Publicidade

Posts com a Tag amistoso

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 Seleção francesa | 17:29

França leva virada e perde invencibilidade para a Alemanha

Compartilhe: Twitter

Legenda pra imagem acima: O amistoso em Saint-Denis teve a diplomática presença da chanceler alemã Angela Merkel, recepcionada pelo presidente François Hollande, dois dos principais chefes de Estado do planeta. Imagino a conversa no momento da foto: “- Aquele feinho da sua França eu já vi na minha Alemanha, não??”.” – Sim, minha cara, e até que a madame foi bondosa em relação ao Ribéry…”

No primeiro compromisso de 2013, a seleção de Deschamps acabou derrotada em casa, 2 a 1 para os germânicos em amistoso no Stade de France, ontem. Desde 1987 que os alemães não venciam os franceses, e desde 1935 jogando na França, como publicou o colega Blog do Alemão. Porém, a vantagem no retrospecto histórico ainda é dos campeões mundiais de 1998: 11 vitórias francesas e 8 alemãs nos 25 duelos até aqui.

O time da casa atuou com Lloris – Debuchy, Koscielny (Rami), Sakho, Evra – Sissoko (Giroud), Cabaye, Matuidi (Capoue) – Valbuena (Menez), Benzema, Ribery.

Os anfitriões saíram na frente com Valbuena, pouco antes do intervalo: Benzema acertou o travessão em cobrança de falta, Sissoko mandou de cabeça para o meio da área, No rebote, e o meia do Olympique de Marseille apareceu livre para completar a gol.

Mas logo aos seis minutos da segunda etapa, Capoué vacilou na saída de bola e entregou para Gundogan, que lançou Muller. O meia alemão saiu cara a cara com Lloris, e com um toque por cima, no meio do gol, empatou.

A França buscou a reação, criou oportunidades porém não soube aproveitá-las. E foi castigada aos 28: Ozil acertou lindo passe para Khedira, seu companheiro de Real Madrid, que entrava livre pelo lado direito da área. Com um leve toque no canto esquerdo de Lloris, o volante fez o gol da virada.

Aí a Alemanha assumiu o controle do jogo, neutralizou a maioria das tentativas de ataque da França, e quando não o fez teve sorte, porque os donos da casa até marcaram, aos 44, mas Giroud estava impedido ao dar a assistência para Benzema, e o gol foi invalidado.

Pelo que li (não pude ver ao vivo ou melhores momentos), Lloris, Valbuena e Ribery foram bem. Evra, Capoue e Benzema, há 10 jogos sem marcar pelos Bleus, mal.

O próximo compromisso da seleção vale três pontos, pelas eliminatórias da Copa 2014, no final de março. Vejaí o calendário bleu pro restante do ano:

> Vendredi 22 mars 2013 – Eliminatoires Coupe du Monde 2014: France-Géorgie
> Mardi 26 mars 2013 – Eliminatoires Coupe du Monde 2014: France-Espagne
> Mercredi 5 juin 2013 – Match amical au Stade Centenario, à Montevideo (21h heure française): Uruguay-France
> Dimanche 9 juin 2013 – Match amical au Gremio Arena de Porto Alegre (21h00 heure française): Brésil-France
> Vendredi 6 septembre 2013 – Eliminatoires Coupe du Monde 2014: Géorgie-France
> Mardi 10 septembre 2013 – Eliminatoires Coupe du Monde 2014: Biélorussie-France
> Mardi 15 octobre 2013 – Eliminatoires Coupe du Monde 2014: France-Finlande

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sábado, 13 de outubro de 2012 Seleção francesa | 12:05

França esbarra no velho problema da eficiência e perde amistoso pro Japão

Compartilhe: Twitter

Os onze que começaram o jogo. Se Deschamps poupou Ribéry para terça OK, porque o jogador do Bayern não pode ficar fora dessa foto em partidas decisivas (fff.fr)

Se ontem em Saint-Denis o maior objetivo era testar a equipe e corrigir os erros, uma deficiência já conhecida voltou a aparecer: os Bleus criam bastante, às vezes até mais que o adversário, mas não aproveitam e acabam saindo sem a vitória. Tudo bem que a motivação num amistoso é diferente, que Ribéry só entrou nos minutos finais, poupado que foi, mas a lição de que o aproveitamento precisa melhorar está posta. Jogaram Lloris (cap); Débuchy (Jallet), Koscielny, Sakho e Clichy; Capoue (Gonalons), Sissoko, Matuidi (Chantôme); Ménez (Ribéry), Benzema (Valbuena) e Giroud. (Assista aos melhores momentos).

Assim foi com o 1 a 0 para o Japão (gol de Shinji Kagawa, talvez o melhor jogador japonês da atualidade, aos 43 minutos do segundo tempo), primeira vitória do país asiático sobre os franceses na história dos confrontos. “Le Japon par ippon”, resumiu com eficácia a manchete no site da France Football. Mano Menezes esteve na plateia, afinal o Brasil encara os japoneses na terça-feira.

Acertar o pé logo passa a ser primordial (sobretudo Benzema, por ser a referência no ataque e amargar uma seca ruim para todo o time), até porque já na terça-feira o jogo é pra valer e o rival é de altíssimo nível: Espanha, que ontem não tomou conhecimento da Bielorrússia fora de casa (4 a 0) e se igualou à França na liderança do grupo nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, com seis pontos em dois jogos disputados por cada seleção.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 8 de outubro de 2012 Seleção francesa | 14:21

Seleção tem sparring Japão antes do "pega pra capar" contra a Espanha

Compartilhe: Twitter

Aproveitando a folga na terceira rodada das Eliminatórias europeias para a Copa 2014, a França agendou um bom teste antes de encarar a pedreira espanhola, na quarta rodada do classificatório. Enfrenta o Japão nesta sexta-feira, 12, no Stade de France. A seleção japonesa, que fez um bom papel na Copa 2010, depois joga contra o Brasil, na terça-feira (16), na Polônia.

O esperado duelo contra a bicampeã europeia acontece também no dia 16, em Madri. Veja quem Didier Deschamps convocou para essas duas partidas, visando especialmente a revanche contra a seleção que eliminou os Bleus da última Eurocopa, embora um empate fora de casa não seja mau resultado:

Pra mim, Carrasso merecia chance nessa lista de convocados e Landreau, por estar numa fase bola murcha, não estaria dando autógrafos na concentração em Clairefontaine nessa segunda, dia 8 (fff.fr)

Gardiens
Hugo Lloris (Tottenham/ANG)
Steve Mandanda (Olympique de Marseille)
Mickaël Landreau (LOSC Lille)

Défenseurs
Christophe Jallet (Paris SG)
Mamadou Sakho (Paris SG)
Mapou Yanga-Mbiwa (Montpellier HSC)
Gaël Clichy (Manchester City/ANG)
Patrice Evra (Manchester United/ANG)
Laurent Koscielny (Arsenal/ANG)
Adil Rami (Valencia CF/ESP)
Mathieu Debuchy (LOSC Lille)

Milieux de terrain
Etienne Capoue (Toulouse FC)
Maxime Gonalons (Olympique Lyonnais)
Blaise Matuidi (Paris SG)
Yohan Cabaye (Newcastle/ANG)
Clément Chantôme (Paris SG) – chamado para o lugar do adoentado Lassana Diarra (Anzhi Makhachkala/RUS)
Moussa Sissoko (Toulouse FC)

Attaquants
Karim Benzema (Real Madrid/ESP)
Olivier Giroud (Arsenal/ANG)
Bafétimbi Gomis (OIympique Lyonnais)
Mathieu Valbuena (Olympique de Marseille)
Franck Ribéry (Bayern Munich/ALL)
Jérémy Ménez (Paris SG)

E você, o que espera dos Bleus nesses dois jogos??

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 15 de agosto de 2012 Seleção francesa | 21:11

França não sai do zero contra Uruguai na estreia de Deschamps treinador

Compartilhe: Twitter

Técnico novo, estigma antigo: os últimos cinco treinadores que comandaram a seleção francesa (Roger Lemerre, Jacques Santini, Raymond Domenech, Laurent Blanc e, agora, Didier Deschamps) não conseguiram levar o time à vitória em suas partidas de estreia! O derradeiro a conseguir tal “feito” foi Aimé Jacquet, que levaria os Bleus ao título mundial em casa, quando debutou em 1994, ano em que a seleção não foi à Copa nos EUA.

Agora é contigo, Monsieur Didier! (fff.fr)

Mais curioso que isso, só o fato de os últimos quatro França x Uruguai acabarem sem um mísero golzinho. Antes do amistoso de hoje, eles haviam se encontrado no Mundial de 2010, quando estrearam no torneio na África do Sul.

Como não pude ver o jogo, preso ao trabalho no meio da tarde, e o amigo Vinicius Ramos, do blog Tabela Online, o fez e relatou com propriedade, achei mais informativo para convosco reproduzir o texto do post correspondente abaixo, com a licença ao citado:

De bonito mesmo, só o Estádio Océane em Le Havre, porque o nível técnico do amistoso entre França e Uruguai foi abaixo do esperado. Duas equipes com muita vontade, mas pouca classe, não saíram do zero no amistoso, para as vaias da torcida após o apito final.

Em campo, o estreante Didier Deschamps armou o time no 4-4-2 inglês, com dois pontas e dois centroavantes. Do outro lado, “El Maestro” Oscar Tabárez apostou no 3-6-1, com Forlán e C.Rodríguez como meias ofensivos que encostavam no centroavante Loco Abreu. A semelhança entre os dois esquemas era que não havia ninguém para armar e pensar as jogadas pelo meio. Com isso, muita correria e vontade, mas pouco toque de classe e armação para ambos os lados.

A França chegou apenas uma vez na primeira etapa, em um cruzamento que Muslera deu um tapa na bola, após cabeçada de Yanga-Mbiwa que ainda beijou a trave. No segundo tempo, o cenário foi o mesmo. O Uruguai chegou após um cochilo da defesa francesa, mas Loco Abreu parou nos pés de Lloris, que enfim sujava o uniforme. Já Les Bleus também aproveitaram vaciladas dos zagueiros laterais uruguaios, mas Valbuena (defesa de Muslera) e Benzema (no pé da trave) não fizeram gol.

Ficou óbvio que Didier e El Maestro terão muito que trabalhar nestas eliminatórias. A França ainda tem a esperança de recuperar Nasri ou Gourcuff para pensar o jogo pelo meio. Já a Celeste não tem um jogador com estas características desde Álvaro Recoba, e Diego Forlán não tem mais condições físicas de desempenhar esta função.

FICHA TÉCNICA – França 0 x 0 Uruguai

FRA: Lloris; Debuchy (Jallet), Yanga-Mbiwa, Sakho e Evra; Gonalons, Mabuva (Capoue), Valbuena (Briand) e Ribéry; Benzema (Martin) e Giroud (Gomis).

URU: Muslera; Lugano, Victorino e Godin; Maxi Pereira, Alvaro Pereira, Perez (Eguren), Gargano (González), Christian Rodriguez e Forlán (Fernandez); Loco Abreu.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 28 de maio de 2012 Seleção francesa | 12:24

Rumo à Euro 2012, França vira sobre a Islândia em amistoso

Compartilhe: Twitter

Depois de sair perdendo por 2 a 0 da inexpressiva Islândia em casa, a seleção francesa tomou vergonha na cara e ao menos saiu de Valenciennes com a vitória por 3 a 2 no amistoso de ontem, preparatório para a Eurocopa que se vislumbra.

Laurent Blanc utilizou Mandanda; Debuchy, Rami, Méxès e Evra; Cabaye (Alou Diarra, 13 do 2º), Gourcuff (Ribéry, 30 do 2º), Nasri (Martin, 13 do 2º) e Menez (Valbuena, 30 do 2º); Ben Arfa (Giroud, 13 do 2º) e Benzema (Malouda, 13 do 2º). Destaque para a entrada de Ribéry, autor de um dos gols (não marcava pela seleção desde 2009!) ao lado de Debuchy e Rami, bem como o desempenho de outro reserva, Giroud.

Não vi a peleja, mas colegas virtuais disseram que Gourcuff e Evra foram mal, e por isso correm risco de serem cortados pelo técnico na lista final de 23 para a Euro, que deve ser entregue à Uefa até amanhã, dia 29 (veja quem foi pré-selecionado). A análise da France Football até poupa o ataque bleu, mas critica negativamente a defesa, sobretudo o lado esquerdo do experiente Evra…

Na próxima quinta, 31, a França pega a Sérvia (em Reims) e no dia 5 de junho o rival será a Estônia (em Mans), encerrando a preparação, sempre em casa. A estreia no torneio continental será no dia 11 de junho contra a tradicional rival Inglaterra, pelo Grupo D, quando esperamos que, mais entrosada, a equipe titular falhe menos…

Vídeo com melhores momentos da partida dominical:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 2 de março de 2012 Seleção francesa | 12:10

Foi mesmo na boca o beijo de Giroud em Débuchy em Alemanha 1 x 2 França?

Compartilhe: Twitter

Além do surpreendentemente rápido futebol apresentado contra uma das tops do planeta bola (veja alguns dos melhores lances), chamou a atenção na vitória francesa por 2 a 1 sobre a Alemanha em Bremen, na última quarta-feira, a comemoração do primeiro gol.

Pra lá de grato com a assistência de Débuchy, o artilheiro Giroud se voltou para o colega, segurou seu rosto e tascou um beijão nele… Até tem cara de beijo na boca, mas foi “apenas” perto dos lábios. As câmeras não nos permitem concluir, assista:

Já a foto abaixo permite, não é?

debuchy-giroud

Apenas bons amigos (Crédito: F.Fife/AFP - 20minutes.fr)

Curiosamente, os protagonistas do carinho explícito foram os mais bem avaliados pelo L’Equipe na partida. Eis as notas: Lloris 7, Débuchy 8, Rami 6, Méxès 6, Abidal 5; Cabaye 6, M’Vila 4, Valbuena 7, Nasri 5, Ribéry 4; Giroud 8.

Se o amigo Mário Alemão Monteiro lamentou, o sagaz Leonardo Bertozzi comparou o bom trabalho de Laurent Blanc com seu colega de banco de reservas Mano Menezes, no sentido de ter conseguido formar um time com quase um ano e meio de trabalho.

De fato, os Bleus estão invictos há 18 jogos (o post de Bertozzi lista-os). Em que pese esse número incluir umas babas no caminho das Eliminatórias da Euro 2012, houve também Inglaterra, Brasil, Alemanha… E haverá, até a Copa 2014, Inglaterra e Suécia (Euro, junho), Uruguai (agosto), Espanha (Eliminatórias da Copa, ida e volta), Itália (novembro) e novamente Alemanha (2013).

Para ficarmos ligados, antes do torneio europeu deste ano os compromissos agendados são:

> Dimanche 27 mai, match international à Valenciennes >> France x Islande
> Jeudi 31 mai, à Reims >> France x Serbie (não me faça feio no dia dos meus 30 anos!)
> Mardi 5 juin, au Mans >> France x Estonie

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 11 de agosto de 2011 Seleção francesa | 10:56

França 1 x 1 Chile: Não ganhou, mas merecia

Compartilhe: Twitter

Embora o empate em Montpellier não tenha sido o resultado esperado, a França foi melhor e poderia perfeitamente ter vencido o Chile. Em se tratanto de amistoso, o que mais vale são testes e observações. Como o time foi bom, valeu. E não podemos desprezar que é a 11ª partida consecutiva sem derrota.

No Stade la Mosson, Laurent Blanc colocou para jogar Lloris; Sagna (Reveillere), Kaboul, Abidal (capitão) e Clichy; M’vila, Nasri (Cabaye) e Martin (Matuidi); Rémy, Malouda (Ménez) e Benzema (Gameiro).
 
Os Bleus começaram na frente, quando, aos 19 minutos, servido em profundidade pela esquerda, Benzema invadiu a área chilena, esperou e cruzou certeiro para a cabeçada também infalível de Rémy.

remy-vidal-frança-chile-afp

Loïc Rémy em lance com Arturo Vidal: o atacante do Olympique de Marselha vai se firmando perante o comandante Blanc (AFP)

Com bom desempenho dos homens do meio para frente, os donos da casa seguiram perto de ampliar o marcador. Um segundo gol até veio, quando Gameiro venceu Bravo aos 28 do segundo tempo, mas acabou anulado de forma duvidosa (pelo que li. Ainda não vi o lance…).

Poucos minutos depois, veio o castigo francês quando Cordova conseguiu acertar um chute indefensável para Lloris. Gameiro ainda teria outra chance, mas por questão de centímetros a bola não entrou.

Tudo bem, bola pra frente. Agora é se preparar para os dois compromissos que valem pontos pelas Eliminatórias da Euro 2012, no início de setembro: Albânia, dia 2, e Romênia, dia 6, ambos fora de casa.


>> Sub 20: Nas quartas
Não foi fácil mas, com um gol de Griezmann aos 30 minutos do segundo tempo, a França despachou o Equador ontem de noite e se garantiu nas quartas de finais do Mundial sub 20. Agora, encara a Nigéria no domingo, dia 14. Se for às semifinais, pega Portugal ou Argentina. Allez, Bleuets!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 9 de agosto de 2011 Extracampo, Seleção francesa | 14:16

Evra fora de França x Chile + Giuly na Ligue 2

Compartilhe: Twitter

Com dores no joelho, Patrice Evra foi cortado e deu lugar a Gael Clichy, que deve ser reserva de Eric Abidal em Montpellier.

O Esporte Interativo anuncia transmissão do amistoso ao vivo, às 16h desta quarta-feira. O SporTV anuncia apenas um VT 24h depois, às 16h de quinta.

**

Ex-PSG, Ludovic Giuly está oficialmente transferido para o Monaco, onde teve uma longa primeira passagem, que incluiu o vice-campeonato europeu em 2003/2004. Terá motivação, nessa altura da carreira, para conduzir o clube de volta à elite francesa?

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 5 de agosto de 2011 Seleção francesa | 11:03

Franceses contra o Chile na quarta que vem

Compartilhe: Twitter

Ontem, Laurent Blanc divulgou seus escolhidos para o amistoso do próximo dia 10, em Montpellier. Eis a lista e o comentário do técnico da seleção na France Football, defendendo suas escolhas. Os nomeados foram:

Goleiros: Hugo Lloris (Lyon/FRA), Steve Mandanda (Olympique de Marselha/FRA), Cédric Carrasso (Bordeaux/FRA).

Defensores: Eric Abidal (Barcelona/ESP), Patrice Evra (Manchester United/ING), Younès Kaboul (Tottenham/ING), Adil Rami (Valencia/ESP), Mamadou Sakho (Paris Saint-Germain/FRA), Anthony Réveillère (Lyon/FRA), Bacary Sagna (Arsenal/ING).

Meio-campistas: Yohan Cabaye (Newcastle/ING), Alou Diarra (Olympique de Marselha/FRA), Yann M’Vila (Rennes/FRA), Florent Malouda (Chelsea/ING), Marvin Martin (Sochaux/FRA), Blaise Matuidi (Paris Saint-Germain/FRA), Samir Nasri (Arsenal/ING).

Atacantes: Karim Benzema (Real Madrid/ESP), Kevin Gameiro (Paris Saint-Germain/FRA), Guillaume Hoarau (Paris Saint-Germain/FRA), Jérémy Ménez (Paris Saint-Germain/FRA), Loïc Rémy (Olympique de Marselha/FRA), Dimitri Payet (Lille/FRA).

**

Como amanhã começa o Campeonato Francês 2011/2012, mais cedo ou mais tarde colocarei aqui a programação da primeira rodada!

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 9 de junho de 2011 Seleção francesa | 17:58

Outra vitória fora de casa para os Bleus

Compartilhe: Twitter

Em mais um rodízio de jogadores para dar oportunidade e observar a todos, inclusive os goleiros reservas, a França de Laurent Blanc venceu mais um amistoso: 1 a 0 na Polônia em Varsóvia, um gol de Charles N’Zogbia com auxílio do beque polonês que desviou para as redes.

frança-gol-afp

Szczesny, goleiro do Arsenal, é traído pela bola no lance do gol, observado por Hoarau (AFP)

Contra o país de Obraniak, destaque do Lille na vitoriosa temporada dos Dogues e que vestiu a 10 dos anfitriões, o técnico francês voltou a revezar jogadores (Carrasso e N’Zogbia foram titulares pela primeira vez). Mesmo com vontade de mostrarem serviço, os atletas não conseguiram proporcionar um futebol de se admirar, e nem os poloneses. A se destacar que Marvin Martin jogou o tempo inteiro, o que pode ser encarado como aprovação ao seu desempenho, já potencializado nos 4 a 1 contra a Ucrânia na segunda-feira. Hoarau e Valbuena também correram bastante, devo dizer.

Terceiro jogo em sete dias, desde o empate contra Belarus pelo qualificatório da Euro 2012, esta foi a 10ª partida consecutiva sem derrota dos Bleus, o que não se via desde 2006, nada mal! A última fase invicta desta envergadura foi com o “falecido” técnico Raymond Domenech, que acumulou 13 jogos sem perder incluindo amistosos pré-Copa 2006, o Mundial da Alemanha (mesmo sendo vice, os franceses não perderam para a Itália no tempo regulamentar) e os primeiros jogos das Eliminatórias para a Eurocopa de 2008.

O próximo desafio gaulês está marcado para 10 de agosto, em amistoso contra o Chile, em Montpellier. Em setembro e outubro, quatro partidas pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2012, as últimas da fase de grupos do qualificatório (e esperamos que a França não precise de playoffs mata-mata), encerram o ano da seleção.

Leia mais:

> Em jogo fraco tecnicamente, França vence a Polônia fora de casa

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última