Publicidade

Posts com a Tag África do Sul

terça-feira, 22 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 12:58

França 1 x 2 África do Sul: para esquecer

Compartilhe: Twitter

O time titular entrou bastante modificado, assim como os Bafana. Clichy, Squillaci, Gourcuff, Cissé e Alou Diarra vieram como titulares, com este herdando a braçadeira de capitão de Evra, no banco. Henry seguia reserva, vendo Gignac e Djibril no ataque.

Mas uma das raras coisas que deram certo para os Bleus nesta Copa 2010 foi o hino, a sempre bela Marselhesa. Nos primeiros minutos, a França teve mais posse de bola e volume de jogo ofensivo, até a falha fatal de Lloris, errando o tempo de bola na saída em escanteio, que resultou em gol de cabeça de Khumalo, vencendo, pelo alto, o também alto Diaby.

Até aí, jogo perdido, mas reversível. Porém, Gourcuff, decepção total nesta Copa, fez o favor de subir com um sul-africano com o cotovelo na cara dele, que desabou no gramado. Expulso o camisa 8, a tarefa francesa começou a beirar o impossível.

Para piorar – sim, tinha como piorar! -, o azar francês apareceu em ataque da África do Sul, aproveitando-se do dia infeliz de Diaby, que ao rebater um cruzamento na área deu de presente para Masilela. O camisa 3 cruzou na pequena área, Mphela chegou mais firme que Clichy e, na força física, fez 2 a 0. Vendo o replay da jogada, constata-se como a zaga francesa se movimentou em função da bola e descuidou da marcação: erro primário! 

gourcuff domenech frança africa do sul

Gourcuff passa por Domenech: o meia só repetiu Kaká na expulsão besta

Antes do apito final, Gallas perdeu boa chance de descontar, não conseguindo desviar, cara a cara com o goleiro, perigoso cruzamento na área africana. Raymond Domenech colocou Malouda no lugar de Gignac para recompor o meio de campo, na volta do intervalo.

Chegando aos 10 minutos, Henry finalmente teve a chance de jogar, na vaga de Cissé. O problema é que a África do Sul seguia motivada, pois, com o Uruguai batendo o México, ela precisava de mais dois gols para seguir viva na Copa. No entanto, uma jogada enfim teve final feliz para os Bleus: Sagna e Diaby tabelaram no meio, o lateral avançou, meteu boa bola para Ribéry e, na área e de cara para Josephs, o camisa 7 cruzou para Malouda só empurrar para as redes, com o gol vazio. Ufa, não vamos sair do Mundial repetindo o vexame de 2002, com gols pró zero!

Aos 36, Domenech colocou o queridinho Govou no lugar de Diarra, tentando pôr o time mais pra frente. Henry e Ribéry demonstraram fôlego e vontade nos minutos finais, mas pouco perigo criaram. Acabou a Copa 2010 para a França, e é melhor ir para casa mesmo e recomeçar do zero quando Blanc chegar. Chega de “causar” na África, pois o título de maior decepção do Mundial ninguém deve tirar dos Bleus…

> Leia o relato completo de França 1 x 2 África do Sul

> Veja a galeria de imagens da partida em Bloemfontein

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 22:28

França x África do Sul: por um fio

Compartilhe: Twitter

1. Vencer por um gol de margem e torcer para o Uruguai ganhar por quatro ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por cinco ou mais gols de diferença o Uruguai;

2. Vencer por dois gols de margem e torcer para o Uruguai ganhar por três ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por quatro ou mais gols de diferença o Uruguai;

3. Vencer por três gols de margem e torcer para o Uruguai ganhar por dois ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por três ou mais gols de diferença o Uruguai.

4. Vencer por quatro ou mais gols de margem e torcer para o Uruguai ganhar por um ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por dois ou mais gols de diferença o Uruguai.

Não se trata de teste de múltipla escolha com pegadinha. São as alternativas do indigesto cardápio que os franceses têm pela frente, nesta terça-feira, se quiserem prolongar por mais tempo sua estadia na Copa 2010. A partida contra os anfritriões começa às 11h de Brasília, no mesmo horário de México x Uruguai.

Se pelo menos vencer e não deixar o Mundial sem marcar gols, já diminui o vexame que se tem visto nos últimos dias na delegação dos Bleus… Palpite? Empata com gols e dirá au revoir. E o seu?

> Leia a apresentação que produzi de África do Sul x França e acompanhe o tempo real do Placar iG.

Autor: Tags: , , , , ,

Copa do Mundo | 16:39

Boas lembranças dos Bafana. E de Parreira

Compartilhe: Twitter

França e África do Sul se encontraram apenas uma vez em campo em torneios oficiais (em dois amistosos, houve vitória francesa em 1997 e empate em 2000), e justamente numa Copa do Mundo. Foi em 1998, no início da caminhada francesa rumo ao título em casa. Naqueles 3 a 0 pró-Bleus, estavam em campo os então jovens Thierry Henry e Benny McCarthy, que provavelmente repetiriam o duelo em 2010, na condição de maiores artilheiros da história de suas seleções, se Parreira não tivesse cortado o sul-africano da lista dos 23 Bafanas.

Henry, inclusive, balançou as redes no estádio Vélodrome, em Marselha, após escanteio cobrado por Dugarry, encerrando a vitória construída anteriormente com gols do próprio Dugarry, aproveitando escanteio batido por Zidane, e de Issa, contra, desviando chute de Djorkaeff. A arbitragem foi do brasileiro Márcio Rezende de Freitas.

O engraçado agora é que um 3 a 0 nesta terça-feira seria fundamental para os Bleus de hoje na luta pela sobrevivência na Copa 2010. Assista a vídeo com os melhores momentos daquela partida:

Outro brasileiro estará em campo em Bloemfontein. Carlos Alberto Parreira dirige os Bafana Bafana, e tê-lo no banco de reservas adversário num Mundial também traz boas lembranças à França. Foram três vitórias francesas em três partidas contra seleções dirigidas pelo técnico : 4 a 1 sobre o Kuwait em 1982 (fase de grupos), 4 a 0 sobre a Arábia Saudita em 1998 (fase de grupos) e 1 a 0 sobre o Brasil em 2006 (quartas-de-finais). Portanto, Parreira tem razões de sobra para se benzer antes da bola rolar nesta Copa…

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 18 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 07:08

Uma questão de saldo

Compartilhe: Twitter

Choradas todas as pitangas da derrota francesa para o México, é preciso cair na real e ver de que forma o resultado final dos Bleus pelo grupo A da Copa 2010 se converterá em fracasso ou sucesso. Após duas rodadas, a classificação da chave é a seguinte:

1. Uruguai – 4 pontos, saldo de gols: + 3
2. México – 4 pontos, saldo de gols: + 2
3. França – 1 ponto, saldo de gols: – 2
4. África do Sul – 1 ponto, saldo de gols: – 3

Vejamos o que pode acontecer com os franceses no dia 22, terça-feira que vem, quando teremos França x África do Sul e México x Uruguai:

* Se a França perder ou empatar, está eliminada.

*Se a França vencer e México x Uruguai der empate, está fora também.

*Se a França vencer e o México também, o saldo de gols fará o desempate entre França e Uruguai pela segunda vaga (atualmente, os uruguaios estão quatro gols à frente).

*Se a França vencer e o Uruguai também, o saldo de gols fará o desempate entre França e México pela segunda vaga (atualmente, os mexicanos estão cinco gols à frente).

O mínimo que se espera, portanto, é que os Bleus sejam capazes de, finalmente, marcar gols com a Jabulani. Depois disso, é ficar na torcida, com reza braba…

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 11 de junho de 2010 Copa do Mundo | 13:37

Empate bom na abertura da Copa 2010!

Compartilhe: Twitter

África do Sul 1 x 1 México é vantajoso tanto para a França quanto para o Uruguai, que logo mais se enfrentam. Quem vencer, acaba a primeira rodada como líder isolado do grupo A. Quem perder, não fica tão assim no prejuízo, a apenas um ponto da vice-liderança da chave, com duas rodadas para o final da primeira fase – os dois primeiros se classificam para as oitavas-de-finais.

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009 Copa do Mundo, Seleção francesa | 18:39

África do Sul, México e Uruguai

Compartilhe: Twitter

Estes são os adversários da França no grupo A da Copa do Mundo de 2010, conhecidos hoje. Foi ótimo cair na chave dos sul-africanos, cabeças mais fracos, embora empolgados como anfitriões. Mas México e Uruguai devem dar muito trabalho, ainda mais porque a Celeste é o rival da estreia.

Passando para a segunda fase, o cruzamento é com o grupo B, de Argentina, Nigéria, Coreia do Sul e Grécia. Nada mole, mas tudo bem, afinal, trata-se de Copa do Mundo e é razoável que seja assim para quem quiser ser campeão.

Desculpe escrever tão pouco sobre um evento tão importante, mas justamente pela relevância do acontecido hoje na Cidade do Cabo nós tivemos um dia cheíssimo na redação e não consegui fazer mais. Com o passar do tempo, a gente destrincha mais o assunto, bien sûr. Amanhã à tarde, ponho os jogos da rodada do Francês.

Parreira e a bela Charlize Theron vão ter que aturar os Bleus (AFP)

Parreira e a bela Charlize Theron vão ter que aturar os Bleus (AFP)

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 Copa do Mundo, Eliminatórias da Copa, Seleção francesa | 13:28

Que venha então a África do Sul

Compartilhe: Twitter

Hoje, quarta-feira, excepcionalmente mudei de horário no trabalho e vim de manhã. E justamente eu, os franceses e demais francófilos recebemos com decepção a notícia de que a França não será cabeça de chave de um dos oito grupos da Copa do Mundo de 2010. Para a composição dos potes do sorteio de sexta, foi levado em consideração somente o ranking da Fifa de outubro para a composição dos cabeças, e não mais o desempenho nos últimos Mundiais, o que, convenhamos, é justo e reflete mesmo a relação atual de forças na atualidade (leia mais sobre os potes aqui).

Não acredito em retaliação aos franceses pela classificação “desonesta” para a Copa, naquele fatídico jogo da repescagem contra a Irlanda. É tão difícil assumir que a França está atrás da Holanda? Quem acompanhou os últimos jogos das duas seleções e abandonar suas paixões certamente dirá que não.

Sabemos agora que Les Bleus vão cair, após o sorteio, no grupo capitaneado por uma destas nobres seleções: África do Sul (país-sede, potência da… alegria), Brasil, Espanha, Inglaterra, Itália, Alemanha, Argentina ou Holanda. Os maiores medos dos franceses são brasileiros – mas os carrascos não são os europeus? – e os espanhóis – que aprenderam a não mais morrer na praia.

O ideal é que venham então os donos da festa, que, por mais empolgados que estarão diante de sua torcida, não vão superar as fragilidades demonstradas há meses, com Joel e Parreira. Qualquer outra opção será osso dificílimo de roer.  

Como não estarei na redação quando os jogos de PSG e Lille acabarem, no começo da noite de hoje, ficamos combinados assim: amanhã, quinta, falo destas partidas e de Toulouse x Partizan, pela Liga Europa, que acontece às 16h (de Brasília) de amanhã. E na sexta, depois de amanhã, comentamos o grupo dos franceses na Copa que se avizinha. D’accord?

Autor: Tags: , , , , , ,