Publicidade

domingo, 15 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 19:12

França cumpre missão inicial vencendo bem Honduras

Compartilhe: Twitter
O nome do jogo, Karim Benzema, participou dos três gols franceses, com dois para sua autoria, se igualando aos artilheiros do Mundial até aqui, Neymar e os holandeses Van Persie e Robben (AP)

O nome do jogo, Karim Benzema, participou dos três gols franceses, com dois para sua autoria, se igualando aos artilheiros do Mundial até aqui, Neymar e os holandeses Van Persie e Robben (AP)

Estreando na Copa 2014 contra um adversário inferior (teoricamente o mais fraco do Grupo E, atrás também de Suíça e Equador) e inédito, Les Bleus superaram bem a pressão de ter de ganhar, fazendo 3 a 0 hoje em Porto Alegre, no Beira-Rio.

Pela primeira vez em muito tempo num torneio Fifa, não houve a execução dos hinos nacionais pré-jogo, não sabemos se por problema técnico ou que interferisse no protocolo da organização. De qualquer forma, ficar sem ouvir e cantar a Marselhesa é lamentável :(

Dominando as ações desde o princípio, o time de Deschamps conseguiu abrir o placar ainda  no primeiro tempo, evitando o desgaste de jogar contra o relógio no segundo. Pogba foi derrubado por Palacios na área, Sandro Meira Ricci deu pênalti: Benzema deslocou o goleiro aos 45 minutos. No lance do penal, o hondurenho Palacios foi expulso, levando o segundo cartão amarelo (o primeiro fora num entrevero com Pogba).

-> Veja os principais momentos da partida na narração lance a lance do site L’Equipe

Tudo mais fácil para a segundo tempo, a ampliação da vantagem não demorou. Cabaye fez belo lançamento para Benzema na área aos 3 minutos, o centroavante do Real Madrid bateu chapado, cruzado, a bola foi na trave oposta de Valladares e correu rente a linha do gol. O goleiro se atrapalhou ao tentar defender e levou a Brazuca pra dentro antes de tirar rapidamente. A nova tecnologia finalmente foi testada e se mostrou crucial ajudando o árbitro brasileiro a tomar a decisão mais acertada: 2 a 0, gol contra de Valladares.

Deschamps aproveitou para poupar o advertido Pogba, colocando Sissoko. Minutos depois, o também amarelado Cabaye saiu para a entrada de Mavuba. Mesmo com a boa vantagem, a equipe europeia não diminuiu o ritmo e seguiu em cima dos centro-americanos. Valbuena bateu escanteio ensaiado para Debuchy chutar da intermediária, a defesa rebateu mal e ela sobrou fresca para Benzema, que enfiou o pé cruzado e alto, por cima de Valladares aos 27: 3 a 0.

-> Siga de perto a seleção francesa nas redes sociais: os jogadores no Instagram, Facebook e Twitter!

Os minutos finais permaneceram sob controle francês, agora administrando mais até o apito final. A última alteração de Didier foi Giroud no lugar de Valbuena, mantendo a ofensividade, o que foi outro ponto positivo. O prêmio a essa postura foi acabar a rodada na liderança da chave, pois minutos mais cedo a Suiça derrotou o Equador por 2 a 1, então os franceses somam 3 gols de saldo positivo, contra 1 dos suíços.

Acabaram os jejuns de vitórias em Copas (desde a semifinal de 2006) e de vitórias em estreias, que não acontecia desde 1998 (auspicioso, heim!). Confiança mais do que fortalecida para o segundo compromisso, na sexta-feira, o duelo de líderes contra a Suíça (16h, em Salvador). Se mantiverem essa pegada e essa aplicação, somos favoritos novamente!

Ficha técnica francesaLloris; Debuchy, Sakho, Varane e Evra; Matuidi, Cabaye (Mavuba), Pogba (Sissoko) e Valbuena (Giroud); Griezmann e Benzema. Técnico: Didier Deschamps

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Extracampo, Seleção francesa | 17:35

Les Bleus nas redes sociais

Compartilhe: Twitter

O técnico Didier Deschamps liberou o uso das redes sociais dos jogadores da França durante a Copa 2014, pedindo, naturalmente, bom senso nas postagens.

Os atletas já têm aproveitado a liberdade para compartilhar fotos e comentários, sobretudo no Instagram, desde o embarque para o Brasil. Então vamos às contas dos mais ativos, para podermos seguir de perto 😉

(Me ajudem a melhorar essa lista se perceberem que me esqueci de alguma conta oficial que esteja ativa!)

Instagram

Bacary Sagna

Eliaquim Mangala

Karim Benzema

Laurent Koscielny

Lucas Digne

Mamadou Sakho

Mathieu Valbuena

Morgan Schneiderlin

Patrice Evra

Paul Pogba

Rémy Cabella


Facebook

Antoine Griezmann

Bacary Sagna

Eliaquim Mangala

Karim Benzema

Laurent Koscielny

 

Jogadores no avião da França para o Brasil, foto replicada em instagrams do elenco

Jogadores no avião da França para o Brasil, foto replicada em instagrams do elenco

Mathieu Debuchy

Mathieu Valbuena

Mickael Landreau

Morgan Schneiderlin

Olivier Giroud

Patrice Evra

Paul Pogba

Raphael Varane

Rémy Cabella

Stéphane Ruffier

Yohan Cabaye


Twitter

Antoine Griezmann

Bacary Sagna

Eliaquim Mangala

Karim Benzema

Lucas Digne

Mathieu Debuchy

Mathieu Valbuena

Mamadou Sakho

Mickael Landreau

Morgan Schneiderlin

Moussa Sissoko

Olivier Giroud

Paul Pogba

Raphael Varane

Rio Mavuba

Yohan Cabaye

Eu mesmo compartilho mais notícias e comentários da França (e da Copa, e do mundo, e da vida…) no Twitter do que aqui, por questões de disponibilidade, agilidade e adequação. Meu perfil lá é @obrunopessa e a hashtag do blog é #leblogdufoot 😉

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 12 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 23:04

Retrospecto francês contra os adversários na 1a fase

Compartilhe: Twitter
Tabela com os gols marcados pelas maiores artilheiras em todos os Mundiais

Tabela com os gols marcados pelas maiores artilheiras em todos os Mundiais

A França está a quatro gols da marca do centésimo em sua trajetória nas Copas do Mundo (conforme tabela acima, antes de considerar os gols brasileiros na estreia de hoje). Participou de 13 das 19 edições até aqui. A campeã do mundo em 1998 repetiu o feito de chegar a uma final em 2006, mas decepcionou feio ao se despedir nas primeiras fases em 2002, quando vinha como defensora do título, e 2010, a primeira Copa da Era Le Blog du Foot.

É a primeira vez que enfrentará Honduras, seu adversário na estreia, no domingo. O país centro-americano ainda busca sua primeira vitória num Mundial (3 empates e 3 derrotas). Apesar do retrospecto mais vitorioso, os Bleus não ganham em uma Copa desde a derrota imposta a Portugal (1 a 0) na semifinal de 2006. Empatou a final com a Itália, no tempo regulamentar, e nos três jogos na África do Sul foram duas derrotas, um empate e apenas um mísero gol marcado.

Apesar de teoricamente mais frágil do que suíços e equatorianos, o time hondurenho foi visto de perto por um espião francês nos testes antes de vir ao Brasil.

Contra a Suíça, pelo contrário, já existe uma história de 36 duelos de 1905 a 2006, com 15 vitórias francesas, 12 suíças e 9 empates. O último foi na Copa da Alemanha, um zero a zero na fase de grupos – um placar com a cara do estilo de jogo que os suíços têm implantado nos últimos anos. Agora novamente pelo torneio mais importante do mundo, dia 20.

França e Equador se encontraram apenas uma vez antes do jogo que acontecerá dia 25. Foi um amistoso em Grenoble, em maio de 2008, com triunfo dos donos da casa por 2 a 0.

No twitter @obrunopessa, com a hashtag #leblogdufoot, tem mais informações e comentários meus sobre a França e a Copa

-> FALTAM 3 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014!! <-

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 10 de junho de 2014 Copa do Mundo | 19:22

Estrangeiros do futebol francês na Copa 2014

Compartilhe: Twitter
Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante cuja seleção não se classificou pra Copa...

Antes mesmo de Falcao ser oficialmente cortado, os colombianos já tinham bolado a substituição perfeita, com um atacante que também atua na França e cuja seleção não se classificou pra Copa…

Copa do Mundo não é torneio pra gente falar só de seleção francesa neste espaço, mas também de lembrar ao planeta bola os jogadores do Mundial que atuam no nosso querido futebol francês.

Lembrando que, dos 23 franceses convocados por Deschampsapenas 8 jogam atualmente no país. Quase o mesmo número de atletas que representam as seleções africanas de Camarões (7) e Costa do Marfim (6)!

Uma curiosidade: nos maiores campeões mundiais, Brasil e Itália, apenas o PSG cedeu destaques, três em cada. E o hoje bicampeão francês é o maior cessor de atletas para todas as 32 seleções, entre todos os clubes do país: 11, bem à frente do Monaco, o segundo nessa relação, com 4.

Bora lá (me baseei nesse link do bom site espanhol Futbol desde Francia, cruzando depois com os 23 confirmados da página da Fifa sobre a Copa):

Argélia: Carl Medjani (defensor do Valenciennes), Mehdi Mostefa (defensor do Ajaccio) e Aissa Mandi (defensor do Reims). Ryan Boudebouz (meia do Bastia) e Foued Kadir (meia do Stade Rennais) foram pré-selecionados, mas cortados.

ArgentinaSergio Romero (goleiro reserva do Monaco) e Ezequiel Lavezzi (atacante do Paris Saint Germain).

Bélgica: Divock Origi (lateral/ala do Lille).

Brasil: Thiago Silva (zagueiro capitão), David Luiz (zagueiro vindo agora do Chelsea) e Maxwell (lateral-esquerdo), todos do Paris Saint Germain.

Camarões: Nicolas Nkoulou (lateral do Olympique de Marseille), Henri Bedimo (lateral-esquerdo do Lyon); Jean Illes Makoun (volante do Rennes); Landry Nguemo (volante do Bordeaux); Edgar Salli (meia do Lens, recém-promovido da Ligue 2); Benjamin Moukandjo (meia-atacante do Nancy, da Ligue 2) e Vincent Aboubakar (atacante do Lorient). Guy Ndy Assembe, goleiro do Guingamp, e Jean-Armel Kana-Biyik, zagueiro do Rennes, ficaram fora.

Aboubakar foi um principais goleadores do último Campeonato Francês, empatado na vice-liderança do ranking geral com o também convocado Cavani, do Uruguai, ambos atrás do sueco Zlatan Ibrahimovic, lamentavelmente fora desta Copa.

Colômbia: David Ospina (goleiro do Nice); Ábel Aguilar (volante do Toulouse); James Rodríguez (meia do Monaco).

O goleador monegasco Radamel Falcao García foi pré-relacionado entre os 30, mas não se recuperou da cirurgia no joelho como torcíamos. Porém, o país conta com a habilidade de Rodríguez, maior assistente da última Ligue 1.

Costa do Marfim: Serge Aurier (lateral-direito do Toulouse); Benjamin Angoua (zagueiro do Valenciennes); Jean Daniel Akpa-Akpro (ala do Toulouse); Ismäel Diomande (meia do Saint Étienne); Salomon Kalou (meia do Lille) e Max-Alain Gradel (atacante do Saint Étienne). O lateral-direito Brice Dja Djedje, do Olympique de Marseille, e o volante Romaric (Bastia) não ficaram entre os 23.

Tem o único técnico francês de nascimento entre uma seleção estrangeira do Mundial: Sabri Lamouche, 42 anos, naturalizado tunisiano.

Croácia: Danijel Subasic (goleiro titular do Monaco).

Estados Unidos: Alejandro Bedoya (meia do Nantes).

Gana: Jonathan Mensah (zagueiro do Évian Thonon Gaillard); John Boye (zagueiro do Stade Rennais); Andre Ayew (atacante do Olympique de Marseille); Jordan Ayew (atacante do Sochaux) e Abdul Majeed Waris (atacante do Valenciennes) – que fez uma segunda metade de temporada muito boa na Ligue 1.

Andre é irmão mais velho de Jordan Ayew, ambos filhos do ex-atacante Abedi Pelé, que é o maior artilheiro da história da seleção mas, ironicamente, nunca disputou uma Copa do Mundo.

Itália: Salvatore Sirigu (goleiro titular); Thiago Motta (volante/meia); Marco Verratti (volante/meia), todos do Paris Saint Germain, e acima da média, principalmente os dois de linha.

México: Guillermo Ochoa (goleiro que disputou a última temporada pelo Ajaccio e está sem clube) – costuma pegar muito quando acossado;

Nigéria: Vincent Enyeama (goleiro titular do Lille). O meia Sunday Mba (CA Bastia, Ligue 2) foi pré-relacionado, mas acabou fora.

Enyeama fez uma excelente Ligue 1 2013/14 pelo LOSC, sendo um dos arqueiros menos vazados do campeonato francês.

Portugal: João Moutinho (volante/meia do Monaco).

Uruguai: Edinson Cavani (atacante do Paris Saint Germain) – craque!

-> Link para todos os convocados para a Copa 2014 do site do O Globo

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 9 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 08:38

Seleção se despede em grande estilo da França

Compartilhe: Twitter
Olivier Giroud, Moussa Sissoko, Hugo Lloris, Karim Benzema, Raphael Varane e Mamadou Sakho; Yohan Cabaye, Blaise Matuidi, Patrice Evra, Mathieu Valbuena e Mathieu Debuchy (AP)

Olivier Giroud, Moussa Sissoko, Hugo Lloris, Karim Benzema, Raphael Varane e Mamadou Sakho; Yohan Cabaye, Blaise Matuidi, Patrice Evra, Mathieu Valbuena e Mathieu Debuchy (AP)

O último jogo diante dos franceses antes do embarque para o Brasil não poderia ter tido melhor resultado. Ontem, em Lille, os Bleus ensacaram 8 a 0 na fraca Jamaica, em clima de festa e entrosamento entre jogadores e destes com o público.

Os titulares que Deschamps deve escalar na estreia do Mundial foram a campo, com exceção do poupado Pogba, que deu lugar a Sissoko (foto posada acima), e vários reservas puderam participar e se movimentar. Benzema, que herda a condição de principal nome do elenco com o corte de Ribéry, deitou e rolou. Griezmann, vindo do banco, entrou muito bem.

Ótimo pra dar confiança e otimismo pra equipe, torcida e opinião pública. Mas que saibam separar bem o cenário de ontem do que a campeã mundial em 1998 vai enfrentar a partir do dia 15, domingo que vem, na Copa 2014. Honduras não enche os olhos de ninguém, porém a atmosfera, a importância e a obrigação serão bem diferentes.

Enfin, le Brésil!
A previsão de desembarque francês hoje em Cumbica (Guarulhos) é 17 horas de Brasília, e depois a delegação segue viagem para Ribeirão Preto, base da comitiva durante a Copa.

Valbuena (de azul), Benzema (à direita) e Lloris (atrás), no aeroporto de Lille para pegar o voo rumo ao país da Copa!Valbuena (de azul), Benzema (centro) e Lloris (atrás) no aeroporto de Lille para pegar o voo rumo ao país da Copa!

-> FALTAM 6 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! <-

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 6 de junho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 19:31

Complicou! Ribéry e Grenier fora da Copa!!

Compartilhe: Twitter
Ironicamente, Ribéry posou ao lado de Deschamps e os colegas na foto oficial da seleção minutos antes do anúncio do seu corte (Photo: Fifa)

Ironicamente, Ribéry posou ao lado de Deschamps e os colegas na foto oficial da seleção minutos antes do anúncio do seu corte (Photo: Fifa)

Sexta-feira sombria na seleção francesa na concentração em Clairefontaine, com dois cortes, sendo um deles o principal jogador do grupo que vem pra Copa 2014. Franck Ribéry, meia-atacante do Bayern de Munique, não resistiu à lombalgia (forte dor nas costas) com a intensificação dos treinos físicos no decorrer da semana. Domingo passado, quando a França empatou com o Paraguai, sua possível baixa era apenas um boato que, admito, não me preocupava muito… :(

Já o problema do meia Clement Grenier, do Lyon, foi lesão na virilha. Como ele seria reserva de Didier Deschamps, sua ausência não dói tanto quanto a de Ribérra, melhor jogador europeu de 2012/13 e terceiro melhor do mundo ano passado segundo a eleição da Fifa. Mas a prudência de DD, analisada pela ótica da aposta equivocada que foi a de Roger Lemerre com o baqueado Zidane em 2002, como bem lembrou o site Trivela, sinaliza um bom senso totalmente compreensível – e segundo essa lógica, não seria agora que ele chamaria o indisciplinado Nasri, mesmo tendo perdido um valor do estirpe do Scarface.

-> Se houvesse Copas em 1942 e 1946, a estrela francesa provavelmente seria Larbi Benbarek

Aliás, se todos concordamos que FR e Zlatan Ibrahimovic estão entre os 5 melhores futebolistas do mundo hoje (ou não?), então não podemos dizer que essa Copa do Mundo brasileira reunirá todos os tops do planeta, com todas as letras, né mesmo? E ainda temos Radamel Falcao Garcia, que quando se lesionou gravemente, no início do ano, figuramente entre os cinco maiores centroavantes em atividade.

Os meias Morgan Schneiderlin, do inglês Southampton (que, confesso, nunca ouvira falar antes da pré-convocação), e Rémy Cabella, do Montpellier (que mereceu porque vem indo muito bem nos últimos Campeonatos Franceses), são os suplentes que se uniram ao elenco gaulês de última hora. Sorte pra eles!

Vida que segue, os Bleus jogam o último teste antes de viajarem pra cá neste domingo, contra a Jamaica (ESPN Brasil anuncia ao vivo às 15h55. Talvez role também no SporTV2). O embarque de Paris para Ribeirão Preto será na segunda, e que todos os atletas tomem muito cuidado daqui em diante, para todos estarem no melhor de suas formas no dia 15.

** FALTAM 9 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! **

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 2 de junho de 2014 Seleção francesa | 19:29

Paraguai encerra fase vitoriosa da França em amistoso

Compartilhe: Twitter

Depois de uma pequena série imbatível de gols nos últimos três jogos – dois amistosos (Noruega e Holanda) e um oficial (Ucrânia, decisão das Eliminatórias) -, Les Bleus não conseguiram superar os paraguaios, que não jogam a Copa 2014, ontem em Nice (no retorno à cidade que será uma das sedes da Euro 2016).

O segundo teste dos convocados pro Mundial acabou 1 a 1, com gols de Griezmann aos 82 e Cáceres no finalzinho, aos 89 minutos. Mesmo assim, a equipe de Deschamps não perde desde a ida do playoff contra os ucranianos, em novembro.

-> Confira os melhores momentos da partida segundo o site do L’Equipe

Valbuena e Giroud voltaram a ser os destaques do elenco. Ribéry foi novamente poupado, até especulado que não viria pro Brasil por sua lesão, mas acabou confirmado, E HÁ DE SE RECUPERAR A TEMPO!

O último jogo preparatório para a Copa será domingo, dia 8, contra a Jamaica.

** FALTAM 13 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! **

Autor: Tags: , ,

Seleção francesa | 13:35

Brasil goleia França e fatura seu 8º Torneio de Toulon

Compartilhe: Twitter

A seleção francesa saiu na frente, porém a brasileira virou e goleou na decisão da decana copa sub 21: 5 a 2, depois de três penalidades máximas convertidas.

Bahebeck marcou os tentos dos donos da casa em Avignon, mas Ademílson (duas vezes), Alisson, Marquinhos e Thalles definiram o bicampeonato consecutivo brasileiro, repetindo a conquista do ano passado

-> Assista aos melhores momentos da partida de ontem nesta compilação do site da ESPN brasileira

Embora sejam os maiores campeões, Les Espoirs bleus não vencem desde 2007. OK, que os jovens aprendam também com as derrotas, que fazem parte do jogo e contribuem para o amadurecimento dos jogadores.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 30 de maio de 2014 Seleção francesa | 18:56

França e Brasil decidem 43º Torneio de Toulon

Compartilhe: Twitter
O franzino meia Adrien Rabiot, do PSG, é um dos destaques bleus em Toulon (foto: site ESPN)

O franzino meia Adrien Rabiot, do PSG, é um dos destaques bleus em Toulon (foto: site ESPN)

Neste domingo, dia 1º de junho, as duas seleções mais vencedoras da história da tradicional copa sub 21 fazem a final, com transmissão ao vivo da ESPN Brasil, às 13h30 de Brasília.

Les Bleuets ou Les Espoirs, como são chamados os jogadores da base da seleção francesa, buscam o 12º título para o país, enquanto que os brasileiros podem levantar o 8º caneco da canarinho.

-> Acesse o site oficial da competição francesa

Destaques do time anfitrião: o meia Rabiot e o atacante Bahebeck, do Paris Saint-Germain, o atacante Nangis, do Caen, o meia-atacante Sacko, do Bordeaux, e o zagueiro Sarr, do Lyon. Bahebeck e Sarr foram campeões mundiais sub 20 ano passado, lembrando que a França já tinha sido semifinalista do Mundial sub 20 anterior, em 2011. Ou seja, o trabalho na base está sendo bem feito :)

O escrete sul-americano, dirigido pelo conhecido Alexandre Gallo, ex-volante de Santos, Portuguesa e São Paulo, tem nomes também conhecidos dos acompanhadores do futebol brasuca (Ademilson e Rodrigo Caio, do SPFC, Luan, do Cruzeiro, Lucas Piazon, ex-São Paulo) e inclusive do francês, como o zagueiro Marquinhos, do PSG. Na comissão técnica figura Cláudio Caçapa, ex-beque do Lyon, que também é técnico da seleção sub 15.

-> Veja o histórico e estatísticas do Torneio de Toulon

Campanhas – A França estreou com 3 a 0 no Chile, depois ficou no 1 a 1 com a China, bateu o México por 2 a 1 e Portugal pelo mesmo placar. Atual campeão, o Brasil fez campanha melhor: 2 a 0 na Coreia do Sul, 2 a 1 na Colômbia, 2 a 1 na Inglaterra e 7 a 0 no Catar.

-> Conheça revelações que atuam na primeira e segunda divisão francesa

** FALTAM 16 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! **

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 27 de maio de 2014 Seleção francesa | 19:28

Giroud, Valbuena e Griezmann aproveitam bem amistoso contra Noruega

Compartilhe: Twitter

Incorpado em 28/05

Em seu segundo jogo pela seleção, Ruffier mostrou a segurança que estamos acostumados a ver no Saint-Etienne (Reuters)

Em seu segundo jogo pela seleção, Ruffier mostrou a segurança que estamos acostumados a ver no Saint-Etienne (Reuters)

Fazia tempo que a França não metia quatro no Stade de France (outubro de 2005, contra o pobre Chipre), por isso a alegria do placar de hoje contra os nórdicos, no primeiro teste dos convocados pra Copa 2014.

Com o goleiro Lloris poupado, Ruffier foi o titular sob as balizas e o zagueiro Sakho o terceiro capitão da era Deschamps (Lloris e Matuidi o antecederam). Didier escalou Ruffier; Debuchy, Sakho, Koscielny, Evra; Cabaye, Pogba, Matuidi, Valbuena; Griezmann e Giroud.

-> Impulsionadora de talentos: conheça a Casa do Futebol que a Federação Francesa mantém em Clairefontaine, concentração número 1 da seleção

Logo aos 15 minutos, Pogba abriu o placar, o primeiro gol de cabeça da seleção desde março de 2013 (Giroud contra a Geórgia), após cruzamento de um impedido Valbuena. No segundo tempo, Sissoko e Digne vieram pros lugares de Pogba e Evra, e a goleada surgiu.

Mathieu Valbuena foi decisivo de novo, assistindo o arremate de Giroud aos 6 minutos. Rémy substituiu o participativo Griezmann aos 20, e dois minutos depois deixou o seu, após receber muito bom passe de Debuchy. Os 4 a 0 já vieram com 24 minutos, novamente num centro de Valb para a testada de Olivier Giroud, uma sombra real para o descansado Benzema.

O meia baixinho do Olympique de Marseille repetiu as três assistências que o poupado Ribéry conseguiu na última goleada francesa, os 6 a 0 na Austrália. Grenier, Mavuba e o estreante Cabella também participaram, nos lugares de Valbuena, Matuidi e Cabaye.

-> Confira os melhores lances do amistoso segundo o site do L’Equipe

A última vitória francesa sobre os noruegueses fora lááá em 1988, gol de Jean-Pierre Papin. O derradeiro embate, antes do de hoje em Saint-Denis, acontecera na estreia da Era Blanc: derrota por 2 a 1 em agosto de 2010.

A Noruega, que derrotou o Brasil na nossa Copa do Mundo de 1998, não consegue ir a um Mundial desde então.

Nostalgia
Apareceu na minha timeline tuítica hoje um vídeo com gol de Zidane sobre a Noruega, naquele mágico ano de 1998. Assista clicando aqui e, mais do que a conclusão pras redes, repare no domínio do mestre ao receber o lançamento de Djorkaeff. SEN-SA-CIO-NAL!

-> FALTAM 19 DIAS PARA A ESTREIA FRANCESA NA COPA 2014! <-

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 16
  4. 17
  5. 18
  6. 19
  7. 20
  8. 30
  9. 40
  10. 50
  11. Última