Publicidade

Posts com a Tag Ben Arfa

segunda-feira, 28 de setembro de 2015 Francês da 1ª divisão | 23:08

Ben Arfa ressurge no ofensivo Nice

Compartilhe: Twitter

 

Ben Arfa na capa do último jornal L'Equipe

Ben Arfa na capa do último jornal L’Equipe

Um dos destaques deste início de Campeonato Francês é o conhecido meia-atacante Hatem Ben Arfa, de 28 anos, revelado pelo Lyon, com passagem brilhante por seleção francesa de base também, além de Marselha e Newcastle, da Inglaterra, quando deu uma sumida dos holofotes. Divide a artilharia máxima da Ligue 1, até aqui, com Edinson Cavani, uruguaio atacante do Paris Saint-Germain.

É a estrela do Nice, melhor ataque da competição no momento, que fez 10 gols nas últimas duas rodadas – 6 a 1 no Bordeaux e 1 a 4 no Saint-Etienne -, ocupando agora a 7a colocação na tabela de classificação, liderada pelo PSG, que com os 4 a 1 (de virada, fora de casa) sobre o Nantes e a derrota do Sainté abriu quatro pontos de vantagem sobre o vice-líder.

Domingo, pela 9a rodada, temos nada mais nada menos do que Paris Saint-Germain x Olympique de Marseille fechando o domingão. Antes, durante a semana, os times voltam a campo pela Liga dos Campeões e Liga Europa, respectivamente.

Publico e compartilho notícias do futebol francês com mais frequência no meu Twitter do que aqui. Se interessar, siga @obrunopessa ;)

Autor: Tags: , , , , , , ,

domingo, 21 de outubro de 2012 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo, Torneios europeus | 19:15

Olympique perde do lanterna Troyes e cede liderança pro PSG na 9a rodada

Compartilhe: Twitter

Resultados da rodada:

Troyes 1 x 0 Olympique de Marseille
Surpresa, surpresa, surpresa! Depois de passar todas as 8 rodadas anteriores sem vencer (a última vitória na elite fora na temporada de queda, 2006/7), acumulando só 2 pontos de 24 possíveis, o ESTAC do capitão brasileiro Marcos dos Santos aprontou justamente diante do então líder, que perdeu o artilheiro Gignac com fratura no metatarso do pé esquerdo, que deve deixá-lo de 2 a 3 meses fora de combate. Além de ter a companhia do PSG em número de pontos, o OM viu o Lyon encostar, justamente antes do clássico que deve agitar a próxima rodada.
PSG 1 x 0 Reims
Gameiro voltou a salvar a lavoura parisiense, após bom cruzamento do brasileiro Maxwell, contra uma equipe que vem se portando bem no torneio. Placar magro, mas importantíssimo na rodada! Nenê teve chance entre os titulares, porém deu azar ao trombar com o compatriota Diego Rigonato: saiu com duas fraturas no lado direito do rosto…

O Pantera Bafé virou Leão, mascote lionês, na festa pós gol (S.Guiochon/Le Progrés)

Lyon 1 x 0 Brest
Outro triunfo mínimo que valeu muito, mantendo o OL a apenas um ponto dos líderes, e com a perspectiva de superá-los já no domingo, quando tem o Choc des Olympiques diante do Marselha. Gomis fez o gol do jogo, recebendo lindo passe de Malbranque, pra mim o melhor dos Gones na partida.
Evian TG 0 x 4 Toulouse
Outro resultado a princípio improvável, que levou o TFC para uma excelente 4a colocação na tabela. Rivière anotou doublé na 1a vitória por quatro gols do clube, fora de casa pela Ligue 1, desde 1983!
Valenciennes 6 x 1 Lorient
Na maior goleada do campeonato até aqui, o VAFC destronou mais um invicto, depois dos 4 a 1 no OM (7a rodada), e alcançou uma ótima 5a colocação (15 pontos, 4 atrás dos ponteiros). O FCL perdeu também a positividade que ostentava no saldo de gols, e caiu pra 8o, com 14 pontos.
Bordeaux 1 x 1 Lille
Empate obtido pelo LOSC na bacia das almas, quando até o goleiro Landreau foi pra área e Basa cabeceou com tanto afinco que até quebrou o nariz. O gol girondino veio com o polonês Obraniak, aproveitando boa subida no ataque do lateral brasileiro Mariano. O time da casa segue invicto, ao lado do PSG, mas empatou 6 dos 9 jogos, é bom lembrar.
Nice 1 x 1 Saint-Étienne – Brandão fez o do ASSE.
Rennes 2 x 1 Montpellier – Mesmo sem os punidos M’vila e Mavinga (fugiram da concentração na seleção sub 21, assim como Niang, Griezmann e Ben Yedder), o Stade Rennais venceu o campeão, em queda livre, muito mal na tabela.
Ajaccio 0 x 0 Bastia – clássico da Córsega
Nancy 1 x 1 Sochaux – duelo dos ZRs

Classificação: 1) PSG, 20 pontos, saldo +10; 2) Marselha, 20 pts, saldo +4; 3) Lyon, 18; 4) Toulouse, 16.
Zona do Rebaixamento: 18) Sochaux, 7 pontos; 18) Troyes, 5 pts, saldo -9; 20) Nancy, 5, saldo -12.

A camisa do Brest não pode perfeitamente passar como extrato de tomate no supermercado?

Gols: Assista aos mais bonitos e a todos do fim de semana, reunidos no canal da L1 no YouTube.

Franceses fora da França
Pelo Campeonato Inglês, Sunderland 1 x 1 Newcastle contou com 4 franceses. Cabaye abriu o placar para os visitantes, após jogada com participação de Ben Arfa. No segundo tempo, Obertan entrou no time, e o veterano Saha entrou do lado anfitriã.

Semana de ligas europeias
Terça, 23/10 – Liga dos Campeões: Lille x Bayern
Quarta, 24 – Liga dos Campeões: Montpellier x Olympiacos, Dínamo Zagreb x PSG
Quinta, 15 – Liga Europa: B. Monchengladbach x Marselha, Marítimo x Bordeaux e Lyon x Athletic Bilbao

PROGRAMAÇÃO DA 10a RODADA

Vendredi 26 octobre 2012
AS Saint-Etienne x Stade Rennais FC

Samedi 27 octobre 2012
LOSC Lille x Valenciennes FC
Montpellier Hérault SC x OGC Nice
AS Nancy Lorraine x Paris Saint-Germain
Stade de Reims x ESTAC Troyes
FC Sochaux-Montbéliard x Evian TG FC
Toulouse FC x Stade Brestois 29

Dimanche 28 octobre 2012
FC Lorient x AC Ajaccio
SC Bastia x Girondins de Bordeaux
Olympique de Marseille x Olympique Lyonnais

– Quer receber notícias e opiniões sobre futebol francês no seu Twitter, interagindo comigo? Me segue lá!
– Quer ficar por dentro do futebol francês e debater com outros antenados e interessados no Facebook? Peça para entrar na comunidade Ligue 1 Brasil (Já são mais de 70 membros!)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 5 de outubro de 2012 Franceses no mundo, Torneios europeus | 16:20

Resultados franceses nas 2ªs rodadas das ligas europeias 2012/3

Compartilhe: Twitter

** Liga dos Campeões da Europa **

Porto 1 x 0 PSG
No duelo de líderes do Grupo A, a primeira derrota dos franceses na Champions e na temporada foi merecida, pois foi superado em campo, mesmo o belo gol que decidiu a partida só tendo saído aos 38 minutos da etapa final. Com os 2 a 0 do Kiev sobre o Zagreb, no embate dos Dínamos, o Paris fica na segunda posição ao lado do Kiev (3 pontos), tendo o time português na liderança com 6.

Valencia 2 x 0 Lille
O atacante brasileiro Jonas foi o carrasco dos Dogues, marcando os dois gols: o primeiro, após tabela com Soldado, aparecendo com liberdade no meio da defesa visitante; o segundo, depois que chutou bola alta na área dos Dogues, ela pegou o caminho do gol e encobriu Landreau (que na minha opinião não pode ser considerado culpado, dificilmente outro goleiro evitaria o gol…).

Lavezzi se irrita ao ser substituído na derrota do PSG. Ancelotti vai ter que sambar pra lidar com a disputa de vaidades no elenco estrelado, pois só cabem 11 em campo...

Sem pontuar ainda, o LOSC amarga a lanterna do Grupo F. O líder é o surpreendente BATE Borisov, que voltou a vencer, fazendo agora 3 a 1 no Bayern de Munique (Ribéry fez o tento germânico) e indo a 6 pontos. Valencia e Bayern somam 3.

Schalke 2 x 2 Montpellier
Ótimo resultado pro campeão francês, com sabor de vitória (buscou a igualdade depois que estava com 10, já que Bocaly foi expulso por cometer o pênalti que resultou no 2 a 1 àquela altura), que o deixa na terceira colocação do Grupo B (1 ponto), à frente do Olympiacos (zero), que perdeu para o Arsenal (6). Ait-Fana abriu o placar, com um lindo arremate, os donos da casa viraram, mas Camara deu números finais a ele (assista aos gols), dando a entender que o MHSC tem condições de brigar ao menos pelo terceiro lugar da chave e avançar para a próxima fase da Liga Europa.

Franceses fora da França > Além de Ribéry, Benzema também deixou sua marca e foi muito bem nos 4 a 1 do Real Madrid sobre o Ajax, na Holanda.

* Liga Europa *

Hapoel Shmona 3 x 4 Lyon
Ufa, mais uma vitória apertada dos lioneses na UEL. Não se esperava que o time levasse três gols da equipe israelense, mas os três pontos alçam o clube à liderança isolada do Grupo I, com 6 pontos. Fofana abriu e fechou o placar, Monzón e Reveillère também foram às redes pelo OL. O Sparta Praga bateu o Athletic Bilbao por 3 a 1 e é o vice (3 pts), deixando espanhóis e israelenses na lanterna com 1.

Olympique de Marselha 5 x 1 AEL Limassol
O líder da Ligue 1 cumpriu seu papel e não tomou conhecimento da desconhecida equipe cipriota. Os gols foram marcados por Remy (duas vezes), Fanni, Gignac e pelo zagueiro brasileiro Lucas Mendes, surpresa positiva da partida. Com a vitória do Fenerbahce sobre o Monchengladbach fora de casa (2-4), os clubes turco e francês, os maiores candidatos à classificação, dividem a liderança do grupo.

Newcastle 3 x 0 Bordeaux
Assim como o PSG, os Girondinos vinham invictos na temporada, mas não resistiram a uma das forças do grupo na casa do adversário. Na derrota, o zagueiro brasileiro Henrique teve a infelicidade de marcar contra. Com os 2 a 0 do Brugge sobre o Marítimo, o time belga divide a vice-liderança do grupo D com os franceses (3 pontos), tendo a equipe inglesa, do meia francês Ben Arfa em boa fase, a ponta da tabela com 4 pts.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 30 de setembro de 2012 Francês da 1ª divisão, Franceses no mundo, Torneios europeus | 21:00

Marselha cai em Valenciennes e PSG se aproxima; Lyon perde do Bordeaux e vem em 3o após 7a rodada

Compartilhe: Twitter

Reforçado às 21h55 de 01/10

Valenciennes FC 4 x 1 Olympique de Marseille (Le Tallec 2, Danic e Kadir; Jordan Ayew – Assista aos gols)
Paris Saint-Germain 2 x 0 FC Sochaux-Montbéliard (doublé de Kevin Gameiro)
Olympique Lyonnais 0 x 2 Girondins de Bordeaux (Trèmoulinas e Diabaté)
Evian TG FC 1 x 1 FC Lorient (Khlifa; Sunu)
Stade Rennais FC 2 x 0 LOSC Lille (Assista aos gols. O capitão Mavuba deixou o jogo lesionado, desfalque pro Lille na Champions?)
AC Ajaccio 1 x 0 Stade Brestois 29 (Mostefa)
AS Nancy Lorraine 0 x 2 Montpellier Hérault SC (Belhanda e Camara)
OGC Nice 2 x 2 SC Bastia (Cvitanich e Civelli; Rothen e Modeste)
ESTAC Troyes 0 x 2 Toulouse FC (Ben Yedder e Rivière)
AS Saint-Etienne 0 x 0 Stade de Reims

Gols do fim de semana: Assista ao vídeo no site da ESPN

Estatísticas oficiais: leia o arquivo da LFP

Classificação: 1) OM, 18 pts; 2) PSG, 15; 3) OL, 14; 4) LOR e BOR, 13.
Zona do Rebaixamento: 17) EVI, 5; 18) NAN, 4; 20) TRO, 2.

Se mantivesse os inabaláveis 100% de aproveitamento, o Marselha igualaria um recorde do Lille da década de 30! Mas a equipe de Elie Baup dormiu na partida que abriu o domingo, caindo para o bom time do Valenciennes com notáveis falhas individuais de seus jogadores. Mandanda esteve num dia bastante negativo, bem como seus companheiros de defesa (Nkoulou, Morel, Fanni). Com a surpreendente goleada (que o OM não sofria desde 2006!), comandado pela dupla Danic-Le Tallec, o VAFC do beque brasuca Gil foi a 11 pontos e à 7a colocação, não distante dos líderes.

Desta vez Ibrahimovic passou em branco, mas o Paris Saint-Germain mostrou que tem outro goleador, Kevin Gameiro, em mais um triunfo, agora contra o Sochaux. Gameiro foi titular pela 1a vez e já correspondeu, o que mostra a Ancelotti que é possível escalá-lo como “9”, tirando Ibrahimovic da área e variando ofensivamente a equipe. A squadra do técnico italiano segue com a melhor defesa (3 gols sofridos em 7 rodadas), e vai animada tanto para o duelo com o Porto (co-líder do Português ao lado do Benfica) pela liderança do grupo A da Liga dos Campeões, na quarta, quanto especialmente para Le Classico que agora pode tirar a liderança isolada do Olympique no domingo.

O Lyon também poderia ter se aproximado do líder, mas saiu derrotado diante do Bordeaux e foi outro a perder a invencibilidade na L1. Ambos têm compromissos na Liga Europa na quinta, os Girondinos contra o Newcastle, por onde vem brilhando o meia francês Hatem Ben Arfa, e os Lioneses contra o desconhecido Hapoel Ironi Kiryat Shmona…

Nada espetacular o empate do Lorient com o Evian, de fraca campanha até aqui, mas o FCL segue no top 4, como um dos três invictos que restaram (ao lado de PSG e Bordeaux) e com o melhor ataque do Francês até agora, 13 gols marcados, pasmem!

Abertura da rodada com duelo de nortistas, Rennes e Lille, que vinham na metade de baixo da tabela, e deixaram Tulio de Melo e o selecionável Mvila no banco. Com Erding (ex-PSG) no ataque titular, o rubro-negro abriu o placar quando era mais atacado e tinha menos posse de bola, curiosamente. Pitroipa fez bela jogada pela esquerda, chutou, Landreau se atrapalhou com uma bola que dava pra agarrar, Feret apareceu em sua frente e o encobriu com um totózinho, aos 19 do 2o.

Logo depois do gol, Tulio veio pro jogo em mudança ofensiva de Rudi Garcia, que tirou o volante Gueye. E os visitantes acertaram a trave de Costil pela segunda vez (após bela intervenção do goleiro). Mas a sorte estava com os anfitriões. Alessandrini, que veio pro lugar do turco Mevlut, pegou um rebote de rebatida da área, pouco à frente da intermediária, dominou e acertou um lindo tirambaço curvilíneo, encobrindo Landreau, 2 a 0 até o apito final, que Garcia teve de ver longe do banco, expulso que foi. Antonetti só colocou Mvila aos 35, ele vinha de lesão?

Além de ver o jogo na tribuna do Parc des Princes, o ex-presidente Nicolas Sarkozy foi ao vestiário local, tietou Ibrahimovic e pegou Maxwell e outros de calças curtas...

No fim, o Rennes (14o) atingiu a pontuação do Lille (15o), 7 pontos. O LOSC levou gols em todas as partidas do campeonato até aqui, o que é bem preocupante não só no certame, mas também porque há uma UCL em curso! (o SRFC começou a rodada com o mesmo retrospecto ruim, mas conseguiu superá-lo depois dos 90 minutos). Nesta terça, o time busca seus primeiros pontos no torneio continental fora de casa, contra o Valencia, que faz campanha regular no Espanhol (10o colocado com 6 rodadas).

Providencial vitória do campeão Montpellier em Nancy, que o levou para o 13o lugar na tabela. Que seja uma injeção de ânimo para o grupo de René Girard, a despeito da fragilidade do adversário, agora penúltimo colocado, pois o MHSC tem parada dura nesta quarta-feira, enfrentando o Schalke 04 (4o na Bundesliga após 6 rodadas) na Alemanha pela Liga dos Campeões, na qual ainda não pontuou.

Pro Saint-Etienne não foi legal empatar em casa, por mais que o Stade de Reims esteja melhor colocado na competição. Brandão foi reserva e entrou no 2o tempo novamente, desta vez no lugar de Hamouma, dias depois ter recebido uma boa notícia com o arquivamento da acusação de estupro de que era alvo na França.

Franceses fora da França
Pelo que pude acompanhar, o meia Franck Ribéry foi muito bem na vitória do Bayern de Munique sobre o Werder Bremen no Campeonato Alemão, mantendo o time bávaro com 100% de aproveitamento na Bundelisga. E o zagueiro Laurent Koscielny foi mal na derrota do Arsenal para o Chelsea no clássico pelo Campeonato Inglês. No lance do gol de Fernando Torres, o beque tentou segurar o atacante, esqueceu da bola, e o espanhol esticou a perna para encostar para as redes…
Outro desempenho internacional de francês que valha o registro?

Meio de semana, 2a rodada de UCL e UEL:
Terça, 2/10 – Champions: Valencia (ESP) x Lille
Quarta, 3/10 – Champions: Porto (POR) x PSG / Schalke (ALE) x Montpellier
Quinta, 4/10 – Liga Europa: Hapoel Shmona (ISR) x Lyon / Marseille x AEL Limassol / Newcastle (ING) x Bordeaux

Programação da 8a rodada, que tem tudo pra pegar fogo no domingo, com os 4 primeiros se enfrentando e o Paris com a perspectiva de se igualar ao Marselha no topo da classificação:

Vendredi 5 octobre 2012
AS Saint-Etienne x AS Nancy Lorraine

Samedi 6 octobre 2012
Montpellier Hérault SC x Evian TG FC
SC Bastia x ESTAC Troyes
LOSC Lille x AC Ajaccio
Stade de Reims x Nice
FC Sochaux-Montbéliard x Stade Rennais FC
Toulouse FC x Valenciennes FC

Dimanche 7 octobre 2012
Stade Brestois 29 x Girondins de Bordeaux
*FC Lorient x Olympique Lyonnais
**Olympique de Marseille x Paris Saint-Germain

– Quer receber notícias e opiniões sobre futebol francês no seu Twitter, interagindo comigo? Me segue lá!
– Quer ficar por dentro do futebol francês e debater com outros antenados e interessados no Facebook? Peça para entrar na comunidade Ligue 1 Brasil (Já são mais de 70 membros!)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 19 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção francesa | 17:39

França perde da Suécia mas avança na Euro 2012!

Compartilhe: Twitter

Atualizado às 21h03

Quando o líder do grupo enfrenta o lanterna, já eliminado, você espera um favoritismo que tem tudo para terminar em vitória. Mas essa Euro tem mostrado que não há barbadas (exceção feita quando uma Espanha encara uma Irlanda…), e mesmo sem muita motivação os suecos conseguiram aplicar 2 a 0, em Kiev, mandando a invencibilidade de 23 partidas para o saco. Menos mal que os Bleus não precisavam dos pontos de hoje para seguir adiante na competição…

O time titular teve Lloris; Debuchy, Rami, Mexès, Clichy; M’Vila, Diarra, Ribéry, Nasri e Ben Arfa; Benzema. Menez, mesmo tendo marcado na vitória sobre a Ucrânia, voltou para o banco, aonde permanecia Malouda, titular contra a Inglaterra na estreia.

Nos primeiros minutos, um susto causado por Mexes, que permitiu a Toivonen ficar cara a cara com Lloris e driblar o goleiro. Por muita sorte, a finalização foi na trave! A Suécia seguia mais solta, criando mais perigo que a França, se aproveitando de certa fragilidade da defesa gaulesa e pouca ousadia na frente.

Felizmente, o jogo deu uma esfriada no decorrer da primeira etapa, e terminou sem gols, da mesma forma que Inglaterra x Ucrânia, combinação que mantinha a França na frente dos ingleses na classificação da chave.

Ben Arfa foi mais um a ser testado no rodízio pelo lado direito do ataque francês (fff.fr)

O risco de se administrar esse empate era ficar na dependência de um resultado favorável no outro jogo, e logo esse panorama mudou. Rooney abriu o placar para os ingleses na sua primeira partida no torneio, o que colocava a França em segundo na classificação, inevitavelmente no caminho da Espanha nas quartas. Era um sinal pros Bleus acordarem, ainda mais depois que Ibrahimovic deixou as coisas ainda mais difíceis com um belo gol que tirou o marcador do zero em Kiev aos 8 da etapa complementar…

O prejuízo fez a França acordar, acelerar o jogo e começar a criar boas chances. Malouda teve nova chance, entrando no lugar de Ben Arfa. Posteriormente, Menez veio para a vaga de Nasri, mas o arqueiro Isaksson continuava impedindo o empate francês. A última cartada de Laurent Blanc foi colocar Giroud, artilheiro da última Ligue 1, ampliando a ofensiva com a saída do volante M’vila.

Quando parecia que a igualdade era questão de tempo, o castigo: Larsson ampliou aos 45, decretando a derrota francesa. Por sorte, a Ucrânia nada somou contra a Inglaterra mas, por azar, tem Espanha no caminho dos Bleus… Será que dá para vencer?

> Assista aos gols e leia mais sobre o jogo
> Veja galeria de imagens da partida

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 11 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção francesa | 14:54

Euro 2012: França 1 x 1 Inglaterra na estreia, um pouco frustrante

Compartilhe: Twitter

Atualizado às 17h52

Uma estreia é sempre difícil pelo nervosismo e ansiedade naturais, o rival merecia respeito, e a invencibilidade foi mantida, atingindo 22 partidas. Mas o sabor desse resultado é amargo, porque dava para vencer indubitavelmente, afinal a França era tida como favorita, pela melhor fase e os desfalques da Inglaterra, sobretudo o machucado Lampard e o suspenso Rooney, presente na Donbass Arena, em Donetsk – onde há pouco mais de um ano a mesma França goleou os donos da casa ucranianos em amistoso.

Os onze titulares de Blanc, como já se esperava considerando que M’vila ainda está sem condições, foram Lloris; Debuchy, Mexes, Rami, Evra; Cabaye, Diarra, Nasri, Malouda, Ribery; Benzema. Os Bleus começaram mais soltos, Nasri deu o primeiro arremate do jogo, mas o grande perigo de gol inicial foi inglês, com Young enfiando para Mllner, que driblou Lloris e para sorte gaulesa perdeu o ângulo na hora de arrematar sem goleiro, aos 14 minutos.

Porém, aos 29, Lescott não desperdiçou o belo cruzamento de Gerrard, ao ganhar do alto Alou Diarra por cima e testar sem chances para Lloris – será que o goleiro do Lyon não interceptaria a bola se resolvesse sair em vez de ficar em cima da linha? Prejuízo que obrigou a França a partir para cima com mais ênfase. Aos 34, quase Diarra se redime, cabeceando duas vezes em sequência com perigo para o gol de Hart.

A pressão surtiu efeito, os ingleses foram acuados para dentro da grande área e, após rápida troca de passes com Evra e Ribéry, Nasri bateu com categoria, forte e no cantinho do companheiro de Manchester City, para empatar aos 38. O gol fez bem aos franceses, que pressionaram fortemente nos minutos finais da etapa inicial.

Muita gente na frente de Nasri, mas a precisão foi excelente e a Tango morreu na rede (fff.fr)

Já o intervalo acabou ajudando o English Team, que conseguiu equilibrar as ações e segurar os Bleus na primeira metade do segundo tempo. Blanc não mexia no time, e o ataque conseguiu fazer Hart trabalhar novamente, com Nasri e Benzema, dessa vez mais presente. Porém era pouco, embora a Inglaterra também não conseguisse contra-atacar. Somente aos 39 o técnico francês alterou a equipe, com Ben Arfa e Martin nos lugares de Cabaye e Malouda. A pressão seguia constante e a França merecia a vitória, só que não conseguiu transformar o domínio em gol até o fim da contenda.

As últimas três estreias francesas em copas também foram marcadas por empates: 0 a 0 ao debutar na Copa 2006 (contra a Suíça), na Euro 2008 (Romênia) e na Copa 2010 (Uruguai). Embora as perspectivas nesta Euro ainda sejam boas, é preciso reencontrar as vitórias em copas – desde a semifinal de 2006 que os Bleus não sabem o que é isso! (1 a 0 sobre Portugal)

O segundo desafio é contra a Ucrânia, coanfritriã do torneio, às 15h45 de Brasília nesta sexta-feira, 15. É importante vencer pois os ucranianos estrearam com 2 a 1 na Suécia e pularam para a liderança do grupo D. Que acabe o jejum!

FICHA TÉCNICA – FRANÇA 1 X 1 INGLATERRA

Local: Arena Donbass, em Donetsk (Ucrânia)
Data: 11 de junho de 2012 (segunda-feira)
Horário: 13h (de Brasília)
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Renato Faverani (ITA) e Andrea Stefani (ITA)
Cartões amarelos: Chamberlain e Young (ING)
Gols: França: Nasri, aos 39min do 1° tempo; Inglaterra: Lescott, aos 30min do 1° tempo (ASSISTA!)

FRANÇA: Lloris; Debuchy, Rami, Mexès e Evra; Cabaye (Martin), A.Diarra e Malouda (Bem Arfa); Nasri, Benzema e Ribéry. Técnico: Laurent Blanc

INGLATERRA:Hart; Johnson, Terry, Lescott e Cole; Parker (Henderson), Gerrard, Milner, Young e Chamberlain (Defoe); Welbeck (Walcott). Técnico: Roy Hodgson

> Galeria de imagens de França 1 x 1 Inglaterra

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 7 de junho de 2012 Seleção francesa | 21:08

Momento retrô: Inspirações francesas para a Eurocopa

Compartilhe: Twitter

Daqui a quatro dias, os Bleus começam a busca pelo tricampeonato europeu. Sabem como foram as conquistas em 1984 e 2000? Eu pouco sabia, até assistir aos filmes oficiais da Uefa dos respectivos torneios, que a SporTV transmitiu e felizmente arquivou em seu site. Ambos têm pouco mais de 50 minutos, em forma de documentários, e é claro que recomendo ao fã do foot!

*1984 – Assista ao filme aqui
Depois de 24 anos, a Euro voltava ao país de seu criador, Henry Delaunay. E aquela edição representaria o momento de glória de uma geração habilidosa, que também foi a duas semifinais de Copas do Mundo, em 1982 e 86. Uma equipe que plantou as sementes (conforme análise do Trivela) de uma nova geração vitoriosa, marcada na história do futebol mundial em 1998 e 2000.

Como seria Zidane anos depois, Michel Platini foi o craque de 1984, ostentando até hoje o recorde de gols em uma única Euro: 9 (o ataque do time fez 14, feito também imbatível até aqui!). Excelente, e se considerarmos que foram só 5 jogos na campanha (eram apenas 8 seleções no campeonato), impressionante! Curiosamente, a artilharia-mor de uma única Copa também cabe a um francês, Just Fontaine, 13 em 1958. Mas não podemos olvidar que Platini compunha um meio-campo memorável, chamado até de mágico na época, ao lado de Jean Tigana, Alain Giresse e Luis Fernandez, espanhol naturalizado francês. Sob o comando de Michel Hidalgo, o time confirmou a expectativa da torcida, atuando em casa (em 2016 o filme se repetirá?), e garantiu o primeiro título de expressão para a França.

Campanha: França 1 x 0 Dinamarca – Paris, Parque dos Príncipes (a casa gaulesa pré-Stade de France)
França 5 x 0 Bélgica – Nantes
França 3 x 2 Iugoslávia – Saint-Etienne
Semifinal – França 3 x 2 Portugal – Marselha
Final – França 2 x 0 Espanha – Paris

**2000 – Assista ao filme aqui
Outra marca histórica da França foi conquistada quando a Euro teve sua primeira sede compartilhada, entre Bélgica e Holanda: nunca uma seleção fora campeã europeia logo após ter sido campeã mundial. Com Zizou em plena forma e a base de 1998, Roger Lemerre liderou um elenco que soube confirmar o favoritismo, embora tenha passado por dificuldades, como uma final “sufocante” contra os italianos. Deschamps se despediu da seleção levantando mais uma taça, o então zagueiro-líbero Blanc voltou a beijar a careca de Barthez após a decisão, e jovens como Henry e Trezeguet contribuíram decisivamente também, ao lado do mais velho Djorkaeff. No filme supracitado, Petit, Vieira e Pirés também depõem.

Campanha – França 3 x 0 Dinamarca
França 2 x 1 Rep. Tcheca
França 2 x 3 Holanda (Bleus com reservas, pois ambas já entraram classificadas)
Quartas – França 2 x 1 Espanha (Raúl desperdiçou pênalti idiotamente cometido por Barthez no final)
Semis – França 2 x 1 Portugal (repetindo 84. Zidane garantiu a vitória, de pênalti, com o gol de ouro na prorrogação)
Final – França 2 x 1 Itália (os italianos fizeram 1 a 0 em Roterdã, já no 2o tempo. Wiltord, Trezeguet e Pirès vieram do banco para suprir o cansaço bleu. O primeiro empatou pertinho do fim, quando a Azzurra preparava a festa, causando o tempo extra. Abalada, a Itália viu o segundo ir à linha de fundo e cruzar para um lindo meio-voleio do terceiro, gol de ouro e bicampeonato francês!)

Karim Benzema, Hatem Ben Arfa e Samir Nasri com o troféu da Eurocopa sub 17 de 2004, após a França ter batido a Espanha por 2 a 1, em 15 de maio daquele ano, em Châteauroux (Photo: Alain de Martignac)

Os títulos relatados acima não são os únicos links da França com um passado vitorioso no contexto europeu. Dentro do atual elenco do atual técnico Blanc, despontam talentos da chamada “Geração 87”, nascidos naquele ano e protagonistas do título expresso na fotografia acima. Além da tríade ilustrada, Menez e Matuidi também estavam lá e reaparecem aqui.

Essa geração está pronta para o renascimento na Polônia e na Ucrânia?

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 5 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção francesa | 23:03

Vitórias injetam otimismo na França para início da Euro 2012

Compartilhe: Twitter
Celebração de um dos gols de Benzema contra a Estônia, em Le Mans (fff.fr)

Celebração de um dos gols de Benzema contra a Estônia, em Le Mans (fff.fr)

2 a 0 na Sérvia (veja matéria pós-jogo no SporTV), 4 a 0 na Estônia (assista aos belos gols), e os Bleus chegam para a Eurocopa com um cartel de 21 partidas invictos, confiantes para apagar os fiascos de 2008 e 2010 e ir longe em gramados “polaco-cranianos” (inventei essa…).

A expectativa é ainda maior porque o Grupo D é o último a estrear, só no domingo, 11, às 13 horas de Brasília. Como vantagem, o retrospecto francês diante dos ingleses tem sido favorável e o English Team vem para o torneio desfalcado, sobretudo do habilidoso Lampard. Suécia e a anfitriã Ucrânia completam a chave.

Time-base
Enquanto M’vila se recupera da lesão sofrida contra os sérvios, Alou Diarra o substitui no meio, ajudando Cabaye na forte marcação. Mais atrás, a linha defensiva titular deve ter o capitão Lloris, os bons Débuchy e Rami, e os mais vulneráveis, ao menos nos últimos jogos, Méxès e Evra.

Do meio para a frente, a sinfonia vem tocando certinho, com entrosamento e qualidade técnica entre Malouda, Nasri, Ribéry e Benzema, podendo contar ainda com os valiosos préstimos de Ben Arfa, Menez, Giroud e Valbuena.

É para esperarmos coisas boas para o elenco de Blanc, não acham? #AllezlesBleus

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 28 de maio de 2012 Seleção francesa | 12:24

Rumo à Euro 2012, França vira sobre a Islândia em amistoso

Compartilhe: Twitter

Depois de sair perdendo por 2 a 0 da inexpressiva Islândia em casa, a seleção francesa tomou vergonha na cara e ao menos saiu de Valenciennes com a vitória por 3 a 2 no amistoso de ontem, preparatório para a Eurocopa que se vislumbra.

Laurent Blanc utilizou Mandanda; Debuchy, Rami, Méxès e Evra; Cabaye (Alou Diarra, 13 do 2º), Gourcuff (Ribéry, 30 do 2º), Nasri (Martin, 13 do 2º) e Menez (Valbuena, 30 do 2º); Ben Arfa (Giroud, 13 do 2º) e Benzema (Malouda, 13 do 2º). Destaque para a entrada de Ribéry, autor de um dos gols (não marcava pela seleção desde 2009!) ao lado de Debuchy e Rami, bem como o desempenho de outro reserva, Giroud.

Não vi a peleja, mas colegas virtuais disseram que Gourcuff e Evra foram mal, e por isso correm risco de serem cortados pelo técnico na lista final de 23 para a Euro, que deve ser entregue à Uefa até amanhã, dia 29 (veja quem foi pré-selecionado). A análise da France Football até poupa o ataque bleu, mas critica negativamente a defesa, sobretudo o lado esquerdo do experiente Evra…

Na próxima quinta, 31, a França pega a Sérvia (em Reims) e no dia 5 de junho o rival será a Estônia (em Mans), encerrando a preparação, sempre em casa. A estreia no torneio continental será no dia 11 de junho contra a tradicional rival Inglaterra, pelo Grupo D, quando esperamos que, mais entrosada, a equipe titular falhe menos…

Vídeo com melhores momentos da partida dominical:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011 Extracampo | 18:22

Resumo do mercado de inverno 1

Compartilhe: Twitter

Desculpe a quem esperava mais frequentes atualizações sobre a boataria do mercado da bola francês, mas não dou conta de sair escrevendo instantaneamente assim que as especulações pipocam aqui e acolá. Se houverem novos acúmulos, coloco aqui o resumão 2, depois o 3 e etecétera até o fechamento da janela europeia de transferências, no dia 31 de janeiro

– É justo que comecemos pelo melhor francês do ano passado. Dizem que Samir Nasri foi sondado pelo Barcelona, talvez disposto a um plano B no Arsenal diante da dificuldade de repatriar Cesc Fabregas. Mas o time inglês parece disposto a prolongar o vínculo do meia, que atualmente vai até 2012, não querendo ver se repetir o que houve com outro francês, Mathieu Flamini. Tempos atrás, o Arsenal deixou Flamini muito tempo pensando no que queria e o meia acabou saindo em 2008, no fim de seu contrato, de graça para o Milan. E outra: os Gunners não devem abrir mão de um dos melhores jogadores europeus da atualidade, certo?

– Mais um selecionável de hoje em dia em pauta. É o zagueiro Adil Rami, que, seduzido pela chance de disputar “o melhor campeonato do mundo”, em suas palavras, deixou o Lille, com quem tinha contrato até 2012, e assinou até 2015 com o Valencia, para “subir um patamar” na carreira. Bonne chance ao beque de 25 anos, formado nas fileiras do LOSC.

– 2015 também é o prazo do contrato firmado entre Hatem Ben Arfa e Newcastle. Emprestado pelo Olympique de Marselha ao time inglês, o meia agora se desvinculou da equipe francesa de vez. Embora eu preferisse o retorno dele à França, a notícia me deixa feliz pela aposta permanente do Newcastle em um atleta que mal começou a jogar (apenas quatro jogos da Premier League) e já foi para o estaleiro em função de uma dupla fratura na perna (tíbia e perônio). Que se recupere bem e rapidamente volte aos gramados – a estimativa de retorno é para fevereiro.

– O Newcastle, aliás, surge como interessado nos préstimos goleadores de Djibril Cissé, artilheiro do Campeonato Grego pelo Panathinaikos já não é de hoje. Experiência e faro de gol não parecem faltar para o temperamental atacante de 29 anos. Dará negócio? O também inglês Aston Villa é outro na parada por Djibra.

Villa que está muito perto de fechar com o camaronês Jean II Makoun. Tudo estaria certo entre o Aston e o Lyon, faltando apenas acertos de termos de contrato entre ingleses e o volante de 27 anos, que está em Gerland desde 2008/2009. O técnico lionês Claude Puel, entretanto, disse que torce para o jogador permanecer e, se o OL continuar nos planos de Makoun, Makoun segue nos planos do OL. 

– O Nice trouxe de volta o atacante David Bellion, por empréstimo, do Bordeaux. O jogador de 28 anos foi campeão francês e da Copa da Liga Francesa pelos Girondinos em 2008/2009. Por sua vez, o Bordeaux fez oferta por Kevin Gameiro para não ficar desfalcado no setor. Parece que o Lorient topou negócio, mas o atacante está balançado por uma oferta anterior do Valencia. Se ele deixar a França, será uma pena.

– Falando em Bordeaux, o capitão da equipe e da seleção, Alou Diarra, estaria na mira silenciosa do Paris Saint-Germain, segundo a France Football. O contrato do volante de 29 anos com os Girondinos vai até 2013, mas é bom ficar de olho.

– Outro selecionável pode trocar de time, mas não de país. Na Itália desde 2004, Philippe Méxès pode mudar de ares e de cidade, de Roma para Milão, indo parar no rossonero Milan ao lado do brasileiro Thiago Silva numa defesa fragilizada e que tende a piorar quando não puder mais contar com Alessandro Nesta, à beira da aposentadoria.

>>> Dá pra acompanhar os negócios concretizados nos 20 times da Ligue 1, a elite francesa, no site do L’Equipe.

Mercado anda fraco, heim? Esqueci alguém importante? Vamos acrescentando novas informações nos comentários deste post até surgir o próximo resumo.

Amanhã, sexta, coloco a programação da primeira rodada do Francesão em 2011, agora no final de semana

Neve na França

Neve perto de Lille. Se depender do LOSC, segue tudo congelado no próximo semestre na França... (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última