Publicidade

Posts com a Tag Anelka

segunda-feira, 16 de novembro de 2009 Brasileiros na França, Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 20:37

Só faltam 90 minutos

Compartilhe: Twitter
Será apenas o início de muita comemoração na quarta? (AFP)

Será apenas o início de muita comemoração na quarta? (AFP)

Das oito seleções europeias que entraram em campo no sábado para as partidas de ida das Eliminatórias para a Copa, a França foi a que encerrou a rodada mais perto da África do Sul. Rússia venceu Eslovênia em casa (2 a 1), Portugal bateu Bósnia também em casa (1 a 0) e Ucrânia e Grécia não saíram do zero; contando com a sorte de Nicolas Anelka (veja o vídeo do gol do atacante do Chelsea no post anterior), os franceses fizeram 1 a 0 na Irlanda em território rival. Agora, na quarta, basta um empate em solo pátrio para o 2010 dos Bleus ter a importância que merece para qualquer país de peso no futebol.

Admito que pra mim um empate em Dublin estaria de ótimo tamanho; com a vantagem, a coisa fica pra lá porreta, em bom brasilianês. De positivo, ainda, vimos grandes atuações do goleirão Hugo Lloris – que pode ser considerado salvador da pátria no Croke Park – e do elegante meia Yohann Gourcuff, considerado pela Fifa como o “homem da partida”.

O lado negativo do que rolou no sábado foi a lesão do zagueiro e lateral-esquerdo Eric Abidal. O defensor do Barcelona, que participou do jogo inteiro, teve diagnosticado posteriormente um problema muscular na coxa esquerda, sendo obrigado a amargar três semanas de estaleiro. Ele se junta ao volante Jérémy Toulalan, poupado do duelo na Irlanda por conta de contusão nos músculos adutores. Mas nada que cause muita dor de cabeça a Raymond Domenech, muito próximo de calar seus inumeráveis críticos quando garantir a vaguinha no Mundial.

Lionês no Brasil

Michel, trombando com Wayne Rooney (AFP)

Michel, trombando com Wayne Rooney (AFP)

Michel Bastos estreou pela seleção pentacampeã mundial no amistoso contra a Inglaterra também no sábado, no Catar. Há que se fazer algumas ressalvas: no Lyon ele vem sendo aproveitado como meia, e com Dunga foi lateral-esquerdo; se o convocado Fábio Aurélio não tivesse se contundido na semana passada, provavelmente Bastos começaria na reserva; o Brasil tinha alguns reservas, e a Inglaterra vários, para não dizer quase todos.

Mas o que mais importa é que ele teve sua chance a alguns meses da Copa. É verdade que foi discreto, se preocupou muito com a marcação pelo seu setor e só chegou com perigo ao ataque em um chute que passou perto da trave inglesa. Só que seus poucos erros não viraram cagadas e o arroz-com-feijão parece tê-lo agradado. Amanhã, contra Omã (rima!), ele deve ser titular novamente. Contra um adversário mais frágil e sem o peso da primeira vez, tomara que tenha mais confiança para ousar e isso faça diferença para o capitão do tetra.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sábado, 14 de novembro de 2009 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 19:53

Irlanda 0 x 1 França

Compartilhe: Twitter
Lloris e Keane: franceses fizeram mais que segurar os irlandeses (AFP)

Lloris e Keane: franceses fizeram mais que segurar os irlandeses (AFP)

Na segunda-feira, comento a vitoria dos Bleus (gol de Anelka), que abrem vantagem na repescagem e se aproximam da Copa! Mas se quiser, comente ai embaixo.

Veja o gol da partida em Dublin: Lass passa para Gourcuff, que toca de primeira para Anelka. O chute do atacante do Chelsea, aos 27 minutos do segundo tempo, desvia no zagueiro St Ledger, mata o goleiro Given, bate na trave e entra. Nada mal a sorte francesa:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 13 de novembro de 2009 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 19:17

Tudo que cerca o pega de amanhã

Compartilhe: Twitter
Henry e Domenech, já em Dublin: é hora de deixar as diferenças de lado (AFP)

Henry e Domenech: é hora de deixar as diferenças de lado (AFP)

 

O escrete que Raymond Domenech deve levar a campo contra a Irlanda, é: Lloris; Sagna, Gallas, Abidal e Evra; Lassana Diarra, Toulalan (Alou Diarra), Gourcuff e Henry; Gignac (Govou) e Anelka. Toulalan segue bastante incerto, mas Gignac participou normalmente do último treino antes da viagem para Dublin.

Os donos da casa devem aparecer com Given; Dunne, St. Ledger, O’Shea e Kilbane; Duff, Andrews, Rowlands e McGeady; Keane e Doyle. O árbitro é o alemão Felix Brych, auxiliado por seus compatriotas Thorsten Schiffner e Mark Borsch. As apostas irlandesas estão na força física dos comandados pelo italiano Giovanni Trapatoni e nas jogadas de bola parada, o que não é nenhuma novidade. Ah, todos os titulares atuam no futebol inglês.

Como eu já tornei público ontem, a partida de ida da repescagem das Eliminatórias Europeias para a Copa começa às 18h de Brasília, ao vivo na TV5 e com transmissão em VT pelo SporTV2 às 21h30. Quem quiser (ou só puder) acompanhar pela internet, pode clicar no Placar iG.

A França tem cinco jogadores pendurados com cartões amarelos, que ficarão de fora do jogo de volta na quarta-feira, em Saint-Denis, se levarem mais uma advertência: Sagna, Abidal, Gallas, Evra e Gourcuff.

Os países já se enfrentaram em cinco Eliminatórias para Copa, com retrospecto amplamente favorável aos franceses:

Pré-Copa de 1954: Irlanda 3 x 5 França / França 1 x 0 Irlanda (FRA 1 x 0 IRL)
Pré-Copa de 1974:  Irlanda 2 x 1 França / França 1 x 1 Irlanda (FRA 1 x 1 IRL) – Domenech debutou como jogador na seleção
Pré-Copa de 1978: França 2 x o Irlanda / Irlanda 1 x 0 França (FRA 2 x 1 IRL)
Pré-Copa de 1982: França 2 x 0 Irlanda / Irlanda 3 x 2 França (FRA 3 x 1 IRL)
Pré-Copa de 2006: França 0 x 0 Irlanda / Irlanda 0 x 1 França (FRA 4 x 1 IRL) – Com gol de Henry, a seleção se garantiu no Mundial da Alemanha

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de novembro de 2009 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 21:02

Preocupações internas

Compartilhe: Twitter

Começa no sábado a decisão para a França enfim garantir sua vaga na próxima Copa – ou repetir um desastre que não se vê desde 1993, quando falhou na classificação para o Mundial do ano seguinte. A partida de ida da repescagem das Eliminatórias Europeias contra a Irlanda, em Dublin, começa às 18h de Brasília, ao vivo na TV5 e com transmissão em VT pelo SporTV2 às 21h30. Quem quiser (ou só puder) acompanhar pela internet, pode clicar no Placar iG.

Além de se preocupar com os irlandeses, Raymond Domenech torce para que as lesões façam o mínimo estrago possível sobre seus comandados. Primeiro, Franck Ribéry e Gael Clichy nem tiveram condições de serem convocados. Depois, já com o grupo reunido, apareceram outros problemas: Abou Diaby (panturrilha) e Jérémy Toulalan (adutores) não chegaram em perfeitas condições. E no treino de hoje, André-Pierre Gignac levou uma pancada na tíbia direita, tendo de deixar a atividade mais cedo. Outro que não se movimentou com o grupo foi Lassana Diarra, mas apenas porque foi a campo na terça-feira pelo Real Madrid na Copa do Rei e mereceu descanso.

Artilheiro do último Francês e da campanha gaulesa nas Eliminatórias ao lado de Henry, Gignac deve estar na cabeça de Domenech para compor o time titular. Se não puder começar a partida no Croke Park, o atacante do Toulouse deve ser substituído por Sidney Govou, do Lyon, que formaria o meio-campo ofensivo (os populares meias) com Yohann Gorcuff e Thierry Henry, para se aproximar do atacante único Nicolas Anelka

Caso Toulalan não tenha condições de jogo, Alou Diarra pode formar uma dupla de xarás com Lassana entre os meio-campistas defensivos (os populares volantes). Sei que há leitores meus que prefeririam Karim Benzema no lugar de Anelka, mas le professeur é quem escala, e o atacante do Chelsea, veterano, experiente em ligas inglesas e troncudo, não é má ideia contra os fortes irlandeses.

Antes dos problemas da concentração, Les Bleus relaxaram vendo tênis (AFP)

Antes dos problemas da concentração, Les Bleus relaxaram vendo tênis (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

sábado, 10 de outubro de 2009 Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 19:22

Dia de passeios

Compartilhe: Twitter
Domenech e Henry passearam antes do jogo em Perros Guirec (AP)

Domenech e Henry passearam antes do jogo em Perros Guirec (AP)

E Gignac passeou com a bola rolando. Será que Benzema aplaudiu? (Reuters)

E Gignac, com a aprovação do chefe, passeou com a bola rolando. Será que Benzema aplaudiu? (Reuters)

A França começou o duelo contra Ilhas Faroe empolgada, com a torcida empurrando, o que não é nada difícil no acanhado Stade du Roudourou. Chegar à beira da área de Faroe era fácil, mas daí para frente a marcação não permitia chances perigosas de gol. Porém, aos 23 minutos, Govou bateu da risca da grande área, o goleiro ficou olhando e bola rebateu na “forquilha”, ângulo formado pela trave e pelo travessão: quaase! A torcida visitante, pintada e com flâmulas, tentou fazer barulho no 1º tempo em Guingamp, mas depois não teria motivos para comemorar.

Os visitantes mostravam resistência, e chegaram ao ataque por volta dos 30 minutos. Mesmo eliminada, a seleção do arquipélago levava a parada a sério, com muito afinco, o que começou a deixar os franceses irritados à medida que o tempo passava. Com 32, Henry recebeu lançamento, entrou na área na frente do goleiro mas tocou um pouco forte demais, com a bola caindo na rede pelo lado de fora. Mas um minuto depois, alívio no norte da França: boa trama de passes entre Henry, Anelka e Gignac, que recebeu no meio da área, girou, finalizou e contou com desvio na zaga para atrapalhar o arqueiro – 1 a 0.

Ficaria tudo mais fácil ainda aos 38, quando o artilheiro do último Campeonato Francês mostrou que estava inspirado: dividiu bola alta na intermediária, ganhou na sorte, veio trazendo para a área, e mesmo seguido por uns quatro adversários conseguiu bater cruzado, com precisão! André-Pierre Gignac 2 x 0 Ilhas Faroe.

Nenhum dos dois treinadores fez substituições no intervalo. Logo aos 7 minutos, floresceu a goleada quando Henry cruzou no segundo pau e Gallas ampliou de cabeça, fazendo 3 a 0. Dez minutos depois, Domenech promoveu duas alterações, com a estreia de Sissoko, no lugar de Toulalan, e a vinda de Malouda, substituindo Govou. Por fim, Benzema seria o último reserva a vir para campo, aos 28, no lugar do aplaudido Gignac – que, contando a partida de ida, em Torshavn, marcou três gols contra os “faroenses”.

A anunciada goleada se concretizaria no finzinho, com Anelka e Benzema deixando suas marcas – o primeiro só empurrando rebote do goleiro, e o segundo concluindo bela jogada no cantinho. Numa noite em que o pobre guarda-metas Mikkelsen se acostumou a buscar a bola dentro do gol, Domenech viu seus atacantes mostrarem um bom serviço nestes 5 a 0 em Guingamp.

Como a Sérvia não deu qualquer chance para a Romênia e também meteu 5 a 0, os sérvios estão na Copa e os franceses vão para a repescagem mesmo, pois, com a goleada de hoje, frustraram qualquer esperança da Áustria, que bateu a Lituânia por 2 a 1. Veja como está a classificação do grupo 7 e qual a rodada que resta, só pra cumprir tabela, na próxima quarta-feira:

1º Sérvia – 22 pontos, 7 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 21 gols pró, 6 gols contra, saldo de 15
2º França – 18 pontos, 5 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 15 gols pró, 8 gols contra, saldo de 7
3º Áustria – 14 pontos, 4 vitórias, 2 empates, 3 derrotas, 13 gols pró, 12 gols contra, saldo de 1
4º Lituânia – 9 pontos, 3 vitórias, 0 empate, 6 derrotas, 8 gols pró, 10 gols contra, saldo de -2
5º Romênia – 9 pontos, 2 vitórias, 3 empates, 4 derrotas, 9 gols pró, 17 gols contra, saldo de -8
6º Ilhas Faroe – 4 pontos, 1 vitória, 1 empate, 7 derrotas, 4 gols pró, 17 gols contra, saldo de -13

14 de outubro (quarta-feira)
França x Áustria
Romênia x Ilhas Faroe
Lituânia x Sérvia

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 Extracampo, Seleção francesa | 06:05

Pra ver o Mar(selha)

Compartilhe: Twitter
 
Thierry Henry e Nicolas Anelka, veteranos e referências no ataque da França, aproveitaram uma folguinha na concentração da seleção ontem e deram um pulo na praia de Perros-Guirec, na Bretanha, norte francês. Pelas vestimentas, qualquer vontade de mergulho deve ter esbarrado no quesito temperatura.
"Nicolas, cadê o sol que devia fazer aqui?" (AFP)

"Nicolas, cadê o sol que devia fazer aqui?" (AFP)

 

Do outro lado do país, o Olympique de Marselha inaugurou ainda ontem o centro de treinamento Robert-Louis Dreyfus, em homenagem ao ex-proprietário, que morreu em julho aos 63 anos. O destaque visual foi a presença da nadadora aposentada Laure Manaudou. Sem destaque na minha opinião, seu namorado Frederick Bousquet, nadador também, apareceu também. Concordo: a decisão da campeã olímpica em Atenas-2004 de se retirar das piscinas de alto nível com apenas 22 anos (completa 23 amanhã, dia 9) é mesmo de se lamentar.

Manaudou e Bousquet são mais fotogênicos que um CT (AFP)

Manaudou e Bousquet são mais fotogênicos que um CT (AFP)

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 6 de outubro de 2009 Brasileiros na França, Eliminatórias da Copa, Francês da 1ª divisão | 12:11

Novo velho líder

Compartilhe: Twitter
Ex-Atlético Paranaense, Ilan, 29 anos, ainda tem gás e faro de gol (AFP)

Ex-Atlético Paranaense, Ilan, 29 anos, ainda tem gás e faro de gol (AFP)

Tradicionalmente publicado nas noites de segunda, o post com o balanço da rodada do Francês vem ao ar nesta terça de manhã em função da publicação extraordinária da primeira entrevista deste blog, no post anterior. Demorou, mas não esqueçamos que há uma boa novidade na dianteira da tabela de classificação: o Bordeaux perdeu a invencibilidade de 22 jogos (desde a Ligue 1 2008/09) e o líder agora é o Lyon, o que não é aqueeela novidade, em se tratando do heptacampeão até a temporada retrasada. Mas é bacana, bien sûr!

A derrocada girondina veio em Saint-Etienne. Se o time da casa não vem empolgando neste campeonato, tradição não lhe falta, pois é apenas o maior campeão da história da Ligue 1… A vitória por 3 a 1 teve gols brasileiros, Ilan e Jussiê, e um golaço que deixo para falar mais e mostrar vídeo no decorrer da semana. O Lyonnais aproveitou a deixa e meteu 2 a 0 no Lens fora de casa, gabando-se agora de ser o único francês invicto em âmbito nacional e continental nesta temporada.

Mais novidade na sequência da classificação: o Montpellier foi a Grenoble, bateu o saco de pancadas homônimo por 3 a 2 e desponta em 3º lugar, à frente do Monaco (4º), que venceu o clássico do sul da França contra o Olympique (5º) e trocou de posição com os marselheses. A destacar no Vélodrome os gols da dupla Nenê-Park, recentemente laureados aqui. Agora, o brasileiro é o vice-artilheiro da competição com 5 gols, um atrás de Niang. Ele falou sobre o bom momento e porque faz muito mais gols do que quando jogava com Ricardo Gomes – leia mais aqui.

Toulouse 0 x 1 Lorient também é surpreendente, confirmando a fase ruim dos anfitriões depois da boa temporada passada e a ascensão dos visitantes, agora em 6º, imediatamente à frente de Paris Saint-Germain (7º) e Rennes (8º) – o primeiro perdeu para o Auxerre em casa e o segundo só empatou com o Nancy no Parc des Princes.

Pausa e desfalque
No próximo fim de semana não há rodada no Francês por causa das Eliminatórias europeias para a Copa 2010, nas quais, aliás, Les Bleus terão outro importante desfalque contra Faroe e Áustria: com tendinite no joelho esquerdo, Franck Ribéry deixou a concentração ontem, cortado. Gourcuff, também sem condições, nem havia se apresentado. Domenech já deve estar se acostumando com as dificuldades que vêm de tudo que é lado…

Franceses fora da França
No domingo, pelo Campeonato Inglês, Nicolas Anelka e Florent Malouda fizeram os gols da vitória do Chelsea no clássico contra o Liverpool. Na segunda, pelo Campeonato Grego, Djibril Cissé deixou dois na goleada por 4 a 0 do Panathinaikos sobre “o” Larissa (“a” Larissa é outra coisa, ou melhor, pessoa!).

Anelka, em filme que seria reprisado por...

Anelka, em filme que seria reprisado por...

...Malouda, para explosão dos Blues atrás deles (fotos AP)

...Malouda, para explosão dos Blues atrás deles (fotos AP)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 30 de setembro de 2009 Brasileiros na França, Franceses no mundo, Torneios europeus | 19:14

Madri, Bordeaux, Munique e Nicósia!

Compartilhe: Twitter
É para o lado do rótulo, Mandanda! (Reuters)

É para o lado do rótulo, Mandanda! (Reuters)

 

Foram quatro os palcos de jogos pela Liga dos Campeões onde os franceses se destacaram (ou não). Vamos a um por um:

Real Madrid x Olympique de Marselha
No primeiro tempo, poucas chances e nada de gols em Madri, o que era ótimo para o OM. Porém, no segundo, aos 12, o Real achou o caminho do gol com Cristiano Ronaldo, concluindo lançamento de Pepe. A parada não estava resolvida, até que Diawara entrou duro em Cristiano quando este invadia a área pela linha de fundo, aos 16. Foi na bola, mas só chegou a ela porque levou a perna do madridista junto! Os marselheses reclamaram com o português, que ficou chorando no chão, mas o fato é que Souleymane recebeu o segundo amarelo, foi expulso e o pênalti marcado. Kaká deslocou Mandanda e ampliou.

Deschamps trocou Fernando Morientes, bastante aplaudido pela torcida merengue (teve duas passagens pelo Real, entre 1997 e 2003 e 2004-2005) e colocou Brandão, “pra-quem-sabe-numa-bola-aérea”. Mas no primeiro ataque espanhol com um a mais, Benzema tabelou com Kaká e tocou com açúcar para Ronaldo só empurrar para as redes vazias: 3 a 0 com 21 minutos.

Aos 24, Cristiano deu lugar a Higuaín, visivelmente sentindo a perna direita, onde levou a pancada. Sentou no banco e já teve uma bolsa de gelo aplicada no local. Oito minutos depois, Kaká foi substituído por Raúl. Sentou do lado do portuga, que lhe contou uma piadinha. O brasileiro riu. O que mais esses caras podem querer na vida, né?

Antes do apito final, Mamadou Niang e Brandão tiveram chances em chutes fortes, mas apenas glorificaram Iker Casillas. Niang sairia aos 41, para a entrada de Hatem Ben Arfa. O meia até levou perigo, numa bola que passou por baixo de Casillas e quase entrou, mas nem o gol de honra veio. Com a surpreendente derrota do Milan para o Zurique, na Itália, o Marselha amarga a lanterna do grupo C.

Bordeaux x Maccabi Haifa
O que era muito fácil quase se complicou de vez, porque os Girondinos só conseguiram o gol e a vitória aos 38 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Michaël Ciani (?!) vazou os israelenses. Com o empate desses dois times aí debaixo, Bayern e Juventus, os Marine et Blanc colaram nos germânicos na ponta do grupo A, ambos com quatro pontos.

Bayern x Juventus
Em Munique, David Trezeguet jogou 73 minutos como titular do ataque da Juventus, mas não repetiu os gols das últimas duas partidas e deu lugar a Amauri. Franck Ribéry jogou os 90 minutos, mas o time alemão também não mexeu no placar.

APOEL Nicósia x Chelsea
No persistente Chipre (é a segunda vez que o país está representado na Champions, sem repetir o clube!), o time inglês não teve Didier Drogba, mas o faro de gol de Nicolas Anelka deu conta do recado. Após bela jogada de Juliano Belletti (!) na linha de fundo, aos 18 da primeira etapa, o francês concluiu de primeira, num lindo chute, o único que morreu no fundo das redes nos 90 minutos. Florent Malouda também participou do jogo.

>> Liga Europa, 2ª rodada
Como sempre imendando na Liga dos Campeões, a Liga Europa faz mais uma journée amanhã. Pelo grupo B, o Lille vai a Praga encarar o Slavia. Já o Toulouse recebe o belga Brugge em casa, pela chave J.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 26 de setembro de 2009 Francês da 1ª divisão, Francês de divisões menores, Franceses no mundo | 22:22

Fim de semana na redação 2a

Compartilhe: Twitter
Kaká e Benzema (AP)

Kaká e Benzema (AP)

Como já mencionado no post Fim de semana na redação 1, os plantões esportivos me permitem publicar aqui algo mais do que resultados da rodada do Francesão. Neste sábado, vi…:

> … que Karim Benzema marcou dois dos três do Real Madrid contra o Tenerife (Kaká fechou o placar) no Espanhol. Para quem não tem vaga garantida no ataque galáctico, superbe!

> … que a dupla dinâmica Anelka e Drogba não foi suficiente para livrar o Chelsea da derrota para o surpreendente Wigan pelo Inglês, por 3 a 1. Não tem mais 15 bobos na Premier League…

> … que, pela segunda divisão, o simpático Metz saiu derrotado em Le Havre (2 a 0) para o dono da casa, lanterna disparado da última Ligue 1. O lamento é porque vim trabalhar com a camisa laranja do Metz. É a única camisa de time francês que tenho, mas o afeto se consolida com o tempo, sa’co’mé né?

O exótico Gael (EFE)

O exótico Gael (EFE)

> Por falar em Metz, tá rolando um torneio de tênis com gente boa por lá. Dos três franceses na semifinal, Gael Monfils sobreviveu e decide o título amanhã contra o alemão Phillip Kohlschreiber. Não pode fazer feio em casa, viu cabeludão!

>> E as melhores fotos do dia francês no esporte, encerrando este post e um sábado delicioso de trabalho (sim, fui irônico), trazem Claude Puel, entusiasmado treinador do Lyon, na partida contra o Toulouse no Gerland, e os armários jogadores de rúgbi Sebastien Chabal (a lenda!) e François Steyn, que representam perfeitamente um time patrocinado pela “Dove Men Care” (a frase está em cinza, na altura do coração… que fofo!). Aprecie:

Os suaves Chabal e Steyn (AP)

Os suaves Chabal e Steyn (AP)

 

 

    
Puel esqueceu que não joga (AP)
                                                                                           Puel esqueceu que não joga mais (AP)
Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 15 de setembro de 2009 Brasileiros contra a França, Brasileiros na França, Torneios europeus | 17:39

Até aqui, França 2 x 3 Itália

Compartilhe: Twitter

Não é todo dia que times franceses enfrentam rivais do porte de Milan e Juventus (de Turim, não da Mooca!). Ainda mais ao mesmo tempo, por uma Liga dos Campeões. Portanto, fiquei de olho na TV que passou o Bordeaux (cujo áudio na redação do iG teve de competir com Zurich x Real Madrid) e ouvido na rádio que transmitiu o Marselha. O que deu pra pescar:

Olympique 1 x 2 Milan

Pippo e Heinze (AFP)

Pippo e Heinze (AFP)

Chuva em Marselha e muito equilíbrio no minutos iniciais. Aos 27 minutos, porém, Filippo Inzaghi, velho de guerra no faro de gol, fez um a zero (apêndice: não fiquei com raiva, pois Pippo é o cara pelo histórico que tem!), após bela trama envolvendo Alexandre Pato e Clarence Seedorf (que de claro não tem nada…), que achou o camisa 9 dentro da área, coisa que a zaga marselhesa não conseguiu fazer!

O Marselha partiu para cima, Lucho González chamou o jogo, mas no primeiro tempo, nada, até porque Storari, que deixou Dida na reserva, foi muito bem sob a meta milanesa. Até que aos 4 minutos da segunda etapa, Heinze cabeceia e ela passa debaixo das pernas do arqueiro (é só elogiar…), empatando. Os donos da casa ganharam ânimo, com Niang e Cheyrou dando muito trabalho aos visitantes. Mesmo sem merecer, o Milan foi novamente eficiente: de novo linda assistência de Seedorf e de novo conclusão oportunista de Inzaghi: 2 a 1. Houve mais pressão do OM, mas valeu a experiência rossonera, que nem precisou de Ronaldinho Gaúcho, todo banco hoje.

Juventus 1 x 1 Bordeaux

Amauri e Fernando

Amauri e Fernando

De vermelho, os Girondinos não se impressionaram com o Delle Alpi e começaram tocando bem no campo da Juve, com Fernando Menegazzo mostrando personalidade. Pelos italianos, Amauri era o perigo. Coincidentemente, começou a chover também em Turim. Sem muito perigo para as duas defesas, o primeiro tempo ficou no zero.

Nos três minutos iniciais do segundo tempo, Gourcuff teve duas boas chances, mas esbarrou no ótimo Buffon. Logo depois, Iaquinta perdeu grande chance para a Vecchia Signora. Aos 9, um fato inusitado: Carrasso se machucou e deu lugar para Ramé. O reserva pegou os dois primeiros chutes que vieram, mas não o terceiro, de Iaquinta, que bateu rasteiro e abriu o placar aos 17. Com o Bordeaux tendo que sair, deixou perigosos espaços para a Juventus ampliar, mas foi competente: aos 30, o volante tcheco Plasil aproveitou cruzamento e, em posição duvidosa, empurrou livre para as redes. A partida ganhou mais emoção, com os donos da casa pressionando, inclusive com bola no travessão, e os visitantes respondendo, sobretudo com Gourcuff. No fim, o empate foi bom para o campeão francês.

Lyon x Fiorentina, amanhã
O duelo não é nada novo pela Liga: na última edição, as equipes se encontraram também na fase de grupos, e deu empate na França e vitória lionesa na Itália. Por isso, a Viola não esconde que quer revanche. Os problemas do OL estão na defesa: Boumsong é desfalque, com lesão na virilha. Como Anderson ainda se recupera de uma lesão na perna, restam apenas dois zagueiros em condições: Cris e Mathieu Bodmer. Com Michel Bastos e Lisandro López em alta, dá pra vencer.

Antes de encerrar: Anelka, outro bom e velho, marcou o gol da vitória do Chelsea sobre o Porto. No Real, Lass foi titular e Benzema preterido por Higuaín, não entrando na goleada por 5 a 2 na Suíça.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. Última