Thierry Henry e Sylvain Wiltord. Lucho González marcou dois, Gabriel Heinze e Loïc Rémy completaram o placar com um tento cada.

Como era esperado, o Chelsea não tomou conhecimento do Spartak Moscou: 4 a 1 no Stamford Bridge, em resultado excelente para a pretensão de classificação do OM. Curiosamente, entre os que mais ajudaram o time francês no jogo de Londres estão o francês Nicolas Anelka (agora vice-artilheiro geral*), autor de um gol, e Didier Drogba, ex-Olympique, com um gol (de pênalti) e uma assistência (cruzamento perfeito para o cabeceio de Ivanovic). Agora, Marselha e Spartak empatam em pontos, mas o enorme saldo de gols do time francês não o coloca na frente porque, no confronto direto (1º critério de desempate), a vantagem é russa, pela vitória por 1 a 0 no Vélodrome. Portanto, é mais do que recomendável aos comandados de Didier Deschamps uma vitória em Moscou, na próxima rodada, dia 23.

auxerre_ajax_birsa_sammaritano_quercia_reuters

Julien Quercia tenta evitar, sem sucesso, a comemoração nada máscula de Valter Birsa e Frédéric Sammaritano (Reuters)

Bem mais magra, porém tão importante quanto, foi a vitória do Auxerre sobre o Ajax no L’Abbé-Deschamps, por 2 a 1. O AJA abriu o placar logo de cara, quanto Frédéric Sammaritano não quis saber da fama religiosa do seu nome e chegou com tudo num chute-dividida que virou gol nos primeiros minutos. A pressão holandesa foi intensa, Luiz Suárez deu um trabalhão e o empate veio de cabeça (com o beque Alderweired), no segundo tempo. Quando tudo parecia resolvido, porém, Kamel Chafni foi espertaço após sofrer falta no ataque: bateu rapidinho, colocando Steeven Langil na cara de Stekelenburg, e a rolada por baixo do arqueiro deu a vitória aos anfitriões.

Uma vitória do Real Madrid sobre o Milan seria perfeita para o sonho auxerrense, mas até que o empate por 2 a 2 no San Siro não foi ruim, pois a equipe francesa (3 pontos) está a apenas dois pontos do time italiano, vice-líder do grupo G (o Ajax tem 4). Como o Auxerre receberá os rossoneros na próxima rodada, pode ultrapassá-los na tabela em caso de vitória e, se o Real bater ou empatar com o Ajax na Holanda, subirá para uma surreal segunda posição na chave da morte! Como o futebol está sempre sujeito a acasos e imprevistos, o que custa sonhar?

FfF
Pinceladas sobre o que fizeram os jogadores franceses que atuam fora da França: 

– Ontem, Gabriel Obertan anotou um belo gol na vitória do Manchester United sobre o Bursaspor (3 a 0)

– Como disse o Filipe nos comentários, Karim Benzema foi o responsável pela assistência para o gol que salvou o Real Madrid da derrota na Itália. No fim de semana, pelo Campeonato Espanhol, ele também foi fundamental para o sucesso do time, que venceu o Hércules de Trezeguet (que abrira o placar) de virada.

Jérémy Menez abriu o placar para a Roma contra o Basel, finalizando com categoria. Acabaria 3 a 2 pró-giallorossi na Suíça.

Gael Clichy vacilou feio no lance que redundaria no segundo gol do Shakhtar Donetsk sobre o Arsenal, o de Eduardo, perdendo a bola na defesa, perto da linha de fundo. Os Gunners levaram 2 a 1 na Ucrânia.

*Com 5 gols em 4 jogos, Anelka está empatado com Lionel Messi (Barcelona) e atrás apenas de Samuel Eto’o (Inter de Milão), que tem 7.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Francês da 1ª divisão | 12:00

E o líder do Francês é… o Brest!

Compartilhe: Twitter

Caros “seguidores”, desculpe a ausência desde o domingo, quando acabou a rodada da Ligue 1. Aproveitei o feriado de finados pra viajar pra praia e me revigorar, o que eu não conseguia fazer há meses. Segue breve post sobre a rodada, condensando os resultados e como ficou a tabela:

Sim, o tal do Stade Brestois, que acabara de vir da Ligue 2, não vê ninguém em sua frente na tabela de classificação do Campeonato Francês depois de ter vencido o concorrente direto Saint-Etienne. Claro que a postergação de Marseille x Stade Rennais contribuiu para que o Brest segurasse a ponta ao final da rodada, mas motivos não faltam para a pequenina surpresa comemorar.

No elenco do líder, quem festeja principalmente é o goleiro Steeve Elana. Sem tomar gol a 701 minutos (8 partidas), tornou-se o quinto maior goleiro invicto da história da Ligue 1 – o recorde pertence a Gaëtan Huard, que segurou tudo no Bordeaux de 1992/1993 durante 12 jogos, caraca! 

Lyon venceu, como se esperava, e Bordeaux empatou, em jogos com gols brasileiros. Ambos foram a 15 pontos, um atrás do PSG, que não conseguiu vencer e se manteve a dois do Montpellier, rival do fim de semana, na tabela.

brest_saint_etienne_afp

Les brestoises aplaudem a torcida depois do triunfo glorioso no estádio Francis Le Blé (AFP)

Veja os resultados da 11ª rodada da Ligue 1:

Brest 2 x 0 Saint-Etienne (Licka e Poyet) – O novo líder não leva gols faz oito rodadas!
*Olympique de Marselha x Rennes – adiado devido à forte chuva que castigou o gramado do Vélodrome
Toulouse 1 x 1 Lens (Paulo Machado de pênalti; Yahia) 
Montpellier 1 x 1 Paris Saint-Germain (Estrada; Giuly)
Lyon 2 x 1 Sochaux (Michel Bastos e Lacazette; Ideye) 
Auxerre 2 x 0 Nice (Birsa e Pedretti) 
Valenciennes 1 x 1 Lille (Pujol; Penneteau) 
Monaco 2 x 2 Bordeaux (Park e Coutadeur; Jussiê e Traoré contra) – Coutadeur-MON foi expulso
Caen 2 x 3 Nancy (El-Arabi e Kandia Traoré; Hadji, Bakaye Traoré e Tafforeau contra) 
Lorient 2 x 0 Arles-Avignon (Gameiro e Kitambala) 

>> Classificação: Brest lidera com 21 pontos, seguido por Rennes, com 19, e Olympique de Marselha, Saint-Etienne, Toulouse e Montpellier, com 18. Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 19 de outubro de 2010 Franceses no mundo, Torneios europeus | 17:58

Conforme os prognósticos

Compartilhe: Twitter

Liga dos Campeões da Europa previsível para os times franceses nesta terça-feira. As transmissões via internet que tentei sintonizar mais falharam que funcionaram, mas segue a vida…

Enfim, o Olympique de Marselha venceu. Bateu o Zilina em casa (1 a 0, gol do zagueirão Diawara). Segue na luta com o Spartak Moscou pela segunda vaga do grupo.

Como sempre, o Auxerre perdeu. O “AJA” derrotado pelo “AJAX” (2 a 1) na Holanda. Nem Liga Europa deve rolar…

Enquanto o pau comia nos protestos contra a reforma da previdência em algumas ruas de Marselha, a metros dali o Olympique recebia o MSK no Vélodrome. E comeu grama para vencer, apesar da superioridade técnica do seu elenco. Só no primeiro tempo foram onze escanteios para o OM, mas nada de gols…

Até que aos 3 minutos da etapa complementar veio o alívio, quando o senegalês Diawara testou para o gol e o arqueiro Dubravka foi amigão dos marselheses, falhando na defesa. Depois, Deschamps colocou Rémy e Abriel nos lugares de Brandão e Lucho González, mas nada de ampliação de placar. Então, o técnico optou por Edouard Cissé para a vaga de Gignac nos dez minutos finais, segurando o resultado.

Lá na Amsterdã Arena, De Zeeuw, logo aos 7 minutos, colocou o time da casa na frente após um balaço sem chance para Sorin. O uruguaio Luis Suárez, o mesmo que bancou o goleiro na Copa 2010, ampliou depois de jogada rápida pelo setor direito do ataque. Antes, o time francês teve um gol bem anulado, depois que Contout fez falta no goleiro Stekelenburg na disputa aérea na área.

O gol pra valer saiu após bela cobrança de falta do esloveno Valter Birsa, um minuto depois do AJA ficar com um a mais em campo, com a expulsão de Ooijer. Mas parou por aí, até porque o Ajax terminaria o jogo em vantagem numérica graças aos vermelhos dados a Oliech e Mignot. Le Tallec e Jelen (o líder em impedimentos da Champions, com 8 em 2 jogos!) realmente fizeram falta lá na frente…

olympique_marselha_zilina_diawara_afp

O senegalês Souleymane Diawara ganha no alto, marca e parte para uma comemoração tresloucada, que só acabaria no chão (AFP)

 

Franceses fora da França
Nicolas Anelka fez o segundo e último da vitória do impecável Chelsea (3 vitórias em 3 jogos) sobre o Spartak Moscou, na Rússia, e se igualou a Samuel Eto’o (Inter de Milão) no topo da artilharia da Champions League com 4 gols.

Samir Nasri marcou o segundo na goleada do Arsenal, também 100%, sobre o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia (5 a 1). Foi seu primeiro no atual torneio.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 3 de outubro de 2010 Francês da 1ª divisão | 18:14

Resultados da 8ª rodada

Compartilhe: Twitter

2,7 gols por jogo. Com apoio da torcida, Rennes chegou à liderança

Saint-Etienne 1 x 1 Olympique de Marselha (Batlles; Gignac)
Rennes 3 x 1 Toulouse (Danzé, Mangane e Marveaux de pênalti; Sissoko)
Nancy 2 x 3 Lyon (André Luiz e Féret; Lisandro López e Briand 2)
Paris Saint-Germain 0 x 0 Nice  
Lille 3 x 1 Montpellier (Sow 2 e Gervinho; Giroud de pênalti)
Arles-Avignon 0 x 4 Auxerre (Traoré, Pedretti, Contout e Birsa) 
Valenciennes 2 x 1 Caen (Pujol e Samassa; El-Arabi) 
Monaco 0 x 1 Brest (Grougi) 
Sochaux 3 x 0 Lens (Maïga, Brown e Perquis) 
Bordeaux 1 x 0 Lorient (Ciani) 

É assim que Didier Deschamps (OM) vê Christophe Galtier (ASSE) na tabela: uns passos à frente (AFP)

É assim que Didier Deschamps (OM) vê Christophe Galtier (ASSE) na tabela: uns passos à frente (AFP)

 
>> Classificação da Ligue 1: Rennes assumiu a liderança, com 18 pontos, ultrapassando o Saint-Etienne, que tem  17. O Lille subiu para terceiro, com 14, ao lado de Toulouse e Brest (!). Confira tabela completa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 15 de setembro de 2010 Torneios europeus | 18:15

Quase tudo errado

Compartilhe: Twitter

Somente os jogadores franceses que atuam em clubes não-franceses tiveram o que comemorar nesta quarta-feira pela Liga dos Campeões da Europa. Os times do país, Olympique de Marselha e Auxerre, saíram derrotados em circunstâncias diferentes. Que o AJA fatalmente perderia para o Milan, era esperado (foi 2 a 0). A decepção ficou por conta do revés em casa do Olympique para o Spartak Moscou (1 a 0). Em compensação, a dupla Florent Malouda-Nicolas Anelka protagonizou um dos gols do sacode que o Chelsea impôs ao Zilina na Eslováquia (4 a 1). Anelka marcou mais um na goleada, provando que, assim como Govou, sabe marcar gol pelo menos no seu clube…

Primeiro vamos de Auxerre, que pude ver pela TV na íntegra, o que é bem raro durante a semana. Jean Fernandez levou a campo Sorin; Hengbart, Coulibaly, Mignot e Grichting; Oliech, Pedretti, Ndinga, Birsa (Le Tallec) e Langil (Chafni); Jelen. O primeiro tempo foi bom para o recuado time francês, que, embora tenha tido bem menos posse de bola, conseguiu duas chances claras de gol, em cabeçada no travessão do becão Coulibaly e em ótimo contra-ataque no qual Langil foi fominha e não passou quando invadiu a área.

Sem aproveitar as poucas chances, deixando o polonês Jelen sozinho na frente e com o esloveno Birsa muito lento, o Auxerre pagou pelo melhor segundo tempo do Milan, especialmente quando Robinho entrou no lugar de Alexandre Pato. Aos 21, Ronaldinho levantou na área com precisão, Boateng escorou de cabeça e Ibrahimovic enganou Sorin, fazendo 1 a 0. Mal incorporou o baque, o AJA levou o segundo três minutos depois, quando novamente Ronnie puxou contra-ataque, serviu Ibra e o sueco bateu de primeira, de lado, no canto do goleiro “auxerrês”.

Fraco no ataque e sem inspirações individuais, o time francês sucumbiu e agora divide a lanterna do grupo G com o Ajax, derrotado pelo Real Madrid pelo mesmo placar, com o qual deve, no máximo, brigar pela terceira posição da chave e a vaga na próxima fase da Liga Europa. O próximo compromisso é contra o Real no Abbé-Deschamps.

Em Marselha, o time de Didier Deschamps foi Mandanda; Azpilicueta, Hilton, Heinze e Taiwo; Edouard Cissé, Cheyrou e Lucho González (Jordan Ayew); Valbuena, Brandão (Gignac) e André Ayew. Não pude ver o jogo do Vélodrome, mas relatos dão conta de que a pressão do Marselha foi forte, especialmente no segundo tempo. E a sorte faltou quando o lateral-direito espanhol Cezar Azpilicueta marcou contra o patrimônio aos 36 minutos e, na tentativa de diminuir o prejuízo, o OM mandou uma bola na trave já nos acréscimos!

Como está na mesma chave de Chelsea e Zilina, o Olympique deve, em tese, brigar pela segunda vaga do grupo com o próprio Spartak, o que o obriga a buscar a vitória quando for jogar em Moscou. O próximo compromisso na Liga é árduo: Chelsea, no Stamford Bridge, em provável reencontro com Didier Drogba.

Mignot disputa bola com o carrasco do Auxerre em Milão, Zlatan Ibrahimovic (Reuters)

Mignot disputa bola com o carrasco do Auxerre em Milão, Zlatan Ibrahimovic (Reuters)

Bonita a camisa do Olympique de Brandão. Mas acho que de cabelo comprido o brasileiro tem mais sorte... (Reuters)

Bonita a camisa do Olympique de Brandão. Mas acho que de cabelo comprido o brasileiro tem mais sorte... (Reuters)


Quinta: Liga Europa!

Pontapé inicial na fase de grupos para uma penca de times (48), entre eles Paris Saint-Germain e Lille. O PSG vai à Espanha enfrentar o Sevilla, às 16h05 – com ESPN Brasil ao vivo. O LOSC recebe o Sporting Lisboa (Portugal), pelo grupo C, às 14h.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 19 de abril de 2010 Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores | 23:13

33ª journée: Olympique perto da taça

Compartilhe: Twitter

*Sobre o envolvimento dos nomes de Ribéry e Govou em casos de prostituição de menores, vou atrás de mais informações e depois escrevo a respeito.

Quinze pontos ainda a disputar no Campeonato Francês 2009/2010, nas cinco rodadas restantes, e a vantagem do Olympique de Marselha para o vice-líder Auxerre permanece em cinco pontos (68 a 63). Para apimentar a disputa, os maiores candidatos ao título estarão no mesmo estádio daqui a duas rodadas; o tira-teima acontece na casa do AJA e pode ameaçar ou praticamente confirmar o título do OM. A 33ª rodada:

Boulogne 1 x 2 Olympique de Marselha (Blayac; Valbuena e Taiwo)
Estar empatando fora de casa e ter um pênalti convertido nos acréscimos pode ser considerado sorte de campeão, d’accord? Mas é que claro que “há de haver” competência para isso, e o líder da Ligue 1 teve. Destaque para a responsabilidade bem cumprida do lateral-esquerdo e capitão Taye Taiwo, nigeriano de 25 anos que está no clube desde 2005.

Auxerre 4 x 1 Lorient (Oliech, Jelen, Birsa e Hengbart de pênalti; Gameiro) – Morel e Audard-LOR foram expulsos
O anfitrião aproveitou bem a fragilidade da defesa adversária, já tendo um placar favorável de 3 a 0 aos 10 minutos do segundo tempo. Com duas expulsões do Lorient, ficou ainda mais fácil – só Kevin Gameiro parece se salvar neste time… Lembrando que o AJA é o time que mais conquistou pontos no segundo turno, desde janeiro.

Bordeaux 2 x 2 Lyon (Chamakh e Plasil; Ederson e Cris) – Réveillère-LYO, Jussiê e Trémoulinas-BOR expulsos
“Classicaço” entre os detentores dos últimos oito títulos franceses e mais rivais ainda depois que se cruzaram na Liga dos Campeões da Europa. No gol do marroquino Chamakh, as imagens na TV levam a crer que ele tirou Cris do lance de maneira faltosa, o que enfureceu o técnico do Lyon, a ponto de Claude Puel tirar satisfação com o juiz. Mas o zagueiro não decepcionou no ataque, assim como o meia Ederson, desta vez titular. A pancada de fora da área de Plasil foi linda, fora do alcance de Lloris. No final, os ânimos se enervaram ainda mais e houve expulsão tripla, além de muito empurra-empurra. No fim das contas, o empate não ajudou muito ambos, matematicamente vivos, mas distantes do ponteiro Marseille.

Montpellier 1 x 1 Toulouse (Alberto Costa; Kazim-Richards) 
Péssimo para as pretensões de título dos donos da casa, agora a nove pontos do Marselha.

Lille 4 x 0 Monaco (Chedjou, Cabaye 2 e Túlio de Melo)
Chapuletada lilleana pra cima do cambaleante Monaco, que deve se preocupar porque tem uma decisão a disputar no dia 1º. O time da casa passa o Bordeaux na tabela e chega ao quinto lugar, a dez pontos do Olympique. Yohan Cabaye, meia de 24 anos que defende o LOSC desde 2004, foi o maior destaque e soma agora nove gols no campeonato. A mencionar também o gol de cabeça do brasileiro Túlio.
 
Rennes 0 x 0 Nancy
Bom público no Stade de la Route de Lorient, mais de 25 mil pessoas, diante da qualidade dos times que jogaram. Mas zero a zero sempre desanima, e esse deixou o Stade Rennais mais longe de uma vaguinha na Liga Europa próxima.

Valenciennes 0 x 1 Le Mans (Corchia) – Loriot-LEM foi expulso
Incrível vitória “lemanzense”, obtida depois dos 45 minutos da segunda etapa, com um jogador a menos, por intermédio do zagueiro Sébastien Corchia, de 19 anos. No entanto, tirar 8 pontos de diferença para o Saint-Etienne (17º), com apenas 15 em aberto até o fim do torneio, parece bastante complicado para o time do zagueiro Géder, candidatíssimo ao rebaixamento.

Saint-Etienne 0 x 0 Paris Saint-Germain 
Mais de 26 mil pessoas no Geoffroy-Guichard, mas o futebol a ser assistido poderia ser de melhor nível, pela tradição dos clubes em campo.

Nice 0 x 0 Lens
Mais um zerrô-zerrô, agora na casa da tia Nice.

Grenoble 2 x 2 Sochaux (Ljuboja, Matsui; Brown, Bréchet)
O Grenoble já está oficialmente “caído” para a segunda divisão e o Sochaux apenas se sustenta na primeira.

>> Tabela de classificação: Olympique de Marselha lidera (68 pontos em 33 jogos), seguido pelo Auxerre (63 pontos em 33 jogos), à frente de Lyon (59 pontos em 33 jogos) e Montpellier (59 pontos em 33 jogos). Clique AQUI

>> Artilharia: Niang (Olympique) tem 15 gols; Nenê (Monaco) e Gameiro (Lorient) somam 14; Gyan (Rennes), Erding (PSG) e Lisandro (Lyon), 13. Clique AQUI

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 18 de abril de 2010 Brasileiros na França, Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo | 21:54

Fim de semana na redação 7

Compartilhe: Twitter

Sábado foi bem mais tranquilo do que domingo na redação, devido ao número totalmente desigual de jogos decisivos pelos estaduais brasileiros nos dois dias. Em fotos, o que deu para postar sobre futebol francês e os franceses pela Europa no fim de semana, espia aí!

Boulogne 1 x 2 Olympique: O capitão Taiwo não fugiu da responsa e fez o gol da vitória, de pênalti, no finzinho (Reuters)

Bordeaux 2 x 2 Lyon: Jogadas duras, expulsões e ânimos acirrados no final (AFP)

Barcelona 0 x 0 Espanyol: Thierry Henry viu o perigo de perto na chegada de Nicolas Pareja (AFP)

Roma 2 x 1 Lazio: O zagueiro Philippe Méxès contém Stefan Radu, doido pra brigar depois do clássico italiano (AFP)

Auxerre 4 x 1 Lorient: O esloveno Valter Birsa e a festa da torcida, ainda sonhando com o título (AFP)

Lille 4 x 0 Monaco: O brasileiro Tulio de Melo subiu mais que Puygrenier e escorou para as redes (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última