Publicidade

segunda-feira, 26 de maio de 2014 Copa do Mundo, Seleção francesa | 14:06

Sobre eleitos e preteridos pra Copa 2014

Compartilhe: Twitter

Atualizado depois dos cortes de Mandanda, Ribéry e Grenier

A bacana montagem colocada pelo amigo Filipe Papini de capa do grupo Ligue 1 Brasil no Facebook (No alto: Lloris,Ruffier, Landreau, Debuchy, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Varane, Digne, Mavuba e Pogba; abaixo, Cabaye, Mangala,Matuidi, Sissoko, Schneiderlin, Valbuena, Cabella, Giroud, Rémy, Benzema, Griezmann e Deschamps)

A bacana montagem colocada pelo amigo Filipe Papini de capa do grupo Ligue 1 Brasil no Facebook (No alto: Lloris,
Ruffier, Landreau, Debuchy, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Varane, Digne, Mavuba e Pogba; abaixo, Cabaye, Mangala,
Matuidi, Sissoko, Schneiderlin, Valbuena, Cabella, Giroud, Rémy, Benzema, Griezmann e Deschamps)

Enquanto a seleção já trabalha em Clairefontaine visando a Copa (amanhã faz o primeiro amistoso preparatório, contra a Noruega), vamos falar de convocados e ausentes. A lista do treinador Deschamps manteve a coerência, pilar que normalmente os técnicos consideram muito nessas situações, para ter mais controle do grupo e “fechá-lo” em torno do objetivo comum, como se diz no meio boleirístico.

O anúncio dos chamados confirmou esperadas ausências, como a do meia Nasri, do Manchester City, talentoso porém indisciplinado (e pouco útil para os Bleus, como lembrou o amigo Eduardo Madeira Jr). E tudo que Didier Deschamps quer é evitar a indisciplina que tanto fez mal ao grupo francês em 2010.

-> Caras pra gente ficar de olho: Franck Ribéry e Blaise Matuidi

Poderia ter levado os atacantes Lacazette, do Lyon, e Gignac, do Marseille, no lugar de nomes como Rémy e Griezmann, mas quem escolhe é ele. O lateral-direito Clichy, o volante Capoue e o meia Gourcuff provavelmente alimentavam alguma esperança de serem lembrados, mas nada. Até achei que o lateral-esquerdo e ultimamente zagueiro Abidal, atualmente no Monaco, poderia figurar, porém “foi aposentado” da seleção, com homenagem justa, “diga-se de passagem” (NETO, Craque).

Na contabilidade dos clubes que mais cederam atletas pra DD, a prova de que a maior parte dos destaques franceses estão fora da França: 16 nomes “estrangeiros”, 14 locais (considerando 23 + 7 suplentes). As agremiações que mais cederam convocados foram PSG, Arsenal (Inglaterra) e Newcastle (Inglaterra), o que revela a expressividade da Premier League como abrigo de importantes jogadores bleus.

-> Futbox: Veja dados e uniformes das seleções na história das Copas

A ausência de Abidal faz de Ribéry (31 anos) o mais longevo do grupo em termos de Copas: é o único que esteve nas de 2006 (era pré-Le Blog du Foot) e 2010 (quando já existíamos!). Lloris (o atual capitão), Sagna, Evra (33 anos) e Valbuena foram ao Mundial da África do Sul, enquanto que o vovô do elenco Landreau (35 anos) esteve na campanha do vice na Alemanha.

Portanto, Deschamps renovou bastante em relação há quatro anos, pois 16 dos seus 23 iniciais (com Mandanda, que iria para a segunda Copa) debutam no principal torneio da Fifa. Que eles tenham tranquilidade para não tremer caso tenham de mostrar serviço!

 

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.