Publicidade

Arquivo da Categoria Seleção francesa

quinta-feira, 24 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 01:22

Maradona = Henry = Luís Fabiano

Compartilhe: Twitter

Uma das coisas que mais se ouviu da imprensa depois da eliminação da França na Copa 2010, além de se dizer que foi justa pela decepcionante campanha que fez na África do Sul (adjetivos com os quais concordo), foi que se tratava de um punição merecida para quem “não merecia estar no Mundial” por causa da classificação “roubada” contra Irlanda por causa do gol irregular via mão de Henry.

Alto lá! Não se chega a uma Copa do Mundo só por causa de um lance ilegal. Primeiro, os Bleus ficaram em segundo lugar em sua chave nas eliminatórias europeias pelo futebol dentro de campo. Alcançaram a repescagem, assim como a Irlanda, por merecimento.

Segundo, é preciso lembrar que, quando Gallas marcou aquele gol que não deveria ter sido validado, o jogo estava 1 a 0 para a Irlanda, na prorrogação. Como a partida de ida, em Dublin, foi 1 a 0 para a França, a decisão se encaminhava para as penalidades máximas. Ou seja, nada estava decidido se o juiz da ocasião, o sueco Martin Hansson, não tivesse falhado feio. A Irlanda não estava se classificando, nem a França – ou alguém é favorito na disputa por pênaltis? A vitória tanto poderia ser verde quanto azul. Então, que ninguém se assegure que os franceses não mereceram estar na Copa da Jabulani, pois se trata de uma meia verdade.

Meia verdade é argumentar também que Hansson roubou a Irlanda. Foi um erro de arbitragem até que se prove o contrário. Ou foi demonstrado que o sueco estava mal intencionado? O que se sabe é que foi um erro crasso, como outros tantos que todos nós lembramos da nossa memória futebolística.

E outra: se vale o julgamento que os franceses foram sujos e antiéticos porque se valeram de uma “trapaça” na regra legalizada pela arbitragem, então Maradona (e os argentinos) e Luís Fabiano (e os brasileiros) também foram sujos e antiéticos, os primeiros em 1986 (“La Mano de Diós”) e os segundos no último domingo (“A Mão Santa”, contra a Costa do Marfim.

Nenhum francês chegou ao juiz depois do gol de Gallas para dizer: “anule, foi ilegal”, como sugeriu a revolta do resto mundo na época. Só que nenhum argentino fez isso na última Copa do México. E todos vimos que o Fabuloso negou para o árbitro que tenha usado o braço no segundo gol dele contra os marfinenses, mentindo sem se sentir mal por isso – muitos até riram disso, bem longe de lembrar que o brasileiro poderia ter confessado a infração.

Aos brasileiros que pensaram: “que sacanagem aquela do Henry, deveriam ter dito a verdade ao juiz”, vejam: enquete aqui do iG perguntou, depois de Brasil 3 x 1 Costa do Marfim, se Luís Fabiano deveria ter confessado ou não ao árbitro francês a irregularidade do seu gol. O que apontaram 69% dos internautas votantes? “Não”. 31% escolheram “Sim”. Na imprensa brasileira, vi quem dissesse: “Ah, não se comparam as situações de Henry e Fabiano, as circunstâncias são bem diferentes…”. Como se a ética tivesse um valor na fase de classificação e outro no mata-mata!

Se o brasileiro acha normal enganar o juiz para sair com vantagem marcando um gol ilegal, e azar do árbitro se ele não viu, que não condene o argentino, o francês e qualquer outro estrangeiro que pense ou aja igual. Um peso, uma medida!

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 22 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 23:37

Não acabou na África

Compartilhe: Twitter

Patrice Evra disse que vai expor, nos próximos dias, revelações que ajudarão a explicar o desastre da França na Copa 2010. Leia o que escrevi a respeito no iG, e fique à vontade para comentar abaixo. O que vem mais por aí?

Autor: Tags: , ,

Copa do Mundo, Seleção francesa | 12:58

França 1 x 2 África do Sul: para esquecer

Compartilhe: Twitter

O time titular entrou bastante modificado, assim como os Bafana. Clichy, Squillaci, Gourcuff, Cissé e Alou Diarra vieram como titulares, com este herdando a braçadeira de capitão de Evra, no banco. Henry seguia reserva, vendo Gignac e Djibril no ataque.

Mas uma das raras coisas que deram certo para os Bleus nesta Copa 2010 foi o hino, a sempre bela Marselhesa. Nos primeiros minutos, a França teve mais posse de bola e volume de jogo ofensivo, até a falha fatal de Lloris, errando o tempo de bola na saída em escanteio, que resultou em gol de cabeça de Khumalo, vencendo, pelo alto, o também alto Diaby.

Até aí, jogo perdido, mas reversível. Porém, Gourcuff, decepção total nesta Copa, fez o favor de subir com um sul-africano com o cotovelo na cara dele, que desabou no gramado. Expulso o camisa 8, a tarefa francesa começou a beirar o impossível.

Para piorar – sim, tinha como piorar! -, o azar francês apareceu em ataque da África do Sul, aproveitando-se do dia infeliz de Diaby, que ao rebater um cruzamento na área deu de presente para Masilela. O camisa 3 cruzou na pequena área, Mphela chegou mais firme que Clichy e, na força física, fez 2 a 0. Vendo o replay da jogada, constata-se como a zaga francesa se movimentou em função da bola e descuidou da marcação: erro primário! 

gourcuff domenech frança africa do sul

Gourcuff passa por Domenech: o meia só repetiu Kaká na expulsão besta

Antes do apito final, Gallas perdeu boa chance de descontar, não conseguindo desviar, cara a cara com o goleiro, perigoso cruzamento na área africana. Raymond Domenech colocou Malouda no lugar de Gignac para recompor o meio de campo, na volta do intervalo.

Chegando aos 10 minutos, Henry finalmente teve a chance de jogar, na vaga de Cissé. O problema é que a África do Sul seguia motivada, pois, com o Uruguai batendo o México, ela precisava de mais dois gols para seguir viva na Copa. No entanto, uma jogada enfim teve final feliz para os Bleus: Sagna e Diaby tabelaram no meio, o lateral avançou, meteu boa bola para Ribéry e, na área e de cara para Josephs, o camisa 7 cruzou para Malouda só empurrar para as redes, com o gol vazio. Ufa, não vamos sair do Mundial repetindo o vexame de 2002, com gols pró zero!

Aos 36, Domenech colocou o queridinho Govou no lugar de Diarra, tentando pôr o time mais pra frente. Henry e Ribéry demonstraram fôlego e vontade nos minutos finais, mas pouco perigo criaram. Acabou a Copa 2010 para a França, e é melhor ir para casa mesmo e recomeçar do zero quando Blanc chegar. Chega de “causar” na África, pois o título de maior decepção do Mundial ninguém deve tirar dos Bleus…

> Leia o relato completo de França 1 x 2 África do Sul

> Veja a galeria de imagens da partida em Bloemfontein

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 21 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 22:28

França x África do Sul: por um fio

Compartilhe: Twitter

1. Vencer por um gol de margem e torcer para o Uruguai ganhar por quatro ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por cinco ou mais gols de diferença o Uruguai;

2. Vencer por dois gols de margem e torcer para o Uruguai ganhar por três ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por quatro ou mais gols de diferença o Uruguai;

3. Vencer por três gols de margem e torcer para o Uruguai ganhar por dois ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por três ou mais gols de diferença o Uruguai.

4. Vencer por quatro ou mais gols de margem e torcer para o Uruguai ganhar por um ou mais gols de diferença do México, ou o México derrotar por dois ou mais gols de diferença o Uruguai.

Não se trata de teste de múltipla escolha com pegadinha. São as alternativas do indigesto cardápio que os franceses têm pela frente, nesta terça-feira, se quiserem prolongar por mais tempo sua estadia na Copa 2010. A partida contra os anfritriões começa às 11h de Brasília, no mesmo horário de México x Uruguai.

Se pelo menos vencer e não deixar o Mundial sem marcar gols, já diminui o vexame que se tem visto nos últimos dias na delegação dos Bleus… Palpite? Empata com gols e dirá au revoir. E o seu?

> Leia a apresentação que produzi de África do Sul x França e acompanhe o tempo real do Placar iG.

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 20 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 17:22

Tem fim essa crise? Cadê o respeito??

Compartilhe: Twitter

Fica difícil mensurar o tamanho da bagunça dentro da delegação francesa na Copa 2010, o que realmente foi dito, o que é exagero da imprensa… Mas o fato é que não existe mais disciplina, cada um faz o que acha que é certo.

E o que soa triste é que fica em segundo plano o país que esses homens representam, os torcedores, a tradição de vitórias recentes que a França construiu. Vejam o protesto de dois torcedores presentes no jogo Brasil x Costa do Marfim, justo no meu entender:

torcedores da frança pedem respeito

"E o respeito aos torcedores?" (foto: Vicente Seda, enviado iG)

> Para ler as últimas notícias da França na Copa 2010 (porque eu não dou conta de falar de tudo por aqui em tempo hábil…), CLIQUE AQUI.

Autor: Tags: , , ,

sábado, 19 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 15:45

Anelka fora de vez (antes da França)

Compartilhe: Twitter

Quem já foi atrás de notícias da Copa 2010 neste sábado constatou o corte de Anelka, por insubordinação a Domenech, em decisão da Federação Francesa de Futebol. Ou seja, foi tornado público o péssimo clima interno nos Bleus, muito perto de voltarem para casa, dias após o atacante do Chelsea, que já foi para a Inglaterra uma hora dessas.

Se serve de consolo, Anelka não deve fazer nenhuma falta contra a África do Sul. Pelo que fez na derrota para o México, Domenech deve colocar Gignac em seu lugar. Ou, se por um milagre de consciência se lembrar que convocou Thierry Henry para a Copa, pode até escalar o atacante do Barcelona…

A propósito do assunto do dia na França, leiam o post do ótimo Flavio Gomes sobre o tema. Mas por favor, comentem aqui, porque ele tem espaço nas homes do iG e de Copa, enquanto eu fico “escondido” em Esportes, precisando muito mais de vocês (risos)

charge anelka domenech

Em charge do iG Esporte, Anelka e Domenech (Milton Trajano)

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 18 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 07:08

Uma questão de saldo

Compartilhe: Twitter

Choradas todas as pitangas da derrota francesa para o México, é preciso cair na real e ver de que forma o resultado final dos Bleus pelo grupo A da Copa 2010 se converterá em fracasso ou sucesso. Após duas rodadas, a classificação da chave é a seguinte:

1. Uruguai – 4 pontos, saldo de gols: + 3
2. México – 4 pontos, saldo de gols: + 2
3. França – 1 ponto, saldo de gols: – 2
4. África do Sul – 1 ponto, saldo de gols: – 3

Vejamos o que pode acontecer com os franceses no dia 22, terça-feira que vem, quando teremos França x África do Sul e México x Uruguai:

* Se a França perder ou empatar, está eliminada.

*Se a França vencer e México x Uruguai der empate, está fora também.

*Se a França vencer e o México também, o saldo de gols fará o desempate entre França e Uruguai pela segunda vaga (atualmente, os uruguaios estão quatro gols à frente).

*Se a França vencer e o Uruguai também, o saldo de gols fará o desempate entre França e México pela segunda vaga (atualmente, os mexicanos estão cinco gols à frente).

O mínimo que se espera, portanto, é que os Bleus sejam capazes de, finalmente, marcar gols com a Jabulani. Depois disso, é ficar na torcida, com reza braba…

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 17 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 17:30

França 0 x 2 México: azedou!

Compartilhe: Twitter

frança méxico copa 2010

Malouda no lugar de Gourcuff foi a única substituição nos titulares. O jogo começou corrido, agradável de se ver, com as duas seleções chegando à frente.

No primeiro tempo, Gallas e Sagna tiveram muita dificuldade para segurar o lado esquerdo mexicano e Lloris trabalhou bastante.

Antes do apito final, Toulalan fez o que lhe é típico: parou o contra-ataque rival com anti-jogo e foi advertido com o amarelo – como também tinha levado contra o Uruguai, é desfalque contra a África do Sul.

A França voltou para o intervalo com Gignac no lugar de Anelka – nada de Henry, de gorro e cobertor no banco de reservas, mas pelo menos Domenech pôs sangue novo no jogo. Mas nada de pontaria também, de ambos os lados aliás.

No lance do primeiro gol mexicano, não há o que reclamar da arbitragem, pois Abidal estava na mesma linha de Hernandez, o autor do tento. Valbuena veio para o lugar de Govou, provando que Henry não é tão levado a sério assim pelo teimoso técnico francês. Estaria ele tão fora de forma a ponto de não ser a primeira opção em caso de extrema necessidade? Duvido!

Não era mesmo o dia do Abidal, que foi imprudente e deu um carrinho em Barreira dentro da área, que valorizou e conseguiu o pênalti. Acabou 2 a 0, merecido para o México, que pela primeira vez na história derrota os Bleus!

Agora, é preciso golear a África do Sul, também “desesperada” – para quem não teve a capacidade de balançar as redes em duas partidas, não dá para acreditar que será fácil – , e torcer para Uruguai x México não acabar em empate ou, se a França não golear, vitória magra de um dos dois lados. Espero pelo menos que os franceses não repitam o vexame de 2002, quando deixaram a Copa sem marcar um único golzinho sequer.

O engraçado é como a França desperta a rejeição dos brasileiros, muito provavelmente pelo que vimos em 1986, 1998 e 2006: o contador de torcedores do Placar iG para o jogo registrou 110 a favor dos mexicanos, contra 27 pró-Bleus (mais de quatro vezes mais!)

>> Leia o relato completo de França 0 x 2 México

>> Veja galeria de fotos da partida em Polokwane

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 16 de junho de 2010 Copa do Mundo, Seleção francesa | 21:34

França x México: tenso!

Compartilhe: Twitter

Na estreia na Copa 2010, era admissível empatar com o Uruguai. Agora, se não vencer o México, a seleção francesa vai ter que partir pro tudo ou nada contra a África do Sul, torcer no outro jogo da chave, fazer contas, rezar…

Enfim, como os mexicanos também precisam ganhar nesta quinta, essa partida das 15h30 (de Brasília) desta quinta-feira vai ser tensa! Mas aposto em vitória francesa. Para você, o que vai dar?

>> Leia a apresentação que produzi para México x França

>> Acompanhe o jogo, comente e torça em tempo real no Placar iG

Autor: Tags: , , ,

Copa do Mundo, Seleção francesa | 18:25

Por enquanto, um freguês indiscutível

Compartilhe: Twitter

França e México já se enfrentaram seis vezes em toda a existência, sendo três em Copas do Mundo (1930, 1954 e 1966). Sabe quantas os franceses venceram? Cinco! E a outra, empataram!

Ou seja, um tabu considerável estará em jogo nesta quinta-feira, em Polokwane, pela Copa 2010: uma invencibilidade em 70 anos de história.

Para relembrar um desses confrontos do passado (e mandar boas energias aos Bleus, que estão precisando!), escolhi o bonito gol de Florent Malouda no último tira-teira entre os adversários de grupo A, em 2006. A qualidade do vídeo não está das melhores, mas como o gol é reprisado de perto, até que dá pra ver bem (Domenech, se a coisa estiver feia, coloca o Malouda!)

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 18
  4. 19
  5. 20
  6. 21
  7. 22
  8. Última