Publicidade

quarta-feira, 2 de julho de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 18:53

Retrospecto contra Alemanha é favorável aos Bleus

Compartilhe: Twitter

Se contarmos todas as vezes em que as seleções alemãs e francesas se enfrentaram, chegaremos a 25 duelos com 11 vitórias dos Bleus, 8 germânicas e 6 empates. :) A Nationalelf, no entanto, marcou um gol a mais: 42 a 41… :(

O último confronto foi em 6 de fevereiro do ano passado, relatado neste blog por este link: vitória visitante em amistoso no Stade de France, 2 a 1. Aliás, veja pela escalação anfitriã que o time de Deschamps era bem parecido com o que deve alinhar nesta sexta, às 13 horas de Brasília, pelas quartas de finais da Copa 2014.

Antes, eles se encontraram em 29 de fevereiro de 2012, com placar e mando inversos: 2 a 1 para a França na Alemanha! Mais do que o desempenho do time do então técnico Blanc, chamou a atenção da geral naquele jogo o beijão que Giroud tascou em Débuchy na comemoração de um dos gols… #argh!

-> Leia as últimas notícias da França na Copa na página do iG Esporte

Entretanto, por Copas do Mundo a vantagem é alemã em três encontros de alto nível. Em 1958, a decisão do terceiro lugar do Mundial na Suécia foi favorável aos franceses numa chuva de gols: 6 a 3, com quatro de Just Fontaine, maior artilheiro em uma única edição do torneio com 13 tentos! Mas em 1982 e 1986, época de Platini dando as cartas nos Bleus, foram duas semifinais com final feliz alemão. Na Copa da Espanha, um jogaço memorável acabou 5 a 4 nos pênaltis depois de 3 a 3 no tempo regulamentar + prorrogação! No México, foi 2 a 0. Curiosamente, em ambas as Copas os alemães acabaram voltando para casa como vice-campeões.

Pogba foi eleito o melhor em campo contra a Nigéria e é uma das armas de Deschamps nesta Copa

Pogba foi eleito o melhor em campo contra a Nigéria e é uma das armas de Deschamps nesta Copa

Desta vez, vamos torcer para que a dupla de zaga titular, Sakho e Varane, esteja recuperada e possa jogar depois de amanhã. Koscielny não passa a mesma confiança, e Mangala ainda não sentiu o que é jogar numa Copa. E que a repercussão da entrada dura de Matuidi sobre Onazi, que contundiu seriamente o nigeriano, não interfira nos nervos franceses nem no julgamento do árbitro argentino Nestor Pitana, escalado hoje.

A Argélia ficou perto de evitar esse duelo de campeões mundiais no Rio de Janeiro pelas 4as de finais, pelo que apresentou diante dos alemães. Se a Alemanha desperta mais temor, um confronto contra a seleção africana teria um tempero especial extracampo, pois os argelinos formam a maior comunidade estrangeira na França e têm influências nos Bleus de ontem e hoje (os pais de Zidane e Benzema são de lá, por exemplo) -> sobre isso, veja essa videorreportagem de João Castelo Branco, correspondente da ESPN, em Paris na última segunda-feira.

No twitter @obrunopessa, com a hashtag #leblogdufoot, tem mais informações e comentários meus sobre a França e a Copa ;)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

1 comentário | Comentar

  1. 21 José Luis Aquino 02/07/2014 21:06

    Pelo que vem acontecendo nessa copa e de muito legal(bom sendo no nosso país),penso que só o momento dirá,verdade que as estatísticas fazem parte, mas é uma copa diferente.GALERA FRANCÓFILA do Blog,confesso que não quero esse confronto:Brasil x França, um dos lados tem que “dançar”,sei lá, ces´t lourd, é pesado!

    • Bruno Pessa 03/07/2014 12:56

      Pois é, José Luis, é pesado mas para ambas as seleções irem além das quartas, terão de se encontrar e “se matar” necessariamente…rs. Eu já prefiro que se encontrem!

      • Rita 03/07/2014 16:37

        Tb estou torcendo para que se encontrem…

        Allez les bleus!

        • Bruno Pessa 03/07/2014 19:08

          Allez e valeu pelo comentário, Rita!

      • José Luis Aquino 03/07/2014 16:19

        boa rodada para todos!um abraço

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.